Textos na Categoria 'Corpo e Alma'

A Idade Em Nosso Mundo E Na Espiritualidade

laitman_565.01Pergunta: Nós somos considerados mais velhos ou mais jovens no mundo espiritual em comparação com a nossa idade neste mundo?

Resposta: É incomparável. Uma pessoa pode ser velha neste mundo, mas pode não existir no mundo espiritual; ela pode nem ser considerada um embrião e nem mesmo uma gota de sêmen espiritual do qual deveria desenvolver.

Da Lição de Cabalá em Russo 19/03/17

Quando Você Alcançar, Você Saberá

laitman_547.03Pergunta: Como é possível saber de que parte da alma uma pessoa pertence?

Resposta: Quando você alcançar, você saberá. Se uma pessoa é atraída e entende que não há mais nada no mundo para ela, além da realização do Criador e seu lugar na criação, é sinal de que tudo está em ordem com sua alma.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/03/17

Elevar Minha Alma

laitman_623Pergunta: O que desperta o anseio dentro de mim de alcançar e adquirir o conhecimento que está escondido de mim, a sabedoria da Cabalá?

Resposta: A alma anseia por sua raiz. Eu quero saber de onde vem minha alma e para onde está indo. O corpo nasce, se desenvolve e morre. E há certa instância que o acompanha, chamada alma, e ela é eterna. Eu gostaria de saber o que está acontecendo com ela.

Por que eu existo neste mundo? Para que com a ajuda do meu corpo perecível, eu eleve a minha alma, mesmo um pouco, ao próximo nível.

Infelizmente, em nosso mundo, essa oportunidade é dada aos indivíduos. Mais corretamente, todos têm essa oportunidade, mas não a sentem e ela passa. Portanto, devemos prestar atenção à oportunidade de elevar a nossa alma e talvez até revelar o Criador nela. Esse é o mérito especial e a realização especial de uma pessoa. Então, sua vida é verdadeiramente vivida por uma boa razão.

Vamos tentar fazer isso. Viver – somos assim e assim vivemos a vida; Morrer – nós, dessa forma, morreremos, mas precisamos tentar alcançar a elevação da nossa alma ao próximo nível.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/03/17

Como Alcançar Uma Alma?

laitman_222A pessoa passa por sofrimentos e muitos anos de busca pelo sentido da vida. Tudo isto se acumula nela gradualmente em um único sistema, um desejo, um anseio, uma tensão interna, que cria um sentimento de que ela precisa descobrir a sua existência espiritual.

Quando ela chega a tal momento na vida, ela é trazida à sabedoria da Cabalá, à sabedoria da revelação do Criador ao homem em nosso mundo, e essa é a alma.

A pessoa entende que, de repente, descobriu um método maravilhoso, uma sabedoria antiga que tem 6.000 anos. Ao estudar esse método, ela vê que tudo o que ele diz é verdade. Ele veste os desejos com os quais ela quer revelar a sua alma, o Criador.

Então ela aprende como isso é feito. Ela esclarece as coisas aos poucos e descobre que uma alma se refere à construção de um desejo de doar e amar os outros, estranhos, inclusive o Criador, de uma forma totalmente não egoísta, sem qualquer recompensa externa para si mesma, tomando e dando tudo, sem saber a quem, para quê, ou como, mas sem receber qualquer prazer com isso de forma alguma.

Pergunta: É isso o que você diz aos alunos que são iniciantes?!

Resposta: Eu lhes digo a verdade. Os novatos não têm para onde correr. O Criador ainda vai trazê-los. Seu plano é predeterminado.

Embora se diga: “Não coloque um obstáculo diante de um homem cego”, eu não considero um obstáculo o que eu digo, porque todos os medos que eles vão encontrar ao longo do caminho serão esquecidos no final. Eles vão ansiar tanto em avançar que vão saltar sobre eles.

Se uma pessoa leva as coisas a sério, ela é preenchida com pensamentos tais como: “Eu não tenho nada nesta vida de qualquer maneira; não quero viver como um animal; realmente não importa se minha vida termina agora ou em mais 20 ou 30 anos; eu quero dar tudo a fim de encontrar tudo”.

Pergunta: Considera-se uma revelação para a pessoa quando ela entende que a sua alma está no atributo de doação, que ela alcança por si mesma, ao não pensar em si mesma, mas nos outros?

Resposta: No início, a pessoa não entende isso. Somente quando começa a mergulhar no método e a se aproximar deste estado é que ela vê até que ponto é totalmente imaginário e impossível se satisfazer. Para ela, o desejo de doar e amar alguém simplesmente não existe. Quando ela examina a si mesma, vê que está pronta para tudo, menos isso. Na verdade, isso é o que a convence de que o amor e a doação são realmente o caminho correto.

