Textos na Categoria 'convenção'

Um Bom Lugar Para O Desenvolvimento Da Alma

A reencarnação das almas é como a reciclagem de água em nosso mundo. Esta é uma troca constante que ocorre entre os diferentes níveis de energia na qual se encontram as nossas características energéticas chamadas de alma.

A alma é algo efêmero, um estado de energia de uma pessoa que está constantemente subindo e descendo. Ciclos como estes são necessários para realizar a constante mistura, adesão e divisão de todas as almas uma com a outra. Elas criam constantemente a correção mútua, a integração mútua, e levam todas as almas individuais a um estado único e geralmente compartilhado de uma só alma.

Este estado é chamado de fim da correção, e nós temos que alcançá-lo em breve. Portanto, tanto a sabedoria da Cabalá como a crise têm surgido neste mundo. Não resta muito tempo para chegarmos a este estado, seja através dos golpes da natureza, dos enormes problemas, ou pela aprendizagem e uso adequado do método da sabedoria da conexão (Educação Integral).

Pergunta: Em nosso mundo existem lugares energéticos que podem preencher a alma?

Resposta: Não, não há lugares no mundo com essas características únicas. Eles influenciam nossa saúde mental, fisiológica e até mesmo os nossos atributos emocionais, mas não a alma, não a espiritualidade, ou seja, a ascensão de uma pessoa à característica de doação e amor.

Somente num grupo forte, criado de forma correta, e onde as pessoas cooperam mutuamente no caminho certo é que se encontra o foco de um estado como este, onde uma pessoa pode entrar nesta sociedade e se desenvolver muito rapidamente.

Esta não é uma localização geográfica; ao contrário, é simplesmente uma energia que é acumulada por muitas pessoas que anseiam em descobrir a força central do mundo. Apenas um grupo Cabalístico é um bom lugar para o desenvolvimento da alma.

Do Acampamento Internacional de Verão na Bulgária 12/07/14, Lição # 4

Material Relacionado:
Como Adquirir Sua Alma
Aprendendo Nós Mesmos A Puxar As Cordas
Vida Eterna Dentro Da Conexão Integral: Lição 1 Da Convenção Na França

Cabalá e Psicologia Junguiana

Pergunta: Tenho encontrado muitas respostas para questões e uma compreensão e consciência do mundo em psicologia junguiana. Existe uma conexão entre a sabedoria da Cabalá e psicologia?

Resposta: A sabedoria da Cabalá e da psicologia materialista estão intimamente ligadas. Mas a idéia é que a psicologia é envolvida com a investigação da psicologia de um animal chamado de “humano”.

Para cada besta – um cavalo, um macaco ou um elefante – existe a sua própria psicologia comportamental e assim por diante. Por isso, é possível aprender a psicologia do ser humano como um animal, através das obras de Jung e o resto dos cientistas, porque eles investigam a natureza humana comum.

Mas, se você quer aprender a psicologia da alma, então a psicologia comum não ajuda você; não vai ser suficiente. Cientistas psicólogos não podem investigá-la porque eles não alcançaram a sua própria alma. Aqui a sabedoria da Cabalá é necessária. [Leia mais →]

Realizar O Desejo Do Criador

Pergunta: A oração de muitos é uma oração única. É derivado de um estado onde, desde o início, eu estou pronto para aceitar a ocultação do Criador sobre mim?

Resposta: O grande cabalista Baal HaSulam pediu ao Poder Superior a capacidade de descrever o método cabalístico para o povo mais simples. Ele estava pronto para descer a qualquer nível, para que pudesse transmitir isso em uma linguagem simples.

Esta é a mesma coisa que estamos fazendo hoje com a nossa divulgação; nós estamos continuando o mesmo movimento. Isto é obrigatório para toda a humanidade. Ainda mais do que isso, como é que podemos falar sobre doação, se estamos pensando em como vamos subir, em vez de pensar sobre a forma de realizar o desejo do Criador, em trazer o mundo inteiro para a conclusão da correção?

Em breve você terá a oportunidade, seja como uma pessoa com um número de pessoas a serem envolvidas com níveis cabalísticos mais elevados e elevando nos níveis espirituais, ou não elevando nos níveis, mas, pelo contrário, mesmo descendo, mas trazendo isso para as pessoas. Perguntas deste tipo aparecerão no seu íntimo. E você vai ver que não há nenhuma outra maneira, exceto dedicação. Queira Deus que este seja o momento!

[144725]

Da Convenção Em São Petersburgo, “Primeiro Dia”, 19/9/14, Lição 2

Material Relacionado:
A Reclamação Do Mundo Inteiro É A Nossa Oração
Elevar-se E Puxar Outros Com Você

Convenção Em São Petersburgo: Fazendo Uma Aliança

Fazemos uma aliança na convenção, porque sem a aliança não podemos chegar ao desejo comum pelo qual nós revelamos o Criador. Não é capricho de ninguém, mas uma condição essencial que é necessária para o trabalho espiritual.

