Textos na Categoria 'Trabalho em Grupo'

Entre Os Amigos

laitman_962.5Se eu quiser me conectar com um amigo, descubro que preciso da ajuda do Criador. Quanto mais peço ajuda ao Criador, mais sinto minha dependência Dele. Na medida em que o Criador fortalece minha conexão com os amigos, eu estabeleço uma conexão com o Criador, começo a entendê-Lo e senti-Lo. Tudo isso é revelado dentro da minha conexão com meus amigos, dentro das relações humanas, não em algum sentimento abstrato do Criador.

Eu sinto o Criador, eu apelo a Ele porque preciso Dele como um mediador entre eu e meu amigo. Eu revelo diferentes tipos de conexão com um amigo, eu atribuo tudo isso ao Criador. Entre eu e meu amigo há uma diferença de potenciais, que a Luz superior, o Criador, preenche, como uma corrente fluindo entre dois polos.

Desta forma, eu alcanço o Criador, isto é, não Ele mesmo, mas Suas ações, como está escrito: “Por Suas ações, nós Te conhecemos”. O Criador constrói e destrói as relações entre nós, rompe-as, levando-nos por todos os estados possíveis, através da escuridão e do mal, fazendo-me chorar e amaldiçoá-Lo. Mas daí vem a percepção, a sensação, a Luz vem, e eu entendo que uma pessoa não pode existir sem a outra porque “… a vantagem da Luz de dentro da escuridão” é revelada. Como resultado de todos esses estados, eu começo a alcançar o Criador. Embora Ele esteja se escondendo, eu começo a distinguir Sua presença julgando pela diferença entre os estados.1

O 613º mandamento é o amor pelo Criador. Podemos cumprir 612 mandamentos, mas não o 613o. O último mandamento vem de cima.

Os 612 mandamentos são a correção da conexão entre as partes da alma quebrada. 612 Luzes colam e fixam os fragmentos quebrados do vaso. O 613º mandamento é um acréscimo ao Kli pleno e completo – a Luz de Yechida – vindo do próprio Criador. Nós mesmos somos incapazes de qualquer ação em relação a este mandamento.

O mandamento espiritual é o ama ao próximo como a si mesmo. Se fizermos isso, chegaremos ao amor pelo Criador. Eu não negligencio os mandamentos físicos, mas o principal é saber o que queremos alcançar com isso. Por exemplo, lavar as mãos significa liberação de receber, após o que toda a nossa vida deve ser somente na doação.2

O Criador está entre todos os amigos. Além disso, é a sensação de uma lacuna, de uma distância entre nós – esse é o sentimento do Criador. Eu olho para um amigo e vejo como ele é diferente de mim, que discrepância existe entre nós, que omissões – este é o Criador entre nós. E se trabalharmos corretamente, vemos que o Criador começa a nos unir, como está escrito: “Um homem e uma mulher, se forem recompensados, a Shechiná [Divindade] está entre eles”.3

Em Adam HaRishon, antes da quebra, não havia inclusão mútua de desejos um no outro. Mas após a quebra da alma comum, todas as suas partes foram misturadas e penetraram uma na outra em um número infinito de variações, o que permite que uma pessoa compreenda profundamente e sinta o Criador.

Antes disso, a sensação do Criador por Adão era “circuncidada”, como se fosse uma criança pequena. Ele não tinha as ferramentas para penetrar profundamente no Criador. E devido à quebra e interpenetração de todas as partes que requerem trabalho em sua correção e pedindo a ajuda do Criador, um homem se familiariza com o mundo interior do Criador e penetra profundamente dentro Dele.

Antes da quebra, Adão recebeu a Luz somente no corpo do Partzuf no nível de Nefesh-Ruach. Mas graças à quebra, podemos elevar a Luz refletida da tela para a cabeça (Peh de Rosh) para cima, como se estivéssemos entrando no Criador. Então a Luz se espalha de cima para baixo até esta altura da Luz refletida, até a altura de atingir o Criador, e nós O alcançamos em nós mesmos. Isto determina a medida de nossa inclusão mútua, fundindo-se com o Criador: na medida em que alcançamos o Criador na cabeça, a este ponto nos unimos com Ele através do corpo do Partzuf espiritual.

E tudo isso começa e termina na conexão entre os amigos. Este é o nosso único objetivo, caso contrário, não será o objetivo da criação, mas algum tipo de substituto. Isso determina nossa atitude em relação à criação e mostra se temos o direito de sermos chamados de última geração.4

A solução está apenas em se conectar nas dezenas. Enquanto isso, não podemos superar a separação entre nós, nossa rejeição mútua. Queremos receber todas as respostas da nossa conexão na dezena. O que quer que aconteça no mundo, eu olho para a dezena e de lá recebo todas as respostas. Eu me organizo dessa maneira e, de repente, sinto que realmente existe um sistema que pode responder a qualquer uma das minhas perguntas.

