Textos na Categoria 'Economia'

Escândalo Sobre Os “Documentos Do Panamá”

laitman_263Pergunta: Mais de onze milhões de documentos financeiros confidenciais vazaram de uma empresa legal do Panamá. Acontece que, através dessa firma, empresários, políticos e bilionários evadiram impostos. Entre eles estavam 72 ex-chefes e atuais chefes de governo. Aparentemente, seiscentas empresas israelenses e 850 israelenses estavam envolvidos nessas maquinações. Você acha que eles serão processados?

Resposta: Eu não posso imaginar quem iria processá-los! Não importa o que aconteça, as pessoas poderosas desse mundo, os banqueiros e os chefes de estado, têm fechado grandes contas que estão oficialmente registradas nos nomes de seus filhos e netos, e nada pode ser feito sobre isso. É impossível enfraquecê-los. Eles vão colocar alguns funcionários menores em seu lugar, que serão de repente afastados de seus cargos e eles vão pegar o dinheiro.

Comentário: Ainda temos um presidente e um ex-ministro em Israel que são acusados.

Resposta: Por enquanto, a fusão completa de uma oligarquia com o governo de Israel não tem ocorrido, onde um cobre o outro. E mesmo que você seja meu adversário político ou econômico, ainda temos um acordo privado que nessas áreas, eu não vou interferir, nem você. Isso ainda não se estabeleceu em Israel, de modo que dentro desse país com muitos escândalos isso vai gradualmente passar.

Quando eu cheguei a Israel há 40 anos, era impossível considerar subornar alguém. Porém, nos últimos 40 anos, nos tornamos como todo o resto do mundo. Como resultado, em parte, isso fará com que o mundo perceba que temos que nos livrar de nosso egoísmo, subir acima dele.  Sessenta ou 70% do que ganhamos vai para uma caixa preta e desaparece em algum buraco, que não fornece nenhum benefício!

Se fosse revelado quanto a humanidade ganha, quanto se gasta em seu benefício, e quanto isso causa dano, descobríamos que 90% são prejudiciais!

Pergunta: Será que o dinheiro tem uma raiz espiritual?

Resposta: O dinheiro é uma cobertura sobre os desejos. Se eu puder trabalhar corretamente com o meu desejo, o que significa que eu o utilizo para boas ações, esse desejo é coberto por uma tela chamada “dinheiro” (Kesef, em hebraico), “anseio” (Kisuf, em hebraico). O “ramo” dessa característica em nosso mundo é o dinheiro. O ouro é um metal prejudicial, que simboliza a cobiça, o desejo de lucro, o egoísmo puro. O ouro é Malchut, o dinheiro (prata) é Bina.

Pergunta: Será que essa cobiça destruirá a humanidade?

Resposta: No final, ela levará ao reconhecimento do mal e a humanidade terá que se livrar dela.

Pergunta: Será que isso significa que os governantes do mundo não podem ser punidos? Existe algum tipo de punição para eles?

Resposta: Não pode haver qualquer punição. Nós estamos trabalhando em um único sistema egoísta, e aquele que está numa posição elevada pode fazer o que quiser. Mesmo se alguém ficasse em seu lugar, seria o mesmo.

Pergunta: Será que isso significa que não há nenhuma maneira de sair dessa situação?

Resposta: A única saída é através da educação obrigatória para todos os executivos.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 04/04/16

“A Europa Pode Lidar Com Seus Problemas?”

laitman_926_02Nas Notícias (vz.ru): Os espanhóis esperam reduzir a taxa de desemprego para 20%.

“Claro que mesmo 20% é demais. Mas o principal problema não é esse, mas o fato de que a taxa de desemprego entre os jovens na Espanha é de 51%. …

“O desemprego juvenil pode ser observado em outros países europeus – Itália, Portugal e França. Essa é uma verdadeira bomba, especialmente quando você considera o afluxo descontrolado de migrantes e se lembra de como os jovens desempenham um papel ativo nas revoluções de rua de hoje. …

“Muito triste é o fato de que a resolução do problema do desemprego não é atualmente possível. A Europa é regulada pela elevada taxa de câmbio do euro e com taxas de juros competitivas perto de zero. ..

