Textos na Categoria 'Disseminação Cabalística'

O Desenvolvimento Da Cabalá Ao Longo Do Eixo Do Tempo

laitman_573.01Pergunta: Como a linguagem e o método da Cabalá mudaram dependendo do estágio de desenvolvimento da humanidade? Os Cabalistas escreveram em uma linguagem que não pode ser compreendida.

Resposta: Na verdade, há séculos que os Cabalistas escreveram apenas para pessoas como eles. Ninguém estava envolvido na popularização da Cabalá.

Se olharmos o processo de desenvolvimento ao longo do eixo do tempo que começa com Adão até o final de todo o desenvolvimento, uma estrutura muito interessante se forma do ano zero até o ano 6000.

Durante esse período, houve crescimento do egoísmo. Primeiro, Adão revelou a metodologia espiritual, depois dele, Abraão e Moisés o fizeram. Depois, o Primeiro e o Segundo Templos foram construídos e destruídos.

E agora começa a ascensão rumo ao Terceiro Templo.

Até chegarmos ao ponto de ascensão (“Nós” no desenho), todo o desenvolvimento foi automático, de acordo com o comando inicial. Não houve nada imprevisível.

Somente a partir do ponto em que “Nós” começamos a correção. E todo o tempo antes disso foi o período de quebra e preparação. É por isso que tudo o que ocorreu antes do nosso tempo era conhecido por absolutamente todos os Cabalistas, sem surpresas.

E só a partir da nossa época é que o livre arbítrio emerge e a disseminação da Cabalá começa para toda a humanidade. As pessoas começam a se animar e a conectar a si mesmas e o seu futuro com o método de correção.

Do estado atual do mundo, torna-se evidente que a correção do mundo é possível somente através do fortalecimento das conexões entre as pessoas. Acontece que o método que nos dá a oportunidade de criar essa conexão está sendo revelado.

Da Lição de Cabalá em Russo, 23/07/17

A Revelação Da Cabalá De Geração À Geração

laitman_933Pergunta: O Livro da Criação (Sefer Yetzira) escrito por Abraão é um trabalho magnífico, poético e rigidamente construído. É um prazer ler, mas apenas pensamentos ocasionais são compreensíveis. Existe uma chave para entende-lo?

Resposta: Para isso a pessoa deve estudar Cabalá. Por exemplo, como a ciência é diferente em cada geração? É pelo fato de que ela se desenvolve cada vez mais e revela o que era anteriormente desconhecido. Portanto, os Cabalistas em cada geração, como na ciência, podem revelar cada vez mais.

O livro de Abraão está escrito de forma mais suave do que o livro de Adão. Abraão, através de suas conquistas, complementou o que Adão escreveu e revelou a Cabalá mais profundamente. E todos os outros o seguiram.

Uma vez que o grupo de Abraão começou o trabalho espiritual, começou a atingir a qualidade de doação na conexão entre eles, a qualidade superior, o Criador. Se as pessoas restaurarem boas conexões de amor mútuo, responsabilidade mútua e compreensão mútua entre si, então, na medida em que essas conexões forem verdadeiras, o Criador é revelado dentro delas. Essa rede de conexões é chamada de um vaso no qual a força superior é revelada.

Abraão descobriu o método de conquista da força superior na conexão entre as pessoas. E Moisés dominou esse método na prática. As pessoas de sua geração sofreram enormes descidas egoístas que são chamadas de “exílio egípcio”.

Elas mergulharam em um grande egoísmo, mas, ao mesmo tempo, conseguiram se elevar acima dele em sua unificação, de modo que na conexão de duas tendências opostas, uma grande rejeição egoísta e simultaneamente uma aspiração comum de conexão, separação e aproximação, elas criaram condições onde o Criador foi revelado. Essa foi a conquista de Moisés que ele descreveu na Torá.

O que Moisés e seu grupo fizeram foi um grande avanço em relação ao que Abraão alcançou. Portanto, a geração de Moisés se elevou completamente acima do nosso mundo, revelou o Criador na conexão entre si e atingiu o estado mais elevado que nunca foi superado até o nosso tempo. Até hoje, Moisés é o maior líder espiritual do povo.

