Textos na Categoria 'Economia'

“O Forte Engole O Fraco”

laitman_272Baal HaSulam, Os Escritos da Última Geração: É uma lei natural que a classe diligente irá explorar a classe trabalhadora o melhor que puder, como peixe no mar, onde o forte engole o fraco.

Hoje, nós vemos como as elites de todos os países não podem parar, apesar de já terem seus bolsos recheados. Nenhuma lógica pode explicar por que um homem com 50 bilhões precisa de mais 50.

O fato é que o egoísmo infinitamente crescente exige isso. Portanto, uma pessoa não pode fazer nada consigo mesma; ele deve seguir isso. As elites miseráveis ​​também são controladas por seu egoísmo infinitamente crescente e são obrigadas a reduzir toda a população à pobreza, deixando-lhes sequer uma casca de pão!

Por outro lado, isso não é natural. Mesmo durante os tempos de escravidão, nunca foi assim. Um escravo era caro! O dono tinha que cuidar dele, tratá-lo bem, etc.

Agora estamos separados da conexão entre mestre e escravo. Um empresário não se importa que haja milhões de pessoas atrás dos portões de suas fábricas. Ele deve extrair tudo deles!

De KabTV “A Última Geração” 07/08/17

O Fim Da Era Do Neoliberalismo

laitman_2201. É preciso tempo para as pessoas perceberem o estado em que o nosso mundo chegou. Já está se tornando claro que é impossível retornar a produção industrial de volta para a América e outros países desenvolvidos.

2. Se pudermos produzir produtos na China por um dólar, obviamente, não há nenhuma razão em produzi-los na América por dez dólares. Isso só levará a um aumento adicional da dívida.

3. No entanto, precisamos entender que o trabalho deve mudar; o trabalho é educar as pessoas na sociedade. O mundo moderno exige apenas isso. No que diz respeito a isso, todas as coisas materiais são inúteis do ponto de vista de influenciar a paz no mundo, a paz na sociedade, a qualidade de vida, o padrão de vida e a sensação de satisfação com a vida.

4. É impossível alcançar isso através da riqueza material. Todos já estão completamente alimentados com isso. Devemos apenas fortalecer nossos valores espirituais e teremos grande sucesso, abundância, serenidade e paz no mundo.

5. Esta seria uma nova “indústria”, espiritual e muito importante; Caso contrário, não podemos evitar uma guerra mundial. Será impossível acalmar as massas de pessoas que permanecerão sem trabalho de outra maneira.

6. De qualquer forma, haverá a necessidade de fornecer às pessoas uma renda mínima. Mas quando elas receberem uma renda, no seu tempo livre, irão instigar motins e distúrbios em todo o mundo. Então, devemos dar-lhes Educação Integral. Este é um grande trabalho que deve ser implementado em todo o mundo.

7. Não há problema no mundo com falta de alimentos e roupas. Existe apenas um problema com as relações entre as pessoas. Isto é claramente revelado em nosso tempo. Não é por acaso que o Sanders Socialista de repente se tornou popular nos Estados Unidos.

Se ele atuasse com mais habilidade nas eleições, não está claro quem teria se tornado presidente. Embora a abordagem de Trump também seja pró-socialista. Esta é uma nova tendência moderna, considerando o número de pessoas que a apoiam.

8. Vejamos como as coisas se desenvolvem. Tudo certamente pode mudar muito quando Trump realmente assumir o controle, mas sua abordagem, que visa mudar a sociedade e melhorar as relações internacionais é muito agradável. Penso que será o mais favorável, considerando a tendência do desenvolvimento humano.

9. Com a abordagem de Clinton e Obama, o mundo passaria por sofrimentos porque uma terceira guerra mundial estaria no horizonte.

