Textos com a Tag 'Vida'

“Qual É O Propósito Da Vida?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: Qual É O Propósito Da Vida?

O propósito da vida é atingir o estado mais elevado e exaltado que a natureza preparou para nós: ascender acima de nossos “eus” egoístas inatos e obter uma compreensão, percepção e sensação claras de por que nós – e a natureza em todos os seus níveis, inanimado, vegetativo, animado e humano – existimos.

Além disso, o propósito da vida não pode ser imposto ou mostrado a ninguém, da mesma forma que não podemos provar as leis matemáticas aos gatos. Em vez disso, cada pessoa precisa descobrir o propósito da vida por si mesma: elevar-se em percepção e sensação até obter uma visão e sentimento completos da realidade.

A ascensão acima de nossa natureza egoísta inata até a descoberta da totalidade da natureza é o significado mais completo de se tornar um ser humano. Em hebraico, a palavra para “humano” é “Adam“, que deriva da frase, “Adameh le Elyon” (“semelhante ao superior”), o que significa que se nos elevamos acima de nossa estreita percepção egoísta e atingirmos a percepção total da realidade, cumprimos nosso papel de nos tornarmos “humanos” no sentido mais amplo do termo.

Em princípio, existem duas forças na natureza: recepção (egoísmo, negativo) e doação (altruísmo, positivo). Nós nascemos e crescemos apenas com a força da recepção, que se expressa em nós como egoísmo: o desejo de desfrutar à custa de qualquer coisa ou pessoa fora de nós.

Nosso egoísmo se desenvolve e cresce ao longo de muitas gerações, de um pequeno desejo de desfrutar que não exige nada mais do que suas necessidades básicas de sobrevivência – comida, sexo, família e abrigo – para um ego maior que exige realização de uma série de conexões sociais – dinheiro, riqueza, honra, respeito, fama, controle, poder e conhecimento. Em nossa era, nós alcançamos um ponto de transição singularmente significativo, onde testemunhamos nosso desenvolvimento egoísta chegando a um beco sem saída, ou seja, sentindo-se cada vez mais difícil se sentir realizado com as buscas egoístas, o que também dá origem a uma infinidade de atitudes negativas na sociedade – pessoas descontando cada vez mais a sua insatisfação, levando a uma polarização e o ódio crescentes em toda a sociedade.

O egoísmo exagerado de hoje aponta, portanto, o caminho para a necessidade de atrairmos uma força oposta, positiva e altruísta, a fim de criarmos relações equilibradas entre nós e com a natureza.

Tanto o nosso egoísmo inato quanto a força altruísta positiva derivam da natureza, e o propósito da vida é que nos apliquemos para atrair a força altruísta positiva da natureza acima de nossa egoísta, a fim de vivermos em equilíbrio e harmonia com a natureza.

O Propósito Da Nossa Vida

565.01Pergunta: A natureza tem algum propósito?

Resposta: Claro. Seu propósito é desenvolver uma pessoa para atingir seu nível mais elevado quando ela começa a atingir o sentido da existência da própria natureza. Ou seja, a pessoa se elevará acima de si mesma e chegará a uma compreensão de para que tudo existe.

Pergunta: Como podemos mostrar isso às pessoas?

Resposta: Não há como. Todos deveriam descobrir isso por si próprios. Você não pode revelar isso a alguém. Não é possível provar nada a ninguém. Afinal, se meu gato está no nível animal, não posso provar nada a ele no nível humano. Este é sempre o caso.

Somente quando um indivíduo crescer e se tornar um ser humano, ele será capaz de me entender e o que eu queria dizer a ele.

Pergunta: Você está dizendo que o propósito da vida é atingir o nível da natureza, tornar-se semelhante a ela.

Em princípio, existem duas forças na natureza: recepção e doação. Nas pessoas, entretanto, existe apenas uma força negativa. Portanto, devemos atrair a força altruísta positiva do desenvolvimento sobre nós mesmos e, assim, equilibrar nosso egoísmo. É isso que você chama de “tornar-se como a natureza”?

