Textos na Categoria 'Economia'

Quebra Combinada Pronta Para Implodir A Economia Mundial E O Sistema Financeiro

laitman_220Opinião (Egon von Greyerz Entrevista): “Nenhuma grande nação no Ocidente pode pagar suas dívidas …. Então, vamos ver uma implosão combinada de  $ 200 trilhões de dívida e US $ 1,5 quatrilhões de derivativos.

“Isso vai levar à mais histórica destruição de riqueza já vista nos mercados de ações globais, com bonds e mercados de propriedades caindo pelo menos 75-95%. O comércio mundial também se contrairá dramaticamente e veremos uma enorme dificuldade em todo o mundo… a rede de segurança do Serviço Social que as pessoas no Ocidente têm se acostumado desaparecerá. No final, o total da impressão de dinheiro estará na casa das centenas de trilhões e possivelmente até quatrilhões de dólares. Essa será a fase final de levar o valor do dinheiro de papel atual ao seu valor intrínseco, que é zero. Praticamente todas as moedas de papel já estão abaixo de 97-99 por cento em relação ao ouro nos últimos 100 anos desde que o Fed foi fundado. Assim, há apenas 2-3 por cento restante que ainda deve desaparecer”.

Meu Comentário: Assim como eu sempre digo, o sistema de gestão do nosso mundo, do nosso ego, é o mesmo em todos os níveis da natureza (inanimado, vegetal, animal e falante). Assim, a crise está sendo revelada em nosso mundo simultaneamente em todas as áreas, da ecologia até as nossas vidas. A gestão superior conduz todas as partes da natureza, começando com o ser humano, a criatura mais alta, inteligente e sensível, para a qual se dirige toda a atividade e influência dessa gestão, a todos os estratos e partes da natureza. Uma vez que tudo depende dos seres humanos, cabe a eles levar todo o nosso mundo, todos os sistemas, ao equilíbrio. Mas enquanto não começarmos a fazer isso, o colapso geral, o Armagedon, se aproximará de nós. O colapso não está vindo para nos aniquilar, mas para nos forçar a levar a natureza ao equilíbrio.

Treze Por Cento Dos Jovens Na Europa Não Estão Trabalhando Ou Estudando

laitman_926_01Nas Notícias (ru.investing.com): “Informações da Organização Internacional do Trabalho: os jovens de hoje estão vivendo um sentimento de incerteza sobre o futuro. Eles têm pouca esperança e chance de prosperidade. Na Europa, 12,7% dos jovens não estão trabalhando ou estudando. Há uma tendência preocupante no mundo rumo à expansão da desigualdade entre as nações e dentro das próprias nações.

“Hoje, 1% da população do mundo é de cidadãos mais ricos e tem o mesmo nível de renda compatível com 3,5 bilhões de pessoas mais pobres.

“Por outro lado, os sistemas de segurança social que são bem calculados podem causar um aumento da renda da população e seu consumo interno pelo desenvolvimento do capital humano e produção. No entanto, para nossa grande tristeza, como indicado pelas informações da Organização Internacional do Trabalho, hoje, 76% da população geral do mundo vive sem apoio social e segurança adequada”.

Meu Comentário: Os governos não terão escolha, senão fornecer os produtos e serviços necessários para toda a população, o trabalhador e o desempregado. Embora isso não irá eliminar a deterioração da população, pode levar à tomada de consciência da necessidade da Educação Integral. Caso contrário, vai despertar conflitos que são susceptíveis de levar às guerras civis ou mundiais.

A Era De Israel Começa

laitman_547_06Opinião (Entrevista com o Dr. Guy Bechor, fonte do artigo): “A Idade da Pedra não acabou porque eles acabaram com as pedras, mas porque novas tecnologias apareceram e os seres humanos aprenderam a trabalhar com metais. A era do petróleo está chegando ao fim, nestes dias, e isso não é porque temos que ficar sem petróleo, mas porque a revolução do gás está acontecendo.