“Para resumir … O número de desempregados e de pessoas no seguro-desemprego ultrapassou os limites admissíveis, uma solução simples para este problema não existe”.

Meu Comentário: A crise está apenas começando. A Europa tem que compreender que essa é uma crise sistêmica, que só pode ser superada através de uma completa reestruturação das relações sociais, o que só é possível através da educação da sociedade no espírito de unidade, algo que tinha sido dito estar na fundação da União Europeia.

A atitude de desprezo dos criadores da União Europeia com relação à criação da estrutura da UE sob a forma de nações mais próximas da UE terá que ser corrigida. Como resultado de muita nusca, elas serão forçadas a adotar a metodologia de unidade oferecida pela Cabalá.

“Diga Adeus Ao Trabalho Constante: O Futuro Do Freelancing”

laitman_430Pesquisa (nationalt): “Um quinto dos empregos criados nos Estados Unidos depois da crise são empregos temporários. E metade das pessoas que têm trabalhado [empregos em tempo parcial] estão ganhando pouco mais de um salário mínimo. A nova classe social é caracterizada por um emprego precário … e há muito tempo os cientistas sociais alertam que a famosa e afluente classe média americana está encolhendo. Os empregos bons e seguros não estão voltando …

“O que caracteriza o novo trabalho … é que [a pessoa] é constantemente forçada a estar buscando o próximo trabalho, o próximo trabalho a termo, a próxima oportunidade para sustentar a si e sua família por um tempo.

“‘É uma maneira totalmente nova de perceber o que é um emprego. Estes não são postos de trabalho, como os conhecemos. É um emprego de curto prazo; você tem um trabalho hoje, mas talvez não tenha nada amanhã ou no dia seguinte. E quando você está procurando um novo emprego, você não é pago. A pessoa olha e olha, se tornando cada vez mais frustrada. Alguns trabalhadores estão, por natureza, mais à frente da curva, do tipo empresarial, tipo mais despachado. E eles parecem ter um desempenho melhor do que outros no novo mercado de trabalho. Eles são muito confiantes e treinados, enquanto que aqueles que são mais do tipo reticente, silencioso, que só querem fazer um trabalho e são bons nisso, perdem porque não é sua inclinação natural ter que se vender constantemente’, disse Steven Hill, autor de um novo livro sobre o tema.

“De acordo com estudos, empresas que mudaram do emprego permanente para trabalhadores por contrato, reduzem seus custos de trabalho em 30 por cento ou mais, porque não são mais responsáveis ​​pela montagem de uma rede de segurança para os trabalhadores. Muitas teorias econômicas estimularam uma fala entusiasmada sobre essa nova hipereficiência, onde as empresas pagam apenas pelo trabalho”.

Meu Comentário: O Estado terá que encontrar os meios que vão assegurar a todos os cidadãos um nível necessário de subsistência. De qualquer forma, ele vai trazer uma maior uniformidade da sociedade onde a maioria da população receberá uma complementação de renda do Estado.

Portanto, nós estamos chegando mais perto de uma sociedade igualitária. Será possível ajudar as pessoas a cooperar e fornecer-lhes satisfação interior através da educação. Assim, ocorrerá uma mudança social gradual e as pessoas terão apenas o necessário para a sua subsistência, e depois disso, sob a influência da educação, sua realização será a partir da abertura do mundo superior.

Os Fantasmas Do Comunismo

laitman_600_04Nas Notícias (comstol.info): “… Em muitos países ocidentais, os bancos centrais começaram a definir taxas de juros negativas. Elas foram introduzidas na Suécia, Japão, Suíça, e parcialmente pelo Banco Central Europeu. Parece loucura – pagar um dinheiro extra pelo seu empréstimo, mas essa loucura já é uma realidade.

