Textos com a Tag 'CABALÁ'

Eu Preciso Da Ciência Da Cabalá?

laitman_283.02Pergunta: Como posso verificar se preciso da ciência da Cabalá para minha vida corpórea?

Resposta: Eu não sei o que você está procurando em sua vida corpórea.

A ciência da Cabalá não pretende trazer-lhe conforto nesta vida, mas revelar a conexão com o Criador, com a força superior da natureza que nos governa. Se a pessoa se faz uma pergunta: “De onde venho? Para quê? Qual é o sentido da vida?”- significa que ela quer revelá-la.

A Cabalá dá a uma pessoa as respostas para as perguntas sobre nossa existência, por que nós vivemos e morremos, etc. Ela não precisa tornar melhor a sua vida neste mundo. Este não é o seu propósito.

Da Lição de Cabalá em Russo 09/04/19

De Que Depende O Desejo De Estudar A Cabalá?

laitman_563Pergunta: De que depende o desejo de estudar a sabedoria da Cabalá?

Resposta: A aspiração em direção ao Criador depende do Reshimo (um registro informativo espiritual) que é revelado em uma pessoa. Essas não são apenas questões sobre o sentido da vida e sua inutilidade, porque suas respostas podem ser puramente corporais.

Uma questão premente surge em uma pessoa sobre a essência da existência acima apenas se preenchendo. Não importa para mim como eu vivo, de que maneira me preencho, o que tenho e quando minha vida terminará. É importante para mim entender seu significado interior! De onde veio e por que me foi dado? O que é esse fenômeno da vida? O que isso representa?

Quando essa questão surge em uma pessoa, ela realmente precisa descobrir o propósito da criação. Isto é, o próprio Criador não é claro. No entanto, se o projeto, o pensamento com o qual tudo foi criado: “Com que finalidade? Por quê? Para quê? Como? Por quem?”, atrai uma pessoa, ela chega ao estudo da Cabalá e permanece nela.

No entanto, se ela foi acidentalmente atraída para a Cabalá por outras questões que são menos focadas no sentido interno da vida, ela sai. Portanto, está escrito que mil pessoas entram em um quarto escuro e apenas uma permanece e sai para a Luz.

Da Lição de Cabalá em Russo 04/04/19

O Que O Estudo Da Cabalá Traz À Minha Vida?

Laitman_632.3Pergunta: Eu posso amarrar todos os eventos da minha vida com o estudo da Cabalá ou todos esses eventos aconteceriam comigo de qualquer forma? O que o estudo da Cabalá traz à minha vida?

Resposta: Seu estudo da Cabalá dá o propósito de sua vida. Isso lhe dá um ganho eterno que não desaparece com seu corpo físico, mas permanece além dele. Uma vez que a propriedade de doação está acima do egoísmo, ela continua a existir mesmo quando nosso corpo morre.

A Cabalá nos dá um benefício absolutamente puro da vida neste mundo. Pode levar uma vida ou alguns ciclos de vida, mas você será capaz de alcançar o estado de completa equivalência com o Criador, o seu nível. Esse é o propósito do nosso desenvolvimento.

Da Lição Diária de Cabalá em Russo, 23/12/18

Por Que As Pessoas Começam A Estudar Cabalá?

Laitman_632.3Pergunta: Quando as pessoas chegam à ciência da Cabalá, elas temem que o processo de dominá-la leve muito tempo, muitos anos. Será que ele levará menos tempo? Talvez depois de algum tempo, as pessoas passem mais rapidamente por todos esses estados pelos quais passamos?

Resposta: Suponha que você tenha um diploma, pendure-o na parede. E o que você fará depois?

Observação: Provavelmente viva infinitamente.

Meu Comentário: Então você quer entrar rapidamente na vida eterna? Mas a vida eterna significa que você aspira à qualidade de doação e amor, pense apenas nos outros.

Uma pessoa que vem estudar a Cabalá compreende que um novo estado, uma nova perspectiva de vida, uma nova humanidade, um novo sistema de interação entre as pessoas está agora sendo aberto a ela. Afinal, não foi só ela que veio, estudou um pouco, anotou no diário, deu um pedaço de papel e pode pendurá-lo na parede.

Ela vem para mudar a si mesma, para entrar no mundo superior, para existir nele. Isso é muito mais do que seu relacionamento temporário com a Cabalá.

A ciência da Cabalá lida com elevar uma pessoa ao próximo nível do universo, e ela começa a ver de onde todas as forças governantes descendem e com o que está lidando.

Da Lição Diária de Cabalá em Russo, 09/12/18

O Propósito Da Criação

laitman_283.02A ciência da Cabalá baseia-se na existência de apenas duas forças: recepção e doação. O universo inteiro, o mundo inteiro, é baseado nelas. A Cabalá é o sistema de equilíbrio entre essas duas forças, levando-as à linha do meio.

A busca pela linha do meio, sua estabilização, seu equilíbrio, em todos os níveis – do zero ao egoísmo absolutamente integral, completo, permanente e infinito – é o tema da ciência da Cabalá.

