Textos na Categoria 'Livre Arbítrio'

Manifestação De Livre Arbítrio

546.02Pergunta: A manifestação de livre arbítrio em uma pessoa aumenta com seu desenvolvimento espiritual e habilidades integrais?

Resposta: Eu acho que é a sabedoria da Cabalá que permite a uma pessoa alcançar o livre arbítrio absoluto quando, além de sua natureza original, que é o desejo egoísta de receber e ser preenchido, ela adquire o desejo altruísta de doar.

Entre essas duas direções, chamadas de linhas, ela forma sua visão pessoal do mundo que consiste em ambos os lados: recepção e doação.

Portanto, seu livre-arbítrio é realizado em plena medida precisamente pela compreensão de que é uma combinação das duas propriedades da natureza: negativa e positiva.

Portanto, ao alcançar a liberdade geral, o conhecimento geral, a penetração nas profundezas da natureza – que é ilimitada – e em si mesma, na força geral da natureza, é chamada de Criador.

De KabTV, “Curso Integral”, 19/03/21

Combinação Harmoniosa Do Bem E Do Mal

562.02Pergunta: O romance de Thomas Mann, Doutor Fausto, levanta o principal problema do século XX, um acordo com o diabo. O protagonista do romance afirma que esse tratado definiu toda a cultura do século XX.

Você acha que isso é real? Ou o diabo faz tudo para que ele não seja considerado existente?

Resposta: Não! Eu acredito que o “diabo” existe! Além disso, ele existe em um contrato com a força superior como seu reverso, oposto ao lado integral.

Essas duas forças, positivas e negativas, como se Deus e o diabo, complementando-se mutuamente, conduzem a pessoa à realização do livre-arbítrio e à capacidade de se transformar, mesmo independentemente de cada uma delas. É assim que elas interagem uma com a outra.

Pergunta: O diabo é sempre espiritual? Estamos falando da superação do egoísmo, mas não devemos esquecer que o mal tem um encanto colossal. Esse encanto também vem da luz, do espírito?

Resposta: Claro. Não pode haver mal absoluto e bem absoluto, eles se complementam e se apoiam mutuamente apenas para que nos encontremos entre eles. Entre eles! Tiraríamos de uma força e de outra tudo de que precisamos. Essa combinação correta e harmoniosa de duas forças fará de nós um ser humano.

De KabTV, “Juntos sobre Coisas Importantes”, 18/07/18

Uma Escolha Ou Uma Combinação?

232.08Pergunta: Quando uma pessoa não está apenas em sua natureza de receber, mas também ganha doação, a natureza do Criador, ela tem algo para escolher? Ela constantemente escolhe entre sua própria natureza e a natureza do Criador?

Resposta: Ela as combina na linha média. Então ela realmente sente que está completamente livre.

Não posso estar em doação completa porque não sou o Criador. Não posso ter a natureza de receber, porque ao mesmo tempo sou totalmente oposto a Ele e sinto que estou sendo pressionado por todos os lados.

Só posso escolher tal combinação entre elas, na qual não me sentiria nem nisso nem naquilo, na chamada linha média. Nesse caso, posso me sentir livre como uma criação.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 29/04/19

Ser Ou Não Ser Como O Criador

610.2Pergunta: O que a semelhança com o Criador me daria?

Resposta: Muito. Ser como o Criador.

Pergunta: Vale a pena?

Resposta: Dizem que sim.

Comentário: Acontece que tão pouco foi escrito sobre isso. Publicidade muito fraca.

Minha Resposta: O fato é que a publicidade não pode ser dada aqui porque o que você pode oferecer agora, com antecedência, antes que uma pessoa comece a fazer algo pelo bem de outro?

Comentário: Descreva como é maravilhoso ser como o Criador. Muitos livros diferentes foram escritos, mas nada sobre isso.

Minha Resposta: Muito foi escrito. Mas tudo isso não vai nos dar nada e não vai nos ajudar de forma alguma.

Comentário: Digamos que uma pessoa entenda o que significa ser milionário. Muito foi escrito sobre isso.

Minha Resposta: Sim, e além disso, ela vê exemplos na sua frente. Aqui, não há exemplos, uma vez que a semelhança com o Criador não se encaixa em nossa consciência ou em nenhum exemplo do nosso mundo.

