Textos com a Tag 'REALIDADE'

Reavaliando A Realidade

laitman_292Pergunta: Ao longo da história, houve muitos surtos de várias epidemias no mundo, mas nunca vimos nada parecido com o que está acontecendo agora. O que há de tão especial na atual pandemia para você como Cabalista?

Resposta: A pandemia atual é especial devido à reação completamente diferente das pessoas do que antes. No passado, não estávamos preocupados com isso; qual é o grande problema: gripe aviária, gripe suína. Alguém está com gripe, que assim seja.

Todos os anos, dois milhões de pessoas morrem de vários vírus no mundo. E daí? Nada está errado com isso. Uma epidemia chega e continuamos com nossos negócios habituais. Criamos filhos, os educamos, envelhecemos e morremos de gripe ou não, isso não importa.

De repente, 400 pessoas ficaram doentes no país e o mundo inteiro se levantou, sem saber o que fazer.

Penso que não se trata de gripe ou de coronavírus. Em vez disso, a humanidade passou por uma certa reavaliação interna da realidade. Embora não sintamos, é exatamente isso que nos faz relacionar esses fenômenos de maneira diferente.

Pense nisso: se dermos uma olhada na Terra de fora e 1.000 pessoas morreram lá, isso justificaria interromper toda a produção, trancar todo mundo em casa, proibi-los de sair às ruas e deixá-los sem saber se havia haverá comida na mesa em um mês ou dois? O que está acontecendo?

Observação: A pandemia está dominando o mundo inteiro e nunca pareceu tão global antes.

Minha Resposta: Há um senso de globalidade no mundo. Os Cabalistas falaram sobre isso há muito tempo. A Cabalá sempre vinculou nosso tempo à entrada em uma nova era. E o mundo sente isso. O globalismo, em particular, confere uma percepção especial ao mundo.

De KabTV, “O Coronavírus Está Mudando O Mundo” 19/03/20

Dois Metros De Zona Neutra

232.09Toda a realidade deste mundo precisa ser incorporada em nossas relações com a força superior da natureza. Mas na realidade de hoje existem muitos vazios. Afinal, o que é o coronavírus?

O vírus mostra que, em vez da conexão entre nós, existem áreas vazias que precisam ser preenchidas com os relacionamentos certos. E revelar essas lacunas entre nós nos permite ver que é impossível se relacionar através delas, porque através dessa conexão corrompida transmitimos o vírus um ao outro.

O vírus revelou enormes lacunas entre nós que precisam ser preenchidas com relações amigáveis. E se não podemos construir essas pontes de conexão, é melhor não ir até lá e ficar em casa.

A distância entre as pessoas é desejo, e o vírus revela novos desejos, novas qualidades, novos relacionamentos que precisam ser estabelecidos entre nós. Se através desses dois metros de distância um do outro nos conectarmos de uma nova maneira, tornando-se uma pessoa com um coração, o Criador será revelado entre nós.

O vírus mostra espaços vazios que precisam ser preenchidos com uma boa atitude. E então alcançaremos uma nova conexão, mais semelhante ao sistema de Adam HaRishon. Todas as partes deste sistema comum começarão a trabalhar juntas, em uníssono, no entendimento mútuo. Em vez de impor ao outro o que é bom para mim, darei a ele o que é bom para ele.

Então a distância entre nós começará a desaparecer e o mundo começará a se conectar precisamente através dessas lacunas entre nós. Todas as partes da realidade se unirão e formarão um novo sistema corrigido de Adam HaRishon, dentro do qual o Criador aparecerá, organizará e cumprirá nossas conexões. Esta não é uma distância de dois metros, mas desejos preenchidos com a revelação da força superior.

