Garantia Mútua: Não São Sonhos Rosados Mas a Vida Real

Alguns dos nossos grupos têm dificuldade para ligar a sabedoria da Cabalá com a garantia mútua. As pessoas que têm vindo estudar a Cabalá realmente não querem saber sobre a garantia mútua e, claro, não querem divulgar a mensagem de garantia mútua para o mundo.

Na verdade, eu os compreendo. Quando fui ao Rabash na idade de 33, eu era um cientista por natureza e na minha profissão anterior. Antes de vir para Israel, desde a idade de 6 a 28 anos, eu estudei e li literatura científica o tempo todo. Isso também decorre de uma deficiência em descobrir o Criador, a força que controla tudo.

Na casa do Rabash, eu ouvi falar “amar o seu amigo como a ti mesmo.” Na Rússia, esse princípio foi distorcido em favor da elite e foi muito desagradável para mim ouvi-lo, porque por trás das palavras sobre o amor havia os maiores vigaristas e ladrões que fizeram exatamente o oposto e exploraram outros para seu próprio bem. Foi muito difícil se acostumar com a idéia de que este princípio é a base da sabedoria da Cabalá porque ela fala supostamente dos segredos da criação, e de repente ele fala sobre as coisas antigas.
Então eu comecei a aprender sobre o sistema interior: Acontece que o desejo quebrado para receber tornou-se egoísta, e a fim de retornar ao mundo de Ein Sof (Infinito), devemos corrigir nosso ego. Isto significa que devemos trazer para dentro e mais perto de nós o que parece distante, para transformar o que parece tão odiado em amado. Apesar de nosso desejo atual, apesar do orgulho, das paixões, o respeito, você deve pisar em si mesmo e recusar o seu ego cada vez mais para ficar mais perto das pessoas que você odeia. Assim que você sobe os degraus da escada espiritual.

Só depois eu entendi o caminho, eu parei de tremer quando ouvi palavras sobre o amor. Levei cerca de dois a três anos e não foi nada fácil em comparação com a repulsão forte que eu senti no início. Mas o fato de que eu aprendi o sistema e suas leis me ajudaram, assim como um médico que olha para os resultados de testes ou um raio-x. Então eu entendi de onde estas palavras foram tiradas; eu entendi que essas palavras não têm nada a ver com aspectos humanos ou com ser bom e viver em fraternidade.

É sobre a fonte de todos os nossos conflitos, sobre a base de nossa natureza, que não tendo escolha, devo realizar. Isto é o que me convenceu.

Portanto, devemos explicar a todos os nossos amigos em Israel e no exterior, para que eles entendam que a divulgação a todos aqueles que querem aprender a sabedoria da Cabalá e da ampla disseminação da garantia mútua para o mundo inteiro está o que Tikkun (correção) significa. Se no passado um Cabalista pôde corrigir-se sozinho ou com a ajuda de um professor, hoje é impossível.

Não sou eu quem diz isso, Baal HaSulam escreveu sobre o fato de que temos que fazer isso. Então você não pode chegar a correção interna, se você não estabelecer um grupo. Para que o grupo comece a viver e avançar na direção certa, você tem que estar conectado com todo o mundo e divulgar com todo o seu poder a idéia sobre a essência dos problemas atuais e suas soluções para todo o mundo. Primeiro, a divulgação deve ser feita em Israel, porque o povo de Israel deve se tornar a fonte do sistema para o mundo inteiro.
.
Assim, os círculos são criados. Em torno de você, há o grupo, em torno do grupo está Israel, e ao redor de Israel existe todo o mundo. Se você não levar em conta este sistema você não terá êxito e você não vai atrair a Luz que Reforma.

Tem de cercar tudo a uma certa extensão. Isso decorre da quebra dos vasos e da correção necessária da escada inteira a partir do período vital sobre a qual Baal HaSulam escreve. As pessoas que não querem realizar isso simplesmente não querem ouvir o que nosso mestre espiritual, diz.

[79524]
Da 4 ª parte da Lição Diária de Cabalá de 01/06/12, “A Essência da Sabedoria da Cabala”

Material Relacionado:
Derramando A Luz Para O Mundo

Textos arquivados em ”

Preocupação Interna Pelo Futuro Do Mundo

Dr. Michael Laitman“Amarás o teu próximo como a ti mesmo”, esta qualidade é o nosso único objetivo, a sensação espiritual que se destina a preencher todos os nossos desejos. Isso significa preocupação com o estado do mundo, pelo quanto todas as pessoas, toda a humanidade, vão avançar em direção a um bom estado.