“A redução do preço do petróleo levou a uma grave crise na Rússia e em todo o mundo árabe, o xisto trará um colapso ao resto do mundo árabe. As nações árabes vão cair, poderosas tribos vão pegar em armas e começarão a conquistar cidades e vilas, matando e roubando. A economia de Dubai entrará em colapso no ano de 2015, Jordan vai desaparecer dentro de um ano e para o Irã esperamos convulsões graves num fundo étnico e político. Hamas e Hezbollah vão perder seu poder e influência. Num mundo em que não haverá falta de recursos energéticos, não haverá dinheiro para mantê-los. É assim que a era da tecnologia começa, algo que dará grande vantagem a Israel.

“A revolução do gás vai transformar os Estados Unidos no maior produtor de petróleo e gás, algo que deixa a política do Oriente Médio em suas mãos. Este é o começo do fim do paraíso para os principados de petróleo sem valor, do totalitarismo feudal da Península Arábica. Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Bahrein, Omã, Catar, Kuwait, a economia dessas nações foi inteiramente baseada no preço do petróleo. Os cidadãos destas nações não trabalham; todo o trabalho para eles é feito por trabalhadores estrangeiros. Uma estrutura como essa não vai manter a sua posição num período de turbulências econômicas. E mesmo que os principados da Península Arábica recebam dinheiro suficiente para sustentar a sua posição por mais alguns anos, é duvidoso se dentro destes poucos anos eles serão capazes de mudar e reconstruir sua economia. No momento em que o dinheiro se esgotar, rebeliões e tumultos começarão.

“Em um ano ou dois os Estados Unidos estarão prontos para exportar gás e petróleo, os países árabes se tornarão uma fonte de energia para os concorrentes. As prioridades geopolíticas dos Estados Unidos vão mudar. Portanto, os sauditas estão atualmente em pânico, porque a sua política externa foi baseada na dependência americana do seu petróleo. Eles vão abrir mão de seu financiamento do terrorismo global, a violação dos direitos humanos e da absoluta falta de democracia em suas nações. Há alguns anos, o barril de petróleo subiu para 150 dólares; desde então os preços têm reduzido em dois terços. A um preço acima de 40 dólares por barril, a produção de energia a partir do gás torna-se mais rentável. Isto significa que os sauditas podem retornar à sua posição anterior apenas se eles baixarem o preço para 30 dólares por barril.

“A Rússia também está experimentando uma forte crise por causa desta revolução. Mas a chance de mudar e reconstruir a economia russa são melhores do que são para os nossos vizinhos árabes, que simplesmente esqueceram o que é ganhar a vida. O período de inovações, nanotecnologias e alta tecnologia chegou, o início da época de Israel; gostem os nossos vizinhos ou não”.

Meu Comentário: Nesse meio tempo, Israel vai despertar uma instabilidade muito maior no mundo do que todos os outros povos e nações do mundo juntas. Como a sabedoria da Cabalá explica, isso está acontecendo justamente porque o destino de Israel não é a vitória sobre os nossos vizinhos com inovações, nanotecnologias e alta tecnologia; é para demonstrar ao mundo a ideia, teoria e prática da união de todos acima do ego global. Este método não existe para ninguém, exceto o povo de Israel, e, especificamente, isso é o que é necessário para o mundo, e não a nova tecnologia, enriquecimento e controle. Especificamente, se Israel fornecer o presente da tecnologia da conexão e união ao mundo, ele e o mundo vão continuar a existir!

Um Perito Para A Próxima Fase Da Crise

laitman_263Opinião (David Corovich, Físico, Ecologista): “A Zona do Euro está a caminho de uma depressão profunda. Durante o curso do próximo choque econômico, a infecção pode se espalhar mais rápida nas cadeias de fornecimento globais, desencadeando uma crise econômica global.

