Textos com a Tag 'natureza'

A Fonte De Todas As Forças Da Natureza

laitman_753Pergunta: Quem é o Criador?

Resposta: O Criador é a força superior que inclui em si todas as outras forças do mundo.

Pergunta: Está escrito nas fontes originais: “É impossível entender o Criador sem tê-Lo experimentado”. Isto é correto?

Resposta: Sim, porque tudo o que entendemos, nós aprendemos com as sensações – como uma criança que põe tudo na boca para tocar, sentir. Para ela, o paladar é o receptor mais importante, o órgão mais importante da sensação. Da mesma forma, devemos experimentar tudo em nossos cinco sentidos, incluindo visão, audição, olfato, tato e paladar.

Quando sentimos algo neles, tudo se reúne em um sistema preciso e todas as nossas ciências se originam dele. Além disso, complementamos nossos sentidos com ferramentas que ampliam o alcance de nossos órgãos sensoriais naturais: binóculos, microscópios, telescópios etc.

No entanto, existem forças no universo que nossos sentidos não percebem. A ciência da Cabalá nos permite desenvolver um órgão adicional de sensação que inclui os mesmos cinco sentidos, mas em um nível diferente.

Explorando sua natureza, revelamos sua fonte comum, chamada “Criador”, e começamos a perceber como eles nos afetam, como determinam todas as condições, forças e circunstâncias em que existimos. Então, já estudamos o sistema de forças que determina nossa vida.

Assim começa a existência consciente do homem, quando já sabemos o que foi, o que será, por que foi e por que será, se podemos mudar alguma coisa no futuro, etc. Isto é, a vida se torna não apenas consciente, mas também gerenciável. Este é o assunto e o propósito da ciência da Cabalá.

De KabTV, “A Essência Da Ciência Da Cabalá, Parte 3”, 12/11/18

Entenda As Forças Ocultas Da Natureza

712.03Pergunta: O que é a “revelação do Criador aos seres criados neste mundo”? É possível comparar a revelação do Criador com a revelação das leis do magnetismo ou da eletricidade? Nós simplesmente aprendemos a usar as leis da natureza que antes estavam escondidas de nós?

Resposta: Revelar o Criador significa revelar as forças ocultas da natureza, suas dependências, leis, fórmulas e gráficos, ou seja, entender o que existe dentro de nós, entender não a imagem que vemos agora, mas as forças por trás dela.

A natureza é controlada por certas forças. Suas relações mútuas, seu impacto sobre nós, nosso impacto reverso sobre elas – precisamos de todo o quadro para continuar nossa existência pelo menos mais ou menos confortavelmente e com confiança. As ciências do nosso mundo apenas nos levam à consciência de que não controlamos a natureza e suas forças – podemos nos esconder um pouco do impacto negativo e nada mais.

Ao mesmo tempo, há um crescente sentimento de que a ciência está em crise, num beco sem saída, e o próximo avanço deve estar além dos limites de nosso mundo, para aquelas forças que estão fora da esfera de nossa existência atual, fora da esfera do nosso universo.

Estas são as forças ocultas da natureza que são superiores a nós e definem toda a nossa vida.

Pergunta: Podemos dizer que elas são a causa dos eventos que nos acontecem no mundo físico?

Resposta: Naturalmente. Certamente.

Pergunta: Acontece que se eu atingir essa força oculta enquanto estiver neste mundo, isto é, se sentir isso com meus cinco sentidos, isso é a revelação do Criador?

Resposta: Sim, você pode dizer isso.

Pergunta: É uma realização sensorial?

Resposta: Isso é alcançado não apenas nos sentimentos, mas também na mente.

Nós revelamos como as forças que nos afetam estão interconectadas, seu desenvolvimento causal e seu impacto consistente em nós. Em geral, vemos uma imagem completa do nosso mundo sob a influência das forças superiores do governo: o significado “superior” ainda escondido de nós.

Além disso, começamos a ver e compreender a possibilidade de nossa influência sobre essas forças através de uma conexão reversa, a fim de levá-las a um estado no qual elas nos influenciam de forma desejável e positiva.

De KabTV “A Essência da Ciência da Cabala, Parte 2”, 12/11/18

Desamparo Diante Da Natureza

laitman_251A humanidade se sente vivendo em um determinado espaço. Aquilo em que existimos internamente, chamamos de nosso mundo. Esta é a natureza circundante, seus níveis inanimado, vegetativo, animado e humano.

Nosso mundo é governado de alguma forma e vive de acordo com suas próprias leis. Estudamos essas leis e tentamos encontrar alguma conexão entre elas, como elas nos afetam, como podemos afetá-las, as propriedades da natureza e como subjugar a natureza para torná-la lucrativa e confortável para existirmos neste mundo.

