Textos na Categoria 'Egoísmo'

A Idade Média: Um Aumento Interno

522.01Pergunta: Por que eventos, como a revelação do Livro do Zohar no século XVI na época do ARI, sempre foram um ponto de inflexão no desenvolvimento da humanidade?

Resposta: É porque tudo deve estar acima do egoísmo comum, como um cavaleiro a cavalo. O egoísmo universal é como um cavalo, e o nível de desenvolvimento de uma pessoa que deve se conectar com a força superior é como um cavaleiro.

Portanto a humanidade, se desenvolvendo na base, chega a algum estágio, por exemplo, até a época da Idade Média, que foi muito turbulenta internamente com um desenvolvimento sério que irrompeu um pouco mais tarde.

A Idade Média não é um estado congelado como pode nos parecer. Foi caracterizada pelo renascimento da humanidade do nível “animal” para o nível “humano”. Praticamente até hoje, ainda estamos colhendo os frutos de nossa transição interna para a existência no quadro de um rígido estilo de vida familiar, social e religioso.

Quando uma pessoa rompe essa estrutura e, como um vulcão entra em erupção, nada pode impedi-la, exceto suas próprias limitações, que ela está começando a reconhecer hoje.

Só agora chegamos ao fato de que o avanço que foi feito durante o tempo do ARI, aquela lava da “erupção vulcânica” que ocorreu na Idade Média, congela e novamente parece matéria inanimada para nós. Não sabemos mais o que acontecerá a seguir, então hoje chegamos à Cabalá.

Pergunta: Isso significa que a humanidade teve que fazer essa transição no tempo do ARI?

Resposta: Sim. Portanto, o ARI representa um estágio completamente novo a partir do qual a humanidade já pode entrar na correção, na obtenção da espiritualidade. Antes dele, a Cabalá foi banida; os próprios Cabalistas a esconderam. Essa inércia permanece até hoje.

Pergunta: Acontece que estamos 500 anos atrasados, certo?

Resposta: Não, isso não é ficar para trás; em vez disso, essa é uma adaptação gradual. Na época do ARI, a humanidade não estava preparada para aceitar isso porque naquela época o avanço da indústria, das artes e da ciência havia apenas começado.

Parece-nos que, alegadamente, a igreja ou o poder governante, ou algumas outras razões impediram o desenvolvimento. Não é assim; apenas que naquela época o egoísmo humano estava em um nível pequeno e não exigia mais.

Quando ele passou do nível animal para o nível humano, todo o desenvolvimento começou, incluindo a Cabalá. Então, em princípio havia o método de correção do ARI, que hoje estamos começando a implementar. Somos a primeira geração que começa a perceber isso.

De KabTV, “Close-Up”

Os Três Vetores Da Evolução

548.02Essa sabedoria geralmente é dividida em duas ordens paralelas, iguais e idênticas, como duas gotas em um lago. A única diferença entre elas é que a primeira ordem se estende de cima para baixo, para este mundo, e a segunda ordem começa neste mundo e atravessa de baixo para cima precisamente pelas mesmas rotas e composições impressas em sua raiz quando apareceram de cima para baixo. (Baal HaSulam, “A Essência da Sabedoria da Cabalá”)

Nós estudamos que existem três eixos, três linhas, três vetores:

O primeiro, uma descida de cima para baixo do mundo de Ein Sof para o nosso mundo.

O segundo, a evolução em nosso mundo.

E o terceiro, uma ascensão de baixo para cima ao mundo de Ein Sof, que significa correção.

Pergunta: Isso significa que nossa evolução terminou?

Resposta: Nossa evolução não apenas terminou, mas renasceu. Se não subirmos, veremos suas doenças, como uma fruta que apodrece se não for colhida a tempo.

Vemos que a humanidade de fato se tornou podre. Se olharmos para a linha do tempo, alcançamos o estado bom e certo no século XVI. Hoje, entretanto, estamos em um estado em que deveríamos ter começado nossa ascensão há muito tempo, mas infelizmente estamos apenas nos preparando para isso.

Um longo e exigente caminho de baixo para cima está pela frente, e tudo já foi preparado para isso: a sabedoria da Cabalá, livros e diferentes ferramentas que explicam como devemos nos desenvolver, como estabelecer um grupo, como nos unir e revelar gradualmente o criador.

Pergunta: O que decorre do mundo de Ein Sof leva à destruição, etc., enquanto o que decorre de nosso mundo baixo deve levar à totalidade. Qual é a lógica do Criador aqui?

