Textos na Categoria 'Economia'

O Extremismo De Direita Na Europa, Parte 3

laitman_547_05Unidade que Semeia Disputa

A característica mais proeminente da extrema direita na Europa é que eles são contra a atual União Europeia. Além disso, cada nação tem seus próprios neonazistas, e eles também não querem se unir.

Isso ocorre porque eles olham para o óbvio fracasso de gestão da União Europeia. Em última análise, as nações mais bem-sucedidas são obrigadas a pagar o fundo geral europeu para as nações menos bem-sucedidas.

E aqui as razões para o sucesso e o fracasso não são importantes; o que importa é o resultado: ninguém quer as atuais políticas em curso, incluindo as nações menores.

Por exemplo, no momento da minha última visita aos países bálticos, as pessoas estavam reclamando do fechamento de fábricas. Elas tinham uma excelente indústria de laticínios, mas para entrar na União Europeia, era necessário destruí-la e passar para produtos importados.

O mesmo se aplica ao poder. Se no passado eles mesmo se abasteciam de eletricidade, agora são totalmente dependentes dos fornecimentos de energia europeus, pelos quais ainda têm que pagar. E estas são apenas duas cláusulas da lista.

Em última análise, os países bálticos foram deixados sem produção industrial e seu padrão de vida diminuiu. Na verdade, eles são membros da União Europeia e sua moeda é o Euro, mas para ganhar este Euro para a sua subsistência eles foram forçados a trabalhar muito mais do que os moradores de outras nações europeias. Portanto, não é de se surpreender, um grande número de pessoas deixou a Europa para ganhar a vida, e a maior parte teve que deixar suas famílias.

Outro exemplo é Portugal, onde eles “fecharam” uma grande indústria pesqueira.

Então, que união é essa se ela é benéfica apenas para algumas nações ricas? A divisão em ramos industriais “corta” domínios operacionais nacionais inteiros aos quais eles foram cultural e tradicionalmente adaptados e que foram historicamente seus ativos. Pessoas ficaram carentes de tudo, e este foi o maior fracasso da liderança.

Como resultado disso, além da xenofobia, a hostilidade e o ódio entre todos os tipos de nações europeias também foram criados.

Por exemplo, toda a Europa considera a Grécia um fardo pesado. Por sua parte, os gregos se perguntam: “O que fizemos para entrar na União Europeia? Anteriormente nós nos dávamos bem, e agora só piora para nós. Por causa de suas leis, nós ficamos mais pobres e somos forçados a pedir uma compensação monetária de vocês. Mas essa ajuda também está ligada à exigências severas; de forma tão essencial nos encontramos na escravidão”.

Os mesmos processos estão sendo organizados em todos os lugares. Aqueles que são ricos e fortes no “estado democrático” Europeu se beneficiam em detrimento de outros.

Continua…

De KabTV “Uma Nova Vida” 09/09/14

Que tipo de vida estamos preparando para os nossos netos?

Pergunta: As pessoas hoje desfrutam de uma vida abundante, e a economia está baseada nisso. Uma pessoa define seu desenvolvimento corporal como uma meta. Ela sonha em comprar um carro novo e uma nova casa.

Será que uma pessoa recebe prazer, não de aquisições materiais, mas de laços sociais, quando ela atinge o novo nível de desenvolvimento humano?

Resposta: Uma pessoa recebe prazer ao atingir a força superior.

Uma sociedade consumista chegará a um completo beco sem saída, e quando o desespero for sentido a partir disso, nós teremos que explicar que há uma solução, mas é uma nova educação e ensino para todos.

Baal HaSulam disse que o grande erro dos revolucionários russos no início do século passado foi que eles não agiram por amor ao Criador.

Isto é realmente o que ficou em seu caminho para construir o estado correto.

Eles não levaram em conta o regime geral que exige a nossa unidade, a fim de alcançar um nível espiritual superior. Eles não definiram uma sublime meta, para si mesmos, que iria fornecer uma solução para a vida corpórea e para alcançar existência eterna.

Não há uma solução em nossa vida corporal. Nós só podemos fechar os olhos e ignorar o fato de que estamos condenados a morrer como se não nos preocupássemos com o que o futuro traz. No entanto, é claro para todos que o homem não é eterno.

