Textos com a Tag 'Vida'

Vida E Morte, Parte 10

laitman_600.01Prefira A Vida Em Doação

Baal HaSulam, “Introdução ao Estudo das Dez Sefirot”: 3) “Veja, eu coloquei diante de você hoje a vida e o bem, e a morte e o mal… portanto, escolha a vida…”

Isso significa escolher a qualidade de doação e amor pelos outros. Não é fácil porque a escolha acontece acima do nosso egoísmo. É por isso que vivemos.

Nós precisamos passar por muitas coisas para realmente entender isso: preferir viver em doação, ou seja, servir outras pessoas a fim de conectá-las e, ao fazer isso, deixar que o Criador se revele entre elas. Este é o único objetivo da pessoa na vida. Todo o resto simplesmente desaparece, nada mais existe.

Não podemos imaginar como o universo está organizado fora do nosso atual estado inerentemente falso. Ele é totalmente errado, distorcido pelo nosso egoísmo. Se tivéssemos a oportunidade, como na câmera, de focar no que está acontecendo, veríamos como com uma diminuição ou aumento qualitativo no egoísmo, isto é, ao nos aproximarmos dos outros ou nos afastarmos dos outros, o mundo se tornaria diferente.

Vamos torcer para que isso seja revelado cada vez mais entre nós. No entanto, para fazer isso, é preciso estar em um grupo, na dezena. Somente lá, no grupo daqueles que desejam alcançar o objetivo da vida, podemos montar um modelo que será chamado de “vida após a morte” ou “mundo superior”. Isso pode ser simulado enquanto ainda estamos em nosso mundo, em nossa vida.

Portanto, se alguém tem esse desejo, deve vir para o nosso grupo e participar de aulas práticas de “laboratório”. Então ele verá que tudo isso é muito eficaz e viável. Aguardamos você.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 14/01/19

Vida E Morte, Parte 9

laitman_214O Cabalista Teme A Morte?

Pergunta: Qual é a atitude correta em relação à morte?

Resposta: Eu penso que a melhor atitude é não pensar na morte, mas, antes, acreditar que existimos infinitamente, eternamente. Devemos garantir que alcancemos essa eternidade e infinito, pelo menos parcialmente, nesta vida, em nosso estado corporal.

Afinal, durante a nossa vida, nós existimos para revelar doação e amor como um meio de alcançar a eternidade, perfeição e o Criador, a força superior que controla tudo isso. Nosso avanço deve consistir nisso.

Ao pensar na vida animalesca e na morte, verifique-se: você realmente se importa com isso? Se você se importa, ainda não está aspirando seriamente às qualidades espirituais. Quando você está envolvido com a espiritualidade, não se importa com nada que aconteça com o seu corpo, esteja ele vivo ou não. Você existe e deseja existir na qualidade de doação e amor.

Pergunta: Um Cabalista se importa com seu corpo proteico? Através dele, entra em contato com outras pessoas que ainda não estão na espiritualidade. Se ele não tivesse esse corpo, não seria capaz de se comunicar com seus alunos.

Resposta: Sim, ele cuida do corpo, mas em um sentido mínimo, que é chamado de condição “necessária e suficiente”.

Pergunta: Um Cabalista pensa sobre o que acontecerá com seus alunos e sua família após sua morte?

Resposta: Família é uma preocupação corporal usual. Os alunos, no entanto, são uma coisa completamente diferente. Ele precisa prepará-los para que eles permaneçam com uma boa reserva de conhecimento e metodologia. É necessário organizar um ambiente de laboratório para que eles possam testar a si mesmos e avançar.

Pergunta: Isso significa que um Cabalista tem medo da morte, mas não no sentido egoísta?

Resposta: Não é o medo da morte, mas o desejo de deixar para trás um mundo que seja maximamente direcionado ao objetivo da criação e de nenhuma outra maneira.

O que mais você pode deixar? Não há mais nada. Estamos nos aproximando do estado em que uma pessoa começa a entender que a única maneira de deixar algo para trás é na forma de boas ações. Essas boas ações são registradas em sua conta e são um grande ganho na vida.

Pergunta: Até onde eu entendo, as boas ações são levar outras pessoas à revelação do Criador. Existem outras boas ações que você pode fazer em relação a outra pessoa?

