Textos na Categoria 'Egoísmo'

Dome O Egoísmo

Laitman_514.02Pergunta: A evolução da nossa alma passa pela compreensão do egoísmo. Então, somente quando o nosso ego está no ponto de autodestruição podemos nos tornar completamente conscientes e mudar para o lado da luz?

Resposta: Não. Fazemos isso muito antes disso. É um desenvolvimento lento e gradual de uma pessoa, quando ela percebe seu egoísmo e entende que, ao aplicá-lo, não dá em nada. No entanto, ela não deve se livrar dele. O egoísmo não pode ser destruído; é uma força da natureza. Só precisamos alterar o objetivo de sua aplicação.

Pergunta: Você disse que a Cabalá ensina uma pessoa a se elevar acima do egoísmo. Quanto maior o ego, mais alto ela se eleva acima dele. Então este é o seu crescimento evolutivo.

A cognição correta do egoísmo é um dos elementos do nosso desenvolvimento quando você o aumenta, artificialmente ou sob controle, e lhe dá uma inclinação altruísta?

Resposta: Sim. Você o doma como um animal selvagem e ele se torna mais ou menos doméstico.

Pergunta: Acontece que você não precisa lutar contra ele, mas precisa entende-lo?

Resposta: Isso mesmo! Maneje-o corretamente. Então ele será seu assistente.

Pergunta: Portanto, não é uma luta, mas uma imersão, conhecimento e uso desse poder interior, onde você começa a perceber um impulso altruísta através do seu senso de felicidade e a transmitir esse estado ao mundo?

Resposta: Sim. Para você, os impulsos altruístas são realmente os melhores. Em princípio, em nosso mundo, o altruísmo é entendido como dar algo a alguém de graça. Não! Você apenas vê que, com isso, começa a interagir com as maiores forças da natureza. Isso é bom.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 24/05/20

Qual É A Sabedoria Da Vida?

laitman_232.06Pergunta: Como você lida com o egoísmo se ele aparece repentinamente em sua vida?

Resposta: Ele faz isso constantemente, a cada segundo. O egoísmo me vence a cada minuto e me lança em vários pensamentos. Mas isso não significa que eu quero roubar, enganar ou fazer algo prejudicial aos outros.

O egoísmo é o que nos comanda a cada momento na menor das ações, por exemplo, na maneira como nos sentamos, levantamos e andamos. Ele se manifesta em tudo: em pensamentos, sentimentos, intenções, palavras e ações.

A escolha de um ou de outro, a maneira como falamos e nosso comportamento é explorado pelo egoísmo desde dentro, e devemos estudar tudo e nos corrigir gradualmente. No entanto, é uma tarefa interessante.

Pergunta: Eu preciso me perguntar sempre: “Por que estou fazendo isso?”

Resposta: Não. Se você estuda Cabalá, não fará perguntas a si próprio porque será afetado pela luz superior, outra energia que não é egoísta, mas altruísta.

Ambas as luzes influenciam você. Elas o guiarão e o levarão adiante, como um cavaleiro controla um cavalo com duas rédeas. Além disso, você sentirá quais das forças atualmente o conduzem, com qual e como você deve progredir, e como equilibrá-las entre si. Em princípio, toda a sabedoria da vida é equilibrar as duas forças corretamente.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 24/05/20

Entre O Egoísmo E O Criador

laitman_608.01Pergunta: Quando uma pessoa se eleva acima do egoísmo, ela vê que não há egoísmo?

Resposta: Pelo contrário, ela vê o egoísmo e como se eleva acima dele.

É impossível sem o ego, que não desaparece. Simplesmente o equilibramos com a força boa da natureza, o Criador.

O Criador criou a força oposta, o egoísmo. Para equilibrar o ego, precisamos revelar o Criador e atraí-Lo.

Assim, nós existiremos entre o egoísmo e o Criador. Nós começaremos a ver de um extremo ao outro do mundo; tudo ficará muito claro para nós. E tudo ficará bem, equilibrado e perfeito.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 10/05/20

Quem Interrompe A Conexão Integral Na Natureza?

