Textos na Categoria 'Economia'

Por Que Continuamos A Jogar Fora Alimentos?

268.02Comentário: O número de pessoas famintas no mundo está aumentando. Você até disse que haveria fome. Você até acrescentou: “Um grande problema!” Ao mesmo tempo, as pessoas jogam fora 15% ou até mais dos alimentos que compram. Restaurantes e redes de varejo jogam fora centenas de toneladas de alimentos.

O Secretário-Geral da ONU declarou que “A perda e o desperdício de alimentos é um ultraje ético” (Notícias da ONU). Existem muitas dessas declarações.

Quando seremos capazes de fazer mais do que apenas declarações? E se fizermos isso, por exemplo, se você jogar algo fora, pagará 20 vezes mais por isso?

Minha Resposta: De que adianta isso?

Pergunta: Podemos educar as pessoas dessa maneira?

Resposta: Não importa. Todos nós pagamos muito dinheiro por isso de qualquer maneira.

Pergunta: Então, o que ajudará? Fazer declarações não ajudará com certeza.

Resposta: O coração. Se uma pessoa não tem, nada vai ajudar. E nós não temos isso. Eu não penso nos outros. Eu não me importo com eles. Abro a geladeira e pego o que preciso. O que já não preciso, não quero, é supérfluo ou estragado, jogo fora.

Não posso comprar apenas o suficiente para terminar tudo. Claro, a comida é jogada fora. Podemos ver pela quantidade de lixo. É uma coisa terrível! O fato de que em algum lugar as pessoas não têm comida suficiente significa que não há comunicação entre as pessoas. Portanto, há excedente aqui e escassez acolá.

Pergunta: É possível pensar nos outros quando estou comprando algo?

Resposta: Se você pensar nos outros, comprará apenas o que precisa e ninguém no mundo morrerá de fome, simplesmente por abordar o mundo desta forma.

Pergunta: O que significa pensar nos outros? O que devo estar pensando neste momento?

Resposta: Sobre fazer com que todos se sintam bem. Assim como agora você está comprando comida para si mesmo em um supermercado e enchendo sua geladeira, também deseja que todas as pessoas no mundo tenham essas condições.

Comentário: Você está falando sobre pessoas especiais.

Minha Resposta: Não se trata de ser especial. Seremos forçados. Não estou nem um pouco preocupado com isso. Já entramos em tal estágio que, senão agora, em dois ou três anos vocês verão o que vai acontecer.

Comentário: Deixe isso nos forçar já! Pelo menos é humano.

Minha Resposta: Não. A natureza deve nos educar seriamente. Leva tempo.

Pergunta: Você quer dizer que não poderei treinar para isso? Devo ser forçado?

Resposta: Você não está se forçando agora, não está procurando. Você vai se levantar após este programa e encher o estômago sem pensar em Bangladesh.

Comentário: Falando francamente, sim.

Minha Resposta: Significa que precisamos de tal conexão onde eu sentirei internamente que preciso disso, que todos vamos economizar cerca de 10% de tudo que temos para outros países. Chegaremos a um estado em que não haverá pessoas ricas. Quantos bilionários existem no mundo? Quantos novos bilionários temos por causa desta pandemia?

Comentário: Sim. Alguns ficaram muito mais ricos. E outros ficaram muito mais pobres. O fosso entre pobres e ricos aumentou.

Minha Resposta: Sim. Espero que possamos resolver isso, mas não por meio de revoluções ou golpes, mas elevando nossa consciência e percepção.

Pergunta: Essa informação de que há fome, de que há muitas pessoas com fome em algum lugar vem até mim de propósito? Estou me preparando aos poucos para essa evolução, para essa transição de que você está falando?

Resposta: Sim.

Pergunta: Então, não poderei viver normalmente se as pessoas estiverem morrendo de fome em algum lugar?

Resposta: No final, é claro! Você sentirá a fome e a condição deles com mais força do que a sua.

Pergunta: Então não poderei dormir em paz?

Resposta: De maneira nenhuma.

