Textos com a Tag 'CORREÇÃO'

Reconhecer A Necessidade Da Sua Correção

laitman_231.02Estar de luto é reconhecer a dor em seu coração, que vem do reconhecimento da necessidade de sua própria correção. É impossível corrigir qualquer coisa antes de revelar o dano. Nós não lamentamos de acordo com uma data no calendário, mas de acordo com o estado que está nos preparando para a correção. É por isso que há uma data que nos lembra disso. Na realidade, a correção pode ser realizada em qualquer data e não é necessário esperar que o dia 17 de Tammuz ocorra.

Por trás da história e da geografia da cidade material de Jerusalém (o muro de pedra e o edifício destruído), precisamos ver o que é mais importante: a compreensão espiritual, nossa obrigação de unir nossos desejos, intenções e pensamentos. Essa será a correção do vaso de nossa alma coletiva, destruída pelo pecado da Árvore do Conhecimento.

Essa quebra não foi feita pelo homem, mas pelo Criador, como nossa preparação. Agora devemos corrigi-la; junte todas as partes para que dentro deste vaso possamos descobrir quem e o que é o nosso Criador. Ao revelá-Lo, alcançamos Suas qualidades e pensamentos em nossas mentes e corações, alcançando a correção. É claro que a essência da correção é que nos tornemos exatamente como o Criador e não pensemos em nada material.

Então revelaremos que tudo neste mundo era uma realidade imaginária que realmente não existe. Fazemos tudo isso apenas para corrigir a quebra. O Criador criou um estado oposto a Ele mesmo, de modo que, a partir dele, nós O revelamos.1

O pecado da Árvore do Conhecimento foi orquestrado pelo Criador porque, sem ele, é impossível alcançar a correção. O primeiro homem, Adão, estava em doação como em um anjo que não tinha revelação da inclinação ao mal. Não havia criação ainda, em outras palavras, aquilo que transcende os limites da divindade, da doação. É por isso que uma ação foi necessária para trazer a pessoa para fora dela, o que foi exatamente feito de forma intencional desde cima.

Tudo o mais é apenas a revelação de oportunidades de correção, para as quais a criação não estava pronta. A primeira quebra é a revelação do mal e todas as outras ruínas e problemas são a revelação de nossa fraqueza e incapacidade de corrigir a divisão. A ruína do Primeiro e do Segundo Templos, todo o exílio e sofrimento, deveria ser revelada para que entendêssemos exatamente como corrigir nosso Kli, com que poder, em que forma. Esses eventos, no entanto, não eram mais pré-programados desde cima. Eles foram provocados pela fraqueza do homem, e é por isso que se relacionam com a criação e não com o Criador.2

A ruína do templo é relevante para toda a humanidade, independentemente da nacionalidade ou local de residência. Devemos corrigi-la através da nossa união. Quanto maior o nosso grau de unidade, maior será a destruição que descobriremos – a força do mal contra a força do bem – e nos elevaremos a esses níveis como nos degraus de uma escada.3

Bein HaMetzarim (“Entre os estreitos”) é o estado de uma pessoa, um período em que ela não pode trazer suas intenções ao Criador, especialmente através do grupo. Há muitas pessoas neste mundo que querem se conectar diretamente à força superior. O problema é que esse tipo de apelação não alcança o Criador, uma vez que não percorre o Kli correto.

“Entre os estreitos” é o momento em que a conexão entre eu, o grupo e o Criador é quebrada. Mesmo neste estado, contudo, devemos clamar ao Criador, porque esta é a revelação do mal, como está escrito: “Das angústias, chamei a Deus” (Salmos 118: 5). Em outras palavras, descobrimos que estamos em um estado crítico e, portanto, podemos agora gritar.4

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, 01/07/18, Lição sobre o Tópico: “O Período de ‘Entre os Estreitos’”
1 minuto 1:30:30
2 minuto 1:38:30
3 minuto 1:47:30
4 minuto 1:48:19

Tudo É Corrigido Pela Luz Superior

laitman_239Pergunta: É possível sentir a Luz superior de tal forma que vou começar a ser curado neste mundo?

Resposta: É possível, mas ninguém pode prometer. Não é fácil.

