Textos na Categoria 'Disseminação Cabalística'

Legado Do Ari

541O Ari foi o homem que abriu o caminho para o céu para nós.  Ele revelou o fio da meada para nós, e se o agarrarmos, podemos subir à altura do Criador. Ainda não temos compreensão e palavras suficientes para agradecer ao Ari e valorizar o que ele tem feito.

Precisamos apenas acreditar nos Cabalistas que apreciaram muito o trabalho do Ari e agradecer ao Criador por nos enviar um mensageiro que passou conhecimento sobre a força superior, sobre a maneira como podemos nos aproximar dela e como estabelecer a conexão com ela.

Do legado do Ari, podemos receber a luz que reforma, o que há de mais valioso nela. Quando estudamos o material, a luz que reforma escondida nesses textos nos influencia.

Claro, sua ação depende de nosso desejo e intenção, de nosso anseio por conexão e unidade, e nosso desejo de sermos semelhantes ao sistema superior que nos controla. A luz age ao nosso redor, nos envolve, nos purifica e nos aproxima da conexão.

Portanto, todos os textos do Ari são sagrados. Podemos ver com que respeito os Cabalistas os trataram como se fossem a Torá da qual nenhuma palavra pode ser removida. A morte do Ari se tornou o ponto de partida a partir do qual a sabedoria da Cabalá começou a se desenvolver.

Embora ela tenha demorado várias centenas de anos até que viesse ao mundo graças aos seus seguidores espirituais, que a extraíram do túmulo do Ari e de outro esconderijo, de algum baú. Como resultado, todas as obras do Ari foram reveladas e serviram como base para toda a Cabalá moderna.

Isso é muito semelhante à história do Livro do Zohar, que também estava oculto e foi revelado mil anos depois. Foi apenas na época do Baal HaSulam que todos os escritos do Ari foram finalmente reunidos e ele foi capaz de estudá-los, compreendê-los profundamente e escrever um comentário sobre isso: O Estudo das Dez Sefirot.

As obras do Ari são uma corda salva-vidas que caiu do céu para nós. Toda a Cabalá é baseada no Livro do Zohar e nos escritos do Ari.

Baal HaSulam, “Introdução ao Livro Panim Meirot uMasbirot”: Não há palavras suficientes para medir seu trabalho sagrado (ARI) em nosso favor. As portas da conquista foram fechadas e trancadas, e ele veio e as abriu para nós …

Você encontra um jovem de trinta e oito anos que subjugou com sua sabedoria todos os seus predecessores….

Todos os sábios das gerações … abandonaram todos os livros e composições que o precedem … eles anexaram sua vida espiritual inteira e exclusivamente à sua Santa Sabedoria.

O ponto aqui não está no auge da realização, mas no fato de que o método do Ari foi construído e preparado para a correção final.

Portanto, o Ari simboliza o Messias Filho de José, ou seja, ele nos dá a base do mundo correto. Conforme está escrito, José era um homem justo, e os justos são a base do mundo. É somente graças aos ensinamentos do Ari que iniciamos nossas correções.

Embora houvesse grandes Cabalistas no passado que tinham ainda mais conhecimento do que o Ari, como Rabi Akiva e Rashbi, eles não sabiam como expressar, explicar, formular e transmitir o método de correção para nós da maneira que o Ari fez. Isso é determinado não pela altura do Cabalista, mas por sua correspondência com sua geração. É por isso que valorizamos tanto os textos do Ari, com a ajuda dos quais podemos chegar à correção final.

Após as descobertas feitas pelo Ari e seus seguidores, os sucessores de seu método que o adaptaram às gerações modernas, todos podem agora estudar a sabedoria da Cabalá e usá-la para revelar seu caminho para a unidade com os outros, a fim de alcançar o Criador dentro deste unidade. Esse é um grande presente que nos permite subir do grau animado ao grau de homem, Adam, “semelhante” ao Criador.

Todo o horror do egoísmo, desejos e qualidades egoístas devem ser revelados na nossa geração do Messias. Mas podemos entendê-los corretamente, resistir a eles e avançar em direção à correção.

Rav Chaim Vital, Shaar Gilgulim: Meu professor advertiu a mim e a todos os amigos que estavam com ele naquela sociedade para assumirmos o mandamento “Ame o seu próximo como a si mesmo”, e almejarmos amar cada um de Israel como sua própria alma, pois com isso sua oração se elevaria abrangendo todo o Israel e seria capaz de ascender e fazer uma correção acima.