Pergunta: Então vou colocar esses 10% exatamente aí e não vou conseguir comer sem fazer isso?

Resposta: Não. Você vai cuidar para que isso chegue até eles. Como, por exemplo, seu filho está em algum lugar e você quer mandar algo para ele.

Comentário: Que aconteça em breve! Eu desejo isso!

Minha Resposta: Não! Você não deve desejar apenas isso. Você deve criar tal sistema, como nosso mundo foi criado, agora bilhões de pessoas que precisam trabalhar terão que processar isso em um sistema completamente diferente de assistência mútua e conexão. Teremos que fazer isso. Isso deve ser incorporado até o nível mais baixo da natureza.

Mas isso só vai acontecer quando você não quiser viver em um mundo como o que temos hoje!

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 12/08/21

O Segredo Da Igualdade Universal

600.02Pergunta: O que é igualdade entre as pessoas?

Resposta: Se construirmos uma sociedade de tal forma que uma pessoa tenha satisfação dela: “Eu fiz, e todo mundo vê, todo mundo sabe, todo mundo me entende e me agradece”, então não há maior prazer para essa pessoa. Ela estará pronta para trabalhar de manhã à noite. Só é necessário construir adequadamente uma rede de relações públicas.

Não haverá igualdade nunca e não há necessidade. Não é programado por natureza. Também não existe na matilha de animais. Que igualdade existe aí? Há um líder, seguido por um par de machos ajudando-o, e todos os outros o seguem. A igualdade não é programada por natureza. A igualdade é niveladora, é a morte.

Comentário: Mas você diz que a última geração deve ser construída sobre os princípios da igualdade.

Minha Resposta: Igualdade significa que todos têm o mesmo direito de se realizar de acordo com suas habilidades e capacidades naturais. Todos devem ter igualdade na realização, na oportunidade de se expressar.

Digamos que nasci em uma família de pessoas ricas e fortes, e alguém nasceu em uma família de pessoas fracas e pobres. Isso não importa. Deve haver igualdade na oportunidade de avançar e não no fato de que todos foram aparados do mesmo tamanho.

A próxima etapa será realmente assim. Quando uma pessoa começar a receber apenas recompensa espiritual e isso será suficiente para ela, quando ela perceber que para uma existência normal ela não precisa mais do que o que seu corpo animal exige e tudo o mais será revelado a ela como uma recompensa espiritual, uma conexão com um poder superior, com a eternidade, harmonia e perfeição, então as próprias pessoas irão conscientemente deixar de se interessar por algum tipo de recompensa terrena.

Elas não precisarão de nenhuma medalha, nenhum dinheiro extra, nada, e todas as recompensas serão espirituais porque a conexão com o Criador será aberta diante delas.

De KabTV, “Close-Up”

Problemas De Emprego

272Nas Notícias (New York Times):  “Como será o nosso futuro – não em um século, mas em apenas duas décadas?

“Aterrorizante, se você acreditar em Yuval Noah Harari, o historiador israelense e autor de ‘Sapiens’ e ‘Homo Deus’, um par de livros audaciosos que oferecem uma história abrangente da humanidade e uma previsão do que está por vir: uma era de algoritmos e tecnologia….

“Assim como a Revolução Industrial criou a classe trabalhadora, a automação poderia criar uma ‘classe global inútil’, disse Harari, e a história política e social das próximas décadas girará em torno das esperanças e temores dessa nova classe. As tecnologias disruptivas, que ajudaram a trazer um enorme progresso, podem ser desastrosas se saírem do controle. … ”

Minha Resposta: As pessoas serão substituídas por máquinas em todos os lugares. Hoje, até mesmo se questiona se é necessário lançar pessoas ao espaço. Afinal, 90% do equipamento de uma espaçonave é necessário para sustentar a vida humana. Para quê?!

Uma máquina cuidará de tudo sozinha. Você pode lançá-la em qualquer lugar. Ela suportará qualquer sobrecarga, poderá funcionar em qualquer circunstância e recolherá tudo o que for necessário. Não precisa dormir, levar toneladas de comida consigo, cuidar do oxigênio ou de qualquer outra coisa.