A Luz superior corrige absolutamente tudo em todos os níveis: físico, moral, psicológico, etc. Mas ainda não podemos influenciá-la propositalmente. Chegará a hora em que você ganhará um pouco de experiência e verá que a Cabalá realmente pode fazer tudo.

Pergunta: Por outro lado, você afirma que a pessoa não pode pedir para si mesma. Ou há casos em que você pode pedir para si mesmo?

Resposta: Se uma pessoa é incapaz de se envolver no trabalho espiritual mais elevado porque algo a impede, ela pode pedir para se elevar acima desses distúrbios.

Da Lição de Cabalá em Russo 18/02/18

Não É Punição, Mas Correção

laitman_566.02Pergunta: Existe punição por vidas passadas ou pelos pecados dos antepassados?

Resposta: Não há punições. Por que você acha que faz alguma coisa? Você é governado pela natureza. Você age como ela governa.

Não há punição, apenas correção. Os Cabalistas são a favor da correção de uma pessoa, não da prisão. De acordo com a Torá, no passado, as pessoas que cometiam um pecado eram enviadas para uma das seis cidades do país e tinham que morar lá sem deixar as muralhas da cidade. Lá, elas eram reeducadas.

Observação: Parece que não eu fiz nada de errado, mas sofro mais que qualquer vilão.

Meu Comentário: Isso não é punição, mas o desejo de buscar.

Da Lição de Cabalá em Russo 31/12/17

O Que Acontecerá Com O Mundo Após A Correção?

Laitman_065Pergunta: É dito que O Livro do Zohar descreve todos os estados possíveis do indivíduo e da humanidade. É verdade?

Resposta: Sim. Dentro do Livro do Zohar estão descritos todos os 125 níveis de ascensão de um indivíduo do nosso mundo ao ponto mais alto do mundo espiritual.

Pergunta: Então, o que acontecerá no mundo material?

Resposta: Não vai acontecer nada. O mundo material simplesmente se evaporará da nossa experiência, da nossa consciência, porque nunca existiu senão em nossa imaginação.

Dependendo do nível em que você se eleva, você começa a experimentar o quanto esse mundo se torna cada vez mais efêmero.

Da Lição de Cabalá em Russo, 04/06/17

O Caminho Para A Correção Final

laitman_939.02Pergunta: Nós precisamos nos acostumar com a intenção de dar egoisticamente para que, em algum momento, a quantidade se traduza em qualidade?

Resposta: Em primeiro lugar, a correção não é realizada na massa geral da humanidade, mas, em vez disso, em um pequeno grupo – em uma dezena – onde dez pessoas se reúnem e fazem um pacto que “querem se tornar semelhantes ao Criador”. Ninguém pode conseguir isso sozinho, mas apenas quando todos começam a praticar uma doação entre si.

Nós concordamos entre nós de modo a nos apoiarmos mutuamente, darmos o exemplo, nos anularmos uns aos outros e demonstrarmos a importância do objetivo na unidade entre nós. Desta forma, criamos uma estrutura em miniatura que se assemelha à humanidade – corrigida na sua totalidade -, mas em uma escala muito pequena e não menos do que uma dezena. De acordo com a Cabalá, esta é a melhor maneira de alcançar a correção.

Gradualmente, começamos a sentir estados especiais entre nós, descobrimos os mundos superiores e revelamos o Criador que existe entre nós e as forças que nos conectam.

Começamos a entender que tipos de forças existem, quais deles são chamados de “anjos” e quais são chamados de “animais sagrados”, etc. Começamos a perceber as forças superiores, ou seja, as qualidades de amor e doação. E, o mais importante, surge uma força especial dentro dessas revelações, uma qualidade especial chamada Criador, a fonte de tudo o que existe, que engloba todo o universo e se revela como resultado de nossas ações.

O resultado do nosso trabalho será a sensação de que estamos prontos para absorver toda a humanidade e até o mundo inteiro dentro de nós. Não precisamos trabalhar para esse resultado. Pois, se criamos uma dezena completa, o nosso trabalho dentro dela é suficiente para toda a humanidade ser incluída automaticamente em nós.

Então começamos a nos sentir completamente corrigidos e semelhantes ao Criador que existe junto conosco dentro do nosso pequeno círculo.

