Textos na Categoria 'Educação'

Qual É A Atitude Da Cabalá Em Relação À Adoção De Crianças?

627.2Pergunta: Qual é a atitude da Cabalá em relação à adoção de crianças?

Resposta: Se for feita em benefício da criança, então é positiva. Uma pessoa não deve pensar que gostaria de ter filhos e, portanto, adota-os; antes, ela deveria considerar o que quer dar à criança. Então pode adotá-la.

Normalmente, nós amamos mais filhos adotados do que os nossos filhos biológicos porque investimos mais esforço neles, constantemente provando nossa atitude correta em relação a eles para nós mesmos.

Da Lição de Cabalá em Russo 29/04/18

A Cultura Do Século XXI: Cães Que Substituem Crianças

laitman_571.08Nas Notícias (CNBC.com): “Por que as empresas estão oferecendo licenças ‘para passer’ a novos donos de animais de estimação”

“… Uma firma de marketing em Minnesota começou a oferecer licenças ‘para passear’ a todos os novos mamães e papais de animais de estimação.

“A política é parte de uma tendência crescente nas políticas de local de trabalho que aceitam animais de estimação e uma maneira de oferecer aos trabalhadores flexibilidade que de outra forma não teriam. …

“Várias empresas já oferecem escritórios que aceitam animais de estimação. Na sede da Amazon em Seattle, a empresa diz que mais de 6.000 cães compartilham o espaço de trabalho com os funcionários. Os cães desfrutam de um piso projetado para brincar com animais de estimação em um dos prédios da empresa, e a empresa até abriu um parque especial para cães que também está aberto à comunidade. …

“Na empresa de marketing de Minneapolis, Nina Hale, a licença de última hora permite que novos donos de animais trabalhem remotamente por uma semana após adotarem um animal de estimação. A política dá aos pais de animais de estimação a oportunidade de se relacionarem com seus amigos peludos enquanto se acostumam a novos ambientes. …

“Benefícios para animais de estimação como licença para animais de estimação, luto para animais de estimação e seguro saúde para animais estão crescendo em popularidade, diz Steven Feldman, diretor executivo do Human Animal Bond Research Institute (HABRI), à Society for Human Resources Management. É um ‘sinal de que você está vendo toda a família do funcionário’, acrescenta ele. É também uma maneira de atrair jovens trabalhadores, a maior geração de donos de animais de estimação”.

Comentário: Eles têm carrinhos de estimação, coloração de animais de estimação, terapia de cães, aromaterapia de cães, igreja de cães e piscinas para cães. Parece que estamos nos movendo para uma cultura onde os cães substituem as crianças.

Meu Comentário: Sim. No entanto, por outro lado, a humanidade não parou de sentir a necessidade de cuidar de alguém. Você se lembra do brinquedo Tamagotchi? Tinha que ser constantemente alimentado e cuidado.

Precisamos entender que a natureza humana exige apego. A pessoa ainda está ligada, inconscientemente, ao seu apartamento, aos cheiros, a tudo! Vejo isso como um enorme anseio interno, mas ainda não consciente, pela comunicação entre as pessoas, que, infelizmente, não recebe sua expressão normal, sua liberação.

Nós, portanto, substituímos as pessoas por animais. Na verdade, não é tão longe assim. As pessoas sentem que seu cachorro é seu amigo, e o cachorro sente um amigo e um mestre em seus donos, e nós somos mutuamente devotados um ao outro.

De forma prática, conhecemos pessoas que têm animais de estimação que comem do mesmo prato com eles. Elas não sentem diferença entre eles porque esse contato ocorre no nível animal. Não precisa de grandes expressões, conquistas, tensões e participação. Eu me abaixo ao nível do animal; eu estendo a mão para ele e ele responde de volta para mim, e ambos ficamos contentes.

Esperemos que este período passe, e certamente passará porque a humanidade está evoluindo e nós teremos que alcançar contato uns com os outros. Então todo aquele contato com os animais desaparecerá. Como qualquer outra parte da evolução e movimento em direção aos níveis mais baixos, acabará por morrer. Nós não teremos muito interesse em gatos, cães, papagaios, hamsters, etc.

Pergunta: Será que vamos ficar tão ansiosos um com o outro? Vamos descobrir e revelar isso?

Resposta: Nós entenderemos que ainda não temos comunicação. Telefones, comunicações virtuais, cães, apartamentos solitários, bancos vazios em parques públicos, e assim por diante – tudo desaparecerá porque estamos mudando, quer queiramos ou não. Deixe o tempo fazer o seu trabalho.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman”, 27/08/18

Por Que Respeitar Uma Pessoa?

laitman_294.3Pergunta: Que sentimentos e virtudes básicas de cada pessoa merecem respeito e por que tantas pessoas são privadas disso?

Resposta: Nós precisamos respeitar apenas as aspirações e esforços de uma pessoa que visem o benefício da humanidade. Não para o bem de si mesma, da nação ou da família, mas apenas para o benefício da humanidade. Se respeitarmos isso, veremos até que ponto a pessoa supera sua natureza egoísta em nome de pertencer e sacrificar pelo mundo inteiro.

