Textos na Categoria 'Zohar'

A Cabalá Não Prevê Nada

Laitman_065Pergunta: O Livro do Zohar é considerado uma profecia? Afinal, ele descreve o futuro.

Resposta: A sabedoria da Cabalá não prevê nada. Ela ensina à pessoa como atingir os níveis espirituais. Quando uma pessoa consegue isso, tudo o que aparentemente poderia ser chamado de profecia torna-se realidade para ela. A sabedoria da Cabalá explica como é possível avançar e viver em outra dimensão agora.

Da Lição de Cabalá em Russo 01/01/17

Quem Escreveu O Livro Do Zohar?

Laitman_132Pergunta do Facebook: Quem foi o autor do Livro do Zohar, o Rav Shimon ou um grupo de autores, seus dez companheiros? Eu não entendo como seria possível escrever junto.

Resposta: O Rav Shimon não poderia ter escrito esse livro sozinho porque tinha que primeiro transmitir esse livro por meio de seus alunos.

Primeiro, todos discutiram entre si, cada um expressando sua admiração por ele e suas impressões. Eles não se complementavam; em vez disso, as integraram e reuniram em uma única opinião, elevando-se acima de si mesmos. Em consequência, a realização mais elevada surgiu, o Livro do Zohar.

Ao unir-se entre si, eles foram elevados ao próximo nível onde aparentemente se tornaram um único autor, uma única pessoa.

Comentário: Mas nas fontes é dito que Rav Shimon falou e Rav Aba registrou …

Resposta: É necessário entender o que significa “registrou”. Isso não se refere ao registro física. Em vez disso, eles alcançaram um estado em que a Luz branca foi escrita em um fundo preto, isto é, dentro deles.

Este era o esforço coletivo de uma pessoa generalizada que incluía todos eles, quando todos eram um. Portanto, um poder está oculto no Livro do Zohar. Além disso, especificamente por causa deste fato, é necessário lê-lo em conjunto e não sozinho.

Se lemos O Livro do Zohar individualmente, não há nenhum benefício nisso. Para fazer isso, devemos reunir dez pessoas (um Minyan), conectar-se em um todo, e ao ler o texto juntos, em um grau particular, todo mundo começa a sentir o que os autores do Livro do Zohar sentiram.

Pergunta: Você penetra o Livro do Zohar ou o Livro do Zohar penetra você?

Resposta: O Livro do Zohar é a Luz que nos circunda. Portanto, na mesma medida em que os leitores se conectam, possibilitam que a Luz entre na integração compartilhada entre eles e a formatam. O sentimento do livro vem disso.

Isso também é dito sobre a Torá, que é “letras brancas escritas em um fundo preto”, isto é, que é a Luz, que é escrita sobre os desejos.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 25/01/16

Ao Ler O Livro Do Zohar, Mudamos O Destino

Pergunta: Será que podemos mudar o nosso destino através da leitura do Livro do Zohar?

Responda: O Livro do Zohar carrega uma poderosa Luz na condição de que a pessoa saiba como estudar o Livro corretamente, como despertar e atraí-lo para que ele a influencie.

O estudo deve ser em um grupo para que a pessoa direcione-se de uma forma particular para a iluminação que está escondida no O Livro do Zohar. Não é possível despertar e atraí-lo de qualquer outra forma. Esta Luz nos influencia, eleva-nos, e muda o nosso destino.

[201713]

De KabTV de “Noticias com Michael Laitman” 23/01/16

 

Estudo Do Livro de Zohar Em Aramaico

Pergunta:​ Vale a pena estudar ​o Livro do Zohar​ em idioma aramaico?

Resposta:​ Não é necessário estudá-lo em aramaico, hebraico ou em qualquer outra língua, porque você não vai entender nada de qualquer jeito.  Você deve primeiro estudar a ​sabedoria da Cabalá​ em si como uma chave para o material nos livros de origem, e só depois que você vai começar a entender o que é dito ​no Livro do Zohar, ​ caso contrário, será apenas a leitura de páginas incompreensíveis que só vai levar você a rejeitá-las.

Pergunta:​ ​Será que a leitura​ do Livro do Zohar em aramaico desperta algum tipo de iluminação?

Resposta:​ Sim. Mas eu suspeito que as pessoas “irão se perder” ao lê-lo e serão suscetíveis de pensar que já tiveram contato com a sabedoria da Cabalá e não tem mais nada a procurar lá. Por isso, é melhor começar com um curso introdutório de três meses sobre a sabedoria da Cabalá.

No curso, você será capaz de obter uma idéia sobre o regime geral da criação, a sua gestão e o propósito de uma pessoa dentro deste sistema. Dessa forma você saberá o que está acontecendo consigo, o que precisa acontecer, como pode gerenciar este sistema, influenciá-lo, e quais reações você pode obter de retorno a partir dele.

O que isto significa é que você pode estar em cooperação mútua com o sistema geral e gerir a sua vida.

A sabedoria da Cabalá é uma ciência.

