Textos na Categoria 'Workshops'

Nova Vida # 522 – De Uma Nova Sociedade Para Uma Nova Família

Nova Vida # 522 – De Uma Nova Sociedade Para Uma Nova Família
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Yael Leshed-Harel

Nas últimas décadas, nós já passamos por uma mudança dramática. Surtos, lutas e conflitos familiares tornaram-se comuns.

Resumo

A solução para os problemas na família será encontrada somente quando soubermos para onde a natureza está nos levando, o que é a lei da equivalência de forma, e equalizarmos nossa forma com Ele. Todos nós devemos nos tornar uma grande família. Quando nós construirmos uma nova sociedade, as famílias vão se dar bem, haverá amor, consideração e reciprocidade; tudo o que quisermos que esteja na família temos que criar na sociedade por nós mesmos.

Na sociedade que estamos construindo, cada pessoa vai começar o dia com 15 minutos vendo algo sobre relações interpessoais corrigidas. Depois disso, no trabalho, o dia começará com um workshop de conexão sobre as relações corretas entre as pessoas.

No final do dia, vamos passar para um workshop que vai nos preparar para voltar para casa e como agir com calma e se relacionar com os membros da família em casa. Processos sociais de educação em todo o país como estes nos trarão a sensação de uma vida maravilhosa; vamos estar nas nuvens. Isso vai curar nossas conexões com os membros da família e colegas de trabalho e também vai comprar segurança para nós.

A direção é: cada um deve ver como ele transcende seu egoísmo para uma vida mais elevada. De modo que cada um terá forças para se relacionar bem com a família em casa, é necessário apoio social. Esse estado futuro será chamado de outro mundo, um mundo corrigido onde a força de amor e doação irá prevalecer entre nós.

Sem um processo nacional de educação social, nenhuma família terá sucesso em se contentar apenas com o crescente egoísmo. O ego crescente fará com que cada membro da família se encerre em seu próprio canto, sem qualquer conexão com os outros. Vale a pena a realização de um workshop familiar: vamos falar sobre o que é uma boa família, o que nos permitirá fazer concessões, e assim por diante ….

Somente a educação do povo trará a educação da família. A direção é: todos nós somos amigos; todos somos uma família.

De KabTV “Nova Vida # 522 – Em Homenagem ao Dia da Família – De Uma Nova Sociedade Para Uma Nova Família”, 15/02/15

Qual É A Eficácia Do Workshop?

laitman_938_04Pergunta: Qual é a eficácia do workshop se os amigos ficam apenas repetindo suas palavras por anos durante os workshops, e de fato usam sua mente (o ego), mas não incluem seus sentimentos? Nós devemos acrescentar exercícios emocionais?

Resposta: A pessoa, como uma criança, repete automaticamente o que os livros dizem ou o que ouviu. Só às vezes é que ela tem uma maior compreensão do que lê ou diz.

É um processo normal, tanto em nosso mundo como no mundo superior. Em ambos os casos nós nos desenvolvemos sob a influência da Luz Circundante, mas no caso do desenvolvimento espiritual nós invocamos e atraímos a Luz Circundante por esforços especiais: o grupo, o desejo de conexão e unidade, os textos Cabalísticos, etc.

Espiões Na Terra De Canaã

Dr. Michael LaitmanA Torá, “Números”, 13:3-5: Assim Moisés os enviou do deserto de Parã, conforme a ordem do Senhor. Todos eles eram chefes dos israelitas. São estes os seus nomes: da tribo de Rúben, Samua, filho de Zacur; da tribo de Simeão, Safate, filho de Hori.

Todos os nomes na Torá, e especialmente os nomes dos espiões, têm um significado interno especial. Sua numerologia simboliza atributos pelos quais ao futuro terra de Israel pode ser explorada. Esta é a razão que temos que revelar e expor esses atributos dentro de nós, nos preparar para eles, e torná-los um grupo. Neste grupo, composto dos chefes das tribos, eles estão unidos corretamente. Graças a esta força de unidade, eles avançam rumo a igualdade gradual de seus atributos com aqueles que estão na terra de Canaã e veem até que ponto não podem lutar contra eles.

