Textos na Categoria 'Livre Arbítrio'

A Oportunidade De Escolher Seu Destino, Parte 4

laitman_760.5Pergunta: Se a vida inteira de uma pessoa é totalmente programada do começo ao fim, porque em cada momento ela recebe a sensação de que ela mesma escolhe seu próximo passo: com quem se casar, onde viver, o que fazer?

Resposta: Caso contrário, a pessoa não poderia sobreviver; ela se mataria se soubesse que está vivendo como um animal que é controlado em cada movimento. O que permaneceria em sua vida: apenas procurar como passar cada momento de uma forma mais agradável e sofrer menos? Qual é o sentido da vida e quem precisa dela?

Pergunta: Portanto, é deliberadamente ocultado de mim que a minha vida já está completamente programada em todos os seus detalhes para que eu me interessasse em continuar a minha existência como se eu mesmo escolhesse algo, mas, na verdade, nada depende de mim. Os animais têm tais sensações?

Resposta: Não. Um animal obedece instintivamente às ordens da natureza sem questionar, como uma máquina biológica. Uma pessoa, no entanto, pode perguntar: “Para que estou vivendo? Por que existo assim? Posso mudar meu destino ou não?

Este já é o começo de um ser humano, que a separa de um animal. Ela começa a subir acima de sua existência animal, para um nível superior. Ela já não deseja viver apenas para preencher suas necessidades como um animal, mas procura um objetivo superior.

Pergunta: O que significa se tornar um elemento positivo do programa, tendo a oportunidade de influenciar o seu destino?

Resposta: Nós estamos autorizados a sintonizar o programa da vida apenas na condição de adicionarmos forças positivas a ele, ou seja, se elevarmos este programa do nível animal para o nível humano, fazendo um “upgrade” do mesmo. Se eu usar a minha vida para o bem de influenciar positivamente o programa geral que opera em nós, que é chamado de força superior, eu recebo a oportunidade de fazê-lo.

Então eu tenho uma influência positiva no meu próprio destino, em todos os outros, e no programa como um todo. Eu sou capaz de mudar o filme da vida e me tornar um parceiro da força superior, que rege todo este programa.

De KabTV “Nova Vida #886″, 25/07/17

Vanguarda E Retaguarda

laitman_749.01Baal HaSulam, A Última Geração: Nós vemos o conceito de liberdade como extremamente elevado. Ninguém o provará, exceto o escolhido pelo poder milagroso. E eles também podem fazer isso apenas através de um treinamento apropriado. No entanto, a maioria das pessoas não é capaz de prová-lo.

A maioria das pessoas também pode provar a liberdade, mas não diretamente como os escolhidos, porque as massas não podem ser a vanguarda. Na natureza, tudo é criado como uma pirâmide; isto é, um pequeno grupo faz um avanço e o resto os segue. Portanto, as massas podem obter o que este pequeno grupo irá passar a elas.

Pergunta: Baal HaSulam escreve que, a partir desse ponto, a última geração começará. Isso significa que é neste ponto que haverá a sensação da linha do meio e todos os outros terão uma sensação de liberdade automaticamente?

Resposta: Sim. Mas todos ajudarão, participarão e apoiarão a vanguarda o máximo que puderem.

Pergunta: Será que as massas, que ainda não sentem sua escravidão ao egoísmo e que estão contentes com a vida material, ainda desejarão se sentir livres?

Resposta: Em diferentes épocas e em diferentes níveis de desenvolvimento humano, a liberdade e a escravidão sempre foram sentidas de diferentes maneiras.

A busca final pela liberdade significa que a pessoa está pronta para desconsiderar todas as realizações egoístas e materiais para alcançar um objetivo maior, mesmo um que dê apenas independência do mundo material. Isso já pode ser considerado como liberdade.

Pergunta: Isso só pode ser alcançado na sociedade certa, que opera no princípio da última geração?

Resposta: Deve ser um grupo que apoia a sociedade e uma sociedade que apoia o grupo. Existe uma garantia mútua neste grupo, e todas as regras da comunicação espiritual são realizadas entre seus membros.

Observação: Baal HaSulam escreve que, por um lado, a maioria das pessoas não consegue sentir liberdade. Por outro lado, elas não querem ser escravizadas. Acontece que é um estado incerto: nem aqui nem aí.

