Textos com a Tag 'Conexão'

Desenvolvimento Do Egoísmo E O Método De Conexão, Parte 6

laitman_933Diferença Entre O Método De Moisés E O Método De Abraão

Pergunta: Que tipo de meios havia no método de Abraão e no método de Moisés que tirava as pessoas do egoísmo?

Resposta: Moisés tinha meios muito simples. De baixo, tudo depende do desejo do povo de conexão, de garantia mútua (Arvut). Na medida em que aspiram a isso, eles recebem a força superior que os conecta.

Pergunta: Isto é, a principal condição é a lei da garantia mútua. No Talmude babilônico está escrito: “Se você aceita a lei da garantia, isso é bom. Caso contrário, aqui será o seu local de enterro. Isso significa que a natureza ou o Criador exigem forçosamente esse cumprimento?

Resposta: Não há mais nada na natureza. É tudo muito simples; existe uma lei: conectar a humanidade. No caso de que, ao longo desse caminho, de repente ocorram alguns tipos de interferência das pessoas, a então natureza, como sempre, as destrói. Ela nos unirá pela força.

De KabTV, “Análise do Sistema do Desenvolvimento do Povo de Israel”, 01/07/19

Desenvolvimento Do Egoísmo E O Método De Conexão, Parte 5

laitman_767.2O Método Recebido No Monte Sinai

Pergunta: O método que o povo de Israel recebeu aos pés do Monte Sinai foi dado a eles com a condição de que se tornassem “como um homem com um coração”. O que é isso?

Resposta: A condição “como um homem com um coração” significa estar em nossa conexão o mais semelhante possível a uma força superior comum e unificada e sentir que somos incapazes de fazer isso sozinhos. Quando investimos uma certa quantidade de esforço na conexão, desenvolvemos um forte desejo de nos tornarmos semelhantes a essa força.

Tal aspiração a um estado em que juntos queremos nos tornar um todo comum desperta a luz superior. A luz superior afeta a pessoa ou pessoas que a despertaram e realiza certas ações espirituais sobre elas; isto é, lhes dá força para se conectar, para se elevarem acima do egoísmo.

Pergunta: O que havia de novo neste método que Abraão não possuía?

Resposta: Primeiro, o egoísmo mudou. Se o egoísmo é maior, não em quantidade, mas em qualidade, é claro que é necessário um método diferente e outras ações.

O novo egoísmo exige novos meios para se elevar acima dele, começar a trabalhar com ele e se conectar precisamente por causa dele, apesar do fato de separar as pessoas.

Portanto, esse método é chamado “o método de conexão”. A força que precisamos aplicar para conectar é chamada de “a luz superior” ou “a Torá”.

De KabTV , “Fundamentos de Cabalá”, 01/07/19

Desenvolvimento Do Egoísmo E O Método De Conexão, Parte 4

laitman_749.01Método De Conexão: Antes E Depois Do Exílio Egípcio

Pergunta: Qual é a diferença entre o método de Abraão e o método que o povo de Israel recebeu quando saiu do Egito?

Resposta: Trata-se da conexão.

Abraão também chamou as pessoas à unidade. Mas naqueles dias na Babilônia, não havia ódio particular, ninguém se matava. De repente, os babilônios simplesmente deixaram de se entender, o que os levou a uma rejeição mútua insuperável. Era necessário, de alguma maneira, suavizar, para superar essa rejeição. Como está escrito, “o amor cobrirá todos os crimes”. Em princípio, era possível para eles.

No Egito, no entanto, os egos das pessoas cresceram tanto que a inclinação para matar foi revelada neles. Eles não apenas discordaram entre si, mas estavam prontos para destruir quem estava contra eles. Portanto, eles não podiam permanecer no egoísmo porque ele os ameaçava com o que é chamado de “pragas egípcias”. Era necessário sair e subir acima dele, o que em geral eles fizeram.

Eles se elevaram acima de sua separação e, para se conectarem em um novo nível, receberam o método chamado “a Torá”.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 01/07/19

Ferramenta De Conexão: Disseminação

laitman_294.1Pergunta: Um dos meios de conexão é o trabalho conjunto sobre disseminação. Pelo menos no período recente, todos os Cabalistas escreveram que a sabedoria da Cabalá precisava ser espalhada para a humanidade. Esse trabalho conjunto também cria o grupo?