Hoje tudo começa a ser percebido de uma forma completamente diferente. Não há necessidade dessa narrativa, voar para algum lugar, para algumas estrelas distantes. Um dispositivo voará, filmará tudo e transmitirá tudo.

(The Guardian): “Yuval Noah Harari examina ‘a classe inútil’ e uma nova busca por um propósito

“A maioria dos empregos que existem hoje pode desaparecer em décadas. À medida que a inteligência artificial superar os humanos em mais e mais tarefas, ela substituirá os humanos em mais e mais empregos

“O problema crucial não é a criação de novos empregos. O problema crucial é a criação de novos empregos que os humanos executem melhor do que os algoritmos. Consequentemente, em 2050, uma nova classe de pessoas pode emergir – a classe inútil. Pessoas que não estão apenas desempregadas, mas também são impossíveis de empregar”.

Minha Resposta: Todo o problema está nas elites que ganham dinheiro com essas pessoas. Se as elites não pensassem que precisam constantemente de mais e mais “pedaços de papel” ou ouro para colocar em algum lugar, não haveria nenhum problema em se livrar de um grande número de pessoas.

Então essas pessoas são necessárias para a elite ganhar ainda mais. Esse é todo o problema: como “garantir que os lobos sejam alimentados e as ovelhas estejam seguras”.

Isso, é claro, não pode ser feito. Portanto, o objetivo da elite é reduzir a população para que eles próprios não sofram danos. Acho que você já pode ver como eles estão começando a encontrar uma abordagem para isso.

De KabTV, “Desafios do Século 21”, 24/04/19

Educar Pessoas

272Pergunta: Hoje, as pessoas vão a todos os tipos de manifestações sem ainda perceber que não estão lutando contra a injustiça, rendimentos desiguais, educação deficiente, mas contra sua própria inutilidade.

Agora, não são apenas as profissões individuais que estão desaparecendo, mas camadas inteiras da economia sobre as quais os países se baseavam. Não apenas a alta tecnologia, mas também as indústrias mais comuns estão deixando as pessoas irem.

Logo não haverá mais caixas, não haverá pessoas que distribuem e recebem. Tudo isso será feito por máquinas e algoritmos.

Agora chegamos ao que estávamos falando há 15 anos: como ocupar as pessoas. Você tem que pagar a elas uma renda básica para mantê-las ocupadas.

Hoje já começam a falar sobre isso: “Sim, vamos pagar às pessoas. Elas deveriam vir e estudar história, cultura, qualquer coisa, regar árvores, plantar novos parques de 2 a 3 horas por dia”. Mas elas devem tratar isso não como trabalho, mas como algum tipo de ação.

Você vê nisso os primeiros passos em direção a uma sociedade da qual tem falado o tempo todo?

Resposta: Em geral, isso pode ser visto como uma espécie de primeiro passo. Mas como vamos criar uma nova pessoa, alguém que terá, não apenas a propriedade de recepção, mas também a propriedade de doação? E aqui, é claro, as pessoas precisam ser educadas.

É por isso que dizemos que elas serão capazes de estudar algumas horas por dia, aprender o mecanismo de doação, ouvir palestras e discutir isso entre si.

Pergunta: Mas até que Israel perceba isso, o resto do mundo não vai saber? Ou pode ser executado em paralelo?

Resposta: Não, não acho que possa ser feito em paralelo. Ainda tem que vir daqui. A raiz interna de mudar o mundo, seja qual for e para onde quer que vá, ainda vem do povo judeu.

De KabTV, “Algoritmos em Vez de Pessoas”, 04/08/21

Por Que Precisamos De Pessoas?

962.3Pergunta: O que acontecerá quando a tecnologia tornar um grande número de pessoas desnecessário? Elas não serão necessárias, não porque sejam ruins ou malsucedidas de alguma forma, mas porque tecnologias avançadas são definidas em todas as empresas para reduzir custos.

Os principais custos hoje são com pessoas porque o empresário precisa pagar-lhes salários, cuidar delas, fornecer-lhes seguro médico e assim por diante.

