Textos na Categoria 'Trabalho Interno'

Noite E Manhã No Trabalho Espiritual

Dr. Michael LaitmanTorá, Deuteronômio, 16:06: Sacrificarás a oferta de Pessach à tarde, ao pôr do sol, ao tempo determinado da tua saída do Egito.

A saída do Egito simboliza a separação inicial do egoísmo e a subida acima dele. Depois disso, a correção continua porque a desconexão do egoísmo e a ascensão acima dele ainda não é a correção do ego.

Portanto, a saída do Egito repete constantemente. Cada vez você tem que tomar alguma parte do egoísmo, sentir como sai dela, e começa a corrigi-la na propriedade oposta.

“Noite” é um estado quando você sente que há um novo mal em você, porque uma noite é o começo de um dia, o tempo em que todas as forças do mal, que você coleta e expõe, surgem. Então vem a manhã.

“Manhã” não significa o nascer do sol, mas uma sensação de confiança de que agora você pode trabalhar em doação com todos esses desejos egoístas.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 10/08/16

Agir Em Benefício Dos Outros

Dr. Michael LaitmanO mais importante no trabalho espiritual é colocar filtros ou restrições em todos os nossos pensamentos, ações, desejos e palavras, que agiriam estritamente em uma direção: assegurar que os pensamentos na cabeça, os desejos no coração, as palavras na boca e as ações pelas mãos trabalhassem apenas para o benefício de outros.

No entanto, isso não significa correr de hospital em hospital, ajudar os necessitados ou ajudar as senhoras a atravessar a rua, e assim por diante. Nada disso! Nós vemos que isso não nos dá nenhum resultado.

Só resta uma coisa: passar a Luz superior através de nós mesmos ao mundo inteiro, tornando-nos uma nação, como está escrito na Torá: “E vós sereis para mim uma nação de Sacerdotes”. Se tomarmos isso e formos intermediários entre o mundo inteiro e o Criador, a fim de doar a Ele e ao mundo, mas nunca nos beneficiarmos, na medida em que o “Sacerdote não tem parcelas neste mundo”, então traremos o mundo inteiro à harmonia, equilíbrio e cumpriremos nossa missão.

Essa é a essência do capítulo Shoftim (juízes), que todo o tempo têm que medir e pesar corretamente, passar vereditos justos e se controlar.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 21/09/16

Aprendendo A Distinguir O Bem Do Mal

Dr. Michael LaitmanPergunta: Como podemos distinguir o bem do mal? Afinal, ambos podem se esconder sob a mesma máscara.

Resposta: Nós aprendemos isso gradualmente. Não há enganos aqui porque estamos lidando com a força que nos cria e molda. Portanto, uma pessoa deve examinar-se completamente e entender que é uma egoísta absoluta. Então ela continuará a descobrir-se mais e mais.

Não há outro caminho. Ela tem que seguir em frente até atingir o primeiro grau de correção. Então se tornará mais fácil para ela, porque ela vai desenvolver a sua própria compreensão de como isso acontece.

De Lição de Cabalá em Russo 27/11/16

Por Que Temos Problemas?

Pergunta: Suponha que uma pessoa perdeu uma carteira com dinheiro. E de repente ela pensa que isso aconteceu porque ela não veio à aula ou fez algo errado. Como podemos explicar isso?

Resposta: Nós não podemos pensar assim. É tolice! Nunca tire essas conclusões ou ligue essas coisas juntas. Mais tarde você verá o quão errado você estava. E o mais importante, limita você e começa a transmitir pistas e conexões desnecessárias.

Pergunta: Por que esses problemas são enviados para mim?

Resposta: Porque você é um egoísta. Em primeiro lugar, você tem que estabelecer sua conexão com os amigos no grupo, e através deles chamar a Luz Superior de bondade que irá corrigi-lo. Então você não perderá carteiras, se é desnecessário. E se for necessário, você perderá.