Tudo o que acontece no mundo e comigo pessoalmente é uma consequência do que está acontecendo na dezena. Essa é uma causa interna, que causa todas as consequências em minha família, no trabalho e em todo o mundo. É necessário apenas olhar dentro da dezena: até que ponto estamos unidos ou nos falta unidade – do que depende o acontece em todos os cantos, como um ramo que vem da raiz.5

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, 06/03/19, Escritos do Baal HaSulam, Introdução ao Estudo das Dez Sefirot, item 64
1 Minuto 47:55
2 Minuto 54:07
3 Minuto 59:40
4 Minuto 1:11:00
5 Minuto 1:45:40

Ataque No Grupo

laitman_943Pergunta: Nós podemos criar um ataque no grupo e como podemos fazê-lo corretamente?

Resposta: Um ataque no grupo só é possível quando vocês estão se reunindo com um objetivo, um desejo, uma intenção. Tentem se concentrar o máximo possível entre si para discernir claramente seus desejos e, então, começar a orar e pedir.

Pensem no que devemos pedimos e de que maneira. Tentem formular juntos. De repente vocês vão ver como começam a se entender mais, como seus corações se tornam mais próximos, como quem você são se torna mais claro, o que vocês querem e o que devem pedir.

Falem um com o outro, falem sobre isso e cheguem a uma única conclusão. Tentem ficar com esta conclusão pelo máximo de tempo possível e sentirão como ela muda vocês.

Isto é, vocês não apenas enviam um telegrama para algum lugar e obtêm uma resposta. Vocês estão no sistema do Criador, e no processo deste trabalho, começam a sentir como um relacionamento correto com o Criador, ou um desejo de um relacionamento correto com Ele, mudam vocês. Vocês vão conseguir!

Da Lição de Cabalá em Russo, 04/11/18

Congresso: Absorver Outros

laitman_963.8Pergunta: Como podemos estar em contato com todas as dezenas quando alguns dos amigos participam do Congresso fisicamente e alguns virtualmente?

Resposta: Qual a diferença? No Congresso haverá dezenas aleatórias. Eu não me importo onde meus amigos estão.

O Congresso é projetado para absorver todas as dezenas, todo o Kli mundial, para absorver opiniões, sentimentos – tudo o que está em todos os nossos amigos, e não que eu venho com minha dezena, sento-me à mesa com uma placa: “Este é o grupo italiano, aqui está a sua mesa”.

Que diferença faz se eu me sento aqui ou na minha casa em Roma ou em outro lugar? Eu tenho que me misturar com todos, sentir o espírito e a vida deles o máximo possível, e nessa medida vou avançar.

Nosso progresso depende de como nos misturamos mutuamente; essa é a nossa força – não cada um de nós separadamente, mas juntos!

Portanto, deixe uma parte vir aqui e outra parte permanecer lá, não há diferença; o principal é que eu constantemente tento absorver as impressões de todos os amigos, seu amor, seus sentimentos e suas aspirações à meta. Eu preciso dessas forças.

Da Lição de Cabalá em Russo, 05/02/19

As Leis Espirituais Podem Mudar?

laitman_548.01Pergunta: Um ser criado no nível do Criador pode estabelecer novas leis para si mesmo?

Resposta: Nem o ser criado nem o Criador podem estabelecer novas leis.

As leis espirituais originaram-se do fato de que na Luz superior , que é a natureza do Criador, apareceu um pequeno ponto negro – uma propriedade oposta à Luz, e esse ponto começou a se desenvolver.

O desenvolvimento deste ponto sob a influência da Luz construiu todos os mundos e tudo neles incluindo a alma de Adão e sua destruição, e mais adiante o nosso estado. Tudo vem deste ponto, que desenvolve e constrói todas as suas mudanças, metamorfoses e partes, sob a influência da Luz superior.

Não há nada artificial aqui e nada pode mudar. Tudo pode mudar somente na direção oposta se nós, nos conectando uns com os outros, começarmos a influenciar este ponto negro e levá-lo ao estado onde ele é equivalente à Luz.

Da Lição de Cabalá em Russo 04/11/18

Triângulo: Eu – Grupo – Criador

laitman_938.03Pergunta: O que devemos sentir primeiro: o desejo (falta) do Criador ou o desejo de um amigo?

Resposta: Pode ser ambos. Devemos chegar à adesão com o Criador, isto é, completar a conexão com a qualidade de doação. Isto só pode ser alcançado através do grupo.