Eu acho que todas as pessoas devem superar a si mesmas, seu desejo egoísta. Se cada um de nós se sacrifica dessa maneira, então, em resposta, devemos receber gratidão e respeito da sociedade. Todos – os filhos em casa, a esposa, os parentes, os pais, o ambiente, os amigos e o mundo todo – devem ser gratos a uma pessoa e apreciá-la apenas na medida de sua contribuição para a sociedade.

Uma pessoa é criada de tal maneira que precisa do reconhecimento da sociedade. Por isso, em essência, ela  expressa a si mesma, seu eu. Se fizermos a sociedade proteger uma pessoa e responder à sua contribuição para a humanidade, isso obrigará a todos a serem uma parte ativa da humanidade. Veremos de todos apenas coisas boas em relação à totalidade da sociedade humana e veremos qual a contribuição de cada um.

Portanto, precisamos estabelecer tais leis em nossa sociedade para que todos possam ser avaliados apenas por sua contribuição para a humanidade e para que ela seja facilmente visível.

Se medirmos uma pessoa apenas de acordo com esses critérios, se cada um souber que é assim que ele é avaliado, é assim que é tratado, ele não terá saída. Ele terá que se tornar uma célula saudável no corpo geral, isto é, uma pessoa que seja tão útil quanto possível para a humanidade.

Mesa Redonda de Opinões Independentes, Berlim 09/09/06

Nova Vida 1052 – Fracassos Na Vida, Parte 1

Nova Vida 1052 – Fracassos Na Vida, Parte 1
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Yael Leshed-Harel

Resumo

Quando uma pessoa tem um objetivo pessoal e verdadeiro pelo qual está vivendo, ela fica feliz a todo momento, até mesmo através de distúrbios relacionados, porque seu objetivo age como uma espécie de Estrela do Norte e a direciona e protege ao longo do caminho. No caminho rumo ao objetivo, fracassos ou crises são necessários para esclarecer o processo de avanço e fortalecer a pessoa para o sucesso final. Quando surge uma sensação de fracasso, um forte sentimento de amargura é despertado na pessoa e, portanto, requer um ambiente de apoio. As mulheres lidam com o fracasso como um ramo flexível, enquanto os homens experimentam um fracasso como o ferro rígido. As mulheres, portanto, devem dar aos seus homens uma sensação de segurança e os homens devem proteger suas esposas e ser fiéis a elas.

De KabTV “Nova Vida 1052 – Falhas na Vida, Parte 1”, 23/08/18

Nova Vida #1050 – Consciência Interna, Parte 1

Nova Vida #1050 –Consciência Interna, Parte 1
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Nitzah Mazoz

Resumo

A sabedoria da Cabalá nos ensina como alcançar uma consciência verdadeira e completa e experimentar uma realidade mais elevada. Uma pessoa normalmente vive dentro de si, dentro de um campo de prazer e sofrimento, e o que ela imagina sobre si mesma e sobre o mundo é completamente incorreto. Quando o desejo de prazer se torna consciente do poder superior que o produziu e desenvolveu, uma consciência espiritual começa a se desenvolver. A consciência em desenvolvimento é construída a partir de emoção e intelecto ou coração e mente, uma vez que estes complementam e influenciam um ao outro. Quanto mais desejo eu tiver, mais inteligência terei. Uma criança que não quer nada não se desenvolverá intelectualmente. A pesquisa sobre a consciência só pode ser realizada pela mudança do desejo em uma direção positiva ou negativa.

De Kab TV “Nova Vida # 1050 – Consciência Interna” 21/08/18

Como Ouvir Realmente Os Outros?

laitman_204Pergunta: Como uma pessoa pode aprender a ouvir a si mesma e aos outros e não apenas escutar? Afinal, essa qualidade só melhorará as relações entre as pessoas.

Resposta: Isso requer um contato interno – um contato dos corações. Quando vocês desejarem satisfazer um ao outro, serão capazes de ouvir um ao outro.

Portanto, as pessoas não se escutam nem se veem. Elas criam certa realidade dentro de si e a tratam como uma pessoa que está realmente fora delas. Nós não vemos aqueles que estão fora de nós; vemos tudo o que é construído pelo nosso egoísmo dentro de nós.

Da Lição de Cabalá em Russo 29/04/18

Educação Na Cabalá

laitman_942Pergunta: Muitas vezes ouvi você falar sobre a necessidade de uma educação adequada. O que é educação de acordo com a Cabalá? O egoísmo pode ser educado ou precisamos de um egoísta devidamente instruído?

Resposta: Uma educação Cabalística significa uma educação por meio da Luz superior. É quando eu, juntamente com meus amigos, com a ajuda de várias ações descritas na metodologia Cabalística, atraio a Luz superior. A Luz superior nos influencia e nos leva a um estado de unidade onde o Criador é revelado e onde todos nós nos tornamos um todo. Este é o estado que temos que alcançar.

