Textos com a Tag 'REALIDADE'

Singularidade Do Criador, Parte 6

laitman_938.05A Realização Está Na Conexão Mútua

Pergunta: Em nosso mundo há um espectro de todos os tipos de sentimentos, por exemplo, amizade ou amor. Mas para senti-los, deve haver outra pessoa. Eu não posso sentir amor ou amizade se não houver ninguém além de mim mesmo. O mesmo é verdade sobre o Criador. É a força que é sentida na conexão certa entre as outras pessoas?

Resposta: Claro, isso é sentido em algum material. Eu preciso de interação com outras pessoas, com um grupo.

Pergunta: O Criador é uma forma abstrata impossível de ser sentida se não estiver vestida com algum material?

Resposta: Sim. O Criador me parece um grupo de pessoas que estão conectadas por amor mútuo e apoio mútuo. Então, a força que existe entre elas, não em cada uma delas, mas entre elas, pode ser chamada de “o Criador”.

Pergunta: Isso significa que o poder do amor não existe fora da conexão de várias pessoas?

Resposta: Certo. Não existe.

Pergunta: A Cabalá diz que a essência do Criador é inatingível, assim como a essência de todos os objetos e fenômenos em nosso mundo. O que significa “Sua essência é inatingível”?

Resposta: Isso está conectado com o método de realização. De fato, não alcançamos nada como a “coisa em si”, mas só podemos alcançar algo a partir de nossa atitude em relação a ela.

O acúmulo gradual de impressões positivas ou negativas que me impedem ou me aproximam de diferentes objetos que estão supostamente fora de mim, integrando-se em mim, permite-me sentir como construo meu órgão de percepção.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 10/12/18

Nova Vida # 1127 – O Pensamento Cria A Realidade

Nova Vida # 1127 – O Pensamento Cria A Realidade

Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Tal Mandelbaum ben Moshe

O poder do pensamento funciona de acordo com o objetivo da criação, que é o de avançar a humanidade em direção ao princípio: “E você deve amar o seu amigo como a si mesmo” (Levítico 19:18). É possível usar o poder do pensamento espiritual quando o bem do mundo e o seu bem pessoal são os mesmos. Você pode mudar a realidade para seu próprio benefício caso pense em mudá-la para o benefício dos outros. Alguém que sai de si mesmo para amar os outros começa a sentir que o mundo é governado por um único poder de amor e conexão e descobre o Criador.

De KabTV, “Nova Vida # 1127 – O Pensamento Cria a Realidade”, 20/06/19

Abra Uma Nova Percepção Da Realidade

laitman_961.2Existem três componentes na percepção da realidade: o Criador, os amigos e eu. O Criador está vestido nos amigos e eu quero me relacionar com eles. Isso é chamado: “Israel, a Torá e o Criador são um”.

Tudo depende do que é considerado ilusório e do que é realidade. Uma criança ouve como eu conto a ela um conto de fadas e percebe tudo como a verdadeira realidade, imaginando como Chapeuzinho Vermelho caminha na floresta e encontra o lobo. A criança pode chorar ou rir, ela vive isso. Para mim, isso é apenas ficção, um conto de fadas. Tudo depende do nível em que percebemos o que está acontecendo.

Nós existimos em um mundo imaginário e ilusório. É óbvio que nossos sentimentos são as reações de nossos cinco sentidos, que não podem ser considerados objetivos. Se recebêssemos outros sentidos, perceberíamos uma realidade diferente e viveríamos nela. É tudo uma questão de convenções, consensos entre nós. Não há verdade neste mundo porque não há nenhum indicador contra o qual possa ser avaliado.

Devemos nos sintonizar com uma percepção mais verdadeira do mundo, vivendo de acordo com a lei do amor ao próximo e melhorando constantemente. Podemos, então, entrar gradualmente. Neste trabalho há um período preparatório quando uma pessoa não percebe como passa de grau para grau. Mais tarde, ela deve começar a trabalhar conscientemente. Eu acho que já é possível fazer isso para terminar o feriado de Shavuot dando um verdadeiro meio passo à frente.

