Textos na Categoria 'televisão'

Dia Dos Direitos Humanos

Laitman_414Comentário: No dia 10 de dezembro de 1948, a Assembléia Geral das Nações Unidas adotou a Declaração Universal dos Direitos Humanos, e desde 1950 esse dia tem sido observado como o Dia dos Direitos Humanos.

Essa declaração, que foi adotada quase imediatamente após a terrível Segunda Guerra Mundial, que pisoteou todos os direitos possíveis, incluindo o direito à vida de milhões de pessoas, tornou-se o primeiro documento mundial que formou o estado dos direitos humanos.

Resposta: Sessenta e seis anos se passaram e o que a ONU fez para implementá-la em nossas vidas? Será que ela educa as pessoas em todos os países a se relacionar de forma humana, ou faz o contrário? Eu não vejo nada de positivo acontecer. Eles só falam sobre isso e nada mais do que isso.

As pessoas estão muito desapontadas com todos os dias internacionais declarados: Dia dos Mineiros de Carvão, Dia dos Veteranos, etc. É o mesmo em relação ao Dia dos Direitos Humanos.

Pergunta: O que são os direitos humanos para você?

Resposta: Os direitos humanos são para compreender e alcançar o sentido da vida. Uma pessoa pode realmente alcançá-lo! Todos os caminhos estão abertos para esse propósito e eu posso fazer isso. Afinal, os direitos humanos não dizem respeito a uma pessoa que não está com fome, tendo um teto sobre a cabeça, tendo uma família, filhos, educação, um fundo de pensão, etc. Estas são coisas básicas que podem ser facilmente fornecidas hoje para todos.

Se as pessoas compreendessem hoje o sentido da vida, viveriam uma vida muito melhor, independentemente da ONU.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 05/12/16

Por Que Precisamos Corrigir O Homem Se Ele Foi Criado À Imagem Do Criador?

Dr. Michael LaitmanO Criador criou o protótipo espiritual de um homem chamado Adão. Ele estava no nível da qualidade de doação completa e amor, isto é, estava em equivalência de forma com o Criador.

Nós somos chamados de “filhos de Adão” e há uma parte dele em cada um de nós. Hoje, somos completamente opostos ao Criador e nossa tarefa é redescobrir a qualidade de doação e amor na conexão entre nós e subir ao nível da força superior.

Pegue Pokemon, Alcance O Criador

laitman_527_03Nas Notícias (Pravda.ru): “ Para mim, uma experiência muito interessante é o Pokemon Go. Até recentemente, houve um período de imersão no mundo virtual, e isso agora está se movendo para um desejo de sair para o mundo real. E esse Pokemon Go – trata-se apenas de querer um verdadeiro diálogo, reações reais, e sair com alguém é uma forma de atrair a atenção e uma maneira de dizer que não fiz algo como um Avatar, mas que sou um homem e quero ser visto, ouvido, quero interagir com os outros, mesmo que de forma tão estranha.

“As pessoas também não têm emoções positivas suficientes e um propósito, um sentido na vida”.

Meu Comentário: Uma pessoa está jogando o tempo todo, visto que está procurando o sentido da vida e a realização pessoal. Eu não sou contra o jogo Pokemon, porque tudo o que aparece em nosso mundo, em última análise nos leva à correção.

Pergunta: Uma pessoa pode encontrar o sentido da vida através de um jogo?

Resposta: Claro! Toda a sabedoria da Cabalá é um jogo. Está escrito que o Criador joga (brinca) com o Leviatã, então nós também jogamos (brincamos) uns com os outros. O jogo é uma atividade em que eu imagino um estado no qual ainda não me encontro, como em um teatro. Nós nos reunimos e começamos a simular nossos estados espirituais que são especificamente descobertos na conexão entre nós. Mesmo que ainda não tenhamos atingido essa conexão, imaginamos a nós mesmos como ela será, como uma sociedade futura parecerá onde todos estão conectados juntos, para começar a sentir o início dos estados espirituais. Deste modo nós atraímos uma energia única em nós mesmos que nos move para a frente fisicamente.