Resposta: As massas podem negar seu estado, mas não sentem uma aspiração em direção a algo superior. Não é um estímulo, um incentivo para elas. É por isso que as pessoas precisam de um líder – um grupo mais desenvolvido espiritualmente que as façam avançar.

Nós vemos como isso se manifesta na humanidade. Há continentes inteiros que estão atrasados ​​em seu desenvolvimento, e eles devem ser liderados.

Por exemplo, a África; embora tenha sido libertada da chamada escravidão há 70 a 80 anos, os habitantes deste continente fizeram algo por si mesmos? Eles são trabalhadores muito bons e algumas pessoas progridem na ciência e na cultura, mas todo o continente precisa de um grupo de líderes visionários. Caso contrário, sempre há um líder entre eles que os devora no sentido literal da palavra.

O mesmo acontece em outros países. Nós vemos que existem nações que precisam de um grupo que os conduza.

De KabTV “A Última Geração” 19/06/17

À Frente Dos Golpes Do Destino

Laitman_703.04Pergunta: Se nos parece que nós mesmos escolhemos o nosso destino, mas na verdade ele já foi escrito antecipadamente, então, como esse programa gerencia minha vida, como ele me guia em todos os eventos?

Resposta: Você existe dentro deste programa como seu elemento passivo. Ele nem precisa controlar você porque você está incluído nele como um dos transistores no processador. Vários sinais passam por este transistor e parece que ele vive uma vida independente. É assim que você sente sua vida pessoal como um fragmento da estrutura geral.

Pergunta: Neste caso, como devo me relacionar corretamente com os vários eventos tristes e felizes da minha vida?

Resposta: Os animais respondem a tudo de forma instintiva de acordo com as qualidades inatas incluídas no programa. Portanto, eles não podem ter nenhuma reação independente. As pessoas, no entanto, se desenvolveram acima dos animais e começaram a sentir experiências associadas a sistemas complexos de memória, e criaram respostas para as coisas que lhes aconteciam na vida.

Um animal reage apenas às condições momentâneas, como chuva, neve ou um predador perigoso. Mas as pessoas já começaram a conectar seu destino a diferentes forças da natureza e, portanto, começaram a adorar o sol, a lua e assim por diante. Elas começaram a oferecer oferendas a essas forças, tentando apaziguá-las. Foi assim que as religiões apareceram.

Nosso antepassado Abraão também fazia ídolos até que lhe foi revelado que ele não poderia influenciar seu destino dessa maneira. A religião fornece apenas uma ajuda psicológica, o que, claro, também é muito importante. Mas ela não influencia as forças superiores da natureza de forma alguma.

Pergunta: Através do que você pode influenciar as forças superiores da natureza?

Resposta: Uma pessoa existe dentro das forças da natureza, sob sua influência. No entanto, se ela descobrir a que objetivo elas o conduzem, poderá ir além dessas forças. Se ela própria executar ações, mesmo antes que essas forças a impeçam, poderá avançar voluntariamente ao objetivo que lhe foi atribuído.

As forças da natureza a avançam por meio dos sofrimentos, empurrando-a por trás, e ela avançará por suas próprias ações, esforçando-se para avançar.

Pergunta: Como eu vou descobrir para que objetivo as forças da natureza estão me empurrando?

Resposta: A sabedoria da Cabalá trata disso. Ao estudá-la, a pessoa aprende como avançar em direção ao objetivo. Ela já terá a visão do estado em que deveria estar.

De KabTV “Nova Vida # 887″ 25/07/17

Qual É O Significado De Se Desenvolver Inconscientemente?

laitman_626Pergunta: Qual é o significado do desenvolvimento inconsciente em 99% do tempo de 99% das pessoas se o objetivo é exatamente o oposto: alcançar a consciência absoluta e a equivalência com o Criador em 100% das pessoas?

Resposta: A questão é que o livre arbítrio deve ser mantido aqui. Portanto, não devemos empurrar a humanidade à felicidade apenas por meio da “vara” e fazê-los passar por todos os estados ao mesmo tempo, a fim de atingir o nível superior final. É impossível. Uma pessoa precisa percorrer todos os estados, descobrir e avaliar o que aconteceu, a situação atual e o que acontecerá, pelo que vale a pena fazer esforços contra sua natureza e pelo que não vale.