Existe uma rede de conexões entre nós que não sentimos. No entanto, devemos nos sintonizar nelas com a ajuda do princípio “ame seu próximo como a si mesmo”. Essa é a lei de uma nova realidade, um novo modo de pensar, um novo desejo e novos relacionamentos.

Um Cabalista vive em dois mundos, em dois estados simultaneamente. Agora eu decido que, junto com os amigos, entrarei em tal sistema de relações. Não há mais nada, e somente através deste sistema eu agora olho para o mundo, para a realidade, começando a me adaptar a este novo mundo através destes novos sentidos chamados “dez Sefirot ”.

Este mundo é uma ilusão em que nascemos. Parece que vivemos neste mundo como num sonho. Logo nos será revelado que toda a vida passada foi um sonho, uma fantasia completa. Toda vez que nos movemos da nossa percepção egoísta para a doação, uma nova realidade nos é revelada, mudanças tão grandes que nos parece que não pode haver mais do que isso.

Na doação, tais espaços se abrem e não podemos nem sonhar. Eu me incluo em meus amigos e através da fusão com eles eu entro em uma nova realidade, como se estivesse em um sonho mágico.1

Não podemos olhar para trás – esta é a lei. Uma nova realidade está se abrindo com base em nossa inclusão nos amigos, e não há mais nada. Temos que aspirar apenas a isso. O mundo é revelado através da conexão – estes são novos sentidos, uma nova realidade, diante da qual você deve se anular, e assim entrará nela.

Cada um de nós nasceu e foi educado com uma percepção egoísta da realidade. Foi assim que fomos calibrados, como uma ferramenta com muitos reguladores. Agora eu mesmo, graças ao despertar interno que recebi, quero me calibrar para uma percepção diferente da realidade, o que só pode ser feito com a ajuda dos meus esforços, do grupo, do professor e do Criador.2

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 09/06/19, “Festa das Semanas”
1 Minuto 56:25
2 Minuto 1:06:00

Avançar Rumo À Realidade Integral

laitman_294.2Uma dezena é tudo o que existe em toda a realidade, em todos os mundos. Toda a criação, que evoluiu a partir dos quatro estágios da Luz direta, é chamada de uma “dezena”. Malchut do mundo do Infinito, na qual existem dez Sefirot redondas cheias de Luz infinita, é uma dezena. Não há nada além disso. E o Criador é a Luz do infinito que preenche esta dezena, Malchut.

Então este sistema de dez círculos, as Sefirot, sofre todos os tipos de mudanças. O programa da criação transfere esta dezena de um estado redondo completo para um fragmentado.

Como se para calcular a integral quando a superfície contínua é dividida em um número infinito de quadrados, o sistema de dez “círculos” é quebrado para dividir o trabalho entre multidões de pessoas, entre todas as partes do sistema, para que todos completem seu trabalho particular e se torne semelhante ao Criador. Afinal, a pessoa não pode fazer todo o trabalho imediatamente de uma só vez.

O sistema é transformado de uma “integral” para um “diferencial”, no qual o trabalho é realizado em partes. Dez estágios de trabalho são distribuídos entre os cinco mundos e são adicionalmente divididos cada vez mais. Cada um de nós realiza algum tipo de trabalho em sua célula. Como resultado, todas as partes deste trabalho são integradas novamente, combinadas em um trabalho integral, como uma integral do zero ao infinito.

Todas essas quebras, contrações e descidas são feitas para dar a cada fragmento sua infinitude em sua completude a partir de suas propriedades individuais.

No primeiro estado, era impossível fazer isso porque estávamos todos interconectados de forma integral e infinita. É impossível destruir o ser criado que é oposto ao Criador, para que ele possa atingir o Criador a partir de seu estado oposto e antagônico e deixá-lo “redondo”. Afinal, o círculo já é a perfeição, um Criador menor ou maior.

