Textos com a Tag 'CABALÁ'

Por Que A Cabalá Não É Uma Das Principais Religiões Do Mundo?

254.02Pergunta: Se a ideia principal de todas as religiões do mundo é unir as pessoas com alguma ideia comum e elevá-las a um poder superior, por que a ciência da Cabalá não se tornou a principal religião mundial nesses 6.000 anos?

Resposta: A ciência da Cabalá apareceu 6.000 anos atrás, e os fundamentos das religiões, 3.500 anos atrás, na Antiga Babilônia. O cristianismo surgiu cerca de 2.000 anos atrás e o Islã 600 anos depois.

A ciência da Cabalá não é uma religião. Você não precisa acreditar nela, apenas precisa realizá-la. A razão para o surgimento das religiões foi a ocultação da ciência da Cabalá.

A Cabalá não afirma nada infundado; encoraja a pessoa a revelar e encontrar o que ela está falando. Esta é uma ciência que se chama Hochmat ha Kabbalah (a sabedoria da Cabalá) ou seja, sabedoria. Não consiste em atos sagrados, passes ou qualquer outra coisa.

Ela não diz que você deve acreditar. Você deve chegar a um estado chamado fé. Mas a fé é um estado de doação, de se elevar acima do egoísmo, e não a fé da qual as religiões falam.

Isto é, a Cabalá não tem absolutamente nada a ver com elas. Portanto, não importa quem você é ou o que você é. Nacionalidade e gênero não importam. O principal é o desejo de saber onde você mora e para quê. A Cabalá não divide as pessoas em nenhum sinal. Quem deseja vem e se envolve nela.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 02/02/20

Cabalá – O Único Método De Revelar O Criador

laitman_214Pergunta: Por que existe apenas uma verdade e ela está na Cabalá? Por que não existem outros caminhos diferentes para descobrir o mundo espiritual?

Resposta: O egoísmo é criado em oposição à luz superior. Não há nada além do Criador (luz, qualidade de amor e doação) e do ser criado (qualidade de recepção, preocupação própria, sensações em si mesmo).

Assim, tudo o que é necessário é construir a conexão correta entre eles para que o egoísmo (desejo de desfrutar) adquira a forma do Criador. É tão simples quanto um mais um, nada mais. Portanto, não pode haver muitas metodologias.

Por sua natureza, o método da Cabalá é muito rígido e categórico. Ele diz: “Faça isso, e pronto!” Portanto, não podemos oferece-lo dessa maneira a outros. Por enquanto, temos que amolecê-lo, estruturá-lo, colocá-lo em alguns parâmetros socialmente aceitáveis, para que pareça mais palatável, como uma pílula amarga com um revestimento doce.

Pergunta: Mas todas as outras metodologias também vêm do Criador: “Não há outro além Dele”. Existem cerca de 3.800 várias práticas espirituais. Este é um jogo da parte Dele para que toda a humanidade se aproxime Dele?

Resposta: Há um número enorme de almas diferentes que abordam sua correção final de maneira diferente. No entanto, sua correção final ainda ocorrerá com a ajuda do método da Cabalá.

Elas devem necessariamente adquirir uma tela sobre seu egoísmo e tornar-se semelhantes ao Criador. Mas, por enquanto, não são atraídas por isso. Existem tantas religiões, crenças, filosofias e práticas místicas por aí.

Pergunta: Então, para estabelecer uma conexão com o Criador, uma pessoa deve “vestir” seu desejo – adquirir uma tela sobre seu egoísmo?

Resposta: Sim. Como na tecnologia: deve haver um sinal de mais, um sinal de menos e um resistor entre eles. Caso contrário, ocorrerá um curto-circuito.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 25/03/19

Tempo Da Revelação Da Cabalá

226Pergunta: Por que a revelação generalizada da Cabalá só começou em 1995?