Em outras palavras, a força de união, conexão e unidade que eles atingiram não é suficiente para superar a força do ego que pode superá-los e despedaçá-los. Eles simplesmente não entendem como superar e dominá-lo. Mas o estado em que estão é absolutamente correto. É impossível dizer que eles perderam alguma coisa ao explorar a terra e que não poderiam esclarecer as coisas. Tudo está correto! Todos os atributos com os quais uma pessoa tem a intenção de conquistar a terra de Canaã não são suficientes para conquistá-la.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 30/03/15

Um Bom Exemplo De Educação Para Todos

Dr. Michael LaitmanPergunta: O que há de tão especial no método de educação que você sugere? Afinal, eles também falam sobre o amor a outras pessoas nas escolas e sobre a necessidade de tratar bem os amigos, mas vemos que isso não está funcionando.

Resposta: Falar sobre como se comportar não tem nada a ver com educação, uma vez que a educação é baseada na aprendizagem a partir de exemplos. Apenas exemplos operam e influenciam uma criança. Se quisermos que um adulto seja bem educado, ele também precisa ter os exemplos corretos, assim como uma criança. Nós não temos escolha. Nós precisamos estabelecer sistemas que definam um exemplo das relações corretas entre as pessoas. Mas de onde nós podemos tomar tais exemplos, se todo mundo se odeia? Quem vai dar o exemplo para nós?

Por isso, é necessário organizar workshops especiais em pequenos grupos chamados de dezenas para todos os sectores e classes sociais na população. Nós realizamos esses círculos em todo o país em Israel: em Eilat, no porto de Tel Aviv, em Tiberíades, e em outras cidades. Muitas pessoas já nos conhecem. Se uma pessoa participa de tal círculo, esse círculo se torna um exemplo para ela e ela começa a sentir que algo especial está acontecendo dentro dela.

Estranhos que se encontram sentados lado a lado por acaso começam a se comunicar no círculo de acordo com determinadas regras e sobre um determinado tema, e começam a descobrir sentimentos de conexão, unidade, calor e compreensão. Seus olhos brilham e eles olham um para o outro de uma maneira totalmente diferente do que quando o workshop começou. As pessoas mudam totalmente nestes 15 a 20 minutos. Obviamente, tudo isso desaparece quando elas vão para casa. A pessoa tem que repetir esse processo todos os dias e, assim, depois de uma semana ou um mês, ela vai mudar.

O que eu digo é baseado na grande experiência que tive. Eu tenho muitos alunos em Israel e em todo o mundo que realmente estão mudando e assim são as novas pessoas que sabem do que depende o sucesso do mundo e como podemos subir da crise global geral que se baseia no ódio mútuo entre todos os países, povos e indivíduos.

Nós podemos superá-la em vez de avançar para a destruição terrível. A Torá diz que vamos chegar a um estado em que os “inimigos de uma pessoa estão em sua casa”, o que significa que a pessoa vai ver que todo mundo a rejeita, está distante dela, e se recusam a compreendê-la, dentro de sua própria casa.

É possível viver assim ?! Afinal, nós sabemos que o nosso corpo vive e atua em harmonia entre todas as suas partes, enquanto um corpo morto é destruído. Portanto, vamos escolher o caminho certo!

Do Programa da Rádio Israelense 103FM, 02/08/15

O Poço De Miriam

laitman_558O Grande Comentário, “Bamidbar“: Sobrenaturalmente, correntes de água emanaram d0 poço de Miriam e separaram o acampamento da Shechina do acampamento dos Levitas, e depois o acampamento dos Levitas do acampamento dos filhos de Israel.

Os córregos se ramificaram em riachos que separaram as partes das tribos. No entanto, nenhum riacho dividiu os campos dos filhos de José – Manassés e Efraim.

Acredita-se que o poço de Miriam está no lago da Galiléia. Não tente encontrar a espiritualidade no mundo material, apesar de que tudo o que existe no mundo espiritual seja refletido na materialidade. Cada ramo deste mundo tem sua raiz espiritual. “O poço de Miriam” é um estado espiritual em que qualidades espirituais são categorizadas.

O poço pode ser visualizado como a Via Láctea, ou como o leite materno de uma mulher que se destina a amamentar doação. O que significa a “Via Láctea”? Chamar a interseção das estrelas no céu de Via Láctea” não é acidental. “Cosmos” denota a doação da Força Superior.

“O poço de Miriam” separa os Cohanim, Levitas e Israel conforme a sua capacidade de doar. No entanto, como podemos ver, ele não separa José e seus dois filhos (Manassés e Efraim) porque José (Yosef) é Yesod, o estado de pura justiça. No nível da doação completa, não há nenhuma separação entre as categorias. É por isso que os dois filhos de José não foram separados.

