Textos com a Tag 'CABALISTAS'

Como Os Pensamentos De Um Cabalista Afetam O Mundo?

Dr. Michael LaitmanPergunta: Como os pensamentos de um Cabalista afetam todos os mundos?

Resposta: Os pensamentos de um Cabalista influenciam os mundos na medida em que ele pode superar seu estado animal e agir de forma independente. O que significa de forma independente? Na medida em que ele pode, através de seus pensamentos, ultrapassar o Criador em seus planos, ele age de forma independente.

Se eu, enquanto estudo a sabedoria da Cabalá, compreendo o pensamento da criação e tudo o que acontece comigo, eu posso dar meio passo à frente do Criador, como uma criança que arrasta um adulto pela mão. O fato é que, neste caso, a pessoa sobe para um nível diferente. Todos os livros Cabalísticos falam somente sobre isso.

Acontece que, com meus desejos, eu provoco as ações do Criador. Como está escrito, “os justos decidem e o Criador executa”.

Da Lição de Cabalá em Russo 15/01/17

Livros De Um Cabalista

Laitman_151Pergunta: O desenvolvimento de um Cabalista inclui três fases: conhecimento, compreensão e realização. Você encontrou seu professor em 1979 e dois anos depois começou a escrever livros. Em que estágio de desenvolvimento você estava?

Resposta: Na fase inicial do curso, na fase do conhecimento.

Pergunta: Isso significa que é possível escrever livros tão maravilhosos como o Sistema da Criação, mesmo antes de atingir o nível de realização?

Resposta: Eu ainda não tinha alcançado a realização interna onde você descobre o sistema e o sente internamente. Eu tinha certa revelação, mas não a realização. Além disso, escrevi o que sentia, o que descobri nos livros de Baalh HaSulam. Eu simplesmente escrevi a minha impressão interna de seus escritos. Mas o quarto livro, Alcançando Mundos Superiores, que é baseado no Shamati, eu já tinha passado por mim.

Comentário: Baal HaSulam escreveu por 30 a 40 anos de sua vida. Certamente sua realização mudou constantemente?

Resposta: É difícil falar de pessoas que, mesmo em suas realizações iniciais, eram muito mais elevadas do que nós.

Pergunta: Isso significa que as centelhas especiais avançam uma pessoa no mundo, mesmo que ela não esteja em realização?

Resposta: Sim, depende da pessoa. Hoje eu não escrevo esses livros porque eles contêm muita informação, muitas impressões, sentimentos e realizações. Eu não seria capaz de descrever tudo tão ingenuamente hoje.

Da Lição de Cabalá em Russo 29/01/17

Um Cabalista Não É Um Recluso

Dr. Michael LaitmanPergunta: Por que um Cabalista precisa trabalhar neste mundo?

Resposta: Um Cabalista deve ser uma parte e participar plenamente em tudo que a humanidade participa. Ele é uma parte natural deste mundo e, portanto, precisa existir no mesmo sistema em que todos se encontram.

Um Cabalista não pode subir numa montanha e viver lá como um eremita. Ele deve viver junto com todos, ter uma família, filhos, ganhar dinheiro para sua subsistência, etc.

Da Lição de Cabalá em Russo 18/12/16

Previsões Dos Cabalistas

laitman_202_0Pergunta: Como eu posso me relacionar com as previsões de um Cabalista que diz que em breve não haverá dinheiro ou trabalho? Será que a situação vai continuar por centenas de anos?

Resposta: Eu lhe garanto que essa situação não vai durar centenas de anos. Naturalmente, não vamos abolir o trabalho, o salário e todos os relacionamentos humanos. Estamos apenas falando para onde a natureza está nos conduzindo para que possamos entender o que está acontecendo conosco.

Quando eu chamei todos no ano passado para apoiar Donald Trump, eu apareci em todos os lugares e disse que essa pessoa poderia salvar a América e avançar o mundo em uma boa direção, todo mundo me escreveu: “De onde você tirou isso?! Você não sabe quem ele é? Ele não tem chance! Um Cabalista deve contar a todos sobre o futuro enquanto você está minando a confiança em você”.

Eu não estou dizendo isso porque sou um profeta, mas porque entendo a tendência geral do desenvolvimento do mundo e vejo que Trump está mais próximo dessa tendência. Eu apenas disse que a sua abordagem estava de acordo com a natureza e que ele nos conduzirá caminho de Achishena (“eu vou apressá-lo” – Isaías 60:22), em um bom caminho.