“Nossa dependência mútua significa que todos nós nos encontramos juntos nisso. A turbulência financeira pode se espalhar por todo o mundo em alguns segundos. Nas grandes cidades modernas há estoques de comida para três dias.

“Quando a economia afunda, a capacidade de cuidar de dívidas antigas desaparece, e os devedores ficam sem a capacidade de pagar as dívidas. A crescente complexidade empurra o sistema mais e mais longe do equilíbrio. Dezenas de bilhões de conexões mútuas na cadeia de abastecimento são complexas demais para alguém entendê-las completamente.

“As decisões políticas são baseadas em modelos para as obsoletas condições econômicas estáveis​​. A crise econômica provoca uma fragmentação na sociedade. Temores que se propagam e o crescimento do nacionalismo são sinais da crise econômica.

“A expansão da produção em larga escala nas grandes áreas de produção, como os Estados Unidos e a Índia só irá agravar a situação. A crise que vem será imensa, o mundo não pode se preparar para ela. A tensão crescente na economia global a torna cada vez menos flexível”.

Meu Comentário: É por isso que não podemos esperar por melhores condições para disseminar o método de correção do mundo; nós precisamos investir todos os nossos esforços para que as verdadeiras razões da crise e a saída dela sejam conhecidas por todos.

O Extremismo De Direita Na Europa, Parte 1

Laitman_419O Extremismo De Direita Levanta Sua Cabeça

Pergunta: Na Europa, o nacionalismo extremo está se tornando cada vez mais popular, levando consigo a xenofobia, o neonazismo e a oposição à União Europeia. Recentemente, políticos radicais de direita comemoraram uma grande vitória nas eleições para o Parlamento Europeu.

Pela primeira vez, uma representação considerável foi recebida por um setor que se opõe à imigração e, por vezes, vizinho da ideologia neonazista, se não que a apoia.

A Frente Nacional Francesa sozinha, liderada por Marine Le Pen, ganhou 24 assentos no Parlamento Europeu. O Partido Progressista da Noruega, de extrema direita, recebeu mais de 16% dos votos. O Partido Finlandês ganhou 18%, e os holandeses de extrema-direita tomaram 10%. Os mesmos processos estão ocorrendo na Áustria, Hungria e outros países.

Analistas e comentaristas citam três razões principais:

  1. Elevada taxa de desemprego, deixando muitos jovens sem trabalho.
  2. A crise econômica que varre todo o continente europeu.
  3. Decepção com as políticas anteriores que não conseguiram atender às expectativas.

No geral, vemos como a difícil situação está levando à intensificação dos sentimentos de extrema-direita. Como exatamente funciona esse mecanismo? Como problemas e dificuldades em diferentes reinos levam as pessoas a acreditar que este segmento específico do espectro político irá ajudá-los?

Resposta: Eu acho que os conceitos de direita apelam aos europeus. Afinal, eles propõem cuidar de si mesmos, não dos imigrantes: “Nós não temos trabalho, temos subsídios sociais reduzidos; por que devemos cuidar de pessoas de fora?” Se nós os utilizamos para realizar determinadas tarefas por um determinado período de tempo, isso é outro assunto. No entanto, em vez disso, a maioria deles se estabelece no país e não se preocupa com emprego.

Em muitas cidades europeias, esta se tornou uma cena familiar: no meio do dia, as ruas estão cheias de pessoas de origem imigrante. Elas passam o tempo de braços cruzados enquanto os europeus nativos trabalham. Então, por que eles deveriam assimilá-los e pagar-lhes dinheiro?

Além disso, muitos estão insatisfeitos com o choque de civilizações, dizendo que eles são contra nossa cultura, contra o nosso sistema educacional. Eles não querem saber de nós, se tornar como nós, se integrar na nossa sociedade. Eles geralmente são repelidos pela absorção no ambiente europeu. Então, por que eles estão na Europa?