Todos os problemas atuais da sociedade derivam do fato de que as pessoas não têm resposta para o sentido da vida e para o quê estamos vivendo. Esta é a razão porque as organizações terroristas e guerras religiosas estão crescendo mais forte, trazendo, assim, o mundo à beira de uma nova guerra mundial.

De onde é que tudo decorre, enquanto há tanta afluência material no mundo moderno? A razão é que as pessoas não entendem o que estão a viver, e assim há tanta confusão no mundo.

No entanto, há uma solução, e a sabedoria da Cabala oferece-a para nós. Não se trata de simples correção da economia, a fim de proporcionar a todos os produtos que desejam, mas na verdade ela dá à pessoa muito mais.

A economia serve apenas para fornecer o que precisamos a fim de existir, mas o objetivo principal é para ascender a um nível mais alto.

Eu não quero que meus filhos vivam a mesma vida que eu vivo, envelhecer e morrer como eu, e que os meus netos e as gerações futuras tenham o mesmo destino também. Quero dar-lhes mais do que esta existência mortal!

[163.041]

A partir de KabTV “A Solução” 24/5/15

Material Relacionado:

A Economia Do Presente E Do Futuro
Economia – Para A Vida E Não Para O Lucro
As Lições Da Revolução

Consumo Racional Numa Sociedade Harmoniosa

Tudo começa com a educação e a informação, incluindo inclusive a nova economia. Mas os economistas querem manter o velho método e continuar a mesma vida de antes, sem prestar atenção às mudanças nas pessoas. Mas você não pode consertar a crise econômica dessa forma.

Primeiro de tudo, é necessário educar as pessoas, preparando-as para a nova etapa do desenvolvimento humano, a vida numa sociedade harmoniosa onde cada um recebe racionalmente o que é necessário. Nós precisamos concordar com o consumo sustentável e, assim, toda a sociedade vai alcançar o equilíbrio.

O desenvolvimento econômico não está em que existem 500 tipos de queijo hoje, e amanhã mais outros duzentos. Nossas vidas devem ser racionais, e o consumo racional significa que não precisamos de nada que seja supérfluo, e queremos examinar a nós mesmos, a sociedade, nossas famílias e todas as nossas vidas do ponto de vista do benefício máximo.

Mas isso não significa que é necessário extrair todos os recursos da natureza e obrigar uma pessoa a trabalhar muitas horas por dia até a velhice arruíne toda a sua vida.

Uma pessoa precisa de tempo livre e tempo para educar seus filhos. As criancinhas não devem ser jogadas em creches das sete da manhã até as sete da noite sem ver seus pais, e quando os pais as levam para casa à noite, já não têm a energia ou tempo para estar com eles.

Pergunta: Mas as pessoas não se sentem miseráveis. Os levantamentos estatísticos mostram que a maioria das pessoas está satisfeita com sua vida. [Leia mais →]

Experimentos com Renda Básica

laitman_626Nas Notícias (facto.ru): “A Holanda começará um experimento social: algumas dezenas de pessoas receberão regularmente uma renda monetária que não depende de suas atividades. Os pagamentos serão feitos pela nação ou alguma outra instituição”.

“Os pagamentos serão pagos a todos, sem exceção, independentemente do nível de renda, sem a necessidade de executar o trabalho. Até mesmo no ano de 1795, Thomas Paine descreveu em seu livro Justiça Agrária uma renda essencial a ser paga pelas autoridades para cada pessoa acima de 21 anos de idade”.

“O experimento deve refutar os críticos; é possível que receber uma renda incondicional reduzirá a pressão excessiva sobre as pessoas, fará as pessoas mais felizes, mas não eliminará o desejo de procurar trabalho. Atividades semelhantes possibilitarão que os homens consigam uma melhor educação, e que as mulheres tirem longas férias para cuidar dos filhos”.

“No Canadá, um experimento semelhante não apresentou um decréscimo significativo no mercado de trabalho, mas mostrou um aumento significativo na qualidade da educação, formação e saúde. Na Namíbia, experimentos foram conduzidos por dois anos, o que levou a uma redução da pobreza, um aumento no esforço ativo, diminuição da criminalidade, melhoria da frequência escolar e da saúde das crianças relacionadas com a nutrição adequada. Na Índia, como resultado de um experimento como este no ano de 2010, houve um aumento da atividade econômica, melhoria da situação habitacional e das condições sanitárias, alimentos, saúde das pessoas e frequência escolar. Em geral, as experiências demonstraram uma influência positiva”.

