Textos na Categoria 'Crise'

A Conexão É A Fonte De Decisões Corretas

laitman_528.03Pergunta: Digamos que um grupo de pessoas queira encontrar a solução certa para os problemas que possui. Elas já têm conhecimento básico da Cabalá e entendem que o workshop é uma preparação para resolver o problema. Existem certas regras neste trabalho. De onde elas vieram?

Resposta: Nós vivemos em um mundo em que praticamente nenhum problema pode ser resolvido. Se nos parece que hoje encontramos aparentemente uma solução, amanhã já entendemos que não é uma solução. Estamos constantemente desviando a solução, pensando que estamos chegando à sua revelação.

A sabedoria da Cabalá diz que, até que nos conectemos, alcancemos um denominador comum, seremos incapazes de encontrar esta solução. Ela está dentro de nós.

Todos os problemas que ocorrem em uma parte maior ou menor da humanidade vêm apenas do fato de que essa parte da humanidade está desconectada. Caso contrário, não haveria problemas. Afinal, todos eles vêm de nossa quebra, desconexão e distância mútua.

Se nos reunirmos para resolvê-los, devemos primeiro nos conectar a um coletivo comum.

Pergunta: Isso significa que os Cabalistas não resolvem nenhum problema?

Resposta: Não, para que? Que problemas temos além do fato de não estarmos conectados? Se nos conectarmos, todos os problemas desaparecerão.

Pergunta: Então, a Cabalá resolve apenas um problema: como se conectar?

Resposta: Não há outros problemas no mundo.

Pergunta: Outros problemas desaparecerão como resultado disso?

Resposta: Sim.

Pergunta: E quanto a problemas como saúde, família, etc.?

Resposta: O fato é que os problemas ocorrem em diferentes níveis: inanimado, vegetativo, animado e humano. Para chegar à solução de qualquer problema, devemos nos reunir, conectar e, na conexão entre nós, encontrar a solução. Podemos então implementá-la para eliminar problemas corporais.

Encontrar a solução em si, no entanto, só é possível quando as pessoas se conectam mutuamente, entendem e se complementam. Somente então a solução se torna clara.

Consequentemente, a solução sempre será correta e benéfica para a implementação de quaisquer planos nos níveis inferiores ao nível humano.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 25/12/18

Europa: Da Escuridão À Luz

254.02Baal HaSulam, A Nação: Portanto, é imperativo que todas as nações estejam fortemente unidas, para que todos os indivíduos nelas estejam apegados uns aos outros pelo amor instintivo.

Isso não significa que todas as pessoas da nação, sem exceção, devam ser assim. Isso significa que as pessoas dessa nação, que sentem essa harmonia, são as que fazem a nação, e a extensão da felicidade e da sustentabilidade da nação é medida por sua qualidade.

A força que apoia a nação depende do quanto a nação é semelhante à força superior, que é una, isto é, capaz de unir. Essa nação será capaz de superar todas as dificuldades, porque elas são reveladas como a ruptura e a quebra dentro dela que exigem correção.

Portanto, no caminho, teremos que encontrar muitos problemas para cobrir todos os crimes com amor, ficando cada vez mais fortes e unidos. Somente dessa maneira é revelada a perfeição.

Cada vez mais e mais pecados são revelados, e é necessário construir o estado inverso acima deles, isto é, o amor, sem desespero e sem desistir. É assim que o mundo é construído e, dessa maneira, deve ser corrigido.

A questão é: como os países europeus podem alcançar a unidade quando possuem um número tão grande de refugiados? De fato, todos esses refugiados apenas ajudam as nações europeias a entender que a conexão deve estar acima de todas as diferenças. É necessário ver a onda de refugiados como enviada pela força superior e não como destrutiva. É destruição, mas com a finalidade de correção.

Cinquenta anos atrás, era impossível imaginar uma situação de refugiados na Europa. Os europeus se protegiam muito, acalentavam a individualidade de cada nação, os alemães, os franceses, os italianos. As fronteiras entre as nações eram muito claras e nítidas.