Resposta: A Cabalá foi revelada gradualmente, porque é exatamente assim que o ego se desenvolve na humanidade. Ele começou como muito pequeno e, em seguida, a Cabalá começou a surgir e a se desenvolver com a chegada do grande Cabalista Ari. Este é um ponto.

Em segundo lugar, a Cabalá não é uma ciência nova. O primeiro livro de Cabalá foi escrito 5.780 anos atrás. Há mais livros de cerca de 2.000 a 3.000 anos atrás. Há um enorme corpo de trabalho Cabalístico, incluindo livros contemporâneos.

Pergunta: Por que a Cabalá ficou em espera e não foi revelada até precisamente o nosso tempo?

Resposta: A Cabalá não ficou em espera. Ela está sendo revelada à humanidade apenas de acordo com a capacidade da humanidade de implementá-la corretamente. Veja o que acontece com o conhecimento que é revelado à humanidade antes de estar pronta para percebê-lo corretamente: inventamos bombas atômicas e outras coisas prejudiciais.

Enquanto a Cabalá está sendo revelada apenas na medida em que a humanidade pode usá-la sem prejudicar os outros. Mas a diferença mais importante entre a Cabalá e todas as crenças religiosas, opiniões ou qualquer outra coisa é que ela aspira pelo amor universal que não vemos em nenhum outro lugar.

Vemos que as religiões se odeiam e as nações estão em um estado de ódio mútuo, porque todos os outros métodos e teorias são baseados no egoísmo. A Cabalá se destaca deles. Encoraja o amor e vê o amor universal como resultado das correções feitas por ele. Isso precisa ser estudado. É claro que podemos descartá-lo. No entanto, é o método da Cabalá que explica como superar o egoísmo, deixando-nos alcançar o amor.

Pergunta: O que significa, como escreve Baal HaSulam: “Até que o mundo se torne uma família”?

Resposta: Sim, a um ponto em que toda a humanidade se sinta novamente como uma única nação. No final, a Cabalá nos levará a isso. Os eventos que aconteceram em nosso mundo nos últimos 100 a 200 anos e aqueles em nosso futuro próximo mostrarão isso com absoluta certeza. Este é o tempo da revelação da Cabalá.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 02/02/20

Ensinar Cabalá

laitman_963.8Pergunta: Se dizemos que o ponto no coração está oculto em cada pessoa, o que precisamos fazer para que ele seja revelado no maior número possível de pessoas? É mesmo necessário ou a pequena porcentagem existente já é suficiente?

Resposta: É claro que é preferível levar o maior número possível de pessoas a trabalhar em si mesmas, a se elevar acima do egoísmo e a se unir em todo o mundo.

Assim, atrairíamos a luz superior divina, que nos purificaria, preencheria e nos uniria para que percebêssemos o sentido desta vida e nos elevássemos acima de nossa existência animal para um estado eterno.

Portanto, é necessário, é claro, ensinar e disseminar a Cabalá.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 02/02/20

Treinamento Psicológico Ou Cabalá?

Laitman_049.01Pergunta: Voltei recentemente de uma viagem à Ásia, onde estudei o estado de estar sem pensamentos. Nesse estado, comecei a conhecer pessoas e percebi que era capaz de senti-las, ver o que elas queriam e o que eu quero dar a elas.

Quando comecei a praticar ainda mais, comecei a sentir esse maravilhoso estado interno sendo gerado entre nós, transmitido a todos que estavam por perto. É sobre isso que você está falando quando fala sobre luz interior?

Resposta: Não. Não é o mesmo. Você fala sobre estados psicológicos, e eu falo sobre estados espirituais.

Primeiro, quando você estudar Cabalá, verá que não é a mesma coisa.

Segundo, para sentir o que está experimentando, você não precisa se elevar acima do egoísmo, acima de sua natureza. Esse treinamento psicológico ajuda você de alguma forma a sentir os outros em um nível mais profundo e nada mais. Não é a saída do egoísmo, e não é o que a Cabalá discute.

