Textos com a Tag 'Desejo'

Um Desejo Para Dois

625.05Pergunta: Se o Criador dá a um homem e a uma mulher uma conexão através do coração, cada um está pronto para fazer qualquer coisa pelo outro?

Resposta: Não sei até que ponto eles estão prontos para tudo, mas se eles se aproximam um do outro para ficarem juntos e cada um faz o que seu parceiro quer dele, eles formam um desejo comum no qual o Criador é revelado.

Pergunta: Mas o Criador também lhes dá esse desejo?

Resposta: Não, eles próprios devem criar esse desejo. Cada um deles tem seu próprio desejo, então eles precisam se conectar um com o outro para ter um desejo para ambos no qual não sintam nenhuma diferença.

Esta deveria ser uma grande fusão, uma luta mútua quando não resta mais nada além de um sentimento de unidade.

Da Lição Diária de Cabalá 19/11/23, Escritos do Rabash, “Discernimentos nos Estados”

O Desejo De Se Aproximar Do Criador Determina Tudo

962.3A externalidade são as nações do mundo. O ramo que se estende desde a externalidade é o resto das nações. Não lhes foram transmitidas as qualidades que as tornam dignas de receber as condutas de desenvolvimento do propósito, uma de cada vez. Em vez disso, elas estão aptas a receber a correção de uma vez e ao máximo, de acordo com sua raiz superior (Baal HaSulam “Uma Serva Que É Herdeira de Sua Senhora”).

Pergunta: O que significa que Israel, ao contrário das nações do mundo, pode receber as condutas de desenvolvimento do propósito, uma de cada vez?

Resposta: Depende de como definimos Israel. Israel é Yashar El, direto ao Criador, ou seja, aqueles que são direcionados ao Criador, não importando se são brancos ou negros.

Quando não há diferença entre eles, Israel é todo aquele que deseja se aproximar do Criador desde o nascimento ou após algum evento na vida. Consequentemente, uma pessoa decide se desenvolver.

As nações do mundo são aquelas que não receberam ou não querem receber o desejo de desenvolvimento na direção do Criador.

Da 3a parte da Lição Diária de Cabalá 05/11/23, Escritos do Baal HaSulam, “Uma Serva Que É Herdeira de Sua Senhora”

Em Um Desejo

528.03Pergunta: Por um lado pedimos misericórdia na dezena, para que o Criador nos conecte. Por outro lado, somos gratos por todos os julgamentos que recaem sobre nós. Como equalizamos essas duas forças para receber a linha média para a oração correta?

Resposta: Os julgamentos que descem sobre nós são os obstáculos que devemos superar para nos edificarmos adequadamente em um desejo. Então seremos exatamente como o Criador. Isso é tudo.

Precisamos entender que o impacto do Criador sobre nós é necessário apenas para nos sintonizarmos adequadamente.

Da Lição Diária de Cabalá 28/10/23, Escritos do Rabash, “O que é, ‘A Shechiná é um Testemunho para Israel’, na Obra?”

O Direito A Um Desejo

549.02Pergunta: Tenho a sensação de que o Criador criou nosso grupo para algo grandioso. Não posso fazer nada a respeito; meu desejo é corrigir o mundo. Mas parece egoísta. Tenho direito a tal desejo?

Resposta: Claro que você tem o direito. Qualquer desejo que exista em uma pessoa vem do Criador, e a pessoa tem que pensar sobre como e o que fazer com esse desejo para se aproximar do Criador.

Da 1a parte da Lição da Convenção Internacional de Cabalá “Abrindo os Corações” 01/10/23, Lição 4 “Conectando-se como Um Homem com Um Coração”

Aproximando-se Um Do Outro

934Pergunta: Como podemos preparar prontamente cada um dos nossos desejos para a correção e para receber a abundância superior de acordo com o desejo do Criador?

Resposta: Isso só é feito quando vocês se aproximam um do outro. Tudo se revela no fato de vocês se aproximarem e aí tudo dá certo para vocês. Aproximar-se significa aceitar os desejos dos amigos como nossos e pedir a realização dos desejos deles.