10. Graças à administração de Obama, as relações entre os Estados Unidos e a Rússia foram arruinadas, o caos surgiu no Oriente Médio e os Estados Unidos deixaram de apoiar Israel e abriram a porta para imigrantes islâmicos ilegais. Além disso, a elite financeira foi autorizada a cobrar ainda mais em fraudes no mercado de ações sem limite, ganhando dinheiro com o dinheiro.

11. Isso deve acabar um dia. Em vez de fortalecer a indústria, os bancos que imprimiam dinheiro basicamente assumiram o controle nos Estados Unidos. As pessoas entendem que essa bolha financeira deve explodir em algum momento, que devemos pôr fim à crescente lacuna em uma sociedade em que alguns estão ficando cada vez mais ricos, e outros estão se tornando cada vez mais pobres.

12. No passado, a América Central era povoada por uma classe média, que realmente tinha um padrão de vida de classe média. Eles podiam encontrar trabalho, comprar uma casa, um carro e um seguro, podendo proporcionar educação para seus filhos. Mas hoje, tudo foi destruído. As fábricas foram fechadas e a produção foi movida para a China porque é mais lucrativo para os donos de fábrica.

13. Isso já foi feito e não é possível retornar ao passado, mas devemos pensar no que fazer com todas as pessoas que ficaram sem trabalho. Os EUA não são um país simples, muitos moradores têm duas ou três pistolas ou rifles em casa. Hoje, parece mais sombrio do que antes.

14. Com Trump, um processo está sendo percebido que a humanidade terá que sofrer de qualquer forma: destruindo o sistema financeiro que existe hoje na América e em todo o mundo, o chamado “neoliberalismo” e chegando a um novo estado de sociedade.

15. Infelizmente, entretanto, os judeus americanos só consideram dólares e não entendem que não existe nada além do vazio por trás deles. É impossível continuar avançando assim.
O neoliberalismo financeiro está destruindo a nação. Os Estados Unidos não são mais o mesmo país que já foi, e as políticas financeiras dos últimos anos são a causa disso.

16. Por isso, estou feliz que novas pessoas chegaram ao poder e que existe a esperança de que agora não apenas o dinheiro, mas também uma ideologia diferente, governe. Os judeus americanos têm só dois caminhos: ouvir essas palavras ou um novo Hitler surgirá.

17. Do ponto de vista da governança superior, não existe outro caminho. Se os judeus americanos não retornarem a Israel e suas raízes judaicas, a mesma catástrofe da Alemanha virá. Eu devo avisá-los. Espero boas mudanças.

De KabTV “Conversa Sobre A Situação Que Inunda O Mundo” 18/11/16

Diligente E Próspera

 Baal HaSulam, Os Escritos da Última Geração: Primeiro, de acordo com o desenvolvimento dos regimes comunistas, eu considero que os termos “burguês” e “proletariado” não são suficientes para explicar a história econômica e que precisamos de mais termos gerais. É mais verdadeiro dividir a sociedade em uma classe de diligentes e uma classe de trabalhadores.

Nos regimes burgueses, os diligentes são os capitalistas e a classe média. Os trabalhadores são os que trabalham para eles. Nos regimes comunistas, os diligentes são os gerentes, os supervisores e os intelectuais, e os trabalhadores ​​são os que trabalham para eles.

Observação: Baal HaSulam coloca os regimes capitalistas e comunistas em paralelo, acentuando que, em ambos, há indivíduos diligentes e trabalhadores.

Meu Comentário: Isso é dado pela natureza. Se eu for diligente, inteligente e rápido, então, sob o capitalismo, encontro um lugar apropriado para mim e avanço. Eu comprei duas maçãs, lavei e vendi, então posso comprar quatro maçãs, etc.

Por exemplo, durante a grande repatriação [em Israel], muitas pessoas inteligentes e educadas que vieram da Rússia tiveram que varrer as ruas no começo. Mas, depois de algum tempo, desapareceram de vista. Eu perguntei ao meu amigo que trabalhou no município: “Onde estão essas pessoas?” Ele respondeu: “Eles já estão trabalhando em outro lugar”.

