Textos na Categoria 'Trabalho em Grupo'

Uma Forma Semelhante Ao Criador

934A dezena é um Kli espiritual. Devido ao fato de que todos, pelo menos de alguma forma, se anulam diante de outros que se esforçam para alcançar uma inclusão comum e mútua, nós aproximamos nossas qualidades de alguma semelhança com o Criador. O Criador se anula completamente e se nos unirmos através da autoanulação mútua, construímos um modelo espiritual, uma forma semelhante ao Criador.

Na medida dessa semelhança, começaremos a sentir como um certo brilho desce sobre nós, que uma certa força do alto está presente entre nós. Então sentiremos que estamos nos aproximando do Criador, e Ele está se aproximando de nós.

Após tais exercícios, descobriremos qu,e nossa conexão sob tais condições nos aproxima e nos leva ao Criador. Como uma criança pequena que está apenas aprendendo a andar e dá seus primeiros passos hesitantes, já estamos no caminho para Ele, e damos outro e outro passo com um pé e depois com o outro.

Sentiremos que é o Criador que está movendo nossas pernas como uma mãe que move cuidadosamente as pernas de seu bebê para que ele saiba andar. Assim, começaremos a distinguir as ações do Criador sobre nós, que é Ele quem move nossas pernas: direita, esquerda, e nos ensina a seguir em frente. Sentiremos que o Criador está dentro de nossas ações. Em cada ação vamos querer revelá-Lo, e vamos revelá-Lo precisamente por meio dessa obra.

Vou entender que não ando sozinho e não abraço meus amigos, mas o Criador faz tudo isso por mim. E eu, enquanto tento realizar as mesmas ações, começo a revelá-Lo e descobrir que é Ele quem move meus braços e pernas e preenche todo o espaço entre nós.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 09/06/22, Shamati # 48 “Direita, Plenitude e Verdade”

O Mais Recente Sistema Windows

276.02Como era fácil sentir, apoiar e inspirar um amigo quando estávamos fisicamente juntos. E agora precisamos aprender a sentir uns aos outros através da tela. De fato, não haverá necessidade de reuniões físicas; este será o desenvolvimento posterior.

Vamos nos desenvolver para tais estados que as telas não estarão à nossa frente, mas ao nosso redor. Esta tela na qual agora vejo meus amigos se conectará com a tela que me mostra o mundo.

Ainda vemos o mundo ao nosso redor na tela, mas não entendemos que é uma tela. Toda a humanidade e os eventos que acontecem com ela são uma transmissão em uma tela que vem a mim de cima, do Criador.

Mas é possível construir uma tela adicional com a qual revelarei uma realidade superior diferente. E esta tela depende de mim, se eu adquiro o desejo de doação.

Da mesma forma, construiremos uma tela entre nós e com ela não precisaremos mais da tela do computador atual para ver nossos amigos.

Dentro de nós haverá um tal “sistema operacional Windows” que nos permitirá passar de uma janela para outra, de um palco para outro, de um mundo para outro.

Com certeza chegaremos a isso. Se não tivermos tempo nesta vida, nos encontraremos no próximo ciclo e continuaremos este trabalho.

Da 2a parte da Lição Diária de Cabalá de 24/04/22, Escritos do Baal HaSulam, “Um Discurso para a Conclusão do Zohar”

Dois Estados: Pequenez E Grandeza

528.02Pergunta: Rabi Nachman escreve que enquanto estudou O Livro do Zohar, ele chorou muito até que foi recompensado com sua compreensão. O que é esse estado de “choro”?

Resposta: Chorar representa o estado de pequenez (Katnut), quando uma pessoa lamenta não poder entender e ver mais para fazer um esforço ainda maior em se aproximar do Criador.

Pergunta: Além disso, ele escreve: “Embora eles (os discípulos de Rashbi) estivessem em conexão e união uns com os outros, essa conexão era temporária e era chamada de união do primeiro pilar, ou seja, uma única conexão. Então o rabino Shimon queria conectá-los com uma conexão dupla, para que essa conexão fosse forte e sólida”. Quais são esses dois tipos de conexão?

Resposta: Estamos falando da conexão entre as pessoas que estudam a Torá, que fala apenas de uni-las em um único sistema, uma única dezena, uma única alma.

O fato é que existe uma conexão direcionada apenas para conceder desejos, a chamada conexão da pequenez, um estado de pequenez (Katnut). E há uma conexão que inclui um estado de grandeza (Gadlut), fortes desejos egoístas de uma pessoa em um estado corrigido.