Da Lição de Cabalá em Russo 23/07/17

Onde Começa A História Da Cabalá?

laitman_250Há 5777 anos, a primeira pessoa a atingir a natureza superior apareceu no mundo; ela era chamada de Adão. A partir dele, nós começamos a contar a história da Cabalá.

Adão se perguntou sobre o sentido da vida; ele começou a procurar de onde tudo vem e revelou que há apenas uma força no mundo que move todo o universo.

Essa força positiva pode ser chamada de Criador, porque realmente cria. Não tem corpo, nem peso, nem volume, nada do que pensamos ter. Afinal, o que temos e vemos em nosso mundo é uma pura ilusão que aparece em nossa mente, em nossas sensações.

Portanto, há 5777 anos, apareceu um homem que revelou essa qualidade ao mundo – Adão, chamado de “primeiro homem – Adam HaRishon” porque foi o primeiro a atingir a essência do mundo. Ele contou sobre isso no livro O Anjo Secreto (Raziel HaMalach). Esse pequeno livro de poucas páginas chegou à nossa época.

O livro seguinte sobre a Cabalá foi escrito por Abraão na antiga Babilônia. Mas entre Adão e Abraão houve 20 gerações de Cabalistas que alcançaram o mundo espiritual por meio do método revelado por Adão que ele entregou a seus discípulos. Ao longo dos séculos, esse conhecimento foi gradualmente complementado. Então, havia o método para alcançar o mundo superior.

Da Lição de Cabalá em russo 23/07/17

Abram Os Livros De Sabedoria

laitman_527_04Agora, nobres leitores, este livro está aqui diante de vocês em um estande. Ele afirma explicitamente toda a sabedoria do estadista e o comportamento da vida privada e pública que existirão no final dos dias. É o livro de Cabalá, onde os mundos corrigidos são definidos. (Escritos do Baal HaSulam, “Contruindo a Sociedade Futura”)

Pergunta: Por que Baal HaSulam, o grande Cabalista que escreveu O Estudo das Dez Sefirot e “O Prefácio ao Livro do Zohar” lida com problemas terrenos? Qual é o objetivo?

Resposta: Esse não é um problema terreno! Há um desejo criado pela natureza, pelo Criador. Ele deve passar por certos estágios de desenvolvimento. Agora, estamos em um ponto crítico que transforma todo nosso desenvolvimento de egoísta em altruísta. E isso é o que Baal HaSulam escreve como um profissional absoluto.

A Cabalá é uma ciência prática porque é realizada em pessoas que vivem no nosso tempo ou que viveram em outras gerações.

A Cabalá destina-se apenas a pessoas que existem em nosso mundo, não a certas almas que, após a morte, giram em vastos espaços em níveis espirituais superiores. Todos os níveis espirituais mais elevados existem nas pessoas. Portanto, Baal HaSulam escreve para pessoas. E o Cabalista não tem uma aspiração maior do que se dirigir às pessoas e ensiná-las a realizar-se adequadamente de acordo com as leis da natureza.

Pergunta: Você quer dizer as pessoas com um ardente desejo de descobrir o sentido da vida?

Resposta: Naturalmente. E o resto simplesmente não ouvirá nosso pedido. O egoísmo deles ainda está no nível animal; eles se preocupam apenas com sua existência corpórea. Isso não é ruim nem bom. Portanto, não há necessidade de abordá-los. Eles precisam receber seus requisitos mínimos, e ficarão felizes em receber sua renda universal, computador, internet, TV e sofá. Eles terão provisões gratuitas entregues em sua casa e até mesmo o que pedirem: pizza, refrigerante ou um computador, tudo. E eles não precisam de mais nada. Você pode imaginar tal felicidade?

Pergunta: Isso não é uma ilusão de felicidade?

Resposta: Mas tudo o que eles querem está na Internet, desde as ciências do nosso mundo até strip-tease, séries de televisão e futebol.

Então não vá até eles. Nós precisamos esperar até que esse estágio de desenvolvimento acabe porque uma pessoa pode ser tratada apenas de acordo com o que ela quer. Afinal, uma pessoa é um desejo de desfrutar.