Isso significa que, ao contrário dos imigrantes dos últimos anos, essas pessoas rapidamente encontraram seu lugar aqui, e seus filhos ainda mais. Eles foram educados em universidades locais e começaram a trabalhar em várias instituições. Isso é diligente e próspero. Isso é dado pela natureza e nada pode ser feito aqui. No entanto, entre eles, havia aqueles que silenciosamente permaneciam trabalhando em seus lugares porque não tinham pressão interna.

Isto é, o nível egoísta determina absolutamente tudo. Uma pessoa permanece no nível de “comida, sexo e família” ou vai além até a riqueza, honra, controle e conhecimento.  Essa é a escada que ela segue de acordo com seu desejo natural.

A esse respeito, não há diferença entre capitalismo e comunismo. Para uma pessoa que se realiza em qualquer sociedade, mesmo sob um regime comunista onde tudo está aberto para todos, tudo depende do seu desejo espiritual.

Observação: Essas parecem ser verdades simples, mas nenhum ideólogo pensou nisso por algum motivo.

Meu Comentário: O fato é que eles não são baseados no egoísmo natural, eles não veem isso como um presente. “Como isso é possível?! Todo mundo é de graça! Todo mundo é igual por natureza. Liberdade, igualdade, fraternidade!” Eles começaram inicialmente pelo fato de que todas as pessoas são iguais. Eles não entendem que não é assim. Como é possível que duas pessoas sejam iguais? Aquele que fala sobre isso não entende nada sobre a natureza.

De acordo com a sabedoria da Cabalá, cada pessoa não é apenas diferente da outra, mas é única! A sociedade certa difere da errada pelo fato de que procura fornecer a cada pessoa tal lugar, ambiente, oportunidade, para sua própria realização de que ela é feliz.

No entanto, isso é fornecido a ela de acordo com suas habilidades e capacidades. Ela não pode dizer “Eu quero ser um chefe de governo!” Portanto, é necessário determinar como realizar cada um corretamente com o máximo benefício para ele e para a sociedade.

De KabTV “A Última Geração” 07/07/17

A Economia Da Última Geração

 Pergunta: O que é a economia da última geração do ponto de vista de Baal HaSulam?

Resposta: Digamos que você precisa prover a todas as pessoas todas as necessidades. Você monta uma lista com cerca de 20 a 30 coisas mais essenciais que uma pessoa precisa, começando com roupas, móveis, alimentos, e terminando com livros didáticos para crianças e todo o resto. Pegue esta lista e veja o que precisa.

Esse tipo de economia planejada vem da necessidade: “O que, essencialmente, uma pessoa precisa?” Se uma pessoa só se preocupa em pensar na conexão espiritual interior com os outros e atinge níveis cada vez maiores de estados espirituais nessa conexão, ela precisa de todas as necessidades para a existência.

Ela precisa ser abastecida com todas as necessidades, porque não estamos vivendo nas nuvens, somos pessoas reais. Uma pessoa precisa receber suas calorias, suas roupas, sua eletricidade, luz, água, gás.

Como todas essas necessidades vão ser satisfeitas? Para que isso aconteça, deve haver uma economia planejada. Em seu trabalho, a pessoa deve constantemente pensar em como beneficiar ao máximo os outros.

Pergunta: Existe uma conexão entre a economia do futuro e o desenvolvimento espiritual?

Resposta: Certamente! O incentivo muda.

De KabTV “A Última Geração”, 31/07/17

Bolsa De Estudo Em Vez De Auxílio-Desemprego, Parte 3

laitman_220Nossa época atual é distinta porque agora as feridas que existem em todo o sistema estão sendo reveladas. E o problema é que a humanidade não sabe como curá-las. É essa causa específica que está destruindo a sociedade.

Uma das suas partes, especialmente o nível de governo, está interessada em ocultar esses defeitos, como se eles não existissem. Outra parte reconhece que existem defeitos, mas que são inevitáveis. E uma pequena parte está pronta para corrigi-los.