Levará tempo para entender isso e começar a implementá-lo, mas isso acontecerá e o mundo inteiro falará sobre isso. Ainda não começamos a fechar essas lacunas entre nós com relacionamentos corretos, bons e bondosos. Mas assim que isso acontecer, o mundo verá imediatamente que essa é a solução e a cura para o coronavírus, que essa é uma nova realidade e que o mundo deve ser exatamente assim.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 07/04/20

O Coronavírus Está Mudando A Realidade, Parte 1

laitman_220O Propósito Da Natureza E A Epidemia Global

Pergunta: Do ponto de vista da Cabalá, a natureza tem inteligência? Tudo o que está acontecendo conosco, todos esses golpes, está tudo planejado? Existe uma mente superior ou essa natureza é cega?

Resposta: A natureza é totalmente inteligente. Tem um começo e um fim de desenvolvimento, isto é, um plano para o desenvolvimento da natureza inanimada, vegetativa, animada e humana, e é estritamente implementado.

No entanto, durante sua implementação, surgem todos os tipos de problemas, pois a natureza inanimada, vegetativa, animada e humana está participando desse plano. A natureza humana, como a mais alta, está sujeita a todos os tipos de flutuações, mudanças em ambas as direções.

Uma pessoa tem livre arbítrio, pode mudar a si mesma, ser semelhante ou não à natureza. Nesse sentido, ela muda o caminho de seu movimento. Mesmo assim, seu movimento é direcionado para o mesmo ponto, para o mesmo propósito.

Pergunta: As leis da natureza não são determinadas no nível do homem e da sociedade?

Resposta: Uma pessoa tem um livre arbítrio, o que significa que ela ainda tem a oportunidade de passar do ponto A ao ponto B de maneiras diferentes.

Pergunta: Então, o objetivo final ainda está determinado?

Resposta: Não apenas o objetivo final, mas todo o nosso caminho. Ele pode ser dividido em pequenos segmentos e, em cada um deles, podemos nos mover de uma maneira mais gentil ou indesejável.

Pergunta: No estágio atual do caminho, a epidemia global – o coronavírus apareceu. Todos nós entendemos que havia muitos desses vírus e eles eram muito mais perigosos.

Como essa situação difere das outras da nossa história? É porque hoje somos mais interdependentes, integrais e isso naturalmente coloca sua marca?

Resposta: Sim. Se epidemias anteriores na Europa e em outras partes do mundo não afetaram outros continentes e nações, agora não é esse o caso. Hoje, estamos tão interconectados pela cultura, economia, comércio mundial e tudo mais que não podemos evitar ser uma humanidade unida.

Portanto, os vírus afetam a todos nós, espalhando-se gradualmente de uma extremidade da Terra para a outra. E não podemos escapar, não podemos romper os laços entre nós.

Comentário: A peculiaridade dessa situação é nossa interdependência atual e, mais importante, as restrições desproporcionais impostas pelos governos. Afinal, houve várias epidemias, mas ninguém as tratou dessa maneira.

Minha Resposta: Isso foi antes quando não estávamos tão conectados um ao outro. Hoje, essa conexão se tornou absoluta. É difícil imaginar onde não existe. Acontece que, devido ao vírus, devemos nos distanciar um do outro e cada pessoa deve se isolar dos outros, o que é impossível no mundo atual.

De KabTV, “Coronavírus está Mudando a Realidade”, 12/03/20

Tudo Está Dentro De Nós

281.01Pergunta: Tudo é alcançado pelo oposto. Existe uma ferramenta maravilhosa – perto/longe – e o Criador a usa muito bem em relação a nós. Podemos usar a mesma ferramenta em relação à força superior?

Resposta: É claro que podemos distanciar o Criador de nós ou aproximá-Lo.

Pergunta: É assim que Ele sentirá isso?

Resposta: Não existe “Ele”. O Criador é uma construção especial dentro de nós.

Pergunta: Nós nos afastamos e experimentamos isso nós mesmos?

Resposta: Sim. Não há nada fora de nós, tudo está apenas dentro de nós.