Meu Comentário: O mundo vai chegar à conclusão de que todos receberão subsídios obrigatórios na condição de que participem de cursos de reeducação.

O Parasitismo Financeiro Global Cria Condições Para Um Novo Desastre

laitman_426Nas Notícias (de mixednews): “O volume total de fusões e aquisições nos Estados Unidos cresceu 60% em um ano. Da mesma forma, existe extrema incerteza a respeito dos princípios de funcionamento da economia global.

“A União Europeia pressupõe que as constituições de Grécia, Espanha, Portugal e Itália, que foram escritas após a derrota do fascismo, contêm muita proteção dos direitos civis e trabalhistas. A União Europeia pressupõe que é necessário retornar às condições políticas, econômicas e sociais que prevaleceram no período dos regimes fascistas, quando o capital tinha uma liberdade de ação ilimitada e completa.

“Nos últimos dois anos, esses programas têm sido realizados pela Grécia por meio de ditames da União Europeia, do Fundo Monetário Internacional e do Banco Central da Europa. Assim, o desastre econômico e social que aconteceu na Grécia não foi resultado das condições únicas que são típicas apenas dessa nação, mas como resultado da falência geral do sistema capitalista global. A Grécia é o campo de testes para as etapas que em breve serão implementadas em todas as nações, despertando preocupação entre as elites financeiras e de negócios”.

Meu Comentário: O mundo é gerido por nada mais do que as leis da natureza, e assim nenhuma pessoa ou grupo sabe o que vai acontecer. Mas existe uma forma errada de liberdade de ação. Essa ilusão existe dentro de cada um. A única ação que uma pessoa, um grupo de pessoas ou a humanidade pode implementar é a de aspirar à meta da criação, à consolidação numa fusão completa de nossos desejos e pensamentos.

Nós estamos sendo levados a essa situação contra a nossa vontade como se estivéssemos numa corrente marítima, com a ajuda de uma demonstração de acompanhamento de estados opostos, crises, e de nossa falta de acomodação para a consolidação. À nossa frente está a turbulência da guerra mundial ou a sobriedade.

Um Encontro Com A “Primavera Europeia”!

Laitman_727Opinião (Jean-Paul Mounier, Boulevard Voltaire ): “A situação relativa à dívida grega é a parte submersa do iceberg. A economia real tem sido roubada pela economia virtual da qual a economia financeira tem se aproveitado com grande talento…

“A economia mundial real é de 7trilhões de euros, mas isso é apenas 2% da economia global e 98% dela não produz nada além de crises financeiras. Em outras palavras, existem duas economias: uma que é baseada no trabalho e esforço e outra que é artificial.

“Quando você gasta dinheiro real com ações, ele se torna parte do sistema de informação, e se a máfia financeira decide roubá-lo, ela só terá que dar uma ordem e seu dinheiro vai evaporar sem deixar rastro. No entanto, ele aparecerá nos bolsos daqueles que manipulam naquela extremidade da economia global.

“Qual é o objetivo de todas estas estratégias? Aumentar a dívida de diferentes nações, de modo que será mais fácil gerenciá-las e construir uma nova torre de Babel: massas que têm uma língua e uma moeda digital. Esta é a utopia do governo global, onde os líderes serão como aqueles escolhidos por Deus! Portanto, se a Grécia não obedecer aos seus comandos, a ‘Primavera Europeia’ começará na Espanha, Itália e França”.

Meu Comentário: As leis da natureza levam a humanidade a se unir sob a pressão dos sofrimentos. A natureza (o Criador) nos gere por suas leis, não os fortes Estados europeus. A única coisa que podemos fazer é ansiar por unidade (a sabedoria da Cabalá nos diz como fazer isso). Caso contrário, a natureza vai nos obrigar a unir sob pressão até sofrimentos, crises e guerras reais.

Economia – Para A Vida E Não Para O Lucro

laitman_202_0Pergunta: Num artigo do Baal HaSulam, ele escreve sobre a nova economia da sociedade corrigida. De que forma ela difere da economia atual que entrou numa profunda crise, e quais devem ser as fases de transição no caminho para alcançá-la?