Nos últimos tempos, o mal está sendo revelado com muito mais força do que antes. A eleição de Donald Trump serviu como um teste decisivo, demonstrando os defeitos da sociedade moderna. A desonestidade e a corrupção da mídia, dos partidos no poder, da democracia e do liberalismo tornaram-se muito claras.

Mas, por outro lado, até agora não há alternativa. E o principal é que há uma falta de compreensão do fato de que nem as forças de direita nem as de esquerda podem governar, mas apenas a linha do meio. A linha do meio deve ser maior do que as outras duas. Tanto a direita como a esquerda estão erradas, porque ambas são egoístas. Não podemos dizer qual é ruim e qual é boa – ambas são ruins.

Mas se elas se unirem e se elevarem acima de suas diferenças, acima de seu egoísmo, cobrindo todas as transgressões com amor, então entre elas nascerá um novo mundo do futuro. Este mundo aparecerá como algo a meio caminho entre a esquerda, que já revelou todos os defeitos de sua política liberal, e a direita, que começará a revelá-los na Europa e na América agora.

As tentativas de instituir uma renda básica universal sem anexar a educação integral obrigatória, irão rapidamente inflamar enormes problemas na sociedade. As pessoas ficarão loucas com isso.

Uma pessoa se sente muito desconfortável quando sua vida material não está organizada. No nível animal, ela é construída de tal forma que precisa ter energia, trabalhar e ganhar seu dinheiro para o pão. E se ela não trabalha por sua própria comida, é muito ruim.

Por exemplo, veja o tipo de educação que a família real da Inglaterra dá aos seus filhos. Parece que o filho de um rei simplesmente não pode fazer nada. No entanto, ele é enviado para estudar no mesmo nível que os outros. Ele não pode ficar sem nada para fazer; ele deve trabalhar, estudar.

É por isso que simplesmente dar bem-estar à pobreza destrói o indivíduo e traz consequências pesadas. Mas talvez essa maneira de revelar o mal leve à consciência da necessidade de adotar o programa de educação integral, que é oferecido pela Cabalá.

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá 03/02/16, Lição sobre o Tópico: “Mismah Arosa (Documento Arosa)”, “O Que Fazer?”

Bolsa De Estudo Em Vez De Auxílio-Desemprego, Parte 2

laitman_426A introdução de rendimentos básicos garantidos sem o seu vínculo com o sistema de educação integral, no qual uma pessoa será obrigada a aprender, levará a consequências terríveis. Deixada sem qualquer responsabilidade e sem trabalho, uma pessoa se torna pior do que um animal.

Afinal, o animal, se alimentado, vai ficar quieto e dormir, como em um zoológico. Mas uma pessoa não pode viver em um zoológico, ela precisa dar caminho ao seu egoísmo, que não está presente nos animais.

E o que essa pessoa fará se não tiver nada para fazer? Os resultados são óbvios, basta visitar as “cidades fantasmas” no norte dos EUA, a antiga zona da indústria automobilística, que perdeu todas as suas empresas e deixou as pessoas sem emprego.

Ao perder um emprego, uma pessoa deve se mudar para um novo emprego, se tornar um estudante em cursos de educação integral até o fim de sua vida. E ela deve receber essa explicação que, devido a isso, ela realiza o trabalho: físico, educacional e civil. Se em vez de um salário perdido ela quiser receber uma bolsa de estudos, então ela deve estudar.

Paralelamente a este estudo, será necessário juntar-se ao trabalho necessário para a sociedade. Gradualmente, as pessoas vão se acostumar com este novo estilo de trabalho, onde elas aprendem e trabalham juntas para o bem comum. Chegamos a uma nova etapa no desenvolvimento da humanidade, quando as pessoas terão de trabalhar apenas onde a participação humana é necessária, e as máquinas vão fazer todo o resto.