Como resultado de nosso desenvolvimento, que durou muitos milhares de anos na Terra, chegamos à conclusão de que ainda sabemos pouco sobre o nosso mundo porque eventos que não podemos prever ocorrem nele e existem forças que não podemos controlar. Elas nos afetam de uma maneira terrível, nos assustam e nos colocam em situações que nos fazem sentir pequenos, mesquinhos e miseráveis.

Apesar das conquistas da ciência, não sabemos quando haverá um terremoto ou um furacão e qual poderá ser seu impacto. Em geral, há enormes forças da natureza que estão se desenvolvendo, causando grandes problemas, e não podemos fazer nada a respeito.

Não podemos fazer nada com nossas vidas, não podemos criar uma sociedade boa, interações corretas entre cônjuges, filhos e pais. Não podemos fazer nada sobre o fato de que somos limitados em nossa vida, fracos diante da natureza, diante de nós mesmos. Somos desamparados diante da vida e da morte, e achamos isso muito deprimente. Inconscientemente, isso nos humilha.

Em geral, vivemos em um mundo do qual nada sabemos.

Pergunta: Existem certos algoritmos pelos quais a natureza nos desenvolve, mas não os conhecemos?

Resposta: Mesmo se nós os conhecêssemos um pouco e gradualmente viéssemos conhecê-los, isso não nos ajudaria a governar. O desenvolvimento da humanidade leva apenas ao fato de que, de alguma forma, nos protegemos das influências negativas da natureza, mas nada mais.

Uma pessoa se encontra no sistema de forças que a governa em todos os níveis. Não podemos fazer nada no campo da economia, relações familiares, relações de Estado, ou na esfera da ecologia, em nada. É em nossa era, quando alcançamos tal prosperidade, tal força e tal entendimento da natureza, que nos convencemos de que somos muito fracos e não os conhecemos.

De KabTV, “A Essência da Ciência da Cabalá, Parte 1” , 12/11/2019

Nova Vida # 1041 – Viver Em Sincronia Com A Natureza

Nova Vida # 1041 – Viver Em Sincronia Com A Natureza
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Tal Mandelbaum ben Moshe

Resumo

O ego humano nos coloca em conflito com a natureza. As mães não querem amamentar, as crianças crescem separadas de suas casas e famílias, e a tecnologia nos confunde com notícias falsas, etc. Precisamos alcançar o reconhecimento do mal para avançar em direção a uma compreensão do que a natureza exige de nós e para superar a confusão que encontramos no mundo de hoje. A verdade é encontrada na natureza, que nos mostra a necessidade de estar conectado a uma família primeiro e depois expandir as conexões a partir daí. Devemos começar a considerar que tudo ao nosso redor é para o bem da humanidade. Precisamos aprender a usar a tecnologia e outras formas de desenvolvimento para o benefício de cada indivíduo, em vez do ganho monetário de alguns.

De KabTV “Nova Vida # 1041 – Vivendo Em Sincronia Com A Natureza”, 24/07/18

Quantas Forças Existem Na Natureza?

Laitman_632_3Pergunta: É possível destacar outras forças no poder superior da natureza?

Resposta: Não. Existe apenas um poder do Criador/natureza, que gerencia tudo em um único sistema com uma única força de doação. Toda a criação é baseada no poder oposto. O objetivo é manejá-lo, mudar sua direção e ingressar no Criador, corrigindo-o.

Pergunta: Mas o poder da criação também é um poder. Isso significa que já existem dois?

Resposta: Não. O fato é que não podemos simplesmente dividi-lo.

Nós precisamos entender se o egoísmo realmente existe. Parece que sim. Mas para quê? Ele existe para nos dar a oportunidade de adquirir a propriedade oposta de doação, amor e altruísmo. Quando chegamos lá, descobrimos que o egoísmo nunca existiu, apenas pareceu-nos que existiu para se elevar à propriedade de doação e amor.

Mas estas são todas palavras vazias até a própria pessoa experimentar isso.

Da Lição de Cabalá em Russo 04/02/18

A Natureza Não Deixará Ninguém Para Trás

Dr. Michael LaitmanPergunta: Se uma pessoa não tem um ponto no coração e não requer um movimento consciente para sua fonte, qual é o problema em acalmar-se com drogas? Ela não é capaz de fazer nada de qualquer maneira e é completamente dependente daqueles com um ponto no coração.

Resposta: Eu não acho que você esteja certo. Nós estamos todos dentro de um enorme mecanismo como suas engrenagens ou rodas dentadas. Portanto, não há ninguém, não importa o que ele seja, que não gire com todos.

Digamos que um pescador solitário esteja sentado em uma pequena ilha no Pacífico, ganhando sua vida pescando. Mas se um tufão ou um tsunami vier, ele não terá mais peixes ou esta ilha. A natureza não deixará ninguém para trás, indiferente, sem trabalho.