Resposta: A principal diferença entre a economia atual e a economia do futuro é que a economia do futuro é direcionada à participação do homem simples e comum que recebeu uma educação nova e especial, através da qual ele vai entender em que tipo de sistema ele se encontra. Essa é uma abordagem completamente nova.

Primeiro de tudo, a pessoa precisa passar por uma preparação para aprender a estrutura da sociedade humana, e depois ver-se como parte dela.

Ela vai entender de que forma deve se comunicar com todos os outros, de que maneira a sociedade provê a si mesma com o que ela precisa, quais são suas necessidades, como a sociedade as preenche, e qual o nível de satisfação ideal satisfatório para cada cidadão e nação, e que tipos de metas a sociedade coloca diante dela na esfera social e pessoal na cultura e na educação.

Uma pessoa tem que saber tudo isso porque nós estamos intimamente ligados uns com os outros. A falta de entendimento nos divide em dezenas de facções e todos os tipos de movimentos, e nós só interferimos uns com os outros.

Assim, a prioridade não é em uma mudança para uma nova economia, mas a criação de um sistema de educação que abranja todo o país e até o mundo. A pessoa começa a adquirir uma compreensão clara de seu lugar na sociedade e na conexão mútua universal.

Ela não vai estudá-la como uma teoria abstrata, como numa universidade; ela vai experimentá-la de forma prática em si mesma na sociedade. Todo mundo vai participar em exercícios como estes.

Só depois que a pessoa entende onde ela está, o quanto depende de todos os outros e de que meta a humanidade está se aproximando, é que ela irá se mover em direção à transição para uma nova economia, e não antes disso.

Essas mudanças não podem ser impostas de cima, sob a forma de diretivas. A própria pessoa deve participar delas. Ela deve consentir em estar satisfeita com um ótimo padrão de vida. Um nível ideal possibilita que a pessoa viva sem sentir uma deficiência e necessidade de algo, mas para ela, não vai ser mais ou menos do que é para os outros. Afinal, os nossos corpos requerem a mesma coisa.

Pode ser que eu fique satisfeito com uma asa de frango, ao passo que você precisa de um frango inteiro, mas o princípio é que cada um recebe de acordo com as necessidades bestiais de seu corpo. Além disso, é necessário assegurar todas as necessidades humanas: educação, cultura e lazer. Ou seja, todo mundo exige satisfação de acordo com suas deficiências materiais e sociais, e ainda há a deficiência intelectual que a pessoa preenche através da aprendizagem, buscando uma resposta para a questão do sentido da existência e a realização do objetivo da vida que transcende os limites da existência física.

A principal coisa é entender que existem vários níveis de existência. Um nível é corpóreo – ou seja, material, bestial, onde cada um recebe o que é bom para seu corpo, família e estilo de vida: uma casa com todo o seu conteúdo, condições normais – mas não mais.

Todo mundo precisa concordar que isso é o suficiente para nós, e não é necessário criar uma deficiência artificial que confunde a todos e os convence de que eles devem comprar um novo produto para que alguém fique rico. Apenas coisas normais permanecerão, coisas que são benéficas para a nossa saúde, e se parece que é possível fazer algo que seja ainda melhor e mais saudável para o corpo, então fazemos isso.

Isso significa que tudo deve ser racional e não para o lucro, que é a culpa por termos criado centenas de diferentes tipos de milhares de produtos. A economia do futuro será justa.

Pergunta: Mas muitos podem dizer que a economia de hoje é justa, porque é baseada na oferta e na procura. Se existe uma procura, é criado um produto. Se não existisse uma procura por centenas de tipos de queijo, ele não seria produzido.

Resposta: A procura é criada artificialmente. Nós queremos que a economia sirva às nossas vidas e não que as nossas vidas sirvam à economia.

De KabTV “A Solução” 24/06/15

Isso Não Vai Acontecer Conosco…

Laitman_727Opinião (zerohedge.com): “A história da dívida do EUA é semelhante à história da Grécia. Um quarto de século atrás, o nível da dívida na Grécia era de 75% do PIB (Produto Interno Bruto), que é o que é para os Estados Unidos hoje. Agora, o nível da dívida na Grécia é de 177% do PIB.