[196205]
Da KabTV do “Notícias com Michael Laitman” 26/10/16

Material Relacionado:
O Que Devemos Esperar Ao Estudar O Livro Do Zohar?
Que Parte Do Zohar Devemos Ler?
Uma Recomendação Para A Leitura Do Livro Do Zohar

Caminho Dourado Para O Amor

laitman_527_03Torá, “Deuteronômio”, 05:32: Olhai, pois, que façais como vos mandou o Senhor vosso Deus; não vos desviareis, nem para a direita nem para a esquerda.

“Não vos desviareis, nem para a direita nem para a esquerda” significa ir apenas ao longo da linha média, utilizando todas as suas qualidades de doação e amor.

Todas as qualidades, sejam elas quais forem, nós devemos aceitar de modo a subimos acima de nós mesmos em amor por elas.

Quando nos desviamos para a esquerda, entramos no estado de desejos não corrigidos e não podemos deixá-los. Quando nos desviamos para a direita, entramos no estado em que “flutuamos” na Luz Superior, na qualidade de doação e amor, mas não participamos dela com todo o nosso egoísmo.

Portanto, ambos os lados devem ser equilibrados com a linha média, que é chamada de caminho dourado para o amor.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 30/03/16

Nova Vida # 728 – O Livro Do Zohar E O Poder Do Bem

Nova Vida # 728 - O Livro Do Zohar E O Poder Do Bem
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Yael Leshed-Harel

Resumo

É bom manter o Livro do Zohar em cada casa porque ele aproxima as pessoas da essência da sabedoria da Cabalá.

Após a destruição do Segundo Templo (Beit HaMikdash), Rabi Shimon e seus alunos escreveram o Livro do Zohar a partir da conexão entre eles em um grupo de dez. O Livro do Zohar explica como cabe a nós se conectar para atrair o poder do bem da natureza.

Hoje nós exigimos o poder do bem assim como precisamos respirar ar. Assim, O Livro do Zohar foi revelado com o “Comentário Sulam“. Está escrito: “‘E amarás, pois, o Senhor teu Deus com todo o teu coração’ (Deuteronômio 6:5), com ambas as suas inclinações” (Mishná Berachot 9: 5).

Isto significa que há um poder no Livro do Zohar para construir a inclinação ao bem em uma pessoa, e com essa característica ela pode construir uma força positiva para equilibrar entre as pessoas que querem se conectar com o amor. Quando uma pessoa adquire a força do bem além da força do mal, ela pode penetrar para dentro, para o sistema divino.

Nos anos de exílio, os Cabalistas esconderam a sabedoria da Cabalá das pessoas, porque elas não estavam prontas, enquanto que hoje estão.

O Livro do Zohar se destina a cada pessoa, e assim nós publicamos uma edição do Zohar para o Povo que é muito acessível a todos. O Livro do Zohar traz o poder do Messias para a nossa vida, o poder que pode nos tirar do ego e levar ao amor.

De KabTV “Nova Vida # 728 – O Livro Do Zohar E O Poder Do Bem”, 17/05/16

O Estado Do Mundo Depende De Israel

Zohar La’am, Va Yechi, Não Recorde Nossos Primeiros Pecados, 412-413: Se Israel realizasse boas ações diante do Senhor, as nações do mundo e os idólatras não se levantariam contra eles. Mas Israel está fazendo com que as outras nações levantem suas cabeças no mundo, porque se Israel não tivesse pecado diante do Senhor, as outras nações e os idólatras teriam se rendido a eles.

Se Israel não tivesse continuado suas ações más até o outro lado da Terra de Israel, as outras nações do mundo e os idólatras não controlariam a Terra de Israel e eles não teriam sido exilados de sua terra. É dito: “Nós ficamos muito pobres já que não temos boas ações, como deveríamos ter”.

Desfazendo Mitos Sobre A Cabalá, Parte 8

Laitman_065Os Segredos do Livro do Zohar

Pergunta: O que O Livro do Zohar diz se ele é um livro tão secreto?

Resposta: O Livro do Zohar não é secreto, pelo menos não mais do que qualquer outro livro escrito em um idioma diferente desconhecido para mim. Eu posso dizer que ele é secreto para mim se sou incapaz de ler e entende-lo.

O Livro do Zohar é secreto para aqueles que são incapazes de alcançar o que ele está falando. A pessoa tem que estudar a sabedoria da Cabalá e aprender o código, a chave para esse livro. Então, quando o lermos, vamos começar a ver através desse livro que ele está nos dizendo do sistema que nos governa, que nos avança.

Zohar” significa “luzes superiores” (Zeira Ilaa), as quais nos vestem. Ele nos governa e, gradualmente, nos leva a uma forma mais correta, até descobrirmos a força superior e percebermos  que realmente vivemos no mundo superior, em vez no atual. Nós vamos começar a expandir esse mundo às fronteiras do mundo superior. É precisamente isso que O Livro do Zohar nos explica.