É uma ciência e prática puramente aplicadas, necessárias para nos livrarmos das contradições. Além disso, essas contradições não são teóricas, entre algo ou alguém, mas entre a criação e o Criador, isto é, entre nós e Ele.

Precisamos equilibrar essas contradições, trazê-las para um denominador comum, para a chamada linha do meio, onde nós e Ele vamos coincidir completamente em nossos desejos, intenções e ações.

É assim que nos tornaremos parceiros, amantes, num abraço, fundidos uns com os outros em todos os níveis possíveis, em todas as forças, desejos e ações.

Este é o propósito da criação, chamado Dvekut, isto é, uma fusão completa entre duas forças completamente opostas.

Da Lição de Cabalá em Russo, 16/12/18

Blitz De Dicas De Cabalá – 16/09/18

laitman_281.02Pergunta: Qual é a diferença entre a criação no início e no fim da correção? É o grau de consciência ou o grau de equivalência?

Resposta: Consciência e equivalência (realização) são a mesma coisa.

Pergunta: Se nos tornarmos semelhantes ao Criador e alcançarmos adesão com Ele, podemos também criar algo que nunca existiu, algo realmente do nada?

Resposta: Não. Você pode criar algo que não existia a partir de elementos que já existem. Isso significa que você pode corrigir seus desejos não corrigidos e criar desejos corretos.

Pergunta: Eu devo pedir ao Criador que revele o mal em mim para sentir a atitude correta em relação à bondade?

Resposta: De jeito nenhum! Uma pessoa nunca precisa pedir a revelação do mal em si mesma. Ela só deveria pedir por bondade: para revelar o bem em si mesma. Quando uma pequena bondade é revelada em você, você verá como próximo a ela, surge o mal.

Pergunta: Qual é a diferença entre Adão e o conceito da Shechina (Divindade)?

Resposta: Adão é o desejo criado pelo Criador. A Shechina é a luz que preenche esses desejos. A Shechina é chamada de desejo preenchido com luz. A Shechiná é Malchut e o Shochen (morador) é o que satisfaz os desejos: a luz, o Criador.

Pergunta: Como podemos sentir que o Criador, em resposta ao nosso pedido, corrige alguém do egoísmo? Quais são os sinais de uma pessoa corrigida?

Resposta: Quando você realmente se tornar superior ao seu amigo, verá o quanto seus pedidos para ele são cumpridos pelo Criador.

Pergunta: Como pode ser que para mudar meu nível espiritual pessoal de modo que ele seja +1, eu preciso me conectar mais de perto com outras almas ao nível +1? É um movimento vertical, não horizontal.

Resposta: Vertical e horizontal são a mesma coisa. Você mesmo não muda. É somente devido à sua conexão com os outros.

Pergunta: É possível tomar um exemplo das maneiras físicas de um professor?

Resposta: Não. Não há necessidade de dar um exemplo do que você vê em mim, mesmo com seus olhos. Isto não é bom. É desnecessário aprender alguma coisa comigo além de uma coisa: perseverança no caminho. Todo o resto é seu.

Pergunta: Dizem que cada pessoa neste mundo tem sua própria tarefa, sua própria correção. Os Cabalistas não assumem as tarefas dos outros conectando-se com outras pessoas?

Resposta: Não, isso é impossível. Como posso me encarregar da correção dos outros? Eu tenho minhas próprias propriedades pessoais. Eu só posso me corrigir.

Da Lição de Cabalá em Russo 16/09/18

A Próxima Realização

laitman_962.4A sabedoria da Cabalá diz que entendemos em sensações, o coração entende. Se começarmos a sentir e ter empatia com o que está escrito no Estudo das Dez Sefirot, o nosso desejo começará a se corrigir em direção à doação, sobre a qual o livro nos fala. As dez Sefirot da luz direta se vestirão nas dez Sefirot da luz refletida. As dez Sefirot da luz direta é a atitude do Criador em relação a mim e as dez Sefirot da luz refletida é a minha atitude para com o Criador. Essas relações são construídas em pé de igualdade: o Criador sempre nos trata na mesma medida em que podemos responder a Ele.

O que falta é um pouco mais da grandeza do Criador, que deve ser obtida do ambiente para progredir. É assim que precisamos continuar o tempo todo: receber mais e mais da grandeza do Criador do ambiente, da dezena, para nos conectarmos mais e mais com o Criador. Repetidamente, ainda mais grandeza do Criador a partir do mesmo ambiente, uma conexão ainda mais forte com o Criador na dezena. Começamos a sentir que ela gira como um tufão, e todos os desejos do mundo são trazidos para a dezena, onde eu, o Criador, e a dezena estamos juntos.1

A singularidade da geração moderna é que ela não sabe: “Como alcançar o prazer, onde ele realmente está e por que não existe em nosso mundo?” Quanto mais progredimos, mais o desejo de desfrutar cresce, mas há não é realização. Este desenvolvimento tem a intenção de nos levar ao próximo nível de realização: não com comida, sexo, dinheiro, honra e conhecimento, mas com os valores espirituais que nos dão uma sensação de um mundo eterno, realização infinita e ilimitada.