Resposta: Não há mais nada: apenas aproximar os outros do Criador.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 14/01/19

Vida E Morte, Parte 8

627.2Vida Após A Morte

Observação: Em todos os tipos de ensinamentos místicos, a vida após a morte é explicada em grandes detalhes. Nas religiões é bastante simples. Eles descrevem a mesma vida que aqui, com os mesmos problemas. Isto é, tudo o que é familiar para uma pessoa aqui, eles se transferem para lá.

Com a leitura de fontes Cabalísticas, é muito difícil entender o que está acontecendo. Praticamente nada se explica sobre reencarnações.

Meu Comentário: Não é porque os Cabalistas não querem, mas porque é impossível fazer isso.

Gradualmente, uma pessoa chega a isso sozinha e começa a sentir algum tipo de movimento interior, porque sensações, conhecimentos e todos os tipos de definições estão pouco a pouco se reunindo dentro da pessoa. Mais uma vez, quando isso realmente ocorrer dentro dela, não será possível transmiti-lo corretamente a ninguém. Portanto, está escrito: “O que lhe será revelado, você verá e mais ninguém”.

Pergunta: Então, isso significa que é impossível explicar, mostrar ou contar a uma pessoa sobre a vida após a morte?

Resposta: Não, mas ela existe.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 14/01/19

Vida E Morte, Parte 6

laitman_293O Que Resta De Uma Pessoa Após A Morte?

Pergunta: Por que as pessoas não vivem por um número maior de anos ou indefinidamente? Por que mudar de corpo?

Resposta: Se vivêssemos até mil anos, ainda estaríamos com pressa de fazer algo porque a vida seria finita. Por outro lado, se vivêssemos indefinidamente, não sentiríamos que estamos sujeitos a quaisquer forças, aos limites do tempo.

Suponha que existimos como um organismo que apenas vive, sem começo nem fim. Não podemos nem imaginar tal estado, porque tudo é medido: existência – ausência, existência – ausência; isto é, a cada segundo algo nasce e algo morre. A morte é afortunada porque nos leva a entender a vida.

Pergunta: O que resta de uma pessoa que viveu um certo número de anos?

Resposta: A informação sensorial está no coração e na mente. A medida em que uma pessoa avançou em relação aos outros, até que ponto trouxe uma aproximação entre si e os outros, a fim de aproximar todos do Criador. Isso é o que resta de uma pessoa.

Somente isso permanece qualitativamente, porque a conexão é o propósito da criação.

O propósito da criação é conectar a humanidade em um único todo. Não em um pedaço de carne, mas em um único desejo, que consiste em muitos desejos diferentes, mas todos são direcionados para que ajudem a se conectar.

Pergunta: Isto é, todos estão conectados em um desejo de revelar o Criador?

Resposta: Sim.

Pergunta: Então, se uma pessoa faz isso durante sua vida, seus esforços, experiências e sentimentos permanecem e seguem em frente?

Resposta: Tudo isso permanece.

Pergunta: Mesmo se uma pessoa já está fazendo isso, mas não alcançou a meta, por que ela precisa morrer e nascer de novo em um corpo diferente?

Resposta: Não depende da pessoa, mas das condições gerais da humanidade.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá” da KabTV, 14/01/19

Vida E Morte, Parte 3

laitman_961.1Vida E Morte Do Ponto De Vista Da Cabalá

Pergunta: Durante milhares de anos do desenvolvimento da civilização humana, houve um grande número de todos os tipos de crenças. É surpreendente, mas verdadeiro, que quase todas as crenças falaram sobre a vida após a morte. Todo mundo acredita nisso. O que a Cabalá diz sobre isso?

Resposta: A Cabalá diz que a vida não é a existência do nosso corpo proteico e sua morte; é ser preenchido com a força superior, independentemente do estado em que nosso corpo se encontra.

Em outras palavras, temos a oportunidade de adquirir o desejo de doar, fora de nós mesmos, saindo de nós mesmos, de nosso egoísmo. Quando uma pessoa sai de si mesma e deseja satisfazer os outros, nesse estado, ela recebe o preenchimento de cima para passá-lo aos outros. Essa satisfação que passa através dela para os outros é a vida.

