Textos na Categoria 'Religião'

Cabalá Não Envolve Meditação

Laitman_506.5Pergunta: A meditação é também uma contemplação interior. Como ela difere da contemplação Cabalística?

Resposta: Não há meditação na Cabalá. Às vezes, a meditação é chamada de oração, isto é, um pedido, uma aspiração do grau mais baixo ao grau mais alto. Tal pedido obriga o nível superior a ajudar o inferior. Isso é chamado de oração. Não há outra meditação.

Eu ouvi muito sobre meditação. Algumas pessoas até tentaram me ensinar meditação. Mas tudo isso acabou rapidamente porque eu estudo e ensino apenas a Cabalá clássica.

As invenções das pessoas, não importando se elas acreditam ou não, não são provas para mim. Portanto, não entendo como alguém pode meditar. Em outras palavras, como alguém desenvolve a imaginação ao ponto dela começar a afetá-lo? Ele é incluído em um determinado ciclo, onde se excita e supostamente se transfere para outros espaços imaginários. A Cabalá não tolera isso porque a Cabalá é uma ciência.

Da Lição de Cabalá em Russo 01/04/18

Qual É A Diferença Entre Um Cabalista E Um Cientista?

laitman_250Pergunta: Qual é a diferença entre um cientista em nosso mundo e um Cabalista?

Resposta: Um Cabalista é um pesquisador como é o cientista do nosso mundo; o Cabalista simplesmente tem mais instrumentos universais de conhecimento em suas mãos. Ele ascende acima de sua natureza animal e explora o que é chamado de “natureza espiritual”.

Os cientistas do nosso mundo estudam o que está neles desde o nascimento e, portanto, percebem tudo dentro da estrutura do nosso mundo. A diferença entre um Cabalista e um cientista do nosso mundo é apenas no campo de sua compreensão. Portanto, um Cabalista é o mesmo tipo de cientista, apenas se engaja no próximo mundo superior.

Se em nosso mundo um cientista precisa desenvolver seus sentimentos e sua mente regulares de forma qualitativa e quantitativa, um Cabalista deve desenvolver desejos, pensamentos e intelecto completamente novos, que nada têm a ver com o mundo físico. O mundo superior é percebido e explorado nestes novos desejos e pensamentos, e esta é a sabedoria da Cabalá.

Pergunta: Várias ferramentas, como microscópios e telescópios, foram criadas para estudar este mundo. Que ferramentas o Cabalista tem?

Resposta: É o próprio Cabalista! A expansão da percepção interior é a sua única ferramenta.

Da Lição de Cabalá em Russo 11/03/18

Acreditar Ou Não Acreditar

laitman_260.01Pergunta: Um muçulmano, cristão, budista ou qualquer outra pessoa religiosa pode ser um Cabalista?

Resposta: Não é uma questão de fé. O que importa é que a pessoa que ouviu algo, leu, ou de alguma forma recebeu informações, aceita isso como uma crença, o que significa que a usa como dados, como um fato. Neste caso, ela é chamada de crente.

A Cabalá não é uma crença. É a ciência que pesquisa algo que é inatingível para uma pessoa comum. No entanto, cada pessoa pode alcançar e descobrir novos espaços e formas. Isso é discutido até hoje na física.

Ela confirma que há matéria, energia, espaços e volumes que não podemos sentir. Há movimento acima do conhecimento, acima da luz e do tempo, e além do tempo e do espaço.

Parece que a ciência começa a discutir isso mesmo que a pessoa não entre com seus próprios sentidos. Ela retrata isso apenas em teoria. No entanto, a sabedoria da Cabalá nos ajuda a desenvolver órgãos sensoriais dentro de nós que nos capacitarão a sentir e perceber espaços além do tempo, da matéria ou das dimensões, e a existir dentro deles. Esses espaços são considerados espirituais.

Pergunta: Eu tenho que acreditar em você?

Resposta: Você não precisa acreditar em mim quando digo que isso existe, assim como não precisa acreditar nos físicos que nos dizem que a luz desaparece, que há anãs brancas e vermelhas, outros universos além dos nossos, etc..

Você não precisa acreditar neles ou em mim. Tudo depende se você deseja atingir você mesmo, se acha que é importante para você. Se for importante para você, então você é convidado a viajar para “outro mundo”. Se isso não tem importância para você, então fique neste mundo. Boa sorte!

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 20/03/18

O Que É Primário: A Forma Ou A Matéria?

laitman_571.03Pergunta: O que é primário do ponto de vista da Cabalá: a forma ou a matéria?

Resposta: A matéria (desejo), lógico. O desejo se desenvolve até a sua forma egoísta, e essa forma passa por certos estágios de desenvolvimento, a consciência de si mesma como o oposto do Criador, e então busca a correção e equivalência com o Criador até que alcançar completa equivalência com Ele. Tudo é forma.