Então, de repente, tudo começou a mudar com grande velocidade. De acordo com o programa superior, todos devem revelar a destruição em que se encontram. De que outra maneira é possível descobrir a necessidade de correção, senão trazendo as forças estrangeiras para dentro? É por isso que vários milhões de pessoas entraram na Europa, pessoas estranhas a ela em sua cultura, educação, religião e comportamento. Não há contraste mais flagrante.

Como resultado, os europeus estão lentamente começando a perceber que não há escolha, a única coisa que podem fazer é se conectar. Eles ainda precisam descobrir como essa conexão pode ser alcançada. Não importa o quão irreal possa parecer por causa de diferenças religiosas, as mais agudas e irreconciliáveis, não há outro caminho.

Os europeus entendem que é necessário encontrar a chave para alcançar a unidade e a conexão. E a chave, em primeiro lugar, está no método integral de conexão, que a Cabalá oferece, na cobertura de todos os crimes com amor.

Isso é implementado com a ajuda da força superior. Não podemos nos unir por nós mesmos; nós apenas criamos condições para que através de nós, através de Israel, como através de um canal de conexão, a força superior comece a afetar todas as massas de pessoas.

Isso não requer o consentimento delas; de repente, elas começam a falar e a se comportar de maneira diferente. Não importa que ontem ela eram fundamentalistas, não importa que religião professavam, como pensavam e a qual das setenta nações do mundo pertenciam. Todas se tornarão como uma nação.

O principal é que a Europa está enfrentando problemas e precisamos fornecer uma solução. É por isso que é tão importante unir todos os grupos Cabalísticos na Europa e no mundo, especialmente agora antes da Convenção Europeia na Bulgária. Desta forma, podemos trazer a luz da conexão e da unidade para a Europa.

A Europa é cada vez mais dominada pelas trevas, um sentimento de desamparo, desesperança e ausência de saída. No entanto, de repente, veremos como as contradições estão se abrandando, as opiniões, pensamentos e desejos estão mudando. Afinal, tudo é resolvido no pensamento, e os pensamentos de repente se tornam novos.

Como é possível que pessoas que eram tão fundamentalistas, nacionalistas, que nem sequer queriam conversar com alguém um pouco diferente delas, de repente mudaram tanto? No entanto, a luz superior pode mudar tudo. A maneira como ela agora engrossa a escuridão, então a corrigirá. O principal para nós é nos tornarmos um canal condutor, esse é o nosso trabalho.

Da Lição Diária de Cabalá 13/09/19, “Unificação do Povo”

Nova Vida # 106 – Negócios No Novo Mundo, Parte 1

Nova Vida # 106 – Negócios No Novo Mundo, Parte 1
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Nitzah Mazoz

A abordagem integral para o novo mundo do trabalho é baseada na natureza. A profundidade da natureza mostra um sistema circular maravilhoso que se reconcilia e se equilibra constantemente. Nesse tipo de negócio, todos os funcionários, incluindo a equipe de custódia e os guardas, desenvolvem um poder criativo que lhes dá ideias únicas para melhoria. A sabedoria do coletivo é descoberta através da conexão entre eles. Os funcionários até começam a sentir os fornecedores e os clientes como resultado dessa abordagem integral. Tudo flui sem a resistência encontrada nas hierarquias baseadas no egoísmo. Essa abordagem na qual os trabalhadores são ensinados a viver em um ambiente familiar e integral leva à cura, prosperidade econômica, realização máxima do potencial humano e um grande salto para a humanidade como um todo.

De KabTV, “Nova Vida # 106 – Negócios no Novo Mundo, Parte 1”, 05/12/12

No Domínio Da Natureza Integral

75.01Baal HaSulam, “Paz no mundo”: …o benefício de cada pessoa em seu coletivo é avaliado não de acordo com sua própria bondade, mas de acordo com seu serviço ao público. E vice-versa, nós apreciamos o atributo do mal de cada indivíduo apenas de acordo com o dano que ele inflige ao público em geral, e não pelo seu valor individual.