Portanto, não é um processo fácil. Toda vez que a pessoa alcança uma decisão, isso deve combinar perfeitamente com o nível espiritual ao qual ela quer ascender. Essa é a razão pela qual ela deve entender o que é esse nível espiritual, em que estado ela está em relação a ele, etc.

Esse é um trabalho muito complicado de escrutínio dos estados, desde o nível atual até o próximo nível. A pessoa analisa como encontrar as forças e os atributos dentro dela que a mudarão para que ela se torne mais equivalente com o nível superior. É impossível digerir tudo isso ao mesmo tempo. Isso requer muitos esforços, tempo e trabalho com o ambiente e o grupo.

Da Lição de Cabalá em Russo 02/04/17

Obter Liberdade Tornando-Se Um Escravo Do Criador

Laitman_712.03Baal HaSulam, A Última Geração: Existem duas escravidões no mundo, seja a escravidão ao Criador, ou a escravidão às Suas criaturas. Uma delas é uma obrigação. Mesmo um rei e um presidente necessariamente servem ao povo. De fato, o gosto da total liberdade é apenas para alguém que é escravizado apenas ao Criador, e não a nenhum ser no mundo. A escravidão é necessária, pois a recepção é obscena; é a besta. E a doação, a questão é “A quem?”

É muito claro e acentuado. Por nossa natureza, somos opostos ao Criador. O egoísmo nos limita e nos reduz a um pequeno ponto animal.

Portanto, só se nós o escravizarmos e domesticarmos, o unirmos dentro de nós, fizermos uma restrição sobre ele e construirmos nossa existência acima dele, alcançaremos a qualidade do Criador. Nesse caso, nada nos impede; nos tornamos ilimitados e absolutamente não sujeitos a qualquer tipo de restrições.

Essa é, de fato, a conquista do infinito, porque se eu me elevar acima do meu egoísmo, nada me restringe e eu continuo avançando apenas na conquista do Criador. E o Criador é todo o universo: tanto do ponto de vista da matéria quanto do ponto de vista do seu preenchimento.

Pergunta: No entanto, uma conotação negativa prevalece na palavra “escravo”. Por que um cidadão da última geração se sente como um escravo e não como um cúmplice do Criador?

Resposta: Esse estado não pode ser expresso de forma alguma senão como um escravo do Criador.

Hoje somos escravos do nosso egoísmo, e até mesmo escravos duplos porque não estamos conscientes disso. O egoísmo nos escraviza tanto que não sentimos a nossa escravidão.

Imagine que exista um planeta onde as pessoas trabalham o tempo todo por um mestre maligno que fica no alto de uma montanha; eles, drogados pelo gás do riso, estão cheios de felicidade e trabalham para ele com prazer e grande devoção. Isso é nós hoje.

Não sentimos a nossa escravidão ao egoísmo, e estamos satisfeitos por estarmos trabalhado para ele cada vez mais. Trabalhamos duro para desfrutar e parece que gostamos, simplesmente não vemos onde tudo desaparece. No entanto, tudo entra no egoísmo e, ao longo do caminho, praticamente nada nos resta.

Portanto, a percepção de que você é um escravo do egoísmo é uma ótima visão que não chega facilmente a uma pessoa.

Sair da ignorância só é possível com a ajuda da Luz superior, a energia especial que permite que você se eleva, saia do egoísmo e sinta que está de repente deixando-o. Anteriormente, você não imaginava que ele estava em você ou que você estava nele. Você trabalhava constantemente para ele e todos os seus pensamentos, sentimentos e sentidos estavam completamente nele.

É como sair da atmosfera. Você nunca sentiu a sensação e, de repente, sente que pode sair. É quando você começa a sentir: “Sim, eu era um escravo”.

Mesmo em nosso mundo, não é simples sentir a escravidão. As pessoas que eram escravas nas gerações anteriores não consideravam que suas vidas eram ruins. Elas achavam que era certa, que nasceram desse jeito e iriam morrer dessa maneira. Elas concordavam plenamente com isso até o próprio egoísmo começar a crescer e levá-las ao próximo estado.

O desenvolvimento do egoísmo ocorreu sob a influência da força superior, o Criador, uma vez que o Criador queria levar a humanidade pelo estágio da escravidão física.