Resposta: Sim, porque ambas as forças vêm da natureza. Devemos adaptá-las dentro de nós mesmos e existir entre elas na linha média, administrando simultaneamente as linhas direita e esquerda. Este é o propósito da vida humana.

De KabTV, “Habilidades de Gestão”, 02/07/20

Roteiro Do Filme Da Vida

226Tudo o que acontecerá no futuro já está enraizado no ato inicial da criação.  Cada desejo em desenvolvimento já tem um programa pré-estabelecido, não um desejo que é revelado, mas um registro informativo, Reshimo.

Esses genes informativos surgiram como resultado da expansão dos mundos do mundo infinito através de todos os níveis espirituais, Partzufim, mundos e Sefirot, até que eles alcançaram nosso mundo.

Portanto, cada desejo que se desenvolve em nós já contém informações, dados e descobertas sobre todos os mundos, mas em escala microscópica, assim como uma gota de sêmen contém todas as informações sobre uma pessoa que vai nascer e crescer a partir dela.

Se soubéssemos decifrar os dados em uma gota de sêmen, descobriríamos a partir dela todo o processo que uma pessoa deve percorrer, todo o seu destino, toda a sua vida. A partir dos dados extraídos de uma gota de sêmen, um filme inteiro poderia ser feito mostrando o que aconteceria com aquela pessoa. É preciso perceber tudo isso na prática; em uma forma potencial, tudo já está estabelecido no Reshimo, que está em uma gota de sêmen.

Cada estado que nos é revelado foi obrigado a se revelar. Precisamos apenas nos preocupar em ser incluídos na dezena e atrair a luz que reforma. Então a luz afetará a dezena e construirá nossa alma, um sistema no qual revelaremos nosso estado espiritual.

Tudo isso já existe, tanto os Reshimot quanto a luz atraída por nós, que os afetará. É como se nós mesmos desenvolvêssemos esse filme e vivêssemos nele. Quanto mais despertamos a luz superior para que ela afete o grupo, mais rápido o grupo muda, e todo o processo espiritual pelo qual tenho que passar se revela. Vai ser uma série superdivertida.

Todos os detalhes já estão codificados no Reshimo. O gene da informação que desce ao nosso mundo do mundo do infinito através de todos os mundos e todos os estados contém todas as informações sobre o caminho que devemos percorrer de baixo para cima, de volta ao mundo do infinito.

O Reshimo de cada amigo na dezena é uma parte do Reshimo de toda a dezena. Não há nada acidental.

Com a ajuda de uma oração, nós atraímos a luz para aqueles Reshimot que estão despertando em nós cada vez mais. É como se estivéssemos revelando uma foto sob a influência da luz, e a cada vez revelamos nossa nova forma, que é cada vez mais espiritual. É assim que descobrimos novos mundos e todos os tipos de mudanças.

Agora estamos no menor Reshimo egoísta, insignificante e bloqueado, do qual nada pode ser visto. Não podemos nem imaginar o quão rico é o mundo espiritual em seu primeiro estágio – ele é bilhões de vezes maior do que este mundo em compreensão, consciência, percepção e sensação.

Da Lição Diária de Cabalá 12/10/20

Steve Jobs – Filosofia De Vida

235Comentário: Se hoje você encontra um homem simples na rua e conversa com ele, ele, a princípio, não sabe os nomes dos sábios, ou mesmo, talvez, do Rei Salomão. Mas o nome “Steve Jobs” é familiar para ele. Ele é o fundador da Apple, um homem que muito contribuiu para o nosso mundo.

Existem algumas de suas citações que eu gostaria que você explicasse do ponto de vista de um Cabalista. “Eu costumava estar do lado da criação, mas mudei para o lado da natureza”,

Minha Resposta: A hereditariedade é o ponto de partida. No entanto, em princípio, tudo é determinado pelo ambiente.

Pergunta: Isso significa que o ambiente pode mudar minha hereditariedade?