Portanto, é necessário quebrar esse círculo para dar a cada fragmento diferentes propriedades, lados, ângulos, isto é, restrições. Agora, a partir dessas restrições, a pessoa deve começar a alcançar eternidade, perfeição, integração, conexão de todos com todos. Isso dá um sentimento do Criador e a verdadeira perfeição. É impossível entrar no terceiro estado ignorando o segundo, o fragmentado. Este é todo o nosso trabalho.

É necessário se esforçar para ir do estado 1, passando pelo estado 2, até o estado 3. A correção começa quando uma dez é organizada e aparece diante de nós. Isto é, a correção começou a partir de Abraão, e agora cada um de nós em algum momento cai em um lugar onde tem uma dezena. É assim que começa o avanço em direção ao sistema integral e verdadeiro da força superior.

É necessário se acostumar com essa percepção da realidade. Ela ajuda a mente a superar os sentimentos, como um paciente recebe uma imagem de raio X com a qual não pode discutir – é um fato, e ele precisa tomar remédios e ser tratado. Esta é uma realidade objetiva que está acima de nossas emoções e devemos trabalhar com ela.1

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá, 12/09/18, Lição sobre o Tópico “Disseminação da Cabalá”

1 minuto 0: 10-7: 33

Ilusão, Que Deve Se Tornar Uma Realidade

Laitman_032.01Pergunta: O mundo superior é uma ilusão que deve se tornar uma realidade para nós?

Resposta: Sim, todos juntos temos que revelar o mundo superior e existir nele enquanto ainda vivemos no mundo material. Isso é totalmente factível. Não é nem uma ilusão, porque ilusão é o que a pessoa imagina e não podemos sequer imaginar o que é.

Da Lição de Cabalá em Russo 18/03/18

Todo Mundo Tem Sua Própria Realidade

Laitman_043Pergunta: Há alguma realidade superior que exista independentemente da nossa sensação?

Resposta: Existe uma realidade superior. Se alguém a compreende, ela existe em relação a ele. Se não compreende, ela não existe para ele.

Agora todos nós sentimos a realidade terrena da mesma maneira porque estamos no mesmo nível egoísta.

Pergunta: Em um nível altruísta, nós também sentiremos uma realidade ou cada um sentirá a sua própria realidade?

Resposta: Juntos nós sentiremos um ao outro e uma única realidade. Além disso, todos terão sua própria realidade, mas todos serão semelhantes.

Da Lição de Cabalá em Russo, 18/03/18

Quão Real É A Nossa Realidade?

laitman_766.8Pergunta: Muitas vezes você fala sobre corrigir a percepção da realidade. Como minha percepção da realidade muda e como isso afetará minha vida?

Resposta: Quando estudamos a natureza, aprendemos que diferentes animais percebem a realidade de diferentes maneiras. Por exemplo, uma abelha percebe a realidade na forma de um panorama com múltiplos fragmentos como se não estivessem conectados entre si. Peixe e pássaros têm uma percepção completamente única da realidade.

Agora, estamos falando de visão, mas há animais que percebem o mundo através de ondas de calor, como as cobras. E os cães percebem o mundo principalmente através de cheiros, não através da visão, como as pessoas. Portanto, é óbvio que tudo é determinado pela percepção da realidade.

Parece-nos que vemos a realidade como ela é, mas como sabemos que isso é verdade? Na verdade, estamos apenas pegando algumas ondas de um número infinito de outras ondas. Se pudéssemos ver em um espectro diferente, veríamos uma imagem completamente diferente.

Em essência, a Cabalá explica que a realidade que vemos não existe. Se não estivéssemos atentos à imagem atual da realidade e a considerássemos inalterável ​​e objetiva, mas subíssemos acima das limitações dos órgãos corporais da percepção humana, perceberíamos a realidade fora de nossos corpos. Então poderíamos aprender sobre muitos fenômenos ao nosso redor que ainda não vemos e não percebemos.