Meu desejo de preencher alguém fora de mim é chamado de vida. Eu quero preencher quase todo mundo. Se eu me relaciono com os outros e através deles com o Criador dessa maneira, uma grande luz passa através de mim, e essa luz, que me preenche, é chamada vida.

Pergunta: Então o que é a morte?

Resposta: No mundo espiritual, a morte é a queda da qualidade de doação para a qualidade de recepção. Isto é, o desejo de receber para si mesmo, de se encerrar em todos os prazeres, é a morte espiritual.

Pergunta: Isso significa que se estamos agora no desejo de receber, estamos mortos do ponto de vista do mundo espiritual?

Resposta: Do ponto de vista do mundo espiritual, não estamos mortos, nem sequer existimos.

Pergunta: Uma pessoa determina por si mesma se está viva ou morta no mundo espiritual?

Resposta: Sim. Se ela alcançou o estado de vida e essa qualidade cai dela e a luz desaparece, ela diz: “Agora estou no estado de morte”.

Enquanto isso, não estamos em nenhum estado. No que diz respeito aos estados espirituais, somos considerados animais, não pessoas.

Pergunta: É possível dizer que existimos em potencial?

Resposta: Sim. Podemos alcançar um grau espiritual e nos tornar pessoas, mas até agora não temos isso dentro de nós.

Pergunta: Qual é a raiz espiritual da morte?

Resposta: É uma transição para um estado diferente. No entanto, não é morte. De fato, não há morte. Consideramos a morte a ausência de desejo de doar, que é a natureza do Criador. Quando se manifesta em nós, chamamos isso de vida.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 14/01/19

A Vida De Acordo Com Um Novo Script, Parte 2

laitman_760.2A vida é um script que eu posso reescrever e assim começar a controlar a minha vida. No final, uma pessoa se cansa do filme em que alguém fez dela o personagem principal à força. Esta é a vida de outra pessoa e eu quero viver minha própria vida.

Eu percebo que tudo ao meu redor não é meu, que estou sob a influência de milhares de forças de diferentes fontes, e elas brincam comigo como uma bola, me chutando e me jogando de um lugar para outro.

A pergunta é: como posso parar este filme? Eu preciso de uma força que esteja acima dos atores que estão brincando comigo na minha vida. Quero me elevar acima da minha existência, acima do trabalho, da família, do lar e planejar minha própria vida sozinho. Afinal, não sabemos como o script se transformará no próximo segundo e que novos personagens aparecerão nele.

Não conheço o roteiro da minha vida. Para conhecê-lo, preciso subir ao nível acima de mim e conhecer o plano superior. Então vou entender como jogar nele, para quê, por que e qual é o objetivo deste filme.

Todo mundo quer receber um bom sentimento da vida; caso contrário, por que precisamos dela, seu fim é claro. No entanto, enquanto a vida ainda não acabou, quero vivê-la de acordo com um bom cenário. Para fazer isso, preciso me conectar com as forças que controlam minha vida, e a sabedoria da Cabalá ensina como fazer isso.

Não importa quantas vezes eu reescreva o script de acordo com minha vontade, descobrirei que isso me causa dano. Se realmente quero escrever um programa para o meu futuro, tenho que estudar e aprender o que é melhor para mim e como mudar o script para um bom. Quando realmente entender o que é bom, descobrirei que tenho a oportunidade de filmar este filme e ser o personagem principal e o diretor dele.

Afinal, a pessoa geralmente não entende o que é bom para ela. Vemos que as forças que controlam nossas vidas nos envolvem em filmes tão terríveis que não queremos assistir. Mas podemos mudar esse filme para outro se soubermos o que realmente queremos. Ao receber esse conhecimento, teremos a capacidade de fazer mudanças.

Todo o desenvolvimento de uma pessoa nesta vida é projetado para nos levar a entender o que é realmente bom para nós. Assim que entendemos isso, podemos começar imediatamente a viver nele. Isso ocorre porque o bom filme já está pronto! Nós simplesmente não queremos, o rejeitamos por causa da nossa miopia.