Mas como você alcança isto? Aqui, ela descobre que isto é alcançado com a ajuda do grupo e de ações especiais nele, quando ela gradualmente sai de si mesma. É de acordo com o grau de seus esforços que ela começa a receber ajuda de cima, e gradualmente percebe como isso é importante e necessário, e quanto essa é a única coisa que pode existir em nossas vidas já que o resto está programado.

Assim, a pessoa avança gradualmente ao experimentar restrições e pressões. Mas já está claro para ela que este é o único caminho, e é problema seu segui-lo ou não.

Basicamente, todas as nossas ações para alcançar a alma se resumem a evocar e atrair a força que vai me separar de mim mesmo para o ambiente, para o círculo, para a dezena, na qual vou me fundir. Assim, o encontro com o Criador ocorrerá no centro da dezena

A dezena são dez homens que decidiram sair totalmente de seu ego, lança-lo sobre as fronteiras do seu círculo, e aspirar a estar no centro do círculo, no lugar onde trazem somente a aspiração e o anseio pelo Criador.

Pergunta: E o que dez mulheres fazem?

Resposta: A mesma coisa, mas as mulheres têm que encontrar dez homens dentro delas. O anseio pelo Criador é chamado masculino. Nós vamos entender isso mais tarde. No que diz respeito ao Criador, no entanto, somos todos mulheres.

De KabTV “Uma Conversa Sobre a Alma” 30/03/17

Uma Alma

Pergunta:​ O que é uma alma?

Resposta:​ ​Uma alma refere-se ao fato de que somos todos partes de um desejo, que de  acordo com seu volume e seu poder se assemelha ao Criador. Inicialmente estamos em um estado egoísta, o que significa que queremos tudo só para nós mesmos.  Nós todos temos que nos corrigir para que possamos querer tudo com a intenção “a fim de  doar”. A quem? Se o desejo é um, e todos nós somos parte de um desejo, temos de doar ao  Criador.

Quando damos e concedemos ao Criador, o Criador dá e concede a nós, e nós nos tornamos  parceiros e conectados na doação mútua entre nós que é chamada ​Dvekut​ (adesão).  Este é realmente o estado que temos de alcançar. Esta é a razão que toda a humanidade,  sendo partes de uma alma, precisamos ajudar uns aos outros para revelá-la, alcançá-la, e  chegar ao estado de eternidade, totalidade e infinito, assim como nosso Criador.

[206476]
De KabTV “Uma Conversa Sobre Alma” 30/3/17

Corpo E Alma Do Ponto De Vista Dos Filósofos Antigos E Da Cabalá

laitman_612Comentário: Como é sabido, muitos filósofos e Cabalistas mencionaram que há muito tempo os antigos Gregos visitaram a Judeia para aprender com os Cabalistas. Por exemplo, o grande filósofo e matemático grego Pitágoras escreveu: “As almas nunca morrem, mas sempre ao sair de uma morada passam para outra. Todas as coisas mudam, nada perece. A alma passa aqui e acolá, ocupando agora este corpo, agora aquele…. Como uma cera é carimbada com certas figuras, depois derretida, carimbada novamente com outras, no entanto, é sempre a mesma cera. Então, a alma, sendo sempre a mesma, ainda usa formas diferentes em diferentes épocas.”

Minha Resposta: Isto se refere à reencarnação. Eu não posso dizer se ele entendeu corretamente o que é uma alma, mas o que ele disse está correto.

Meu professor costumava me dizer que o corpo humano é como uma camisa, que se troca, mas a alma permanece a mesma.

Comentário: Sócrates escreveu: “Assim como você não deve tentar curar olhos sem cabeça ou cabeça sem corpo, não deve tratar o corpo sem alma”.

Minha Resposta: Na Cabalá, por corpo, queremos dizer desejo. Nosso corpo físico não é levado em conta; não é nada mais do que um animal.

Comentário: Aristóteles disse: “A amizade é uma única alma habitando em dois corpos”.

Minha Resposta: É dito de forma bela. Meu amigo e eu somos um todo, estamos separados apenas por organismos animais.

Na Cabalá, um amigo significa aquele que é meu parceiro no trabalho espiritual. E tudo o que eu quero assemelhar ao Criador, eu dou a ele e ele dá a mim, e nós exercitamos juntos como um através do outro podemos nos tornar semelhantes ao Criador. Assim, um campo de doação mútua e amor é formado entre nós, onde o Criador é revelado.

Da Kab TV “Uma Palestra Sobre a Alma” 30/03/17

O Que É A Alma?

laitman_249-02Pergunta: O que é a alma?

Resposta: Uma pessoa tem muitos desejos pelos quais sente o mundo inteiro e a si mesma. No entanto, entre eles, existe tal parte do desejo comum que sente o Criador. Ela é chamada de alma.