Resposta: Não vejo nada de negativo na hereditariedade, mesmo que seja ruim. O ambiente molda uma pessoa. É como se colocasse uma pessoa em um torno e a processasse como quer, como em um torno. O resultado é um produto totalmente novo.

Pergunta: Não tenho liberdade alguma aqui?

Resposta: Não. De jeito nenhum! Existem qualidades iniciais, mas o ambiente sabe trabalhar com elas e faz de uma pessoa o que é exigido.

Pergunta: Eu procuro um ambiente ou o ambiente me encontra?

Resposta: Em princípio, nem você nem o meio ambiente, mas isso já vem de cima, do propósito superior.

Citação: Steve Jobs, “Às vezes, quando você inova, você comete erros. É melhor admiti-los rapidamente e continuar melhorando suas outras inovações”.

Minha Resposta: Em princípio, toda a nossa vida consiste apenas em erros. É quando reconhecemos esses erros a cada passo do caminho que estamos indo no caminho certo.

Pergunta: Sempre fazemos alguns ajustes após cada etapa e ainda cometemos erros?

Resposta: Claro. Só cometemos erros! No entanto, inicialmente, em cada etapa revelamos nossa natureza má, e em cada etapa tentamos corrigi-la.

Pergunta: É devido ao fato de que nossa natureza é o egoísmo que cada passo que damos é um erro?

Resposta: Cada passo nosso é um erro antecipado, mas depende de como torná-lo um erro adequado. Ou seja, errar para aprender.

Citação: Steve Jobs, “Seu tempo é limitado, então não o desperdice vivendo a vida de outra pessoa”.

Minha Resposta: Isso está certo. Encontrar as coisas próprias, a linha própria, a si mesmo e se mover apenas nisso, e nunca ceder às opiniões, filosofias e ideias dos outros, essa é uma tarefa muito importante para uma pessoa. Acho que isso certamente é apenas para alguns. É preciso vivenciar muito para não ser receptivo às ideias dos outros e segui-las.

Experimentar significa analisar, processar dentro de si mesmo, decidir, ter medo, levantar, subir e cair. Em outras palavras, deve ser uma pessoa que sempre exige um sentido interior da vida.

Citação: Esta foi supostamente a orientação de Steve Jobs em tudo: “Se você ainda não o encontrou, continue procurando. Não se acomode. Como acontece com todos os assuntos do coração, você saberá quando encontrá-lo”.

Minha Resposta: Sim. Com certeza. Somente quando o encontrar, você realmente entenderá o que estava procurando. Se soubéssemos com antecedência o que procurar, não teríamos que procurar. Isso ficaria claro para mim.

Pergunta: Um Cabalista está procurando? Um Cabalista tem essa busca?

Resposta: O Cabalista está buscando apenas uma coisa: um salto para o Criador. Não importa o que acontecerá nisso. O principal é estar mais perto. E esta é sua única tarefa.

Comentário: Quando isso acontece, será que ele entende tudo de uma forma completamente diferente?

Minha Resposta: Claro! Não importa, ele não faz essa pergunta de forma alguma! Ele não ordena o futuro para si mesmo – o que ele quer ser e como sentir. Não! Apenas para ficar mais perto.

De KabTV, “Notícias com Dr. Michael Laitman”, 25/05/20

Vida Após A Morte

538Pergunta: Se uma pessoa soubesse o dia da sua morte, ela seria capaz de viver sua vida melhor?

Resposta: Depende da pessoa. Dizem que Wolf Messing sabia o dia e a hora de sua morte e estava em paz com isso. Outros têm medo disso. E há pessoas que acreditam tanto na continuação da vida que, pelo contrário, consideram a morte desejável.

Pergunta: Eu preciso me preparar para a morte todos os dias?

Resposta: Não. Devemos nos preparar para a vida após a morte, a fim de continuar nossa existência da maneira certa e na mesma direção.

Pergunta: Uma pessoa pode ser criada para não temer a morte?