Pergunta: Será que isso significa que eu posso participar de um grupo de dez da manhã até a noite e, mesmo assim, perder uma carteira todos os dias? E não adianta tentar entender qual foi a razão?

Resposta: Não é que não valha a pena fazer isso! É proibido! Você não descobrirá as causas e as consequências antes de revelar completamente todo o sistema , todavia.

Pergunta: Mas será que a “cura” ainda vêm através de um grupo de dez? Posso dizer-me que se eu tiver algum problema, isso significa que não investi o suficiente no amor aos amigos?

Resposta: Em qualquer caso, você atingiu a meta no grupo de dez!

[205194]

Da Lição de KabTV em russo 11/12/16

Material Relacionado:
Não Um Passo, Mas De Pernas Para O Ar
Quando Nossos Problemas Vão Chegar Ao Fim?

“Tirarás O Mal Do Meio De Ti”

Dr. Michael LaitmanTorá, Deuteronômio, 22:21: … porque ela [a moça em quem nenhuma virgindade foi encontrada] fez loucura em Israel, prostituindo-se na casa de seu pai. Assim tirarás o mal do meio de ti.

Trata-se da Klipa (casca), o desejo que, apesar de estar conectado ao nível superior, ainda mantém a intenção para seu próprio benefício.

Não há nada que possa ser feito aqui porque a correção dessa moça (desse desejo) é sua morte, ou seja, matar a intenção “para si mesmo”, cortando-a do desejo real.

O desejo é deixado em estado puro, sem intenção. Especificamente Lev HaEven (o coração de pedra) mata a intenção. Então esse desejo retorna novamente e começa a se corrigir com outras intenções.

O chamado “tirarás o mal do meio de ti” significa “envolver-se em escrutínio o tempo todo”. Esse é o nosso trabalho em diferentes níveis. Portanto, toda a Torá descreve o caminho da correção espiritual da pessoa.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 05/10/16

Impossível, Mas Necessária

Dr. Michael LaitmanPergunta: Por um lado, uma pessoa não pode se livrar de sua natureza egoísta – a força superior realiza isso. Por outro lado, você diz que uma pessoa não recebe algo que não possa fazer.

Resposta: Uma pessoa, como na matemática, recebe uma condição que é impossível, mas necessária. Aqui, surge a pergunta natural: “Como?” Se não podemos fazer nada, mesmo assim a correção é obrigatória, então é impossível evitá-la também.

A solução é usar a sabedoria da Cabalá para atrair a força que nos transformará, em vez de mudarmos a nós mesmos! Por essa razão, a Cabalá foi dada à humanidade.

Certamente, não somos capazes de sair de nossa natureza egoísta que nos obriga a pensar só em nós mesmos e em ninguém mais. Quer façamos isso consciente ou inconscientemente, essa ainda é a única coisa que existe em nós.

No entanto, podemos atrair sobre nós uma força especial chamada Torá, ou Luz superior, a propriedade de amor e doação, que vai nos transformar.

Hoje estamos começando a ver a partir de nossos próprios erros que nós, como cães, estamos perseguindo nossos próprios rabos, incapazes de fazer qualquer coisa com nós mesmos e com o mundo. Nós só podemos levantar nossas mãos e nos render à mercê do fluxo da evolução: o que quer que aconteça, acontece.

A julgar pelo número de pessoas que sofrem de depressão, uso de drogas e todos os outros parâmetros, uma parcela maior da humanidade está começando a perceber que está em um estado de desespero. E agora algo deve ser feito.

A única solução é nos elevar acima de nós mesmos. Isso só pode ser feito com a ajuda da força superior. A sabedoria da Cabalá é o método para revelá-la.