Todos terão que entender o que há no final dos dias deste mundo egoísta que precisa de um “reinício” sério. Não restará mais ninguém que não entenda isso.

Quem teria pensado há 10 a 15 anos que a América estaria em um estado tão regressivo, e que o petróleo e o gás em que a Rússia vive, desapareceriam gradualmente? Ninguém.

Em geral, nosso sistema não muito confiável de unidade mútua de povos e países, e sua incapacidade de interagir adequadamente uns com os outros, será exposto.

Este é o principal problema; no mundo global, o egoísmo nos separa e não nos permite realizar negócios como de costume.

Da Lição de Cabalá em Russo 14/01/18

Integrado Na Natureza

Laitman_715Pergunta: O que você pode fazer se vê que as pessoas neste mundo não estão completamente conectadas?

Resposta: Infelizmente, isso é assim. Mas toda a natureza – inanimada, vegetativa e animada – já está começando a se fechar. Ela nos é revelada cada vez mais integral. Tudo sem exceção entra em um único sistema.

E a natureza sempre foi assim, mas agora está se aproximando do homem, querendo incluí-lo dentro dela e não pode. Nós nos opomos a todos os seus graus e não conseguimos nos integrar porque não estamos integrados dentro de nós mesmos e entre nós.

É possível discordar disso e dizer: “É verdade que a natureza inanimada, vegetativa e animada está integrada? Nós vemos como os animais se devoram”. Mas para eles é um meio de existência. Eles não têm intenção de causar danos um ao outro, apenas para coexistir corretamente.

Mas não vemos isso, porque nós os olhamos do nosso ponto de vista egoísta. Se pudéssemos observar a natureza corretamente, entenderíamos que eles não se destroem, mas apenas atuam em simbiose.

Da Lição de Cabalá em Russo 13/08/17

Não Há Nada De Mau Na Natureza

laitman_232.08.jpgPergunta: Se eu vejo uma propriedade negativa em um amigo, eu tenho que complementá-la. O que isso significa?

Resposta: A lei da natureza é tal que não há nada de errado com isso. E não há nada de mau no homem, nem em nenhum de nós! O “mau” veio da nossa quebra e então você tem sua quarta parte, em outra metade, e em mim uma terceira, etc.

Se reunirmos essas propriedades, elas formam uma propriedade de plenitude que consiste em um mais e um menos. Na verdade, quando a lama quebrou, as propriedades negativas foram formadas, e mesmo as positivas parecem negativas porque não há nada que possa complementá-las.

A sabedoria da correção é corrigir a separação e a distância entre nós. Nós precisamos fazer o nosso cérebro trabalhar nessa direção: não há nem mau nem bom. Separação e distância entre nós são más. Portanto, nós vemos propriedades quebradas, que sempre nos parecem negativas.

Se não há nada para se opor a uma propriedade quebrada, não importa o quão positivo for, parecerá negativa.

Da Convenção em Vilnius “Do Caos à Harmonia”, Dia 1, 11/03/17, Lição 1

Por Que A Natureza Nos Pune? Parte 4

Laitman_703.04Pergunta: Como as relações entre as pessoas podem afetar um vulcão ou um terremoto? Um oceano pode descobrir que as pessoas em sua costa começaram a se tratar melhor e então se acalmar?

Resposta: Nós todos: a natureza inanimada, plantas, animais e humanos pertencem a um único sistema. Tsunamis e furacões são despertados pelas mesmas forças que são controladas por nossos pensamentos e sentimentos. É só que a nossa mente e os sentimentos estão em um grau superior à força que causa furacões. Um furacão é forte em quantidade, e uma pessoa em qualidade.

Se melhorarmos nossos relacionamentos no grau humano em “dez gramas”, aproximando-nos uns dos outros, então enfraquecemos o furacão em menor grau não em dez gramas, mas em dez bilhões de vezes. Isso não causará nenhum dano.

Afinal, esse é um sistema, um nível acima do outro. Nós, no nível humano, estamos no nível qualitativo e o furacão, no nível inanimado, está no nível quantitativo. Sua força é em quantidade, e a nossa é em qualidade e, portanto, o pensamento humano é capaz de iniciar e parar furacões. No entanto, até agora, apenas os iniciamos.

Pergunta: Cem mil pessoas que ficam na costa podem parar com a força do pensamento um furacão que se aproxima?

Resposta: Não. Primeiro, elas não precisam ficar na costa para isso. O principal é que devemos alcançar a conexão e a unidade entre nós e equilibrar as forças do mal que temos com as forças do bem. Depois, em todos os graus – inanimado, vegetativo e animado que estão abaixo de nós – o equilíbrio também será restaurado.