Essas coisas são claras, tanto da perspectiva da verdade nelas como da perspectiva do bem nelas. Isso ocorre porque o que é encontrado no coletivo é apenas o que é encontrado no indivíduo. E o benefício do coletivo é o benefício de todo e qualquer indivíduo: quem prejudica o coletivo recebe sua parte no dano e quem beneficia o coletivo recebe sua parte no benefício, uma vez que os indivíduos fazem parte do todo, e o todo é não vale mais do que a soma de seus indivíduos.

Aqui está um cálculo constante, totalmente completo e muito real.

Eu vejo diante de mim um vasto sistema integral do mundo inteiro, não do nosso mundo, mas de todos os mundos. Eu sinto que estou encerrado neste sistema pelo resto da humanidade, uma enorme quantidade de engrenagens interconectadas. E não tenho absolutamente nenhuma liberdade de me virar alguns graus em uma direção ou outra.

Afinal, uma engrenagem é como uma esfera: eu posso girar aqui e ali, em diferentes direções, em diferentes ângulos.

No entanto, para onde quer que eu vire, estou conectado com outras engrenagens. Eu afeto sua rotação, seu estado, e elas me afetam. Este é o mundo

Isso significa que a natureza é absolutamente plena e interconectada e não temos como fazer nada contra ela.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 21/07/19

Quem São Os Juízes?

laitman_547.05Nas Notícias (The Guardian): “Os presos poderiam receber as chaves de suas celas para incentivar o bom comportamento, bem como uma série de outros benefícios, de acordo com os planos do governo que instam os governadores a dar mais ênfase às recompensas e menos às punições.

“Os ministros querem dar aos chefes de prisão o poder de começar a permitir, aos presos que seguem as regras, mais tempo fora de suas celas, a liberdade de cozinhar suas próprias refeições e mais tempo para gastar na academia, bem como a liberdade de escolher quando tomar banho. e mais tempo para se encontrar com os visitantes. …

“As autoridades citaram evidências resumidas pelo governo no mês passado de que o reforço positivo era mais eficaz como meio de mudar o comportamento a longo prazo. E eles enfatizaram que aqueles que não cumprissem as regras ainda poderiam perder privilégios. …

“A política também pedia que os funcionários da prisão ‘usassem consistentemente o reforço verbal para o bom comportamento e desafiassem o mau comportamento fora das revisões formais’, e entregou aos chefes da prisão a ‘liberdade de aumentar a quantidade de tempo fora da cela para atividades recreativas ou se exercitar junto com educação e programas de trabalho “.”

Pergunta: O que você acha desse sistema de detenção?

Resposta: Em princípio, a Torá e especialmente a Cabalá sentem que o encarceramento não é uma correção. Vemos que isso não corrige nada. Pelo contrário, as pessoas deixam a prisão ainda mais irritadas com o enorme egoísmo malicioso que elas novamente começam a usar na vida cotidiana entre as pessoas.

Prisão não é educação. A educação deve ser organizada de maneira diferente.

No passado, alguns milhares de anos atrás, havia cidades de refúgio onde as pessoas eram deportadas e cuidadas. Elas tinham que permanecer dentro da cidade e não tinham o direito de deixá-la.

Quando os que os supervisionavam (educadores, etc.) viam que uma pessoa estava funcionando normalmente, podiam gradualmente levá-la além dos limites desse sistema.

Observação: Também é dito na Torá que os culpados eram enviados para lá, para que outros não pudessem se vingar deles.

Meu Comentário: Sim. Tudo era organizado muito seriamente para o benefício mútuo dessas pessoas e da sociedade externa. Mais tarde eles voltavam.