De acordo com a lei de equivalência de forma, um vaso (Kli), que descobre um determinado atributo, deve também assemelhar-se ao atributo em nosso mundo. Tome física, química, fisiologia, ou qualquer coisa que você goste, por exemplo, é o mesmo em todos os níveis.

Assim, devemos alcançar o atributo de nos assemelhar e nos tornarmos igual ao Criador, e é alcançado na conexão entre nós quando subimos acima do ego. Isto é o que devemos aspirar. Tal aceitação do caminho, da intenção e da realização deste estado é chamada de um pacto. Apesar de não a termos alcançado ainda, comprometemo-nos a isto.

Podemos falar às pessoas sobre isto com antecedência. Nós não estamos escondendo nada, e esta é a razão por que estamos a realizar a convenção que tem que trazer a todos nós a máxima conexão e unidade e até mesmo, espero, para o primeiro nível de assemelhar-se e ser igual ao Criador, o que significa para Sua revelação.

[142769]

Da Convenção Em Sochi 25/8/14, Lição 4

Material Relacionado:
O que esperamos da convenção em ST. Petersburg?

Derramando Lágrimas De Alegria

Dr. Michael LaitmanQuestão: Eu não posso fazer nada quando vejo o ódio, a simulação e fraude na forma como os amigos se comportam.

Resposta: Claro. Ninguém é perfeito. Estamos todos espiritualmente imperfeitos. Todos nós queremos ser corrigidos. Quando subimos deste estado, mesmo que um pouco, em direção ao Criador, nossas ações são muito desejáveis para Ele.
É absolutamente natural que eu veja que os amigos também são tão imorais quanto eu sou, nos seus pensamentos, nos seus sentimentos, nos seus planos perversos e nos diferentes e negativos impulsos que eles têm. Se eu corrigir tudo isto, eu imediatamente caio nestes defeitos uma e outra vez. Pelo menos reconhecemos o fato de que estamos num grande buraco de esgoto e que todos os nossos pensamentos e desejos imperfeitos são o nosso estado inicial.

As vossas lágrimas são lágrimas maravilhosas sobre o reconhecimento do nosso estado. Isto já indica que a Luz Superior o influência e o ajuda a entender onde você está em relação a isso. É já o reconhecimento do mal e não apenas algum nível inferior, mas um estado a partir do qual você pode avançar e saltar para a frente.

Então nós temos que transformar estas lágrimas em lágrimas de alegria e agradecer ao Criador por lhe dar o reconhecimento deste seu estado e tal suporte! Você não está isolado numa fazenda Finlandesa a chorar pelo seu destino.

Você está num grande grupo que lhe fornece apoio. Você tem um completo sistema saudável e sabe que é parte dele, como ele opera em você, e como deve usá-lo, a fim de chegar ao centro, ao equilíbrio absoluto. Você tem tudo isso! Assim, as suas lágrimas são apenas o começo, apenas o reconhecimento do seu estado. Eu diria mesmo que você chora sobre si mesmo. Deve pelo menos atribuir isso a si e derramar lágrimas de alegria, uma vez que entende quem o está a gerir, cujo caminho você está a seguir. Isto acontecerá. Segure-se a nós e tudo vai ficar bem.
[ 129185 ]

Para Amar, Perdoar E Entender

Pergunta: Durante o congresso, aprendemos a sentirmos melhor uns aos outros, sentir os desejos dos amigos. Ao mesmo tempo, a nossa sensibilidade para com todas as outras pessoas que deparamos na vida cotidiana se tornou mais nítida também.

Resposta: Está simplesmente tornando-se claro quem elas são. Afinal, quando olhamos para as crianças pequenas, nós os entendemos. Da mesma forma, agora, quando olhamos para as massas, entendemos o que elas realmente são: nada, essencialmente crianças.

Pergunta: O que deve acontecer dentro de nós no momento em que formos entre elas para disseminar?

Resposta: Nada. Ame, perdoe, e compreenda-as. Elas são pessoas comuns com todas as suas fraquezas, pensamentos e desejos, tudo o que é inculcado nelas através do programa da natureza. De que outra maneira você poderia se relacionar com elas? A natureza está operando nelas e elas, como bonecos de corda, estão executando o seu programa. Assim, o seu trabalho é tratá-las com calma e firmeza, da mesma maneira que elas se tratam, salvo de uma forma benevolente. [Leia mais →]

Não Há Dois Amores que Sejam Iguais

Dr. Michael LaitmanQuestão: Como muda o amor de estado para estado? Quais são os tipos de amor?

Resposta: O que é considerado como sendo amor no nosso mundo não é considerado amor na Cabalá.