Pergunta: Significa que a categorização é ainda necessária para o momento?

Resposta: A menos que cada uma das propriedades se manifeste totalmente, eles não alcançarão um estado de acoplamento mútuo. Depois do pecado de Adão, ou seja, da quebra da alma geral em várias pessoas, cada alma continuou a amadurecer por milhares de anos. Nós acumulamos tanto egoísmo que é extremamente difícil para nós nos aproximarmos uns aos outros e nos reconectar.

Isso foi feito apenas para mostrar que somos egoístas e para nos elevar acima do nosso egoísmo, para a propriedade de doação e amor. Quando todos chegarmos à unidade sem perder nossas grandes propriedades individuais, vamos revelar o Criador.

Se não fosse pelo aumento do nosso egoísmo que se manifesta em nós tão vividamente, se não fosse pela conexão acima de nossos egos e ao mesmo tempo mantendo nosso egoísmo dentro de nós, nunca perceberíamos o Criador. Afinal, Ele é eterno; somos nós que não O sentimos. É nosso trabalho senti-Lo 620 vezes mais forte e avançar de zero a infinito.

Portanto, todas as propriedades egoístas materiais devem ser preservadas e devem ser interconectadas com a cola altruísta. Isso nos permitirá revelar o Criador que explicitamente preenche o mundo inteiro.

Quanto à separação, ela existia na época do primeiro Templo, quando o povo de Israel alcançou seu mais alto grau. Então era proibido se casar com aqueles que pertenciam a outras tribos.

Mas quando eles começaram a descer para o nível inferior, seu egoísmo começou a crescer, e ocorreu uma queda espiritual. Neste ponto, a regra perdeu sua importância e as pessoas começaram a se misturar.

Antes que isso acontecesse, a proibição era estritamente observada porque o trabalho espiritual em cada propriedade era tão óbvio que todas as propriedades eram claramente categorizadas e separadas umas das outras. As pessoas eram capazes de diferenciar entre elas. Nós também, algum dia, conseguiremos alcançar esse estado.

De Kab TV “Segredos do Livro Eterno” 24/12/14

Como Alcançar A Verdadeira Democracia

Dr. Michael LaitmanExperiência de Cingapura: A Ditadura Correta

Pergunta: Em março deste ano, Lee Kuan Yew, um dos fundadores do “milagre econômico de Cingapura”, morreu. Num local vazio na fronteira de uma Malásia pantanosa, com nada ao redor, exceto uma base militar inglesa, dentro de um curto período de 50 anos, a nação mais próspera do mundo foi estabelecida. Mas neste país, não há um grão de democracia no sentido em que a entendemos nas nações desenvolvidas. Como é que esta nação teve sucesso em fazer o que grandes nações como os Estados Unidos e Inglaterra fizeram, mantendo a liderança mais estrita e a ditadura da lei?

Resposta: Eu não percebo a democracia da mesma forma como ela existe em todos os lugares, ou que mereça ser chamada de democracia. Este não é o governo do povo, mas sua imitação: um punhado de pessoas assume o controle sobre todos os recursos econômicos, políticos, sociais e militares; elas dizem que há uma democracia, e que operam em nome do povo.

Enquanto estivermos sob a influência do egoísmo interno sem a força da natureza altruísta para equilibrá-lo, não poderá haver uma democracia. A democracia é construída em contraste, um contrapeso e um equilíbrio entre duas forças, que são positiva e negativa: o nosso ego e a força de doação e amor. Há a força do ódio e da rejeição, e o poder da atração e conexão, que devem ser equilibrados mutuamente. Se o ego é equilibrado por uma força positiva, então não pode ser mau. Inversamente, o amor e a doação sem o ego podem levar a um extremismo ainda pior do que o ego.

Em outras palavras, nós fomos criados num sistema que está num equilíbrio de mais e menos, entre os quais o que resta é apenas inflamar algum tipo de tensão que dá a orientação certa para todo o trabalho do sistema. E se a força positiva não existe ou é mínima e existe apenas no medo da aniquilação, então não temos as condições para uma democracia. Nós “caímos” do sistema onde as duas forças são reveladas. Portanto, quando existimos apenas num sistema egoísta, o mais adequado para nós é a ditadura correta.