É possível implementar tal projeto piloto em uma cidade e verificar o quanto o crime diminui, a situação escolar melhora e os divórcios diminuem.

Será uma vida completamente diferente quando não estivermos perseguindo dinheiro, tentando ganhar mais mil dólares, para que alguém lá em cima ganhe outros 100000 em cima de nós, mas vamos simplesmente desfrutar da vida: material e espiritual.

Ao mesmo tempo, não haverá necessidade de modelos econômicos modernos, apenas os cálculos econômicos mais básicos permanecerão. É claro, é difícil esperar que a bolsa de valores feche de bom grado, e a elite financeira, vários milhares de famílias mais ricas, desista do seu poder para todos os outros abaixo.

Mas nós não precisamos saber agora como isso vai acontecer. Basta fazer todo o possível para atrair um pouco da Luz que retorna à Fonte para a sociedade humana, e a Luz fará o resto.

Portanto, não precisamos de planos detalhados para todas as ações; não vamos fazer nada para mudar o mundo. Nós sabemos somente que é necessário estabelecer um sistema educacional integral e adicionar a ele gradualmente o trabalho necessário para a sociedade.

Eu não vou resolver todos os problemas agora, e nenhum Cabalista faria isso. Nosso trabalho é apenas deixar a Luz agir.

Pergunta: Como você pode persuadir as autoridades a adotar esse programa que não oferece passos práticos e critérios para a sua avaliação?

Resposta: Esse programa é o mais prático. Você pode tomar uma cidade fantasma como Detroit e ver o quanto a manutenção de tal cidade custa ao governo e qual o impacto prejudicial de tudo isso nos Estados Unidos. Depois, verifique o que vai acontecer se introduzirmos uma educação integral universal na cidade, apoiada por um rendimento básico universal.

Compare simplesmente os custos e os lucros posteriores, e os benefícios serão óbvios. Afinal, manter uma pessoa na prisão custa muito mais do que dar-lhe uma educação integral.

Transcender A Uma Nova Forma De Vida

Dr. Michael LaitmanPergunta: O que vai acontecer no futuro, quando os veículos forem operados sem condutor ou quando seremos capazes de imprimir qualquer produto que quisermos em uma impressora 3D? Em outras palavras, será que o fato de estarmos eliminando o nosso egoísmo, preenchendo nossos desejos em vez de rejeitá-los, a fim de alcançar o Criador, agrada o Criador?

Resposta: Nós seremos capazes de satisfazer as nossas necessidades de uma maneira nova, mas ainda teremos que trabalhar muito duro a fim de estabelecer entre nós a correta rede mútua. Vamos mudar de um tipo de atividade para outro.

No futuro, as máquinas vão semear e colher, e realizarão outros tipos de trabalho pesado, sem a participação de seres humanos. Hoje, aviões não tripulados, submarinos e navios de patrulha sem tripulações etc., estão sendo usados. Imagine o limiar de mudanças que nos espera. A necessidade de pessoas executando um trabalho físico vai desaparecer.

As pessoas vão ser necessárias para um tipo totalmente diferente de trabalho: trabalhar na criação de conexões mútuas corretas entre nós. Este é um trabalho muito duro, e nele elas encontrarão um vasto campo de atividade. Os campos da arte, ciência, literatura, cinema, e relações educacionais, todos devem estar voltadas para este objetivo.

Se você imaginasse um planeta perto da Terra para onde pudéssemos voar e criar um novo mundo de acordo com a nossa meta espiritual, veria que estamos construindo tudo completamente novo. Este não é um mundo de arranha-céus e todos os tipos de edifícios de escritórios, mas uma nova forma de vida.

Da Lição de Cabalá em Russo 18/12/16

Há Dinheiro, Mas Não Há Felicidade

laitman_546_03Nas Notícias (Feeling Financial): “O dinheiro compra a felicidade?