Eu recomendaria isso. Eles devem se sentir livres e mudar gradualmente.

Observação: Mas ainda assim a ideia dos acusadores e daqueles que aoóiam o encarceramento é diferente: “Eles devem ser humilhados, trancados”.

Meu Comentário: Isso é natural porque não temos um sistema educacional; só temos um sistema de coerção e punição.

Pergunta: O sistema de punição não funciona?

Resposta: Vemos que não funciona. Além disso, o resto da sociedade é infectado por esses pensamentos. Vemos provas da insuficiência do sistema de punição naqueles que retornam às ruas, destroem tudo, quebram vitrines de lojas, montam barricadas e assim por diante.

Pergunta: Você acha que mesmo o criminoso mais inveterado pode ser reeducado?

Resposta: Eu acho que é possível reeducá-los e dar-lhes uma oportunidade de autocontrole nessas cidades. Eles podem estabelecer uma ordem que todos os outros invejarão, porque existe um conceito de honra entre eles. Devemos entender que são pessoas sérias que podem estabelecer ordem.

Pergunta: O que deve mudar na maneira de pensar das agências policiais e promotores?

Resposta: Eu acho que eles deveriam ser trancados em vez desses criminosos. Então o modo de pensar deles mudaria. É impossível estar de um lado e pensar no outro lado. Claro, quero dizer isso como uma piada, mas há alguma verdade nisso.

Observação: Você sempre diz que o sistema de juízes costumava ser completamente diferente. Os juízes eram aqueles que simplesmente não podiam aceitar suborno.

Meu Comentário: Ser juiz era a posição mais alta. Em princípio, até hoje considera-se que um juiz deve receber um bom salário, deve ser protegido e independente. Mas que tipo de independência pode existir hoje se todos os juízes obedecem aos governos, todos estão em conluio entre si, “uma mão esfrega a outra” etc. etc.?

Observação: Anteriormente, os juízes não precisavam receber muito pagamento.

Meu Comentário: Este não é o ponto. Eles realmente eram independentes.

Pergunta: Como isso era possível? Qual é a imagem ideal de um juiz?

Resposta: Um juiz valorizava muito sua posição. Ele apreciava a opinião pública que era constantemente sintonizada de tal maneira que um juiz estava acima de todos, mesmo acima de um rei. Um juiz estava no mesmo nível que o Criador. É possível ver isso na Torá, no Livro de Juízes. Esta é a posição mais alta do país.

Pergunta: É possível criar essas pessoas em nosso mundo egoísta?

Resposta: Para isso, é necessário educá-las. Precisamos de um sistema educacional, não um sistema penal e não esse sistema público que é uma bagunça. Mas é possível.

Pergunta: Você acha que o que eles querem fazer na Grã-Bretanha é um passo em direção à educação?

Resposta: Deixe-os tentar. Mas, para construir um sistema correto, as pessoas certas devem construí-lo. Não tenho esperança de que eles tenham sucesso. Pessoas com uma maneira diferente de pensar devem criar esse sistema.

Pergunta: Então, este é um beco sem saída?

Resposta: Sim. Até que se voltem para os Cabalistas, nada os ajudará. Boa sorte, senhoras e senhores britânicos!

De KabTV, “Notícias com Michael Laitman”, 16/07/19

Greta No Clima

Dr. Michael Laitman

Da Minha Página No Facebook Michael Laitman 27/09/19

“Vocês roubaram meus sonhos e minha infância com suas palavras vazias. No entanto, sou um dos sortudos. As pessoas estão sofrendo. Pessoas estão morrendo. Ecossistemas inteiros estão entrando em colapso. Estamos no início de uma extinção em massa e tudo o que vocês podem falar é sobre dinheiro e contos de fadas do eterno crescimento econômico. Como ousam!” Greta Thunberg

Em um tom direto, teimoso e sem gagueira, Greta Thunberg, ativista ambiental sueca, falou na Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática, o protesto global dos jovens contra a negligência da crise climática. Essa garota, que sofria de depressão aos 11 anos e parou de falar; que foi diagnosticada com síndrome de Asperger, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) e mutismo seletivo, agora tem 16 anos e lidera um movimento global de jovens contra a negligência da crise climática.

