Textos na Categoria 'Religião'

A Partida Da Filosofia Da Cabalá

219.02Comentário: O estudioso alemão Johann Reuchlin escreveu Sobre a Arte da Cabalá: (De Arte Cabalistica) em 1517. Nela, ele dedica uma seção à relação do sistema pitagórico com a Cabalá.

Minha Resposta: A filosofia original para todos foi a Cabalá, a ciência das forças que governam o mundo e no mundo.

Do século X a.C. em diante, os antigos gregos adotaram essa sabedoria dos antigos judeus. Isso passou para eles até que se separaram dos Cabalistas e começaram a interpretá-la à sua própria maneira, acreditando que a Terra é habitada por deuses e que todos os tipos de forças são infundidos em pedras, animais, etc.

Isso já era um totemismo claro e, certamente, nada restou da Cabalá, assim como nada restou dela em todas as religiões que tiveram sua origem na Cabalá e a rebaixaram ao nível de nosso mundo e todos os tipos de ações cotidianas que existem nas religiões hoje como seus costumes e leis.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 21/01/21

Quando O Ódio Desaparecerá?

600.01Comentário: Gulnara escreve para você: “É muito difícil unir pessoas de diferentes nações e credos. Eu acho impossível. Elas se unem em momentos difíceis, mas quando as dificuldades passam, se odeiam novamente. O ódio e a fé nacionais existem nas pessoas assim como o sangue corre em suas veias. É muito difícil corrigir as pessoas. Fomos longe demais para consertar isso”.

Minha Resposta: Isso é verdade. No entanto, todos nós temos a única força superior, o único Criador. Portanto, ainda podemos nos unir, nos unir Nele! Então não teremos nenhuma oportunidade de escapar e nos esconder. Só assim seremos capazes de alcançar nossa raiz única e encontrar a conexão certa entre nós nela.

Pergunta: É isso que uma pessoa deve descobrir e começar a almejar?

Resposta: Sim.

Pergunta: É nossa tarefa contar às pessoas sobre isso?

Resposta: Essa é, em princípio, a solução para todos os nossos problemas.

Pergunta: Então não haverá uma multidão de nações, mas apenas uma nação, a nação do Criador, certo?

Resposta: Sim, apenas a humanidade.

Comentário: Humanidade.

Resposta: Acho que estamos chegando perto disso. Claro, ainda precisamos de alguns golpes e decepções.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 01/07/21

As Religiões São Uma Consequência Da Ocultação Do Mundo Superior

294.4Todas as religiões surgiram da ocultação da Cabalá.

Certa vez, desde o tempo de Abraão até a destruição do Segundo Templo, o povo de Israel, ou seja, um pequeno grupo de toda a humanidade, viveu de acordo com os princípios Cabalísticos a fim de dominar o método de assimilação à lei suprema, e demonstrá-lo em si mesmos e transmiti-lo a toda a humanidade.

Essa é a missão da nação de Israel, que, em princípio, não é uma nação, mas um pequeno grupo de pessoas que saiu da Babilônia para dominar o método Cabalístico para si e passá-la para outros.

No início, esse grupo existia em estados espirituais: em doação e amor mútuos, na compreensão do mundo superior, o maior poder de uma única lei – o Criador. Então, quando caiu deste nível 2.000 anos atrás, o egoísmo tomou posse do povo de Israel, e em vez da ciência da Cabalá, surgiu a religião. O judaísmo, o cristianismo e o islamismo se originaram disso.

Ou seja, todas as três religiões são o resultado da ocultação do mundo superior, não de sua compreensão. El\s existirão até que a lei da globalização, a integração de todos os povos, se manifeste plenamente na humanidade.

Agora, quando começarem a se manifestar, as religiões terão que deixar gradualmente o palco do mundo e, em vez delas, a Cabalá surgirá novamente como um método de correção de uma pessoa e não seu apoio moral geral, de que ela precisava durante os 2.000 anos de ocultação do verdadeiro universo.

De KabTV, “Close-up. Lei Universal”, 11/07/21

Por Que Os Judeus Adotaram A Cultura Grega?

284Pergunta: Como os judeus poderiam ter adotado a cultura grega primitiva?

Resposta: O fato é que os judeus voluntariamente adotaram os costumes de outros povos porque esses costumes eram claros para eles. Havia imagens em vez de algumas forças, leis e sinais invisíveis. Não havia proibições especiais: retrate qualquer coisa, comemore quando e com quem quer que seja, embriague-se, cometa adultério e nada lhe acontecerá por isso.

Os povos do mundo não tinham o que a Cabalá explica como inconsistência com as leis do Criador. Portanto, eles tomaram a aparência externa desse ensino dos judeus e fizeram suas religiões a partir dele.

Pergunta: Por que foi adotado pela elite e não pelas pessoas comuns?