O amor pelos outros é a base do nosso trabalho. Por meio de nossos estudos, atraímos a luz que reforma, mas devemos provê-la com material para trabalho e correção. Ela precisa corrigir a conexão entre nós, que foi quebrada durante o pecado da Árvore do Conhecimento. Todo o sistema, chamado Adam, foi destruído. Agora queremos usar a luz para conectar todas as partes.

Em cada um de nós há uma parte quebrada, um registro (Reshimo). Somos exatamente as partes que já estiveram juntas no sistema de Adam HaRishon. Hoje precisamos voltar à mesma conexão novamente. Para fazer isso, recebemos o ensinamento do Ari, a ordem de trabalho estabelecida pelo Baal HaSulam e a ordem de construção de um grupo de acordo com o Rabash. Temos tudo o que precisamos, só precisamos conectar tudo e implementar a correção.

Louvores do ARI: Um dia, na véspera do Shabat [sábado], o ARI foi com seus discípulos para o Kabbalat Shabat [serviço começando no sábado] como era seu costume. Ele disse aos amigos: “Vamos agora a Jerusalém […] e construamos o Templo, e façamos uma oferta do Shabat, pois vejo que este é realmente o tempo da redenção.

“Alguns amigos disseram: ‘Como iremos a Jerusalém neste momento, fica a mais de trinta parsaot de distância (aproximadamente 115 km)?’ Outros disseram: ‘Muito bem, estamos dispostos a ir com você, mas primeiro iremos avisar nossas esposas para que não se preocupem conosco, e então iremos’”.

Então o Rav gritou e disse aos amigos: “Como a calúnia de Satanás conseguiu revogar a redenção de Israel? Testemunho perante o Céu e a Terra que desde a época do Rabino Shimon Bar Yochai até hoje não houve melhor momento para a redenção do que este.

“Se vocês tivessem admitido isso, teríamos o Templo e os rejeitados de Israel teriam se reunido em Jerusalém. Agora o tempo passou e Israel foi para o exílio mais uma vez”. Quando os amigos ouviram isso, se arrependeram do que haviam feito, mas isso não os ajudou.

Existem momentos especiais. Vamos torcer para que tenhamos essa oportunidade e não percamos nossa chance.

Antes de sua morte, o Ari disse a seus alunos que se eles merecessem, ele viria e os ensinaria. É muito difícil entendermos isso, mas tudo já existe, não existe vida e morte. Existem apenas mudanças entre os graus, uma mudança de estados.

Portanto, aquele que aceita os princípios do método do Ari – conexão na dezena e equivalência ao sistema superior de ABYA – começa a avançar, praticamente se integra com o sistema, recebe força e luz dele e, assim, aprende.

Não se trata de aprender e compreender com sua mente. A realização mental vem muitos anos depois, após a realização com sentimentos. Em primeiro lugar, as sensações devem vir. Como em nosso mundo, primeiro começamos a viver nele e a senti-lo, e então podemos explicar algumas das sensações na linguagem da razão.

É o mesmo no mundo espiritual, antes de tudo, precisamos penetrar nas sensações, no amor e na conexão, e então poderemos entender de acordo com que fórmulas esses sentimentos funcionam.

De KabTV, “Uma Conversa na Refeição em Homenagem ao Dia em Memória do Ari”, 04/08/19

O Público Mais Receptivo

944Pergunta: Você é nosso guia espiritual neste mundo. Existe uma explicação para o fato de o professor de um grupo tão global falar russo?

Resposta: O fato é que hoje o público que fala russo é o mais receptivo do mundo, por vários motivos.

Primeiro, a maioria da nação judaica vivia no território da Rússia czarista e na Europa Oriental, que impregnou essa área com suas ideias Cabalísticas. Isto é muito importante. A própria terra começou a cultivar Cabalistas.

Em segundo lugar, enquanto a sabedoria da Cabalá foi gradualmente revelada a partir do século XVI, desde o tempo do ARI que vivia na terra de Israel, em Safed, ela se desenvolveu principalmente na Rússia nas áreas onde os judeus viveram – Lituânia, Bielo-Rússia e a Ucrânia – que é onde os Cabalistas viviam.