A voz de Greta se tornou a voz de ativistas ambientais em todo o mundo, e ela conseguiu levar mais de quatro milhões de pessoas ao redor do mundo a sair para as ruas. Mas por trás da ingenuidade em movimento, muitos estão usando essa oportunidade para promover suas próprias agendas. É assim que as coisas funcionam no mundo egoísta em que vivemos. Tudo é calculado, baseado em interesses e, no final das contas, vale a pena para alguém. Até mesmo a placa colorida que Greta segurava nas praças vazias das capitais do mundo também faz parte da campanha.

Eu não tenho nenhuma reclamação contra ela ou aqueles atrás dela. Pessoalmente, eu daria a ela o Prêmio Nobel da Paz, do qual é candidata. Afinal, devido às mensagens positivas geradas por seu protesto verde com um quarto da humanidade, o mundo está começando a concordar que há um problema sério aqui, que não podemos escapar das forças da natureza, que o aquecimento global é o resultado da fraqueza da humanidade, e que grande parte da crise climática é uma consequência direta e indireta dos seres humanos.

Assim, dois tipos de natureza se tornam claros: a natureza globalmente interconectada e a natureza egoisticamente desconectada, com zero interação entre ambas. Além disso, as conexões humanas afetam o relacionamento entre todas as partes da natureza, e é por isso que devemos nos alinhar primeiro e principalmente com as leis da natureza.

Todo o ecossistema é integral e a crise climática que afeta a humanidade decorre apenas da atividade humana, de nossa atitude em relação ao mundo. Este não é o resultado do que fazemos com as mãos e pernas, ou que tipo de comida colocamos na boca. Enquanto nossa natureza egoísta permanecer irrestrita e fora de controle, e ninguém na ONU realmente se importar com o equilíbrio ecológico global, exceto pela aparência, podemos dizer adeus ao planeta Terra.

A solução fundamental que nos levará ao equilíbrio com a natureza é o fortalecimento das conexões humanas positivas sobre o ego crescente. A influência negativa da separação entre nós permeia todos os níveis inanimado, vegetativo e animado da natureza. Conforme escrito pelos Cabalistas, “O homem é um mundo pequeno, o mundo é um grande homem”.

Portanto, querida Greta, a cura para tratar os fenômenos globais inicia com nosso relacionamento mútuo como seres humanos. Se realmente chorarmos juntos pela correção social, teremos sucesso. E nisso eu estou com você o tempo todo.

Um Antídoto Judaico Contra A Crise Global (Times Of Israel)

O The Times of Israel publicou meu novo artigo: “Um Antídoto Judeu Contra A Crise Global

Sinais de alerta de uma recessão global estão se tornando mais evidentes, alertam analistas econômicos. A economia da Alemanha, a maior da Europa e uma das mais fortes do mundo, está entrando em recessão, enquanto o crescimento da China desacelerou para seu ponto mais baixo desde 2002. Além dos problemas econômicos, um acidente nuclear russo causou um aumento mensurável nos níveis de radiação, e prolongados protestos maciços em Hong Kong, que têm continuado semana após semana, são manchetes adicionais de notícias preocupantes que ainda não atingiram o público em geral. Então, por que os judeus deveriam se preocupar? As duras lições da história nos ensinaram que, quando as coisas começam a entrar em colapso na sociedade, mais cedo ou mais tarde, os judeus serão culpados. No entanto, antes que isso aconteça, os judeus têm a capacidade de aplicar um tratamento preventivo especial: superar todas as diferenças e unir-se.