Baal HaSulam tem um artigo muito interessante, “Matéria e Forma na Sabedoria da Cabalá”. Eu aconselho que você leia.

Pergunta: Então, você é um materialista?

Resposta: Nós somos, involuntariamente, materialistas porque trabalhamos com a matéria, com o desejo de receber, desfrutar e receber satisfação.

Pergunta: Práticas espirituais, Cabalá, etc. parecem estar desconectadas da matéria para muitas pessoas. Mas não?…

Resposta: Essas não são práticas espirituais. Este é um tipo de fenômeno psicológico interior que se imagina e nada mais.

De KabTV: “Notícias com Michael Laitman”, 20/03/18

Aquele Que Não Precisa De Nada É Feliz?

Laitman_036Pergunta: Vários métodos afirmam: “Feliz é aquele que não precisa de nada”. É assim?

Resposta: Em geral, sim. No nível corpóreo, se eu não preciso de nada, se todos os meus desejos estão acima do nível material, voltados para o amor e a doação, fora de mim, então isso é certamente felicidade.

Pergunta: Alguns métodos nivelam nossos desejos. Se uma pessoa fizer isso, ela seria feliz?

Resposta: Uma pessoa nivelando seus desejos reduz-se ao nível da criação inanimada.

Se ela não resiste, não critica, não culpa ninguém nem nada, ela é feliz, mas essa felicidade é sem emoção, como uma rocha. Desta forma ela se protege do sofrimento o máximo possível. No entanto, sendo parte do resto da humanidade, ela não será capaz de evitar problemas. Eles ainda vão continuar. Além disso, ela sentirá constantemente a necessidade de se tornar algo mais.

Pergunta: O grande cabalista Baal HaSulam escreve que se uma pessoa fizesse um cálculo, olhasse para a sua vida e visse a quantidade de dor que sentiu em relação ao prazer que experimentou, imediatamente terminaria sua vida. Em outras palavras, a quantidade de sofrimento é muito maior que o prazer. Por que esse cálculo é escondido de uma pessoa? Somos todos egoístas. Estamos constantemente calculando.

Resposta: Isso é necessário para o processo cumulativo interno, para que possamos acumular múltiplos males, amargura, problemas, depressão e chegar a tal desilusão na vida que desejaríamos nos elevar acima disso, não para acabar com nossas vidas, mas para realmente subir, encontrar a resposta para a razão de sofrermos – para que?!

Da Lição de Cabalá em Russo 17/12/17

Existem Amuletos Cabalísticos?

laitman_600.04Pergunta: Existem amuletos Cabalísticos? As fitas vermelhas ajudam?

Resposta: Nada ajuda! Absolutamente nada! Acredite em mim. Tente amarrar uma fita vermelha em você e enrole-se em trapos vermelhos. Nada vai ajudar!

Pergunta: No entanto, isso pode ajudar psicologicamente?

Resposta: Qualquer coisa pode ajudar psicologicamente. Você pode fazer uma toga e usá-la como na Roma antiga. E daí?

A psicologia espiritual vem apenas da influência mútua de cada um dentro do grupo. Embora os amigos existam apenas no mundo físico e todos sejam egoístas, eles podem influenciar um ao outro.

Pergunta: Você já encontrou em alguma fonte a menção de fitas vermelhas?

Resposta: Não. Mesmo se for mencionado em algum lugar, absolutamente não significaria qualquer manifestação corpórea. Nem Baal HaSulam nem Rabash escreveram nada sobre isso.

Da Lição de Cabalá em Russo, 19/11/17

Religião: A “Esfera Espiritual” Imaginária

Laitman_088Baal HaSulam, Os Escritos da Última Geração: No entanto, de acordo com o mérito do homem, que consiste na preparação intelectual, ele continuou a se desenvolver através de atos e sofrimentos, e assumiu a religião, a política e a justiça e finalmente se tornou civilizado.

O que significa religião? É quando uma pessoa cria um mundo espiritual em seu desejo egoísta, não por causa de seu nascimento na espiritualidade, mas dentro de si mesma, dentro de seu egoísmo.

Religião é o reflexo dessa “esfera espiritual”, que ela imagina para si mesma: anjos com asas, o Criador sentado em uma nuvem, céu, inferno e assim por diante. Tudo isso é criado dentro do egoísmo, para seu próprio benefício.

De fato, todo esse desenvolvimento foi colocado apenas nos ombros da maior parte da sociedade, e as massas os seguiram como um rebanho.