Resposta: Claro. Primeiro, todas as religiões fazem isso. Tente parar um homem-bomba que voluntariamente escolhe morrer. Ele ficará zangado com você por não permitir que ele vá para o paraíso, onde lindas virgens o aguardam.

Pergunta: Mas existem poucos exemplos desse tipo. A maioria das pessoas, mesmo as religiosas, tem medo da morte.

Resposta: A pessoa não deve ter medo da morte. Ela deve temer não desperdiçar sua vida.

Pergunta: Qual é a atitude correta em relação à morte, em sua opinião?

Resposta: À medida que o ciclo biológico de uma pessoa chega ao fim, ela entra em um estado diferente, praticamente continuando o trabalho espiritual que ela pode ter iniciado enquanto vivia.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus”, 14/05/20

Transforme A Vida Em Um Jogo

275Pergunta: Nossa vida inteira é baseada em um jogo. O sociólogo russo Vladimir Ilyin escreveu: “O jogo é uma vida diferente, agindo como um oásis feito pelo homem dentro do caos da vida real”.

Se o jogo é a nossa vida inteira, como uma pessoa pode distinguir o que é a vida real e o que é um jogo?

Resposta: Não há necessidade de distinguir, você precisa transformar a vida em um jogo. Isso vai ser bom.

Pergunta: Como você pode não permanecer uma criança pequena?

Resposta: Deixe-me ser uma criança. Eu deveria me sentir como uma criança. O que significa que sou grande? Em que sou tão grande? Em lugar nenhum e em nada.

Pelo contrário, deixe-me sentir que sou pequeno em comparação com todo o universo, com todo o enorme cosmos, e há coisas para eu compreender, receber e ser preenchido para viver de olhos e boca aberta .

Pergunta: A primeira função do jogo é compensar a energia não utilizada na luta pela sobrevivência. A pessoa acumula energia, muitas vezes negativa, que deve de alguma forma jogar fora, perceber.

Como uma pessoa pode perceber essa energia negativa hoje, para que esta não leve a resultados fatais? Como uma pessoa pode usar a energia negativa que se acumula nela para causas construtivas?

Resposta: Você deve mostrar a uma pessoa o significado, que esse significado está diretamente conectado a ela e qual pode ser a recompensa por perceber esse significado.

Pergunta: O jogo garante a preservação das qualidades dadas pela natureza, mas não são exigidas na vida real de um indivíduo. Como uma pessoa pode revelar e reconhecer as qualidades ocultas, as oportunidades ocultas, que a natureza implantou nela?

Resposta: Apenas em um grupo. Em um determinado grupo de pessoas, quando todas estão empenhadas em descobrir suas oportunidades potenciais internas e não utilizadas, a fim de se elevar acima de si mesmas. Acima de si mesmas é apenas na sociedade.

Portanto, precisamos nos reunir em um grupo onde todos desejam se elevar acima de si mesmos para alcançar tal conexão entre si, quando se elevarão juntos em algo comum. Digamos que dez indivíduos se juntem e se tornem um. Este “um” consistirá em todos eles, mas juntos eles sentirão essa mudança qualitativa em si mesmos que todos se tornaram dez vezes mais inteligentes, dez vezes mais fortes, dez vezes mais perspicazes, e assim por diante.

Pergunta: Em um mundo imperfeito com uma vida agitada, o jogo cria uma perfeição temporária e limitada. É sempre uma espécie de ciclo curto. O jogo pode ser transformado em um jogo infinito para que não termine?

Resposta: Sim, isso é o que um jogo é. Um jogo real é aquele que pode ser transformado em um jogo sem fim, uma atividade sem fim. No entanto, apenas se houver muitos de nós.

Você não pode jogar o jogo sozinho. Quando somos muitos, criamos combinações completamente diferentes através do jogo, como em um caleidoscópio. Você já olhou através de um caleidoscópio? Quando você o vira, os pedaços de vidro quebrado dentro dele se movem para algum tipo de estrutura. Nós também.