Primeiro de tudo, é importante entender a conexão invisível entre os judeus e o futuro do mundo. Os judeus sempre foram um fenômeno único em escala global – uma coleção de pessoas com desejos excepcionalmente bem desenvolvidos para desfrutar, que se esforçam para ganhar e maximizar todas as oportunidades em todos os campos. A primeira vez que os judeus foram capazes de transcender a característica inata profundamente enraizada de sucesso individualista e se unir em uma única nação foi há cerca de 3.800 anos na antiga Babilônia como uma sociedade tribal composta de pessoas de diferentes origens, culturas e línguas (uma sociedade muito semelhante à humanidade de hoje).

Abraão reuniu seguidores semelhantes em torno dele e ensinou-lhes a sabedoria da Cabalá, a sabedoria de se conectar e viver sob a premissa do amor ao próximo. Esse grupo de babilônios, que inicialmente se afastaram uns dos outros, empreendeu a orientação de Abraão para se unir e ficou conhecido como o povo de Israel. Esse grupo também foi chamado de “judeus”, do hebraico “yehudi”, que significa uníssono e harmonia com a natureza. Desde o tempo em que Israel foi fundado, tinha apenas uma missão e propósito: ser uma “luz para as nações” e servir como um exemplo de unidade e amor ao próximo para o resto da humanidade.

Mais tarde, no Monte Sinai, o povo de Israel recebeu a Torá, a sabedoria da Cabalá: um método de conexão para todos os seres humanos para que eles pudessem transcender as divisões e conflitos acima do ego e viver “como um homem com um coração”. No entanto, após a destruição do Segundo Templo, uma vez que o amor fraternal se perdeu e o valor da unidade exaltada deixou de iluminar a visão espiritual do povo, eles se dispersaram em 2.000 anos de exílio, vagando de um lugar para outro.

A sabedoria da Cabalá, ou “Recepção” em inglês (do hebraico lekabel, “receber” a luz superior), estava oculta. No entanto, o método permaneceu intacto e operacional, de modo que, quando os judeus se esforçam para se conectar, a força positiva da conexão flui através deles para toda a rede humana, equilibrando a força negativa do interesse próprio egoísta – a fonte de toda divisão – e elevando o mundo. Essa força apaga fraturas nas relações humanas e restaura as relações entre países e sociedades, incluindo aquelas em nível internacional.

Portanto, à luz da turbulência global que enfrentamos hoje, os judeus têm a obrigação de cumprir seu papel espiritual em relação à humanidade. Como o Rav Kook, o primeiro rabino chefe de Israel, escreveu: “Israel tem o segredo da unidade no mundo”. Caso contrário, o antissemitismo irá chover sobre nós e as nações do mundo apontarão um dedo acusador para nós, exigindo nossa unidade. Como disse o profeta Isaías: “E os povos os tomarão e os levarão para o seu lugar; e a casa de Israel os possuirá na terra do Senhor” (Isaías 14:12). No entanto, ninguém prometeu que a estrada seria fácil e agradável. De fato, pode ser difícil e doloroso. A escolha do percurso depende inteiramente de nós.

O primeiro passo para a realização da profecia de Isaías é estimular o povo de Israel na construção de uma nova humanidade, para conscientizar os judeus de seu papel no mundo. Com cada evento antissemita que ocorre, devemos parar e considerar por que isso está acontecendo. Com cada explosão ou incidente horrível, devemos redescobrir nosso propósito como judeus no mundo. Agora temos uma grande oportunidade de abrir as portas para a aceitação mútua e apoio para todos com o uso do método de conexão que recebemos de Abraão. Desta forma, seremos capazes de mudar a face da sociedade global de hostilidade para unidade.

Interconexão Absoluta

Laitman_117Pergunta: Eu vim para a Cabalá com um claro entendimento interno de que tudo o que uma pessoa pensa vem do Criador. Coloco isso em prática quando penso em outra pessoa, parente ou conhecido; certifico-me de perceber esse pensamento imediatamente.