Pergunta: Será que somos crianças?

Resposta: Certamente! Se percebemos que somos crianças e realmente somos como crianças que há muito tempo já se tornam adultos sérios. Nós crescemos gradualmente quando entramos no jogo, porque no futuro a vida em um nível superior é esperada para nós, uma vida muito boa e calorosa em que já não estamos apenas jogando um jogo, mas um Pokemon real.

Isso ocorre porque a busca do Pokemon é a busca para descobrir o Criador! É nisso basicamente que a sabedoria da Cabalá se envolve. Dentro de nós e em nossa conexão com os outros, estamos constantemente nos dirigindo para uma maior revelação do Criador. Nós perseguimos isso até chegar a um estado em que o Criador começa a ser revelado cada vez mais. Estes são 125 níveis de realização e a descoberta de um estado superior perfeito e ilimitado; não é a busca de algum tipo de imagem fantasmagórica. Pelo contrário, é um estado que muda nossas vidas e nos leva para outra dimensão.

Pergunta: O que nos faz avançar neste jogo?

Resposta: Quando uma pessoa se dirige à conexão interna entre ela e os outros, dessa maneira ela muda todos os seus sentidos. Nós entramos cada vez mais em uma outra realidade. É impossível comparar isso a correr em um parque em busca de algo.

Comentário: Apesar de tudo, este é um pequeno passo adicional para a humanidade.

Resposta: Sem dúvida! Vários fenômenos em nosso mundo sempre nos dão algum tipo de avanço. Portanto, vamos nos dirigir a uma busca real.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 21/07/16

Paz É Só Um Sonho

 Pergunta: Como podemos parar de invejar aqueles que vivem vidas muito melhores, mas se recusam a ouvir a sabedoria da Cabalá ou sobre o trabalho espiritual?

Resposta: Eu não posso imaginar viver uma vida pacífica. Já tenho cerca de 70 anos de idade, estou aposentado, mas por que se acalmar… ?! E então? Se alguém está prestes a morrer, não há nada a ser feito sobre isso, mas e se você quiser viver mais, o que então? Você deve se esquecer do sentido da vida, não se desenvolver, não alcançar nada, nem crescer como um ser humano? A pessoa deve ter certo grau de respeito próprio. Eu sou um ser humano ou um animal?

Pergunta: Será que isso significa que a vida para você é uma busca contínua?

Resposta: Eu acho que isso não é só para mim. A pessoa precisa de um bom ambiente que a levará a isso, a apoie e concorde com ela. Então, a vida vai ser interessante e agradável e ela realmente vai fazer algo significativo na vida.

Comentário: Parece que você não será um entusiasta da pesca que pesca toda a noite até o amanhecer.

Resposta: Eu tentei uma vez me juntar a um amigo que realmente amava pesca e saímos para pescar um par de vezes, mas não consegui encontrar nada que me satisfizesse nisso.

Pergunta: É possível combinar atividades?

Resposta: Você pode combinar qualquer coisa. A questão é se a pessoa encontra a paz nisso. Eu não encontrei. Eu realmente amo música, bons e astutos filmes de comédia e boas piadas. Gosto de aprender coisas novas. Tenho visitado muitos lugares em todo o mundo e achado interessante, embora, por outro lado, esse mundo é como um ponto que desaparece no fundo da sabedoria da Cabalá. A principal coisa é que a pessoa tenha um objetivo que a leve para a frente e a faça crescer. A pessoa deve fazer isso uma vez que teremos que cumprir o plano da criação de qualquer forma.