Agora, nós chegamos a um estado em que devemos entender completamente nossa escravidão espiritual interna que nos obriga a relacionar tudo apenas ao egoísmo em todas as nossas sensações e a compreender o mundo em que vivemos. O egoísmo nos controla em tudo: como sentir o mundo, como interagir com ele e o que desejar.

Surge uma questão: como removemos esse programa egoísta de nós mesmos e começamos a olhar para o mundo corretamente? Como substituir o egoísmo por uma escravidão diferente e tornar-se escravos do Criador e nada mais? Afinal, o que podemos fazer? Só podemos substituir uma coisa por outra porque o ponto de escolha é entre esses dois estados. E nós começamos a sentir que ao escolher a escravidão ao Criador, escolhemos a liberdade acima do egoísmo.

Assim, a última geração é a transformação da sociedade e da consciência, a libertação de seu programa anterior de funcionamento em pensamentos e sentimentos, como no computador, quando você apaga completamente o programa anterior em si mesmo e começa a carregar um novo.

Pergunta: Então, a habilidade máxima é que eu comece a me sentir como escravo do meu egoísmo?

Resposta: Você começa a se sentir assim porque o programa anterior de repente deixa de funcionar; é obsoleto e já não pode resolver novos problemas. Isso impede sua existência e precisa ser alterado.

É por isso que hoje nós sentimos a nós mesmo e o mundo em crise. ”Crise” traduzida do grego antigo significa “nascimento”. Esse é realmente o nascimento de um novo programa.

De KabTV “A Última Geração” 19/06/17

Nascimento De Um Novo Programa Para A Vida

laitman_537.jpgPergunta: Você disse que hoje somos duas vezes mais escravos do egoísmo. Por que duas vezes?

Resposta: Porque realizamos todas as exigências do egoísmo e não estamos conscientes de ser escravos dele; isto é, estamos em dupla ocultação.

Pergunta: Por que uma pessoa ganha liberdade absoluta quando se torna escrava do Criador?

Resposta: A questão é que não estamos falando do nosso corpo animal. Porque se você é meramente uma criatura que consiste de desejo e razão, de coração e mente, não há nenhum programa de ação independente que exista em você.

Mas quando eu pergunto: “Por que existo?”, essa não é mais uma questão do corpo, mas uma questão que vem de algo mais elevado do que a existência animal. Ao fazer essa pergunta, eu penso em qual programa estou realizando, qual programa escolho para mim, para que?

O egoísmo é construído apenas com o propósito de me manter em uma existência animal inferior e diz: “Você existe para preencher seus desejos materiais, enquanto esses desejos existem”. E eu os preencho continuamente. Mas com o tempo, esse programa começa a diminuir suavemente, diminuindo lentamente em importância e a pessoa começa a sentir que sua vida está terminando.

Na realidade, nada acaba. O programa egoísta é simplesmente projetado de forma a nos levar, pouco a pouco, a um estado onde não queremos mais nos preencher e é por isso que tudo acaba. A única coisa que resta é a morte, ou seja, o fim do desejo de continuar a se preencher.

Mas também há outro programa, quando eu inicialmente não quero viver satisfazendo os desejos do meu corpo porque entendo que isso me deixa escravo desses desejos. Eu não vejo razão para existir dessa maneira e sinto que minha vida não tem sentido.

À medida que o programa egoísta se desenvolve, ele me conduz propositadamente, mostrando-me a falta de sentido, e começo a sentir que não vale a pena viver para mim. Nós vemos isso na nova geração que procura qualquer coisa que os deixe se esquecer.

É por isso que precisamos descobrir o verdadeiro sentido da vida para nós mesmos. Se esse sentido for falso, ele pode ser encontrado em qualquer coisa, porque esse mesmo egoísmo me ajudará a encontrar diversão, como o futebol, e eu vou cair em pequenos prazeres do nosso mundo e me tornar seu escravo.

Ou eu continuo me desenvolvendo ainda mais com o desejo de encontrar a verdade – algo que está acima das minhas sensações. Eu não quero me preencher de prazeres materiais e ver apenas o sentido da vida neles. Quero saber que existo acima deles. Então fico com uma grande pergunta: “O que devo fazer, como faço para conseguir isso?” Em outras palavras, eu preciso me reprogramar, superar o programa egoísta pré-programado dentro de mim e apenas me concentrar na conquista do objetivo.