“Os avanços na tecnologia, o trabalho robótico, levam a uma redução dos custos, do tempo de produção e do tempo de lançamento de novos tipos de produtos. Mesmo os produtos podem ser facilmente copiados e os concorrentes os executam a um preço inferior. Sob tais condições, o produto é mais barato, o mercado é saturado, e o capital investido na produção não pode obter nenhuma vantagem no mercado, nem o valor máximo acrescentado. E o consumidor não pode suportar a demanda: ele já adquiriu tudo que precisa. …

“Como resultado, juros sobre empréstimos ou remuneração por trabalho não são particularmente necessários. O dinheiro torna-se tão barato que trabalhar para ele simplesmente torna-se inútil. Os empregadores devem reduzir o tempo de trabalho ou distribuir o dinheiro … de graça. Por exemplo, na Suécia, muitas empresas começaram a reduzir a semana de trabalho em 20%. E na Suíça eles vão introduzir pagamentos ao longo da vida a todos os cidadãos – independentemente de saber se isso funciona ou não – apenas para viver. E o próprio trabalho torna-se uma questão puramente privada.

“E agora? A depreciação do dinheiro, a deflação, a incapacidade de redistribuir valor agregado, o que levará a uma depreciação dos próprios meios de produção, que serão convertidos a zero e até mesmo um valor negativo. E por causa da possibilidade de não trabalhar, haverá um déficit de mão de obra qualificada. Como resultado, as empresas vão distribuir suas ações aos funcionários – apenas como um bônus. E os trabalhadores podem simplesmente resgatar a empresa, tornando-a sua. A propósito, em seus últimos trabalhos, Marx considerou essa opção: os trabalhadores compram os meios de produção para evitar um confronto sangrento com a expropriação das empresas poderosas.

“Tudo isso levará o capitalismo a uma profunda crise, e a humanidade ao comunismo, mas o caminho será muito difícil. Talvez fosse essa percepção que fez com que o Fed (Banco Central Americano) buscasse a menor oportunidade para salvar a taxa de juros, poupando assim o custo dos empréstimos. Mas 18 trilhões em dívida já está tornando tais esforços cada vez menos eficazes…”.

Meu Comentário: O que foi dito na sabedoria da Cabalá por muitos anos está se materializando. No entanto, a solução que tem sido oferecida pela sabedoria da Cabalá permanece não reclamada, apesar da aproximação da realização do caso oposto: conflitos sangrentos.

A Redistribuição Da Riqueza É A Solução Para A Crise?

Dr. Michael LaitmanNas Notícias (inosmi.ru): “O mundo não estava preparado para a crise econômica, na qual muitas pessoas perderam seus empregos. Nestas circunstâncias, a crise dos refugiados irrompeu. …

“A crise atual: este não é um confronto entre Estados. A crise atual: é aqui que a comunidade internacional não pode ficar junta contra este perigo a todas as ameaças, como o terrorismo e as alterações climáticas. Atualmente, como resultado do capitalismo global, quando uma pessoa não tem controle sobre o dinheiro, o fosso entre ricos e pobres está aumentando. Eu acredito que os políticos não devem se envolver em assegurar o crescimento, mas se envolver na redistribuição da riqueza”.

Meu Comentário: A redistribuição da riqueza por si só não resolve a crise. De fato, segundo a pirâmide das necessidades, as coisas mais importantes para uma pessoa são “comida, sexo e família”. Mas é impossível proporcionar às pessoas apenas o que lhes dará prosperidade, lucro e satisfação das necessidades.

O terror é ideológico e, portanto, o dinheiro não se destrói. Uma redistribuição forçada da riqueza é uma revolução, uma guerra civil. Enquanto os políticos estão ocupados com a redistribuição da riqueza, mas no outro sentido, uma vez que 1% da população tem quase toda a riqueza do mundo.

Portanto, nenhuma solução permanece, exceto a reeducação da própria pessoa. Por mais paradoxal que pareça, é necessário mudar as pessoas. Não há outro caminho! Só assim é possível resolver todos os problemas do mundo.