O que quero dizer é que ligarei para ela e perguntarei o que está acontecendo, e no mesmo momento essa pessoa estava pensando em mim ou com problemas.

Esses pensamentos chegam até nós do mundo egoísta ou surgem dos mundos superiores?

Resposta: Nada surge por si só. Todos nós estamos conectados por nossos pensamentos e desejos. Não estou dizendo que temos que nos ligar o tempo todo e perguntar sobre o que está acontecendo. Mas se quaisquer pensamentos ou desejos surgem, eles dependem da imagem global das almas com as quais estamos completamente interconectados.

Nada é independente neste mundo, nem o menor pensamento ou desejo. Tudo está completamente interconectado e definido mutuamente. Todos nós determinamos os destinos um do outro.

Da Lição de Cabalá em Russo 21/04/19

Blitz De Dicas De Cabalá – 13/01/19

laitman_566.02Pergunta: Como o ambiente certo pode ajudar na construção de um vínculo familiar estável e forte? E como o vínculo familiar pode fortalecer o ambiente?

Resposta: Precisamos aprender isso. Tivemos muitas conversas que lidam com esse assunto: como se comportar em uma família, como equilibrar as relações familiares. É possível encontrar e estudar tudo no nosso arquivo.

Pergunta: Você diz que o futuro será insuportável. Como devemos entender isso?

Resposta: Isso está incorreto! Estou dizendo que pode ser insuportável, mas também pode ser normal, se entendermos a dinâmica de nosso desenvolvimento e de que maneira podemos corrigi-lo.

Pergunta: Quais profissões e especialistas serão procurados no próximo ano?

Resposta: Este ano, quase todas as profissões serão procuradas como antes, mas com o tempo, haverá uma revisão muito séria das profissões.

Pergunta: Legalização de drogas, esportes e smartphones – eles satisfazem as massas. Como podemos escapar dessas armadilhas? O que vai mudar este ano?

Resposta: Não sei. É impossível mudar alguma coisa na sociedade, para voltar a um ponto particular, sem educá-la como um todo. Isso não vai funcionar.

Pergunta: A humanidade não está brincando muito com a Internet e com a tecnologia de computadores? Quanto mais eles precisam ser desenvolvidos?

Resposta: É muito bom que a humanidade “se sente” na Internet; ela está começando a compreender a oportunidade de se comunicar entre si. Eu espero sinceramente que, no futuro, este sistema comece a servir à conexão geral entre nós.

Pergunta: A maioria das pessoas está convencida de que elas estão em excelente conexão com os outros e que todos os outros estão em falta. Como é possível explicar qual é a conexão correta?

Resposta: Você não pode fazer nada, você tem que explicar. Tantas pessoas, praticamente todos nós, se justificam e acreditam que estão certas. Precisamos pensar em como explicar que existe uma verdade maior.

Da Lição de Cabalá em Russo 13/01/19

As Guerras Levam Ao Progresso?

laitman_219.03Pergunta: Você diz que a aniquilação mútua leva à regressão no desenvolvimento da sociedade, mas no final das contas a guerra não costuma estimular as forças produtivas?

Resposta: Sim, as guerras estimulam as forças de produção, mas não contribuem para o desenvolvimento interno da sociedade e das pessoas, que é o que realmente importa. Pelo contrário, elas introduzem os homens na próxima dupla hélice e, portanto, o progresso técnico é o único progresso que trazem.

É claro que, se não fosse pelas guerras e ameaças, a humanidade teria se desenvolvido muito mais lentamente no nível técnico e, consequentemente, na ciência e em outras áreas, mas não na esfera social.

As guerras provocam a regressão da sociedade, não o progresso. As feridas que permanecem após as guerras levam muito tempo para cicatrizar e são praticamente incuráveis. Elas se escondem em algum lugar enquanto não tentamos lidar com elas, mas, na verdade, não permitem a construção de relações normais.

Da Lição de Cabalá em Russo, 13/01/19