Se um rei governa uma nação, ele cuida de sua nação, de seus súditos, não os aniquila, e eles consideram que ele é ótimo! Ele é o mestre! Mas, numa nação democrática, não há mestre. Nós deixamos uma eleição decidir quem opera o volante por dois, três ou quatro anos, e depois? De que modo a elite se importa com o que virá depois disso?! Eles não vão ser eleitos novamente, então precisam pegar tudo o que podem enquanto estão no controle.

Assim, a ditadura em Cingapura é um maravilhoso sistema de governo. A democracia na forma de um Sinédrio.

Pergunta: Eu ouvi dizer que o correto chefe de Estado deve ser um Cabalista, que conhecendo as leis da natureza, vai gerenciá-lo no interesse de toda a sociedade. Qual será a base da unidade moral de seu comportamento? Será que ele não será infectado pela cobiça; ele não vai querer ficar rico depois que atingir o controle?

Resposta: Há um conceito como o Sinédrio (Grande Assembleia), onde 120 sábios Cabalistas se reúnem, se conectam num círculo, e discutem todos os temas da agenda. A discussão não é baseada em diferenças de opinião, o que é típico do nosso mundo, onde se acredita que a verdade nasce do debate. Não há verdade no debate, porque desde o início ele nos mantém num nível bestial e não podemos subir acima disso. E nós temos que subir acima de nós mesmos, porque o nosso estágio só pode levar a um nível superior. Parece que subimos ao nosso próximo nível, a partir do qual é possível ver como alcançá-lo.

Isso acontece quando as pessoas se unem numa única unidade completa, apesar de todas as diferenças de opinião, e ao aniquilar o seu ego, elas atingem um coração e uma mente comum. Essa é uma tensão interna única e um trabalho prático. A partir de um estado de unidade, e só com isso, elas se complementam; elas começam a chegar a uma opinião comum. Mas esta não está conectada a opiniões pessoais; em vez disso, é sentida através de uma unidade comum. É nessa forma que o sistema de governança para a nação e o povo deve se manifestar.

Como a luta e a discórdia podem ser evitadas?

Pergunta: Hoje muitas nações estão tentando recriar esse modelo de uma forma ou de outra. Tomemos por exemplo a Turquia, onde o governo se tornou progressivamente concentrado nas mãos de uma pessoa, ou a Rússia, que nem sequer esconde que vive e prospera graças a uma pessoa. Há também uma infinidade de outros exemplos em nações menos desenvolvidas. Segue-se que a formação de pirâmides governamentais como essa é o único caminho possível para a humanidade seguir? Portanto, onde é possível tomar pessoas como essas que estão satisfeitas com tal método de governo? E, por fim, em Cingapura, que não era originalmente corrompida, todos os lugares-chave foram ocupados por parentes de Lee Kuan Yew. Em última análise, uma espécie de casta foi criada.

Resposta: Certamente esse modelo não pode existir para sempre num estado ideal, uma vez o suborno, as lutas pelo poder, e assim por diante, começam. Por algum tempo ele pode manter sua posição em algum ideal, mas depois disso, tudo se deteriora ao longo das trilhas egoístas habituais.

Pergunta: Como os Cabalistas evitariam chegar a esta situação no governo da nação?

Resposta: O fato de que eles estão unidos entre si, os 120 maiores sábios do povo evitariam conflitos e diferenças de opinião. Especificamente nesta situação, eles começariam a discutir algum assunto e da sua unidade, eles receberiam uma resposta. Afinal de contas, a unidade entre eles é o seu próximo objetivo, que eles devem alcançar e incluir todas as pessoas com eles.

Pergunta: Será que as discussões em círculos, que seus estudantes organizam, constituem uma pequena versão desta forma de unidade?

Resposta: Sim. As discussões na forma de mesas redondas são organizadas em todo o mundo, não apenas em Israel. Nós criamos ativamente uma reunião, um círculo de discussão de homens e mulheres, que implementam a unidade, desprendendo e subindo acima de si mesmos. Cada um investe em todos os outros e todos anseiam em ser absolutamente iguais, sem maior ou menor, de forma alguma. Nós aspiramos a encontrar um sistema preciso de equilíbrio interno entre nós e procuramos fazê-lo de modo a que todos sejam iguais e integrados com o outro, percam-se na nossa unidade, e do “Eu” chegará o estado de “nós”. Depois, partir do estado de “nós”, chega-se ao estado de “um”, como um homem com um coração.