“Segredos Da Saúde Do Organismo Social”

Dr. Michael LaitmanNas Notícias (world.crisis.ru): “O presidente da All-Russian Professional Psychotherapeutic League, Viktor Makarov, observou que entre os atuais problemas, bem como entre os vícios tradicionais, na liderança entre pacientes que pedem ajuda agora estão: ansiedade, ataques de pânico, insegurança e medo do futuro. E os mesmos medos do futuro, cada vez mais estão vindo à tona na Europa. Até recentemente, para os moradores de países desenvolvidos, se eles tivessem seguro, o medo do futuro era desconhecido. Agora, a segurança financeira não pode proteger contra problemas associados com a destruição de valores humanos saudáveis. …

“ Ele [Alexander Yuriev - Doutor em Psicologia, professor de política russa, chefe do Laboratório de Assessoria Política Científica da Universidade Estadual de São Petersburgo] observou que as mudanças pós-globais levam a mudanças significativas na consciência e comportamento do homem moderno. A pessoa que está ferida social e politicamente acredita que a principal condição para a sobrevivência e sucesso é a capacidade de não mostrar qualidades que possam provocar agressividade em amigos ou rivais. A pessoa traumatizada tenta esconder suas emoções: nenhuma surpresa, nenhuma indignação, nenhuma alegria, nenhuma tristeza, nenhuma palavra supérflua. Ela acredita que só a completa impermeabilidade lhe dá paz de espírito, segurança e sucesso. Por trás disso está a experiência da sua acentuada polarização da sociedade em inimigos e amigos …. Mas essa tática de conduta é inútil em tempos de pós-globalização: o homem é “definido” pelos sites que ele pesquisa na Internet, por seu círculo de amigos, pelo seu partido, com quem ele está conectado, e suas rotas de transporte ao redor a cidade, país e mundo - ele vive em uma … ‘casa de vidro’.

“ A.I. Yurev disse que o medo é destituído apenas por uma coisa: o sentido da vida; e o principal sentido da vida é o amor. Ele ressaltou a relação direta entre todos esses fatores, a força da vitalidade, o sentido da vida, os objetivos e valores de uma pessoa. …

“Numerosos problemas do planeta sugerem que precisamos de uma plataforma fundamentalmente diferente, uma perspectiva diferente da vida e a abordagem da psicologia. …

“Assim como todas as doenças físicas aparecem como distúrbios metabólicos, todos os problemas sociais, as doenças mentais, são consequência da violação de um relacionamento saudável entre os seres humanos. O trabalho dos psicoterapeutas deve visar a restauração das relações e valores corretos. Para isso, você precisa de uma definição precisa da espiritualidade.

“ A espiritualidade é um estado da unidade interior do homem com o mundo circundante, uma sensação (ou pelo menos uma compreensão) da interconexão de todos os seres criados como filhos e partes do Altíssimo, do todo. A espiritualidade dá o estado e sentimento de felicidade (I – do Todo-Poderoso vivendo em harmonia com Ele). Quando essa harmonia é quebrada, há um número infinito de diferentes tipos de problemas e doenças. A saúde mental é a base da saúde física, psicológica e social. …

“ O corpo social está doente quando os relacionamentos saudáveis ​​entre os seres humanos são destruídos, quando a saúde mental das pessoas está quebrada. Isso pode ser comparado com o fígado, rins e o estômago deixando de cooperar uns com os outros. Por outro lado, a sociedade é saudável e forte quando há uma espiritualidade elevada – quando se cuida dos interesses dos outros como seus próprios interesses. …

“A cada ano, mais e mais cientistas estão chegando à conclusão de que o mundo que nos rodeia é baseado no princípio holográfico. …

“O princípio holográfico do universo significa que cada parte do universo em um dado momento contém informações completas sobre tudo o que existe. Os cientistas descobriram que todas as células do corpo em um dado momento têm informações completas sobre todo o corpo – de modo que o corpo inteiro pode crescer de qualquer célula. …

“E essa conexão existe entre tudo o que existe. Todos os seres humanos e animais.

“ Todos nós somos partes de uma unidade viva, mesmo que o olho físico as considere erroneamente separadas umas das outras.