Resposta: Sim. Este trabalho foi realizado por várias centenas de anos. Contudo, do século XX em diante, e mais ainda em nossos dias, é claro para todos que a Cabalá deve dar à humanidade um programa para o seu correto desenvolvimento. Caso contrário, a humanidade voltará à guerra nuclear, à enorme derrota, destruição e autodestruição.

Portanto, tendo o cuidado de passar essas informações para outras pessoas, para o mundo, lançamos jornais, publicamos livros, fazemos filmes e videoclipes. Este trabalho conjunto nos aproxima.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 11/03/19

Resista Ao Egoísmo, Pense Na Conexão

laitman_962.4Ainda estamos no exílio, dentro do nosso desejo egoísta que nos separa. No entanto, sabe-se que, para implementar o método de correção, devemos nos organizar em dezenas, como fizemos após o êxodo do Egito, quando Jetro chegou a Moisés e começou a organizar o povo de Israel em dezenas.

Ainda não sentimos que há uma força especial na dezena e, portanto, estamos decepcionados com ela e não entendemos por que precisamos dela. No entanto, o fato é que o Criador deve ser revelado na conexão entre nós. Dez desejos (precisamente desejos e não pessoas) querem descobrir o Criador e, por isso, demonstram uma boa atitude um com o outro, a fim de se conectarem e se tornarem “como um homem com um coração” em relação ao objetivo espiritual.

Entre essas dezenas e o Criador escondido entre elas, há uma restrição. O Criador está escondido atrás da tela como se estivesse atrás de um vidro opaco que não O deixa ser visto. Mas Ele está no meio, no centro da dezena. Na medida em que os amigos podem conectar e influenciar o Criador, a luz circundante, a qualidade de doação e misericórdia, o Criador lhes é revelado.

Tudo isso ocorre entre eles no centro da dezena. Existem leis estritas que nos ajudam a cumprir a condição de equivalência de forma. Portanto, nosso trabalho é fazer um esforço comum para criar a luz circundante, como está escrito: “Na Sua luz veremos a luz”.

A luz circundante, que vem de cima como resultado de nossos esforços, torna o vidro opaco transparente, e vemos o Criador por trás dele revelado na conexão entre nós na dezena. 1

Queremos nos conectar sem prestar atenção a nenhuma diferença. De extrema importância é o objetivo de um objetivo comum e sentir que, com essa aspiração, construímos “o campo que o Criador abençoou” entre nós. Portanto, um certo campo aparece entre nós, tecido de nossos esforços e aspirações para nos aproximarmos um do outro.

Ainda não vemos nada neste campo, exceto nossas tentativas de construir e sentir o Criador. No entanto, na medida em que nos esforçamos, começamos a sentir que uma nova força opera nessa área, a luz circundante, gerada acima do desejo de receber. Cada um rejeita o egoísmo pessoal e, acima dele, alcança os outros e, dessa maneira, criamos nossa luz refletida comum, que constrói um campo entre nós e abre a oportunidade de manifestar nele a força de doação, unidade, amor, isto é, o Criador.

É como se eu quisesse olhar através de uma janela, mas ela é completamente opaca e não consigo ver nada através dela. No entanto, se posso resistir ao meu egoísmo e pensar na conexão, no benefício da dezena e no propósito da criação, gerarei a luz refletida que torna o vidro opaco transparente. Então, vejo o Criador do outro lado, não como pessoa, mas como qualidades que começo a reconhecer.

De fato, não reconheço o Criador; ao contrário, eu O construo, como está escrito: “Como se você me tivesse criado.” Eu moldo o Criador a partir dos meus desejos de doação. 2

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, 11/01/20, Escritos do Baal HaSulam, “A Liberdade”
1 Minuto 3:05
2 Minuto 19:45

O Criador Está Dentro Da Conexão

laitman_938.02Pergunta: Durante a Convenção, passamos por muitas coisas. Como podemos manter isso para que não vivamos de Convenção à Convenção, mas multiplicemos a experiência todos os dias?

Resposta: Na Convenção, eu tentei provar a vocês que, quando vocês se conectam, se aproximam do Criador. Vocês devem se lembrar claramente disso, gravar isso em seu coração.

Somente conectando-nos um ao outro é que nos aproximamos do Criador, porque, para começar, Ele está dentro da nossa conexão. Isso é tudo.

Pergunta: Tanto na ocultação quanto na revelação?