Mas há pessoas que não conseguem parar com isso. Elas têm um “vírus” dentro delas que não as deixa felizes de serem preenchidas com bens materiais.

Elas precisam revelar o poder supremo que as governa, o princípio mais elevado, o programa de desenvolvimento humano e seu propósito: para que eu existo? O que está acontecendo na minha vida? Por que é assim? Elas estão interessadas ​​na conexão com a força governante. É a essas pessoas que você pode recorrer.

De KabTV “A Última Geração” 15/05/17

Resistência À Sabedoria Da Cabalá, Parte 3

laitman_234Do livro Coleção de Leis, “Bênçãos para Odores e Bênçãos para a Gratidão”, Lei 4: Agora devemos abordar o verdadeiro homem justo desta geração, para que ele descubra para nós o que a é fé para a época atual, pois a fé deve ser aprendida de novo todos os dias.

Assim, o principal fortalecimento do princípio do mal em cada geração é o de esconder, e esconder exatamente o verdadeiro homem justo de nosso tempo. Como vemos com nossos próprios olhos que o principal desacordo é sobre o homem justo dessa geração e, depois de muito tempo, o reconhecerão e o chamarão de homem justo, mas não concordarão com a justiça da próxima geração.

Em cada geração há disputas sobre o Cabalista que vive e trabalha neste tempo. Eles o odeiam, lutam com ele e não podem concordar com ele. Essa é a natureza.

Na verdade, o mesmo acontece em todos os estados pessoais. Quando subimos os degraus espirituais, podemos concordar com os degraus que já atravessamos, mas somos contra o estado atual e temos muitas objeções.

Somente depois que o estado foi passado por meio de luta, das linhas direita, esquerda e média, por meio de altos e baixos, e esclarecimentos, como resultado de tudo isso, podemos concordar com o passado, que já está incluído na correção.

Portanto, as objeções à Cabalá são bastante compreensíveis. Nós precisamos considerá-las como parte integrante do processo de desenvolvimento que vem da natureza. Ainda sentiremos o confronto face-a-face com as linhas direita e esquerda, o poder de doação e o poder de recepção – as duas forças que atuam na natureza.

Portanto, não se preocupem muito com os adversários da Cabalá. Nós estamos no campo de batalha de duas forças. E, de fato, isso não é uma luta, como parece, mas uma forma de comunicação e correção. Dessa forma, podemos estudar essas duas forças – quando uma se baseia na outra.

Mas em todos os momentos, um Cabalista que vive nesta geração não tem chance de ser reconhecido por seus contemporâneos e entendido pelas pessoas. Como é possível compreendê-lo se ele pertence à mesma geração? Todos estão em um nível tal que são incapazes disso.

Porém, depois de um tempo, há um amolecimento. Gradualmente, alguns começam a entender os Cabalistas da última geração e há alguns que estão envolvidos no trabalho espiritual, mas ainda não conseguem entender seus seguidores.

É por isso que mesmo o Ari não foi aceito imediatamente por todos os Cabalistas de sua geração. A renovação que todo Cabalista traz ao mundo em seu tempo não é necessariamente revelada em outras almas. É por isso que é difícil para elas concordarem com ele.

Cada geração revela uma nova camada de genes informativos (Reshimot), e há almas nesta camada que estão mais desenvolvidas e já estão prontas para correção. Portanto, essas pessoas vão até o fim. E há aquelas que ainda estão na fronteira e podem esperar.

Elas dizem que a Cabalá é o ensino certo, mas não para elas, e talvez nem concordem com ela. Isto é, elas sentem alguma relação com a Cabalá e, ao mesmo tempo, a separação e o ódio aparecem. Elas começam a protestar contra a Cabalá.

As pessoas que começaram a estudar e depois abandonaram também se tornaram oponentes da Cabalá porque precisam se justificar. Suas Reshimot ainda não amadureceram. E se uma pessoa não corrigiu seu desejo de desfrutar, ela deve se justificar sobre por que deixou o processo de correção.