O novo programa realmente permite que você alcance um novo objetivo, um novo estado, e eu estou obrigado a realizá-lo. Ele é construído no topo da rejeição do programa anterior e é por isso que, no contrabalanço entre os dois programas, na diferença entre eles, eu experimento minha liberdade à medida que sigo acima do antigo programa e me envolvo no programa verdadeiro.

De KabTV “A Última Geração”, 19/06/17

O Inestimável Milésimo De Desejo

laitman_239Pergunta: Os Cabalistas escrevem que, no final, todas as pessoas devem chegar à revelação da força superior. Mas, ao mesmo tempo, a sabedoria da Cabalá desperta medo e rejeição em muitas pessoas. O que causa esse obstáculo que vem acompanhando o caminho da Cabalá há milhares de anos?

Resposta: Esse obstáculo está na natureza de uma pessoa, pois o egoísmo da pessoa não tolera a sabedoria da Cabalá; na verdade, é morte para ela. Uma pessoa deve vir para a Cabalá como resultado do desespero e da incapacidade de responder à pergunta “Qual é o sentido da minha vida?” Ela sente que deve resolver essa questão e sem ela não há vida.

Pergunta: Isso significa que se uma pessoa aceitasse a Cabalá com facilidade e alegria, nunca exigiria a força superior e não poderia sair de sua natureza egoísta? É por isso que a pessoa tem uma atitude negativa para com a Cabalá?

Resposta: Se o estudo da Cabalá fosse benéfico para o egoísmo de uma pessoa, ela certamente não protestaria contra ele. Todas as nossas buscas neste mundo, como a ciência, a educação, a cultura e a religião visam satisfazer o nosso egoísmo.

Nós desenvolvemos todas essas áreas com base no nosso egoísmo e, portanto, elas não causam nenhuma resistência. Alguns estão engajados em uma área, outros em outra, mas cada um entende que há um lugar para tudo.

Ao passo que, a sabedoria da Cabalá é contrária a tudo, porque é oposta à natureza humana! Ela diz que precisamos apagar essa pessoa que vemos no espelho, isto é, nós mesmos, e construir o oposto completo em seu lugar.

Pergunta: Mas as pessoas não sabem tudo isso. Uma pessoa dá todos os tipos de razões quando está criticando a Cabalá. De onde vem esse ódio?

Resposta: O ódio surge inconscientemente. Não importa que a pessoa não entenda, ela sente rejeição inconscientemente, da mesma forma que o antissemitismo existe inconscientemente ao longo de todas as gerações.

A pessoa, inconscientemente, sente que existe um confronto entre o nosso egoísmo e a Cabalá dentro do sistema geral. Assim que ela ouve sobre a Cabalá, o mecanismo de proteção dentro dela começa a trabalhar, forçando-a a evitar a Cabalá porque esta ameaça o egoísmo.

Pergunta: Então por que há pessoas que aspiram à Cabala e querem estudá-la?

Resposta: Porque elas são despertadas pelo sistema geral. Em cada pessoa, junto com o grande egoísmo, há também um por cento ou mesmo uma fração de um por cento do desejo que aspira ao sistema superior que controla a nossa vida. Esse sistema é chamado de Criador, a natureza superior.

Se esse um milésimo de desejo começa a brilhar, se a centelha espiritual é inflamada em uma pessoa, ela está pronta para desistir de tudo, a fim de aumentá-lo e olhar para o mundo através dele. Afinal, ela vê que os restantes 99% que pertencem ao seu egoísmo vão enterrá-la; em outras palavras, ela vai acabar com sua vida do jeito que começou.

Geração após geração, uma reencarnação após a outra, passa sem qualquer benefício. Gradualmente, essa questão surge em uma pessoa, e mais e mais pessoas começam a procurar o sentido da vida.

De KabTV “As Razões para a Atitude Negativa para com a Cabalá” 19/07/17

A Oportunidade De Escolher Seu Destino, Parte 3

Laitman_707Pergunta: Minha vida inteira é verdadeiramente pré-programada e cada minuto de vida detalhado dentro desse programa?