“ Os resultados de pesquisas de muitos estudiosos modernos sugerem que todos nós somos parte de um único sistema de energia, que é a coisa certa a ser chamada de Deus.

“ A essência de todas as religiões, todos os exercícios espirituais, é para transformar o egoísmo (egoísmo) em amor. Egocentrismo (egoísmo, auto interesse): é para cuidar do bem-estar deles. Amor: uma preocupação pelo bem-estar dos outros. …

“Nós somos parte de uma unidade viva, estamos sempre conectados uns aos outros como parte de um organismo com o nome de Deus, mesmo que os olhos físicos nos percebam como separados. Quando você causa sofrimento aos outros, você indiretamente causa sofrimento a si mesmo – como uma parte do corpo, que causa dano a outra parte, se machuca.

“As pessoas podem facilmente manter relacionamentos humanos entre si, desde que, pelo menos teoricamente, saibam que são eternas, que são uma alma, não um corpo. Mesmo que elas não se dediquem seriamente a Deus, se elas se comprometerem apenas a alguns – por exemplo, os membros mais velhos da família. Mas elas têm conhecimento de seu propósito e de Deus. …

“ O socialismo é bom apenas se há Deus. Nós precisamos começar o retorno para isso agora ….

“ O espírito do consumismo é a doença da alma, a doença da sociedade. A saúde da alma está em encontrar a felicidade em servir aos outros. … A sociedade de consumo é uma sociedade de pessoas infelizes. …

“O corpo se decompõe quando o metabolismo do corpo se decompõe. O metabolismo no organismo social: são as relações entre as pessoas.

“Uma célula do corpo se comunica com o corpo não diretamente, mas através das células que nos rodeiam. E nós servimos a Deus, não diretamente, mas por meio de Suas partículas que nos rodeiam”.

Meu Comentário: O homem de pensamento chega de forma independente aos mesmos resultados sobre os quais a Cabalá tem falado há milhares de anos. Mas ele não vai ser capaz de revelar o método de correção da humanidade, apenas a sua corrupção e qual é a correção desejável. Porque a correção ocorre por meio da Luz Superior, que é controlada apenas por aqueles que estudam Cabalá. E alguém que não ainda estuda Cabalá não pode sequer compreender o princípio de funcionamento da Luz Circundante. A correcção deve ser feita primeiro por aquele que estuda o método.

O Supermercado Do Futuro

Dr. Michael LaitmanComentário: Todos os anos, cerca de 700 toneladas de alimentos são descartadas na Dinamarca. Agora, pela primeira vez na história, um novo tipo de supermercado abriu na capital da Dinamarca que vende alimentos desperdiçados: alimentos com validade vencida ou embalagens danificadas por um preço 30% a 50% menor que o preço habitual. As pessoas dizem que esse é o futuro do mundo.

Resposta: Basicamente tudo o que consumimos hoje é tão sintético, feito de plástico, papel e madeira, não está claro como eles podem ter uma data de validade.

Você pode acrescentar algo a um produto, não colocar uma data de validade nele, abri-lo alguns anos depois, e é o mesmo. Não haverá sequer qualquer bactéria ou inseto nele porque o produto não é comestível para eles. É comestível para as pessoas, mas não para eles. Eu estou certo de que se déssemos aos animais o que comemos, eles não tocariam em metade do que comemos.

Pergunta: Você acredita que esses supermercados vão durar por um longo tempo? Afinal de contas, muito em breve todos estes produtos não terão data de validade.

Resposta: Eu não acredito que estes supermercados tenham futuro. Nós provavelmente chegaremos à “vitória” da mente humana e preservaremos tudo sem data de validade. Se tomarmos os tomates, por exemplo, que antes eram criados em condições normais, e os tomates que são criados sob as condições atuais, os tomates do passado sequer chegariam ao supermercado, enquanto que os tomates de hoje ficam nas prateleiras por um mês e nada acontece com eles. Você pode até mesmo jogar futebol com eles e depois comê-los. Portanto, toda essa ideia não é mais relevante hoje.

