Textos na Categoria 'Trabalho em Grupo'

O Propósito Do Grupo Cabalístico, Parte 6

laitman_528.02Como O Grupo É Montado?

Pergunta: Cada indivíduo tem um certo desejo pelo Criador ou pelo que a natureza excita nele. Para cultivar esse desejo, você precisa se conectar com pessoas semelhantes a você. Como isso acontece?

Resposta: Não está claro para nós como o grupo se une. De repente, as pessoas sentem que essa ideia está próxima delas e, assim, chegam ao grupo.

Não pode haver muitas dessas pessoas. Elas são peneiradas e há cada vez menos delas, até que um número tão grande de pessoas em quantidade e qualidade se reúna, que possam incorporar um ideal espiritual, unidade entre si.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 06/06/19

O Propósito Do Grupo Cabalístico, Parte 5

laitman_530Objetivo De Um Grupo – Unir-Se Em Um Desejo

Pergunta: Por um lado, um grupo na Cabalá não significa as pessoas em si, mas a totalidade de seus desejos.

Por outro lado, esse grupo de pessoas unidas por uma única ideia é necessário para aumentar o desejo, porque todas chegam a ele com seu pequeno desejo de espiritualidade. Portanto, o objetivo do grupo é aumentar o desejo. Como isso acontece?

Resposta: Não. O objetivo do grupo é conectar-se um com o outro na medida em que ele representa um único desejo.

O grupo é formado não por pessoas, mas de cima. Ele é alimentado pelo mundo superior, o Criador. Portanto, a ação dos membros do grupo é unir-se e tornar-se o mais semelhante possível à luz superior.

Esse é um relacionamento muito complicado, porque existe contra o enorme egoísmo deles. Mas quanto maior a rejeição mútua e maior a aspiração um pelo outro, eles alcançam certa combinação entre escuridão egoísta e luz altruísta neste e em um estado em que podem sentir a força superior.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 06/06/19

O Propósito De Um Grupo Cabalístico, Parte 4

A Estrutura De Uma Dezena

laitman_947Comentário: Depois de Abraão, Moisés continuou desenvolvendo o método espiritual. Ele dividiu o povo judeu em dezenas, pequenos grupos nos quais todos podiam expressar de alguma forma a propriedade de doação e amor.

Até os livros foram escritos pelos Cabalistas não individualmente, mas em dezenas, em grupos. Curiosamente, dez significa não dez corpos físicos, mas um conjunto de desejos. Portanto, duas pessoas também podem ser consideradas uma dezena.

Resposta: Dez é um desejo comum completo. Dessa maneira, O Livro do Zohar foi escrito. Já que estamos na última geração, na correção final, devemos tentar formar o mesmo grupo daqueles que escreveram O Livro do Zohar.

Pergunta: Você e seu professor também eram dez, um grupo?

Resposta: Sim, mas era um estado completamente diferente, diferente de hoje.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 06/06/19

O Propósito De Um Grupo Cabalístico, Parte 4

laitman_947A Estrutura De Uma Dezena

Comentário: Depois de Abraão, Moisés continuou desenvolvendo o método espiritual. Ele dividiu o povo judeu em dezenas, pequenos grupos nos quais todos podiam expressar de alguma forma a propriedade de doação e amor.

Até os livros foram escritos pelos Cabalistas não individualmente, mas em dezenas, em grupos. Curiosamente, dez significa não dez corpos físicos, mas um conjunto de desejos. Portanto, duas pessoas também podem ser consideradas uma dezena.

Resposta: Uma dezena é um desejo comum completo. Dessa maneira, O Livro do Zohar foi escrito. Já que estamos na última geração, na correção final, devemos tentar formar o mesmo grupo daqueles que escreveram O Livro do Zohar.

Pergunta: Você e seu professor também eram dez, um grupo?

Resposta: Sim, mas era um estado completamente diferente, diferente de hoje.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 06/06/19

Alcançar O Criador No Centro Do Grupo

laitman_938.04Pergunta: No nosso caminho, devemos passar por momentos de ódio. Se o ódio não é revelado, é sinal de que não estamos avançando?

Resposta: Não devemos esperar sentimentos negativos. Se não os temos, que assim seja. Nós apenas precisamos nos mover em direção ao centro do grupo e procurar persistentemente o Criador nele.

Nosso trabalho é muito simples. Como Baal HaSulam escreve no artigo “Arvut” (Garantia Mútua), o Criador leva uma pessoa ao grupo, coloca sua mão no caminho certo e diz “Siga-o”.

Agora, no grupo, precisamos apenas aumentar a influência do ambiente sobre nós, até alcançarmos o Criador no centro do grupo. É isso aí! Não há mais nada!