Da Lição de Cabalá em Russo 13/03/16

Risco Indevido: Contagioso

laitman_945_0Comentário: Os cientistas das universidades de Melbourne e da Califórnia provaram que o comportamento excessivamente arriscado é contagioso. Nós vemos o quanto o jogo, a condução imprudente nas estradas, e até mesmo organizações terroristas atraem muitas pessoas porque o ambiente nos influencia muito fortemente.

Resposta: A ideia não está na influência do ambiente, mas que assim a pessoa entra em contato com o desconhecido. Ela sente que há algo desconhecido que a governa; existe algum tipo de força acima dela. Na monotonia da vida diária ela não consegue entrar em contato com esse poder. Somente se ela tenta avançar até ele é que ela pode estar sob sua influência e sentir uma conexão com ele.

Essa é uma necessidade muito forte e interna. Qual é o jogo? Se soubesse desde o início o benefício ou a perda, isso poderia se tornar um negócio. O jogo está no fato de que eu não sei o resultado, e é meu prazer, e é desejável, porque quando eu passo por cima do desconhecido, eu subo sobre o egoísmo e começo a sentir a força que está acima de nós, que controla o nosso mundo.

Isto é o que atira as pessoas para os braços dos jogos de azar e organizações terroristas. Eu não estou falando daqueles que são atraídos para um “paraíso” futuro após a morte, mas especificamente daqueles que estão à procura de aventura ou desafiando cientistas que conduzem experimentos em si mesmos, etc.

Mas tudo isso é muito pequeno. Um homem infeliz não tem outra maneira de se conectar com a gestão superior, o propósito superior, de subir acima de si mesmo, de escapar de si mesmo. Que tipo de benefício uma pessoa extrai do bungee jump?

Eu tinha um conhecido que gostava muito de saltar sem paraquedas e seu amigo tinha que pegá-lo no ar. Isso lhe dava uma satisfação interior. O medo impede as pessoas comuns de fazer isso, enquanto ele explicava tudo muito simples, “eu recebo um prazer que é maior do que o medo; eu não consigo parar!”

Pergunta: É possível direcionar essas pessoas a buscar a espiritualidade?

Resposta: Esse é um problema, porque buscando a espiritualidade coloca a pessoa em situações que ela cria com o seu próprio esforço. Quando ela compreende sua dependência da força superior, ela descobre esses estados, e o poder superior é revelado a ela. Mas isso acontece em uma luta interior muito complexa, com uma preparação séria.

Esse não é um grande avanço, não é uma aventura; é a vida. Quando a pessoa vive a sua dependência, se eleva ao nível da força superior que governa e começa a trabalhar em parceria com ela. Assim, um “segundo fôlego” se desenvolve nela. Ela se encontra simultaneamente no presente, passado e futuro. Tudo se funde em um único conjunto. A sensação que a preenche remove todas as impressões de tempo, espaço e movimento e ela sente que flui permanentemente nesse estado.

Portanto, quando você olha para as tentativas infantis de obter um sentimento de “agarrar o tigre pela cauda”, você percebe que as pessoas querem tanto se preencher por um instante, enquanto esse sentimento puder ser testado constantemente. Na espiritualidade é possível sentir essa sensação de forma permanente.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 20/03/16

Nova Vida # 638 – Os Bons

Nova Vida # 638 – Os Bons
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Tal Mandelbaum ben Moshe

Resumo

A sabedoria da Cabalá nos obriga a alcançar o “ama teu amigo como a ti mesmo”.  A garantia mútua vai encher nosso país com um bom espírito. Quando a conexão entre nós é boa, nós somos compatíveis com a boa força geral da natureza e podemos aproximá-la.

Antigamente éramos como um homem em um só coração, e quando o ódio infundado eclodiu fomos destruídos. Agora precisamos nos reconstruir. O nosso bom futuro depende apenas da conexão entre nós através da qual nosso senso de segurança irá melhorar e os nossos inimigos serão neutralizados. Nossos líderes espirituais explicaram que se estivermos conectados ninguém vai querer nos prejudicar.