Do Programa da Rádio Israelense 103FM, 28/02/16

Nova Vida # 727 – Rabi Shimon Bar Yochai

Nova Vida # 727 – Rabi Shimon Bar Yochai
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Yael Leshed-Harel

Resumo

Nós vivemos em um mundo incompreensível para o ego humano que se desenvolveu e se tornou desequilibrado. Os Cabalistas nos aconselham a equilibrar o ego humano através da sabedoria da Cabalá, um método científico para revelar a força positiva na natureza. O primeiro a descobrir esse método foi Adão, e Abraão foi quem o desenvolveu para que ele pudesse ser implantado num grupo.

Abraão reuniu o povo em um grande grupo dividido em pequenos grupos de dez chamados Minyan. Sob a sua orientação, os membros do grupo aprenderam a sentir todo o sistema do mundo superior. Mais tarde, os membros do grupo passaram por muitas mudanças, até que chegaram a um estado em que seu egoísmo eclodiu a tal ponto que eles não podiam mais se conectar, como descrito na história de José e seus irmãos. Depois, o mesmo grupo desceu ao Egito, onde o egoísmo desenvolveu-se ainda mais, e sob a liderança de Moisés, eles saíram do Egito e receberam a Torá, o método da conexão.

Quando os membros do grupo não conseguiram equilibrar a força do mal neles e a conexão entre eles foi quebrada, o Templo também foi destruído e eles foram exilados, exilados da força do bem, do sistema equilibrado. Naqueles tempos, o rabino Akiva ensinou o método de amor e seu aluno Rabi Shimon, que escreveu O Livro do Zohar, foi o Cabalista que nos trouxe o método prático de cumprir a regra “ama teu amigo como a ti mesmo” na sociedade.

O livro explica como extrair a força do bem, oculta na natureza, que equilibra a força do mal, o ego humano. Baal HaSulam escreveu o comentário sobre O Livro do Zohar e trouxe a revelação do Livro do Zohar ao público no século XX.

De KabTV “Nova Vida # 727 – Rabi Shimon Bar Yochai”, 24/02/15

A Mitzva (Mandamento) Do Amor Perfeito

laitman_572_01O Zohar, “O Segundo Mandamento”, item 198: A segunda Mitzva (mandamento) está inseparavelmente conectada com a Mitzva de temor, e ela é a Mitzva de amor: para o homem amar seu Criador com amor perfeito. O que é amor perfeito? Ele é um grande amor, como está escrito, “Ele caminha perante o Criador em completa sinceridade e perfeição” (Bereshit, 17:1).

Existe o amor condicional, que aparece como resultado de todo o bem recebido do Criador (Introdução ao Estudo das Dez Sefirot, itens 66-74), como resultado do qual o homem se funde com o Criador como todo o coração e alma. No entanto, embora ele se funda com o Criador em perfeição completa, esse amor é considerado imperfeito.

O amor perfeito é o maior e mais abrangente mandamento superior que os Cabalistas nos falam, o qual é a principal exigência em relação a toda a criação que devemos cumprir. Essa é a razão pela qual é chamado de Mitzva.

No amor condicional, quanto mais eu recebo, mais amo o doador. Acontece que eu realmente não o amo, mas sim a fonte da qual todos os prazeres vêm. Se essa fonte de prazer parar, eu vou perder a conexão com essa pessoa ou essa força. Isso é chamado de amor condicional, pois depende do meu prazer.

Eu dependo desse amor, porque não posso me diferenciar do meu prazer, da parte em mim que desfruta. Eu ainda não me divido em duas partes: no burro que desfruta e no ser humano que diferencia, vê, percebe e sente isso. O burro e o ser humano ainda estão conectados. Portanto, se eu me sinto bem, eu adoro a fonte de prazer, e se me sinto mal, eu não a adoro.

É assim que todos nós amamos neste mundo, começando com crianças pequenas que às vezes dizem que a mamãe é ruim se não faz o que elas gostam. Essa é uma resposta natural e direta do ego e é natural para todos em relação a tudo na vida. Esse tipo de amor é chamado de amor condicional, e, portanto, é imperfeito. Isso está de acordo com o nível do nosso desenvolvimento, e não há nada que possamos fazer sobre isso.

É claro que, quanto mais nos desenvolvermos, mais vamos exigir um amor mais sublime, e não apenas alguma comida deliciosa, algum serviço ou alguns pequenos prazeres, mas sentimentos mais sublimes e especiais. No entanto, esse amor ainda depende de receber prazer. É com tal amor e de tal amor que nascemos, uma vez que somos desejo de receber; todos nós somos como animais, e é aí que começamos. Essa é a razão de amarmos o que desfrutamos, ou seja, a fonte do prazer que sentimos.

Isso exige muito trabalho, um grande esforço e um presente do alto, a fim de começar a se separar da fonte de prazer e se conectar a sua essência interior. Nós devemos parar de depender de receber prazer em nosso burro e devemos preferir a verdadeira fonte de prazer, Suas qualidades, sem trazer benefício direto para mim, mas que são avaliados por seu próprio bem, na sua fonte. Será um amor não condicional no qual eu recebo, mas que depende apenas do que me identifico por minha impressão das qualidades sublimes da fonte, na Sua exaltação especial em comparação com tudo o que posso imaginar.

Da Preparação ao Lição Diária de Cabalá 10/02/14