Textos na Categoria 'Notícias'

Quem São Os Juízes?

laitman_547.05Nas Notícias (The Guardian): “Os presos poderiam receber as chaves de suas celas para incentivar o bom comportamento, bem como uma série de outros benefícios, de acordo com os planos do governo que instam os governadores a dar mais ênfase às recompensas e menos às punições.

“Os ministros querem dar aos chefes de prisão o poder de começar a permitir, aos presos que seguem as regras, mais tempo fora de suas celas, a liberdade de cozinhar suas próprias refeições e mais tempo para gastar na academia, bem como a liberdade de escolher quando tomar banho. e mais tempo para se encontrar com os visitantes. …

“As autoridades citaram evidências resumidas pelo governo no mês passado de que o reforço positivo era mais eficaz como meio de mudar o comportamento a longo prazo. E eles enfatizaram que aqueles que não cumprissem as regras ainda poderiam perder privilégios. …

“A política também pedia que os funcionários da prisão ‘usassem consistentemente o reforço verbal para o bom comportamento e desafiassem o mau comportamento fora das revisões formais’, e entregou aos chefes da prisão a ‘liberdade de aumentar a quantidade de tempo fora da cela para atividades recreativas ou se exercitar junto com educação e programas de trabalho “.”

Pergunta: O que você acha desse sistema de detenção?

Resposta: Em princípio, a Torá e especialmente a Cabalá sentem que o encarceramento não é uma correção. Vemos que isso não corrige nada. Pelo contrário, as pessoas deixam a prisão ainda mais irritadas com o enorme egoísmo malicioso que elas novamente começam a usar na vida cotidiana entre as pessoas.

Prisão não é educação. A educação deve ser organizada de maneira diferente.

No passado, alguns milhares de anos atrás, havia cidades de refúgio onde as pessoas eram deportadas e cuidadas. Elas tinham que permanecer dentro da cidade e não tinham o direito de deixá-la.

Quando os que os supervisionavam (educadores, etc.) viam que uma pessoa estava funcionando normalmente, podiam gradualmente levá-la além dos limites desse sistema.

Observação: Também é dito na Torá que os culpados eram enviados para lá, para que outros não pudessem se vingar deles.

Meu Comentário: Sim. Tudo era organizado muito seriamente para o benefício mútuo dessas pessoas e da sociedade externa. Mais tarde eles voltavam.

Eu recomendaria isso. Eles devem se sentir livres e mudar gradualmente.

Observação: Mas ainda assim a ideia dos acusadores e daqueles que aoóiam o encarceramento é diferente: “Eles devem ser humilhados, trancados”.

Meu Comentário: Isso é natural porque não temos um sistema educacional; só temos um sistema de coerção e punição.

Pergunta: O sistema de punição não funciona?

Resposta: Vemos que não funciona. Além disso, o resto da sociedade é infectado por esses pensamentos. Vemos provas da insuficiência do sistema de punição naqueles que retornam às ruas, destroem tudo, quebram vitrines de lojas, montam barricadas e assim por diante.

Pergunta: Você acha que mesmo o criminoso mais inveterado pode ser reeducado?

Resposta: Eu acho que é possível reeducá-los e dar-lhes uma oportunidade de autocontrole nessas cidades. Eles podem estabelecer uma ordem que todos os outros invejarão, porque existe um conceito de honra entre eles. Devemos entender que são pessoas sérias que podem estabelecer ordem.

Pergunta: O que deve mudar na maneira de pensar das agências policiais e promotores?

Resposta: Eu acho que eles deveriam ser trancados em vez desses criminosos. Então o modo de pensar deles mudaria. É impossível estar de um lado e pensar no outro lado. Claro, quero dizer isso como uma piada, mas há alguma verdade nisso.

Observação: Você sempre diz que o sistema de juízes costumava ser completamente diferente. Os juízes eram aqueles que simplesmente não podiam aceitar suborno.