Está escrito no Zohar para Todos com os comentários do Baal HaSulam: Todos aqueles amigos que não se amam partem do mundo antes do tempo (Zohar para Todos, Ki Tissa 54). Todos os amigos do tempo do Rashbi tinham amor da alma e amor do espírito entre eles. O amor da alma significa amor no nível de pequenez (estado de pequenez). E o amor do espírito é o amor ao nível da grandeza (estado de grandeza).

É por isso que em sua geração, os segredos da Torá foram revelados. Rabi Shimon diria: “Todos os amigos que não se amam fazem com que se desviem do caminho certo”, porque eles não se desenvolveram para o estado de grande amor quando os desejos de receber também trabalham para doação.

Além disso, eles mancham a Torá, pois há amor, fraternidade e verdade na Torá.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 15/02/22

O Abraço Do Criador

938.02O Criador nos empurra com uma mão forte para nos conectarmos ainda mais. Então sentiremos Sua mão forte como um forte abraço.

Se não nos afastamos, vemos que o Criador também não nos afasta. E se nos abraçarmos, sentiremos que o Criador também nos abraça.

É como se espinhos afiados não nos deixassem abraçar. Mas entendemos que esses espinhos pertencem ao Criador e não a um amigo. E se em um esforço para abraçar meus amigos sinto espinhos afiados e rejeição, estes são meus espinhos, meu ódio e não deles, por mais que me pareça que os amigos são os culpados.

Portanto, nós abraçamos apesar de tudo com fé acima da razão: primeiro pela força e depois voluntariamente. Então todos os espinhos não apenas desaparecem, mas se transformam na cola de nossa conexão indissolúvel.

Da Lição Diária de Cabalá 12/04/22, “Pessach

Corredor Zero

938.05Não há necessidade de temer que todas as nossas tentativas de doar finalmente se transformem em uma ação egoísta para nosso próprio bem. Ainda precisamos continuar. Se eu dou um presente a um amigo, é claro que isso também é uma ação egoísta, mas é agradável para mim e agradável para aquele a quem faço isso.

Acontece que nos aproximamos e assim fornecemos ao Criador um lugar onde Ele pode entrar entre nós. Quanto mais próximos estivermos uns dos outros, mais oportunidades o Criador tem de ser incluído nessa lacuna.

O Criador não precisa de uma grande lacuna; pelo contrário, Ele precisa que haja uma diferença entre um e outro, mas deve ser zero. Se houver uma diferença, mas essa diferença for zero, o Criador estará lá.

Queremos aproximar nossas qualidades, intenções, pensamentos e desejos tão próximos que todos atuem na mesma direção e, portanto, quase não haja diferença entre eles. A diferença entre nós vem do lado da natureza, do lado do Criador, mas queremos nos fundir uns com os outros acima dessas diferenças.

Acontece que a lacuna entre nós em nossa conexão é zero, e nós revelamos o Criador nela cem por cento. Afinal, o Criador não precisa de um lugar; se há um lugar, essas já são forças impuras.

Se quisermos chegar tão perto que não haja espaço entre nós, o Criador o fará.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá de 10/04/22,Pessach

O Resultado Da Destruição Da Alma Comum

559

Pergunta: De onde vem o fenômeno do transgênero, quando uma pessoa nasce exteriormente homem, mas se sente mulher e passa por uma cirurgia de mudança de sexo? Ou vice-versa?

Resposta: Isso vem do fato de que todos nós somos o resultado da destruição de uma alma comum.

O Criador criou uma alma, uma estrutura espiritual, que foi especialmente dividida em muitas partes para que pudéssemos conhecer o Criador através delas e alcançar Seu status, Seu grau, e nos fundirmos com Ele.

Ela não foi apenas dividida em partes diferentes em termos de poder, qualidades e personagens, mas também por gênero. Ao mesmo tempo, uma parte da alma está empenhada em dominar a técnica de correção e atrair a força superior, a outra está desenvolvendo o desejo e despertando a parte masculina para o desenvolvimento com a ajuda da mesma força superior.

Como somos partes quebradas de uma única alma, no processo de nossa correção, adaptação e retorno ao mundo superior do qual caímos após sermos quebrados, constantemente nos misturamos uns com os outros. Juntos, homens e mulheres dão à luz meninos e meninas.

É o mesmo no mundo espiritual. Damos à luz almas masculinas e femininas, e o Criador, a terceira força, determina, em princípio, o destino de cada uma delas de acordo com o objetivo final. Em geral, este não é um sistema simples.