De KabTV “Conversas com Michael Laitman” 01/04/15

A Sabedoria Da Ascensão

Dr. Michael LaitmanComentário: A moderna sociedade israelense sofre de divisão. As pessoas sentem que são estranhas umas as outras, realmente a ponto de ter aversão e ódio. Às vezes, você simplesmente quer que alguém desapareça, subir num avião com sua família e partir para sempre.

Resposta: Isso é o que nós sentimos na época do exílio egípcio. Esta é a escravidão, quando o ego nos domina, “joga” conosco de forma mais rigorosa, e cria relacionamentos como estes entre nós.

Como resultado, nós nos encontramos numa posição onde simplesmente não temos para onde ir. Hoje, alguns ainda pensam que podem fugir para algum lugar em outro país, mas nada vai ajudar.

Pergunta: Portanto, Israel se tornará uma panela de pressão onde as pessoas estão trancadas, totalmente incapazes de se tolerar?

Resposta: Certo, assim era no passado e é o que também vai acontecer no futuro. Não haverá outra escolha para nós além de alcançar a unidade. Além disso, sem achar uma saída, vamos concordar que a unidade só é possível acima do ódio.

Uma Ponte Sobre O Abismo

Pergunta: Os abismos que separam as pessoas têm tomado forma e cristalizado por anos. Hoje, a impressão é de que é impossível construir pontes sobre eles. É possível esquecer todas as diferenças e insultos? É possível ter controle sobre o potencial negativo?

Resposta: É possível. Eu não lhe pergunto quem e o que você é, a que comunidade ou partido você pertence. Não é nada disso. Eu só sei de uma coisa: eu estou com você, nós estamos com todo mundo, precisamos estar juntos, e isso é o que eu estou passando. Certamente, nós somos diferentes, opostos. Nós até nos odiamos. Tudo isso é completamente sem importância. Em vez disso, o que importa é apenas uma coisa: nós temos que começar a nos conectar e unir entre nós.

Nós demonstramos essa conexão e unidade através dos workshops, onde nos sentamos com pessoas muito diferentes, estranhas, refletindo todo o espectro social. Vamos tomar um representante de cada partido, senta-los juntos e organizar um workshop, e você vai ver que, mesmo numa composição mista como essa, eles vão descobrir maneiras de se conectar. Eles descobririam isso com a condição: de que ninguém pisoteie os outros e fomente o ódio neste chão. Pelo contrário, cada um está pronto para se unir e se conectar com os outros acima de todos os pensamentos e desejos anteriores.

Então, nós realmente realizamos isso, e no centro do círculo algum tipo de nova força é revelada, calor, compreensão mútua, capacidade de suportar e manter uma conexão mútua. Esta é a segunda força fundamental latente na própria natureza, o poder do amor. Não é o amor que irrompe entre um homem e uma mulher, mas a mesma força que penetra através das relações interpessoais.

Passos Em Frente

Hoje, nós estamos na dimensão do ódio e do egoísmo. Eu não tolero os outros; eu sempre procuro ser superior a eles e quero vê-los abaixo de mim, sob o meu controle.

Mas, é impossível continuar desta forma. Nós chegamos a um ponto em nosso desenvolvimento onde o egoísmo está nos devorando de dentro. Ele não vai nos deixar viver como antes, nem o povo de Israel, nem a humanidade como um todo. Portanto, pela primeira vez na história, a sabedoria da Cabalá foi revelado ao mundo. Sua função é nos ensinar como, sob novas condições e apesar da oposição, podemos segurar e manter uma boa conexão mútua.

Do Programa da Radio Israelense 103FM, 22/03/15

Conectando-Se Com Outros Para A Correção Do Mundo

Dr. Michael LaitmanPergunta: Com quem o nosso movimento pode trabalhar em parceria e em que condições?

Resposta: Nós estamos prontos para nos conectar com todos aqueles que desejam conexão em prol da correção do mundo. Suponha que amanhã Abu Mazen venha e se ofereça para trabalhar em parceria para a correção do mundo. Nós gostaríamos de apertar as mãos e começar a trabalhar juntos. No momento em que alguns cálculos egoístas são inseridos deste pacto, nós pararíamos imediatamente esta atividade compartilhada.

A ausência de considerações egoístas e um anseio em corrigir o mundo é a condição necessária. Para a correção é necessário atrair a Luz que Reforma, pois só isso pode ajudar. Se ele está pronto para isso, eu estou pronto para me unir com ele. Mesmo que, por enquanto, pareça que não está pronto.