Até o que você sente e experimenta agora – o mundo ao seu redor, com todos os seus amigos e tudo o que você pode imaginar – existe em você, em sua consciência e nada mais.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 15/12/19

O Mundo – Realidade Ou Ilusão? Parte 5

Laitman_011Expandindo Os Limites Da Percepção

Baal HaSulam, “A Essência da Sabedoria da Cabalá”: Agora você pode facilmente concluir que todos os nomes e apelações que aparecem nos livros de Cabalá são realmente reais e factuais, embora não tenhamos nenhuma realização no assunto. É assim porque aqueles que se envolvem nela têm a satisfação completa com sua percepção inclusiva de sua plenitude final, ou seja, uma mera percepção de ações, motivadas e nascidas da associação da Luz Superior e seus perceptores.

O fato é que há um limite para a nossa percepção. A sabedoria da Cabalá diz que você constantemente alcança profundidade, largura, entra em todos os espaços vetoriais e os revela completamente. No entanto, você atinge apenas a realidade que o preenche. E a realidade que não o preenche, você não alcança e nem sabe se ela existe ou não.

Aqui surge a pergunta: como os Cabalistas sabem que existe alguma outra realidade? Eles mesmos a alcançaram? Se sim, por que não falam sobre ela como mais um nível adicional de realização da realidade?

Acontece que eles colocam enigmas diante de nós ou querem nos intrigar de alguma forma, como se dissessem: “Há algo aqui, mas não estou lhe dizendo”. No entanto, essa não é a abordagem deles.

Temos que alcançar a qualidade de doação, a qualidade do Criador. O Criador se posiciona em relação a nós como doador, amoroso e unificador, elevando-se acima de nós, apesar do nosso egoísmo. Ao nos elevarmos acima do nosso egoísmo, podemos explorá-Lo, senti-Lo e nos tornar semelhantes a Ele.

Como podemos fazer para que não sintamos apenas o Criador por causa de nossa equivalência com Ele, mas não O sintamos com nossos próprios Kelim (Vasos) e qualidades? Isto é um problema.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 15/09/19

Mundo: Realidade Ou Ilusão? Parte 3

laitman_214Uma Pessoa É Uma Reação À Influência Da Natureza

Baal HaSulam, “A Essência da Sabedoria da Cabalá”: Este nome é tão tangível e tão próximo de nós como se fosse totalmente percebido por nossos sentidos. Até as crianças pequenas estão familiarizadas com a palavra “eletricidade”, bem como com palavras como pão, açúcar e assim por diante.

Além disso, se você deseja exercitar um pouco suas ferramentas de escrutínio, eu direi que, como um todo, como não há percepção do Criador, é impossível alcançar a essência de qualquer uma de Suas criaturas, mesmo os objetos tangíveis que sentimos com as mãos.

Parece que tudo está claro para nós, mas, de fato, nada está claro. De alguma forma, podemos trabalhar com eletricidade, porque tudo ao nosso redor é a manifestação dessa força. Mas o que é essa força? Nós não sabemos.

Assim, tudo o que sabemos sobre nossos amigos e parentes no mundo da ação diante de nós nada mais é do que “conhecimento das ações”. Elas são estimuladas e nascidas pela associação de seu encontro com os nossos sentidos, que nos dão satisfação completa, embora não tenhamos nenhuma percepção da essência do sujeito.

O fato é que não atingimos a essência de nenhum fenômeno natural, como eletricidade, gravidade, magnetismo e assim por diante, mas apenas seu efeito em nós. Algo me gravita – “Oh, isso significa que há uma força de gravidade e eu posso medi-la”. No entanto, não sei o que essa força realmente é.

A sabedoria da Cabalá diz que, de tal forma, também podemos alcançar o Criador. Nós O alcançamos por Suas ações. Está escrito: “Das Tuas obras Te conheceremos”.

Essa é uma limitação muito séria para nós. Alcançaremos a essência dos fenômenos? Nunca! Mesmo se aspiramos a isso.