Laitman_707Baal HaSulam, “A Liberdade”: Vale a pena levar algum tempo para entender uma coisa tão importante, ou seja, como existimos no mundo como seres com um “eu”, onde cada um de nós se considera uma entidade única, agindo de acordo com suas forças próprias, independentes, externas, estranhas e desconhecidas, e no que esse ser – o eu – se revela para nós.

Nós precisamos fazer grandes esforços e gastar muito tempo para entender onde moramos, o que nos afeta e o que podemos fazer conosco. Primeiro, precisamos lidar com esse problema e depois como resolvê-lo.

É verdade que existe uma conexão geral entre todos os elementos da realidade diante de nós, que obedece à lei da causalidade, por meio de causa e efeito, avançando. E como o todo, assim é cada item por si, o que significa que toda e qualquer criatura do mundo, dos quatro tipos – inanimado, vegetativo, animado e falante – obedece à lei da causalidade por meio de causa e efeito.

Nós estamos em um sistema que se desenvolve de acordo com a lei de causa e efeito, uma lei clara e precisa, assim como todas as leis da natureza. Precisamos aprender e observá-las, e tentar ver como implementá-las na prática, a fim de se parecer com elas.

Ao aprender e explorar as leis da natureza, começamos a entender que somos completamente opostos a elas. Ao revelar as leis da natureza, vemos que existe uma interdependência absoluta de todos os diferentes componentes do sistema. Os níveis da natureza inanimada, vegetativa e animada estão totalmente ligados um ao outro. Embora nos pareça haver uma luta entre eles e destruição mútua, na verdade há uma interdependência harmoniosa entre eles.

É sobre isso que devemos falar, discutir e entender, mas essa é a situação. Existe uma conexão integral clara e precisa entre todas as partes da natureza. Somente o ser humano vai além dessa estrutura com seu egoísmo.

A razão pela qual somos uma exceção à natureza integral é o nosso ego. É por isso que fazemos o que queremos. Queremos gerenciar nossas vidas sozinhos. Como devemos escurecer nosso “eu” para que, em nosso nível humano, também existamos de maneira totalmente integral, como toda a natureza? Essa é a pergunta que precisamos fazer e examinar.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 17/11/19

Como O Egoísmo Natural Difere Do Egoísmo Humano?

laitman_608.02egoisPergunta: Como o egoísmo natural difere do egoísmo humano?

Resposta: O egoísmo humano é natural. Não temos nada de nós mesmos. Somos acionados pela natureza e não existem outras qualidades, sentimentos, ações ou forças em nós. O único problema é como os gerenciamos.

Pergunta: Então o egoísmo é um fenômeno natural; portanto, não podemos falar sobre destruí-lo. Mas como o usamos corretamente?

Resposta: Construam acima do egoísmo, em contraste com ele, a qualidade de doação e amor.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus”, 30/04/20

Individualidade E Interconexão

laitman_557Pergunta: Os biólogos descobriram que muitos organismos vivos podem tomar decisões coletivas. Por exemplo, em alguns ambientes bacterianos, a uniformidade é alcançada pela liberação de um produto químico específico. Pode ser por um sinal de perigo que estejam se comunicando dessa maneira.

Um cardume de peixes reconhece um predador de maneira mais rápida e precisa do que peixes individuais. Enquanto pessoas separadas, mesmo as mais inteligentes com um QI elevado, ainda não conseguem resolver os problemas que uma equipe resolve. Isto é, existem manifestações claras da mente coletiva.

Mas há um paradoxo aqui: por um lado, a natureza desenvolve nossa individualidade ao longo da história. Por outro lado, observamos que não é o mais forte que sobrevive, mas aquele que está mais adaptado para cooperar. Como esse paradoxo pode ser resolvido?

Resposta: A individualidade não deve ser contrária à integralidade, reciprocidade ou conexão correta entre si.

Existem elementos separados em qualquer sistema. Cada um deles é muito importante e perfeito à sua maneira. Mas a interação entre eles deve ser calibrada para que, em seus sentimentos, influência e combinações, eles sintam que são guiados por sua interconexão comum. Portanto, um não contradiz o outro.