Portanto, a economia atual visa garantir que o trabalho seja feito por máquinas e não por pessoas.

Resposta: Só posso dizer uma coisa: o progresso, por incrível que pareça, realmente levou ao fato de que ninguém precisa das pessoas. Absolutamente ninguém! Nem o grupo poderoso que está no topo, nem os gerentes que vivem apenas para si próprios e o resto trabalham para eles.

Surge a pergunta: “Por que precisamos de pessoas?”

O fato é que as pessoas não são absolutamente necessárias para sustentar a economia, alimentar-se ou mesmo alimentar os outros. Elas são necessárias para realizar uma tarefa completamente diferente – revelar a natureza, desdobrar sua segunda parte.

Além da propriedade egoísta de recepção com a qual nascemos, vivemos e se desenvolve em nós, devemos revelar o lado oposto da natureza, o lado altruísta. Então, as duas qualidades se complementarão. Não destruindo, como as armas nucleares, por exemplo, mas complementando. Então veremos uma natureza completamente diferente, um mundo diferente, e descobriremos e compreenderemos qual é o propósito de nossa existência.

Veremos que todas as pessoas são necessárias. A natureza é perfeita e totalmente completa. Não há nada supérfluo nisso. Devemos chegar a um estado em que a complementaridade mútua nos levará a tal compreensão da natureza que o mundo parecerá eterno, perfeito, infinito, grande e acomodando absolutamente a todos como sua parte superior, magnífica e maravilhosa, e não como agora parecemos existir apenas na propriedade egoísta da natureza.

Devemos definitivamente revelar sua segunda parte, e então veremos como tudo é perfeito.

De KabTV, “Algoritmos Em Vez De Pessoas”, 04/08/21

Não Há Sentido Em Trabalhar

961.1Comentário: Li recentemente um artigo que cita cartas de pessoas. “Não quero mais trabalhar”, declara um grande número de pessoas categoricamente.

As pessoas estão fazendo comentários do tipo: “A COVID abriu meus olhos, não quero mais levantar todas as manhãs, entrar no carro, digitar minha senha e responder e-mails. Eu não aguento mais! Eu só quero aproveitar a vida enquanto estou saudável e cheio de energia. Quero ver meus amigos, viajar, ler e cuidar do meu jardim. Felizmente, posso pagar por isso financeiramente”.

As pessoas estão começando a achar que não adianta trabalhar duro.

Minha Resposta: Não há sentido em trabalhar.

Pergunta: Desde que você consiga o necessário?

Resposta: Não mais do que isso. Para viver assim. Por que você quer mais? Não há necessidade de sujar a Terra.

Pergunta: No que as pessoas chegarão como resultado?

Resposta: Ao fato de que começarão a organizar o mundo para que trabalhem menos. Não há necessidade disso. Elas estarão engajadas na autoeducação via Internet, inevitavelmente.

Pergunta: Você acha que esse pedido, “Eu quero descansar” se transformará em autoeducação?

Resposta: Sim. Para preencher a si e ao seu ambiente. Ou seja, elas preencherão a influência sobre si mesmas com um significado maior.

Pergunta: Isso significa que esse pedido: “Deixe-me viver em paz e relaxar”, de uma forma ou de outra, se transformará em uma busca por algum tipo de satisfação?

Resposta: Sim. Isso é exatamente “viver e relaxar”. Só quero entender por que vivo, por que descanso, o que preciso fazer comigo mesmo, como posso alcançar maior saturação, realização e me conectar com o mundo ao meu redor de uma forma mais pacífica?

Pergunta: Você acha que isso está correto?

Resposta: Sim. Por que devo trabalhar duro para ganhar a vida? Eu tenho o suficiente para o pão. A humanidade não deveria trabalhar tanto. Tudo isso é excessivo e só polui a Terra.

Pergunta: A que chegaremos como resultado?