Quando todos perceberem que essa é a única saída de um beco sem saída, seremos bem-sucedidos.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 10/05/16

Sabor Na Espiritualidade E Corporeidade

Pergunta: Em nosso mundo, todos nós sentimos o mesmo sabor de certos alimentos ou bebidas. Ninguém pode dizer que doce é amargo. É o mesmo na espiritualidade, ou é uma experiência individual de cada um?

Resposta: No nosso mundo, temos um certo acordo sobre como chamar um gosto específico. No entanto, como você pode saber que sente a mesma coisa que o outro?

Pergunta: E na espiritualidade, existe tal consenso?

Resposta: Sim. Os cabalistas escrevem O Ensino das Dez Sefirot, e outros livros sobre a realização no Criador, porque eles têm sensações muito precisas e correspondentes, ao contrário do que acontece em nosso mundo. Por exemplo, se eu registrei que em um certo nível senti certa realização, então você sentirá a mesma sensação ao atingir esse nível.

Pergunta: Cabalistas sentem o mesmo discernimento se eles estão em níveis diferentes?

Resposta: Claro que não. O fato é que no mundo espiritual podemos medir nossas sensações, mas cada um sentir-se-á de forma diferente, procedendo a partir da raiz de sua alma, de seu vaso (Kli).

[204170]

Da Lição de KabTV em russo, 20/11/17

Preferir O Filho Da Esposa Não Amada

Dr. Michael LaitmanTorá, Deuteronômio, 21:15- 21:17: Quando um homem tiver duas mulheres, uma a quem ama e outra a quem despreza, e a amada e a desprezada lhe derem filhos, e o filho primogênito for da desprezada, então será que, no dia em que fizer herdar a seus filhos o que tiver, não poderá dar a primogenitura ao filho da amada, preferindo-o ao filho da desprezada, que é o primogênito.

Mas ao filho da desprezada reconhecerá por primogênito, dando-lhe dobrada porção de tudo quanto tiver; porquanto aquele é o princípio da sua força, o direito da primogenitura é dele.

Tudo o que é dito na Torá deve ser entendido no sentido espiritual e não material: como se eu gostasse desse bebê, e do outro menos, ou que esta é uma esposa amada, e a outra não.

No nível espiritual, tudo acontece de uma forma completamente diferente. Meus desejos favoritos estão egoisticamente mais próximos de mim. Desejos não amados me fazem trabalhar mais e, portanto, o primogênito vem exatamente deles. Esta é a minha força.

O “primogênito” é mais alto e mais forte do que o que vem de um desejo fraco que eu amo, tão contrário a todos os tipos de cálculos egoístas, eu deveria preferir um desejo que se origina em uma camada egoísta mais séria.

Minha “esposa não amada” é complexa, integrada, difícil e tem um caráter difícil. É minha qualidade egoísta muito forte e, portanto, com sua ajuda posso alcançar uma maior altura espiritual.

No entanto, eu preciso trabalhar nisso, superar a mim mesmo, e é por isso que tenho que assumir precisamente o desejo não amado, elevando-me acima de minhas qualidades egoístas apenas para o ato que me aproxima do Criador e me empurra cada vez mais longe do meu egoísmo. Naturalmente, o filho não amado dá uma subida maior, uma alegria maior. Por esta razão, deve ser preferido.

Pergunta: Essa é a raiz para que os inimigos no final se tornem as pessoas mais próximas para mim?

Resposta: Claro. E vice-versa, é dito que aqueles que vivem em sua casa serão seus inimigos, porque com seus inimigos, você tem que trabalhar mais e, correspondentemente, sobe mais alto.

De KabTv “Segredos do Livro Eterno”, 26/09/16

Não A Ignorarás

Dr. Michael LaitmanTorá, Deuteronômio, 22:02- 22:03: E se teu irmão não estiver perto de ti, ou não o conheceres, recolhê-los-ás na tua casa, para que fiquem contigo, até que teu irmão os busque, e tu lhos restituirás.

Assim também farás com o seu jumento, e assim farás com as suas roupas; assim farás também com toda a coisa perdida, que se perder de teu irmão, e tu a achares; não a ignorarás.