Resposta: Quando os povos do mundo que estavam em contato com os judeus, adotaram e alteraram suas leis, isso foi inicialmente adequado para as elites, uma vez que não as restringia em quaisquer ações.

Elas podiam aproveitar a vida com segurança, enriquecer, beber, cometer adultério, em geral, fazer o que quisessem e, ao mesmo tempo, não assumir nenhuma restrição séria. Portanto, 2.000 anos atrás, todas essas distorções da Cabalá se espalharam quase que instantaneamente na forma de novas religiões modernas naquela época.

De KabTV, “Conversa sobre os Gregos”, 05/05/21

Relações Judaicas Com Romanos E Gregos

560Pergunta: Por que a Grécia, que é considerada o berço da civilização ocidental, estava abaixo de Roma?

Resposta: Roma é bárbara, uma posição de poder. A Grécia é uma posição de sabedoria, mas sabedoria humana. Portanto, os gregos eram uma ponte do judaísmo para os romanos. Os romanos já deram a civilização bárbara moderna para todo o mundo.

Pergunta: Ou seja, primeiro houve a Cabalá – ame o seu próximo, unificação. Depois a filosofia, quando as pessoas entendiam este mundo, mas por meio da razão. Os romanos são desejos puramente animais e não ideologia?

Resposta: A ideologia é simples – divida e conquiste. Nada mais. Uma posição pura de força, sem qualquer adição de cérebro.

Pergunta: Por que os romanos permitiram que os judeus observassem seus costumes?

Resposta: Os judeus não interferiam com os romanos. Eles tinham uma atitude tão diferente em relação ao mundo, às pessoas e a si mesmos que os romanos pareciam não notá-los. Os judeus travaram uma guerra ideológica com a Grécia, não com Roma.

Os gregos acreditavam que sua atitude para com os deuses, para com o sentido da vida, era correta. Os judeus não adoravam seus deuses, não prestavam atenção aos gregos, consideravam-nos bárbaros. Tanto quanto foi possível compreender as altas ideias dos judeus, os gregos os agarraram, decidiram que eles entendiam corretamente e começaram a lutar por isso.

Pergunta: Podemos dizer que foi a adoração da razão?

Resposta: Não acho que você possa chamá-la assim. Afinal, as religiões que se originaram na Grécia não são o culto da razão. Não há inteligência aí. Eles simplesmente materializaram as ideias da Cabalá, e daí surgiram as religiões terrenas.

De KabTV, “Conversa sobre os Gregos”, 05/05/21

Um Judeu É Um Estado Da Alma

291Pergunta: A tradução da Torá para o grego por setenta sábios trouxe algo ao mundo? Afinal, muitos eram contra.

Resposta: Era impossível evitar porque muitos judeus, em primeiro lugar, pararam de falar hebraico. Em segundo lugar, o declínio gradual no nível do povo também desempenhou seu papel.

Claro, não havia nada de positivo nisso. Mas, para expandir os limites da religião real, ou seja, a verdadeira conexão com o Criador, foi necessário aprofundá-la e expandi-la para todos os povos do mundo, e não permanecer a mesma que a religião judaica de hoje, que é uma ideologia muito estreita e fechada que não se deixa abordar. Ela não pode existir assim por muito tempo. Se não fosse pelo processo acelerado de correção da alma humana, teríamos visto todo o judaísmo desaparecer literalmente em um ou dois séculos. Afinal, todos os judeus ocidentais são praticamente absorvidos pelas nações onde vivem. Entre os judeus americanos, franceses e russos, há muitos casamentos mistos.

Portanto, dificilmente é necessário trabalhar pela pureza do sangue aqui. É por isso que o Criador involuntariamente nos força a aceitar como Judeu uma pessoa com um espírito corrigido que aspira à realização espiritual do mundo e não alguém que realiza algumas ações terrenas e acredita que isso é todo o Judaísmo.

Um judeu é um estado da alma. Se os desejos de uma pessoa são direcionados para a doação e amor pelos outros e através deles para o Criador, para a revelação do Criador, e este é o objetivo mais importante para ela, tal pessoa é chamada de Yehudi da palavra “Yehud unidade, reaproximação com o Criador.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 21/01/21

Transição Da Sabedoria Da Cabalá Para A Filosofia Primitiva

747.03Pergunta: Qual é a sua opinião, como Cabalista, sobre a helenização dos judeus? Como alguém poderia aceitar uma ideologia grega tão primitiva daqueles tempos e abandonar uma filosofia judaica muito avançada?

Resposta: O fato é que não entendemos muito bem aqueles tempos. A partir do século X a.C,, quando os judeus saíram do Egito e cruzaram o deserto para a terra de Israel, eles entraram em disputas entre seus clãs e famílias.

Moisés ficou do outro lado do Jordão; ele não entrou na terra de Israel. Como geralmente acontece quando um líder morre ou deixa seu povo, uma revolta começou. Alguns seguiram os líderes que surgiram entre o povo judeu, que acreditavam ser necessário adorar estátuas, fazer sinais e amuletos, construir santuários, etc.

