Textos na Categoria 'Lição Diária de Cabalá'

O Livro Do Zohar: A Condição Mais Importante

laitman_530A condição mais importante para estudar O Livro o Zohar é um grupo bem preparado e organizado. Você não pode abrir o Livro do Zohar sozinho e esperar que ele comece a influenciá-lo e a revelar o mundo superior para você. Você precisa estar em certa conexão com os amigos para que isso aconteça.

Quando uma pessoa estuda O Livro do Zohar com os amigos, ela estimula e evoca mudanças a tal ponto em que começa a sentir a imagem do mundo superior na conexão como em uma tela de TV: sensações, volumes, dependências. Não pode haver nenhum sentimento do mundo superior, a menos que você esteja conectado ao grupo.

Em nosso mundo, não há conexão entre as pessoas. Nós somos egoístas absolutos que aspiram apenas a extrair o benefício mútuo uns dos outros. E no mundo superior, essa conexão é revelada durante o estudo do Livro do Zohar, e a pessoa começa a perceber, explorar e afetar.

O Livro do Zohar não requer esforço prolongado, especialmente não mental. Os esforços devem ser emocionais. Você deveria estudar regularmente, mas não por um longo período de tempo. Uma hora por dia é suficiente.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/02/17

A Noção De Tempo

laitman_760.5Pergunta: A noção de tempo é subjetiva ou objetiva?

Resposta: O tempo existe apenas em nossa percepção interna; não há tempo na espiritualidade.

Na espiritualidade, o tempo é percebido como o número de estados que a pessoa passou. Se eu não tenho me esforçado em relação a nenhum desenvolvimento espiritual desde esse momento, eu não vivi este ano e meu tempo é zero.

Da Lição de Cabalá em Russo 19/03/17

O Zohar: A Ferramenta Para Trabalhar Em Si Mesmo

Dr. Michael LaitmanPergunta: A pessoa lê O Livro do Zohar como um conto de fadas. Por outro, não é importante entender, mas obter sentimentos dele. Como a pessoa não transforma O Zohar em um livro de meditação, mas faz dele uma ferramenta para trabalhar em si mesma?

Resposta: Antes de tudo, você precisa ler esse livro com os outros. De preferência, faça isso em grupos de dez, não misturados, mas dezenas de homens e dezenas de mulheres separadas.

A essência do Livro do Zohar não é sua tradução e sentido literal. Se nos organizarmos corretamente e o escutarmos em qualquer idioma, mesmo que não entendamos, esse livro nos afetará. Na verdade, ele representa uma ponte entre o mundo espiritual e os nossos pontos no coração que desejam alcançá-lo.

O Livro do Zohar desempenha a função de um tubo pelo qual a Luz do mundo superior passa para o nosso coração, para o ponto do coração que pergunta sobre o sentido da vida. Esse ponto começa a crescer e, gradualmente, compreendemos melhor o que realmente significa o sentido da existência. É um trabalho contínuo sobre nós mesmos, mas temos tempo. Por que essa vida é dada a nós? Para entendermos por que ela é dada a nós.

Eu vejo nos meus alunos como O Livro do Zohar os influencia e eles começam a sentir o gosto interno dele, que em hebraico é chamado de “Han de Kedusha” (o encanto da iluminação superior). Embora não seja claro, nós sentimos explicitamente que este livro traz algo nele que expande nossos sentimentos. Embora não saibamos o que ele está preenchendo, algo está acontecendo. Essa é a influência gradual do Livro do Zohar em uma pessoa.

Mais tarde, nossos desejos, sentimentos e vários instrumentos internos se tornarão mais adequados para o estudo do Livro do Zohar e perceberemos com muita clareza os resultados de lê-lo.

O estudo não consiste em se familiarizar com o texto do Livro do Zohar e adquirir conhecimento sobre a sabedoria da Cabalá. Seu estudo é a entrada da Luz superior dentro de nós através do tubo, que é o Livro do Zohar, e assim a Luz desenvolve novas sensações em nós através das quais começamos a sentir o mundo superior.

Pergunta: Quando leio o livro, Receitas Deliciosas e Saudáveis, começo a salivar, o que significa que sinto prazer. Nós podemos dizer isso sobre O Livro do Zohar, que ele ama minha alma, mas eu não sinto isso porque ainda não tenho esses gostos?