Eu fiz pessoalmente essas perguntas décadas atrás, quando o Reino Unido abriu pela primeira vez as suas fronteiras aos imigrantes de suas ex-colônias. Era totalmente incompreensível para mim que os europeus se regozijassem por receberem pessoas que eram extremamente distantes da Europa em sua mentalidade. Um símbolo de boa vontade é uma coisa, mas uma porta aberta para o bem de metas partidárias no quadro da luta política é algo totalmente diferente.

Enquanto os partidos que chegavam ao poder se preocupavam com a sua própria reputação e antecipavam qualquer crítica em sua direção, o afluxo de imigrantes continuava em expansão. Por fim, milhões de novos cidadãos preencheram grandes cidades, demarcando bairros inteiros e estabelecendo a sua própria ordem, por vezes no lugar da polícia que prefere ignorar essas áreas. Mesquitas estão sendo construídas, feriados muçulmanos celebrados, e um espírito totalmente diferente é trazido de seus países de origem reina lá.

Nos EUA, a coexistência de diferentes nacionalidades originalmente foi construída em princípios diferentes. Os Estados Unidos foram criado como um “crisol” onde todos se misturaram entre si e formaram a cultura americana, ainda que em torno de um núcleo anglo-saxão. Na sua base reside o elemento de pioneirismo, conquista e desenvolvimento de novas terras, uma mensagem totalmente diferente.

A Europa, no entanto, com a sua cultura milenar, assimilou povos que a ignoram completamente. Portanto, há um grão de verdade nos atuais movimentos de direita. Eles querem proteger sua pátria, seu país e seus filhos, a quem eles preferem dar os recursos que são atualmente despendidos com imigrantes. Em suma, há muitas premissas justas em suas reivindicações, e elas certamente vão se intensificar cada vez mais.

Enquanto elas permanecerem dentro da lei, eu não vejo do que eles podem ser acusados​​. Nos que eles estão errados? No fato de que não querem aceitar imigrantes e pagar por eles? Eles devem ser responsáveis ​​por isso? Onde está escrito? Alguém está ganhando capital político com isso, o tempo todo, depois de subir ao poder, extraindo ganho pessoal disso. Portanto, por que a Noruega, Suécia e outros países deveriam ser preenchidos com imigrantes quando viveram por centenas e milhares de anos num estado “congelado”? Enquanto isso, a Europa abriu as suas portas, e este processo ganhou impulso.

Pergunta: Será que podemos dizer que a história está se repetindo? Antes da Segunda Guerra Mundial, houve uma crise econômica e massas de pessoas não conseguiam encontrar trabalho. Isso se tornou uma base “notável” para a ascensão do fascismo.

Resposta: Se na Europa de hoje todos estivessem trabalhando e imigrantes também se juntassem à força de trabalho para que a produção crescesse e contribuísse para a prosperidade, os gritos do radicalismo de direita não teriam lugar.

No entanto, existe uma escassez de postos de trabalho e orçamentos sociais estão sendo cortados. Além disso, eles são cortados de tal forma que os fundos fluem de cidadãos nativos para os novos, e as pessoas não concordam com isso.

Além disso, a incapacidade de estabelecer relações internacionais adequadas está desempenhando um papel aqui também. Os iniciadores da unificação europeia esperam benefícios econômicos disso, mas falham em considerar essa unidade das nações numa cultura comum, educação comum, e em geral, numa base comum. Afinal de contas, a União Europeia não é apenas uma palavra; ela deve significar um determinado território unido, uma reserva comum, um espaço sócio cultural conjunto.

A Europa de hoje, no entanto, não tem nada disso. Bancos? Indústria? Eles mal lidam com o papel de unificadores quando são capazes de demonstrar benefícios momentâneos. É claro que essa unidade está destinada a se tornar um fiasco e só fornece mais uma razão para a ascensão da extrema-direita.