Meu Comentário: Ser juiz era a posição mais alta. Em princípio, até hoje considera-se que um juiz deve receber um bom salário, deve ser protegido e independente. Mas que tipo de independência pode existir hoje se todos os juízes obedecem aos governos, todos estão em conluio entre si, “uma mão esfrega a outra” etc. etc.?

Observação: Anteriormente, os juízes não precisavam receber muito pagamento.

Meu Comentário: Este não é o ponto. Eles realmente eram independentes.

Pergunta: Como isso era possível? Qual é a imagem ideal de um juiz?

Resposta: Um juiz valorizava muito sua posição. Ele apreciava a opinião pública que era constantemente sintonizada de tal maneira que um juiz estava acima de todos, mesmo acima de um rei. Um juiz estava no mesmo nível que o Criador. É possível ver isso na Torá, no Livro de Juízes. Esta é a posição mais alta do país.

Pergunta: É possível criar essas pessoas em nosso mundo egoísta?

Resposta: Para isso, é necessário educá-las. Precisamos de um sistema educacional, não um sistema penal e não esse sistema público que é uma bagunça. Mas é possível.

Pergunta: Você acha que o que eles querem fazer na Grã-Bretanha é um passo em direção à educação?

Resposta: Deixe-os tentar. Mas, para construir um sistema correto, as pessoas certas devem construí-lo. Não tenho esperança de que eles tenham sucesso. Pessoas com uma maneira diferente de pensar devem criar esse sistema.

Pergunta: Então, este é um beco sem saída?

Resposta: Sim. Até que se voltem para os Cabalistas, nada os ajudará. Boa sorte, senhoras e senhores britânicos!

De KabTV, “Notícias com Michael Laitman”, 16/07/19

Hikikomori

laitman_959Observação: Existem pessoas no Japão chamadas Hikikomori. São pessoas que se retiram, se isolam, se confinam em seus lares; não vão a lugar algum. Algumas nunca saem de casa e ganham dinheiro trabalhando como freelancers na internet. O Japão tem cada vez mais dessas pessoas.

Meu Comentário: Muito bem. Elas vivem e adquiriram uma identidade virtual para si. Elas devem ter a oportunidade de se desenvolver de várias maneiras através dessa identidade virtual. Cada pessoa decidirá, de acordo com seu próprio egoísmo, o que é melhor e mais conveniente para si.

Elas não custam nada ao governo, não prejudicam ninguém, não matam ou roubam – nada disso. Isso é tudo de bom. Elas não fogem à noite para fazer algo ruim.

Eu colocaria todas as pessoas nessa “dieta”, nesse estilo de vida.

Mas, para alcançar uma vida superior, um propósito mais elevado, adquirir a capacidade de sentir isso, sair de nós mesmos, elevar-se acima dessa escassa coleção de corpos inanimados, vegetativos, animados e humanos, do nosso mundo, para essa ascensão, a pessoa deve sair de sua cela e começar a se unir. Mas una-se da maneira certa!

Pergunta: Elas serão capazes de avançar e crescer depois de algum tempo? O que elas conseguirão sentando-se na solidão e não saindo lá fora? O que vai acontecer com elas?

Resposta: A pergunta sobre o sentido da vida chegará até elas. Isso ocorrerá com cada uma delas.

Estou certo de que as pessoas começarão a se distanciar dessa massa agitada e furiosa, deste “Manhattan” que se espalhou por todo o mundo. Graças às tecnologias emergentes, todo o deslocamento de escritório em escritório, para e do trabalho será reduzido. A humanidade se envolverá em um trabalho interno com a ajuda de computadores, produzindo um produto intelectual mais interno.

Portanto, muitas pessoas estarão confinadas em suas casas, não apenas os japoneses. É ecologicamente correto, mais limpo, mais fácil, mais agradável para as pessoas. Até a Torá diz: “Feliz é quem ganha a vida sem ter que sair de casa”.

Pergunta: Para onde isso nos levará?