Sem dúvida, todas as ciências, artes, educação e religiões foram estabelecidas e introduzidas nas massas para que as pessoas seguissem uma minoria qualitativa como um rebanho. Mas mesmo essa “cabeça” da humanidade ainda é uma parte egoísta, que desenvolveu um sistema de controle, realização e movimentos religiosos para seu próprio benefício, para que elas pudessem experimentar o máximo de conforto em cada período de tempo.

Quando as massas abriram seus olhos para tomar seu destino em suas mãos, tiveram que revogar todas as correções e leis do assertivo, como religião, justiça e política. Isto é porque estas eram apenas de acordo com o espírito do assertivo, de acordo com o seu desenvolvimento e para o seu próprio bem.

Pergunta: Em outras palavras, em algum momento houve um protesto das massas?

Resposta: Depende de onde e como. É claro que houve algumas tentativas sérias de revolta, por exemplo, no cristianismo: o calvinismo, o luteranismo e outros movimentos religiosos. Nas religiões cristã e muçulmana, houve um sério desvio dos verdadeiros aspectos iniciais de suas religiões. Então eles mais uma vez caíram em um egoísmo crescente.

A mesma coisa aconteceu no judaísmo, que estava se desenvolvendo inicialmente sob a influência da parte altruísta, a Cabalá, completamente separada da condição material. Mas então tudo desapareceu.

Durante o tempo do Segundo Templo, os judeus caíram completamente de volta no egoísmo, no ódio mútuo, e desde então é assim que existimos. Esquecemos que uma vez vivemos pela lei do amor e agora vivemos no ódio, como na vida comum. Naturalmente, nos sentimos como pessoas normais, até mesmo justas, completamente inconscientes de que estamos no mais puro egoísmo.

De KabTV “A Última Geração” 11/09/17

Atributos Cabalísticos E Materiais

laitman_559Pergunta: Por que os Cabalistas usaram chapéus e roupas especiais por milhares de anos? Isso era uma homenagem à moda?

Resposta: Essa tradição nasceu nos tempos antigos, quando as pessoas que viviam na Mesopotâmia, no antigo Israel e no Egito, cobriam suas cabeças para se proteger do sol. E até hoje, os beduínos cobrem suas cabeças como proteção contra o calor.

Quanto aos Cabalistas, de forma alguma eles conectam a si mesmos ou suas realizações Cabalísticas a rituais externos. Isso é desnecessário para as pessoas e o Criador.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/11/17

O Tempo Quando A Cabalá É Revelada

254.02Observação: Até os séculos XVII e XVIII, a civilização ocidental viveu com a sensação de que há algum tipo de ordem cósmica na sociedade e na natureza, que há uma força superior.

Meu Comentário: O homem na civilização ocidental andou, como disseram, sob a graça de Deus, um Deus que eles inventaram para si mesmos. Isso foi útil para os reis, o clero e outras estruturas de controle. Deu legitimidade ao rei de que ele era o representante de Deus na Terra.

Mas depois tudo ficou de cabeça para baixo porque o egoísmo cresceu e já não era possível reinar sobre as pessoas. Vários movimentos apareceram: calvinismo, luteranismo e assim por diante, o que deu um poderoso impulso para o desenvolvimento futuro.

Muito rapidamente, esses movimentos começaram a transformar a religião em novas formas sociais porque as antigas já eram inúteis para o desenvolvimento da população. Nas suas relações sociais, econômicas e políticas, a população superou a estrutura da velha religião; ela precisava de uma religião diferente. Então, vários movimentos baseados na fé apareceram.

A Idade Média distinguiu-se pelo rápido desenvolvimento. Parece-nos que foi um pouco lento. Mas ocorreram processos sérios que deram um ímpeto significativo a novas possibilidades no desenvolvimento das ciências e das artes, e o nascimento de uma nova liberdade. O indivíduo começou a emergir do controle do clero.

Depois, surgiu a questão de como manter o indivíduo controlado. Todos os tipos de movimentos nacionalistas apareceram, e opostos a eles, movimentos socialistas e comunistas.

Pergunta: Qual era o objetivo de deixar a religião comum? Preparar a humanidade para uma perspectiva mais esclarecida?

Resposta: O objetivo da natureza é dar às pessoas a oportunidade de entender seu próprio destino e encontrar os meios para resolver a questão mais importante da vida: “Por que eu existo?”

Durante esses anos, mesmo que tal questão surgisse, foi suprimida pelos medos e opiniões da sociedade. Mas depois da Idade Média, ela começou a se manifestar com mais força de acordo com o desenvolvimento interior das pessoas que já não temiam se chamar de ateus, desconectados do Criador. O teísmo é a conexão com o Criador, o ateísmo é a ausência dessa conexão.

Pergunta: Os ateus também não tentaram construir um sistema social baseado na moral, mas sem o controle da força superior?