Resposta: Ao fato de que nossa vida será mais equilibrada, necessária, suficiente, mas não excessiva quando depois não soubermos o que fazer com esses excessos. Nós os jogamos fora, e os produzimos novamente, e os jogamos fora novamente, e continuamos isso indefinidamente. E as pessoas comuns pagam por isso.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 01/07/21

Precisamos De Um Tipo Diferente De Trabalho

547.05Nas Notícias (BBC.com): “Os ensaios de uma semana de quatro dias na Islândia foram um ‘sucesso esmagador’ e fizeram com que muitos trabalhadores mudassem de horário, disseram os pesquisadores.

“A produtividade permaneceu a mesma ou melhorou na maioria dos locais de trabalho, disseram os pesquisadores. …

“Os trabalhadores relataram que se sentiam menos estressados ​​e com risco de exaustão, e disseram que seu equilíbrio entre saúde e vida profissional havia melhorado. Eles também relataram ter mais tempo para ficar com suas famílias, fazer hobbies e realizar tarefas domésticas.

“Will Stronge, diretor de pesquisa da Autonomy, disse: ‘Este estudo mostra que o maior teste do mundo de uma semana de trabalho mais curta no setor público foi, em todas as medidas, um sucesso esmagador’”.

Minha Resposta: A Islândia não é um lugar para este experimento. Isso não prova ao mundo que uma semana de quatro dias funciona.

São todas pessoas congeladas sem pressa. Lembro o que me impressionou quando cheguei lá. Do avião, você vai para o prédio do aeroporto e do prédio do aeroporto para a rua. Sem selos, sem controles. Você está livre para ir aonde quiser! É simplesmente incrível!

Pergunta: Onde estão os costumes? Onde está o controle de fronteira e os guardas de fronteira?

Resposta: Não há nada! Não existe tal coisa! Foi tão inesperado!

Pergunta: Então, esse é o caráter das pessoas?

Resposta: E o caráter da nação. Cada um deles tem 200 – 300 ovelhas, sua própria casa, e não apenas uma. Eles têm uma casa onde moram e algumas que alugam para turistas. E cada uma dessas casas está totalmente equipada, incluindo uma sauna ao ar livre com neve ao redor e assim por diante.

Pergunta: Você acha que mesmo uma semana de três dias seria suficiente para um país assim?

Resposta: Não importa. Esse não é um lugar para experimentos. Eles são autossuficientes, estão em paz.

Pergunta: E como você se sente a respeito dessa experiência de que todo mundo está falando, uma semana de trabalho de quatro dias?

Resposta: O quê, você quer libertar o homem de seu trabalho? O que ele fará?

Não acho que isso dará à humanidade o que aparentemente é esperado. Devemos educar claramente as pessoas para um novo estilo de vida. Em geral, deveríamos ter começado a fazer isso há muito tempo.

Pergunta: Que tipo de estilo de vida?

Resposta: Quando a pessoa terá muito tempo livre além do trabalho necessário. E hoje, ela obstrui esse tempo com trabalho desnecessário, polui a terra, o meio ambiente e assim por diante.

Precisamos ter certeza de que essa pessoa usa seu tempo corretamente para o autoaperfeiçoamento, para se tornar um ser humano e estudar como se aproximar das outras pessoas, porque essa é a correção do mundo.

É um trabalho. É preciso fazer com que seja um trabalho de verdade, e não três dias de folga e você possa fazer o que quiser.

Pergunta: Então, a pessoa nunca está livre desse trabalho de conexão com os outros? Esse é um trabalho de tempo integral? Como na empresa, em casa e em geral, o tempo todo?

Resposta: Sim. Não importa onde ou o quê.

Pergunta: E a gente está sempre nesse trabalho de construir conexões, boas relações?

Resposta: Sim.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 08/07/21

A Cabeça E O Corpo Do Sistema

268.01Pergunta: Existe a “Regra 80/20 de Pareto: Esta ‘verdade universal’ sobre o desequilíbrio de entradas e saídas é o que ficou conhecido como o princípio de Pareto, ou regra 80/20. … A generalização passou a ser: 80% dos resultados virão de apenas 20% da ação (Forbes).