Quando fazemos um caleidoscópio de nós mesmos dessa maneira, obtemos essas imagens! Começamos a nos descobrir como conjuntos, compatíveis de tal forma que no final recebemos um único todo, nos tornamos Adam (Homem), ou seja, um elemento combinado.

Pergunta: O que é um jogo real em que todos ganham?

Resposta: É quando uma pessoa revela o verdadeiro universo e começa a jogá-lo de verdade. Com seriedade!

Pergunta: O que significa jogar com seriedade?

Resposta: É quando a pessoa joga acima da vida e da morte, não pela vida e nem pela morte, mas acima delas para se conectar com os outros e construir a perfeição junto com eles. Só a perfeição pode preencher uma pessoa de significado.

De KabTV, “Notícias com Dr. Michael Laitman”, 12/07/20

O Hábito Que Define O Ritmo Da Vida

630.2Pergunta: Uma das regras de gerenciamento do tempo é a necessidade de incutir bons hábitos. Por exemplo, faça exercício, nunca se atrase, coloque uma coisa no seu devido lugar depois de usá-la, etc. O que você aconselharia a adquirir como hábito que ajuda na vida?

Resposta: Trabalhe de acordo com um cronograma.

Pergunta: Por que isso é tão importante para uma pessoa?

Resposta: Para ter tempo para tudo, para definir as prioridades certas, para que reservar tempo, para que não reservar, e não para se meter nessas estruturas que você não pode cumprir.

Digamos que hoje pretendo ler um livro, filmar um clipe, trabalhar no Twitter e fazer reuniões com meu grupo. Tudo isso deve ser escolhido de alguma forma.

Pergunta: Se alguém olhar para esta vida, dirá: “Para quê? Isso não é liberdade! Você trabalha como um robô”.

Resposta: Acredito que com isso cumpro minha missão e, por isso, sou feliz e livre. O que significa liberdade? Correr pela rua como um cachorro?

Comentário: Não. A liberdade não é fazer o que você quer?

Resposta: Isso não é liberdade. O que você vai fazer se não souber o que quer? Se você fizer isso, você fará um cronograma dos próximos assuntos para si mesmo e o cumprirá.

A pessoa deve ficar intrigada com o quão cheia está sua agenda e como está fazendo isso. Além disso, o planejador do dia deve indicar o tempo alocado para descanso e, talvez, para exercícios físicos, esportes. Em geral, tudo deve ser considerado no planejamento. Caso contrário, você não poderá fazer nada.

Pergunta: Então, você acha que o descanso é necessário para uma pessoa?

Resposta: Claro, e antes de tudo, uma mudança de cenário.

Pergunta: Quanto tempo você deve gastar consigo mesmo?

Resposta: Tanto quanto necessário para estar pronto para o trabalho necessário. Talvez eu precise descansar cinco horas para isso, e outro precisa de meia hora.

Pergunta: Quanto tempo uma pessoa precisa para ficar sozinha consigo mesma?

Resposta: Isso também é determinado por cada pessoa, dependendo da essência de seu trabalho espiritual, sensorial e criativo.

Pergunta: Você recomenda colocar isso no plano?

Resposta: Se uma pessoa precisar. De que outra forma é elaborado um cronograma e definido o ritmo de vida de uma pessoa? Somente a partir daquelas necessidades que ela considera necessárias para atender.

De KabTV, “Habilidades de Gestão”, 02/07/20

Para Mudar O Paradigma Da Vida

202.0Pergunta: O dinheiro é o equivalente ao valor de bens e serviços. Nos últimos 200 a 300 anos, as pessoas lutaram pela igualdade, inclusive em termos de salários.

No entanto, como podemos falar de igualdade se não conhecemos as qualidades iniciais de uma pessoa? Afinal, a quantidade de esforço por hora de trabalho de cada pessoa é diferente. Isso significa que não pode haver igualdade econômica?

Resposta: Não importa. Nós separamos o que uma pessoa deve dar à sociedade do que ela deve receber da sociedade e não estabelecemos qualquer conexão entre eles.