Obviamente, certas influências parecerão boas para elas e certas ruins, e elas podem resistir e se recusar a nos aceitar, ou mesmo nos desprezar, como crianças pequenas que não entendem nada. Afinal, elas pensam que têm visões diferentes da meta, do futuro do mundo.

Mas esta preocupação interna sobre o mundo deve estar viva em todas as nossas ações e pensamentos, e deve nos guiar. Se uma pessoa sente essa preocupação, isso significa que ela está sintonizada corretamente. Se ela perseguir várias outras metas e essa preocupação não guiá-la, não estiver presente interiormente, este é um sinal de que as intenções “Israel, a Torá e o Criador” (uma pessoa dirigida diretamente para o Criador, a Luz da correção, e o Criador) não se conectam dentro dela. Essa é a única coisa pela qual agimos e estudamos.

Da preparação para a Lição Diária de Cabalá 2/01/12

Determinar Meu Próprio Desenvolvimento

Dr. Michael LaitmanTodo o nosso trabalho pode ser resumido em esclarecimentos e pensamentos pelos quais chegamos ao Criador e tentamos exigir Dele novos desejos que são totalmente inadequados para o nosso ego, nossa natureza.

Então, eu verifico como sou dirigido de Cima e posso sentir de alguma forma esta força operacional. De lado, eu analiso as ações do Criador sobre mim que me motivam. Assim, eu começo a ver a fonte, Suas ações – isto é, eu e o poder que me controla – e compreendo como ela funciona.

Estes três componentes: o apelo ao Criador (a fonte), a sua ação dentro de mim e seu resultado, são todos chamados de “o trabalho do Criador”, porque é o Criador que faz isso. Minha participação reside apenas em pedir a Ele para realizar esse trabalho. Desta forma, nos tornamos parceiros.

Como resultado, de um animal de pequeno porte que executa ações cegamente, que nem sequer entende que está sendo gerido e pensa que vive livremente, independentemente de como ele se sente, eu me torno um assistente ativo, e assim alcanço a adesão com Ele. Eu entendo o meu desenvolvimento desejável e sua forma final e tento promover este plano antes mesmo que ele seja cumprido pelo Criador.

Eu determino o meu desenvolvimento, e isso é chamado de “apressar o tempo”, em vez do fluxo natural (no seu tempo). É assim que eu O alcanço, pelo poder do pensamento, e começo a andar de mãos dadas com o Criador em cada etapa, e tento aprender a acelerar o meu desenvolvimento.
Como Baal Hasulam diz em seu artigo “Tu Me Cercaste Por Trás e Pela Frente”: o movimento do cavalo torna-se um com o movimento do cavaleiro e esta é a sua aderência. O Criador espera que eu Lhe peça ajuda e me ajuda chamando-me, e me mostra por sofrimentos ou por outras pistas os lugares onde eu tenho que prestar atenção a Sua liderança. Assim nós avançamos até à adesão plena.

Da 1a parte da Lição Diária de Cabalá 30/12/11, Escritos do Rabash

O Apocalipse Ataca A Humanidade

Dr. Michael LaitmanOpinião: (Andrey Milovzorov, de utro.ru): “O Saxo Bank prevê que os preços do trigo vão dobrar em 2012. Mas o que vai mudar na vida dos consumidores europeus ou russos se um pão custa o dobro? Nada. O gasto médio do europeu em comida é de 20% de sua renda, e do Russo é de 50%.

“No entanto, há países onde as pessoas gastam 90% de seus rendimentos em alimentos. Na Somália, um quarto de milhão de pessoas poderiam morrer por causa de uma seca severa. Ninguém se apressa em ajudar, porque este é um mercado para os agricultores do oeste.

“Entregas de ajuda alimentícia em grande escala alimentam um exército enorme de especuladores no mercado acionário. O mercado não está interessado em desenvolver a agricultura nos países famintos.

“Parece que para mudar a lógica dos mercados, nós precisamos de argumentos mais sérios do que um aumento do preço do pão na Europa. Por exemplo, um êxodo em massa de refugiados da África para a Europa, que fogem da fome (pode haver até 150 milhões deles), ou distúrbios alimentares que possam afetar todo o comércio mundial e cortar o fornecimento de petróleo para o Ocidente”.

Meu comentário: A fome em massa terá consequências imprevisíveis, e forçará principalmente o mundo a reconsiderar o seu desdém em relação aos seus vizinhos e cuidar da garantia mútua.

As Perspectivas Sombrias Para 2012

Opinião: (Olivier Blanchard, economista-chefe do FMI): “Nós começamos 2011 num modo de recuperação reconhecidamente fraco e desequilibrado, mas mesmo assim havia esperança.