Muitos livros de Cabalá, que ainda são famosos hoje e que estudamos com bastante frequência, foram escritos nesses lugares entre os séculos XVII e XIX. Portanto, de uma perspectiva territorial, a Rússia é o berço da Cabalá moderna. É a razão pela qual parte da nação judaica, e não apenas a nação judaica, que cresceu lá, percebe a sabedoria da Cabalá tão bem e é atraída para a realização da espiritualidade.

Eu posso ver uma inclinação para estudar Cabalá nessas pessoas e as recebo calorosamente e me certifico de satisfazer seus anseios espirituais.

A sabedoria da Cabalá é a obtenção do sentido da vida e de toda a estrutura da criação. Explica como o sistema funciona, como opera e como uma pessoa pode impactá-lo.

Então, aparentemente, não é por acaso que eu falo russo. Sei hebraico apenas para estudar a sabedoria da Cabalá, mas minha língua materna é o russo e penso e sinto em russo. É impossível me separar disso, embora eu tenha vindo para Israel em 1974. Este é o meu destino.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 02/12/18

Por Que A Cabalá É Revelada?

214Pergunta: Na tradição judaica, acreditava-se que é proibido para uma pessoa despreparada ler O Livro do Zohar. Existe algum perigo nisso?

Resposta: É proibido não porque O Livro do Zohar seja perigoso e possa prejudicar uma pessoa, mas porque as pessoas ainda eram subdesenvolvidas. Afinal, uma pessoa e toda a humanidade evoluem com o tempo.

Houve um período em que a humanidade ainda não havia chegado ao estado em que desenvolveu a necessidade de entrar na sensação do mundo superior.

Hoje é esse o caso. Existimos em um mundo que não conhecemos e não entendemos. É essa falta de compreensão do mundo que nos oprime hoje e nos leva a quem sabe onde. Temos que revelar o mundo superior. Portanto, a Cabalá é revelada.

Pergunta: Uma pessoa encontra um livro ou um livro encontra uma pessoa?

Resposta: Basicamente, o homem é um ser totalmente controlado. Simplesmente não podemos saber o que vai acontecer no próximo momento de nossa existência, mas na verdade, está determinado. Para ver isso com antecedência, a Cabalá existe.

De KabTV, “Perguntas sobre Livros Cabalísticos”, 22/10/19

Quando As Guerras Acabarão?

212Pergunta: Em que nível o grupo deve estar para que as guerras no mundo acabem e as agressões desapareçam?

Resposta: Isso requer o reconhecimento do mal ao qual, se não todos, pelo menos os principais desejos da humanidade, os Kelim (vasos) principais, devem chegar.

Eles não precisam ser totalmente corrigidos, mas devem alcançar o reconhecimento do mal e ansiar pela conexão entre eles, de forma que a força positiva que pretendem nutrir entre si os conecte.

Então todas as guerras do mundo vão parar. Enquanto isso, elas são necessárias para forçar a humanidade a ansiar pelo bem. Se não fosse pelas guerras, as pessoas não sentiriam que precisam se conectar de forma alguma.

Na verdade, o mal não é realmente ruim. É simplesmente um bem não realizado que temos preguiça de preencher.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 02/12/18

Desenvolvimento Do Método De Correção

958Baal HaSulam, “A Profecia do Baal HaSulam”: Pegue essa espada em sua mão e guarde-a com seu coração e alma, pois é um sinal entre Eu e você, que todas aquelas coisas boas acontecerão através de você, pois até agora, Eu não tive nenhum homem tão fiel como você para lhe dar essa espada. … E eu disse a mim mesmo: “Que eu conceda a todos os habitantes do mundo uma gota da pureza desta espada, pois eles saberão que a bondade do Senhor está na terra”.

O Criador diz que através do Baal HaSulam Ele dá ao mundo o método de correção que nunca foi passado a ninguém antes.

Meu professor era o filho mais velho de Baal HaSulam, e ele assumiu o método de correção dele e o passou para mim. Ele é realmente o mais adequado para aquelas almas que agora estão descendo ao nosso mundo. Com sua ajuda, podemos nos corrigir, corrigir o mundo e alcançar o objetivo da criação.

“Eu escolhi você como um sábio justo em toda esta geração, para curar o sofrimento humano com salvação duradoura. Pegue essa espada em sua mão e guarde-a com seu coração e alma, pois é um sinal entre Eu e você, que todas essas coisas boas acontecerão através de você, pois até agora, Eu não tive nenhum homem tão fiel como você, para lhe dar essa espada”. 

Portanto, quando o Criador diz em essência: “Você é uma pessoa especial, e é a você que confio essa espada, essa técnica, a chave da salvação”, elas não são palavras vazias.