O que eu posso dar à sociedade depende da educação que recebo: eu tenho vergonha de dar menos. O que recebo da sociedade depende do fato de eu ser uma pessoa que existe neste mundo e preciso obter certo número de benefícios, que utilizo, posso existir e me realizar.

Hoje, o mundo já chegou a um ponto em que, se quiséssemos, poderíamos dar isso a praticamente todo mundo.

Pergunta: Quanto tempo leva para uma pessoa mudar o paradigma de sua vida?

Resposta: Isso depende da ampla disseminação da educação correta. Se houver uma sociedade ao redor que fará isso e viverá assim, então as pessoas, especialmente a geração mais jovem, entenderão que esta é a atmosfera em que devemos existir.

Chegaremos a isso como resultado da educação, de um senso de necessidade, e não porque temos que nos reprimir.

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus”, 04/06/20

Nove Regras Importantes Na Vida

571.04Observação: As pessoas desenvolveram várias regras universais da sociedade. Elas se originam do ponto de vista Cabalístico e precisamos nos ajustar e segui-las?

A primeira regra é: “Tente preencher sua vida e a vida de seus entes queridos com amor. Dessa forma, você atrairá circunstâncias favoráveis ​​e prosperidade. No entanto, exibir agressão sob qualquer forma irá se manifestar em uma deterioração constante da qualidade de vida e no fracasso em geral”.

Minha Resposta: Isso é parcialmente verdade. No entanto, é melhor dizer: mostre amor aos outros ao longo da vida e não apenas aos seus entes queridos. Então sua vida será preenchida com um significado superior e completamente novo.

Comentário: “Não há absolutamente nada aleatório na vida. Com seus pensamentos, palavras, ações e atos, você molda sua realidade atual e seu futuro”.

Minha Resposta: Correto. Mas só se entendermos como fazer a coisa certa. Do contrário, podemos pensar que estamos fazendo a coisa certa, e a vida, de repente, nos derruba.

Fazer a coisa certa significa ir claramente em direção ao propósito da criação, não como queremos ou pensamos, mas como realmente corresponde ao programa da natureza.

Comentário: A próxima regra está relacionada à anterior: “Nossos pensamentos moldam os acontecimentos e a realidade de cada um de nós. Aprenda a pensar positivamente e você criará uma realidade que o agradará. E vice-versa: raiva, ira, ódio, inveja e orgulho atraem fracassos e má sorte”.

Minha Resposta: Não posso criar minha vida em minhas fantasias. Eu tenho que fazer isso aderindo adequadamente aos outros, na conexão correta com os outros: eu com eles e eles comigo. Se eu criar minha vida a partir dessa boa conexão, ela será realmente boa.

Pergunta: Muitas pessoas acreditam em Deus. Hoje em dia, até os ateus estão chegando à conclusão de que existe algo que nos controla. Uma pessoa pode estar conectada com o universo superior? Como podemos nos conectar corretamente?

Resposta: Não há nenhum indivíduo que nos controle. Deus não existe.

Existe uma única lei da natureza, que devemos obedecer. Então começaremos a alcançá-la e, por meio de uma boa conexão com ela, nos tornaremos realmente mestres de nosso próprio destino. Nós nos tornaremos deuses desde que sejamos completamente semelhantes a esta força superior, a qualidade de doação e amor.

Comentário: Outra regra: “Não importa quão graves sejam suas ofensas, o universo ainda ama cada um de vocês. Lembrem-se, no entanto, que ele está nos dando o que precisamos neste exato momento, que só ele conhece”.

Minha Resposta: Sim, isso é correto. Você pode dizer isso.

Comentário: Uma das principais leis universais é a lei da equivalência de forma. Se você não se ama, os outros não o amarão ou o negligenciarão.

Minha Resposta: Eu preciso amar os outros e apenas os outros. Apenas por causa deles e apenas para eles. Esta é a única regra correta.

Pergunta: Onde posso encontrar um exemplo disso?