Em todas as épocas, o desejo egoísta quer que sintamos que existimos, isto é, que estamos certos. Portanto, suas críticas à Cabalá são inevitáveis. Houve muitos desses casos em nosso tempo e no passado.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 24/09/17, Lição sobre o Tópico: “A Resistência à Cabalá”

O Caminho Para A Correção Final

laitman_939.02Pergunta: Nós precisamos nos acostumar com a intenção de dar egoisticamente para que, em algum momento, a quantidade se traduza em qualidade?

Resposta: Em primeiro lugar, a correção não é realizada na massa geral da humanidade, mas, em vez disso, em um pequeno grupo – em uma dezena – onde dez pessoas se reúnem e fazem um pacto que “querem se tornar semelhantes ao Criador”. Ninguém pode conseguir isso sozinho, mas apenas quando todos começam a praticar uma doação entre si.

Nós concordamos entre nós de modo a nos apoiarmos mutuamente, darmos o exemplo, nos anularmos uns aos outros e demonstrarmos a importância do objetivo na unidade entre nós. Desta forma, criamos uma estrutura em miniatura que se assemelha à humanidade – corrigida na sua totalidade -, mas em uma escala muito pequena e não menos do que uma dezena. De acordo com a Cabalá, esta é a melhor maneira de alcançar a correção.

Gradualmente, começamos a sentir estados especiais entre nós, descobrimos os mundos superiores e revelamos o Criador que existe entre nós e as forças que nos conectam.

Começamos a entender que tipos de forças existem, quais deles são chamados de “anjos” e quais são chamados de “animais sagrados”, etc. Começamos a perceber as forças superiores, ou seja, as qualidades de amor e doação. E, o mais importante, surge uma força especial dentro dessas revelações, uma qualidade especial chamada Criador, a fonte de tudo o que existe, que engloba todo o universo e se revela como resultado de nossas ações.

O resultado do nosso trabalho será a sensação de que estamos prontos para absorver toda a humanidade e até o mundo inteiro dentro de nós. Não precisamos trabalhar para esse resultado. Pois, se criamos uma dezena completa, o nosso trabalho dentro dela é suficiente para toda a humanidade ser incluída automaticamente em nós.

Então começamos a nos sentir completamente corrigidos e semelhantes ao Criador que existe junto conosco dentro do nosso pequeno círculo.

A humanidade em geral não sente isso porque não corrige suas qualidades de recepção para a doação ou o egoísmo para o altruísmo, mas nós fazemos. No entanto, a correção final nos obriga a disseminar imediatamente o método assim que algum limiar de correção for alcançado. Esse é o propósito do nosso trabalho.

Portanto, na mesma medida em que eu quero me aproximar do Criador, eu tenho que sair simultaneamente dos limites da minha dezena e disseminar o método para todos os outros. Precisamente dessa maneira, eu me aproximo do Criador e O revelo cada vez mais claramente.

Isso é semelhante a uma imagem holográfica em que eu posso sentir o Criador em um grau muito pequeno, em um pequeno ponto (vermelho colorido no diagrama), como se estivesse olhando o mundo sem óculos e vendo tudo de uma maneira bastante obscura.

Se eu adicionar mais pontos pequenos a esta parte, o foco da imagem ficará cada vez mais nítido, mais completo e com todos os detalhes. Portanto, na verdade, não há diferença se eu revelo o Criador na minha dezena ou em um grupo maior.

Tudo depende apenas da resolução; quando eu entro em um cenário geral e atraio outras pessoas para a minha dezena, juntos começamos a revelar o Criador com mais clareza e precisão, com um entendimento mais completo e uma sensação maior.

É por isso que a própria estrutura do sistema exige que disseminemos. Na medida em que eu disseminar, alcançarei ainda mais o Criador e subirei até o Seu nível até alcançar a capacidade máxima e preencher completamente toda a humanidade passando a Luz superior através de mim. Dessa forma, eu me tornarei igual ao Criador e alcançarei a correção final da minha alma.

Da Lição de Cabalá em Russo 04/02/17

Para Superar O Limiar Da Insensibilidade

laitman_293A humanidade pode percorrer um longo caminho até chegar ao reconhecimento do mal. Nós dizemos que a correção deve terminar em 6.000 anos. No entanto, de acordo com a Cabalá, 6.000 anos são 6.000 graus: NHYHGTHBD. Isto é, se começarmos a contar desde Adão, restam 223 anos. No entanto, estes não são anos terrestres.