Pergunta: O sistema de uso desses excedentes é relevante?

Resposta: Claro, porque apesar de não existirem mais elementos naturais na nossa alimentação, e existam diferentes conservantes e aditivos, ainda estamos vivos. Portanto, que diferença faz o que o nosso alimento contém ou não. Nós vemos que as pessoas vivem com ele e isso é suficiente. No passado as pessoas viviam até os 40 anos e hoje vivem até os 80 anos.

Pergunta: O que você pode dizer sobre isso do ponto de vista de um Cabalista?

Resposta: Eu estou falando a partir dessa perspectiva, porque se o nosso corpo pode digerir tudo isso hoje e existe, não há necessidade de reclamar e exigir o que tínhamos há 40 anos. Há quarenta anos, não tínhamos os medicamentos que temos hoje e as pessoas viviam até os 40 anos. Hoje, por outro lado, elas engolem comprimidos e vivem até os 80 anos.

É o mesmo com a nossa comida. No passado, nós comíamos tomates frescos, diretamente do jardim para o nosso prato, porque eles poderiam começar a apodrecer no dia seguinte. Hoje os tomates parecem lindos, mesmo depois de um mês, e são transportados por aviões para países de todo o mundo. Não há nada que possamos fazer sobre isso; esse é o nosso desenvolvimento.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 28/02/16

“A Morte Do Dinheiro”

Dr. Michael LaitmanNas Notícias (fondsk.ru): “Os bancos centrais das principais nações ocidentais estão inundando a economia mundial com dinheiro. … O dinheiro [taxas de juro] não só está muito baixo, tornou-se quase de graça. …

“Hoje o dinheiro não pode medir o custo ou o preço de bens e serviços. Um exemplo notável: o preço do petróleo, que pode mudar várias vezes durante o ano. O fato é que os preços do petróleo foram medidos utilizando uma ferramenta que só por inércia nós chamamos de dinheiro. Na verdade, é uma ferramenta banal de especulação, manipulação e redistribuição da riqueza em favor dos donos do dinheiro – aqueles que controlam as máquinas de impressão. Sem exagero, nós podemos dizer que hoje estamos testemunhando a morte do dinheiro.

“As empresas nos domínios da produção industrial, agricultura, construção e transporte não podem fazer investimentos a longo prazo, contratos a longo prazo, ou se envolver em pesquisa e desenvolvimento. Elas não podem sequer participar no comércio normal…. Produtores modernos estão em uma posição que nossos ancestrais estavam milhares de anos atrás, quando não havia tal meio universal de troca de dinheiro.

“Naturalmente, os produtores estão tentando se adaptar à era da morte do dinheiro através da construção de novas relações econômicas. Estas novas relações são chamadas de várias maneiras: …

- Pura troca, que não envolve o uso de dinheiro de forma alguma;
- Troca parcial, que é projetado para minimizar o uso de dinheiro oficial;
- Troca baseada no uso de dinheiro alternativo, que é o dinheiro que não tem status oficial”.

Meu Comentário: No futuro, haverá uma alocação racional de produtos e serviços necessários e suficientes que poderão ser adquiridos em qualquer loja ou ponto de serviço, registrando-se a aquisição na conta de cada cidadão por meio de um código, sujeito à participação bem-sucedida de cada um em um sistema diário de educação pública obrigatória e um trabalho necessário de acordo com a sua distribuição.

“Lutar Está Se Tornando Estúpido”

Nas Notícias (Lenta.ru): “Na história da humanidade, para aqueles diretamente envolvidos no conflito, a guerra sempre foi muito desfavorável, um jogo de soma negativa. Uma vez que ela começa, significa que em algum lugar algo está seriamente quebrado. …

“Uma das partes tinha uma profunda confiança de ter uma esmagadora superioridade. Hoje tais guerras em geral são improváveis, mas não porque não existam impérios e pequenos Estados, mas porque eles não têm outra maneira de avaliar suas perdas. Agora um império avançado acredita que a vida de uma centena de seus soldados é muito mais valiosa do que a vida dos alguns milhões de soldados de um país subdesenvolvido.