Por um lado, gostaríamos de reunir uma equipe que consistisse em gênios e pessoas extraordinárias. Por outro lado, deve haver interação, conexão e integração absolutas entre eles. Caso contrário, de que servem esses indivíduos?

Pergunta: Então, seleção natural e coevolução parecem existir juntas?

Resposta: O fato é que a evolução nos é dada pela natureza. Mas, juntamente com a evolução, ou talvez de alguma maneira contrária a ela, a natureza exige que nos unamos e nos tornemos mais interconectados com cada geração. Não fazemos isso há muitas gerações e, portanto, sofremos muito.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus”, 30/04/20

O Crescimento Do Egoísmo Determina A Evolução

115.06Pergunta: Qual é a razão pela qual as pessoas perderam contato uma com a outra, têm medo de se unir às famílias e não conseguem encontrar um parceiro?

Resposta: O egoísmo. Não existe outra força que contrarie todas as nossas supostas boas intenções e impulsos. É apenas o nosso ego que nos faz querer mais que os outros, apesar dos outros, contra os outros. Não podemos fazer nada sobre isso. Lutar contra ele é inútil.

Portanto, precisamos saber como receber a força superior para equilibrar o ego. Esse é o método de se elevar acima do egoísmo, que permite que você o use em benefício de si mesmo e dos outros, a fim de atingir o nível do Criador.

Toda a nossa evolução é o crescimento do egoísmo em nós. Por milhares de anos, todos os dias, o egoísmo na humanidade tem aumentado cada vez mais.

A ciência da Cabalá explica como podemos aplicá-lo corretamente. Nisto, somos ajudados pela força superior mais poderosa e interior que controla tudo e nos ensina a ver, avaliar, conectar-se a tudo e usar o poder egoísta corretamente. Ao agir dessa maneira, basicamente mudamos nosso destino.

Pergunta: Nosso egoísmo, de fato, cresce com a evolução?

Resposta: Claro! É o crescimento do egoísmo que determina a evolução.

Pergunta: Para onde isso nos leva?

Resposta: À destruição ou ao uso correto do egoísmo.

Pergunta: Como podemos garantir que isso não leve à nossa destruição?

Resposta: Tudo já está estabelecido no programa da natureza. No final, não vamos morrer e não vamos desaparecer. No último minuto, nosso egoísmo se tornará o oposto de si mesmo. Ele verá, sentirá – mas este é o último estágio – que, se não der esse passo, perecerá. Isso levará egoisticamente à ação oposta, a uma contradição consigo mesmo.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 24/05/20

Se Mudarmos, A Natureza Mudará

720Pergunta: A necessidade de conexões sociais nos é dada desde o nascimento. O cérebro de qualquer pessoa reagirá ao isolamento social e à dor física. Pessoas isoladas são mais propensas a morrer de várias doenças.

Boas conexões sociais trazem mais satisfação do que dinheiro. Experimentos demonstraram que a confiança no trabalho entre os funcionários é igual ao gozo de um aumento salarial de 30%. Em outras palavras, a cooperação produz mais resultados que a concorrência.

Existe um paradoxo: nós entendemos a importância das conexões sociais, mas não nos preocupamos com seu desenvolvimento no nível do indivíduo ou de um país. Em nenhum país existe um programa nacional sobre aproximação entre as pessoas, sobre o estabelecimento de conexões sociais sensoriais, não há explicação de quanto elas afetam nossa fisiologia. O que é isso?

Resposta: É o mesmo egoísmo. Talvez gostássemos, mas ao mesmo tempo existe uma chamada “natureza má” em nós, ou seja, o egoísmo, que não nos deixa tratar um ao outro positivamente. Pelo contrário, nos coloca em oposição um ao outro e nos força a estar em uma luta constante.

Em nossa natureza, existem dados iniciais que não podemos simplesmente ignorar, apesar do fato de que boas relações na sociedade podem gerar enormes lucros, dividendos e proporcionar um nível incomparavelmente maior de desenvolvimento e segurança. Imagine se nos tratássemos como uma família e libertássemos nossos recursos e forças da corrida armamentista; viveríamos em um paraíso!