Muitas tendências diferentes surgiram no país. Naturalmente, nada de bom saiu disso. As pessoas se dividiram em muitos grupos. Dez das doze tribos deixaram a terra de Israel porque não estavam dispostas a participar nas disputas entre si. Restavam apenas duas tribos que continuavam brigando entre si.

Por dez séculos, eles cresceram e caíram em seu compromisso com o verdadeiro Judaísmo. Havia muitas tribos diferentes vivendo na terra de Israel, e cada tribo tinha seus próprios deuses, suas próprias estátuas, etc. Portanto, os judeus tiveram golpes suficientes para interromper a adoração ao espírito e fazer a transição para a adoração de pedras.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 21/01/21

Papel Histórico Do Império Grego

622.01Pergunta: Por que o poderoso Império Grego, que existiu por cerca de seis séculos, entrou em colapso?

Resposta: Ele cumpriu sua missão. Ajudou a transformar a Cabalá no judaísmo moderno e em todos os tipos de religiões. Ele construiu uma ponte entre a Cabalá e o Islã, e criou o Cristianismo Ortodoxo.

Assim, o Império Grego praticamente cumpriu seu papel intermediário na história. Bizâncio era a encruzilhada entre o Judaísmo, a Cabalá e as religiões modernas.

De KabTV, “Conversa sobre os Gregos”, 05/05/21

Tradução Da Torá: Uma Fonte De Distorção

559Pergunta: Qual é a sua opinião sobre a tradução da Torá para o grego?

Resposta: A Torá não pode ser traduzida para nenhum idioma porque sua tradução sempre se torna uma fonte de todos os tipos de distorções.

O hebraico em seu significado interno não pode ser traduzido adequadamente para outro idioma porque implica conceitos espirituais completamente diferentes que não existem em outros idiomas porque não têm uma raiz espiritual.

Pergunta: Mas estamos falando do século 3 a.C. Naquela época, havia sábios que entendiam isso. Por que eles ainda permitiram a tradução da Torá?

Resposta: O que você quer dizer com “permitiram”? Eles próprios não estavam mais em um alto nível espiritual, então não podiam parar nada. As massas se afastaram deles porque houve uma enorme revelação de egoísmo, e isso foi o fim de tudo.

A disseminação da Cabalá para as massas, que se estendeu do século 10 a.C ao século 1 d.C., terminou. Então vieram todos os tipos de interpretações religiosas. É aqui que o Judaísmo em sua forma moderna apareceu.

Comentário: Na Judeia, a língua grega praticamente substituiu o hebraico e o aramaico. Até os líderes do povo judeu escreviam em grego.

Minha Resposta: Claro. Se você segue alguém, se acha que alguém é mais progressista, é isso.

Comentário: O famoso historiador Josefo Flávio escreveu que o rei grego Ptolomeu II queria estabelecer seu reino com base na lei da Torá: “Ame o seu próximo como a si mesmo” e estava pronto para pagar qualquer preço por isso. Mas quando viu que os judeus começaram a lutar entre si, a Grécia se voltou contra eles.

Minha Resposta: Sim, os próprios judeus deram um exemplo de que isso é impossível de fazer. Ficou claro que as leis de doação e amor não podem ser divulgadas entre as pessoas de maneira direta.

De KabTV, “Conversa sobre os Gregos”, 05/05/21

As Origens Das Religiões E Práticas Espirituais

963.6Pergunta: Nos tempos antigos, os filósofos gregos aprenderam com os profetas hebreus. Existem muitas evidências sobre isso. Algumas centenas de anos depois, começou a helenização dos judeus, principalmente da elite. Qual a sua opinião sobre isso?

Resposta: O fato é que os gregos não tinham nada com que se opor ao Judaísmo porque ele não se elevava acima de todos os tipos de rituais selvagens. E o que eles receberam dos judeus, em particular dos Cabalistas, deu-lhes a oportunidade de desenvolver sua religião.

A mesma coisa que aconteceu entre os próprios judeus quando eles criaram gradualmente sua religião a partir da Cabalá aconteceu com outros povos. Ou eles estavam do lado do povo judeu e receberam todos os tipos de conhecimento e experiência dele, sua atitude para com os poderes superiores e o destino humano, ou o transformaram.

Dizem que Abraão também enviou seus discípulos ao Oriente, e lá eles fundaram os ensinamentos orientais. Assim, todos os ensinamentos e religiões originaram-se do que foi recebido dos antigos judeus, ou melhor, dos Cabalistas.

Mas, uma vez que a Cabalá é um sistema muito complexo para implementação, cada nação a adaptou de sua própria maneira. Foi assim que surgiram todos os tipos de religiões e práticas espirituais.

De KabTV “Conversa sobre os Gregos”, 05/05/21