A geração moderna está se movendo em direção a esse objetivo e, portanto, não pode encontrar satisfação no mundo material e se volta para as drogas e o desespero. Não importa o quanto eles tentem se satisfazer com todos os tipos de valores falsos, o vazio é revelado como resultado, porque é impossível se enganar para sempre. Acontece que um indivíduo ou se torna um verdadeiro viciado em drogas ou transforma toda a sua vida em uma droga, não se deixando pensar no que é mais importante, ou seja, por que estou vivendo? Ele simplesmente passa sem pensar pelos movimentos, como todos os demais, seguindo o exemplo da propaganda, das notícias falsas, sem se dar tempo para pensar.

Um indivíduo não sabe onde comprar uma pílula que possa satisfazer esse novo desejo. Afinal, estamos na última geração que já deveria revelar o Criador.2

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá, 02/03/19, Talmud Eser Sefirot, Vol. 6, Parte 16, Tabela de Respostas para o Significado das Palavras, Item 232
1 Minuto 1:17:50
2 Minutos 1:36:15

O Caminho Da Cabalá

laitman_232.06Pergunta: Qual é o caminho da Cabalá?

Resposta: O caminho da Cabalá é a linha do meio.

A linha esquerda é o caminho do egoísmo e a linha direita é o caminho da doação. Não podemos nos mover em nenhuma das duas, porque ambas as linhas vêm de cima. Elas são as forças do nosso desenvolvimento, e estamos dispostos de modo a combiná-las corretamente uns com os outros.

A capacidade de combinar as linhas direita e esquerda e mover-se na linha do meio é o resultado de todos os nossos esforços.

Da Lição de Cabalá em russo, 18/11/18

Blitz De Dicas De Cabalá – 03/06/18

laitman_281.02Pergunta: No caminho para o desenvolvimento espiritual, o que me parecia ruim ontem parece bom para mim hoje e vice-versa? Se for sim, em que devo acreditar, em que posso confiar?

Resposta: Isso está certo. É definitivamente possível que o que me parecia ruim ontem se torne bom hoje. E também pode ser o oposto. É possível determinar o que é ruim e bom apenas em relação ao seu grupo, e não de qualquer outra forma.

Pergunta: Para entrar em contato com o Criador, devo sentir um golpe?

Resposta: Tente não se identificar com o seu egoísmo; é assim que você não sentirá golpes.

Pergunta: A linha de esquerda é egoísmo espiritual ou egoísmo do nosso mundo?

Resposta: A linha esquerda inclui tudo. A diferença entre o egoísmo espiritual e físico é que o egoísmo espiritual é explicitamente dirigido contra o Criador, enquanto o egoísmo físico não é explícito. Mas, em princípio, é o mesmo poder de recepção.

Pergunta: Quais são os princípios das forças espirituais sendo vestidas em portadores físicos?

Resposta: Ao lidar com a sabedoria da Cabalá, não vemos portadores físicos, vemos forças espirituais. Em vez de uma pessoa, vemos a força que ela personifica e como realiza tudo. A aparência externa de uma pessoa não tem importância para mim, nem mesmo suas ações: ela está voando em algum lugar, viajando, fazendo alguma coisa … o que importa para mim é apenas como essa força espiritual funciona.

Pergunta: Ver o que o Criador criou é a primeira realização?

Resposta: Não é necessário ver nada. Começamos a sentir a propriedade de doação, a sabedoria da fé acima de nós, como uma característica determinante, e é isso que nos maneja. Nada mais é necessário.

Pergunta: O Cabalista vê a conexão entre o desejo e a força? Toda força é um desejo? Todo desejo é essa força?

Resposta: Sim, é possível dizer que o desejo e a força são a mesma coisa.

Da Lição de Cabalá em Russo 03/06/18

Associações Cabalísticas

laitman_938.04Rabash, Escritos Sociais, “De Acordo Com O Que É Explicado A Respeito De ‘Ama O Teu Amigo Como A Ti Mesmo’”: E vemos que, na realidade, também há amor entre amigos entre os seculares. Eles também se reúnem em vários círculos para ter amor pelos amigos. Qual é então a diferença entre religioso e secular? O versículo diz (Salmos 1), “… nem se sentou na roda dos escarnecedores”.

Existem inúmeras associações no mundo de homens, mulheres, grupos mistos, crianças, etc., que são formados de acordo com vários interesses e tópicos. No entanto, tudo isso é para realiza-los de alguma forma e decorar suas vidas.

As associações que os Cabalistas reúnem têm o objetivo de sair de si mesmo, elevando-se acima de si. Os Cabalistas procuram se unir para atrair uma força especial da natureza que os eleve acima de sua essência egoísta original. Enquanto isso, surgem relações completamente novas entre eles, chamadas de “Arvut”.   (“Garantia mútua”).

Seu objetivo é se esforçar além do nosso mundo, além da nossa natureza. Essas pessoas são muito incomuns em suas associações, que são diferentes de todas as outras comunidades da humanidade.

De KabTV “A Última Geração”, 18/04/18