Pergunta: Como podemos nós, pessoas, ser? Algo é exigido de nós, mas não entendemos o que é.

Resposta: É por isso que o Criador nos desenvolve gradualmente até um estado em que sentimos que não podemos viver em qualquer sistema de leis, exceto amar o seu próximo. Afinal, todas as outras leis simplesmente não nos dão a oportunidade de existir.

Pergunta: Estamos sendo desenvolvidos pelo método do estado oposto? De negação?

Resposta: Claro.

Pergunta: Devemos renunciar ao nosso estado atual?

Resposta: Será assim que você desejará renunciar a ele.

Pergunta: Onde está a liberdade de escolha aqui?

Resposta: A liberdade de escolha não está aqui! Está lá fora, mais adiante.

Pergunta: Então, nesses estágios, a natureza nos dá liberdade?

Resposta: Não. Aqui somos incentivados, como dizem com uma vara, à felicidade como pequenos animais. Ser ou não semelhante ao Criador não depende de nós. Tudo isso fica registrado em nosso programa. Mesmo assim, chegaremos a esse estado. Existem apenas duas maneiras: rápida e agradável ou longa com o sofrimento. Então escolha!

De KabTV, “Estados Espirituais”, 26/12/19

Rumo À Liberdade Absoluta

933Pergunta: Como a independência é expressa quando os israelenses deixam o Egito? Do que eles se tornam independentes?

Resposta: Até agora, eles estão apenas fugindo do Faraó, de seu egoísmo. Isso ainda não é ganhar independência, mas romper com a escravidão e nada mais. Há um longo caminho de escravo a mestre.

Comentário: Digamos que um país ganhe independência, assim como os poloneses se tornaram independentes da Rússia …

Minha Resposta: Qual é a independência deles? Eles são todos dependentes uns dos outros. E o mais importante, eles estão em má dependência, porque é egoísta.

E se eles começarem a se unir nas propriedades de amor e doação, então sua dependência será boa, eles se fundirão. Então, não será considerado, como é hoje, que eles estão ligados por algum tipo de vínculo. Afinal, se sei que você me ama, sou independente de você: uso sua propriedade de amor como uma propriedade de minha própria independência, e você é meu. Então somos livres, embora exista a mesma conexão entre nós.

Usamos nosso egoísmo como um elo que nos liga a todos em uma única rede e se manifesta em um estado assustadoramente obrigatório. Vemos que não podemos fugir um do outro, por um lado. Por outro lado, quando nos elevamos acima do ego e construímos a propriedade de amor e doação sobre ele, ganhamos o terceiro nível – independência.

A propriedade interna de ódio/egoísmo e a propriedade de amor/doação, criam uma terceira linha em nós: a liberdade absoluta.

Pergunta: Como resultado, ganhamos independência do Criador?

Resposta: Em primeiro lugar, do Criador. Porque o Criador é o único que criou esta situação. Portanto, é dito: “Eu criei o mal e dei a Torá para corrigi-lo”. Ele é o primeiro e único. E eu sou apenas secundário.

De KabTV, “O Poder do Livro do Zohar” # 6

Alcançando A Liberdade Sobre Nossa Natureza

631.3Pergunta: Você diz que vivemos em um sistema de conexão absoluta uns com os outros. Então todos determinam o destino uns dos outros?

Resposta: Não é um sistema que criamos. É um sistema da natureza que nos mantém unidos.

Pergunta: E no sistema em que vivemos, temos a liberdade de determinar o destino uns dos outros por causa de nossa interconexão?

Resposta: Não escolhemos nossa natureza, existimos nela. Não há nada que possamos fazer a respeito. Temos que aceitar isso como um dado.

Hoje estamos nos aproximando de um estado que nos mostra que não somos totalmente livres porque crescemos a partir dessas estruturas, dessas leis, desses contratos sociais que existíamos antes, quando nos parecia que éramos livres.

Hoje exigimos um tipo diferente de liberdade: a liberdade espiritual. Portanto, a humanidade está agora iniciando um novo estágio de seu desenvolvimento – acima do ego. Começamos a sentir que o egoísmo é nosso mestre de escravos.