Você acha que com o amplo conhecimento da Cabalá, seria possível influenciar a consciência de 80% das pessoas mudando a de 20%?

Resposta: Essa porcentagem pode ser muito menor, até um por cento. Como costuma acontecer: um pastor caminha à frente do rebanho e todo o rebanho o segue. Então, é possível.

O único problema é criar essa dependência. De qualquer forma, todas as pessoas terão que aprender o sistema de conexões corretas para que entendam a ideia de um líder e o sigam para o seu próprio bem. Isso exige um trabalho muito sério em equipe para uni-las. Nesse caso, você pode ter sucesso muito rápido, especialmente se compreender o estado atual da humanidade em qualquer sociedade ou nação.

Qualquer que seja a porcentagem da equipe, o mais importante é que todos os 100% de seus participantes entendam o objetivo comum, imaginem que se beneficiam da interação certa e que seus líderes realmente trabalhem em um nível muito sério, objetivo e altruísta, perseguindo o objetivo que é claro para todos e para o seu benefício.

Se isso pode ser levado a todo o coletivo, não há problema, uma pessoa pode gerenciar todos eles. Eles ficarão felizes em obedecê-la e se unir a ela, porque ela será considerada a cabeça enquanto os demais formam o corpo deste sistema.

De KabTV, “Ciência da Gestão”

A China Está Dominando O Mundo

405Nas Notícias (Daily Mail):  “Dezessete escolas já pertencem a empresas chinesas, mas esse número deve disparar. …

“Nove das 17 escolas sob controle chinês são de propriedade de empresas cujos fundadores ou chefes estão entre os membros mais importantes do Partido Comunista da China; …

“As escolas estão usando ferramentas educacionais para ensinar às crianças uma visão ‘dissimulada’ da China;

“Uma empresa admitiu que a aquisição de escolas britânicas visa apoiar a controversa estratégia Belt And Road (Cinturão e Rota) da China, que visa expandir a influência global de Pequim. …

“Ontem à noite, o MP conservador Tom Tugendhat, presidente do Comitê de Relações Exteriores, disse: ‘O alcance e compreensão estratégica da China significa que eles têm uma vantagem em buscar influenciar outros e usar marcas estabelecidas, incluindo algumas das nossas, para alcançar essa posição. …

“As revelações aumentarão a preocupação com o crescimento dos Institutos Confúcio em 29 universidades britânicas e das salas de aula Confúcio, um desdobramento, em quase 150 escolas….

“Eles afirmam promover a língua e a cultura chinesas, mas os críticos dizem que eles são um veículo para Pequim espalhar propaganda e restringir a liberdade de expressão”

Minha Resposta: Acontece que não sabemos o que realmente está acontecendo. O fato de nos contarem um pouquinho que compraram algumas escolas é brincadeira de criança. Os chineses são pragmáticos. Totalmente claros.

Pergunta: O que é a China para a humanidade?

Resposta: Essa política de governo se baseia em conquistar o mundo sem destruí-lo.

Comentário: Sem guerras.

Minha Resposta: Sim, essa é a nova estratégia. Portanto, eles entrarão nisso gradualmente, passo a passo.

Comentário: Eles fazem contratos com o Irã, contratos com os inimigos do Irã, contratos conosco, com Israel, de uma forma incompreensível.

Minha Resposta: Eles não se importam com quem e como. Eles precisam de hegemonia. A hegemonia da China. Embora, em geral, não haja ideologia. Isso não é socialismo, nem comunismo, nem capitalismo. Eles só querem poder. Puro poder.

Pergunta: Você acha que o poder é uma ideologia?

Resposta: Sim, o egoísmo usual. Eles o mantiveram trancado por anos e anos, e agora ele começou a aparecer. Assim, eles o implementam.

Pergunta: Você acha que eles vão implementá-lo? A humanidade é impotente diante deles?

Resposta: Não. O fato é que, ao mesmo tempo, tudo parece nivelado. Se eu for a algum lugar e usar algo e pagar alguém por algo, não me importo com quem é o dono. O principal é que recebo o serviço e posso pagar por ele. É por isso que não vejo nada de chinês ou europeu nisso.