Resposta: As pessoas continuam se desenvolvendo, seu desejo continua crescendo, como pretendido pela natureza, desde cima; elas começarão a sentir: “Para que serve tudo isso?”

No momento, a humanidade está preocupada com seus “jogos”, sem perceber que tipo de pergunta está pairando sobre elas. Elas chegarão ao sentido da vida. A verdade.

Pergunta: Um avanço nessa direção? A partir de que, de um clamor?

Resposta: De uma necessidade interna crescente. Na verdade, esse é um sofrimento doce, porque fala sobre a busca, que você é humano!

Pergunta: Isso significa que há uma grande alegria em algum lugar lá fora, mas ainda não a descobri?

Resposta: Sim. Ainda não a descobri, mas está brilhando para mim de longe. Isto é, já estou conectado a ela, mas agora tenho que avançar em direção a ela.

De KabTV,  “Notícias com Dr. Michael Laitman”, 02/07/19

“Um Pequeno Passo Para O Homem, Um Grande Salto Para A Humanidade”

laitman_928Exatamente 50 anos atrás, um evento significativo aconteceu: o mundo assistiu ansiosamente enquanto o homem dava seus primeiros passos na Lua. Todas as estações de rádio e canais de TV estavam transmitindo as palavras de Neil Armstrong: “Esse é um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”.

Agora, depois de 50 anos, podemos dizer que realmente foi um grande avanço para a humanidade?

Naquela época, eu era um jovem de 23 anos, estudante, e lembro-me de como fui inspirado por essas cenas. Eu costumava sonhar com essas viagens. Havia muitas pessoas ao meu redor e todos nós mantínhamos nossos olhos colados na tela, observando o que estava acontecendo.

Primeiro de tudo, eu estava interessado nisso como um cientista, que estava me preparando para me tornar. Foi um grande avanço na ciência. Claro, se você olhar para este evento hoje, não parece tão fatídico. Hoje ninguém está impressionado com as viagens espaciais. No entanto, naquela época, as pessoas eram muito apaixonadas por isso. O homem queria sair da estrutura terrena, romper com a Terra e descobrir o que está acontecendo além dela.

Este foi realmente um grande salto para a humanidade, olhando para cima da Terra, estabelecemos com certeza que a Terra é redonda. Nos tempos antigos, as pessoas geralmente consideravam ser um disco. Lembro-me de ter sido atingido por imagens da Lua: o globo se elevando acima do horizonte, assim como geralmente vemos a Lua se erguendo no céu. Foi uma inversão muito interessante.

Nós começamos a entender que estamos em um vasto universo que é vazio. Não há outra vida em todo o universo, exceto pelo único ecossistema que conecta a natureza inanimada, plantas, animais e pessoas na Terra, e nos dá vida. Nós demos um passo no espaço, abrindo um novo espaço, mas ele estava morto.

Aqui a humanidade está começando a perceber dois opostos: nós enfrentamos o espaço aberto infinito do universo, mas não há vida nele, apenas pedras e um vácuo. Portanto, precisamos cuidar do nosso planeta – não haverá outro lugar. É necessário perceber todas as pessoas como vivendo juntas em uma casa. Eu não vejo que ter ido à Lua tenha mudado as atitudes das pessoas nesse sentido. Mas pelo menos desencadeou pesquisas nessa direção.

Nos últimos 50 anos, a humanidade desenvolveu-se significativamente, mas para pior. Provamos que estamos sozinhos no universo e que a Terra é um lugar único que nos dá vida. No entanto, apesar disso, estamos a destruí-la, aproximando-nos de uma linha vermelha irreversível, e não consideramos ninguém. Mostra-nos como o nosso egoísmo é destrutivo; está nos matando e precisamos fazer algo sobre isso.

