Textos com a Tag 'CABALISTAS'

Cabalistas São Destemidos?

laitman_584.03Pergunta: Do que você tem medo pessoalmente? Ou os Cabalistas são destemidos?

Resposta: Não, os Cabalistas não são destemidos. Eu tenho medo do Criador.

Eu realmente tenho medo das dúvidas e barreiras que Ele coloca diante de mim. E quanto mais eu avanço, maiores e mais poderosos elas são, e eu as temo. Eu tenho que ter medo delas. Se não houvesse medo, não pensaria nelas, me prepararia para elas ou tentaria superá-las.

O Homo sapiens consiste em medos, o que é chamado de temor. E eles não desaparecem em lugar algum. Ele apenas sabe de onde eles vêm e como trabalhar com eles.

Caso contrário, se, por exemplo, você lhe der algum tipo de injeção e seus medos, sentimentos de dor e todo tipo de outras sensações desaparecerem, como ele funcionaria, como se moveria, como se posicionaria em qualquer situação?

Pergunta: Qual foi o maior medo que você experimentou antes e depois da realização espiritual?

Resposta: Basicamente, esses são medos nos quais você sente a impossibilidade de superar seu egoísmo, preguiça e impotência, e concentra toda a sua força e intenções para se recompor e se voltar ao Criador em busca de ajuda.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 26/04/20

Quem São Os Cabalistas Tanaim?

Laitman_037Pergunta: Quem são os Cabalistas Tanaim?

Resposta: Não veremos Cabalistas como os Tanaim e os Amoraim. Eles viveram milhares de anos atrás e eram ótimas pessoas. Cada um deles estava em grande equivalência com o Criador.

Por exemplo, o rabino Shimon, autor de O Livro do Zohar, é chamado de “Tana” porque pertencia ao grupo dos Tanaim, que eram grandes Cabalistas. Então, ocorreu o que se chama declínio das gerações. Portanto, em nosso tempo, somos os menores e mais insignificantes em comparação a eles.

Graças ao fato de podermos usar sua metodologia e estar conectados a eles através de seus trabalhos e da implementação de suas recomendações, também podemos aderir à correção geral.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 08/03/20

O Que Um Cabalista Sabe?

laitman_961.2Pergunta: Muitas pessoas no mundo, mesmo as que não estão familiarizadas com a Cabalá, acreditam em algum tipo de força superior, um Deus. O que você acha que eles estão orando? Como a oração delas é diferente da sua como Cabalista?

Resposta: O fato é que, estando no nível corporal, elas simplesmente acreditam em algum tipo de força superior, mente superior, predestinação superior, planos, objetivos etc. Elas acreditam no que acontecerá com elas depois que deixarem sua casca corporal.

Elas acreditam, mas um Cabalista sabe. Ele sente isso. Para ele, é o próximo nível de existência em que ele já está.

Pergunta: E o que você sabe que nós não sabemos?

Resposta: Eu sinto a existência fora do corpo, porque de fato nosso corpo não existe. Só é necessário neutralizar seu egoísmo, e você deixará de sentir o peso desse corpo, que o puxa e o controla. Você começará a sentir como sua alma governa e guia você.

Pergunta: E como você ora por aqueles que foram infectados com o coronavírus ou doentes com outras doenças?

Resposta: Eu não oro por eles. Estou apenas tentando dizer a todos sobre que tipo de pessoas deveríamos ser: mutuamente gentis, interdependentes, sentindo que estamos conectados por uma natureza superior, para que não violemos as leis da comunicação correta da natureza e, assim, chegar a um estado de bondade, reciprocidade e amor, para que todas as nossas transgressões, reivindicações iniciais uns com os outros e raiva sejam cobertas de amor.

Isso, em princípio, é uma oração. Eu peço ao Criador que me dê forças para cobrir todas as atitudes negativas em relação às pessoas, ao mundo, com atitudes positivas. Não para removê-las, mas especificamente para cobri-las: “O amor cobrirá todas as transgressões”.

Pergunta: O que você desejaria para si neste período difícil?

Resposta: Eu desejaria o que sempre faço: o máximo de força possível para fazer o bem ao mundo na medida e da maneira que o Criador me conduz.

De KabTV, “O Coronavírus Está Mudando a Realidade”, 26/03/20

Por Que Um Cabalista Precisa Se Isolar?

Laitman_721.02Pergunta: Em seu livro Sempre Comigo (Always with Me, em inglês), você descreve como o Rabash costumava se isolar por alguns dias. Também vemos que Buda e monges faziam o mesmo. Eles se afastavam das pessoas e se envolviam em seu trabalho. Qual é o significado dessa reclusão?

Resposta: O fato é que essas coisas também acontecem com a maioria das pessoas comuns. Por exemplo, os escritores geralmente se isolam em seus escritórios, sentam e criam. Portanto, é melhor deixá-los sozinhos e não interferir. Isso é natural.

Mas para um Cabalista, isso é duas vezes mais natural, porque a solidão para ele é um processo de uma autointrospecção muito séria. É necessário para entender mais do que ele mesmo, sua conexão com a criação e o Criador.