A humanidade em geral não sente isso porque não corrige suas qualidades de recepção para a doação ou o egoísmo para o altruísmo, mas nós fazemos. No entanto, a correção final nos obriga a disseminar imediatamente o método assim que algum limiar de correção for alcançado. Esse é o propósito do nosso trabalho.

Portanto, na mesma medida em que eu quero me aproximar do Criador, eu tenho que sair simultaneamente dos limites da minha dezena e disseminar o método para todos os outros. Precisamente dessa maneira, eu me aproximo do Criador e O revelo cada vez mais claramente.

Isso é semelhante a uma imagem holográfica em que eu posso sentir o Criador em um grau muito pequeno, em um pequeno ponto (vermelho colorido no diagrama), como se estivesse olhando o mundo sem óculos e vendo tudo de uma maneira bastante obscura.

Se eu adicionar mais pontos pequenos a esta parte, o foco da imagem ficará cada vez mais nítido, mais completo e com todos os detalhes. Portanto, na verdade, não há diferença se eu revelo o Criador na minha dezena ou em um grupo maior.

Tudo depende apenas da resolução; quando eu entro em um cenário geral e atraio outras pessoas para a minha dezena, juntos começamos a revelar o Criador com mais clareza e precisão, com um entendimento mais completo e uma sensação maior.

É por isso que a própria estrutura do sistema exige que disseminemos. Na medida em que eu disseminar, alcançarei ainda mais o Criador e subirei até o Seu nível até alcançar a capacidade máxima e preencher completamente toda a humanidade passando a Luz superior através de mim. Dessa forma, eu me tornarei igual ao Criador e alcançarei a correção final da minha alma.

Da Lição de Cabalá em Russo 04/02/17

Se Não Há Um Método De Correção – Não Há Judeus

Laitman_006Pergunta: De acordo com a ciência da Cabalá, quem detém o Monte do Templo e a Caverna de Machpelah?

Resposta: Eles pertencem ao povo judeu quando eles estão unidos. No entanto, hoje os árabes estão mais unidos do que nós. Que tipo de correção é possível quando as pessoas estão separadas?

A unificação das pessoas só é possível através do método da sabedoria da Cabalá; só ela pode unir a todos. As pessoas inclusive se orgulham por terem tantos movimentos e facções diferentes: Hassidim e “Mitnagdim”, Ashkenazi e Sefarditas, judeus ortodoxos e os “Kippahs tricotadas” de vários tipos, além de mais uma divisão em “alemães”, “marroquinos”, “romenos” e “russos”.

Isso apenas indica que não percebemos todos como irmãos, mas apenas como camaradas em dificuldades durante tempos difíceis. Nós somos como nozes em um saco que são forçadas a estar juntas porque a pressão externa as mantém em um saco.

Portanto, tais comoções acontecem no Monte do Templo. Eu vejo as forças da natureza por trás de todos os personagens atuando lá. Mas a natureza está em nossas mãos e nós criamos todos os eventos atuais com nossas próprias mãos. Portanto, não podemos esperar algo diferente, porque obviamente nada melhorou dentro de nós de ontem para hoje.

Alguém além da nossa organização fala sobre amor e unidade entre o povo de Israel? Todos riem de nós quando tentamos espalhar essa ideia de unidade através do rádio e dos jornais.

Eles concordam em publicar nossos artigos apenas por muito dinheiro porque falamos sobre o amor e quem precisa disso? No entanto, se escrevêssemos sobre o ódio e conflitos entre lados opostos, ficariam felizes em publicar isso de graça.

Não vale a pena esperar por uma boa vida nessa situação. Está escrito que todos os problemas decorrem da destruição de Jerusalém. Devido ao fato de que há cada vez mais destruição entre nós, os árabes estão ganhando força. Um é contra o outro, quando carecemos da unidade, eles se elevam. Eles só se tornam mais fortes devido à nossa separação. O principal não são as ações materiais, mas nossa falta de conexão.

O mais terrível é que o próprio povo de Israel começa a concordar com as nações do mundo de que não temos direito ao Monte do Templo e à terra de Israel. Se continuarmos dessa maneira, no final seremos informados de que não temos o direito de existir na Terra, como disse Hitler. Inicialmente ele queria expulsar os judeus da Alemanha, mas depois decidiu exterminá-los totalmente.