O próximo “pequeno passo para o homem, que se tornará um grande salto para a humanidade” será um passo em direção à unificação entre nós. Para fazer isso, você não precisa pisar na Lua ou em outro planeta, mas precisa pisar em si mesmo. Cada pessoa deve pisar em seu próprio egoísmo, então nós realmente faremos um enorme avanço por toda a humanidade, porque seremos capazes de nos salvar da autodestruição.

Se cada um de nós der um pequeno passo para fora de si mesmo, pisando em seu próprio egoísmo, isso nos elevará muito acima da Lua e das estrelas em uma dimensão completamente diferente. Não podemos abolir nosso egoísmo, mas podemos nos elevar acima dele. Isso requer uma força especial; nenhum foguete poderá nos elevar acima de nós mesmos.

Cada pessoa é mantida pela força da gravidade de seu próprio egoísmo e, portanto, é necessário despertar a força oposta, que a afastará do amor por si mesma. A sabedoria da Cabalá destina-se a esse propósito e só nos dá o poder de nos elevar acima da superfície da Terra, para nos afastar do egoísmo que nos pressiona para a Terra.

Gostaríamos de nos elevar e crescer acima do nosso egoísmo, mas não podemos. Isso requer um método especial de conexão, que é ensinado pela Cabalá. Então nos sentiremos em um foguete no universo sem limites. Ao romper com o egoísmo, entenderemos quais forças especiais a Terra, a Lua, o Sol e o universo inteiro possuem. Vamos aprender por que esse sistema é construído dessa forma e qual é o nosso papel, por que existimos nele. Tudo ficará claro para nós; só precisamos nos elevar acima do nosso egoísmo.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 18/07/19

Como Criar Filhos

laitman_543.02Observação: No Japão, qualquer punição física de crianças será banida em breve. A proibição da punição física de menores aplica-se aos pais, assistentes sociais e professores.

Meu Comentário: Como posso expressar minha insatisfação com o comportamento da criança se ela for além do que todos dizem que é aceitável para a sociedade, a família e assim por diante?

Deixem-nas me dar uma distribuição completa da influência sobre as crianças, a fim de educá-las. Porque a educação implica limitação.

Você deve expressar seu descontentamento para que a criança entenda. E ela entenderia que isso é para o seu benefício. Isto é, você faz isso não porque está aborrecido e cheio de nervos, mas porque deseja o bem dela. Isso é de extrema importância na educação.

Pergunta: Como você tem em mente que não está descarregando suas emoções em uma criança?

Resposta: Para isso, os educadores devem ser educados.

Pergunta: Isto é, você não pode fazer nada com proibições?

Resposta: Você não pode fazer nada. Então, e se houver a lei? Eles serão multados, aprisionarão os pais? Isso fará uma bagunça na sociedade.

Quando o Estado introduz tal lei e, em geral, qualquer lei, ela deve necessariamente ensinar como cumprir esta lei e dar-lhe um reforço adequado.

Pergunta: O que é uma criação adequada?

Resposta: Dizem: “O homem nasce de pequenos animais”. Aos poucos, se não o educamos, ele se tornará um grande animal. Para educá-lo, é necessário aplicar uma certa pressão – simultaneamente ao seu desenvolvimento.

Deixá-lo saber que eu estou colocando pressão nele com respeito ao animal nele e não no homem nele. Eu quero desenvolver o homem e quero refrear o animal … e o animal é selvagem.

Uma criança deve saber que ele consiste de duas partes: bem e má, e devemos limitar a má.

Observação: Eu antecipo comentários indignados no Twitter…

Meu Comentário: não importa. Que diferença faz se há ou não comentários indignados? Mais importante ainda, diga a verdade, e ela será percebida depois de um tempo.

Pergunta: Então a sua conclusão é que você precisa educar pais e educadores?

Resposta: Claro. É necessário criar pais antes de criar filhos. Caso contrário, os pais vão criar seus filhos ainda pior do que eles.

De KabTV, “Notícias com Michael Laitman”, 09/04/19

Para Quem Deixar Bilhões?

laitman_600.01Observação: As dez pessoas mais ricas do mundo não vão deixar sua fortuna para seus filhos.