O amor terreno é narcisismo. Todas as nossas emoções entram nele, e o amor de que fala a sabedoria da Cabala já é o amor em si mesmo, pois independentemente de qualquer negatividade que sentimos dentro do nosso ego em direção à fonte de amor, nós amamo-lo apesar deste sentimento.

Isto não é masoquismo. Pelo contrário, é a supressão do ego em oposição ao que é possível amar, e se não “em oposição”, então isto significa que nos amamos a nós mesmos, ao nosso ego.

Portanto, todos os tipos de amor terreno — para com uma criança, para com um marido, para com uma mulher, não importa para quem ou o quê — tudo isto é narcisismo.

Desta forma, o desapego do amor terreno tem lugar em todo o comprimento dos 125 níveis todos, e apenas na medida em que rejeitamos o nosso ego é que é possível neste grau alcançar uma característica neutra, depois dessa a característica de doação, e depois dessa, a característica do amor, que é a de receber a fim de doar, e é assim em todos os níveis.

Em outras palavras, primeiro fazemos uma restrição (Tzimtzum) em cada nível fechando o nosso ego, e depois disso, nós alcançamos as fases de impregnação (Ibur), amamentação (Yenika) e um estado maior (Mochin).

[127753]

 

Defronte Do Homem Em Mim

Dr. Michael LaitmanPergunta: Como me anulo defronte do grupo?

Resposta: É muito difícil fazer isto, é mesmo quase impossível. É necessário fechar os olhos e colocar-se sob a influência do grupo e tentar física, moral, psicológica, e espiritualmente ser anulado dentro do ambiente. É apenas assim! Submeta-se e baixe-se e aceite-os como eles são. Se este é o grupo ao qual me levaram e eu me anulo perante ele, então eu obtenho minha restrição.

Portanto, é da máxima importância que a cada dado momento se organize internamente, e clarifique: “Defronte onde estão meus pensamentos, poderes, e desejos direccionados – tudo isso que está numa pessoa?”

Constantemente realizando uma análise da auto-imagem interna, eu descrevo a mim quem eu sou neste momento, uma fera ou algo semelhante à imagem de homem. Infelizmente, sempre descubro que sou essa fera. Contudo, após isso, acontece movimento, mesmo pequeno, em direcção ao eu humano.
[127748]

 

Nove Etapas No Caminho Para A Unidade, Ponto 3

A Bola De Framboesa

A “bola de framboesa” está totalmente, absolutamente, perdendo toda a atitude individual para com os amigos. Tiramos todas as nossas vestes do corpo físico e qualidades internas de tudo o que nós recebemos da natureza; apenas a centelha permanece, o Reshimo, inerente a todos, núcleo espiritual de todos, sua aspiração pela unidade.

Se eu ainda distinguir uma atitude, diferenças entre nós, então não é um grupo. O grupo é quando todos os amigos são iguais, quando não vejo nenhuma diferença entre eles. Eles são todos Reshimot, todos estão se esforçando para alcançar a unidade.

Durante a primeira fase da introdução de garantia mútua, o Criador só nos leva a conexão e é um estado bastante teórico. Por outro lado, para formar a bola de framboesa, nós já devemos nos ligar ativamente com todos. O trabalho com a bola de framboesa começa com os esforços para não ver qualquer diferença entre amigos, e termina quando todos se unem em um só. [Leia mais →]

Pessoas Que Te São Próximas

Questão: Eu tenho de abraçar os amigos, como é hábito aqui?

Resposta: Houve um tempo em que eu também rejeitava abraçar homens. De um modo geral, eu não me relaciono com pessoas que expressam os seus sentimentos exteriormente. Isto foi muito difícil para mim. Durante muito tempo, eu não sabia o que fazer.

Mas depois disso, eu recompus-me e comecei a pensar: ” Por é que isto é necessário? Onde é que isto nos leva? Porque é que está a surgir dentro de mim uma luta tão grande? E se eu realmente sentisse que estes são os meus filhos ou parentes muito próximos? ”

Se tu queres abraçar uma moça, então, isto é compreensível, inato; desejos naturais atraem-te para ela. Mas com os amigos, tu não tem desejos destes, porque tu não os sentes como sendo-te próximos.

Mas se tu encontrares um homem que te é verdadeiramente muito próximo, de um aspeto interno, então tu serias atraído para ele de uma forma absolutamente natural, sem superar qualquer rejeição. Portanto, tudo depende disto: quão próxima é essa pessoa de ti.

Com uma moça, relacionamentos como este vão e vem, esta é a nossa natureza. Mas, com um amigo, isto é diferente. Quando tu começas a sentir que, sem ele, tu não podes alcançar o maior objetivo da vida, devido ao qual tu desceste a este mundo e que só ele te pode ajudar, como com uma equipa que está a escalar uma montanha, ele segura-te e puxa-te para cima, então tu relacionas-te com ele de outra maneira.

Da Convenção Virtual de Moscovo “Unidade Sem Fronteiras” Dia Um 13/12/13, Lição 1