Resposta: Eu diria que é muito melhor porque, ao ler esse livro de receitas, a pessoa pensa se já experimentará esse alimento. Ao estudar O Livro do Zohar, a pessoa começa a evocar a influência da Luz superior sobre si imediatamente. Ao influenciar você, a Luz superior cria novos desejos e possibilidades em você. Os desejos construídos de forma inata em nós são descobertos durante a leitura do Livro do Zohar e nós começamos a alcançá-lo.

Da Lição em Russo 02/05/17

Por Que Não Há Filmes Sobre O Livro Do Zohar?

laitman_571.03Pergunta: Por que foram feitos muitos filmes sobre a Bíblia, mas não há filmes sobre O Livro do Zohar?

Resposta: Infelizmente, não há filmes sobre O Livro do Zohar. Eu espero que haja um filme desse tipo no futuro. O Livro está à espera de seu explorador romântico, de um especialista que descobrirá sua essência corretamente e como ela foi transmitida de uma geração para outra até ser descoberta em nossos tempos.

Eu gostaria que alguém produzisse um filme que descreva o que está acontecendo de forma mais ou menos precisa.

Pergunta: Isso significa que você critica os filmes de Hollywood sobre as histórias da Bíblia?

Resposta: É uma distorção completa da espiritualidade, Hollywood em sua forma mais repugnante e revoltante.

É muito importante que um filme verdadeiro e sincero sobre O Livro do Zohar seja produzido, que dirá às pessoas sobre esse livro. Eu espero que ele ainda esteja por vir.

Da Lição de Cabalá em Russo 02/05/17

É Possível Escravizar O Criador?

Laitman_630.1Pergunta: É possível escravizar o Criador no caminho à meta?

Resposta: Certamente é possível subjugar o Criador. O Criador é totalmente dedicado a nós. Ele quer que nós O usemos 100%.

Ele só quer servir aos nossos desejos. É por isso que, em princípio, Ele se revela relativo a nós. Por parte Dele, não há nenhum problema em estar em completa doação a nós – essa é a essência Dele. Portanto, não há nenhum motivo em subjugá-Lo. Inicialmente, Ele organiza as coisas de tal forma que evoca em nós a possibilidade de correção e ascensão ao nível Dele. Isso em primeiro lugar.

Em segundo lugar, o Criador não é uma imagem humana que possa ser subjugada, etc. É um sistema: um imenso mecanismo composto de forças opostas, positivas e negativas.

Na medida em que somos semelhantes ao Criador, isto é, à qualidade de doação, amor, preocupação e interconexão, podemos evocar a influência positiva deste sistema sobre nós.

Da Lição de Cabalá em Russo 21/05/17

Prazer Do Livro Do Zohar

Laitman_630.1Pergunta: O Cabalista sente prazer ao ler O Livro do Zohar?

Resposta: É um grande prazer, porque quando um Cabalista lê O Livro do Zohar e descobre seu significado, vê como todas as partes da criação se conectam acima de todas as diferenças. O maior prazer é quando todas as partes, que parecem totalmente incompatíveis, de repente se tornam compatíveis entre si, se conectam e se fundem.

Pergunta: Isso pode ser comparado a uma pessoa comum que lê um romance ou um livro de aventura e encontra um grande prazer nele?

Resposta: Sim. Afinal, como crianças, nós recebemos impressões muito vívidas da leitura de livros, mas o prazer do Livro do Zohar é muito mais sublime.

Hoje, quando já é impossível se surpreender e se preencher com qualquer coisa, O Livro do Zohar pode nos preencher. Tudo depende do seu efeito sobre a pessoa.

Da Lição de Cabalá em Russo 05/02/17

O Livro Do Zohar: O Coração Entende

laitman_527.07Pergunta: Um dos princípios de se estudar O Livro do Zohar é que o coração entende. O que isso significa?

Resposta: Quando lemos O Livro do Zohar aceitamos a condição de que O Livro age apenas em nossos sentimentos, mas não em nossa mente, que é um produto puro do nosso mundo.

Os sentimentos podem se assemelhar ao mundo superior em algum sentido, e nós estamos esperando o momento em que eles despertem em nós. Isto se chama “o coração entende”.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/02/17

Para Mudar O Mundo

laitman_423_02Pergunta do Facebook: Por que todos se queixam da vida, mas não querem mudar nada?

Resposta: Porque você pode reclamar do fato de que não tem algo: “Dê-me isso!” E mudar significa que tenho que dar algo de mim mesmo. Como você pode?! Eu quero mudar o mundo para que não precise fazer nada e ainda tenha tudo.