Resposta: Como pode ocorrer um evento aleatório? Na natureza, não há acidentes. É só porque entendemos apenas um por cento do que está acontecendo. Portanto, ao observar alguma ocorrência no sistema da natureza, nós, como crianças pequenas, gritamos: “Caiu por si só; quebrou sozinho!”

Na verdade, leis rigorosas operam na natureza, e tudo é especificado até o detalhe mais minucioso. Somente a ingenuidade poderia levar alguém a acreditar que algo acontece por acaso. De onde mais viria se não do equilíbrio de forças?

Todo evento foi “comandado” pelas forças e é uma consequência de sua combinação específica. Não há milagres. Nada acontece por si só sem uma causa, sem ter sido organizado pela natureza com antecedência.

Pergunta: Por que estamos vivos então? Por que uma pessoa recebe vida se tudo nela já está predeterminado até o último detalhe?

Resposta: E por que milhares de peixes vivem no mar e milhões de espécies de animais na natureza? As pessoas recebem a vida para se desenvolver e alcançar um estado em que elas mesmas sintonizarão este programa e terão a capacidade de fazer mudanças corretas, o que o programa está aguardando.

O programa quer desenvolver as pessoas de tal forma que ela possam compreendê-lo e se tornarem elementos ativas e positivas. A Cabalá ajuda a alcançar isso. Então, a pessoa começa a entender o programa, a participar e a agir acima de sua natureza, acima do programa que se lhe apresenta.

Ao estudar a sabedoria da Cabalá e implementar seu método em um grupo, a pessoa recebe as forças que lhe permitem mudar o programa, se elevar acima de seu “destino cego” programado do início ao fim, e começa a controlá-lo. Ela se torna um componente especialmente importante desse programa e, por meio disso, influencia seu próprio destino e o destino de todos os habitantes deste mundo.

Pergunta: Por que a pessoa não consegue controlar seu destino desde o início e, em vez disso, primeiro deve passa pela vida mecanicamente?

Resposta: Em primeiro lugar, a pessoa vive como todos os outros animais que passaram a vida inteira pastando em alguma forragem. De repente, em algum momento de sua vida, ela acorda, olha para cima e diz: “Não, eu não quero viver com a cabeça enterrada em uma talha de alimentação!”

Eu quero saber de onde vem a força que me controla! Eu quero conhece-la e controlar meu próprio destino! Uma existência animal simples não basta para mim. Afinal, a forragem e meu corpo, tudo isso, são animais. Eu quero me desenvolver de uma maneira que eu sintonize conscientemente este programa. Existe um programa de vida, e quero me tornar seu elemento independente”.

Continua…

De KabTV “Nova Vida” 25/07/16

A Oportunidade De Escolher Seu Destino, Parte 2

laitman_448Pergunta: Minha vida inteira e todos os seus eventos foram pré-programados antecipadamente? De onde vem esse programa?

Resposta: Toda a nossa realidade é um programa no qual existimos e estamos nos desenvolvendo dentro de seu fluxo. Nós mesmos somos elementos deste programa, sobre quem ele funciona e avança.

O programa é as forças que agem em nós e nos levam a diferentes estados. Você foi criança, estudou, depois entrou no exército, se casou, teve filhos e assim por diante. Você escolheu o que aconteceria com você? Não escolhemos nada, embora tenhamos a ilusão de que tudo está em nossas mãos e que nós mesmos decidimos onde estudar, com quem se casar, etc.

Mas tudo isso não é verdade. A vida passa por uma pessoa sem perguntar a ela. Agora, aos 70 anos de idade, quando olho para a minha vida, torna-se óbvio para mim que não escolhi nada. Eu fui pressionado em todos os tipos de situações, forçado a reagir aos eventos e a atravessar diferentes estados.

Quanto ao futuro, ainda posso ter a ilusão de que posso agir por vontade própria, mas no que diz respeito ao passado, é claro que não havia escolhas.

Alguns podem se culpar por ter agido de certa forma em vez de outra, mas a maioria dos que já foram feitos sábios por experiência entende que o que aconteceu, aconteceu e nada poderia ser mudado. Tal é o destino.

Pergunta: E onde o meu destino está gravado e tudo o que vai acontecer comigo?