Meu Comentário: O costume de deixar as posses para a próxima geração ficou desatualizado. As pessoas entendem que isso não dá felicidade às crianças.

Isto é, uma criança precisa receber uma boa educação e um direito mínimo e normal de existir, um pouco acima da média. Mas não mais que isso. Dessa forma, a criança fará esforços para conseguir mais. Ela também aprenderá a salvar a si mesma e sua família para se proteger de todos os problemas. Sem isso, ela estará em todo o lugar e não saberá o que fazer e para onde fugir.

Isso corrompe as pessoas. A propósito, a Torá diz que um pai não deve contar ao seu filho sobre sua riqueza e que ela irá para seu filho.

Pergunta: E quanto ao fato de que os ricos deixam seus milhões para instituições de caridade?

Resposta: Onde mais poderia ser deixado? As pessoas doarão para a pesquisa e para a ecologia e, pouco a pouco, tudo desaparecerá. Haverá todos os tipos de organizações que irão aconselhar sobre como dividir o dinheiro, dissolvê-lo em partes, e isso é tudo.

Pergunta: Dar tudo para caridades é um ato egoísta? Algumas pessoas ganharam muito dinheiro.

Resposta: Sim, elas ganharam dinheiro, mas agora, no final de suas vidas, entendem que esse dinheiro não pode ser levado com elas, que nada pode ser feito, e ninguém é eterno. Elas esperam que assim possam deixar seu nome e a si mesmas com a humanidade. É algum tipo de redenção.

Observação: Há uma palavra: “perpetuar”.

Meu Comentário: Perpetuar, sim. Mas eu não as invejo. Se elas ainda esperam que isso as proverá com algum serviço depois que elas já se separaram desta vida, então, é claro….

Pergunta: Não as serve? O que serviria então?

Resposta: Eu não quero falar sobre isso. Deixe-os deixar seu dinheiro para instituições de caridade.

Um homem não tem mais nada! Absolutamente nada além de boas ações. Boas ações são apenas poder empurrar este mundo para se unir. Isso é tudo, apenas isso!

Só isso pode de alguma forma ser gravado na alma de uma pessoa. Quando o homem se empenha em unir o mundo, ele se envolve com sua alma, com sua propriedade interior. Portanto, isso permanece nele e a morte não tem poder sobre ele.

Pergunta: Que tipo de ação é para a unificação do mundo?

Resposta: É um desejo mútuo das pessoas se ajudarem mutuamente, mesmo no nível terreno. O mais importante é unir-se para revelar a mente superior, a propriedade mais elevada, o poder supremo, o Criador, a propriedade de amor e doação.

Se eles dirigirem as pessoas para isso, então, de fato, permanecerá com eles e será sua grande contribuição eterna para o desenvolvimento de suas próprias almas.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 19/03/19

Como Transformar Deficiências Em Méritos?

laitman_245.09Pergunta: Muitas pessoas sofrem com suas deficiências. Como devemos trabalhar com elas?

Resposta: É muito simples: você deve amar a outra pessoa para que através das falhas externas (físicas, fisiológicas) você veja o valor interno dela. Então todas essas falhas externas, ao contrário, enfatizarão o valor interior dela.

Pergunta: Como alguém pode ver as deficiências de maneira positiva?

Resposta: Eu vejo tudo em mim como positivo. Estamos dispostos dessa maneira. Mesmo que às vezes, em alguns momentos muito ruins da vida, eu me xingue e me critique, preciso pensar em quem estou criticando.

A natureza, ou você pode chamar de “o Criador”, que é a mesma coisa, criou você desse jeito. Por que então você a está amaldiçoando? Como você sabe? Talvez você precise de todas essas falhas precisamente para alcançar o nível do Criador subindo acima delas? Afinal, esse é o nosso destino.

Pergunta: Como podemos usar as falhas corretamente para subir ao próximo nível de desenvolvimento?