Esse é o desejo do nosso egoísmo. Você não pode escapar disso.

Portanto, é claro, o desejo de uma pessoa é o de reclamar de si mesma, do mundo, do seu destino, do Criador, de tudo. No final, é claro, é o Criador, porque Ele determina tudo.

O homem se sente como a única criação excepcional existente. A sensação de singularidade é uma experiência exclusiva para cada um de nós, onde me parece que só eu existo e o resto é como uma sombra ao meu redor.

E se alguém deve mudar, é ele, não eu. Eu permaneço “eu”!

A pessoa deve mudar a si mesma para que o mundo ao seu redor mude. Você quer mudar o mundo? Muito bem. Apenas mude para que as mudanças em você influenciem o mundo. E isso pode ser feito. Você pode mudar a si mesmo a cada segundo e o mundo à sua volta mudará.

Pergunta: Como uma pessoa chega a essa decisão?

Resposta: Somente quando começa a entender que existe apenas o Criador e ela mesma no mundo, e o mundo é uma espécie de sensação fantasma entre eles.

Pergunta: Isso não adiciona orgulho à pessoa, como se houvesse apenas o Criador e eu?

Resposta: Não, porque mudando a si mesma para mudar o mundo a sua volta, ela gradualmente minimiza seu egoísmo e depois o mundo muda. Ela se inclui nos outros e os outros em si mesma, e assim atinge as propriedades de doação mútua.

Pergunta: Quando chegamos a tal entendimento?

Resposta: Nem todas as pessoas entendem isso, mas apenas aquelas que têm o chamado “ponto no coração”. Elas podem sentir as qualidades internas do mundo e perceber que o mundo é apenas certa irrealidade de nossas propriedades internas que imaginamos, um reflexo de nós mesmos em relação à Luz superior.

Portanto, não há nada do que se queixar. Reclame de si mesmo – isso é o mais verdadeiro. Todo personagem e tudo o que há em nosso mundo: inanimado, vegetal, animal e especialmente as pessoas, todas são suas características internas que você vê fora de si mesmo. Ninguém pode fazer reivindicações a ninguém, exceto a si mesmo.

Somente mudando-se, você mudará o mundo: para melhor – para um mundo melhor, para pior – para um mundo pior. Portanto, decida em que direção. Com ajuda a de quem? Há apenas um caminho: a ciência da Cabalá.

Boa sorte com isso!

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 12/06/17

O Segredo Da Leitura Do Livro Do Zohar

Laitman_065Pergunta: Qual é o segredo da leitura do Livro do Zohar? Você diz que o que está escrito nele é sobre amor e doação. No entanto, é possível dedicar 100 volumes a isso?! O que está escrito lá?

Resposta: O Livro do Zohar descreve todas as fases e estágios de correção da alma, e há muitas fases e estágios. Eles incluem 620 desejos, cada um deles exigindo correção da recepção egoísta absoluta para a doação altruísta absoluta, do ódio absoluto ao amor absoluto.

Cada um dos desejos deve ser anexado a todo o resto dos desejos para que eles se tornem uma única rede. Quando uma pessoa cria essa rede, dentro dela ela começa a descobrir o mundo superior e o poder superior, o Criador.

Da Lição de Cabalá em Russo 05/05/17

Por Que É Tão Difícil Entender O Livro Do Zohar?

Laitman_137Pergunta: O Livro do Zohar foi escrito em uma linguagem muito fácil; por que é difícil entendê-lo?

Resposta: As pessoas que escreveram O Livro do Zohar estavam topo da escada de realização no mundo espiritual, e para elas era simples e fácil.

Na verdade, tudo é escrito de uma forma muito suave, semelhante a um avô que conta a seu neto uma história interessante, mas é, de fato, difícil de se alcançar esses estados. Essa é a propriedade da exposição.

Pergunta: Por que era impossível escrevê-lo de tal modo que tudo seria compreendido e nós pudéssemos lê-lo como qualquer outro livro?

Resposta: Nós estamos neste mundo. Como é possível entender o que não lhe pertence?

Suponha que meu amigo e eu saibamos ler música e eu converso com ele sobre notas musicais, enquanto você não entende nada sobre isso. Como você pode entender? Nós não temos uma linguagem comum com você; não há nenhum instrumento conceitual, mas também um instrumento emocional comum. Portanto, é impossível transmitir O Livro do Zohar.

Da Lição de Cabalá em Russo 05/02/17