Resposta: Está registrado no programa geral que existe no campo de força da natureza dentro do qual nós existimos.

Pergunta: Quando este programa é escrito: antes do nascimento de uma pessoa, no momento do nascimento ou durante o curso de sua vida?

Resposta: Todo o programa já está escrito desde o início da criação até o fim. Claro, mesmo antes do nascimento de uma pessoa, existe um programa do caminho de toda sua vida. Esse roteiro existe dentro do campo de força chamado Shechiná, o desejo comum, que é a matéria de toda a criação. Neste campo, existe uma força que avança no desejo de aproveitar seu estado final, até o objetivo pretendido.

A fórmula dessa força que atua sobre o desejo é chamada de pensamento da criação. O pensamento da criação é esse programa, essa força, essa fórmula, que avança o desejo desde sua forma inicial até o fim. Para 99,99% das pessoas, esse programa é escrito antecipadamente, mas para 0,01%, não está escrito.

Continua …

De KabTV “Nova Vida” 25/07/17

A Oportunidade De Escolher Seu Destino, Parte 1

laitman_760.2Pergunta: Às vezes, certos eventos ocorrem na vida que parecem como se alguém os orquestrasse, e às vezes eles parecem acidentes absurdos. No Oriente, há o conceito de karma, e há um provérbio em árabe dizendo: “O que foi prescrito de cima, a pessoa não pode escapar”.

Nosso destino está realmente predeterminado, como um filme que foi filmado com antecedência, ou é possível mudá-lo?

Resposta: Todo o roteiro da vida já foi escrito antecipadamente, mas a própria pessoa determina de que forma ele vai descer sobre ela. Afinal, o homem tem livre arbítrio, ao contrário da matéria inanimada, das plantas e dos animais que estão sob o controle do “destino cego”, ou seja, o governo superior absoluto por parte da natureza.

A natureza empurra tudo na existência através do processo de evolução de acordo com a teoria de Darwin ou algum outro programa. O ser humano, ao contrário de todos os outros, pode tomar o destino em suas próprias mãos. Se não fizer isso, ele vive como um animal, sob o controle total da natureza, incapaz de influenciar seu destino no qual tudo é determinado previamente.

Ao reagir instintivamente a todas as ocorrências da própria vida, uma pessoa não introduz nada novo de si mesma. Se estudássemos exaustivamente todos os nossos sistemas, psicologia, fisiologia e todas as nossas propriedades, poderíamos calcular nossas decisões e reações a todas as situações da vida.

É como uma máquina cujo comportamento é conhecido antecipadamente. Portanto, não é a máquina que está em questão aqui, mas as influências externas que ela recebe, as forças que atuam sobre ela. O que acontece com uma pessoa depende apenas deles e nada depende da pessoa em si. Isso significa que não podemos dizer que ela define seu destino. É assim que 99,99% da humanidade opera neste mundo.

No entanto, há pessoas que são capazes de tomar o destino em suas próprias mãos e não reagem instintivamente a partir de seu ego e propriedades naturais, mas elevando-se acima de sua natureza e até mesmo contra ela. Este é um comportamento completamente diferente quando comparado a todos os outros, de pessoas comuns.

Em outras palavras, é possível sair desse determinismo mecânico. Não é simples, mas é possível, e não por conta da pessoa em si, mas com a ajuda de uma força especial que existe na natureza, chamada Luz que Reforma. Essa força começa a agir sobre nós quando queremos nos elevar acima de nossa natureza, pois dentro da natureza somos todos robôs que operam dentro de uma máquina.

No entanto, se atraímos a força especial até nós, que começa a nos desenvolver, adquirimos a natureza adicional e superior de doação, unificação e amor. Será uma adição às nossas qualidades pessoais e ao programa de nossas vidas. O programa mudará porque as entradas mudaram já que estou pedindo um novo programa e quero seguir um novo caminho para subir ao próximo nível, o próximo nível da vida.

Eu não quero apenas seguir a corrente instintiva que me leva desde o dia do meu nascimento até o dia da morte, mas passar pela minha vida de outra maneira: estar sob nova governança e reagir de forma diferente para alcançar resultados diferentes. Como resultado, escapo do meu destino e da natureza anterior e me transformo em um elemento ativo do meu novo destino.

De KabTV “Nova Vida” 25/07/17