De KabTV, “Nova Vida # 1167”, 22/10/19

A Vida De Acordo Com Um Novo Script, Parte 1

laitman_922A natureza deu à pessoa a capacidade de sair de si mesma e entrar na trama de um livro ou filme. As inúmeras maratonas de séries de TV e filmes são o vício predominante de nossos tempos, envolvendo tanto a geração mais velha quanto a mais nova.

O sonho de qualquer pessoa é voltar para casa, sentar em uma cadeira, diminuir as luzes, ligar a TV e mergulhar em uma série de TV.

A Netflix, que permite assistir filmes em qualquer dispositivo que possui uma tela (TV, telefone e computador), possui 140 milhões de assinantes. As pessoas passam horas sentadas na frente de uma tela assistindo séries após séries.

Isso transporta a pessoa para uma realidade diferente; ela quer se separar da vida cotidiana e passar para um filme diferente. Isto é, ela muda o filme em que a vida a obriga a ser o personagem principal para outro, onde ela pode ser um espectador, sentado silenciosamente em uma cadeira confortável. Como seria bom viver a vida como em um filme.

Um dia, eles terão a ideia de se livrar completamente da tela, conectando um fio diretamente à cabeça e transmitindo o filme da vida para nós. Eu poderia até ser o personagem principal para poder me imaginar em diferentes estados. Estamos em um filme agora, sem saber. Como podemos saber se é um filme ou não? De fato, isso não importa para nós; o principal é se sentir bem, ou pelo menos não sofrer.

A natureza desenvolveu em nós a capacidade de sair da vida e ter empatia com a trama de um filme ou livro, com seus personagens, para que saibamos que vivemos em um filme. Toda a nossa vida é representada para nós como um filme, que podemos mudar.

Podemos nos elevar acima da pessoa que está assistindo o filme ao nível das forças que o projetam; podemos intervir nelas e mudar nosso filme, isto é, nossa vida. Eu posso me tornar um personagem de qualquer filme que eu quiser mudando meus estados, incluindo a vida e a morte.

A capacidade de simpatizar com os filmes é dada a nós, para que possamos criar um novo filme para nós mesmos, onde seremos o diretor. Afinal, o quanto lamentamos os filmes em que vivemos antes, o quanto gostaríamos de mudar nosso passado, mas eu acho que é impossível. Mas é possível. Eu posso mudar meu passado, pausar este filme, retroceder até o momento certo e começar de novo de maneira diferente.

EU voltarei a ser uma criança despreocupada que está apenas começando a vida. Mas o que eu gostaria de mudar na minha vida? Esta é a questão. Não terei permissão para alterar nada até poder escrever um novo cenário mais correto que o antigo. Então eu poderei implementá-lo.

Depois de passar por isso com a minha experiência acumulada, eu verei novamente como posso melhorá-la e começarei novamente em um nível mais maduro e sério, tentando me realizar para não me arrepender no final do filme antes de morrer. Então entenderemos que o filme não termina e como podemos fazê-lo continuar para sempre.

A sabedoria da Cabalá permite que cada pessoa desenvolva a capacidade de transmitir o script de sua vida, mantendo tudo sob controle. Aprendemos a aceitar nossa vida da forma correta, para não nos arrependermos de nenhum momento e não querermos voltar e corrigi-la.

A vida que vivo será correta, gentil, cheia de significado, e não vou me arrepender de um único momento. Depois de todos esses cálculos, descobrirei que não fui eu quem fez tudo isso, mas a força que me projeta esse filme, e todos os problemas e dificuldades que passei tiveram como objetivo me levar a um estado perfeito. Não havia outra maneira! Portanto, eu concordo, o filme termina e a vida real começa.

Então vejo que toda a minha vida anterior foi um sonho do qual estou despertando agora para uma nova vida e começo um novo dia. Esta vida é eterna e perfeita. Estou no relacionamento correto com quem estava transmitindo esse filme para mim e estamos juntos construindo meu novo avanço criando um novo filme.

Eu sei e entendo como tudo está organizado e como ele avança, tornando-se roteirista, cinegrafista e diretor, ou seja, um mestre completo do filme com milhares de participantes. Eu, em vez da força superior, organizo minha vida. Cada pessoa recebe sua própria vida e seu próprio mundo com todos os atores.