Comentário: É sabido que o Criador disse a Moisés a mesma coisa quando ele saiu do Egito.

Minha Resposta: Naquela época, era necessário. Mas a Torá que Moisés estabeleceu não é suficiente para a nossa geração porque as almas passaram por muitas mudanças egoístas desde então, e em nossa geração, elas precisam de uma nova abordagem.

Nem mesmo uma nova abordagem, mas um desenvolvimento da técnica anterior para torná-la um método real de correção. Isso é o que Baal HaSulam acrescentou.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 5

Honrem Os Loucos!

294.2Mas enquanto nosso globo, senhores, busca em vão
O caminho da felicidade para ganhar,
Honrem os loucos que podem rastrear
sonhos alegres, para agradar a raça humana.
Pierre-Jean de Béranger, “Madmen”

Pergunta:  O que você acha desta quadra poética?

Resposta:  É romance.

Pergunta: Nossos telespectadores e leitores escrevem que relacionam este versículo a você. O início do versículo eu posso entender “Mas enquanto nosso globo, senhores, busca em vão o caminho da felicidade para ganhar”. Bem, ele realmente busca em vão. No entanto, você não fica ofendido quando dizem “Honrem os loucos”?

Resposta: Não, claro que não. Uma pessoa sã faria o que eu faço, iria contra a natureza? Sério! Contra a natureza normal e saudável do egoísmo que está em cada pessoa, com a qual todos concordam, e tento direcioná-los contra si mesmos.

Pergunta: Você está indo contra a lógica corporal?

Resposta: Contra a natureza, não contra a lógica. A lógica é algo abstrato. Estamos falando da natureza, a lei da natureza, que está em nós, em nossos ossos, é simplesmente inserida dentro de nós. E eu digo: “Não, temos que seguir um caminho diferente”. Como podemos seguir de uma maneira diferente?

Comentário: E então “Sonhos alegres, para agradar a raça humana”.

Minha Resposta: Isso, claro, é um sonho, uma fantasia, uma ficção. Isso é certamente algo muito abstrato e quase inacreditável, essa coisa com a qual fantasiamos, falamos e sonhamos.

Pergunta: O fato de que podemos nos conectar em um organismo, uma humanidade, uma família, como o Baal HaSulam escreve, é um “sonho alegre”?

Resposta: Claro.

Pergunta: Você está convencido de que isso vai acontecer?

Resposta: Sem dúvida! Isso é inicialmente inerente à natureza e só mais tarde foi feito um contador egoísta especial, que nos controla. Praticamente toda a natureza em si mesma, exceto por esse acréscimo egoísta superficial, é totalmente altruísta. Não pode ser diferente, porque é um, interconectado, e todas as suas partes, órgãos e sistemas funcionam em homeostase absoluta, em unidade absoluta.

Pergunta: Quando você diz isso, estou absolutamente de acordo com você. Por que uma pessoa concorda quando você fala?

Resposta: Porque é lógico: toda a natureza é uma, ela atua com uma força, de acordo com uma fórmula, para um movimento para a frente.

Pergunta: Então, por que quando me afasto alguns metros ou depois de um tempo ouço outra coisa, esqueço tudo isso, se apaga da minha memória?

Resposta: Você volta a ser você mesmo. Quando você se volta para si mesmo, você esquece o que foi dito. Isso ainda não é seu, ainda não vive em você como uma lei dentro de seu sistema individual. Portanto, você volta ao seu sistema.

Pergunta: Como essa convicção cresceu em você?

Resposta: Isso leva tempo. Só o tempo. 20 a 30 anos.

Comentário: Você pode aconselhar a pessoa que realmente deseja chegar a essa conexão?

Minha Resposta: Só através do grupo onde todos querem e se apoiam, porque todos se sustentam por meio dos outros.

De KabTV, “Notícias com Dr. Michael Laitman”, 01/10/20

O Objetivo Da Transferência De Informações

267.02Pergunta: Existem diferentes formas de transmitir informações. As mensagens geralmente levam até dez minutos. Um relatório pode ser executado de dez minutos a três horas. As palestras duram em média uma hora e meia.

Com base em sua experiência em palestras, qual é a forma mais eficaz de transferência de informações para o desenvolvimento humano, a unificação de pessoas e a aquisição de habilidades de comunicação? Ou tudo depende do objetivo?