Veremos que o mundo ao nosso redor é tudo ficção. Tudo isso é o mundo ilusório (Olam ha Medume). Existe apenas a dezena e o Criador dentro da dezena. Eu quero que vocês saiam da Convenção com esse pensamento, com essa verdade.

Da Convenção Mundial de Cabalá na Moldávia, 08/09/19, “Juntando Todos Os Estados Em Direção Ao Criador”, Lição 7

O Propósito do Grupo Cabalístico, Parte 1

laitman_962.5Todo mundo tem seu próprio caminho em direção ao Criador

Pergunta: Ao longo da história, alguns Cabalistas atingiram a realização espiritual sem professores. Houve aqueles que alcançaram o Criador sem as fontes e até aqueles que o fizeram sem o grupo. Como alguém pode alcançar a meta sem esses fatores?

Resposta: Depende da meta, do estado e do momento.

Observação: O objetivo daqueles que estudam Cabalá é revelar o Criador.

Meu Comentário: Mesmo isso pode ser bem diferente. Assim como em nosso mundo, podemos ser educados em diferentes níveis, em vários aspectos: em profundidade ou largura, etc.

O fato é que todas as almas são diferentes, de várias partes, ou seja, diferentes partes da alma comum. Assim, ao longo de 20 gerações, de Adão a Abraão, havia almas que não precisavam da Cabalá porque tinham uma inclinação interior natural para a realização.

Pergunta: Assim como hoje, existem pessoas naturalmente incorporadas com a capacidade de curar pessoas?

Resposta: Exatamente. Elas não sabem de onde tiram. Há pessoas que, pelo contrário, alcançam isso com conhecimento e compreensão, através de professores, de pequenos grupos de pessoas. Todo mundo tem seu próprio caminho em direção ao Criador; não há nada que possa ser dito sobre isso.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 06/03/19

Blitz De Dicas De Cabalá – 06/09/19

laitman_597.02Pergunta: Qual deve ser a oração se você se sentir como um aglomerado de mal e corrupção?

Resposta: Isso é ótimo. Se todos nós nos sentíssemos como tais aglomerados de mal, egoísmo, inveja, ciúme, maldade e tudo o que possivelmente existe, seria perfeito. Quanto uma pessoa desejasse, se não para se livrar dele, pelo menos pintar um pouco sobre ele!

Isso é bom. Isso significa que ela já precisa mudar a si mesma.

Pergunta: Como e quando poderemos conectar todos os nossos AHP conosco?

Resposta: Para fazer isso, primeiro você deve ter Galgalta ve Eynaim e depois AHP. Antes de tudo, você deve ter desejos de doação, e poderá trabalhar com os desejos de receber em prol da doação.

Pergunta: Como podemos não chegar à inação ou indiferença por nos anularmos?

Resposta: Vamos primeiro aprender a nos anular e depois veremos. Você está certo, há uma pergunta nisso. O fato é que eu estou anulando não a mim mesmo, mas a minha participação egoísta, e peço que, em seu lugar, o Criador me dê uma nova força, a qualidade de doação.

Pergunta: Se a concessão ao amigo não leva à grandeza da meta, você deve conceder a ele?

Resposta: Se for uma dezena, eu não faço cálculos se leva ou não à meta. O mais importante é que, ao conceder ao amigo, eu me movo em direção à meta.

Da Convenção na Moldávia, “Dia Um” 06/09/19 , “Estar Preparado Para Ser Influenciado Pela Sociedade”, Lição 2

Mundo – Realidade Ou Ilusão? Parte 15


laitman_963.8Jogando Equivalência Com O Criador

Pergunta: Como aqueles que estudam a Cabalá podem sentir o Criador se simplesmente desempenharmos o papel daqueles que O sentem diante dos amigos, mas realmente não sabemos nada sobre Ele, exceto Suas qualidades? Como saberemos que estamos nos aproximando Dele e não é uma ilusão ou apenas nossa imaginação, mas se tornará real?

Resposta: Tente jogar como se você fosse semelhante ao Criador em relação ao seu amigo. E você verá o quanto isso começa a desenvolver você e seu amigo.

O amigo, por sua vez, também começará a reagir a você da mesma maneira. Assim, vocês se desenvolverão juntos, e o Criador estará ajudando vocês dois.

O principal é tentar fazer tudo de uma maneira em que você se manifestaria como o Criador.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 15/09/19

Companheiros No Caminho Espiritual

laitman_749.03Pergunta: Que condições são necessárias para receber uma resposta à MAN? Talvez precisemos criar um serviço especial para isso?

Resposta: Não sei qual serviço vocês podem criar e para quem. Não há necessidade de criar outros canais além da comunicação adequada entre si.