“Depende. Você provavelmente já ouviu falar que o dinheiro não compra a felicidade acima de certo nível. O número que Kahneman menciona na “TED Talk” é de US$ 60.000 por ano de renda nos Estados Unidos, que é mais ou menos o que outros estudos encontram.

“Acima desse nível de renda seu nível de felicidade pode aumentar, mas em uma taxa decrescente. Em outras palavras, ganhar US$ 120.000 por ano não faz você duas vezes mais feliz do que se ganhasse US$ 60.000; não é algo insignificante, mas apenas torna as coisas um pouco melhor.

“Kahneman enfatiza que o aumento na felicidade é surpreendentemente horizontal acima de US$ 60.000. Além disso, enquanto o dinheiro não compra a felicidade para o seu “eu” experiente, a falta de dinheiro pode tornar as coisas desagradáveis”.

Meu Comentário: O dinheiro permite que uma pessoa se preencha. Então ela começa a gastar milhões em casinos ou em outros lugares, a fim de sentir um pouco de tempero na vida, mas não sente. Ela deixa de sentir isso inclusive nas pequenas coisas. Essas pessoas não sentem gosto em comida, futebol ou férias.

Eu conheci muitas pessoas ricas que, aparentemente, vivem livremente e sua conta bancária continua crescendo, mas basicamente são pessoas miseráveis. Elas podem viajar para onde quiserem, pedir o que quiserem, mas não sentem satisfação.

Afinal, não pode haver prazer neste mundo sem a sensação de uma deficiência por algo, porque tudo é alcançado no contraste entre Luz e escuridão. Se não há escuridão, as pessoas tendem a tentar coisas diferentes e se colocar em situações que despertam sentimentos fortes, agudos, afiados, mas isso não funciona.

Pergunta: Ao mesmo tempo, os jovens estão ansiosos em prosperar e gastar toda a sua vida tentando conseguir isso, e até mesmo prejudicar-se enquanto podem quebrar a barreira de uma renda anual acima de US$ 60.000. Não compreendem que não há felicidade lá?

Resposta: É uma ilusão, e não há nada que possamos fazer sobre isso. Eu também costumava acreditar que se viajasse de um país para outro e visse novos lugares, novas pessoas, ficaria feliz. Eu me lembro como achava atraente essa ideia. Quando éramos crianças, todos nós sonhávamos em explorar o mundo, porque ele estava fechado para nós. E quando tudo foi aberto, nada foi visto, exceto o vazio.

Pergunta: Parece que uma pessoa precisa de outro desejo, um desejo alternativo.

Resposta: Claro. Não me entenda mal.

Houve um tempo na minha vida em que viajei o mundo e visitei diferentes museus e exposições, etc., mas tudo se foi em um momento. Cada pessoa tem um limiar além do qual deixa de sentir algo novo porque não há nada de novo nele. Nosso ego está começando a se desenvolver para um novo limiar de sensibilidade e percepção.

Essa é a razão pela qual as pessoas que não atingem os níveis superiores, que não atingem a Luz que entra no desejo, que o preenche e descreve áreas totalmente diferentes de realização, o mundo superior, são muito miseráveis.

Da Lição de Cabalá em Russo 09/06/16

Nova Vida # 643 – Centralização Na Economia Israelense

Nova Vida # 643 – Centralização Na Economia Israelense
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Tal Mandelbaum ben Moshe

Resumo

Os ricos são respeitados em todo o mundo e têm acesso direto a funcionários do governo. Os ricos têm um desejo muito forte de engolir e controlar tudo; caso contrário, não seriam ricos. Cada pessoa explora os outros o máximo possível. Essa é a natureza humana, mesmo a do cidadão comum.

De KabTV “Nova Vida # 643 – Centralização Na Economia Israelense”, 05/11/15

Renda Básica Para Todos

Laitman_419Nas Notícias (Independent): “Os candidatos presidenciais franceses apoiaram um plano para introduzir uma renda básica universal de € 750 (£ 655) por mês, que eles descreveram como uma tentativa de combater a ameaça de robôs que tomam mais de três milhões de empregos.