Resposta: Sim. Eles tentaram descobrir como um governo pode ser estruturado se não houver um poder superior, não na forma de Deus e nem na forma de um rei. Esse foi um salto muito sério, quando o indivíduo vem primeiro.

Mas o indivíduo não é capaz de se controlar, ele não pode fazer nada “sem o rei na cabeça” e sem Deus na cabeça. É por isso que surgiram todos os tipos de movimentos terroristas: fascismo, nazismo, etc. As pessoas estavam procurando como se controlar, para manter o sistema em ordem, e viram que não podiam ter sucesso. E assim eles foram, de golpe em golpe.

Assim, no início do século XX, depois de um rápido desenvolvimento da ciência, cultura e autoconsciência, a ciência da Cabalá começou a ser revelada. Quando a era da descoberta científica e das artes terminou, ficou claro que elas não forneciam uma resposta à pergunta sobre o sentido da vida, que apareceu mesmo antes da Idade Média. Mesmo o Iluminismo não nos deu essa resposta.

Então, a Cabalá foi revelada. Ela começou a explicar que tinha a solução para esses problemas. Mas, como ela é irracional ao modo de pensar da humanidade, é como se tomássemos a teoria da relatividade e tentássemos aplicá-la no dia a dia.

Em nosso mundo, ela não é entendida, e mesmo que seja entendida, é apenas por algumas pessoas. Então, o que há para falar com a pessoa simples? Mas, de acordo com a Cabalá, todos devem ser elevados para um novo nível.

Portanto, mesmo que a Cabalá seja revelada, é evidente que é necessário muito tempo antes que as pessoas entendam que a sociedade deve existir em seus princípios, e que não terá a capacidade de se sustentar de outra forma.

A humanidade está se aproximando gradualmente desse estado, mas ainda não existe nele. Agora, nosso grupo Cabalístico está envolvido em modelar esses princípios, em analisá-los e desenvolvê-los internamente, como em um laboratório. Mas, no final, essa será a realização da lei básica da natureza na humanidade.

Os Cabalistas são obrigados a demonstrar à humanidade que seu método é o único que tem as respostas para a futura estrutura da natureza, sociedade, humanidade, família e educação. E sem ele, o mundo não poderá se manter em nenhum tipo de estrutura.

De KabTV ” A Última Geração”, 03/07/17

Verdade E Mentira, Parte 4

laitman_283.01Pergunta: O amor e a verdade são sempre inseparáveis?

Resposta: O amor existe no coração e a verdade na cabeça. O amor deve vir do coração, ou seja, eu preciso mudar todas as suas qualidades, todos os meus desejos, para direcioná-los para o benefício do ente querido. Isso é chamado de “um coração aberto”.

Eu meço a verdade em relação ao nível de desenvolvimento de uma pessoa: quanto é benéfico para ela ouvir, quanto ela pode sentir e entender, e eu a trato de acordo. Talvez eu tenha que esconder algo dela ou talvez até mentir se a partir do meu coração amoroso vejo que será melhor para ela dessa maneira.

Uma pessoa que busca a verdade constantemente verifica-se em que mentira está.

Pergunta: Por que uma pessoa é atraída pela verdade? Por que esta adquire valor para ela?

Resposta: Um gene informacional do grau superior começa a se manifestar nela. A força superior é chamada de verdade. A palavra “verdade” consiste nas letras “Alef-Mem-Tav“, isto é, ela cobre todo o alfabeto do início até o fim; é o nome geral do Criador, que é bom e faz o bem, amor absoluto e doação fora de Si. Nós precisamos pensar em como se tornar semelhante a Ele, mesmo que seja um pouco. Isto é o que é ensinado pela sabedoria da Cabalá.

Há pessoas em quem esses genes informacionais estão despertando. Aparentemente, na sua base, elas estavam mais próximas do Criador e, portanto, os registros correspondentes permaneceram nelas. Agora, esses genes começam a se manifestar nelas e as puxam para revelar as qualidades do Criador.

Esse gene é chamado de ponto no coração, o desejo de revelar a verdade. Não importa o que aconteça, o principal é que é a verdade. Mesmo que eu não goste, eu, no entanto, aspirava, como está escrito: “Compre a verdade e não a venda”.

Pergunta: Eu conheço muitas pessoas que não acreditam em Deus, mas, no entanto, são muito atraídas pela verdade. Por quê?

Resposta: A aspiração à verdade é completamente independente da fé. Todo mundo que busca a verdade é convidado a vir e revela-la. A sabedoria da Cabalá não tem nada a ver com religião, mas a luta pela verdade é uma condição necessária.

De KabTV “Nova Vida” 16/11/17