“Teu irmão” e todas as suas posses, incluindo animais, simbolizam desejos que precisam ser corrigidos. Você pode usar seus animais, mas não matá-los: você pode alimentar, amamentar e trabalhar com eles no campo, mas só até que lhe peçam para devolvê-los.

O fato é que os desejos que se desenvolvem em você às vezes não podem ser corrigidos no seu nível atual, e em um nível egoísta inferior você pode fazer isso precisamente porque está usando-os temporariamente.

Imagine que você tenha que executar uma determinada tarefa, mas é muito preguiçoso. No entanto, quando você vê que ela não é sua, você fica entusiasmado, tem um desejo, uma oportunidade de cumpri-la, e toma para si, porque ela não é sua e se relaciona com outro. Ela libera você da pressão que você sente quando é obrigado a fazer alguma coisa.

Isto é, você executa a correção em um nível secundário, como se a executasse para outro, tornando-se assim muito mais fácil. Além disso, você não tem o direito de não usar essa oportunidade. Por isso está escrito: “Não a ignorarás”.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 28/09/16

Medicina Holística

Dr. Michael LaitmanTorá, Deuteronômio, 21:20-21: E dirão aos anciãos da cidade: Este nosso filho é rebelde e contumaz, não dá ouvidos à nossa voz; é um glutão e um bêbado.

Então todos os homens da sua cidade o apedrejarão, até que morra; e tirarás o mal do meio de ti, e todo o Israel ouvirá e temerá.

“Um glutão e um bêbado” é um desejo que, como uma célula cancerígena, absorve em si a Luz de Hochma e a Luz de Hassadim respectivamente. Naturalmente, esse tipo de desejo precisa ser morto.

Pergunta: O que se quer dizer com “e todo o Israel ouvirá e temerá”?

Resposta: A correção espiritual deve ser realizada em um ambiente geral e ter um impacto sobre toda a nação, sobre todas as almas. Ela deve ser realizada de tal maneira que finalmente corrija todo o sistema de conexão entre as pessoas ou entre as almas.

Uma pessoa traz para o sistema todo esse estresse sob o qual impulsivamente entra em um modo diferente. Dessa forma, uma parte cancerígena se livra de sua intenção estúpida e mais uma vez começa o crescimento. Naturalmente, nada é perdido da alma coletiva.

Pergunta: Seria interessante ver o que aconteceria se os médicos que estão tentando descobrir os mistérios do câncer se tornassem Cabalistas?

Resposta: Eles ainda seriam incapazes de fazer qualquer coisa. Claro, eles descobririam que essa doença está relacionada com a violação do programa interno de uma célula pela qual ela começa a devorar a si mesma ou as células circundantes e por isso perde sua capacidade de existir. Porque, em última instância, ela começa a se dividir de forma independente, sem levar em conta o espaço circundante, e morre juntamente com todo o organismo.

Em princípio, é claro que esse é um mecanismo egoísta que atravessa todos os limites. Ela não tem autocontrole, o que se refere ao fato de que ela se destrói.

Por exemplo, vivendo em uma aldeia, eu não consigo queimar todos os campos ao meu redor. O que vou fazer depois? O que vou comer? Mas é exatamente assim que uma célula cancerígena irracional se comporta porque o egoísmo se torna seu mestre. Dessa forma, ela destrói tudo ao seu redor e morre. O princípio de uma célula cancerígena é: você morre hoje, e eu amanhã.

A questão é que todo o sistema deve ser tratado em conjunto, como um todo. É por isso que em todos os séculos, este tipo de medicina entra na moda novamente. Mas eu não vejo que finalmente vencerei porque um método holístico de tratamento médico entrará no objetivo final apenas em conjunto com a Cabalá. Por enquanto, permanecemos dentro da estrutura da medicina comum.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno”, 26/09/16