Além da ajuda mútua, o projeto “Os Bons (HaTovim)” também inclui uma campanha de relações públicas, círculos de discussão, reuniões em casa, e muito mais. Se pararmos de querer nos matar em potencial, nossos vizinhos já não vão querer nos matar na prática. Seremos bons uns com os outros e o mundo inteiro vai ser bom para nós. É uma equação pela qual tudo funciona.

Nós temos que irradiar um espírito de conexão e dar um bom exemplo com os nossos vizinhos, no trabalho, na estrada e na mídia. Existe o potencial de bondade em cada israelense; está no nosso DNA, e é assim que nos reunimos em torno Abraão. Os “Bons” é uma onda positiva com a intenção de despertar o amor adormecido que está oculto em nós. A ajuda mútua, além de uma campanha de relações públicas sobre por que é importante se conectar, vai construir uma zona de segurança em torno de nós. Se nos conectamos, estimulamos a boa força na natureza e equilibramos o mal em nós.

Nós dizemos aos nossos filhos que eles devem se comportar muito bem com os outros, mas realmente nos esquecemos disso. Vamos criar boas ondas de conexão entre nós, e elas vão se espalhar como ondulações de Israel para o mundo.

De KabTV “Nova Vida # 638 – Os Bons”, 25/10/15

Nova Vida # 618 – O Estatuto Dos Professores Em Israel

Nova Vida # 618 – O Estatuto Dos Professores Em Israel
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Yael Leshed-Harel

Resumo

No passado, um professor nunca era chamado pelo seu primeiro nome, mas como “professor” e se falava com ele somente na terceira pessoa. A fim de melhorar o estado do professor em Israel nós precisamos de escolas privadas; o Estado não pode resolver esse problema.

Deve haver uma correlação entre o salário do professor e as realizações de seus alunos. Nós [Israel] perdemos o título de “nação do livro” há muito tempo, e preocupamos agora somente com o dinheiro. O salário de um professor deve ser o mesmo que um médico e ainda mais. O futuro de toda a sociedade está nos “ombros do professor”.

Por que as pessoas deixariam seu trabalho em alta tecnologia em favor da educação? Porque sentiriam que estão construindo algo real na educação. Uma criança hoje não é apenas influenciada pelo seu ambiente doméstico como no passado, mas também pela tela que está na palma da sua mão.

Se um professor ensinasse a arte das relações entre as pessoas em diferentes aspectos da nossa vida, ele seria muito apreciado. Os pais devem estar autorizados a registar seus filhos na classe de um professor de sua escolha. Os pais devem saber tudo o que acontece na escola; devem conhecer os professores e escolher os melhores, etc.

Os professores constroem a pessoa; eles constroem a próxima geração. Eles devem ser apreciados por toda a sociedade.

De KabTV “Nova Vida # 618 – O Estatuto Dos Professores Em Israel”, 30/08/15

Nova Vida # 640 – Israel E A Tempestade

Nova Vida # 640 – Israel E A Tempestade
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Yael Leshed-Harel

Resumo

Nós temos desequilibrado a natureza. Assim, de vez em quando, alguma catástrofe natural ocorre. Nem sempre é possível identificar o que está vindo, nem a intensidade nem o tipo de catástrofe.

A correção das relações humanas irá equilibrar todos os sistemas da natureza porque o homem está no nível mais elevado. O homem tem a maior influência sobre a natureza, e é também a parte mais delicada e vulnerável.

O conflito na empresa de energia elétrica de Israel demonstra a decadência da sociedade israelense em geral. Nós vemos más relações em todos os lugares. É inútil culpar os trabalhadores da companhia elétrica, uma vez que, na verdade, toda a sociedade Israel precisa de correção.

O que nós precisamos é de um processo educativo geral para a sociedade na forma de consideração e ajuda mútua, responsabilidade mútua, e é isso que fazemos aqui na nossa organização.