Liberdade do ponto de vista da Cabalá é para nós percebermos que não temos liberdade e que queremos adquirir algumas novas qualidades, isto é, alcançar a liberdade no sentido absoluto da palavra: liberdade sobre nossa natureza.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 29/04/19

Qualquer Liberdade É Relativa

119Pergunta: É bom quando há liberdade de expressão na nação. Vivemos em um país onde posso escrever o que quiser. Antes eu morava em outro país, numa época em que se podia ser preso por essas coisas. Então, a liberdade de expressão é uma coisa boa ou ruim?

Resposta: Toda liberdade é relativa. Ela deve corresponder claramente ao desenvolvimento da sociedade. A educação, a restrição, tudo o que existe, deve chegar a um sistema em que a pessoa se sinta, por um lado, confortável, por outro, livre e, por outro, segura. Todas essas condições são contraditórias.

Em geral, a rede que precisa ser criada na sociedade deve ser muito flexível. Mas isso continua sendo um problema até hoje.

Vemos que todas as sociedades lutam pelo pluralismo, pela suposta liberdade de opinião, pelo domínio de sua opinião, e assim por diante. Ou seja, a liberdade, em geral, implica uma luta constante.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 29/04/19

Liberdade É Restrição

273.02Pergunta: Livre comércio, livre mercado, isso é bom ou ruim?

Resposta: Mas vemos que não é gratuito. Enquanto nosso mundo for governado por rígidas leis egoístas, nada pode ser gratuito.

Devemos regulamentar essas leis para não matarmos uns aos outros na esquina. Portanto, devemos nos conduzir à força em algum tipo de rede de relações mútuas, restrições, contratos.

O fato é que todas as condições contratuais que existem na sociedade hoje nos vêm desde o tempo da Roma Antiga e até mesmo de tempos anteriores. Nós contamos com elas. Nossas leis são baseadas na lei romana, na lei grega, nos slogans da Revolução Francesa, etc. Tudo isso existe até hoje e tem um fator limitante.

Liberdade significa restrição. Mas dentro dessas restrições, a pessoa se sente livre. De que? Pelo fato de que ninguém vai atacá-lo, nada de ruim vai acontecer com ele. Ou seja, a liberdade é praticamente um conjunto de leis que nos ajudam a não nos matar e a coexistir pacificamente dentro dessas leis.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 29/04/19

O Caminho Para A Liberdade Absoluta

537Pergunta: O homem permanece livre ao adquirir a natureza do Criador? Está escrito que ele se torna um escravo do Criador.

Resposta: Isso foi escrito para nos mostrar até que ponto entramos em um estado diferente. Ao adquirir a propriedade de doação e amor, a propriedade de conexão mútua entre si, por meio desta propriedade de apoio mútuo absoluto, conexão e obrigações, assinamos um contrato social completamente diferente: “Ame seu próximo como a si mesmo”.

Todos devem alcançar este estado. Ao fazer isso, começamos a sentir liberdade absoluta. Parece um paradoxo, ao escolher o princípio de não ser livre, o homem entra em liberdade absoluta.

Nosso egoísmo é propositalmente criado de tal forma que nos empurra para a necessidade de alcançar a conexão com os outros para que, na prática, “amemos nosso próximo”.

O homem não é livre e a inclinação ao mal é sua natureza. A única escolha livre que ele tem do ponto de vista da Cabalá é entender isso e querer se elevar acima de sua natureza, que é idêntica à realização do Criador.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 29/04/19

No Aperto Da Teia De Forças

424.01A humanidade luta por diferentes formas de liberdade há milhares de anos, mas no final vemos que não a temos. O homem começa a perceber que não nasceu livre e não morrerá livre. “Contra a sua vontade você nasce; contra a sua vontade você vive, e contra a sua vontade você morre”.

O conceito de liberdade é bastante relativo. Eu posso ir para a direita ou para a esquerda, fazer o que estou predisposto a qualquer momento. Mas isso não é liberdade, porque não posso imaginar como estou preso na rede de forças e controle.

Cada um de nós é influenciado por seus genes, sociedade, formação e a geração em que nasce. Assim, uma pessoa tem apenas a ilusão de liberdade. Dentro da estrutura dessa ilusão, existimos e lutamos por ela.

Dar ao homem a oportunidade de estar nesta ilusão, em geral, é a preocupação de todos os soberanos e governantes, em como satisfazer as pessoas para que elas fiquem satisfeitas, mas na verdade sejam completamente controladas. Isso é o que resta para as pessoas e seus líderes.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 29/04/21