Resposta: Claro, depende do objetivo. As informações podem ser auditivas, visuais, etc., bem como espirituais. Em nosso mundo, é transmitido por fala, texto, música e imagens. Tudo isso revela o mundo interior de uma pessoa.

A informação deve preencher tudo o que uma pessoa está pronta para perceber. E a pessoa deve se preocupar em como percebê-la corretamente e se preparar para receber uma determinada quantidade de informações. É o mais importante.

A transferência de informações é o estímulo de certos esquemas internos que precisam ser empregados em uma pessoa.

Ela deve despertar em si formas específicas de comunicação que fechem certas cadeias em sua consciência, em sua percepção sensorial, visual e principalmente espiritual, a fim de criar em si mesma essas formas que não estão em nosso mundo, e assim perceber corretamente a imagem que eu quero transmitir a ela.

De KabTV, “Habilidades de Comunicação”, 14/08/20

CURSO DE CABALÁ – OUTUBRO DE 2020 (Inscrições Encerradas)

Resultado de imagem para centro de educação de CabaláCurso Introdução à Sabedoria da Cabalá

Outubro de 2020

Módulo Fundamental – 20 aulas

Abertura das Inscrições: de 09/09/2020 até 10/10/2020

Número de Aulas: 20 aulas 

20 aulas contendo Teoria e Interação (Perguntas e Respostas) aos Domingos e Terças feiras às 21 horas

Data de Início: 11/10/2020 – 21 horas (domingo-apresentação).Após inscrição o participante receberá instruções para acessar a sala de aula virtual.

Valor do Curso (módulo) – R$ 45,00

Forma de Pagamento – Pagseguro: cartão de crédito, débito, boleto 

Preencha formulário de inscrição clicando no link abaixo:

FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO DO CURSO

(Clique Aqui)

Conteúdo Programático:

(01) INTRODUÇÃO AO CURSO, a Organização Bnei Baruch, o Instituro Arvut, Ferramentas, o que a Cabalá não é, Mitos, o que é, Linhagem de Cabalistas,

(02) FUNDAMENTOS DA CABALÁ, o que é a sabedoria da cabalá?, da ocultação à revelação, a lei do amor, o ponto no coração, história da sabedoria da cabalá, o plano da criação, bondade e beneficência, semelhança ao criador.

(03) PERCEPÇÃO DA REALIDADE, realidade ou imaginação?, os que sonham,  visões da física clássica, relativista e quântica, auto percepção:  “eu e o mundo”,

(04) REALIDADE, RAIZES E RAMOS, tudo depende da Intenção, Desejo e Intenção, Fora e Dentro, Ocultação, Amor e Doação versus Recepção, Aprendizado pelo desejo (não intelectual), Desejos do próximo, as línguas da cabalá, raízes e ramos, a luz que reforma, livros de cabalá.

(05) RECEPÇÃO E DOAÇÃO, o bem, o mal e a criação, o indivíduo e a sociedade do amor às criaturas ao amor ao criador

(06) LIVRE ARBÍTRIO, predeterminação e permissão, escolha do Ambiente, O “Cálculo”, Construção de entorno interno e externo, o ponto no coração.

(07) MUNDOS E ALMAS, cinco mundos, a luz cria o kli (vaso), tudo está dentro, a alma de Adam HaRishon (primeiro homem), de cima para baixo e de regresso.

(08) O TRABALHO PESSOAL, NÃO HÁ NADA ALÉM DELE, uma só força, o primeiro e o último, o anfitrião e eu, adesão e autonomia, se eu não me preocupar por mim, quem o fará? montar as partes da alma, verdade e mentira.

(09) O CAMINHO DA TORÁ E O CAMINHO DO SOFRIMENTO, o bem do mal, o que é bem?, Moral, Ética e Cabalá. Diferenças. Sociedade e Criador.

(10) ISRAEL E AS NAÇÕES DO MUNDO, ‘direto para ele’, “Israel” no homem, dois que são um, da babilônia até o estado de Israel, do exílio à redenção, interioridade e exterioridade, os propósitos da criação, meta da criação, a correção da criação.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS (CLIQUE AQUI)

A Função Do Povo De Israel

254.02Observação: Baal HaSulam, respondendo à pergunta sobre o que o mundo inteiro espera do retorno do povo de Israel à sua terra, escreveu: “Não está em outros ensinamentos, pois nisso nunca inovamos. Neles, sempre fomos seus discípulos. Em vez disso, é a sabedoria da religião, justiça e paz. Nisso, a maioria das nações são nossos discípulos, e essa sabedoria é atribuída somente a nós” [Os Escritos da Última Geração & A Nação ]

Minha Resposta: Na verdade, até recentemente éramos discípulos de outras nações e não tínhamos sucesso em outras ciências. Nossa única ocupação era a exaltação espiritual. Apenas nos últimos 100 – 150 anos, quando nos afastamos da parte interna da Torá, nos perdemos nas outras ciências, nos negócios e assim por diante.