O desejo comum que surge do grupo criará esse serviço, aquele canal através do qual todos os seus desejos particulares, conectados entre si, formam um enorme desejo chamado “MAN“. Vocês definitivamente obterão uma resposta para ele. Tudo depende de quanto vocês tentam se unir entre si para alcançar o Criador.

Vocês têm um objetivo muito claro: alcançar o Criador. Portanto, não importa para vocês que está sentado próximo. Se uma pessoa quer estar com vocês para alcançar seu objetivo, ela é sua companheira e vocês podem progredir. É assim que vocês devem se olhar, puramente como consumidores.

Não olhem para a aparência de um amigo, para seu caráter e hábitos. Não importa para vocês o que e quem ele é. O que importa é que ele se esforça para o mesmo objetivo. Portanto, ele pode ser seu companheiro, um assistente sem o qual vocês não alcançarão seu objetivo.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 18/08/19

Em Uma Pequena Jangada

laitman_290Se estou constantemente nos amigos, não cairei, posso equilibrar meus estados. É como se estivéssemos em pé em uma balsa atingida pelas ondas, todos nós da dezena. Todo o nosso trabalho é equilibrar a balsa no mar tempestuoso; todos fazem esforços apenas para isso.

Há um nível no meio da balsa mostrando o nível horizontal e todos nós focamos nele, na linha do meio. Fazemos isso juntos ou não podemos equilibrar o nível. Devemos sentir um ao outro, entender o que cada um está fazendo e o que precisamos para equilibrar. Não trabalhamos alternadamente, um após o outro, devemos estar conectados internamente, mesmo antes de executar ações, a fim de alinhar o nível a zero.

Ao equilibrar o nível, eu realizo uma ação oposta ao Criador: Ele eleva as ondas e eu quero compensar a perturbação, compensar Seu trabalho e, assim, eu O chamo. Eu trabalho com a tela e a luz refletida contra o Criador, levando a uma colisão devido à oposição de nossas ações e, ao mesmo tempo, à adesão, porque trabalhamos juntos. É como se estivéssemos dançando um tango, como uma noiva e um noivo.

Isso requer a conexão dos corações. A mente não ajudará aqui; ela funciona muito devagar. Somente o coração pode reagir instantaneamente. Se um coração sente o outro, eles se dão bem imediatamente antes que a compreensão chegue à mente e ela comece a pensar.

Portanto, queremos estar em um coração. Quando sentimos que isso é possível, de repente entendemos como o mundo espiritual é organizado: “até a razão”. A mente começará a reagir em meio minuto e não antes; portanto, o principal é o sentimento, que responde imediatamente.

Um coração significa que não há diferença em nossa atitude; não há atraso de coração para coração, estamos simplesmente todos juntos. Portanto, não precisamos esperar um pelo outro ou perguntar um ao outro o que o outro está fazendo para equilibrar o nível. Nós equilibramos juntos; não pedimos nada porque sabemos, sentimos o que será. Nos elevamos acima do tempo porque eu não preciso esperar pelas ações dos amigos; eu moro com eles em um único coração. Portanto, o tempo desaparece, pois não há passado, presente e futuro.

Passado, presente e futuro existem entre nós apenas por causa da transferência de um para outro. Se todos agirmos a partir de um ponto, não haverá tempo. Acontece que já estamos na eternidade porque o tempo desapareceu.

No entanto, se não trabalharmos a partir do centro do grupo, todo o nosso trabalho será de uma maneira muito longa e indireta. No final, atingiremos a meta algum dia, mas prolongaremos muito o tempo.

O nível é o ponto central do grupo, um único desejo, uma única intenção, um único coração. Neste lugar, podemos revelar o Criador: um contra o outro.

O nível não é uma bolha de ar em um líquido, como em um dispositivo físico, mas o coração comum do grupo que pertence a todos. Imagine que estamos em uma jangada balançando nas ondas. No meio da jangada, há um nível que precisamos manter em equilíbrio. Se somos capazes de alinhá-lo, então, no ponto central que mantém o equilíbrio, apesar das ondas, ocorre o contato com o Criador, Sua revelação.

No próximo nível, será ainda mais difícil manter o equilíbrio: as ondas aumentarão mais, a jangada ficará mais alta, dois andares. No entanto, isso nos fará unir ainda mais firmemente em um coração, e só assim descobriremos mais e mais oportunidades para revelar o Criador e trazer satisfação a Ele.

O nível é o ponto comum para todos nós, que veio do Criador. É o Criador dentro de nós! O nível estará em equilíbrio se todos estivermos direcionados um para o outro, cada um querendo nada para si e estar pronto para dar tudo de si aos amigos. 1

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá em 21/10/19, Simchat Torá

1 Minuto 51:30