Resposta: Amor. Ame-os, isto é, ame-os pelo fato de que, precisamente elevando-se acima deles, transformando-os em méritos, alcançamos o mais alto nível de desenvolvimento. Seria impossível subir sem isso.

Pergunta: Qual é o pano de fundo contra o qual uma pessoa verá que tudo o que lhe causa um complexo pode ser usado efetivamente?

Resposta: Ela deve estudar a sabedoria da Cabalá. Ela deve receber exemplos corretos e força desta sabedoria com a qual ela pode tentar mudar a si mesma, exigir, implorar e finalmente mudar.

Pergunta: Qual das suas qualidades ou propriedades que não lhe pareceram tão boas você usou para o desenvolvimento, para a ascensão ao próximo nível?

Resposta: Eu sou muito ciumento. Tenho muita inveja e gostaria de ser ainda mais ganancioso. A única coisa pela qual tenho uma grande paixão é descobrir o sentido da vida. Essa grande paixão é baseada no grande egoísmo: “Por que eu simplesmente existo? Eu não posso permitir isso, eu não quero isso. Eu preciso entender porque existo e como posso realizar corretamente cada momento da minha vida”. Isso é por causa da grande ganância e um grande ego!

Embora essa qualidade minha seja muito ruim, em geral, é boa. Graças a ela, eu me desenvolvo. Até hoje sou muito ganancioso – ganancioso em conhecer, compreender e alcançar. Se eu vejo isso em alguém, por que não posso fazer isso? Não para alguns propósitos materialistas, mas para um propósito espiritual, científico, etc.

Eu sou muito invejoso. Eu vejo alguém tocando um violino ou um piano, conduzindo uma orquestra ou cantando, e não tenho nada disso.

Pergunta: Então, como você expressa isso?

Resposta: Eu quero tudo!

Pergunta: O que você faz?

Resposta: Nada. Eu não posso explodir; eu trabalho no meu campo. Eu decidi que este é o único e maior tesouro e que devo alcançá-lo.

Se eu tivesse minas de cobre, zinco, estanho, ferro e diamante, quais delas desenvolveria? Diamantes. Você não pode evitar; eles são os mais preciosos.

É o mesmo aqui. Eu escolhi para mim mesmo que a coisa mais importante na vida é alcançar a raiz do meu desenvolvimento, o próximo nível de existência, e este é meu único objetivo.

Pergunta: Significa que ter um objetivo é a coisa mais importante da vida?

Resposta: Sim. O mais importante é “viver com o raio”. “Brilhe, brilhe minha estrela!”

De KabTV, “Notícias com Michael Laitman”, 27/01/19

Pontos De Vista Políticos Em Nossos Genes?

Prisão Não É O Que Reforma Um Estuprador

laitman_283.02Pergunta: Seus leitores do Instagram estão perguntando: “Como podemos aceitar o mal?” Você respondeu: “Não há mal. O mal simplesmente aponta para uma pessoa que ela não alcançou a perfeição no bem.

Isto é, o bem oculto é sentido como mal. É sentido de maneira aguda, de modo que a pessoa atente para que outras possibilidades existem para ela corrigir essa propriedade e transformá-la em boa”.

Um de seus leitores está perguntando: “E quanto ao estupro? Comportamento anormal em nossas conexões?”

Resposta: Isso é egoísmo, é excesso. Claro, isso é mal. Mas o egoísmo deve ser corrigido e então não haverá mal algum. Isto é, esta é uma atitude incorreta em relação ao outro. A intenção em relação ao outro é apenas intenção. Se ela adquire uma forma positiva ou negativa, temos que discernir e corrigir o “menos” em “mais”. Mas a intenção em si não pode ser mudada. Em outras palavras, não podemos castrar um estuprador; precisamos reformá-lo.

Pergunta: Mas como?