Esse é o paradoxo. Ou seja, eles compraram uma fábrica, e a fábrica continua funcionando, mas agora pertence à China. Mas eu não sinto isso e não sei disso e isso não importa para mim.

Eu não presto atenção ao que pertence a quem em absoluto. Uma carta completamente diferente é jogada aqui – uma de cima.

Pergunta: Você pode dizer qual carta está sendo jogada?

Resposta: No final, devemos entender que não importa quem possui o quê. Tudo é voltado ao Criador. É importante para nós sabermos que se quisermos usar algo corretamente, só podemos fazer isso através da dependência mútua, da conexão mútua entre nós.

Que diferença faz para mim a quem pertence de acordo com os bancos ou qualquer outra coisa! Isso não importa. Esse mundo em que a gente prestou atenção que isso é alemão, isso é soviético, eu quero viver com isso, não quero viver com isso, acabou.

Comentário: Mas queríamos um serviço de qualidade.

Minha Resposta: Haverá qualidade.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 08/04/21

Deite-se E Desconecte-se

281.02Pergunta: A cultura do “tang ping”, um estilo de vida passivo sem estresse e carreirismo, está ganhando popularidade entre os jovens chineses. “Tang ping” significa “deitar e desligar”. É a salvação da pressão da sociedade, que leva os jovens a procurar trabalho, trabalhar arduamente e construir uma carreira, como é costume na China.

O termo “tan ping” foi usado pelo autor de um post que escreveu que não trabalhou nos últimos dois anos e não vê isso como um problema. Em vez de perseguir o sucesso, ele decidiu apenas “deitar-se”.

Você diz que isso nem sempre é ruim?

Resposta: Isso não é ruim. É melhor perceber – o que exatamente você quer? Para que? Por quê? E só depois, se realmente vale a pena para você e para o mundo – para que você não queime combustível, para não poluir o ar – calcule cuidadosamente qual é o significado do seu trabalho. Você prejudica o meio ambiente, incluindo a natureza inanimada, vegetal, animal e humana, a sociedade e assim por diante?

E depois disso, faça este trabalho. Descubra: qual pode ser o resultado do seu trabalho. Então você verá que talvez não fazer nada seja realmente a melhor coisa a se fazer por toda a humanidade. E mesmo o fato de você existir e consumir algumas calorias não é importante. Você não está causando danos.

Pergunta: Mas como vou sustentar minha família?

Resposta: Nós iremos prover para você. Se não produzirmos excessos, mas apenas o necessário para todos nós, para toda a humanidade, bastará sairmos do sofá e deixarmos o telefone, ou mesmo não deixá-lo, por uma hora na semana— uma semana! E tudo ficará bem.

Pergunta: Haverá algo para comer e um teto para morar?

Resposta: Totalmente tudo estará lá para você. Pare todos esses navios e locomotivas a vapor que voam pelo mundo e entregam todo tipo de lixo de que ninguém precisa. Só quem ganha dinheiro precisa desses pedaços de papel e depois os joga no nada.

Pergunta: Quando você diz que uma pessoa deve viver conforme o necessário, isso não significa uma equalização, pela qual já passamos há algum tempo?

Resposta: Equalização é quando ela está sendo imposta a você. Eu não me importo, não me comparo com ninguém. Não tenho medo de ter o mesmo que meu vizinho. Não olho para o fato de que tenho os mesmos móveis, a mesma comida, as mesmas roupas – não importa.

Pergunta: Por que vivo para não assistir aos outros? O que mudou em mim?

Resposta: Porque tenho meu mundo, interioridade, em que vivo. Portanto, não sinto que alguém está me suprimindo. Pelo contrário, eles me fornecem condições. O meio ambiente, a sociedade, todos nós juntos nos proporcionamos condições de desenvolvimento interno. E não requer calorias.

Pergunta: Quando tal entendimento entrar, ele automaticamente reduzirá tudo ao necessário, e o necessário será suficiente para mim?

Resposta: sim.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 10/06/21