Portanto, primeiro você deve se conectar totalmente com a dezena. Isso só pode ser feito se você exigir que o Criador lhe dê a qualidade da conexão, a qualidade da misericórdia (Hassadim), de modo que Ele o influencie com a Luz circundante (Ohr Makif), com a ajuda da qual você pode se unir aos seus amigos.

Você usa o Criador para se unir aos seus amigos e faz isso para se aderir ao Criador. Este é um triângulo constante.

Portanto, você deve agir nos dois sentidos. Isto é, use a dezena para alcançar a adesão com o Criador, para dar-lhe prazer, para trabalhar para Ele; por outro lado, una-se dentro da dezena. Para fazer isso, você precisa recorrer ao Criador para ter o poder de se unir à dezena. Você deve girar constantemente neste triângulo.

O mais importante é vir “do amor dos amigos ao amor do Criador”. Portanto, use o Criador para alcançar o amor dos amigos e, a partir deles, do ponto mais alto que pode ser alcançado, a união chamada amor, quando você estiver incluído em um desejo e uma intenção, você será direcionado ao Criador como um todo.

Da Lição de Cabalá em Russo 05/02/19

Tudo Muda Sob A Influência da Luz

281.01Rabash, “Sobre a Importância dos Amigos”: Mas como uma pessoa pode considerar seu amigo como maior que ela, quando pode ver que seus próprios méritos são maiores que os de seu amigo, que ela é mais talentosa e tem melhores qualidades naturais?

Isso está certo. O egoísmo está sempre nos preparando. Mas sob a influência da Luz tudo muda.

Somos apenas seres egoístas. Não há nada em mim além de cem por cento de egoísmo. Na medida em que a Luz me influencia, ela enfraquece um pouco o egoísmo em mim e começo a sentir que os outros estão acima de mim.

Eu começo a entender que o que eu tinha visto antes e o que vejo agora é diferente, depende apenas da intensidade da Luz que me afeta. E não há verdade.

Portanto, se eu quero estar mais perto do Criador e tornar-me como Ele, eu quero que a Luz atue sobre mim o máximo possível. Ao mesmo tempo, eu entendo que vou parecer a pessoa mais baixa e mais lenta, que não entende nada. Mas eu não me importo; pelo contrário, isso me agrada porque eu revelo a verdade de que não há nada em mim exceto o egoísmo.

Assim, a primeira ação da Luz é a sensação de que tudo em mim fala de egoísmo. E o segundo é que, em vez do egoísmo, a propriedade da Luz está começando a tomar forma em mim.

De KabTV, “A Última Geração”, 30/5/18

O Pedido Deve Iniciar Do Grupo

laitman_963.8Pergunta: Há milhares de anos, bilhões de pessoas oram para que seus desejos não preenchidos sejam preenchidos. Onde estão suas respostas e qual é a sensação de orar a um Criador desconhecido?

Resposta: Primeiro, eles pedem egoisticamente. Nós estamos tentando alcançar pedidos de altruísmo, propriedade de doação e amor: isso é o mais importante.

Em segundo lugar, a fim de realmente pedir corretamente, nós tentamos trazer este pedido através da dezena para que seja o mesmo para todos, coletados e coordenados com todos. Deste Minyan (a dezena), todas as dez pessoas correm com um pedido ao Criador.

A dezena é uma unidade espiritual. Se você não pede a partir da dezena, você não é uma unidade espiritual e o Criador não sente você.

Você sempre pede: “E se eu mesmo pedir pelos meus parentes?” … Peça. No final, você verá que o mundo inteiro faz isso, mas nada acontece.

O pedido deve se originar do grupo Cabalístico que entende claramente que o sistema no qual nós existimos é criado como um sistema egoísta de propósito, a fim de que façamos apenas a nossa correção e elevemos este pedido corretamente.

Pergunta: Os amigos na dezena têm que ouvir minhas palavras, saber sobre elas, ou é o meu estado interior pessoal quando, de nossa conexão, eu apelo ao Criador por eles?

Resposta: Eles não precisam ouvir suas palavras. Mas, em princípio, se você pedir, é melhor apelar ao Criador com os desejos que foram acordados na dezena. Não no momento, mas em geral quando os dez concordam com isso e também gostariam de participar para elevar esse desejo ao Criador.

Da Lição de Cabalá em Russo, 04/11/18

Não Para Prejudicar O Grupo

laitman_938.04Rabash, “A Agenda da Assembleia”: Cada um deve considerar seriamente o propósito da reunião – o deve provocar uma sensação, após a reunião de amigos, de que cada um tem algo em sua mão que pode colocar em seus vasos, e que não está na forma de, “Mas não coloque nenhum em seus vasos”. Cada um deve considerar que, se não ficar especialmente atento durante a assembleia, não só perde, mas também corrompe toda a sociedade.