Resposta: Como fazer isso é outra coisa. Ações não vão mudar o mundo. Temos que nos aprofundar na raiz do problema, em por que algumas pessoas tratam outras pessoas dessa maneira e corrigir essa direção, ou em outras palavras, sua intenção. É com isso que a ciência da Cabalá lida.

Pergunta: Suponha que alguém comete violência contra os outros. O que significa corrigir sua intenção, que as mesmas ações da mesma pessoa sejam benéficas para os outros?

Resposta: Ela pretendia magoar os outros? Não, queria se satisfazer. Então, deixe-a realizar-se através de diferentes ações: atos de bondade para com os outros. Ela precisa ser corrigida, reformada e educada de forma diferente.

Ela então receberá o mesmo prazer, até mesmo um muito maior do que teria sentido enquanto perpetrava violência. A Cabalá pode dar-lhe um prazer que é 620 vezes maior. Em vez de violência, serão atos de bondade para com outra pessoa, pois essa pessoa estará desfrutando disso junto com ela.

Pergunta: O que explica essa transformação em uma pessoa?

Resposta: A força superior, a luz superior. Essa não é uma questão simples. O estuprador também não pode fazer muito a respeito. Uma pessoa deve ser mudada, reeducada.

Pergunta: Mas o que pode ser feito?

Resposta: Pelo menos, não a aprisione. De acordo com a Torá, não há conceito de prisão. Não há conceito de “isolar alguém da sociedade”. Para isolá-lo – havia seis cidades de refúgio. É aí que uma pessoa seria reeducada.

Pergunta: O que acontece com uma pessoa quando sua intenção muda, quando sua atitude em relação aos outros muda? Em que nível esta mudança ocorre: química, psicológica?

Resposta: No nível espiritual. No nível mais alto e mais interno. Ela tem que mudar sua atitude, sua compreensão de onde ela está: em uma sociedade, no mundo, sua atitude em relação à vida e à morte, em direção a todo o universo, tudo tem que mudar dentro dela. Essa correção ocorre sob a influência da luz superior.

Pergunta: Suponha que um estuprador queira mudar sua atitude …

Resposta: Mesmo que ele não queira mudar, nós gradualmente o influenciaremos de tal forma que ele deseje mudar a si mesmo e será mudado.

Pergunta: O que significa influenciá-lo de tal forma que ele mude?

Resposta: Através de exemplos, educação. É um sistema educacional que tem que influenciá-lo por um longo período de tempo. As pessoas que eram condenadas às cidades-refúgio não podiam sair. Se uma pessoa matasse ou prejudicasse alguém, ela poderia encontrar um refúgio lá, entregar-se e admitir seu crime, e então as sociedades nas cidades-refúgio iriam trabalhar nela.

Ela era influenciada de tal maneira que a luz superior poderia afetá-la. Ela deve se colocar sob a influência da luz superior. Uma pessoa não pode fazer isso sozinha, ela é completamente corrompida. Portanto, ela é ajudada de tal maneira que a luz superior começa a afetá-la.

Como isso é conseguido? Pela inclusão na sociedade. O coletivo trabalha em atrair a luz superior, e a pessoa, estando na sociedade, quer goste ou não, recebe uma porção da luz superior através dela, e a luz superior a reforma.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman” KabTV 28/02/19

O Que É Mais Forte: Tempo Ou Paciência?

laitman_761.2Pergunta: Você escreveu no Instagram: “Se você mudar, o mundo vai mudar. E não exija mudanças do mundo se não mudar a si mesmo. Melhore-se e tudo vai mudar.

“O mundo depende apenas da mudança de uma pessoa, não da mudança dos outros. Você vai descobrir que eles não devem mudar. O mundo inteiro está em uma correção completa”.

Enquanto esses processos estão ocorrendo, o que é mais forte: tempo ou paciência?

Resposta: O tempo é como algo que não depende de nós. Paciência é algo que depende de nós. Mas podemos, com a ajuda da nossa paciência, mudar o tempo, acelerar ou retardá-lo. Portanto, acredito que a coisa mais importante é a nossa atitude em relação ao mundo, que mudamos o mais rápido possível, e então veremos o mundo mudando rapidamente em uma boa direção.