No final, que diferença faz para uma pessoa se isso acontecer em 223 anos ou em 20.000 anos? Se ela quiser fazer isso amanhã, pode fazê-lo amanhã. Então não importa quantos anos permaneçam, 200 ou 2.000. Nós precisamos olhar isso de maneira realista e não filosófica.

Você pode fazer isso acontecer aqui e agora, mas, caso contrário, e daí? De qualquer forma, a pessoa terá que morrer e depois se encontrar em outra vida. Após a morte, chegamos imediatamente à sensação de outro estado, não deste mundo, mas de um estado pouco diferente e mudado.

Eu espero que nós, as pessoas que estudam Cabalá, no entanto, empurremos a humanidade a entrar no que se chama terra de Israel e a comecemos a transformá-la corretamente por nós mesmos.

Pergunta: Será que a pessoa se sentirá feliz neste movimento?

Resposta: Se há uma perspectiva e uma pessoa a persegue, sentindo o apoio de outras pessoas, mesmo antes de começar o movimento, ela já começa gradualmente a ver. Sem o apoio, ela afunda em uma depressão ainda mais profunda, mas com o apoio ela se move com alegria.

Neste caso, a nação que entende que se move corretamente e leva o resto da humanidade atrás de si é chamada de povo de Israel. Eles entram na terra de Israel, o que significa que começam a transformar seus desejos em doação e amor e, com isso, dão o exemplo para todos os outros. Esse é um excelente estado para a nação e para toda a humanidade que, finalmente, começará a entender como se alcança um futuro brilhante.

Muitas pessoas hoje estão em depressão ou usam drogas! Elas não veem nenhuma perspectiva!

No entanto, nós estamos em condições de entender o plano da criação, de ver como isso acontece de acordo com o que está escrito nos livros Cabalísticos, como isso aconteceu nos últimos 20 a 30 anos e como está sendo transformado.

Nós nos juntamos a esse mecanismo, rodamos o seu volante e avançamos sabendo o que acontecerá. É difícil para nós explicar tudo às outras pessoas; elas não querem ouvir isso. Elas têm seus próprios obstáculos egoístas.

Mas o quão feliz devemos estar por ver essa perspectiva. O resto simplesmente existe e sente sua própria insignificância e absoluta incapacidade de mudar seu destino. Claro, isso é pior do que a morte. Portanto, eles consomem maconha, tomam antidepressivos e assim por diante.

“Por que eu deveria ter filhos? Por que deveria criar uma família? Por que estou vivendo? Dê-me uma pílula, vou engolir e dormir. E ainda melhor se você me der uma pílula, eu adormeço e talvez morra em um sonho”.

Pergunta: Então, por que as pessoas não nos ouvem?

Resposta: Não podemos chegar a elas, e esse é um grande problema. Há tantas pessoas no mundo que sofrem. Elas são mortas, intimidadas, queimadas, destruídas e assassinadas. E ainda assim não ouvem.

A humanidade ainda tem que superar certo limiar de insensibilidade. Isto é conquistado pelo sofrimento, entre outras coisas.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 14/12/16

Minha Página É Para Vocês

Laitman_917.01Queridos amigos!

Eu tenho minha página no Facebook há anos. Quando eu abri essa página, fui conduzido, é claro, por um sentimento de profunda dor e compaixão por toda a humanidade.

Afinal, todos os dias, nossos objetivos e desejos estão desaparecendo cada vez mais; estamos abandonando tudo apenas para existir. Nossa natureza dura e egoísta nos confronta e não nos permite aproveitar a vida de forma alguma. Nós involuntariamente vivemos esse curto número de anos, que nos é dado, e ninguém gosta disso.

Chegou uma era quando a ciência da Cabalá pode ser revelada a todos. Com sua ajuda, podemos realmente tornar nossas vidas felizes, equilibradas e pacíficas. Vejo o que pode ser alcançado com a ajuda das forças ocultas da natureza, que a ciência da Cabalá nos permite revelar e gerir adequadamente.