Continua…

De KabTV “Uma Nova Vida” 09/09/14

Um Passo À Frente

laitman_426Nas Notícias (svpressa.ru): “O mundo à nossa volta está mudando inevitavelmente, e as mudanças são globais. O que está substituindo a ordem mundial existente?

“O estado da economia mundial sugere que o capitalismo se tornou global, não permanecendo nos mercados de exportação, e é precisamente a expansão econômica do capitalismo a principal força que leva ao desenvolvimento, mas não está pronto para deixar a sua posição dominante, estando à sua disposição o aparelho do Estado, o exército, a polícia, dinheiro, meios de comunicação, tudo o que é necessário para manter o domínio e o lucro.

“Mas todos estes mecanismos não podem resolver os problemas; eles só adiam o inevitável: em vez do capitalismo, o socialismo deve vir, não como no exemplo da União Soviética, mas o verdadeiro socialismo, onde os meios de produção pertencem à sociedade, enquanto que na União Soviética pertenciam à nação. E a própria nação será anulada por causa da ausência de uma necessidade por ela, enquanto na União Soviética a nação foi reforçada e a sociedade tornou-se seu apêndice.

“O socialismo é uma construção social, uma democracia direta, com a responsabilidade de todos os membros da sociedade por todos. Para isso as pessoas devem ser educadas para a cooperação e ajuda mútua. A essência da economia é a distribuição de recursos. A essência do capitalismo é a sua acumulação e não a sua distribuição. Estima-se que para construir um objeto grande, a decisão de uma pessoa que tem recursos suficientes é necessária.

“Mas as pessoas ganham dinheiro não para servir a sociedade (construir, fabricar produtos), mas para o lucro, para alocar recursos do volume de negócios sociais para as necessidades da elite. Ultimamente, vemos de uma forma particularmente clara o empobrecimento da população e o enriquecimento das elites. Os fabricantes estão fazendo de tudo para estimular a demanda, ou seja, obrigar a pessoa a comprar tudo novo. Toda a indústria da moda só existe para obrigar uma pessoa a se livrar de coisas “antigas” e comprar novas.

“Com as impressoras tridimensionais é possível imprimir qualquer coisa útil (utensílios de cozinha, móveis, roupas e assim por diante). A nanotecnologia possibilita a criação de materiais sintéticos para elas com propriedades predeterminadas. E sua distribuição generalizada tornará a produção em massa desnecessária”.

Meu Comentário: Tecnicamente está tudo bem, exceto por uma coisa: tal desenvolvimento é contrário à natureza humana. Sua natureza só pode ser alterada de egoísta para altruísta através do método da Educação Integral - a sabedoria de conexão, que é baseada na sabedoria da Cabalá. Então as pessoas serão capazes de compreender como resolver o próximo nível do desenvolvimento humano de forma técnica e tecnológica.

O Extremismo De Direita Na Europa, Parte 3

laitman_547_05Unidade que Semeia Disputa

A característica mais proeminente da extrema direita na Europa é que eles são contra a atual União Europeia. Além disso, cada nação tem seus próprios neonazistas, e eles também não querem se unir.

Isso ocorre porque eles olham para o óbvio fracasso de gestão da União Europeia. Em última análise, as nações mais bem-sucedidas são obrigadas a pagar o fundo geral europeu para as nações menos bem-sucedidas.

E aqui as razões para o sucesso e o fracasso não são importantes; o que importa é o resultado: ninguém quer as atuais políticas em curso, incluindo as nações menores.

Por exemplo, no momento da minha última visita aos países bálticos, as pessoas estavam reclamando do fechamento de fábricas. Elas tinham uma excelente indústria de laticínios, mas para entrar na União Europeia, era necessário destruí-la e passar para produtos importados.

O mesmo se aplica ao poder. Se no passado eles mesmo se abasteciam de eletricidade, agora são totalmente dependentes dos fornecimentos de energia europeus, pelos quais ainda têm que pagar. E estas são apenas duas cláusulas da lista.