Se não percebemos a nossa missão de corrigir o mundo, verifica-se que não precisamos estar nessa Terra. O povo judeu é o condutor do método de correção. No entanto, se não o utilizarmos, se não houver método de correção no mundo, não há judeus. Este provavelmente é o próximo estágio e o mundo inteiro concordará com isso, como já aconteceu durante os tempos de Hitler.

Ninguém quer falar sobre isso agora, mas na verdade, todos concordaram com suas políticas. Ninguém protestou contra o extermínio dos judeus. Havia apenas alguns indivíduos extraordinários, os justos das nações do mundo, que ajudaram os judeus, arriscando suas próprias vidas. No entanto, havia apenas alguns deles.

É possível que o mesmo aconteça hoje, todos concordarão que os judeus não têm um lugar nesta Terra. Afinal, o povo de Israel existe exatamente para implementar o método de correção, especialmente no momento em que já são capazes e obrigados a fazer isso de acordo com o programa superior.

Nova Vida 871 – As Etapas Do Método De Correção

Nova Vida 871 – As Etapas Do Método De Correção
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Tal Mandelbaum ben Moshe

Resumo

Por que o reconhecimento do mal é uma fase essencial no processo de correção de nossos desejos? Que meios podemos usar neste processo e qual é o objetivo que todos nós aspiramos? Nós temos que mudar nossos atributos internos para mudar a imagem da nossa realidade.

De KabTV “Nova Vida # 871 – As Etapas Do Método De Correção”, 22/06/17

Por Que Eu Deveria Me Corrigir?

laitman_283.01Pergunta: Por que eu deveria me corrigir e não o ambiente?

Resposta: Quando você corrige o ambiente, você permanece um egoísta e até um egoísta maior ainda. Mas quando você se corrigir, terá uma chance, uma esperança e uma oportunidade de se tornar como o Criador, o que significa um altruísta absoluto.

Da Lição de Cabalá em Russo 23/04/17

Nova Vida # 866 – A Correção Do Mundo

Nova Vida # 866 – A Correção Do Mundo
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Yael Leshed-Harel

Resumo

Por que há opiniões diferentes sobre a essência da correção do mundo? Qual é o papel da humanidade na correção do mundo e qual é a abordagem da Cabalá sobre esse assunto?

A Sabedoria da Cabalá descreve o fundamento do mundo, a profundidade da natureza, porque primeiro devemos saber o que é corrupto para corrigi-lo. A correção do mundo significa a correção da natureza do homem.

De KabTV “Nova Vida # 866 – A Correção Do Mundo”, 13/06/17

O Trabalho De Correção Do Mundo, Parte 4

A correção do mundo consiste na correção de uma pessoa para que assemelhe-se a força superior e aproxime-se às suas qualidades. Quanto mais assemelham-se a força geral da natureza em caráter e comportamento, o melhor nossas vidas serão. O objetivo final da criação é tornar-nos completamente similares à força superior, devido a que vamos começar a viver no mundo de bondade absoluta.

Pergunta: Mas por que você acha que isso satisfará a todos e fá-los-á felizes? Afinal, há uma infinidade de outras sugestões sobre como melhorar nossas vidas.

Resposta: Somos todos um resultado da força superior que criou-nos e propositadamente nos corrompeu, para que nós, nós mesmos, viéssemos a parecer-nos com ela. A ciência da Cabalá não cria nada. Ele só estuda o sistema da natureza e apresenta-nos os resultados da sua investigação. E o resultado é o seguinte: se nós realmente queremos viver em um mundo bom, temos de corrigir-nos para assemelhar-nos a força superior da natureza.

Esta conclusão foi determinada pelos cabalistas como resultado de seu estudo que vem acontecendo há quase 6.000 anos. Eles tentaram perceber essa correção em todos os momentos, em todos os diferentes tipos de sociedades e particulares, e até mesmo na escala de toda a nação, e com base nisso eles chegaram a conclusões e nos deixaram esta ciência.

Pergunta: Muitas pessoas pensam que todos os problemas vêm especificamente por causa da força superior, que cada religião percebe de forma diferente, e que passa a ser a causa de muitos conflitos e até guerras. Então, como pode a correção depender da força superior? [Leia mais →]