Existem muitas técnicas em nosso mundo que atraem pessoas. Não estou dizendo para você parar de fazer o que lhe interessa. Ao mesmo tempo, participe da Cabalá e você verá que técnica realmente o ajudará a sair do seu egoísmo, da nossa natureza.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 26/01/20

Blitz De Dicas De Cabalá – 22/12/19

laitman_962.6Pergunta: O que a visão simboliza na sabedoria da Cabalá?

Resposta: A visão na Cabalá é o nível de realização quando você vê claramente suas ações do começo ao fim, em todas as etapas. Esse nível é chamado Hochma (“Hok-Ma“) quando entende todas as ações e todas as metamorfoses da luz em seu desejo, isto é, tudo o que passa e tudo o que faz.

Pergunta: O que posso fazer quando sentir a dor do mundo inteiro? Como posso ajudar a mim e aos outros?

Resposta: Apenas dissemine a condição de doação, que pode atrair a luz superior sobre o mundo e preenchê-la um pouco. O mundo então deixará de sofrer.

Pergunta: Como podemos determinar que o grupo e seus membros são realmente um grupo Cabalístico e não impostores?

Resposta: Você deve se esforçar para se conectar e, em seguida, verá as consequências em nosso mundo. Na medida em que você se conectar, o mundo será melhor e, se você se desconectar, será pior.

Talvez o mundo não se sinta assim, porque não está focado nisso, mas você certamente verá os resultados de seus esforços. É isso que precisamos alcançar. Esta é a Cabalá prática.

Pergunta: O que se pode fazer quando o anseio constante pelo Criador o cansa e se torna monótono?

Resposta: Você precisa estar claramente conectado aos amigos e não haverá cansaço. A comunicação com os amigos sempre pode dar a uma pessoa novos sentimentos, novas oportunidades.

Pergunta: A correção final é quando todos os meus pensamentos são apenas sobre o Criador?

Resposta: A correção final é quando todos os seus pensamentos serão apenas sobre trazer satisfação ao Criador e somente fazer o bem aos outros.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 22/12/19

“Como Ateu, O Que Você Pensa Sobre A Cabalá?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora:Como Ateu, O Que Você Pensa Sobre A Cabalá?

A Cabalá difere do ateísmo e das religiões em geral, pois facilita a realização clara do Criador, de modo que você O sentirá como se fosse um amigo seu, e até mais. Portanto, não há espaço na Cabalá para crer em algo que outros lhe disseram. Em vez disso, você deve atingir por si mesmo, o mundo inteiro e todas as almas, e dentro deles – o Criador em Sua totalidade.

O ateísmo é uma crença de que o Criador não existe, enquanto a religião é uma crença de que o Criador existe. Por outro lado, a Cabalá é a revelação do Criador, investigando a Natureza dentro de você ou dentro de suas percepções.

A este respeito, a Cabalá é semelhante a outras ciências. Entretanto, as outras ciências revelam o mundo dentro dos sentidos que já possuímos, enquanto a Cabalá faz isso em um sentido adicional – a alma, que você primeiro precisa desenvolver dentro de si. De qualquer forma, assim como qualquer outra ciência, a Cabalá fala apenas das coisas que estão presentes nos sentidos! Não está interessada em nada imperceptível e que não possa ser investigado, repetido e testado, e considera essas coisas irreais. Essa abordagem a torna uma ciência por definição. Veja a definição de Cabalá no artigo de Baal HaSulam, “A Essência da Sabedoria da Cabalá” – “Cabalá é o método da revelação do Criador a uma pessoa em nosso mundo” – a cada pessoa e a todos juntos.