Por dezenas de milhares de anos de existência da humanidade houve uma constante mistura fisiológica animal, especialmente em nosso tempo, quando por um lado o egoísmo aumentou e, por outro, atingiu uma mistura terrível e surpreendente entre as nações de nossa geração.

Além disso, essa mistura não é tanto física quanto interna — na cultura, na mentalidade e na dependência mútua. Como resultado, há uma agitação nas almas quando elas não conseguem se associar com precisão às suas raízes, inclusive sexualmente.

E aqui uma pessoa se confunde com sua orientação tanto espiritual quanto fisicamente. Mesmo no trabalho espiritual, às vezes observamos que um homem que deveria se realizar como homem na verdade tende a uma versão mais feminina da correção da alma. Por outro lado, há muitas mulheres que gostariam de estar no lugar dos homens em sua realização espiritual.

Acho que esse é um grau necessário do nosso desenvolvimento. Ele contém um plano muito sério, quando por penetração mútua, reaproximação e mistura de cima, começamos a analisar melhor, absorver e separar os sexos.

Isso levará ao fato de que os homens, tanto no mundo espiritual quanto no físico, entenderão melhor as mulheres, e as mulheres entenderão melhor os homens. Mas hoje não existe esse entendimento. Para isso você precisa ser um Cabalista sério para realmente poder entrar no mundo interior de uma mulher e entendê-la, e vice-versa.

Um dos objetivos da educação Cabalística é dar às pessoas a oportunidade de chegar à interação correta umas com as outras. Caso contrário, nosso mundo se tornará um mundo de pessoas que não se veem. Elas só ocasionalmente se encontram em algum lugar, têm relações sexuais e fogem. E mesmo que você more junto com alguém, essa coabitação não é algo em comum.

Em outras palavras, nossa mistura mútua é necessária mesmo em formas tão desagradáveis e não naturais de desenvolvimento egoísta, porque somente assim podemos chegar a um tipo especial de egoísmo, que consiste em todas as formas possíveis, e todos serão capazes de compreender mais e melhor os outros.

De KabTV, “Close-Up. Reencarnação”, 03/05/10

Do Contato Físico Ao Campo Das Sensações

962.6Pergunta: Nos últimos dois anos, sua comunidade de estudantes que estudam o método da Cabalá praticamente não se reuniu fisicamente. Você conduz suas aulas remotamente. Na verdade, você vive em uma espécie de comunidade virtual na qual, no entanto, existem conexões reais, uma oportunidade real de mudar a si mesmo e à comunidade.

Como você se sente com isso? Os laços entre seus alunos se tornaram mais fracos ou permanecem os mesmos?

Resposta: Nossos laços se tornaram mais fortes, estão sendo reformulados e se tornando mais virtuais e, ao mesmo tempo, mais óbvios.

Não é virtualidade, no sentido de que devemos imaginar algo para nós mesmos. Cada vez mais recusamos alguns contatos físicos aceitos em nosso mundo e os transferimos para o reino das sensações. Eles nos levam a um estado em que realmente entendemos que a coisa mais importante é a matéria que nos é dada na sensação.

Pergunta: Onde está o livre arbítrio aqui?

Resposta: O livre arbítrio está aqui o quanto você quiser! Afinal, quando uma pessoa não é restringida por nenhuma circunstância terrena – movimentos mecânicos e outras ferramentas, ela se torna virtual. Mostra apenas seu desejo. Se ela quiser entrar em contato com você, ela sai. Se não, ela se fecha e você não a vê mais, não a ouve e não a conhece. Ela pode mudar sua identidade e pronto, ela não existe para você, ela evaporou do seu mundo.

Portanto, começamos a sentir que é cada nova circunstância, por exemplo, com um vírus e outras oportunidades, que nos ajuda a nos aproximar de um novo mundo.

De KabTV, “Mundo Virtual”, 09/02/22

Uma Aliança Feita Para A Eternidade

931.01Pergunta: Em princípio, todas as quatro alianças espirituais se manifestam quando uma pessoa já alcançou o Criador? Antes disso pode ser feita alguma união no grupo?

Resposta: Em um grupo nós criamos tais qualidades entre nós que nos ajudam a ficar juntos e fazer o que Baal HaSulam e, principalmente, Rabash falam. Em seus artigos, Rabash escreve sobre o grupo, sobre a união e sobre nosso movimento em direção à conexão, dentro da qual realmente alcançamos o Criador.

Comentário: A gente também meio que faz acordos no grupo, por exemplo, para chegar pontualmente às aulas, se reunir e participar de congressos. Mas todos esses são acordos egoístas, que às vezes seguimos e às vezes não, em contraste com a união com o Criador. Afinal, se você já concordou com Ele, então é para sempre.