Pergunta: E talvez nada disso seja necessário porque é contra a natureza? Devemos viver de acordo com leis egoístas, as leis da selva?

Resposta: Agora estamos vivendo de acordo com leis egoístas. Mas não podemos viver de acordo com as leis da selva, ou vamos nos matar. Portanto, existem certos regulamentos sobre onde e como podemos permitir o uso da força. Esses são códigos criminais e todos os tipos de outras estruturas nas quais tentamos coexistir.

Mas, em geral, a humanidade é infeliz. Hoje estamos chegando à conclusão de que não podemos escapar da nossa conexão. É necessário, importante e cada vez mais exigido pela natureza ser global, integral e mútuo. Por outro lado, o egoísmo não nos deixa fazer isso.

Pergunta: Mas você sempre diz que devemos viver de acordo com as leis da natureza. E na natureza tudo se baseia no egoísmo natural, e cada um devora o outro. É assim que devemos ser? Nós somos uma extensão da natureza.

Resposta: Não. O que acontece na natureza é um reflexo da sociedade humana, onde todos se devoram.

O fato é que o nível superior da natureza afeta seus níveis inferiores. Portanto, uma sociedade humana construída sobre o egoísmo tem o mesmo efeito em níveis inferiores. Por causa disso, o lobo não pode viver ao lado das ovelhas, e o menino não pode andar com elas.

Tudo depende apenas do relacionamento na sociedade humana. Se mudarmos, toda a natureza mudará.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus”, 30/04/20

O Homem É Um Animal Social

laitman_423.02Pergunta: Como você entende a definição de que o homem é um animal social egoísta?

Resposta: O egoísmo nos é dado pela natureza e, para perceber o ego, uma pessoa precisa da sociedade. Portanto, ela é uma criatura social.

Pergunta: Houve casos em que uma criança foi criada por um bando de lobos ou outros animais e, mais tarde, não pôde voltar à vida na sociedade e se tornar uma pessoa de pleno direito. O que há de especial no nosso ambiente que nos torna humanos?

Resposta: No ambiente humano, de geração em geração, nós desenvolvemos novas leis de comutação e começamos a nos transformar para nos tornarmos um produto da sociedade.

Como este é um produto artificial de nossa condição, os animais não podem entrar em nossa comunidade. Eles podem morar perto de nós e de alguma forma entender seu lugar, sentindo pelo seu pequeno nível egoísta o que é benéfico para eles e o que não é.

No entanto, uma pessoa que está acostumada a perceber o ambiente como uma comunidade animal porque nasceu ou foi criada entre animais perde a capacidade de se adaptar à sociedade humana. Portanto, ela deve ser criada pelas pessoas.

Instintos derivados da natureza não podem compensar o contato com o ambiente social em que ela cai mais tarde. Não importa quem ela seja por si mesma, se ela não desenvolver contatos sociais literalmente desde o nascimento, sentindo sua mãe, família e assim por diante, ela não será capaz de compensá-los completamente.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus”, 30/04/20

Mal, Inferno, Amor

laitman_628.2Pergunta: Este é um caso que ocorreu no Japão: uma pessoa infectada pelo COVID-19 e que sabia claramente que estava doente saiu às ruas, a locais públicos, começou a abraçar pessoas e até a sua família. Então ele voltou para casa e morreu algum tempo depois. Isso serve como um exemplo moral. Existe o chamado tribunal superior quando uma pessoa faz isso intencionalmente?

Resposta: Sem dúvida, esse tribunal existe no nível das forças do nosso mundo, isso não desaparece em lugar algum.

O fato é que estamos conectados um ao outro em um todo comum, em um sistema integrado. Se uma pessoa apoia esse sistema e deseja trazê-lo para uma forma integral, esse é o seu mérito.

E vice-versa, se ela rompe as correntes da boa conexão entre todos, essa é sua perda, punição. Então, é claro, a pessoa fez muito mal a si mesma. Ela trouxe o mal entre nós por suas ações, espalhou o mal, e esse mal continua a agir ainda mais.