Assim, em nosso tempo, tudo virou de cabeça para baixo. Nós aprendemos com os povos do mundo todos os tipos de filosofias e religiões, e conosco eles aprendem ciências.

É por isso que precisamos restaurar a correspondência correta entre nós e os outros povos, tornando-se, como se diz, a luz para os povos do mundo. Devemos revelar a eles o que a ciência da Cabalá realmente traz, como é possível alcançar uma compreensão do mundo em que existimos e como chegar à sua correção.

De KabTV, “Análise Sistemática do Desenvolvimento do Povo de Israel”, 12/09/19

Transição Rápida Para Mudar

214Pergunta: Para apresentar o método de conexão, é necessário implementar várias dicas práticas. Primeiro, use a mídia. Este é o estágio instrutivo e educacional.

Vemos como a mídia de massa hoje influencia e molda a opinião pública. Portanto, é possível mudar a percepção do público ao anunciar constantemente que tudo depende da unidade das pessoas. Então, esse valor será mais importante do que quaisquer qualidades pessoais de um indivíduo.

Em segundo lugar, abra – e isso já existe hoje – centros de pesquisa para estudar a unificação da humanidade.

Terceiro, a educação das crianças nas escolas. Na verdade, apenas o conhecimento é dado a elas hoje, mas não a formação.

É preciso também desenvolver programas de formação específicos para desempregados, presidiários, pessoas que vivem sozinhas e outros segmentos da população.

Quanto tempo você acha que demoraria para implementar tudo isso? E quanto tempo vai demorar para aprender novas habilidades de comunicação entre as pessoas?

Resposta: Se as pessoas virem isso como uma necessidade coletiva urgente para a humanidade, que está praticamente enfrentando a ameaça de destruição, isso será realizado muito rapidamente e aceito no mais curto espaço de tempo. Pode ser horas, dias ou semanas. Tudo depende de quão claro se torna para as pessoas que um terrível destino está pairando sobre elas.

Pergunta: O sofrimento será o catalisador desse processo?

Resposta: Sem dúvida! Só isso! O homem é egoísta. Se ele se sentir bem, não levantará um dedo. E é preciso energia para levantar um dedo.

Comentário: Mas ele quer melhorar.

Minha Resposta: Dependendo de onde for melhor: “Eu entendo o que é melhor? Tenho certeza disso? Não, vou olhar para os outros por enquanto”.

Infelizmente, isso não funcionará de maneira positiva. Vemos que uma pessoa está acostumada a ficar deitada no sofá. E só se alguém a aborda com uma vara, ela pula.

Pergunta: Ainda é possível chegar a mudanças positivas na psicologia humana em relação às relações com outras pessoas?

Resposta: Espero que sim. Pelo menos esse exemplo deve ser dado à humanidade. Eu trabalho nessa direção tanto quanto possível. É verdade que não estou envolvido na disseminação da Cabalá entre as grandes massas, mas ensino a Cabalá como um método de corrigir certos indivíduos especiais que têm uma predisposição interna para isso. Espero que assim seja possível formar verdadeiros mestres da geração. E essa geração já está tomando forma.

Pergunta: Eu sei que os Cabalistas não estão empenhados em prever o futuro. Ainda assim, você poderia especificar um prazo para quando o povo de Israel será capaz de se tornar um canal? Quanto tempo pode demorar?

Resposta: Acho que isso acontecerá nos próximos anos. Isso exigirá alguma pressão de cima, mas, em princípio, as pessoas podem entender isso muito rapidamente. Todas as condições para isso existem hoje.

Portanto, visite nosso site e experimente dominar nossos materiais. Esta ciência certamente será útil para você em qualquer lugar e a qualquer hora, e você não escapará dela. Corrigir o mundo é o objetivo de toda a humanidade. E antes de tudo, nosso objetivo.

De KabTV, “Análise Sistemática do Desenvolvimento do Povo de Israel”, 09/12/19