“Dois dos sete candidatos à liderança do Partido Socialista Francês propuseram a medida, em que todo cidadão Francês acima dos 18 anos receberia o pagamento mensal, independentemente do seu estado de emprego”.

Meu Comentário: É impossível introduzir uma renda básica em um país quando ele está conectado com o resto das nações da União Europeia. O que milhões de italianos, espanhóis, gregos, e todos os outros dizem? Como os povos das nações vizinhas se relacionariam com os seus governos se a França introduzisse uma renda básica para todos?

Pergunta: E se a União Europeia quebrasse, eles seriam capazes de introduzir uma lei como essa?

Resposta: Nesse caso, sim. Caso contrário, a possibilidade de influenciar o outro não pode ser descartada. “Eu não quero que você introduza uma renda básica porque não estou em uma posição para fazer isso. Então, eu vou colocar uma pedra no seu caminho”.

Pergunta: E o que dizer de uma pessoa que começasse a receber uma renda básica?

Resposta: O que aconteceria seria a deterioração natural. Se não obrigarmos a pessoa a fazer alguma coisa, então uma deterioração completa apareceria porque nossa natureza é egoísta. O ego aspira a um estado de tranquilidade ou um movimento direto, uniforme como toda a natureza. Isso é tudo, sem movimentos supérfluos e novos.

Este seria um estado de deterioração para a nação. Uma nação não seria capaz de fazer nada se não obrigasse as pessoas a sair de suas “tocas” e participar de eventos sérios que as movessem a frente e as desenvolvessem. Portanto, elas devem introduzir a formação e a educação integral e diversas atividades. Além disso, elas devem ser obrigadas. Se não, não restará nada da humanidade. Seria voltar ao nível da besta, dar às pessoas a possibilidade de se sentar em suas tocas e olhar de lá para a luz com os olhos vazios.

Pergunta: Então, é necessário introduzir uma renda básica ou não?

Resposta: É possível inseri-la com a condição de que empreguemos pessoas. Primeiro de tudo, é necessário introduzir um sistema estaria seriamente envolvido com a educação das pessoas e que as obrigaria. As condições devem ser definidas para receber uma renda básica: se uma pessoa estudar e estiver envolvida em um quadro especial onde trabalha sobre si mesma para construir um novo futuro, uma nova nação, uma nova sociedade, então ela merece uma renda básica. O trabalho físico pode ser feito por robôs.

Então, tudo vai começar a florescer. Como resultado da educação e formação, as necessidades das pessoas serão reduzidas ao mínimo, porque não haverá ganhos como tal. Gradualmente, a renda básica será obrigatória. Em princípio, apenas isto permanecerá porque nos próximos dez anos, todos os locais de trabalho serão ocupados por robôs. As pessoas já não precisarão perseguir novos excessos porque todo mundo vai ter certo rendimento regular. Talvez elas o recebam não em dinheiro, mas sob a forma de mercadorias, alimentos, roupas, utilização gratuita de eletricidade, recursos energéticos, e assim por diante. Ou seja, tudo vai ser mais ou menos reduzido à liquidação não pecuniária.

Em geral, este é um movimento em direção ao comunismo. Todo mundo vai ter uma renda básica e as pessoas vão começar a trabalhar na construção de uma sociedade livre, igualitária e unida. Este seria o trabalho das pessoas. Apenas uma pequena parte estaria comprometida com o desenvolvimento e construção de robôs e sua programação.

Robôs estão se tornando comuns hoje. Mesmo que eles pareçam os mesmos externamente, eles vão ser programados de forma diferente: uns vão soldar, outros colar, outros montar, estes prender, e assim por diante. Eu vi fábricas inteiras que foram construídas assim. Foi muito bonito!

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 18/01/16