“No entanto, à medida que o ano chega ao fim, a recuperação em muitas economias avançadas está parada, com alguns investidores até mesmo explorando as implicações de uma ruptura potencial da zona euro, e a possibilidade real de que as condições possam ser piores do que vimos em 2008.

“Eu tiro quatro principais lições do que aconteceu.

  • Em primeiro lugar, depois da crise de 2008-09, a economia mundial está fértil de múltiplos equilíbrios – resultados auto-realizáveis de pessimismo ou otimismo, com grandes implicações macroeconômicas.
  • Em segundo lugar, medidas políticas incompletas ou parciais podem piorar as coisas.
  • Em terceiro lugar, os investidores financeiros estão esquizofrênicos em relação à consolidação fiscal e crescimento.
  • Em quarto lugar, a percepção molda a realidade.

“Coloque esses quatro fatores juntos, e você consegue explicar porque o ano termina muito pior do que começou.

“Toda a esperança está perdida? Não, mas colocando a recuperação de volta nos trilhos vai ser mais difícil do que era há um ano. Vai exigir planos de consolidação fiscal confiáveis mas realistas. Exigirá a provisão de liquidez para evitar múltiplos equilíbrios. Exigirá planos que não sejam apenas anunciados, mas implementadoss. E exigirá a colaboração muito mais efetiva entre todos os envolvidos.

“Eu tenho esperança de que isso vai acontecer. A alternativa é muito desestimulante”.

Libertação Do Excesso

Dr. Michael LaitmanPergunta: No início da execução do programa da sociedade integral, nós precisaremos superar, de alguma forma, todos os tipos de desentendimentos. Por exemplo, como é que vamos convencer uma pessoa que ela deve se contentar com um apartamento de 500 metros quadrados, e não comum de 2.000 metros quadrados como o de seu vizinho? Que tipo de argumentos nós podemos usar?

Resposta: À medida que nós continuarmos a nos mover em direção à integração, as pessoas estarão mudando seu estilo de vida. Cada um terá seu próprio quarto para estudar e não incomodar os outros. Eu acho que um quarto por pessoa é suficiente, além de uma sala de estar comum e outros quartos auxiliares – que é uma sala de estar normal. Nós podemos fornecer a todos estas condições, assumindo que deixaremos de perseguir o excesso e adotaremos esse padrão como casa modelo.

O mesmo se aplica aos alimentos. É muito fácil calcular a quantidade necessária de alimentos para uma pessoa. Pode ser um determinado conjunto que cumpra os hábitos da pessoa: nacionais, culturais, e assim por diante, mas restrito em termos de variedade, ou seja, uma quantidade menor do que os 50 tipos de linguiça que, atualmente, guarnecem as prateleiras dos supermercados. Toda essa variedade é simplesmente inútil. Atualmente alguém está fazendo dinheiro com você com isso, mas uma vez que a questão da sobrevivência for resolvida, todo este excesso desaparecerá automaticamente.

Ao longo da crise centenas de milhões de pessoas perderão seus empregos, e seu poder de compra despencará em queda livre. Isto forçará dezenas de tipos redundantes de alimentos desparecerem das prateleiras, já que ninguém irá comprá-los. Esses cortes acontecerão naturalmente, e não temos que nos preocupar com eles. O mundo irá, naturalmente, separar todo excesso das necessidades básicas para termos uma vida normal e saudável.

Comentário: Para as pessoas que viveram em regimes socialistas e experimentaram o fenômeno do déficit crescente, que as forçaram a gastar enormes quantidades de tempo e esforços para adquirir as necessidades básicas, isto soa um pouco assustador, porque elas imediatamente imaginarão longas filas.

Resposta: Não haverá nenhuma fila. Eu acho que tudo será entregue na casa das pessoas. Você vai pedir o que você precisa, e uma organização responsável pelo abastecimento alimentar vai entregar tudo para você. Da mesma forma, outras organizações irão prestar a reparação de apartamentos e outros tipos de serviços.

Estes são os tipos de trabalhos necessários que permanecerão com a humanidade, além de indústrias específicas, agricultura e assim por diante. Basicamente, nós estaremos gastando nosso tempo e esforços naquilo que é realmente necessário.

Da “Palestra sobre Educação Integral” 12/12/11

Ajude-Me A Conquistar O Coração Negro

Dr. Michael LaitmanO Criador nos criou egoístas e nos obrigou a quebrar. Nós viemos depois de todos os preparativos realizados de Cima para baixo, e é por isso que é impossível exigir de nós querer e alcançar a doação. Nós precisamos ser realistas e tentar fazer o que somos capazes de fazer.

Mas, na realidade, nos recebmos o ponto no coração, com o qual podemos realizar algumas ações externas voltadas à doação. No entanto, isso não ocorre dentro do coração, pois ele é completamente egoísta.