É por isso que eu abri minha página no Facebook. Espero verdadeiramente que isso nos ajude a alcançar uma vida boa e pacífica no próximo nível superior, onde todos os nossos desejos podem ser realizados por nós. Eu desejo a todos o sucesso na realização disso. Descubram o que a sabedoria da Cabalá tem a oferecer à humanidade.

Boa sorte para todos nós!

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 27/07/17

Curso Gratuito De Cabalá Autêntica – Primavera 2017 (Inscrições Encerradas)

CURSO GRATUITO DE CABALÁ AUTÊNTICA

Uma experiência com consequências para toda a vida fornecida pela PRÓPRIA NATUREZA

Começa na Terça-feira, 03 de outubro e 2017

AGORA É O MOMENTO MAIS IMPORTANTE DA SUA VIDA…SE VOCÊ PERMITIR

Neste curso, você vai descobrir uma compreensão mais profunda da natureza, do mundo, e quem você realmente é, vai receber ferramentas para desenvolver uma nova abordagem para a vida, e experimentar uma perspectiva única que o ajudará a dar sentido aos eventos no mundo de hoje. Ao contrário de uma série de equívocos sobre a Cabalá que você normalmente ouve, isso está aberto para qualquer pessoa independentemente de quaisquer diferenças que aparentemente existam entre as pessoas (raça, idade, sexo, cultura, etc.) e você está livre para avançar no seu próprio ritmo, sem pressões ou obrigações.

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES (Clique Aqui)

Destino Das Almas Elevadas

laitman_938_01Escritos de Baal HaSulam , “Construindo a Sociedade Futura”: Existe uma alegoria sobre amigos perdidos no deserto, com fome e sede. Um deles havia encontrado um assentamento cheio de todas as delícias. Ele se lembrou de seus pobres irmãos, mas já havia se afastado deles e não sabia onde estavam. O que ele fez? Começou a gritar alto e a soprar o chifre; talvez seus pobres amigos famintos escutassem sua voz, se aproximassem e chegassem a esse assentamento cheio de todas as delícias.

Pergunta: Como construímos um caminho para que as pessoas sintam que isso leva a esse “assentamento cheio de todas as delícias”?

Resposta: Essa transição é muito difícil e longe de ser popular. O fato é que muitas pessoas não podem mudar para o novo estado com sua mente, forças, pensamentos e o trabalho espiritual.

“Com sua mente” significa com a ajuda do estudo e aplicação prática da sabedoria da Cabalá. Apenas uma pequena fração de pessoas pode fazer isso. Todas as outras chegarão ao mesmo estado precisamente por causa da influência do grupo. As massas não terão escolha; elas se sentirão miseráveis, inúteis e desempregados.

E o seu sofrimento se tornará mais interno do que externo. Se antes uma pessoa não tinha roupas e alimentos, hoje ela não tem realização interna, e isso é muito pior do que a fome ou o frio. Nós vemos como as pessoas sofrem de depressão.

Portanto, o mais importante para nós é reunir um grupo de pessoas que realmente possa dominar o novo estágio de desenvolvimento, e então elas poderão atrair o resto da humanidade.

Comentário: Está escrito que ele “começou a gritar alto e a tocar o chifre; talvez seus pobres amigos famintos escutassem sua voz”.

Meu comentário: Não significa que ele se dirigiu às grandes massas; elas não conseguem ouvir o apelo espiritual.

Elas poderão ouvir seu choro se elas se sentirem miseráveis ​​e com fome; caso contrário, continuarão a brincar com seus “brinquedos”, especialmente porque os governos estão interessados ​​em preencher suas vidas com eles.

Portanto, o apelo espiritual é dirigido a alguns, e o resto navegará na Internet cheia de entretenimento e serviços criados especialmente para eles. É possível controlar as massas através da Internet sem problemas. Eles vão dar-lhes computadores gratuitos, apenas para manter todos em uma tensão interna.

Pergunta: É só para que eles não sintam fome e comecem a gritar?

Resposta: Eles não serão capazes disso. Afinal, a manifestação de fome pelo próximo estado, pelo sentido da vida, é o destino das almas elevadas.

De KabTV “A Última Geração” 15/05/17