Em última análise, os países bálticos foram deixados sem produção industrial e seu padrão de vida diminuiu. Na verdade, eles são membros da União Europeia e sua moeda é o Euro, mas para ganhar este Euro para a sua subsistência eles foram forçados a trabalhar muito mais do que os moradores de outras nações europeias. Portanto, não é de se surpreender, um grande número de pessoas deixou a Europa para ganhar a vida, e a maior parte teve que deixar suas famílias.

Outro exemplo é Portugal, onde eles “fecharam” uma grande indústria pesqueira.

Então, que união é essa se ela é benéfica apenas para algumas nações ricas? A divisão em ramos industriais “corta” domínios operacionais nacionais inteiros aos quais eles foram cultural e tradicionalmente adaptados e que foram historicamente seus ativos. Pessoas ficaram carentes de tudo, e este foi o maior fracasso da liderança.

Como resultado disso, além da xenofobia, a hostilidade e o ódio entre todos os tipos de nações europeias também foram criados.

Por exemplo, toda a Europa considera a Grécia um fardo pesado. Por sua parte, os gregos se perguntam: “O que fizemos para entrar na União Europeia? Anteriormente nós nos dávamos bem, e agora só piora para nós. Por causa de suas leis, nós ficamos mais pobres e somos forçados a pedir uma compensação monetária de vocês. Mas essa ajuda também está ligada à exigências severas; de forma tão essencial nos encontramos na escravidão”.

Os mesmos processos estão sendo organizados em todos os lugares. Aqueles que são ricos e fortes no “estado democrático” Europeu se beneficiam em detrimento de outros.

Continua…

De KabTV “Uma Nova Vida” 09/09/14

Que tipo de vida estamos preparando para os nossos netos?

Pergunta: As pessoas hoje desfrutam de uma vida abundante, e a economia está baseada nisso. Uma pessoa define seu desenvolvimento corporal como uma meta. Ela sonha em comprar um carro novo e uma nova casa.

Será que uma pessoa recebe prazer, não de aquisições materiais, mas de laços sociais, quando ela atinge o novo nível de desenvolvimento humano?

Resposta: Uma pessoa recebe prazer ao atingir a força superior.

Uma sociedade consumista chegará a um completo beco sem saída, e quando o desespero for sentido a partir disso, nós teremos que explicar que há uma solução, mas é uma nova educação e ensino para todos.

Baal HaSulam disse que o grande erro dos revolucionários russos no início do século passado foi que eles não agiram por amor ao Criador.

Isto é realmente o que ficou em seu caminho para construir o estado correto.

Eles não levaram em conta o regime geral que exige a nossa unidade, a fim de alcançar um nível espiritual superior. Eles não definiram uma sublime meta, para si mesmos, que iria fornecer uma solução para a vida corpórea e para alcançar existência eterna.

Não há uma solução em nossa vida corporal. Nós só podemos fechar os olhos e ignorar o fato de que estamos condenados a morrer como se não nos preocupássemos com o que o futuro traz. No entanto, é claro para todos que o homem não é eterno.

Todos os problemas atuais da sociedade derivam do fato de que as pessoas não têm resposta para o sentido da vida e para o quê estamos vivendo. Esta é a razão porque as organizações terroristas e guerras religiosas estão crescendo mais forte, trazendo, assim, o mundo à beira de uma nova guerra mundial.

De onde é que tudo decorre, enquanto há tanta afluência material no mundo moderno? A razão é que as pessoas não entendem o que estão a viver, e assim há tanta confusão no mundo.

No entanto, há uma solução, e a sabedoria da Cabala oferece-a para nós. Não se trata de simples correção da economia, a fim de proporcionar a todos os produtos que desejam, mas na verdade ela dá à pessoa muito mais.

A economia serve apenas para fornecer o que precisamos a fim de existir, mas o objetivo principal é para ascender a um nível mais alto.