Pergunta: Onde está esse desejo, esta alma? Afinal, se perguntarmos a uma pessoa comum sobre isso, ela dirá: “O desejo está dentro de mim; eu desejo”.

Resposta: E se substituirmos seu coração, ela terá os mesmos desejos?

Quando um transplante de coração foi realizado pela primeira vez, todo mundo pensou que resultaria em uma pessoa completamente diferente, mas nada disso aconteceu; nada mudou. Isso significa que os desejos não estão no coração. O coração apenas reage a eles, e, portanto, associamos nossos desejos a ele.

Eu acho que se transplantarmos uma cabeça, descobriremos que nela não há desejos, nem mesmo pensamentos. Os desejos estão fora de uma pessoa. Podem ser divididos em duas partes: egoísta e altruísta.

Nos desejos egoístas, eu sinto a mim mesmo e o nosso mundo inteiro. No entanto, existe a possibilidade de transformar parcialmente desejos egoístas em altruístas. Neles, eu amarei os outros, mas amarei verdadeiramente, não apenas com palavras. Então, neste desejo em que eu amarei os outros, sentirei o Criador.

É como uma saída de mim mesmo, de uma vida para mim para uma vida para os outros. Isso não está no corpo humano. O corpo existe como um animal. Nosso coração é um motor que fornece sangue para todo o corpo. Nosso cérebro controla o corpo animal e nada mais.

Pergunta: O que anima o corpo? Nós andamos, sentimos, respiramos, sentimos a nós mesmos e os outros. Isso não é chamado de alma?

Resposta: Os animais não fazem o mesmo? Isso não tem nada a ver com a alma. Ela não está em nenhuma das criaturas na terra. Existe uma força vital que permite que o corpo exista.

A alma é parte do Criador de cima. Em outras palavras, é um desejo que atingiu um estado de equivalência com o Criador: uma qualidade totalmente abnegada e dedicada de doação e amor. Ela existe fora do corpo do homem, fora de seu desejo egoísta. É um componente adquirido, mas eterno do nosso eu espiritual. Este é o “eu” espiritual de uma pessoa se ela o alcançou, e se ela não tiver, ela é um animal.

Alguns aspiram a ela, alguns não. Mas em qualquer um que desceu de uma árvore e se transformou de um macaco em um ser humano, pelo menos de alguma forma, não importa em que nível, já existe o embrião da alma – isto é, a habilidade e oportunidade de desenvolver a alma. Mas ele está enterrado sob uma enorme camada de egoísmo.

Pergunta: Como podemos chegar a ela para deixar o “broto” sair?

Resposta: Uma pessoa não tem motivação para isso. Ela considera todos os tipos de impulsos nobres, culturais e sociais como sua alma: arte, música e assim por diante.

No entanto, os animais também cantam. Não há nada de especial nisso. Tudo o que uma pessoa desenvolve baseado na essência com a qual nasceu não pertence à espiritualidade, à força superior, mas apenas representa o desenvolvimento posterior de seus desejos, inclinações e pensamentos animais.

Pergunta: Este ponto, o embrião da alma, emite qualquer prazer especial ao qual uma pessoa aspira?

Resposta: Quando uma pessoa realmente aspira a revelar sua alma, ela tem nostalgia terrível, depressão, sofrimento do desejo e, ao mesmo tempo, a incapacidade de encontrar o sentido da vida: para que estou vivendo, por que vivo, quem me controla, como posso sair da estrutura deste mundo e começar a existir fora de suas limitações?

Isso é chamado de aspiração para alcançar a alma. Agora, ela já se manifesta em muitas pessoas, porque de geração em geração nós nos desenvolvemos e alcançamos tais estados em nosso desenvolvimento egoísta que nos afastam da nossa natureza egoísta. O próprio egoísmo empurra uma pessoa para fora de si mesma, dando-lhe sentimentos negativos ao longo de sua existência.

Pergunta: Hoje, o mundo está sendo empurrado para algum lugar por um maior sofrimento, desemprego, robôs que virão e nos expulsarão de nossos empregos, e assim por diante. Esse não é um tipo de avanço da humanidade para entender o que é uma alma?

Resposta: É claro que tudo o que acontece na nossa vida pessoal e social, no mundo, na natureza e no cosmos, só acontece para nos aproximarmos do Criador, revelá-Lo, nos tornarmos completamente equivalentes a Ele, até o ponto de adesão com Ele.

Quando substituímos todos os nossos desejos egoístas por um desejo de nos tornarmos como o Criador em doação e amor ao próximo, e através dos outros, a Ele, isto será a obtenção de nossa alma, sua completa correção.

Vamos deixar nossos corpos, tudo o que vemos e sentimos em nosso mundo através de nossos cinco sentidos animais, corporais. Existe um desejo além disso. Ele é inicialmente egoísta.