Como todas as ciências, a Cabalá usa o método ou instrumento científico (embora os cientistas achem difícil concordar com isso porque estão acostumados a investigar o mundo apenas através do corpo animado). O método científico pressupõe que:

  • Toda declaração científica deve ser comprovada por experimento.
  • Toda declaração científica pode ser provada errada.
  • Não faz sentido discutir uma ideia que não pode ser verificada na prática. Por exemplo, aqui está uma opinião científica sobre a existência de Deus: Immanuel Kant mostrou que não se pode provar que Deus existe tão bem quanto Ele não existe. A própria noção de um Deus inatingível e Todo-poderoso não está sujeita a experimentos, porque se Deus é Todo-poderoso, é capaz de controlar o resultado do experimento. As pessoas não aceitam Deus através de evidências, mas através da fé. Portanto, a ideia de Deus está além da ciência. Qualquer pergunta do tipo, “Por que é assim e assim?”, pode ser respondida: “Porque é a vontade de Deus”. (Foi assim que a religião obrigou as pessoas a responder a todas as perguntas e, portanto, diminuiu o progresso científico.) A Cabalá permite revelar o Criador e Suas ações na prática. No entanto, é tão indiferente às coisas que não podem ser verificadas na prática quanto as ciências terrenas.
  • Toda declaração científica deve ser lógica e não contradizer as leis que já são conhecidas. Geralmente, as leis antigas se tornam casos particulares das novas leis.
  • Toda declaração científica deve indicar seus “pontos fracos”; deve mencionar quais constituintes estão sujeitos a dúvidas e objeções.

“A Cabalá Esotérica Está Chegando À Legitimidade?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora:A Cabalá Esotérica Está Chegando À Legitimidade?

A Cabalá não é uma forma de esoterismo.

As pessoas querem rotular a Cabalá como esotérica ou mística e conectá-la a bênçãos, maldições, encantos e muitos outros fenômenos. Esses rótulos foram ligados à Cabalá porque havia uma proibição no estudo da Cabalá nas massas por milhares de anos, uma vez que o desejo espiritual da humanidade ainda não havia amadurecido. No século XVI, quando o Ari (Cabalista Isaac Luria) levantou a proibição no estudo da sabedoria da Cabalá, alegando que havia chegado o momento da Cabalá ser revelada à humanidade, ele também mencionou a proibição do uso de encantos e bênçãos, pois eles não têm nada a ver com a Cabalá.

A Cabalá é uma ciência que ensina a lei da realidade, da qual fazemos parte. Por meio dessa ciência, descobrimos essas regras e o mundo espiritual, que é a razão de tudo o que acontece aqui conosco. São regras coletivas, que abrangem as leis de todas as ciências em nosso mundo.

A Cabalá não é outra crença ou uma visão imaginária da vida. Em vez disso, oferece leis precisas e claras que descrevem a estrutura dos mundos superiores.

É quando estudamos a Cabalá que adquirimos o conhecimento do mundo fora do nosso. Descobrimos o mundo espiritual superior e, gradualmente, atingimos a capacidade de afetá-lo. Através de testes e experimentos, aprendemos como fazer isso e depois entramos na realidade abrangente.

Nesse ponto, começamos a trabalhar não de dentro de nossos próprios corpos, mas de nossas almas, que são nossa verdadeira essência. O ser humano não é o corpo físico que é substituído no início de cada nova vida. O ser humano é a alma que atualmente não sentimos.

O objetivo da criação é que possamos agir de dentro de nossas almas, do mundo superior, e vivamos no mais alto grau possível, e não no mais baixo (nosso mundo), que está no nível animal. Ao descobrir nossas almas, alcançamos contato com o mundo superior e, assim, alcançamos uma vida inteira, completa, eterna e bem-aventurada.

Estudar Cabalá

Laitman_524.01Pergunta: Uma dezena é um minimodelo da sociedade. Em vez de trabalhar com toda a humanidade, o que, em princípio, ainda é impossível, os Cabalistas tomaram, como um holograma, a mínima célula na qual é possível implementar o método?

Resposta: Isso está totalmente certo.

Comentário: Os Cabalistas dizem que duas pessoas também é o mínimo para uma sociedade.