“Dentro de 25 anos, o nível da dívida dos EUA chegará a 156% do PIB. Para evitar o cenário da Grécia, os EUA devem cortar gastos. Caso contrário, vão repetir a história da Grécia…”.

Meu Comentário: A verdade é que isso é o que se espera para a maioria das nações do mundo. É necessário mudar o sistema!

A Liquidação Iminente

laitman_272Nas Notícias (goldenfront.ru): “A soma da dívida global está estimada em 223 trilhões de dólares, e desde a crise de 2008 a dívida global tem crescido 40%.

“É vital para o mundo financeiro que a dívida global de 223 tilhões de dólares continue a flutuar e não seja liquidada, ou seja, trocada por dinheiro. O colapso do sistema bancário devido à subida das taxas de juro seria catastrófico para todo o sistema bancário europeu, e se a Europa entrar em colapso, o colapso de todo o mundo vai se seguir.

Cedo ou tarde, as taxas de juro começarão a subir e o FED e o Banco Central Europeu encontram-se presos, esperando ansiosamente por uma onda de títulos cancelados, como uma nuvem de dívida de 223 trilhões de dólares está pairando sobre o mundo e é o dilúvio se aproximando”.

Meu Comentário: Eu sei que Baal HaSulam escreveu sobre isso quando a União Soviética entrou em colapso dizendo que era apenas porque não promovíamos a conexão entre as pessoas ao educa-las corretamente em primeiro lugar! Assim, em vez de um mercado global, o resultado foi uma comoção mundial.

A Revolução Do Século XXI: Em Benefício Da Sociedade Integral

laitman_944(Continuação de “A Revolução Do Século XXI: Homem Rico, Homem Pobre”)

Pergunta: Como exatamente a relação entre ricos e pobres mudará devido ao método da educação integral?

Resposta: Graças a ele, vamos revelar o sistema de nossa interconexão. Não há alternativa. Na medida em que esses e os outros são capazes, é necessário formar os mecanismos de correção de interação.

A questão é que as duas categorias da população recebem um novo lucro, uma nova realização. Elas revelam a força superior, a vida no grau humano, Adão, que é semelhante à força superior. Elas sentem que adquirem um novo mundo que está acima da vida e da morte, acima da pobreza e riqueza.

Isso preenche uma pessoa, substituindo antigos prazeres. Agora, ela é aquecida não pelo dinheiro, contas bancárias, vendas e fábricas, jornais e navios a vapor. Tudo isso dá apenas prazer indireto e fugaz. Aqui, a pessoa recebe satisfação diretamente.

De fato, nossa natureza corpórea é o desejo de desfrutar. Sua verdadeira realização é o que definimos pelo termo “Luz”. Portanto, o método integral nos permite preencher este desejo não com dinheiro, honra e poder, mas com a Luz.

Não há substituto. Comparado a isso, tudo o resto é um substituto. Relações sociais bem estabelecidas nos permitirão receber satisfação natural, que é, obviamente, mais eficiente e atraente do que seus substitutos, que são geralmente aceitos hoje.

Pergunta: Como uma pessoa pode obter essa Luz?

Resposta: Ela deve estar conectada corretamente com os outros. Então, juntos, eles criam um sistema único correspondente à unidade da Luz. As propriedades desse sistema em que a pessoa existe coincidem com a propriedade da Luz, satisfação e, assim, a pessoa sente satisfação em si mesma.

Assim, a nossa unidade é apenas uma condição na qual recebemos a satisfação eterna e perfeita, e devido a isso, revelamos a vida num grau mais elevado.

Pergunta: Portanto, em última análise, tudo depende de nossos relacionamentos?

Resposta: Claro. A Luz me mostra que estamos todos no mesmo sistema. A formação das condições atuais nele não depende de nós, mas agora, com base na situação atual, temos que chegar a uma decisão.

Eu faço cálculos não com o que costumava ser, mas com o que será. Precisamos formar uma conexão mútua, de modo que, juntos, construamos uma nova sociedade. Para que? Para revelar a vida eterna nela.

Em suma, o ódio dos ricos vai acabar quando eles, em conjunto com os pobres, agirem em benefício de uma sociedade integrada unificada.

De KabTV “Uma Nova Vida” 14/05/15