Resposta: No fato de que agora você se ama egoisticamente. Imagine que você tem que mudar e amar os outros da mesma maneira.

Comentário: “Existe absolutamente tudo dentro de uma pessoa: poder, fama, honra, dinheiro e beleza. A tarefa é liberar toda a abundância para a realidade ao seu redor”.

Resposta: Na verdade, se uma pessoa dá tudo o que tem aos outros, ela será a mais feliz, a mais sábia, a mais corrigida e tudo será bom para ela.

Pergunta: O que significa “dar tudo o que tem aos outros?”

Resposta: Ela os levará ao estado mais confortável, melhor e mais perfeito, não o que eles querem, mas o que realmente existe no topo da natureza. Assim como a mãe que quer educar um filho: ela não faz tudo o que o filho deseja, mas faz o possível por ele para que ele alcance o estado mais perfeito.

Comentário: “Não classifique as pessoas ao seu redor em boas e más”. Existe um critério correto pelo qual as pessoas podem ser avaliadas?

Minha Resposta: Claro. Quem faz tudo em benefício da sociedade é bom e vice-versa.

Comentário: “Para o universo, não existem conceitos como culpa, punição e assim por diante. É importante não perguntar, ‘Para que preciso de tudo isso?’, mas, ‘Por que preciso de tudo isso?’”

Minha Resposta: Correto.

Pergunta: O universo tem conceitos como culpa ou punição?

Resposta: Aperfeiçoamento. Correção. É levar uma pessoa à necessidade de estar em doação completa para todos.

Pergunta: Qual é a regra mais importante do universo?

Resposta: Amor.

Pergunta: Como aprender a amar?

Resposta: Você não pode aprender isso. Você tem que aprender sozinho. Constantemente, em um grupo, em conexão com sua própria espécie, de acordo com o método da Cabalá. Este é exatamente o resultado da implementação correta do método da Cabalá.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 07/01/20

A Eterna Pergunta Sobre O Sentido Da Vida

002Por que as pessoas cometem suicídio? Elas não conseguem suportar a sensação de melancolia e vazio. Afinal, elas queriam se preencher. Porém, apesar de termos televisão e rádio, milhares de canais e programas diferentes, eu não consigo me preencher. A falha que se desenvolve em mim, insatisfação interior e vazio, é muito mais do que posso obter de todas as fontes ao meu redor.

Eu preciso do sentido da vida! Minha vida tem um sentido, um propósito pelo qual vale a pena viver? Não consigo encontrar uma resposta para esta pergunta. Preciso saber que a vida me leva ao objetivo certo, a um bom resultado, do qual será melhor para mim e para os outros, e que estou em um processo especial do fluxo da vida, que continua para sempre.

Muito provavelmente, uma pessoa deixará de pensar em suicídio se descobrir como a realidade é organizada, dentro de qual programa da natureza nós existimos e como a natureza nos controla. Estamos constantemente nos movendo de um programa para outro, recebendo um novo “upgrade”, e assim compreendemos a criação em sua totalidade, tanto nesta vida quanto acima dela.

O processo de evolução nos leva a uma meta muito digna e elevada. A pessoa deve sentir o fluxo da vida fluindo através dela de infinito a infinito. Eu estou neste fluxo infinito e também sou infinito. Só preciso me abrir para a percepção do poder da vida que está ao meu redor, e assim me desenvolver cada vez mais.

Isso não é ensinado na escola, na universidade, em casa ou na família. Portanto, agora, quando o desespero cresceu tanto e continuará crescendo, a pessoa acabará sendo forçada a resolver essa pergunta do sentido da vida.

Eu convido a todos para nossa comunidade Cabalística para ver como ela é gentil e calorosa; ajuda a encontrar o sentido e a finalidade da vida, que não se esgota nesta existência terrena. A pessoa ganha uma sensação de paz, vida eterna e maravilhosa, que vale a pena viver a cada momento.

De KabTV, “Habilidades de Gestão”, 16/08/20