“Há também situações em que há um fator externo que ameaça uma perda que seja tão grande que você vai para a guerra para neutralizá-lo e ter uma perda menor. …

“Há também um terceiro fator positivo, quando, em primeiro lugar, alguém lhe pede para iniciar uma ação militar e promete compensar as perdas com lucro …

“Claro, uma das principais causas de muitas guerras é o conflito de agência quando alguns estratos ou elites dentro de uma sociedade obtém benefícios, enquanto a sociedade em geral perde. …

“Um exemplo clássico do impacto da agência: a chamada guerra de desespero, quando a elite ou o grupo dominante no país desencadeia conflitos para permanecer no poder. …

“Como em qualquer jogo, você pode entrar na chamada armadilha, quando os lados são atraídos para a situação, a saída da qual é mais cara do que a entrada nela. Um exemplo clássico: a injeção de ódio no seio da sociedade a uma fonte externa de problemas. Em algum momento, a sociedade desliza para a extremidade e não retorna, e as autoridades não são mais capazes de conter a situação, porque as pessoas estão exigindo guerra. …

“Na minha opinião, o mundo moderno é levado a guerras, em primeiro lugar, a partir da influência de beneficiários externos: terceiros fora do seu espaço. Quais poderiam ser seus motivos? Por exemplo, o enfraquecimento das partes em guerra, se se trata de um terceiro tentando comprar a elite para empurrá-los ao conflito, desinformação e assim por diante. Pode haver um papel a desempenhar e a proteção dos seus interesses. Aqui isso pode servir o seu propósito e desempenhar um papel na proteção de seus interesses. …

“Às vezes, é extremamente importante no negócio aumentar os riscos. Altas margens aparecem apenas quando há riscos elevados (por exemplo, tráfico de drogas). …

“A presença de armas de guerra é necessária para os fabricantes, tanto em termos do aumento da procura dos seus bens direta e indiretamente: quanto mais guerras, mais risco, mais armado o país. …

“Além disso, a guerra pode ser conduzida no interesse de um determinado mercado ou para aumentar o preço dos produtos no mercado. Embora seja possível um bloqueio das rotas de comércio para deteriorar as condições de fazer negócios para os concorrentes. …

“A multidão sempre perde na guerra, bem como os participantes ativos no conflito. agentes internos, também, muitas vezes perdem, mas aqueles fora do contato direto raramente o fazem. Agentes externos em contato indireto, que não são sequer visíveis na guerra.

“Os principais oponentes da guerra: o crescimento do comércio exterior. A guerra nunca começa acima de certo nível de comércio entre os dois países, porque esses valores não podem ser sacrificados. …

“O aumento do bem-estar individual é outra barreira. Há uma fórmula para o qual a probabilidade de guerra entre países é inversamente proporcional ao produto dos quadrados de bem-estar dos cidadãos destes países. Assim, uma boa maneira de evitar um conflito armado: estimular o crescimento do bem-estar material dos cidadãos. …

“Outra barreira: rotação frequente dos agentes. Há uma clara relação entre o número médio de anos no poder de um grupo e o número de guerras em que o país participa. Quanto mais curto o prazo, menos conflito. …

“Além disso, um obstáculo muito sério para a guerra é um bloco de países. Os Estados-membros de blocos militares raramente vão à guerra, exceto quando têm uma vantagem esmagadora. Mas os conflitos com uma vantagem esmagadora estão gradualmente se tornando obsoletos, na medida em que o lado mais forte nesta situação paga um preço mais maior. …

“Gradualmente, o preço da guerra está diminuindo. Para o mundo civilizado o UAV ou míssil de cruzeiro é muito menos valioso do que os comuns. Portanto, por um lado, há uma tendência em aumentar a probabilidade de guerras do primeiro tipo, porque as taxas começam a cair: você pode simplesmente enviar um monte de foguetes em algum lugar e ver o que acontece. Por outro lado, também faz guerra um tipo totalmente diferente de conflito: o chamado confronto não letal ou guerra subversiva, guerras híbridas que estamos vendo agora. Em seu curso não há contornos de frentes, e não está claro, quem está em guerra com quem”.