Resposta: Em todo lugar, sempre.

Da Convenção Mundial de Cabalá na Moldávia 08/09/19, “Juntando Todos os Estados em Direção ao Criador”, Lição 7

Para Trás E Para A Frente No Ritmo Da Conexão

laitman_962.1Graças ao Congresso, sentimos como nos distanciamos um pouco da dezena e depois nos aproximamos novamente, como um pêndulo balançando para frente e para trás, mudando o grau de nossa conexão um com o outro ou com o Criador, nossa atitude em relação ao estudo. Tínhamos menos força, ficamos mais fracos e recuperamos todo o poder.

Cada período completo de movimento do pêndulo para frente e para trás, sobe e desce, não passa sem deixar vestígios, mas deixa uma marca em nós. 1

Da Preparação para a Lição Diária de Cabalá 16/11/19, Endurecimento do Coração

1 Minuto 9:20

O Sinal Da Conexão Espiritual

laitman_232.06Pergunta: Quando assistimos a alguns programas, nos envolvemos com eles e sentimos o fluxo de pensamentos e sentimentos. Este já é um nível de conexão.

Por que, se eu sinto os pensamentos e desejos dos outros dentro de mim, isso é um sinal de conexão espiritual?

Resposta: Um sinal de conexão espiritual só pode ser quando eu sinto rejeição de meus amigos e, ao mesmo tempo, oro pela conexão entre nós. Somente essas duas tendências opostas em mim indicam elevação espiritual.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 18/08/19

A Conexão É A Fonte De Decisões Corretas

laitman_528.03Pergunta: Digamos que um grupo de pessoas queira encontrar a solução certa para os problemas que possui. Elas já têm conhecimento básico da Cabalá e entendem que o workshop é uma preparação para resolver o problema. Existem certas regras neste trabalho. De onde elas vieram?

Resposta: Nós vivemos em um mundo em que praticamente nenhum problema pode ser resolvido. Se nos parece que hoje encontramos aparentemente uma solução, amanhã já entendemos que não é uma solução. Estamos constantemente desviando a solução, pensando que estamos chegando à sua revelação.

A sabedoria da Cabalá diz que, até que nos conectemos, alcancemos um denominador comum, seremos incapazes de encontrar esta solução. Ela está dentro de nós.

Todos os problemas que ocorrem em uma parte maior ou menor da humanidade vêm apenas do fato de que essa parte da humanidade está desconectada. Caso contrário, não haveria problemas. Afinal, todos eles vêm de nossa quebra, desconexão e distância mútua.

Se nos reunirmos para resolvê-los, devemos primeiro nos conectar a um coletivo comum.

Pergunta: Isso significa que os Cabalistas não resolvem nenhum problema?

Resposta: Não, para que? Que problemas temos além do fato de não estarmos conectados? Se nos conectarmos, todos os problemas desaparecerão.

Pergunta: Então, a Cabalá resolve apenas um problema: como se conectar?

Resposta: Não há outros problemas no mundo.

Pergunta: Outros problemas desaparecerão como resultado disso?

Resposta: Sim.

Pergunta: E quanto a problemas como saúde, família, etc.?

Resposta: O fato é que os problemas ocorrem em diferentes níveis: inanimado, vegetativo, animado e humano. Para chegar à solução de qualquer problema, devemos nos reunir, conectar e, na conexão entre nós, encontrar a solução. Podemos então implementá-la para eliminar problemas corporais.

Encontrar a solução em si, no entanto, só é possível quando as pessoas se conectam mutuamente, entendem e se complementam. Somente então a solução se torna clara.

Consequentemente, a solução sempre será correta e benéfica para a implementação de quaisquer planos nos níveis inferiores ao nível humano.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 25/12/18

Entre Menos E Mais

laitman_608.01Pergunta: Como podemos dizer que entramos em conexões negativas se somos criados como elementos negativos e conectados entre si?

Resposta: Por um lado, todos somos egoístas e estamos egoisticamente conectados entre si, isso é verdade. No entanto, por outro lado, devemos transformar nossas conexões negativas em positivas.

Então, precisamente pelas conexões negativas e positivas, que são opostas uma à outra, entre elas, sentiremos o mundo superior e o Criador. É por isso que precisamos manter todos as conexões negativas e, acima delas, tentar criar todas as conexões positivas.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 18/08/19