Existe uma técnica especial de como penetrar mais fundo no universo, revelá-lo, evocar sua influência sobre si mesmo e levar essa sensação a um estado de obtenção de uma compreensão clara do que está acontecendo e não apenas sensações.

Estamos falando exatamente da compreensão, que pode ser vestida de palavras e, possivelmente, até desenhos, gráficos e fórmulas.

Os Cabalistas se aprofundam em si mesmos e através de si mesmos em um enorme mundo inteiro. Tudo está à sua frente.

De KabTV, “Fundamentos de Cabala”, 02/02/20

Use O Conselho Dos Cabalistas

laitman_249.01De acordo com o processo correto de avanço, quanto mais avançamos, mais sentimos desamparo, incompreensão, insensibilidade e decepção em nós mesmos. Já temos algum tipo de pista sobre a força espiritual que está à nossa frente, mas ainda não somos capazes de trabalhar com ela. Então, nos encontramos em um estado completamente desesperado sobre o qual está escrito: “E os filhos de Israel suspiraram da obra, e eles choraram, e seu clamor subiu a Deus da obra”. Este é exatamente o sinal de que estamos nos aproximando da entrada do mundo espiritual.

Aqui, toda a questão é quem passará neste teste e quem não passará. Quem se apega a seus amigos consegue. E os sábios e orgulhosos que mantêm distância do ambiente e do grupo se desentendem. As forças da natureza permitem a entrada na espiritualidade apenas para aqueles que estão prontos para se unir. Aqueles que ainda não estão em tal unidade são aqueles que deixam que as forças da natureza os operem. Unir significa querer que essas forças, tanto negativas quanto positivas, ajam sobre nós e arranjem tudo para que possamos preencher nossas células vazias no Kli (vaso) comum, na alma de Adam HaRishon.

Quem concorda com isso entra no mundo superior. Diminuir o orgulho é de extrema importância aqui. O principal obstáculo é quando a pessoa se imagina como um indivíduo independente que entende e toma decisões em vez de ser uma pequena célula de Adam HaRishon. Essa abordagem enfraquece bastante a pessoa.

Tudo é alcançado apenas pelo poder da oração, isto é, ao concordar que todas as correções são feitas em você e você se entrega ao grupo e ao Criador. Baal HaSulam, Carta nº 57: “Segue-se do exposto que tudo, pequeno ou grande, é obtido apenas pelo poder da oração. Todo o labor e trabalho a que somos obrigados são apenas para descobrir nossa falta de força e nossa baixeza – que somos impróprios para qualquer coisa por nossa própria força – pois então podemos derramar uma oração de coração diante Dele”.

Talvez eu ainda não consiga perceber a espiritualidade com meu coração ou minha mente, mas sei de uma coisa: eu tenho um escudo – minha dezena. Eu me agarro a essa dezena como um bebê se agarra à mãe, pendurado nela como um macaco. Se não fosse o grupo, eu entraria nessa vida corporal e, tendo saído do caminho espiritual, me tornaria uma pessoa comum.

Esse escudo se expandirá e se tornará minha conexão com toda a alma de Adam HaRishon, onde devo cumprir meu papel com relação a todas as almas: receber delas e doar-lhes. Esta é a lei para a existência de uma célula saudável em um corpo saudável no mundo material. É preciso também se comportar de maneira semelhante na espiritualidade.

Quer você queira ou não, você chegará a ela de qualquer maneira. Mas se estamos no caminho espiritual, usamos o conselho dos Cabalistas para preceder o golpe com o remédio, para avançar com aceleração pelo caminho da luz antes mesmo de embarcar no caminho do sofrimento. E os Cabalistas nos aconselham a fortalecer nossa conexão com o grupo, caso contrário teremos que avançar pelos golpes, que levarão centenas de anos e muitas vidas. Se aplicarmos nosso próprio esforço, atingiremos a meta em alguns anos. 1

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, 03/02/20, Clamor Comum ao Criador (Preparação para a Convenção no Deserto)
1 Minuto 19:00

Segredo Pessoal Do Cabalista

laitman_961.2Pergunta: Você alcançou pessoalmente o entendimento das leis do mundo espiritual? Isso o ajudou a alcançar um relacionamento pessoal com o Criador?

Resposta: Não posso falar sobre isso; nenhum Cabalista responderá a essas perguntas para você. Este é o segredo pessoal do Cabalista.

Que bem faria se eu dissesse “sim” ou “não”? Isso não lhe dará nada. Portanto, é melhor tentar conseguir tudo sozinho e ver como isso acontece.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 27/10/19

Mundo – Realidade Ou Ilusão? Parte 9

laitman_227Aderir À Linguagem Dos Cabalistas

Baal HaSulam, “A Essência da Sabedoria da Cabalá”: Qualquer pessoa razoável entenderá que, ao lidar com assuntos espirituais, muito menos com a Divindade, não temos palavras ou letras com as quais contemplar. Isso ocorre porque todo o nosso vocabulário não passa de combinações das letras de nossos sentidos e imaginação.