Dinheiro Não Compra Felicidade

Laitman_201_01Comentário: Após uma extensa pesquisa, os cientistas no Reino Unido descobriram que um alto nível de renda não torna as pessoas felizes. Os resultados foram publicados na revista Personality and Social Psychology Bulletin.

Resposta: Embora haja um ditado que diga que “o dinheiro não pode comprar a felicidade” e as pessoas entendam isso, todo mundo quer dinheiro.

Se você perguntar a uma pessoa moderna o que ela quer mais, dinheiro ou felicidade, ela provavelmente irá responder: “Dinheiro. Assim que eu tiver dinheiro, vou comprar a felicidade”.

O ego, que agora está sendo revelado em toda a humanidade, não precisa de nada além de dinheiro. No passado as pessoas eram menos egoístas, tinham outras inclinações, o seu ego não exigia uma saciedade tão completa.

Comentário: Portanto, de certa forma, você refuta essa pesquisa, que diz que as pessoas veem a felicidade como família, amigos e filhos?

Resposta: Eles chegaram a essa conclusão depois de verificar cuidadosamente a possibilidade de comprar tudo e ver que não funciona.

Mas nós ainda não atingimos o nosso desenvolvimento absoluto. Nós estamos na fase final, que ainda não acabou. A humanidade já percebe que o dinheiro não traz felicidade e que, no final, a felicidade é mais importante do que o dinheiro.

Mas, por outro lado, se um sentimento de felicidade não é construído sobre qualquer base material, é um sentimento falso. É como tomar um medicamento: “Eu sou feliz”. “Qual é o problema?! Por que isso?” – “Feliz”.

Você recebeu algum tipo de injeção e o gozo oprime você, não o deixa se mover, porque você não sente qualquer sofrimento ou vazio, não precisa ansiar por nada, fazer nada. Você ainda não pode compreender os sofrimentos e desejos dos outros; não pode estar conectado com ninguém! Como um idiota, você simplesmente fica no meio do mundo e se sente bem.

Pergunta: Será que isso significa que a felicidade para o desenvolvimento?

Resposta: É claro! Se os maiores artistas, escritores ou músicos não tivessem sofrido, se não tivessem sido internamente infelizes – tivessem eles um pedaço de pão ou não – se não estivessem infelizes em sua busca interior, em sofrimento, será que eles criariam algo? Nunca!

A felicidade não reside imediatamente na definição que começamos a atribuir-lhe. A felicidade só pode ser sentida através da tristeza, apenas acima do que é difícil de encontrar, acima do sofrimento, quando você se esforça – e alcança, luta – e alcança! Quando você deseja – e então alcança, deseja – e, então alcança – isso não é felicidade!

A felicidade inclui simultaneamente sofrimento e prazer acima dela. Esse estado só pode ser alcançado na sabedoria da Cabalá, quando o vazio não fica cheio, mas constrói um preenchimento acima dele. Ambos, vazio e plenitude, existem constantemente! Digamos que eu anseio por algo, e por esse anseio sinto prazer, satisfação.

Felicidade, se definirmos corretamente, do ponto de vista Cabalístico, em sua forma verdadeira, é um estado de infelicidade absoluta e felicidade absoluta ao mesmo tempo – vazio e plenitude, que não se anulam mutuamente.

Então você não precisa cobri-la com dinheiro ou qualquer outra coisa, porque todos os seus espaços vazios estão sendo preenchidos e ficam vazios ao mesmo tempo. Por exemplo, você come algo – e todo o tempo quer isso, bebe algo – e todo o tempo quer isso, vê algo – e todo o tempo quer. Isso significa que os prazeres não terminam, mas só aumentam, e, nessa medida o vazio diminui!

Esta é a sabedoria da Cabalá! A ciência de obter a verdadeira felicidade. E o sentimento de felicidade sem fim o leva ao sentido de eternidade!

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 27/03/16