Entender a direção geral do desenvolvimento humano é necessário para nós. É necessário conhecer isto e explicá-lo a todas as pessoas, porque isso afeta todos e o trabalho espiritual afeta apenas aqueles que têm um ponto no coração, aqueles que devem encontrar o sentido da vida. Portanto, nós lidamos com essas pessoas de forma separada e pessoal.

Da Lição de Cabalá em Russo 18/12/16

Saber Onde Pisar

laitman_760_2Pergunta: Uma pessoa que vive sabiamente precisa saber como dar o próximo passo para não falhar ou cair. Uma pessoa que vive no mundo corpóreo segue seu coração e não importa onde vá, seu próximo passo é sempre em terreno sólido. E os Cabalistas?

Resposta: A sabedoria da Cabalá é destinada apenas a dar à pessoa a oportunidade de onde dar o seu próximo passo e como avançar o mais rápido possível.

Da Lição de Cabalá em Russo 01/01/17

Um Cabalista É O Amigo De Outro

laitman_565_01Pergunta: Quem um Cabalista considera um amigo, e será que ele tem muitos amigos?

Resposta: Um Cabalista não tem amigos. Para ele, toda pessoa que se engaja na busca do atributo de amor e doação junto com todo o grupo é um amigo.

A raiz da palavra “amigo” - “Haver” em hebraico, vem da palavra “Hibur” – “conexão, unidade”: aqueles com quem eu posso me conectar em unidade para descobrir o sentido da minha vida são chamados de meus amigos.

Pergunta: Isso significa que um Cabalista não tem amigos com quem possa, digamos, ir a um jogo de futebol uma vez por semana?

Resposta: Não, quando eu era jovem, eu tinha muitos amigos com quem estava perto até a idade de 20 a 22 anos. Depois, nos separamos, e cada um seguiu seu próprio caminho. Alguns foram para o exército e outros para a universidade.

Hoje, eles me convidam para suas reuniões, mas eu não encontro tempo, energia e desejo de estar com eles porque somos totalmente diferentes e não temos metas ou desejos comuns. Não temos nada para conversar, exceto talvez lembrar como as coisas costumavam ser há 50 anos ou como a vida passou, mas não temos um presente ou futuro comum.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/11/16

Atravessar o Muro

Walking through the WallNo passado, os Cabalistas tinham que fazer com que seus corpos passassem por tormentos físicos, a fim de revelar a espiritualidade, como é dito: “Coma pão com sal, beba água pura, durma no chão, estude a Torá, e então você vai ter sucesso!” Hoje em dia você pode dormir em um colchão de pena, como uma princesa, comer o que quiser e quanto quiser.

A questão é: onde estão nossas intenções? Nós chegamos a um estado onde não devemos nos concentrar em nossas ações, mas sim em nossas intenções. Afinal, as ações são fáceis, ao passo que corrigir a intenção é o ato mais terrível e difícil. Esse é o destino da nossa geração, é o grau final da correção.

Agora estamos diante de um muro. Nós devemos mudar nossa atitude em relação ao Criador, a força única da Natureza. Esse muro entrará em colapso somente quando decidirmos, pelo menos em uma das dezenas, atravessá-lo. Então, o mundo corpóreo começará a desaparecer de nossa percepção.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 19/9/16

Grandes Cabalistas São Almas Especiais

laitman_740_02Pergunta: Como grandes Cabalistas como o Ari, Baal HaSulam, Rabash e outros puderam perceber sozinhos o mundo superior, sem um grupo, sem um professor? Hoje, há muito material que não estava disponível antes e boas condições que não existiam no passado. No entanto, apesar de tudo, é muito difícil atravessar a fronteira entre o nosso mundo e o mundo espiritual.

Resposta: Em primeiro lugar, não podemos nos comparar com o Ari, o Ramchal e o Baal HaSulam. Há almas especiais que vêm a este mundo porque ocupam lugares particulares na alma coletiva, como o coração, os pulmões ou o fígado no corpo humano, por exemplo. São partes sem as quais o corpo não pode se sustentar.

Existem também órgãos de importância secundária cuja função não é imperativa para a operação de todo o corpo que basicamente executam as instruções do resto dos órgãos.

Nós aprendemos que o nosso corpo é construído e organizado como uma alma. Ele tem um cérebro, ossos, nervos, carne e pele, em geral, todas as partes do corpo de cima para baixo, e dentro e fora, precisamente de acordo com a estrutura da alma.

Assim, há almas que descem ao nosso mundo e são desenvolvidas nele de acordo com leis especiais para elas. Se considerarmos como um feto se desenvolve no útero de sua mãe, primeiro uma parte se desenvolve, depois outra, depois outra parte, depois a primeira parte novamente. Geralmente, é uma ordem muito interessante.