Nós devemos levar em conta que é possível tomar um pouco de todo o amplo espectro de diferentes facções, forças políticas, nações e governos por um curto período de tempo com o objetivo d e avançar. Isso ocorre porque cada um tem algum problema singular, e, portanto, eles podem se unir conosco e nos apoiar.

No ano passado, nós nos encontramos numa situação dramática com respeito ao sequestro de três jovens. As pessoas sentiram uma pressão e tensão terríveis porque nós queríamos encontrar e trazer de volta os meninos. Portanto, com este evento, nós tivemos a possibilidade de trabalhar com muitas organizações em Israel para conectar as pessoas.

De qualquer forma, é claro para todos que a conexão nos deixou mais fortes. Nós recebemos mais se nos conectamos por meio da oração, um desejo e uma ação compartilhados. Portanto, as pessoas saíram às ruas para marchar e se reunir. Milhares de pessoas saíram às ruas com cartazes exigindo a libertação dos reféns. Foi assim que aconteceu em todo o mundo.

Por que o desejo de reunir apareceu dentro de todos eles de repente? Inconscientemente, eles sentiram que havia algum tipo de força corretiva nisso, algum tipo de espírito novo que apareceria nas pessoas, juntamente com o conceito de um novo estado.

Mesmo os animais instintivamente convergem durante um momento de perigo. As ovelhas se reúnem num só rebanho e se amontoam quando estão preocupadas com um ataque de lobos. Se um incêndio florestal irrompe, todos os animais fogem dele juntos sem medo um do outro. Isso ocorre porque a crise geral os conecta, e ninguém se olha para o outro a fim de devorá-lo. Todos eles fogem, o que significa que se reúnem num movimento comum.

Essa inclinação para se conectar num momento de dificuldade também existe instintivamente entre as pessoas. Nós precisamos desse espírito de conexão, mesmo que não seja um exército marchando e tocando músicas que está prestes a atacar como uma pessoa. Mesmo que nós não saíamos ao ataque, apesar disso, nós achamos que desta forma estamos estabilizando uma força através da qual podemos corrigir a situação.

Portanto, eu acho que nós precisamos compartilhar essa inclinação que é sentida entre as pessoas e nos unir juntamente com elas em ações como estas. Além disso, devemos organizar círculos de discussão em parques, pátios e nas casas.

As pessoas que agora se encontram numa situação tão original estão prontas para participar de discussões como estas. É necessário discutir por que isso aconteceu conosco e como podemos garantir que isso nunca vai acontecer de novo, mas apenas com o propósito de avançar para a melhoria de uma situação e o bom relacionamento com os outros.

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabalá 19/06/14, Escritos do Baal HaSulam

Há Esperança!

Dr. Michael LaitmanPergunta: A questão da unidade e da conexão nunca foi tão dominante. Até mesmo os pais de três meninos que foram sequestrados no ano passado continuam dizendo quanta força eles receberam da unidade e o quanto sentiram que seu problema era um problema de todos. Então, por que a unidade que sentimos entre as pessoas nos dias de hoje não é tão forte como era antes?

Resposta: Nós simplesmente vemos a falta de conexão numa resolução muito maior e com muito mais precisão. Em vez do que antes parecia correto, a escala tornou-se maior e agora vemos que não há nenhuma conexão hoje.

Pergunta: Como podemos provar a uma pessoa que os resultados, como os sequestros, podem ser alterados por ações de conexão?

Resposta: Você quer mostrar a uma pessoa uma conexão clara e direta e que se ela realizar a conexão num determinado lugar, isso vai levar a uma conexão em outro lugar. Você nunca será capaz de fazer isso.

Mas há muitos casos na vida em que temos a certeza de que nossas ações ajudam, embora não vejamos uma conexão direta. Portanto, as pessoas saem para demonstrar e participar de reuniões públicas. Eu não posso mostrar a uma pessoa uma conexão entre coisas que ela não pode perceber com seus sentidos, uma vez que esta é a revelação das ações do Criador à criatura. Ela ainda não chegou a um nível tal, uma vez que não tem os sentidos que lhe permitem ver isso.