De fato, nós, em geral, nem sequer aspiramos a isso. Temos algum tipo de movimento, impulso, mas não sofremos com o fato de não termos isso e, portanto, não temos nada para revelar a essência dos fenômenos naturais. Nós vemos apenas o efeito deles porque nós mesmos somos o efeito.

No entanto, é possível elevar-se acima disso para a realização absoluta? Lá, muito além da plena realização do Criador, começaremos a entrar em contato com o ponto de onde tudo vem. Talvez haja uma oportunidade de sair de nossas sensações dos efeitos e chegar à essência, à verdade.

Em algum lugar lá no fundo nós queremos isso. Porém, onde podemos obter essa sensação, essa falta? O sentimento da verdade, a raiz, a base, a fonte de tudo o que está acontecendo é tão necessário para nós?

Há muitas nuances aqui, e eu gostaria de provocá-lo um pouco, para causar tanta emoção que você desejará revelar isso.

Em outras palavras, todos os fenômenos corporais que atingimos são apenas através da reação de nossos órgãos sensoriais à influência deles. Isto é, somos o efeito, a reação a algum tipo de influência.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 15/09/19

A Realidade É Predeterminada?

laitman_600.04Pergunta: Quanto da realidade é predeterminada? O que está dentro do nosso livre arbítrio?

Resposta: Absolutamente tudo está dentro do nosso livre arbítrio e absolutamente tudo é predeterminado. Isto é, o programa é inicialmente fornecido da partição mais simples e elementar para uma partição cada vez mais complexa. Isso vem da lei básica da natureza. A velocidade da conexão depende de nós.

Não devemos entrar na correção. Não é da nossa conta. Eu devo fazer um esforço para conectar-me sempre que possível, mas em nenhum caso devo dar ordens e determinar com antecedência como devem ser os graus de conexão. Apenas avance.

Eu deveria dar acolher o que me for mostrado como um estado corrigido.

Da Lição de Cabalá em Russo, 12/02/19

Singularidade Do Criador, Parte 6

laitman_938.05A Realização Está Na Conexão Mútua

Pergunta: Em nosso mundo há um espectro de todos os tipos de sentimentos, por exemplo, amizade ou amor. Mas para senti-los, deve haver outra pessoa. Eu não posso sentir amor ou amizade se não houver ninguém além de mim mesmo. O mesmo é verdade sobre o Criador. É a força que é sentida na conexão certa entre as outras pessoas?

Resposta: Claro, isso é sentido em algum material. Eu preciso de interação com outras pessoas, com um grupo.

Pergunta: O Criador é uma forma abstrata impossível de ser sentida se não estiver vestida com algum material?

Resposta: Sim. O Criador me parece um grupo de pessoas que estão conectadas por amor mútuo e apoio mútuo. Então, a força que existe entre elas, não em cada uma delas, mas entre elas, pode ser chamada de “o Criador”.

Pergunta: Isso significa que o poder do amor não existe fora da conexão de várias pessoas?

Resposta: Certo. Não existe.

Pergunta: A Cabalá diz que a essência do Criador é inatingível, assim como a essência de todos os objetos e fenômenos em nosso mundo. O que significa “Sua essência é inatingível”?

Resposta: Isso está conectado com o método de realização. De fato, não alcançamos nada como a “coisa em si”, mas só podemos alcançar algo a partir de nossa atitude em relação a ela.

O acúmulo gradual de impressões positivas ou negativas que me impedem ou me aproximam de diferentes objetos que estão supostamente fora de mim, integrando-se em mim, permite-me sentir como construo meu órgão de percepção.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 10/12/18

Nova Vida # 1127 – O Pensamento Cria A Realidade

Nova Vida # 1127 – O Pensamento Cria A Realidade

Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Tal Mandelbaum ben Moshe

O poder do pensamento funciona de acordo com o objetivo da criação, que é o de avançar a humanidade em direção ao princípio: “E você deve amar o seu amigo como a si mesmo” (Levítico 19:18). É possível usar o poder do pensamento espiritual quando o bem do mundo e o seu bem pessoal são os mesmos. Você pode mudar a realidade para seu próprio benefício caso pense em mudá-la para o benefício dos outros. Alguém que sai de si mesmo para amar os outros começa a sentir que o mundo é governado por um único poder de amor e conexão e descobre o Criador.