Os amigos dão o exemplo e incluem todos vocês em um único sistema. Quer você queira ou não, você participa das ações deles e alcança um esforço comum.

Da Lição Diária de Cabalá 15/09/23, “Rosh HaShana”

Eleve-se Acima Do Desejo

232.05Todo aquele que é superior ao seu amigo, seu egoísmo é maior. Quanto mais você cresce, mais forte o ego se desenvolve, só que ele se torna diferente; absorve a todos.

Então você cresce satisfazendo os desejos dos outros e tentando revelar o sistema geral de conexão; desta forma, ele se torna seu. Seu ponto de partida, a raiz – a base da vida, a alma – é o ponto de partida a partir do qual você age constantemente.

É por isso que nossa metodologia se chama Cabalá (receber), no final você recebe.

Esta metodologia explica como você pode realmente absorver todo o universo em toda a sua profundidade. Tudo o que Hollywood inventa, tudo o que uma pessoa pode pensar, tudo isso multiplicado por bilhões de vezes mais você pode absorver em si mesmo e expandir para um estado onde você não sente mais as limitações da existência terrena em nenhum parâmetro, ao longo de qualquer eixo do tempo, ou do volume, ou mesmo do eixo das sensações.

Pior e melhor – todos esses parâmetros mudam e se tornam relativos. Você está mudando qualitativamente tanto que a transformação dos níveis inanimado, vegetativo e animado e suas diversas modificações não podem sequer ser comparadas com o que você passa.

Tudo começa com a constatação de que é o seu desejo que se torna algo que existe separadamente de você e é nele que você começa a trabalhar. Você o coloca em movimento como uma espécie de mecanismo, altera seus parâmetros, processa-o e sente-o. Você está acima do desejo!

De KabTV,Eu Recebi uma Chamada. Mestre do Disfarce”, 29/09/11

Dos Desejos Animais Aos Desejos Humanos

707Pergunta: Por que o Criador criou o homem num corpo animal?

Resposta: À medida que nos desenvolvemos, aprendemos o quanto o corpo em que estamos nos ajuda a atingir o objetivo da criação.

Pergunta: Como passo dos desejos animais dentro de mim para os desejos humanos?

Resposta: A diferença entre eles está apenas na sua conexão no grupo. Vocês são obrigados a ajudar uns aos outros nisso, caso contrário não alcançarão nenhum estado de conexão entre si e não chegarão ao objetivo da criação.

Da Lição Diária de Cabalá 23/08/23, “A Necessidade da Salvação do Criador”

Primeiro Desejo, Depois Consciência

276.02No nosso mundo, sentimo-nos independentes porque não temos um sentimento de conexão com a força que brilha de cima e em relação à qual tudo é construído de forma muito simples. Cada um tem a sua posição em relação a isso e a cada momento quer mudar o seu estado. Como resultado, ele muda de acordo com o esquema geral. Ou seja, tudo existe de acordo com uma ordem tão definida, clara e rígida que não há necessidade de calcular nada antecipadamente ou fazer nada.

O cálculo é apenas relativo à pessoa: quão bem ela deseja avançar em seus sentimentos subjetivos ou não, e nada mais. Tudo é muito simples.

Tudo vem apenas das sensações. Primeiro vem o desejo e depois a consciência do que você sente nele. Esse desejo pode ser tal que você ainda não sente nada nele. Então aparecem algumas sensações.

Embora o desejo já tenha algum tipo de realização, algum tipo de informação sensorial, você pode não sentir ainda, está abaixo do limiar da sua sensibilidade. Então você começa a sentir isso como agradável ou desagradável, e então percebe: é agradável ou não, quais são as consequências causais e assim por diante.

Ou seja, a consciência nasce muito depois da sensação. Portanto, a sabedoria da Cabalá fala sobre a maneira de alcançar, revelar e começar a sentir tudo, e então, de acordo com isso, você começará a compreender.