Afinal, esses fenômenos nos influenciam mesmo quando não os percebemos. É por isso que não vemos o que vai acontecer amanhã e não entendemos por que algumas coisas acontecem. A vida nos dá perguntas o tempo todo e não temos respostas para elas porque não temos informações suficientes. Portanto, a percepção da realidade é a questão principal na sabedoria da Cabalá.

De “Respostas às Perguntas dos Principiantes” 24/07/17

Como O Ambiente Molda A Realidade?

laitman_942Pergunta: Você diz que a inclusão nos outros vai mudar a percepção da realidade. Como isso vai acontecer?

Resposta: Nós falamos constantemente sobre isso em nossas lições diárias.

Para sentir o mundo superior nós precisamos construir um órgão sensorial , ou seja, um vaso de recepção.

Nós devemos construir este vaso a partir dos desejos egoístas da dezena (dez pessoas), para que ele se torne a soma de todas as nossas boas qualidades que são direcionadas para doação e amor.

Para fazer isso, devemos nos elevar acima de nós mesmos, interagindo corretamente uns com os outros para conectar nossos dez pontos no coração.

HowDoesTheEnvironmentShapeRealitySe tivermos êxito, iremos nos transformar na qualidade de doação e amor e nos tornaremos um instrumento de recepção.

Então toda a Luz superior que está em volta nos preencherá. Esse campo superior será chamado de Criador.

Portanto, precisamos construir um vaso da alma onde a Luz da alma entra.

Da Lição de Cabalá em Russo 27/11/16

De Que Maneira A Realidade Difere Da Ilusão?

Dr. Michael LaitmanPergunta: O que é a realidade? De que forma ela difere da ilusão?

Resposta: A realidade difere da ilusão, tal como é percebida pelos nossos sentidos, na medida em que nos tornamos semelhantes à força superior.

Imaginemos o ego como um vaso no qual percebemos diferentes efeitos. Se corrigirmos uma pequena parte do nosso ego em relação ao impacto superior, sentiremos o mundo superior nesse espaço. Vamos sentir o nosso mundo em toda a parte não corrigida.

InWhatWayDoesRealityDifferFromIllusion

Acontece que um Cabalista vê dois mundos simultaneamente. Em seus desejos não corrigidos, ele vê o mundo corpóreo, e em seus desejos corrigidos, vê o mundo superior, e é assim até que ele se corrige completamente. Em ambos os casos, ele sempre sente tudo dentro de seu desejo.

A fim de sentir o mundo superior, nós devemos primeiro restringir o nosso desejo (Tzimtzum Aleph), depois construir um Masach (tela), a Luz de Retorno (Ohr Hozer), e só então poderemos começar a receber.

Só então começamos a sentir o mundo superior dentro de nós, porque agora uma equivalência de atributos é formada entre nós e o mundo superior.

Da Lição de Cabalá em Russo 27/11/16

Sentir A Verdadeira Realidade

laitman_761_3Pergunta: Qual é a diferença entre a realidade encontrada fora de mim e a percepção da realidade retratada através dos meus cinco sentidos?

Resposta: A realidade que uma pessoa percebe é retratada dentro dela pelo Criador e não por qualquer outra pessoa. Mesmo que lhe pareça que ela está em um mundo físico ou espiritual específico, ela está de fato dentro de um campo mais elevado, o Criador.

O Criador organiza dentro da pessoa suposições, pré-condições, características e limitações particulares em relação a Ele; por enquanto, uma pessoa percebe o Criador na forma deste mundo.

É desejável começar a perceber o Criador da maneira que Ele existe e não em uma forma distorcida pelas limitações de seu egoísmo. Isso resume o trabalho de cada pessoa. O principal é começar a entender que tudo o que acontece a ela é realizado sob a influência da força superior sobre ela.

Da Lição de Cabalá em Russo 27/11/16