Resposta: Todo o processo é predeterminado desde o início no pensamento da criação. A força superior entra em nós e nos despedaça.

Portanto, surge o egoísmo. Então, ao longo de quase 15 bilhões de anos, ele evolui. E só então começa sua correção, também com a ajuda da força superior.

Mas a correção ocorre graças ao fato de que você atrai a força superior que o influencia de uma maneira sábia e sensata ao elevar MAN. Quando você eleva seu desejo de correção, de unidade, a luz da correção desce até você.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá” 18/08/19

Reconheça O Poder Da Natureza Sobre Nós

712.03A sabedoria da Cabalá fala de um sistema de interconexões entre todas as partes do universo. Hoje o mundo esgotou seu desenvolvimento egoísta direto, onde queríamos estudar e trabalhar a fim de alcançar riqueza, poder e outros valores materiais.

Agora, todos esses sistemas estão gradualmente se esgotando. E acontece que precisamos procurar o que a natureza oferece em vez deles. Sempre trabalhamos dentro da estrutura de nossa natureza e não podemos fugir dela. Portanto, precisamos entender qual é a sua forma agora que está se manifestando no mundo.

A humanidade está começando a compreender a forma integral fechada do mundo. Hoje, não apenas a Cabalá, mas todas as outras ciências apoiam essa atitude em relação ao mundo. O único problema é o egoísmo humano, que não concorda com isso, quer esmagar tudo sob si mesmo e não entende que o desenvolvimento do sistema integral está em contradição com ele. Agora ele deve obedecer a este sistema de acordo com a lei de equivalência de propriedades.

A humanidade será obrigada a obedecer a essa lei. A natureza nos curvará a todos, como dizem, para obedecer. Mas a questão toda é: de que maneira? Seja percebendo sua integridade ou sofrendo.

Precisamos perceber que a natureza é global e integral e, portanto, não pode ser quebrada. Não vamos quebrá-la de qualquer maneira, mas apenas destruir o ambiente natural mais próximo de nós, e isso nos causará prejuízos irreparáveis, até mesmo danos.

Devemos reconhecer o poder da natureza sobre nós, estudá-la e agir à sua semelhança, como hoje, olhando para ela inventamos vários artifícios. Veja que robótica estamos criando! O que quer que façamos, aprendemos com a natureza, em vez de forçar nossa compreensão do mundo. Não a entendemos; nós mesmos somos derivados deste mundo.

O egoísmo é uma discordância inerte com a perfeição da natureza, que está acima de nós, e nós mesmos não entendemos com que forças, conexões, leis ele nos controla.

De KabTV, “A Ciência da Gestão”, 23/06/21

Precisamos Desenvolver O Ego?

600.02Pergunta: Precisamos desenvolver o ego tanto quanto possível a fim de alcançar o Criador. Mas e se a pessoa não for egoísta?

Resposta: Não precisamos desenvolver o ego. Isso está totalmente errado. O ego se desenvolverá por si mesmo.

Não precisamos nos preocupar em nos tornarmos malvados. Ao contrário, precisamos tentar ser bons e então nos tornaremos malvados, porque atributos negativos cada vez maiores começarão a aparecer em nós para que possamos corrigi-los.

Por outro lado, se eu não tiver sucesso nessa correção, não receberei mais atributos negativos porque não posso lidar com o que já tenho.

Pergunta: Se compararmos o ego a um nervo em nosso dente sem o qual o dente não pode viver, se compararmos os Cabalistas aos dentistas, eles terão que curar o dente dolorido ou removê-lo?

Resposta: Você não pode removê-lo. Ainda precisaremos corrigir o ego e nada mais nos ajudará. Simplesmente sofreremos de uma “dor de dente” por muito mais tempo.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 18/08/19

O Que Distingue Um Homem De Um Animal

761.2Pergunta: Por que o homem, em comparação com os animais, recebe a maior parte das informações por meio de sua visão? Qual é a razão para isso?

Resposta: O fato é que o homem não é muito diferente nisso dos animais. A única coisa que o distingue deles é um desejo crescente de revelar, ver, realizar e perceber. E esse desejo está constantemente se desenvolvendo em nós.

Como diz o ditado: “Um bezerro de um dia pode ser chamado de touro. Mas um ser humano de um dia não é capaz de nada”. Leva anos para ele se desenvolver e ser um humano. Essa é uma grande diferença entre eles.