É assim que nós estabelecemos nosso relacionamento em direção à doação, dependendo do que compensará o que: o ponto no coração ou o próprio coração. O coração puxa tudo para si. Esta é a sua natureza. O ponto no coração também está puxando para algum lugar, e não está claro para onde. Ambos têm forças opostas entre si. Eu recebo este estado da natureza.

No entanto, através do ambiente, eu posso aumentar a força do ponto no coração dez, cem ou mil vezes, isto é, quanto maior a oportunidade se apresentar graças ao grupo e a minha conexão com ele. Se a força no ponto no coração se tornar maior, eu serei capaz de chegar a um estado onde conseguirei equilibrá-lo com o coração e tentarei superá-lo.

Às vezes o coração vai ganhar, às vezes, o ponto no coração vai ganhar, e desta forma eu vou passar por subidas e descidas e avançar. Isso continuará até que eu finalmente tenha investido o suficiente em esforços para elevar o ponto no coração acima do coração. A pessoa precisa tentar melhorar continuamente para alcançar essa reviravolta.

Help Me Conquer The Black Heart

No início, eu tenho o coração negro e mal, e o ponto no coração. O ponto é muito pequeno, e o coração é muito maior do que ele. No entanto, em virtude da conexão com outros pontos, e lutando pela doação, eu recebo deles a força para resisitr ao meu coração, para lutar com ele e anulá-lo, por assim dizer.

Cada vez, aplicando cada vez mais esforços deste tipo, eu finalmente chego à quebra e entendo que não sou capaz de coisa alguma, eu não tenho força. É quando eu elevo uma oração (MAN) e um milagre acontece – a salvação!

Há uma série de transições acontecendo interiormente, e isso não acontece de forma direta, mas uma reviravolta acontece. Afinal, nós não estamos pedindo o que recebemos depois. É por isso que é chamado de milagre.

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 27/12/11, “Introdução ao TES “

O Lugar Onde O Ser Humano Cresce Em Mim

Dr. Michael LaitmanBaal HaSulam, “A Essência da Religião e Seu Propósito”: Pois observar Torá e os mandamentos, a fim de trazer contentamento ao nosso Criador, desenvolve rapidamente esse sentimento de reconhecimento do mal, e aqui nós nos beneficiamos duas vezes:

A. Nós não temos que esperar que as provações na vida nos empurrem por trás, cuja medida de estímulo é medida apenas por agonia e destruições…

B. Nós economizamos tempo, pois Ele age para nos “iluminar”, permitindo-nos aumentar o nosso trabalho e acelerar o tempo enquanto quisermos.

No segundo caminho, nós não esperamos que o sofrimento nos empurre constantemente de acordo com o processo natural de evolução. Cada vez, eu sinto a negatividade no estado atual (desejo -1), corro para o estado que parece ser positivo (desejo +1). Então, eu descobro novamente a negatividade dos novos desejos nele (desejo -2), e procuro uma satisfação e avanço (desejo +2). Então, todo o processo se repete novamente: eu descubro uma maior negatividade (desejo -3) e procuro uma maneira de satisfazê-la, até que alcançar um novo estado positivo (desejo +3).

Assim, eu estou sendo empurrado para a frente com os sofrimentos que me empurram repetidamente de uma forma mais dolorosa. Então, como nós podemos seguir um caminho diferente?

É muito simples: se você quiser passar para o próximo estado por si mesmo, antes que a negatividade seja revelada, não espere. Você pode acelerar o processo e encurtar o tempo. Você só precisa entender o que está faltando. O que lhe falta é um novo desejo, aquele menos (-).

“Portanto, é isso que me falta! Eu posso tê-lo com a ajuda do ambiente, ou seja, do grupo, dos livros e do professor”.

Assim eu não avanço sob a pressão do egoísmo. Agora, o meu avanço é diferente em termos de qualidade: o desejo dos amigos me motiva, o que é toda a diferença. Antes eu seguia o meu egoísmo, como um animal que só cresce em tamanho, mas agora eu avanço com a ajuda de uma outra força, a força do grupo que vem da Luz, do Criador. Este é o lugar onde o ser humano em mim, que se assemelha ao Criador, cresce. Isto porque eu recebo os desejos do grupo e sou preenchido com a admiração e impressões deles, que eu satisfaço.

Assim, eu não apenas restrinjo e adoço o caminho do sofrimento, mas realmente sigo um caminho diferente, e essa é a idéia.

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabalá 01/12/11, “A Essência da Religião e Seu Propósito “

Derramando A Luz Para O Mundo

 

Comente