De KabTV, “Nova Vida # 1167”, 22/10/19

Vida E Morte – Sensações Alternadas

laitman_760.1Pergunta: O que acontece após a morte do corpo físico? A consciência desaparece?

Resposta: A consciência através do corpo animal desaparece e a consciência através da alma permanece.

Pergunta: E se uma pessoa ainda não desenvolveu uma alma?

Resposta: Ele deve vestir novamente um corpo animal.

Pergunta: Então, ela simplesmente não sentirá nada, como se tivesse adormecida e isso é tudo?

Resposta: Na verdade não. Certas sensações permanecem, mas são muito ilusórias, pois a pessoa ainda não deixou seu egoísmo. Portanto, ela apenas sente certas flutuações e novamente se sente neste mundo.

Pergunta: Mas quando ele se veste de um novo corpo, ela não sente quem era em vidas passadas? Ou existe uma oportunidade para sentir?

Resposta: Não. Ela não sente nada disso. Precisamos entender: não existe morte e vida. Isso é tudo uma alteração das sensações, nada mais.

Pergunta: O que resta da vida passada, o que passa para a nova vida?

Resposta: Nada.

Pergunta: O que acontece com as experiências passadas, com os sofrimentos e prazeres que uma pessoa experimentou durante sua vida?

Resposta: Tudo se acumula e passa de um estado para outro. Nada está perdido. No entanto, em princípio, a experiência pela qual a pessoa passa gradualmente se transforma na pessoa nas gerações seguintes. Portanto, vemos que cada nova geração é diferente. Não é apenas um pouco mais desenvolvida; tem um tipo diferente de pensamento.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 11/11/18

Nova Vida # 1116 – Podemos Controlar Nossas Vidas?

Nova Vida # 1116 – Podemos Controlar Nossas Vidas?
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Tal Mandelbaum ben Moshe

Estamos nos enganando quando tentamos controlar as situações ao nosso redor sem nos controlarmos? A ideia de abandonar o controle não é séria ou vale a pena se for feita sem descobrir o poder superior dentro de um grupo de dez pessoas e dando ao grupo o controle. Aprendemos sobre esse sistema superior de gerenciamento e supervisão da sabedoria da Cabalá. A Cabalá nos ensina a deixar o controle através da implementação da regra: “E amarás o teu amigo como a ti mesmo”. Quando o poder do amor habita entre nós, ele organiza tudo e alcançamos a verdadeira liberdade.

De KabTV, “Nova Vida # 1116 – Podemos Controlar Nossas Vidas?”, 04/04/19

Como Tornar A Vida Boa

laitman_259.01Pergunta: Como podemos explicar aos 99% das pessoas o que é uma vida boa?

Resposta: Nós consideramos a vida como boa de acordo com o que é bom para nós.

No nosso tempo, no entanto, tendo conexões não corrigidas entre nós, não podemos nos sentir bem. Vemos que o mundo está desmoronando porque a luz superior que desce sobre ele quer preenchê-lo e o mundo sente sua oposição a essa luz.

Quanto mais espiritual a bondade é para o nosso mundo, pior nos sentimos. A aproximação da luz superior nos dá uma sensação de escuridão porque não estamos corrigidos, somos opostos a ela. Portanto, se quisermos sentir as bênçãos e toda a bondade, devemos nos mudar para sermos semelhantes à luz superior, para não mergulharmos em problemas e crises, porque a luz está chegando cada vez mais perto de nós. Em outras palavras, temos que nos unir no nível deste mundo. Esse é o problema.

Por exemplo, o noticiário anuncia que um asteroide está em seu curso para a Terra e que o planeta está em perigo, as pessoas devem se sentir em perigo, a luz superior está se aproximando de nós, o Criador deseja ser revelado às criações. É por isso que somos chamados de “a última geração”.

Nós entramos em um caminho de crescente pressão sobre nós. É por isso que a ciência da Cabalá se revelou; ela explica que temos que começar a nos adaptar à luz superior para nos tornarmos um pouco semelhantes a ela.

Nós somos um Kli (vaso da alma), o Criador é a luz. Nós podemos nos tornar semelhantes a Ele somente se nos unirmos entre nós. Em outras palavras, se desejamos um futuro melhor, devemos nos unir.

Da Lição de Cabalá em Russo 11/02/19