Gradualmente, desenvolvemos tal desejo, tal egoísmo, que nos permite explorar o mundo ao nosso redor, nós mesmos e o Criador.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 10/09/21

Pílula Da Felicidade

962.2Comentário: Natalia Volskaya escreve para você: “Por que estamos organizados dessa forma? Se alguém enche seu apartamento até o teto de jornais, nós o chamamos de louco. Se uma mulher mora em um trailer cheio de gatos, nós a chamamos de ridícula. No entanto, quando as pessoas acumulam patologicamente tais somas de dinheiro que jogam uma nação inteira na pobreza, nós as colocamos na capa de uma revista e fingimos que isso é um modelo a seguir”.

Minha resposta: Porque é assim que as coisas são. Devo imitar o dono do gato? Uma pessoa deve ver algum tipo de exemplo na sua frente. Mas que exemplos posso dar à humanidade para que ela aprenda com eles?

Pergunta: É por isso que dou exemplos desses bilionários e pessoas ricas?

Resposta: Claro, para deixar claro para todos. Um livro chamado “Como Ganhei Meu Primeiro Bilhão” deve estar em evidência. Tenho certeza de que existe em algum lugar.

Comentário: Existem muitos desses livros. É este o rosto da humanidade?

Minha Resposta: Afinal, isso é um desejo. Não podemos fugir do nosso desejo, do desejo de sermos realizados, de satisfazer nosso amado egoísmo. Essa pobrezinha sofre o tempo todo.

Pergunta: Essa é a realização mais natural? Você é livre se tiver dinheiro, na verdade você fica feliz se tiver dinheiro e assim por diante, certo? Este mantra funciona?

Resposta: É assim que estamos dispostos. Sim.

Pergunta: O que poderia ser substituído? Ou não precisa ser substituído por nada? A humanidade continuará avançando em busca dessa realização?

Resposta: Se você inventar uma pílula da felicidade, você a substituirá.

Pergunta: Como é a sua pílula da felicidade?

Resposta: Ela deve me deixar feliz. Que diferença faz para mim a cor que será ou se será quadrada ou em gotas?

Comentário: Então para mim seria bom não prestar atenção em nada, ser indiferente a todos os aborrecimentos.

Minha Resposta: Mas isso é diferente para cada pessoa! Isso não importa. Alguém, ao contrário, quer estar em busca, invejar a todos, aspirar a algo e assim por diante.

Pergunta: Precisamos de uma “pílula” individual para todos se fosse possível inventá-la?

Resposta: Sim. Para satisfazer esse desejo de felicidade, de realização, de conhecimento, de poder, para o que meu egoísmo deseja.

Pergunta: Resumindo, o que irá satisfazer uma pessoa afinal? A que ponto ela chegará?

Resposta: Ela não será realizada. Nunca e de forma alguma! O egoísmo é uma força espiritual, você não pode satisfazê-lo e preenchê-lo com quaisquer realizações corporais.

Pergunta: Então, o que pode preenchê-lo?

Resposta: Amor. Isso é uma coisa universal. Você não precisa citar mais nada.

Uma pessoa deve sentir que precisa amar alguém e sentir esse sentimento que a preenche, sentir que ela preenche seu amado – o Criador, a humanidade, não importa o que e como. Não precisamos de mais nada.

Pergunta: A humanidade chegará a isso de uma forma ou de outra?

Resposta: No final das contas, ela começará a se aproximar disso. Ela verá, por tentativa e erro, que nada a satisfaz. Na verdade, não há nada com que se satisfazer. Haverá um enorme abismo de vazio se revelando! Então, gradualmente, a consciência aparecerá na humanidade: “Então, o que devemos fazer? Qual é o propósito?”

Pergunta: Esse estado chamado amor virá gradualmente?

Resposta: Sim. Tudo já está escrito, tudo está preparado. O que resta é apenas alcançá-lo.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 23/09/21

Elemento Da Natureza Que Requer Correção

707Comentário: Numerosos experimentos mostram o quanto uma pessoa que cuida das plantas as influencia com seus pensamentos.

Minha Resposta: Uma pessoa influencia não apenas plantas e animais com seus pensamentos, mas até pedras. Simplesmente não podemos examinar isso ainda.

Existe uma tal interconexão e interação absoluta entre todas as partes da criação que, se víssemos essa rede de forças, descobriríamos que apenas nós, humanos, somos um elemento negativo e prejudicial neste sistema de forças.