É particularmente dessa forma que a pessoa precisa encontrar alguma justificativa nessas palavras para ajudá-la nas negociações habituais na investigação da sabedoria. Aqui o sábio deve usar definições rigorosamente precisas para os olhos dos observadores.

Se expressássemos em nossas palavras tudo o que sentimos, cada um de nós criaria nossa própria linguagem, nossa própria enciclopédia, etc., e não poderíamos nos comunicar. Portanto, o que podemos e devemos fazer é usar as palavras, expressões e definições baseadas em nossa essência.

É exatamente isso que a Cabalá faz. Ela diz que uma pessoa consiste em um desejo que se divide em cinco tipos: zero, um, dois, três e quatro. Nestes cinco tipos de desejos, nós sentimos várias realizações positivas e negativas, e todo mundo as tem. Assim, tudo consiste apenas em desejo.

Portanto, se aderirmos a uma linguagem Cabalística clara, não nos desviaremos. Vamos falar a mesma língua. Isso aconteceu antes da quebra na antiga Babilônia, quando todas as pessoas falavam uma língua, o aramaico, na qual O Livro do Zohar está escrito.

A língua aramaica é boa porque vem da essência da própria natureza. Os cinco níveis de desejo, dos quais cada um de nós consiste, geram cinco definições. Esta língua é baseada neles.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 15/09/19

Por Que Os Cabalistas Exigem Que Os Alunos Trabalhem?

laitman_963.6Pergunta: Por que os Cabalistas exigem que os alunos trabalhem?

Resposta: Uma pessoa tem que trabalhar porque deve estar ocupada. Ela não pode estudar Cabalá o dia inteiro ou sentar-se em um banco o dia todo, mordiscar sementes de girassol e conversar sobre política. Ela não precisa disso.

Ela deve estudar de preferência três horas da manhã antes do trabalho e duas horas à noite após o trabalho. Se tiver tempo livre, mais. O resto do tempo: trabalhar, dormir e comer. O que mais ela precisa na vida? Deve ser muito simples e natural.

Em relação ao sono, ela precisa descansar por 5 a 7 horas. Há pessoas que precisam de sete horas de sono, há pessoas para quem cinco são suficientes.

Observação: Também há esportes, música e teatro.

Meu Comentário: Se uma pessoa estuda Cabalá, ela se une em uma música, teatro e esporte.

Pergunta: Isso significa que não há outras necessidades?

Resposta: Não.

Pergunta: Então, idealmente, a sensação do Criador deve preencher todos esses nichos?

Resposta: Tudo vem Dele, mas chega a nós de diferentes formas.

Observação: Em princípio, as pessoas viviam uma vez normalmente e sem esportes …

Meu Comentário: Mas talvez seja necessário exercício. Música, literatura e tudo o mais também é necessário, mas deve estar dentro dos limites da correção da alma humana.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 03/01/19

Cabalistas Infalíveis?

laitman_961.2Pergunta: Existe um culto à personalidade na Cabalá? Você acredita na infalibilidade de alguns autores ou tudo deve ser tratado com certo grau de ceticismo?

Resposta: Francamente falando, eu, com minha pouca realização espiritual, não posso dar ao luxo de avaliar os Cabalistas. De fato, apesar do fato de que eu sinto, compreendo, alcanço e habito em algum espaço espiritual, estou nele ao nível de um menino de quinze anos em nosso mundo.

O que posso dizer sobre isso? No mundo espiritual, quando você compreende até mesmo em tal nível, isso lhe dá a sensação de que você é apenas uma pessoa jovem, você ainda não sabe muito e, portanto, não pode abrir sua boca, criticar ou fazer qualquer avaliação.

Posso criticar Cabalistas tão grandes como meu professor Rabash e seu pai Baal HaSulam ou aqueles que os precederam: Baal Shem Tov e o Ari? Eles estão todos em absoluta realização do Criador. Portanto, não tenho nada a dizer sobre este assunto.

Eu aceito seus livros como um conhecimento absoluto. São pessoas que não cometeram erros ao subir ao seu nível, e seu nível está praticamente na Correção Final (Gmar Tikkun).

A única diferença entre eles é que cada um atingiu a raiz de sua alma, então há uma diferença na apresentação. Mas para mim, é realmente bom. Eu leio de um ângulo sobre a realização do mundo superior, depois de outro, de um terceiro, e isso me desenvolve.

Da Lição de Cabalá em Russo 10/03/19

O Sistema De Escrita Entre Baal Hasulam E Ramak

laitman_258Pergunta: Qual é a diferença no sistema de escrita entre Baal HaSulam e Ramak?

Resposta: Existe uma enorme diferença entre eles. Na verdade, Ramak explicou tudo a partir da perspectiva da propagação da luz, enquanto o Ari explicou a partir da perspectiva da correção dos Kelim, vasos e desejos. Já que somos um vaso e um desejo, o sistema do Ari está mais próximo de nós.

Quanto ao Baal HaSulam, ele é como a continuação do Ari; portanto, seus escritos explicam o mesmo sistema das telas.

Da Lição de Cabalá em Russo, 10/03/19