Na medida em que a pessoa pode receber de todo o grupo, também pode entregar de forma insuficiente, isto é, trazer danos a ela.

Pergunta: Esse é o medo que uma pessoa deveria ter?

Resposta: Com certeza. Considera-se ser sua realização ou vice-versa. Em geral, ela pode ir para o positivo ou para o negativo em relação ao grupo.

Pergunta: Então, se eu não investir na meta em relação ao grupo, temo que minhas ações possam prejudicá-lo?

Resposta: O medo não é o problema. O fato é que todo resultado positivo ou negativo deriva do que você investiu ou tomou do grupo. Ao tomar, significa que você introduziu uma força negativa de avançar no grupo. Mas, ao investir nisso, você cria uma força positiva de avanço.

De forma prática, você não toma nada para si mesmo. No entanto, muito da força positiva ou negativa que você trouxe ao grupo deve ser medida, e é isso que é seu. Isto é, o grupo sente o resultado de suas ações e permanece ali.

A força negativa significa crítica, vários argumentos e descidas, incluindo os pessoais. Forças positivas são alto astral, segurança no caminho, inspiração, etc.

Ambos os estados, positivo e negativo, devem ser reunidos. Mas os negativos devem ser examinados e aplicados ao nosso trabalho.

Pergunta: Como podemos trazer os estados negativos para o grupo corretamente?

Resposta: Se você os examinar corretamente, o grupo se beneficiará disso. Não pode haver avanço sem fatores positivos e negativos.

De KabTV, “A Última Geração”, 27/06/18

Sem Acordo, Sem Grupo

laitman_528.02Rabash, Escritos do Rabash, Artigo “A Agenda da Assembleia 2”: Isto é como o que está escrito no Midrash (Vayikra Rabba, Capítulo 4): “Duas pessoas entraram em um barco. Uma delas começou a furar embaixo dela fazendo um buraco no barco. Ela lhe disse: ‘Por que você está furando?’ E ela respondeu: ‘Por que você deveria se importar? Eu estou furando debaixo de mim, não debaixo de você? Então ela respondeu: Sua tola! Nós nos afogaremos junto com o barco!’”

Você deve sempre levar em conta o que está fazendo para o grupo – uma ação positiva ou negativa que pode ser medida apenas em relação à Assembleia.

A ordem deve ser que qualquer um com uma sugestão que possa melhorar o amor dos amigos, isso deve ser discutido, mas deve ser aceito por todos os amigos, então não há nenhuma questão de coerção aqui.

A discussão deve ser muito clara, precisa e abrangente para que todos concordem e aceitem isso para implementação. Não pode ser de outra forma. Se não houver consentimento, não há grupo.

Pergunta: No trabalho interno, eu posso visualizá-lo. Mas como tal estado pode surgir externamente para que todos concordem com a decisão tomada pelo grupo?

Resposta: É sobre isso que trata o trabalho interno. Você conecta dez elementos que se tornarão um sistema onde o Criador se revelará. Se pelo menos um elemento discordar, então é como o Rabash escreve: “um buraco no barco”.

De KabTV “A Última Geração”, 27/06/18

A Importância Dos Amigos

laitman_939.01Pergunta: A única salvação para uma pessoa envolvida no trabalho espiritual é os amigos?

Resposta: Existem duas abordagens aqui. Primeiro, eu me salvo para salvá-los. De fato, graças a eles, posso sair do fluxo do egoísmo para me entregar a eles. Segundo, não posso me salvar, só eles podem me salvar.

Em ambos os casos, a importância dos amigos é puramente altruísta. Isto constitui a garantia mútua. Se assim for, a oração é obtida para todos.

Pergunta: Então eu peço a meus amigos que me salvem para que eu os salve mais tarde? Ou seja, eu não preciso da minha vida…

Resposta: Em prol de si mesmo, você não faria isso. Isso é chamado acima da vida e acima da morte; está atrás da tela. Quando nos anulamos e nos movemos para a conexão, o cálculo puramente individual não está mais lá, tanto psicologicamente quanto espiritualmente.

Pergunta: Então, sem a ajuda de amigos, eu não posso estar com a intenção correta e orar com eles? Eu recebo força deles para dar ainda mais força a eles?

Resposta: Sim. Todo o trabalho é apenas pelo grupo de amigos. Você entende que eles são você. Este é o seu “eu” espiritual, a sua verdadeira realização.

De KabTV, “A Última Geração”, 06/06/18