A sabedoria da Cabalá examina essa ordem e a explica. A medicina simplesmente indica os fatos que vê, mas não mais do que isso, enquanto a sabedoria da Cabalá fornece uma explicação precisa para a razão pela qual diferentes partes do corpo se desenvolvem de tal maneira em diferentes momentos e seguindo uma ordem sequencial particular.

Assim, o Ari, o Baal HaSulam, o Rashbi, o Rabash e outros grandes Cabalistas são almas especiais que vieram ao nosso mundo para deixar sua continuidade nela na forma dos fundamentos da alma coletiva, enquanto não podemos nos considerar como estes.

Se tivéssemos as mesmas pré-condições que eles tinham, nos comportaríamos e sentiríamos esse mundo de forma completamente diferente. Nós somos simplesmente partes da alma coletiva, e todo o nosso trabalho pode ser resumido em estarmos mutuamente conectados como foi descrito por Moisés.

Está escrito na Torá que Moisés se desenvolveu de uma maneira especial. Batya, a filha do Faraó, o encontrou num berço flutuando na água. Portanto, ela o chamou de “Moisés” da palavra “tirar”, tirando-o do Nilo. Ela o levou para o palácio real, e ele foi criado como um príncipe, o neto de Faraó.

Quando Moisés cresceu, se tornou um enorme Cabalista e tirou seus irmãos do Egito. No momento em que fez isso, o seu sogro, Jetro, rei de Midiã, o grande líder e sacerdote dos midianitas, veio a ele. Ele ensinou a Moisés como reconstruir todo o sistema, e Moisés ouviu e dividiu todo o povo em dezenas, centenas, milhares e assim por diante. Cada um tinha que conhecer seu lugar e trabalhar em uma conexão com os outros. Desde então, tem sido costume fazer isso.

Indivíduos especiais como Moisés alcançaram uma saída para o mundo superior de uma maneira completamente especial na qual a descoberta do Criador existia, enquanto que nós trabalhamos como a Torá ordena, reunindo-os como dezenas, as dezenas reunindo-se como centenas, as centenas em milhares e assim por diante. Dessa maneira, atraímos a Luz Superior para nos influenciar. Ela nos eleva e nos purifica, e nós alcançamos a descoberta do mundo superior.

Da Lição de Cabalá em Russo 30/10/16

Quem Quiser Me Ouvir, Ouvirá

laitman_284_03Pergunta: Você é a única pessoa que recebeu permissão de Cima para ensinar a sabedoria da Cabalá?

Resposta: Eu ensino e quem quiser me ouvir, ouvirá. Eu não tenho uma autorização que foi enviada do “escritório espiritual”, que certifica que sou o único autorizado a ensinar a sabedoria da Cabalá.

Comentário: Seria bom se houvesse tal certificado.

Resposta: Isso não é verdade. Isso obrigaria as pessoas. Onde estaria seu livre arbítrio?

Da Lição de Cabalá em Russo 07/08/16

Cabalistas E O Tempo

Dr. Michael LaitmanPergunta: Nos escritos de “A Última Geração”, Baal HaSulam explica trinta milhões de anos de desenvolvimento do planeta Terra, esfriamento, aquecimento, e assim por diante. Por um lado, os Cabalistas não falam sobre o tempo e, por outro lado, é o que ele escreveu. O que ele quer dizer com as palavras: “trinta milhões de anos”?

Resposta: Baal HaSulam quer dizer que, dentro de nossas sensações, em pulsos, na reflexão de tempo, tais condições não foram criadas de uma só vez; elas foram construídas através de um processo de ações contrastantes, calor e frio, mais e menos, até que chegaram a um denominador comum.

Como resultado, nas profundezas da Terra, em um fogo extremo, todos os elementos da tabela periódica ferveram e, acima, nós vivemos calmamente sobre a crosta fina que nos separa do inferno fervente abaixo. E tudo depende dessa crosta fina.

Pergunta: Antes de  Baal HaSulam, nenhum Cabalista havia descrito esses processos?

Resposta: Sim, mas isso não significa que eles não soubessem sobre eles. É justamente que eles não puderam expressar em uma linguagem até então. Visto que Baal HaSulam viveu no século XX, quando começamos a nos corrigir, e o mundo começou a se mover para o fim da correção, uma linguagem acessível ao nosso entendimento apareceu.

Da Lição de Cabalá em Russo 14/08/16