De KabTV,Eu Recebi uma Chamada. O mundo através dos olhos do Criador” 11/10/11

Ressuscitando Desejos Mortos

509Pergunta: O que significa ressuscitar os mortos no trabalho espiritual?

Resposta: O renascimento dos mortos é o renascimento dos corpos mortos (cadáveres). O corpo refere-se ao desejo que não quer fazer nada em nenhum caso e se contenta em simplesmente permanecer como está. Esse desejo é chamado de morto.

Precisamos nos preocupar em dar vida aos cadáveres, ou seja, ajudar uns aos outros a reviver nossos desejos mortos e elevá-los acima de nós mesmos.

Da Lição Diária de Cabalá, “Todos os meus ossos dirão”, 14/08/23

Como Podemos Lidar Com Desejos Maus?

627.2Prezado Michael Laitman,

Você tem sido um substituto para mim no rádio e na TV há muito tempo. Estou com você há três anos. Quero fazer uma pergunta: de onde vêm os desejos?

Além disso, é vergonhoso admitir tais desejos. Às vezes você não consegue se livrar deles. Eles não estavam em mim, em geral, tenho um caráter completamente diferente. Por favor, diga-me como lidar com esses desejos que não são bons?

Resposta: Não sei o que significa “maus desejos”.

Comentário: Uma pessoa fica de alguma forma desconfortável com os desejos que surgem repentinamente nela.

Minha Resposta: Bem, surgem desejos. Afinal, o homem é um animal complexo. Ele consiste em uma parte animal, uma parte humana e possivelmente uma parte espiritual.

Pergunta: Ou seja, desejos de todos os níveis vêm até ele?

Resposta: Sim. Portanto, não há nada com que se preocupar. Todos os desejos têm o direito de ser revelados e de existir em uma pessoa.

Pergunta: Qualquer desejo?

Resposta: Qualquer um. E uma pessoa pode ter todos os tipos de relacionamento com isso.

Pergunta: O que é preciso fazer se surgirem desejos ruins, mesmo aqueles que abalam uma pessoa?

Resposta: Entendo. O que fazer? Sacuda-se, sacuda-os e continue a existir. Você precisa fazer outra coisa e então o desejo mudará.

Comentário: Por favor, responda à pergunta “de onde eles vêm e por quê?”

Minha Resposta: De cima! Pra quê? Para que uma pessoa se desenvolva. Para desenvolvê-la.

Pergunta: Quando você diz “desenvolver”, o que significa? Para que surjam nela alguns desejos específicos?

Resposta: Desejos, emoções, intenções e assim por diante, de modo que correspondam à pessoa mais desenvolvida que ela se tornará.

Pergunta: Você disse “de cima”. Existe um banco de desejos que a pessoa precisa percorrer?

Resposta: Sim. Existe um banco de desejos que temos que percorrer, cada um de nós e todos nós juntos.

Pergunta: E quando esse banco se esvazia, os desejos passam, o que acontece a seguir? Quando todos os desejos já passaram por mim, o que isso significa?

Resposta: O fim do mundo. Realizamos todos os nossos desejos e estamos em repouso.

Pergunta: O fim do mundo, o que é isso na sua opinião?

Resposta: O fim do mundo significa que não há ninguém para viver, não há necessidade e não há objetivo.

Pergunta: Então não voltarei aqui?

Resposta: Não.

Pergunta: Onde irei parar? Este mundo acabou. Onde eu vou parar?

Resposta: No próximo mundo.

Pergunta: E o que há no próximo mundo?

Resposta: Felicidade, paz e todas as coisas boas estão esperando por você no próximo mundo.

Pergunta: Eu já gosto desse. Ou seja, em princípio, toda essa cadeia de desejos deveria me levar ao mundo onde há felicidade, paz, tudo?

Resposta: Sim.

Pergunta: Como devo realizar esses desejos para chegar a essa paz e felicidade?

Resposta: Você chegará lá de qualquer maneira. Então não se preocupe. A única coisa que você precisa é concordar que você será levado até lá. Portanto, de acordo com isso, viva com calma, respire com calma e tenha paz com a força superior que o levará até lá.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 20/07/23