Minha Resposta: Deve ser o mesmo no grupo. Subam, mas não desçam.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 28/12/21

Blitz De Dicas De Cabalá – 09/01/22, Parte 3

294.4Pergunta: A cada dia, a cada minuto, investimos esforços diferentes. Como a luz reage a isso e como isso afeta todo o trabalho do grupo mundial?

Resposta: Nós só precisamos sentir isso. Não posso expressar isso em palavras, assim como não posso transmitir com precisão o sabor de algo que você não provou. Vamos alcançar isso e saboreá-lo.

Pergunta: Por que o egoísmo corpóreo e a ambição diminuem à medida que o egoísmo espiritual cresce? Eu não quero absolutamente nada.

Resposta: Isso é só por agora. À medida que você continuar a se desenvolver espiritualmente, verá o quanto suas necessidades corporais crescem. Enquanto isso, não há razão para chorar que você não quer nada. Pelo contrário, esta é uma ajuda dada a você para dar os primeiros passos na direção correta.

Pergunta: Como podemos sempre lembrar que estamos nos dirigindo ao Criador e, antes de tudo, começar com um pedido de conexão?

Resposta: O grupo deve pensar sobre isso. Quando todos pensarem sobre isso juntos, ninguém escapará desse pensamento. Esta é a garantia mútua.

Pergunta: O que significa que a corporalidade do amigo é minha espiritualidade?

Resposta: Se você aceitar os desejos deles e quiser implementá-los, esses desejos se tornarão a estrutura do seu Kli espiritual.

Pergunta: Você disse que a espiritualidade não deve se misturar com a corporalidade. Como podemos chegar a isso?

Resposta: Eu quis dizer que você não pode pedir por sua família, por seus filhos ou por outra pessoa. Você só pode pedir o que está dentro do círculo do grupo.

Pergunta: Como posso determinar se minhas ações são para o benefício do Criador ou para o meu bem?

Resposta: Se o grupo concorda com você e vocês elevam essa questão juntos ao Criador, essa é uma ação para Seu benefício.

Pergunta: O que devemos fazer para sair da descida que se seguirá ao congresso? Ou talvez já tenhamos chegado a tal estágio que não teremos descidas, mas apenas subidas?

Resposta: Absolutamente não! Deve haver descidas, caso contrário não haverá subidas. Devem se alternar: altos e baixos, baixos e altos. Mas não temos nada a temer de nenhum deles. Pelo contrário, é a partir das quedas que nos erguemos e conquistamos graus espirituais.

Da Convenção Internacional “Elevar-se Acima de Nós Mesmos09/01/22, “Pedir ao Criador que ocupe o lugar entre nós” Lição 7

Como Você Assina Uma Aliança Com O Criador?

598Comentário: O grande Cabalista Baal HaSulam escreve que não há diferença entre dar ao próximo e dar ao Criador.

Minha Resposta: Isso é totalmente correto. Se você adquirir a qualidade de doação e não houver nenhum benefício para o seu egoísmo com isso, não importa a quem você dá.

Então não faz diferença para você se você faz um acordo com um amigo ou com o Criador. É apenas no fato de que o Criador é o comum, completo e perfeito. Nossas relações no grupo e entre nós são privadas, vêm e vão. Ou seja, o Criador é o objetivo e os amigos são os meios.

Pergunta: Qual é o significado do contrato? O que assinamos?

Resposta: Vocês entram em um acordo sobre um pedido ao Criador para que Ele os ajude a se tornar como Ele.

Pergunta: Este é o contrato completo?

Resposta: Sim. E o que mais poderia haver? Tudo o que você precisa é da ajuda Dele para subir ao nível Dele. Mas tudo isso é resolvido em conexão com os amigos.

Pergunta: Acontece que não posso entrar diretamente em um contrato com o Criador. Será sempre através de outras pessoas, através da sociedade?

Resposta: Isso sempre será expresso em sua boa conexão com os outros.

Comentário: Mas nas fontes primárias está escrito apenas sobre uma aliança direta com o Criador. Por exemplo, Abraão fez uma aliança com Ele diretamente, assim como outros Cabalistas.

Minha Resposta: Aí se trata das mais altas leis espirituais. Em nosso mundo, em nosso estado, é possível alcançar o amor do Criador apenas pelo amor de amigos, pelo amor aos outros.

Só assim posso me voltar a Ele e alcançá-Lo.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 28/12/21