Quais são as consequências? O fato de ela ter atrasado o avanço de todo o sistema para a integralidade, para a conexão, para o amor – tudo isso depende dela.

Pergunta: Existe uma conexão tão direta que você possa dizer que tudo isso depende dela?

Resposta: Claro. Agora, seus desejos se tornaram muito mais egoístas. Quando ela morreu, ela se livrou do corpo, da manifestação desse desejo em um nível tão baixo, mas que ainda estava pronto para a correção.

Agora ela não pode se corrigir biologicamente. E como ela pode se corrigir espiritualmente, se tudo nela é tão egoísta, e agora não se sabe quando ela terá a oportunidade de iniciar sua correção e de que forma.

Pergunta: Isso se aplica a todos os males do mundo? Para todos os portadores do mal?

Resposta: Sim.

Pergunta: As pessoas se lembram imediatamente dos terríveis carrascos, assassinos e assim por diante. Isso se aplica a eles?

Resposta: Pior ainda. Uma pessoa que não permite que outras pessoas vivam, não lhes dá a oportunidade de se corrigir normalmente com pelo menos algum livre arbítrio, cria enormes problemas para si mesma.

Pergunta: Por que isso é dado a uma pessoa? Por que isso é implantado nela pela força superior, o Criador? Por que estabelecer uma pessoa assim?

Resposta: Todo o mal deve ser revelado. Tem que ser! Portanto, aquelas almas que fizeram coisas tão terríveis no passado recebem uma carga extra para reduzi-las a um nível tão baixo a partir do qual elas podem começar a subir. Como se estivessem em algum lugar entre mal e bem, não se sentem como más.

Portanto, elas precisam receber um excedente adicional de mal, para entenderem que é assim que realmente são e que precisam ser corrigidas.

Pergunta: Você está dizendo que absolutamente tudo é dirigido à correção, ao bem, ao calor e ao amor. E nós temos que passar por esses estados terríveis e ver essas pessoas terríveis, odiá-las e sentenciá-las à execução, à morte. Tudo isso deveria estar no caminho do amor, no caminho do bem?

Resposta: Não quero dizer que a execução e a morte devam ser feitas. Isso diminui a capacidade de uma pessoa se corrigir, e todos devem se corrigir. Portanto, não sou a favor da pena de morte.

No entanto, é necessário colocar uma pessoa nessas circunstâncias em que ela definitivamente deseja se corrigir, por qualquer meio! Literalmente, deixe a águia bicar seu fígado!

Pergunta: O que é a correção?

Resposta: Correção é a realização de sua própria maldade, insignificância, dano aos outros, corrupção. É o desejo de se tornar útil e ver como você foi prejudicial.

A percepção de que você era inapto para a comunicação humana, prejudicial e maligno, em comparação com a maneira como vê agora, é o estado do inferno. Isso é o inferno.

A pena de morte, no entanto, não corrige nada.

Pergunta: Como você pode levar uma pessoa a esse estado?

Resposta: Para fazer isso, você precisa trabalhar com ela. Para fazer isso, deve haver educadores e aqueles que a conduzem precisamente a uma definição individual: quem de fato ela é?

Comentário: Em outras palavras, os educadores não devem odiá-la, mas entender que essa é uma forma de correção.

Minha Resposta: Sim. Eles devem mostrar amor a ela. Isso é pior que a morte para uma pessoa. Isto é, os educadores a amam, mas de tal maneira que buscam métodos para levá-la ao reconhecimento do mal em si mesma.

Eu espero que vejamos mais dessas coisas quando as pessoas começarem a mudar assim.

Pergunta: Quando as pessoas começarão a entender quem são e que são assassinas desse ódio?

Resposta: Sim. Elas perambularão pelas ruas como os mortos que se levantam de seus túmulos e procurarão maneiras de se corrigir.

Pergunta: Isso exige educadores que lhes mostrem o que é o verdadeiro amor? Elas estarão olhando para eles, odiando-os e mudando para ajustá-los?

Resposta: Sim.

De KabTV, “Notícias com Dr. Michael Laitman”, 11/05/20