Eu não quero que meus filhos vivam a mesma vida que eu vivo, envelhecer e morrer como eu, e que os meus netos e as gerações futuras tenham o mesmo destino também. Quero dar-lhes mais do que esta existência mortal!

[163.041]

A partir de KabTV “A Solução” 24/5/15

Material Relacionado:

A Economia Do Presente E Do Futuro
Economia – Para A Vida E Não Para O Lucro
As Lições Da Revolução

Consumo Racional Numa Sociedade Harmoniosa

Tudo começa com a educação e a informação, incluindo inclusive a nova economia. Mas os economistas querem manter o velho método e continuar a mesma vida de antes, sem prestar atenção às mudanças nas pessoas. Mas você não pode consertar a crise econômica dessa forma.

Primeiro de tudo, é necessário educar as pessoas, preparando-as para a nova etapa do desenvolvimento humano, a vida numa sociedade harmoniosa onde cada um recebe racionalmente o que é necessário. Nós precisamos concordar com o consumo sustentável e, assim, toda a sociedade vai alcançar o equilíbrio.

O desenvolvimento econômico não está em que existem 500 tipos de queijo hoje, e amanhã mais outros duzentos. Nossas vidas devem ser racionais, e o consumo racional significa que não precisamos de nada que seja supérfluo, e queremos examinar a nós mesmos, a sociedade, nossas famílias e todas as nossas vidas do ponto de vista do benefício máximo.

Mas isso não significa que é necessário extrair todos os recursos da natureza e obrigar uma pessoa a trabalhar muitas horas por dia até a velhice arruíne toda a sua vida.

Uma pessoa precisa de tempo livre e tempo para educar seus filhos. As criancinhas não devem ser jogadas em creches das sete da manhã até as sete da noite sem ver seus pais, e quando os pais as levam para casa à noite, já não têm a energia ou tempo para estar com eles.

Pergunta: Mas as pessoas não se sentem miseráveis. Os levantamentos estatísticos mostram que a maioria das pessoas está satisfeita com sua vida. [Leia mais →]

Experimentos com Renda Básica

laitman_626Nas Notícias (facto.ru): “A Holanda começará um experimento social: algumas dezenas de pessoas receberão regularmente uma renda monetária que não depende de suas atividades. Os pagamentos serão feitos pela nação ou alguma outra instituição”.

“Os pagamentos serão pagos a todos, sem exceção, independentemente do nível de renda, sem a necessidade de executar o trabalho. Até mesmo no ano de 1795, Thomas Paine descreveu em seu livro Justiça Agrária uma renda essencial a ser paga pelas autoridades para cada pessoa acima de 21 anos de idade”.

“O experimento deve refutar os críticos; é possível que receber uma renda incondicional reduzirá a pressão excessiva sobre as pessoas, fará as pessoas mais felizes, mas não eliminará o desejo de procurar trabalho. Atividades semelhantes possibilitarão que os homens consigam uma melhor educação, e que as mulheres tirem longas férias para cuidar dos filhos”.

“No Canadá, um experimento semelhante não apresentou um decréscimo significativo no mercado de trabalho, mas mostrou um aumento significativo na qualidade da educação, formação e saúde. Na Namíbia, experimentos foram conduzidos por dois anos, o que levou a uma redução da pobreza, um aumento no esforço ativo, diminuição da criminalidade, melhoria da frequência escolar e da saúde das crianças relacionadas com a nutrição adequada. Na Índia, como resultado de um experimento como este no ano de 2010, houve um aumento da atividade econômica, melhoria da situação habitacional e das condições sanitárias, alimentos, saúde das pessoas e frequência escolar. Em geral, as experiências demonstraram uma influência positiva”.

Meu Comentário: O mundo vai chegar à conclusão de que todos receberão subsídios obrigatórios na condição de que participem de cursos de reeducação.