De KabTV “Nova Vida # 640 – Israel E A Tempestade”

Nova Vida # 637 – O Poder Da Mídia Na Formação Da Realidade

Nova Vida # 637 – O Poder Da Mídia Na Formação Da Realidade
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Tal Mandelbaum ben Moshe

Resumo

Por gerações, a comunicação entre as pessoas continuou a se desenvolver. Hoje a geração mais jovem é alimentada por aquilo que há em seus smartphones, de modo que nós perdemos o contato com eles. A mídia controla tudo hoje, e aqueles que controlam a mídia controlam o mundo, e ponto final.

O dinheiro controla a mídia, que controla o mundo. A cobertura da mídia mundial anti-israelense decorre da inclinação natural de se odiar os judeus, além do dinheiro. É impossível parar o que está acontecendo na Internet já que ela é hoje a verdadeira mídia entre as pessoas.

Se os judeus fossem investidores que se sentissem responsáveis pelas RP na Internet, nós poderíamos lidar com o que está acontecendo lá; se nos conectássemos em torno das RP na rede, as conexões entre nós poderiam contribuir muito para o nosso sucesso.

Nós temos que revelar a verdade através das RP, em vez das mentiras que são espalhadas sobre Israel. Além disso, temos que mostrar a todos como somos conectados e, assim, trazer boa vontade à rede. Nós devemos mostrar que o verdadeiro Islã fala sobre “ama o próximo como a ti mesmo” e que queremos nos conectar com eles; nós devemos mostrar ao mundo que os israelenses estão conectados e que esse é o lugar onde residem nossas energias, e se eles aprenderem conosco, todos irão se beneficiar com isso.

De KabTV “Nova Vida # 637 – O Poder da Mídia Na Formação Da Realidade”

Nova Vida # 636 – Como Ser Uma Boa Pessoa

Nova Vida # 636 – Como Ser Uma Boa Pessoa
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Tal Mandelbaum ben Moshe

Resumo

Quando as pessoas perceberem que é impossível continuar a viver como fazemos hoje, a situação vai mudar para melhor. O reconhecimento do mal hoje pode vir da própria vida, e isso vai ser doloroso, ou do desenvolvimento da consciência. Um bom exemplo do desenvolvimento da consciência, poupando a pessoa de sofrimento, pode ser visto na campanha global contra o tabagismo.

Latente na natureza há um poder oculto e positivo que pode equilibrar a inclinação ao mal em nós, e a sabedoria da Cabalá é o meio para descobri-lo. A força do bem é chamado de Luz, que permite à pessoa controlar sua natureza má e alcançar o equilíbrio. Se quisermos trazer a força positiva oculta às nossas vidas, vale a pena abordar a sabedoria da Cabalá.

Nos círculos de discussão que são feitos de acordo com o método da Cabalá, 10 pessoas se juntam se tornam um detector da força do bem. Os círculos de discussão da Cabalá são um meio para despertar a latente força positiva na natureza e alcançar o equilíbrio.

Se construirmos a conexão e o amor em Israel, ninguém será capaz de nos prejudicar; isso irá adquirir a verdadeira segurança para nós. Por quê? Porque isso é como um corpo em homeostase que as doenças não podem atingir: ele tem um sistema imunológico natural. Se nos equilibrarmos internamente, os inimigos de hoje se tornarão amigos; eles vão sentir que é bom estar conosco.

Uma pessoa que experimenta um círculo de discussão pela televisão ou da Internet ou que ouve nossas conversas, se aproxima do equilíbrio. A força do bem equilibra o mal em nós e traz saúde, tranquilidade, proteção, uma boa atitude, e sabedoria em todos os níveis.

Concluindo, nós estamos diante de situações difíceis; é obrigatório aprender a equilibrar o mal em nós. A Cabalá é o método para fazer isso.

De KabTV “Nova Vida # 636 – Como Ser Uma Boa Pessoa”, 21/10/15