Nem as formas inanimadas, vegetativas ou animadas da matéria têm livre arbítrio, não há egoísmo nelas. Eles existem de acordo com as leis que a natureza embutiu nelas. Os humanos, no entanto, graças ao seu livre-arbítrio e egoísmo, tornam-se as únicas partes prejudiciais da natureza.

Pergunta: Onde está o livre arbítrio de uma pessoa aqui? Os animais agem com base nos instintos e as pessoas de acordo com o desejo de receber, de usar os outros.

Resposta: O livre arbítrio começa hoje, quando nos convencemos de que nosso caminho anterior era falho. Ao mesmo tempo, o desejo por algo superior é revelado em nós, o desejo de ir além deste mundo, de subir acima dele. Este “superior” deve se revelar a nós.

A Cabalá ajuda nisso. Esta é a única maneira de nos corrigirmos.

De KabTV, “Close-Up, Ponto de Referência”

Intrigas Do Egoísmo

595.04Pergunta: Hoje, muitas mulheres não se sentem muito felizes. Por quê?

Resposta: Isso ocorre por causa do colapso da família. O fato é que o principal para uma mulher é sentir sua casa, seu cotidiano, seus filhos, sua família, seu marido, sua cozinha, tudo que é dela. Sem isso, o resto do mundo se torna muito inquieto, desconfortável e inadequado para ela. Ela olha para tudo de seu canto, de seu território.

Portanto, agora que, devido ao crescente egoísmo, a família se desintegra, quando homens e mulheres também são incapazes de confiar em seus parceiros e se perdem, as mulheres sofrem acima de tudo. Embora tentem esconder isso, suprimir a solidão com todo tipo de atividades ou tendo filhos e criando-os sozinhas, ainda é uma imagem muito triste.

Pergunta: O fato de que hoje uma mulher é tão infeliz e não pode se encontrar na família, é um processo aleatório?

Resposta: Não, claro que não! Ao longo dos milênios, nosso egoísmo se desenvolveu e chegou a um estado em que não pode tolerar ninguém próximo a ele.

Os filhos não toleram os pais, os pais não toleram os filhos, os cônjuges não podem se dar bem. Uma pessoa não consegue se dar bem consigo mesma, ela precisa de drogas ou sedativos para se tolerar. Isto é um grande problema.

De KabTV, “Close-Up”

Meus Pensamentos No Twitter 14/10/21

Dr Michael Laitman TwitterSomos piores que animais. Um animal irá parar se sentir perigo, mas um ser humano não pode parar. O #ego é mais forte do que nós. Ele é dado a nós do alto e nos comanda. Por sua vez, obedecemos devidamente aos seus comandos em vez de seguir o instinto de sobrevivência animal.
Ao fazer isso, estamos destruindo o #planeta.

Do Twitter, 14/10/21

Destruição De Uma Unidade Social

962.3Pergunta: A mulher é naturalmente orientada para a família e deseja preservá-la. Ela precisa do sentimento de pertencer a um homem e a uma família, e por isso está disposta a se sacrificar muito. Por que um homem moderno hoje não pode dar a uma mulher esse sentimento de pertencimento?

Resposta: O ego não permite isso: “Não quero ser associado a ninguém!”

Ou seja, posso estar associado a alguém, mas apenas quando for conveniente para mim, quando for agradável, quando quiser ser servido e satisfeito. Mas quando eu não precisar, que não haja mulher, nem família, ninguém ao meu lado. É assim que o egoísmo se comporta.

Nesses estados, quando ele não tolera ser forçado a fazer algo, para não se endividar com ninguém, é impossível manter a família, porque a família é uma parceria e, antes de tudo, concessões mútuas.

E ceder um ao outro significa forçar-se a fazer isso. Eu não quero isso! Eu não posso ir para isso, meu ego não permite. E assim acontece que a família de hoje está se desintegrando. E tempos ainda mais terríveis estão por vir.

As pessoas vão tentar encontrar algum tipo de substituto para isso, algum tipo de substituto, se encontrar e se separar. Os filhos deixarão os pais mais cedo e se tornarão independentes mais cedo. O Estado e a sociedade assumirão algumas funções adicionais.

Ou seja, veremos a destruição gradual do próprio fundamento, a célula da humanidade, a célula da nossa sociedade, algo que nem mesmo os animais possuem. Afinal, nos animais a família é preservada tanto quanto for necessário para a procriação da espécie.

E hoje, quando o Estado oferece assistência a mães solteiras ou pais solteiros, eles não veem razão para manter a família unida.

De KabTV, “Close-Up: Emancipação”