Pode ser uma pessoa racional, muito inteligente, que não se deixa levar pelas emoções e que pode dizer que todas essas ações de conexão são totalmente inúteis e que a busca pelos meninos sequestrados era uma questão militar e que não tinha nada a ver com ela. Se ela não sentia qualquer conexão com isso, não há nada que pudéssemos fazer. A fim de ver a conexão, ela tem que corrigir seus desejos para que eles sejam “a fim de doar” e, assim, ela vai descobrir dentro de si até que ponto a Luz superior está relacionada a esses desejos. Portanto, nós devemos simplesmente atrair essas pessoas para a conexão através de diferentes explicações que lhes mostrem que a conexão é benéfica e que através dela nós poderíamos ter ajudado a libertar os meninos e ajudá-los a voltar para casa em segurança.

Se uma pessoa se compromete a participar de um workshop, nós temos que fazê-la sentir que uma força especial desperta na conexão entre nós, e que esta pode fazer algo além de nossa natureza comum. Ela pode mudar a situação atual. Quando uma pessoa sentir a força da conexão, esta vai impressioná-la para além do seu nível atual. Nós podemos explicar que estamos todos conectados uns aos outros, que estamos todos num único sistema, que toda a humanidade está conectada e que se você corrige a si mesmo, você insere a força de correção em todos.

Na verdade, antes da revelação, é impossível provar qualquer coisa a uma pessoa, mas nós vemos que as pessoas estudam durante anos e não partem em função da expectativa da revelação. Elas acreditam que a revelação irá ocorrer em algum momento, já que uma iluminação à distância as sustenta. Uma pessoa que tenha participado de um workshop ou de um círculo também vai sentir tal iluminação à distância. A sensação de que essas ações podem realmente afetar e mudar a situação desperta nela, uma vez que a Luz age nela.

Há esperança. Caso contrário, eu não iria reunir as pessoas. Eu já estou comprometido com elas desta maneira e as transformo em minhas parceiras. Eu não posso mostrar-lhes o mundo do jeito que eu o veja, e elas não sabem que nós abrimos o caminho para a Luz que vai resolver tudo. Ela não só vai resolver com sucesso problemas como sequestros, mas também vai corrigir o mundo inteiro. Nós vamos subir até o topo, nos tornar mais respeitados e realmente nos transformarmos num reino de sacerdotes e uma nação santa.

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabalá 19/06/14, Escritos do Baal HaSulam

Um Experimento Caseiro Para Mudar A Realidade

Dr. Michael LaitmanPergunta: Será que a solução que a sabedoria da Cabalá oferece tem uma base científica ou é baseada simplesmente nos sentimentos?

Resposta: Certamente esta solução é realizada numa pessoa nos sentimentos, pois nós fomos criados a partir da substância do desejo de receber. Desta forma, nós sentimos tudo através deste desejo e avaliamos as coisas só por isso, tanto as boas como as más.

Mas ela é certamente uma sabedoria, uma ciência. A sabedoria da Cabalá descreve com precisão todos os sistemas em que nós existimos, nossas conexões com o outro, e os níveis de ascensão, ou seja, como aumentar e fortalecer a conexão entre nós de acordo com os 125 níveis. A sabedoria da Cabalá usa a terminologia científica: cinco mundos, Partzufim, Aviut (nível de desejo), Masach (tela) e Ohr Hozer (Luz de Retorno).

Através de sua correção, o Cabalista corrige o mundo inteiro. Como se diz em Provérbios 10:25: “… O justo permanece firme para sempre”. Ao longo de todas as gerações, os Cabalistas, através das suas ações, tentaram “adoçar” o nosso mundo. Mas agora nós chegamos a tal estado em que não um Tzadik (um justo), mas todo Israel, e depois dele o mundo inteiro, deve chegar à conexão consciente.

Nós devemos convidar as pessoas para workshops caseiros (círculos em casa), para discussões em torno de uma “mesa redonda”. Nós estamos prontos para organizar simultaneamente milhares de mesas redondas caseiras como essas em Israel, e, assim, alcançar resultados positivos.

Vamos começar imediatamente a sentir grandes mudanças na sociedade israelense, e teremos o maior prazer em participar de reuniões deste tipo que vão estabelecer uma boa atmosfera em todo o país. Essas reuniões devem ser dedicadas apenas à conexão e unidade entre nós e só por boas atitudes. Isto terá um efeito positivo na saúde, relações familiares, e bem-estar de cada indivíduo e todas as pessoas em geral.

Este é um experimento caseiro que podemos realizar ativamente e ver bons resultados.

De KabTV “O Encontro dos Mundos” 16/06/14