Ele deve ser mudado para um desejo altruísta, para a completa doação e amor pelo próximo, isto é, por qualquer pessoa, por todos juntos e por tudo que está fora de você. Então, você começará a sentir o Criador nesse desejo conforme a sua correção. É precisamente este desejo corrigido de recepção em doação, que será chamado de alma.

Alcance sua alma!

De KabTV “Palestra sobre Alma” 30/03/17

Nova Vida # 849 – A Subida Da Alma

Nova Vida # 849 – A Subida Da Alma
Dr. Michael Laitman na conversação com Oren Levi e Nitzah Mazoz

Resumo

Todos nós somos partes da alma geral chamada Adam HaRishon (Primeiro Homem), e cada um de nós corrige sua parte nela.

Quando uma pessoa corrige sua atitude para com os outros em amor, descobre que todo mundo já está corrigido.

De KabTV “Nova Vida # 849 – A Subida Da Alma”, 13/04/17

Apegue-Se À Eternidade

Laitman_025_01Torá, Deuteronômio, 23:14: E entre as tuas armas terás uma pá; e será que, quando estiveres assentado, fora, então com ela cavarás e, virando-te, cobrirás teus excrementos.

Pergunta: Por que a pessoa deve cobrir seus excrementos?

Resposta: Todo o desperdício humano, incluindo o corpo falecido, deve ser enterrado para se submeter a um circuito completo.

Como resultado da vida da pessoa, tudo deve crescer, e o desperdício do corpo e o próprio corpo, de onde toda a energia espiritual desaparece após a morte, permanecem apenas no nível inanimado e, portanto, devem ser comparados à terra.

Em contraste com as tradições de outras nações que embalsamam múmias, os judeus enterravam imediatamente o corpo morto para que ele pudesse apodrecer. Isso era considerado correto, já que o corpo animal simboliza o egoísmo que permanece da pessoa anterior. Ele tem que se dissolver e se transformar em cinzas pela desintegração completa em partes constituintes.

A matéria viva desce gradualmente até o nível que é verdadeiramente inanimada. Algumas comunidades judaicas tinham inclusive um costume de colocar cal em túmulos para que o corpo se decompusesse rapidamente.

Pergunta: Isso significa que a atitude para com o corpo deve ser puramente biológica?

Resposta: O corpo não vale nada, deve morrer. Em nosso mundo, nós devemos usá-lo somente na medida em que é necessário para a ascensão espiritual. Ele não tem nenhum outro valor.

Se você tiver a oportunidade de corrigir algum nível de seu corpo, deve corrigi-lo. Se ele funciona para a correção geral, então faça-a, vá ao médico, tome remédio, e assim por diante. A atitude para com o corpo deve ser puramente mercantilista para que ele nos dê a oportunidade de nos apegarmos à eternidade enquanto ainda estamos vivos.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 19/10/16

O Que É A Mente Coletiva?

laitman_281_01Pergunta: O que é a mente coletiva do ponto de vista da sabedoria da Cabalá?

Resposta: Não pode ser que a mente não seja coletiva porque estamos em um sistema de conexão mútua chamado “Adão“. Este sistema inclui todos os nossos estados dentro dele que são chamados de “mundos”.

Portanto, a mente é uma soma de sinais errantes que preenchem o sistema de conexão entre elementos separados, pessoas ou almas.

É claro que há algo que é revelado às almas e que ainda não foi revelado. Portanto, nós podemos falar do inconsciente, pois existem quatro níveis de revelação em cada um de nós e apenas o último nível nos dá a existência plena e consciente, o que significa que todos os níveis anteriores são encontrados no nível inconsciente.

Se eles vêm de nós, podemos controlá-los; se vêm de cima, praticamente não os sentimos. Mas há uma possibilidade de prevê-los. Isso não é adivinhação, mas alguma presciência, algumas ações que causam a aparência de razão, que nos dão uma ideia da mente interior (inconsciente).

Pergunta: Em nosso mundo, a maioria dos estados de uma pessoa passa inconscientemente. A realidade que percebemos conscientemente constitui uma pequena parte, alguns por cento. Como é na espiritualidade?

Resposta: No mundo espiritual, tudo acontece em relação a uma pessoa que evoca conscientemente seus estados: os anteriores, os que estão acontecendo agora e os que seguem. Em cada um deles é uma parte da própria pessoa, ou seja, parte da criatura e parte do Criador. Ele determina os nossos estados em cooperação conosco. Por definição, Ele pode ser o primeiro, e talvez o segundo. Mas se compreendermos seriamente todos os nossos estados, começaremos a determinar e definir o Criador como a causa principal.

Da Lição de Cabalá em Russo 15/01/17