De KabTV, “Nova Vida # 1127 – O Pensamento Cria a Realidade”, 20/06/19

Abra Uma Nova Percepção Da Realidade

laitman_961.2Existem três componentes na percepção da realidade: o Criador, os amigos e eu. O Criador está vestido nos amigos e eu quero me relacionar com eles. Isso é chamado: “Israel, a Torá e o Criador são um”.

Tudo depende do que é considerado ilusório e do que é realidade. Uma criança ouve como eu conto a ela um conto de fadas e percebe tudo como a verdadeira realidade, imaginando como Chapeuzinho Vermelho caminha na floresta e encontra o lobo. A criança pode chorar ou rir, ela vive isso. Para mim, isso é apenas ficção, um conto de fadas. Tudo depende do nível em que percebemos o que está acontecendo.

Nós existimos em um mundo imaginário e ilusório. É óbvio que nossos sentimentos são as reações de nossos cinco sentidos, que não podem ser considerados objetivos. Se recebêssemos outros sentidos, perceberíamos uma realidade diferente e viveríamos nela. É tudo uma questão de convenções, consensos entre nós. Não há verdade neste mundo porque não há nenhum indicador contra o qual possa ser avaliado.

Devemos nos sintonizar com uma percepção mais verdadeira do mundo, vivendo de acordo com a lei do amor ao próximo e melhorando constantemente. Podemos, então, entrar gradualmente. Neste trabalho há um período preparatório quando uma pessoa não percebe como passa de grau para grau. Mais tarde, ela deve começar a trabalhar conscientemente. Eu acho que já é possível fazer isso para terminar o feriado de Shavuot dando um verdadeiro meio passo à frente.

Existe uma rede de conexões entre nós que não sentimos. No entanto, devemos nos sintonizar nelas com a ajuda do princípio “ame seu próximo como a si mesmo”. Essa é a lei de uma nova realidade, um novo modo de pensar, um novo desejo e novos relacionamentos.

Um Cabalista vive em dois mundos, em dois estados simultaneamente. Agora eu decido que, junto com os amigos, entrarei em tal sistema de relações. Não há mais nada, e somente através deste sistema eu agora olho para o mundo, para a realidade, começando a me adaptar a este novo mundo através destes novos sentidos chamados “dez Sefirot ”.

Este mundo é uma ilusão em que nascemos. Parece que vivemos neste mundo como num sonho. Logo nos será revelado que toda a vida passada foi um sonho, uma fantasia completa. Toda vez que nos movemos da nossa percepção egoísta para a doação, uma nova realidade nos é revelada, mudanças tão grandes que nos parece que não pode haver mais do que isso.

Na doação, tais espaços se abrem e não podemos nem sonhar. Eu me incluo em meus amigos e através da fusão com eles eu entro em uma nova realidade, como se estivesse em um sonho mágico.1

Não podemos olhar para trás – esta é a lei. Uma nova realidade está se abrindo com base em nossa inclusão nos amigos, e não há mais nada. Temos que aspirar apenas a isso. O mundo é revelado através da conexão – estes são novos sentidos, uma nova realidade, diante da qual você deve se anular, e assim entrará nela.

Cada um de nós nasceu e foi educado com uma percepção egoísta da realidade. Foi assim que fomos calibrados, como uma ferramenta com muitos reguladores. Agora eu mesmo, graças ao despertar interno que recebi, quero me calibrar para uma percepção diferente da realidade, o que só pode ser feito com a ajuda dos meus esforços, do grupo, do professor e do Criador.2

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 09/06/19, “Festa das Semanas”
1 Minuto 56:25
2 Minuto 1:06:00