Uma educação Cabalística deve nos unir sob a influência da Luz superior, revelando a Luz sob a condição de que nossa conexão, nossa doação mútua, se assemelhe às suas qualidades. Então, na união entre a Luz superior e nós, revelaremos sua fonte: o Criador.

Da Lição de Cabalá em Russo 29/04/18

Vício Em Videogame

laitman_959Pergunta: A Organização Mundial da Saúde incluiu o vício em videogames em sua lista de doenças e distúrbios. Uma pessoa é considerada viciada em videogames se dedicar cada vez mais tempo a eles “ao ponto de os jogos prevalecerem sobre outros interesses da vida”.

Qual é a razão pela qual uma pessoa adere ao jogo tanto que este se torna sua vida?

Resposta: E o que é o nosso mundo? Também é um jogo.

Então, não há mais nada, uma pessoa troca um pelo outro. O jogo em que ela entra lhe obedece, ela existe nele, recebendo feedback e influenciando-o. Para ela, esse é um espectro mais próximo de conexões, eventos e reciprocidades.

Ela participa ativamente disso. As pessoas gastam muito dinheiro e estão prontas para viver apenas nisso.

Pergunta: Você considera isso uma doença?

Resposta: Eu acredito que qualquer passatempo, se não desviar do propósito da criação, pode ocorrer como um lazer, mas além disso, já é uma doença.

Pergunta: É possível vencer esta doença?

Resposta: Eu não acho que uma pessoa desistirá de bom grado. É porque substituir um mundo de conto de fadas por um real é simplesmente roubar a vida de si mesmo.

Pergunta: Para ela, a vida é um jogo?

Resposta: Na verdade, não é um jogo, mas a sua vida! E a nossa vida é um jogo bobo.

Observação: Você sempre fala apenas sobre uma coisa: somente quando uma pessoa chegar ao verdadeiro sentido da vida, tudo isso se tornará uma brincadeira de criança para ela.

Meu Comentário: Tudo isso desaparecerá por si só, porque a perspectiva de revelar o mundo verdadeiro, a eternidade e a perfeição obscurecerá todos os jogos, tudo o que ela tem hoje.

Pergunta: Talvez seja por isso que existem jogos. É para aproximá-la disso?

Resposta: Não para aproximá-la, mas simplesmente para iluminar o tempo até que a humanidade perceba em que estado final e sem esperança ela está.

Pergunta: E quando esta hora chegará?

Resposta: Depende de dois fatores: quando a humanidade tiver sofrido o suficiente e quando os Cabalistas forem capazes de abordar isso e explicar qual é o problema.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 20/06/18

Tornar-Se Forte E Independente

908Pergunta: Que conselho um Cabalista pode dar para construir uma conexão bem-sucedida entre pais e filhos?

Resposta: Depende da situação em que a criança está sendo criada. Ela não deve estar em antagonismo com seu ambiente. Uma criança deve saber que a família a apóia o máximo possível, lhe dá confiança, proteção e sempre estará atrás dela.

Então ela se tornará uma pessoa forte. Surpreendentemente, exatamente quando ela sente que uma boa família e amor estão por trás dela, ela cresce para ser corajosa.

Este é um paradoxo que é especialmente perceptível em Israel: aqui as crianças são educadas muito gentilmente e depois não têm medo de nada, nem do exército nem durante a guerra, o que não se pode dizer das crianças árabes, que são criadas com extrema severidade. É assim que a psicologia das várias camadas da sociedade se manifesta.

Dê às crianças o máximo de amor e sensibilidade e você verá que elas se tornam fortes e independentes.

Pergunta: Isso não as transformaria em pequenos bandidos egoístas?

Resposta: Não, amor e suavidade não são permissividade. Isso não significa que as crianças não tenham estrutura. Afinal, você as educa, dá a elas tudo o que é necessário para a educação, mas ao mesmo tempo as apoia e elas sabem claramente que têm apoio por trás delas.

Da Lição de Cabalá em Russo 29/04/18

A Geração Da Selfie

laitman_549.02Observação: Nossa geração é chamada de “Geração da Selfie”. Pessoas caem de pontes, rochas, se metem em acidentes e querem capturar esses momentos.

Meu Comentário: Em princípio, muitas pessoas trabalham pela morte. A morte é um ponto querido em nossa existência quando eu deixo depois de mim algo que desejo que permaneça relacionado ao meu nome para sentir algum tipo de existência eterna.

Pergunta: Para onde esse narcisismo leva?

Resposta: Ele leva a entender que tudo isso não tem importância, nenhum valor.

Pergunta: O que acontecerá quando chegarmos a isso?

Resposta: Começaremos a entender que existe um vazio no mundo! Vai ser muito ruim! Então, começaremos a buscar a realização real da vida: eterna, perfeita, duradoura, existir fora da estrutura em que existimos hoje antes da morte ou após a morte.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman”, 03/07/18