Pergunta: No final, acontece que o tempo estará sujeito a nós?

Resposta: O tempo estará sujeito a nós e a mudança do mundo estará sujeita a nós, dependendo de nossas próprias mudanças.

Pergunta: O que isso tem a ver com paciência?

Resposta: Paciência significa que não temos que suportar nada, não temos que esperar que algo mude. Nós devemos nos mudar.

De KabTV, “Notícias com Michael Laitman”, 03/02/19

Citações De Einstein, Parte 1

 202Pergunta: Você poderia, por favor, comentar algumas citações atribuídas a Albert Einstein?

Citação: “Apenas um tolo precisa de ordem, o gênio pode lidar com o caos”.

Resposta: Sim. Uma pessoa geralmente corre para a ordem porque não consegue abraçar o que está à sua frente.

O gênio, por outro lado, sente que deve se dissolver no caos e assim verá uma ordem interna: não aquela que ele impõe ao mundo existente, mas a que inicialmente existe dentro deste mundo.

Citação: “Existem apenas duas maneiras de viver sua vida. Uma é como se nada fosse um milagre. A outra é como se tudo fosse um milagre”.

Resposta: Se os milagres não existissem, tudo seria muito simples e claro. Eu também quero explicar a todos: “Por que você está sofrendo? Olha, tudo está escrito de forma simples. Você está tentando fazer algo em sua vida com tentativas incompreensíveis”.

Esta é uma vida quando tentamos captar a imensidão com nossas mentes. Mas dizemos com antecedência: “Por que isso está aí? Tudo é simples e bom”, abrace tudo em nossa mente.

E a outra é quando nos dissolvemos no espiritual, no espaço, quando entendemos que não podemos engoli-lo e acreditamos que só podemos entrar nele, dissolver-se nele.

Assim, aceitamos o mundo entrando nele. Ao mesmo tempo, depreciamos a nós mesmos, nossas mentes, nossas capacidades; vemos a natureza acima de nós, não nos governando acima da natureza. Como Sir Isaac Newton [e muitas vezes atribuído a Einstein] dizia: “para mim mesmo, parece que fui como um menino brincando na praia, desviando-me de vez em quando para encontrar uma pedra mais lisa ou uma concha mais bonita que a comum, enquanto o grande oceano da verdade permanece totalmente desconhecido para mim”. Somente assim podemos entrar na natureza e começar a compreendê-la verdadeiramente.

Observação: Então parece que dizemos: “Algumas maravilhas abundam!”.

Meu Comentário: Sim. Esta é a abordagem correta. Na verdade, apenas milagres. Por que milagres? Porque não consigo compreendê-los com minha mente. No entanto, quando digo que são milagres e quero estar neles, começo a compreendê-los, precisamente porque me anulo diante deles.

Citação: “A educação é o que resta depois que tudo aprendido na escola é esquecido”.

Resposta: O que significa educação? Nós formamos, ou podemos dizer, formatamos nosso cérebro. À medida que lançamos certos programas em computadores e, depois, com a ajuda desses programas, começamos a processar materiais, trabalhando com eles. A educação deve ser apenas isso. Ela em si não importa. Somente depois de começar a tratar a vida corretamente com sua ajuda, começo a apreciá-la.

Pergunta: E o que significa esquecer a educação em geral?

Resposta: O que estudamos na escola? Não me lembro de história, geografia, matemática, não sei todas essas equações. Claro, eu posso de alguma forma especular sobre elas. Em princípio, na faculdade, quanto era aparentemente desnecessário? Sim, tudo é necessário para desenvolver cérebros, desenvolvê-los e agitá-los. Caso contrário, o que? Eu só poderei contar minhas cabras ou vacas no rebanho? Ou devo ainda poder trabalhar com o aparato conceitual?

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 26/02/18