Pergunta: Isso significa que a ameaça não vem de um oceano tempestuoso, a terra que se agita debaixo de nós ou um vulcão em erupção? Nós devemos transformar a força de nossos pensamentos a eles?

Resposta: Não! Devemos prestar atenção apenas em nós mesmos, corrigir nossas atitudes para com os outros. Por mais que isso possa parecer fantástico, irrealista e não científico, funciona exatamente dessa maneira.

Nós devemos aprender a controlar nossos pensamentos, desejos e intenções. Afinal, se não fizermos isso, eles se voltarão automaticamente para o lado egoísta, buscando trazer mais benefícios para nós e mais danos aos outros.

Pergunta: Como será a pessoa corrigida do futuro?

Resposta: A pessoa corrigida do futuro aprenderá a habilidade de manter um equilíbrio ideal com os outros de modo que não estará acima de tudo, e eles não estarão acima dela, mas todos serão amigos, conectados por boas relações. Graças a isso, toda a natureza chegará ao equilíbrio, e isso será chamado de Jardim do Éden, paraíso.

Pergunta: Com o que as pessoas se preocuparão quando acordarem de manhã em um Jardim do Éden?

Resposta: Está escrito que “o mundo age de acordo com suas leis imutáveis” e na vida tudo será o mesmo. Mas uma pessoa cuidará do equilíbrio entre ela e toda a natureza, incluindo toda a humanidade.

Pergunta: Essa será uma boa vida ou será muito chata?

Resposta: Não se preocupe, você terá experiências, não de problemas, mas de coisas agradáveis. Em vez de se preocupar com um telefonema da polícia, do médico ou da escola em relação aos seus filhos, você será tocado por uma boa atitude em relação a você.

De KabTV “Nova Vida” 10/10/17

Por Que A Natureza Nos Pune? Parte 3

laitman_763.3Pergunta: Hoje, a “engenharia climática” está se desenvolvendo rapidamente. Isso significa que, em vez de lutar pela preservação do meio ambiente, as pessoas estão tentando intervir em processos naturais e, com a ajuda de tecnologias avançadas, gerenciar o clima, resfriar o globo, mudar a estrutura da atmosfera e o estado dos oceanos, e assim por diante.

As pessoas tentam restaurar o equilíbrio na natureza com a ajuda da tecnologia moderna. Isso é bom para a humanidade, ou, inversamente, é um grande perigo?

Resposta: Nós certamente temos que pagar dessa maneira pela nossa reação errada, construindo casas resistentes ao terremoto e protegendo-nos dos golpes da natureza. No entanto, isso ainda não ajudará porque nós mesmos evocamos esses desastres naturais através do nosso comportamento errado.

Nós devemos entender que os pensamentos e desejos de uma pessoa estão no mais alto nível de todas as forças que existem no universo. Portanto, apenas com nossos pensamentos, desejos e intenções infligimos o principal dano à natureza.

O homem é o portador da força negativa na natureza, já que é guiado apenas pela força de recepção. Portanto, nós precisamos nos equilibrar com a força de doação. De forma natural, toda pessoa age na sociedade tentando receber tudo para si mesma. No entanto, de acordo com isso, devemos desenvolver uma capacidade de entrega em nós mesmos. Então o equilíbrio será estabelecido entre nós, e a partir da humanidade se espalhará para o resto da natureza.

Pergunta: Digamos que nós comecemos a tratar bem uns aos outros e haja amor e doação, completa harmonia entre todas as pessoas e todas as nações. Como isso pode parar uma erupção vulcânica ou um tsunami?

Resposta: Nossos pensamentos e desejos também são forças da natureza. O homem é parte da natureza, a coroa de seu desenvolvimento. Como somos diferentes de todas as outras partes da natureza? Temos ciência, inteligência e sentimentos mais desenvolvidos. Embora esses sentimentos sejam maus, eles são mais desenvolvidos em comparação com os animais, e por isso somos chamados de homem, ser humano.

O único problema é que não usamos nossas forças corretamente. Nós pensamos que podemos viver tão instintivamente quanto os animais, sem alcançar o amor ao próximo e sem explorar a nossa influência no mundo. No entanto, isso não está certo, porque pertencemos ao grau humano. E ser humano é antes de tudo ciência, razão e sentimentos, que nos elevam até o topo da pirâmide.

Acontece que, ao contrário de todos os outros níveis da natureza – inanimado, vegetativo e animado – que são instintivamente incluídos em um sistema chamado “natureza”, o homem se separa dele.

Nós somos obrigados a complementar o sistema da natureza através da nossa participação, juntando-se a ele junto com todos os outros. Ao equilibrarmos nossos sentimentos, nossa mente e a força negativa do nosso egoísmo com a força positiva, alcançaremos uma boa conexão com todas as partes da criação.

De KabTV “Nova Vida” 10/10/17