Minha Resposta: Em princípio, por falta de qualquer outra coisa, pode haver duas. Afinal, uma pessoa começa a sentir a diferença entre ela mesma e a outra: quem sou “eu” e quem é “ela”? Mas, de fato, você só pode alcançar a qualidade altruísta de doação rápida e corretamente se estiver na dezena.

Pergunta: Há muitas coisas escritas sobre a dezena nas fontes Cabalísticas. Os Cabalistas sempre estudaram dessa maneira. Não havia aprendizado para duas pessoas?

Resposta: Isso foi no início da fundação e desenvolvimento da Cabalá. No entanto, naqueles dias havia almas especiais e condições especiais.

Pergunta: Hoje é possível que um professor Cabalista ensine apenas uma pessoa? Nós ensinamos em particular?

Resposta: Pode haver professores particulares. Quando meu amigo e eu chegamos ao Rabash, ele nos deu seu discípulo como professor, um homem em anos avançados, e nós dois estudamos com ele por seis meses.

Pergunta: Não havia pessoas que quisessem estudar Cabalá naquela época? Isso é possível hoje?

Resposta: Não. Eu não acho que isso seja útil. O grupo é o melhor de todos. Na Cabalá, tudo está tão ligado à conexão entre amigos que outras maneiras de estudar não são eficazes.

Pergunta: E o estágio inicial, pelo menos para entender do que se trata?

Resposta: É possível. Pode haver aulas particulares nessa fase. No entanto, esse não é um movimento em direção à meta, mas encher de conhecimento.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 20/03/19

Blitz De Dicas De Cabalá – 12/01/19

laitman_284Pergunta: Como meu pensamento pode se tornar uma ponte que conecta a mim e a fonte de tudo, o Criador? De forma geral, como um pensamento pode entrar em contato com o Criador sem alcançá-Lo?

Resposta: Eu estou dentro do Criador. “Não há outro além Dele” significa que tudo o que faço, digo e penso agora vem Dele, passa por mim, enquanto eu só consigo perceber que tudo isso é feito pelo Criador.

Pergunta: Quais são os distúrbios na percepção da singularidade da força governante superior?

Resposta: O que chamamos de distúrbios não são distúrbios; ao contrário, são uma ajuda do alto, e eu devo superar minhas imprecisões, dúvidas e ilusões, e me concentrar precisamente em direção ao Criador. Esta é a direção certa, que me é dada dessa maneira.

Pergunta: Existe uma maneira direta, fácil e agradável de alcançar o Criador?

Resposta: É através do grupo, através do estudo em conjunto com todos. Esta é uma maneira relativamente fácil.

Pergunta: Por que o Criador não criou um sistema sem sofrimento, onde ficamos satisfeitos com o prazer, ficamos entediados e depois nos dirigimos a Ele?

Resposta: Tente seguir por esse caminho. Quem o está impedindo? O Criador não criou o sofrimento. O sofrimento é criado pelo seu egoísmo, que deseja obter tudo agora e de graça.

Pergunta: Se o Criador está em um estado de repouso absoluto, como chamamos Seu estado quando ele queria criar a criação?

Resposta: Tudo isso está fora da estrutura do tempo. Isso fala apenas dos níveis de energia. A sabedoria da Cabalá descreve apenas isso.

Pergunta: Se em uma lição estou mantendo toda a minha desena em meus pensamentos, isso nos conecta mais?

Resposta: Em tudo o que você faz, tente incluir os dez em seus pensamentos. Com isso, a qualquer momento, você estará conectado ao Criador.

Pergunta: O que é o egoísmo?

Resposta: O egoísmo é quando não estou pensando na dezena ou no Criador.

Pergunta: Eu posso assumir que a administração superior, que está me esgotando, acabará me levando a um bom fim?

Resposta: Não acho que a administração superior esteja exaurindo você. Você é quem está correndo e se esgotando.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 01/12/19