Textos com a Tag 'Amor'

Sufoque-o Com Seu Amor

527.02“Não julgue seu vizinho até que você ande duas luas em seus mocassins” (citação da sabedoria do nativo americano).

Isso mesmo. O que isso significa para nós? Você deve primeiro se corrigir e, então, será capaz de ver os outros corretamente.

Corrigir-se significa corrigir sua atitude para com os outros; isto é, torná-lo totalmente amável, pelo menos totalmente neutro. Não perceba a outra pessoa como corrompida, má e assim por diante. Então, nessa condição, você pode ver os fatos, a verdade.

Pergunta: Como devo tratar uma pessoa de quem não gosto instintivamente e naturalmente? Ela é minha inimiga.

Resposta: Você deve fazer o que está escrito: “Quem é o mais poderoso dos poderosos? Aquele que faz de seu inimigo seu amigo”.

Pergunta: Você poderia dar conselhos sobre como fazer isso?

Resposta: Faça a ela todas as coisas boas que você faria se a amasse.

Sufoque-a com seu amor. É muito difícil. Mas quando chegamos à compreensão de que o mundo é construído sobre isso e que precisamos agir dessa forma, mesmo que leve anos, então tudo se torna simples.

De KabTV “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 15/07/21

Só Amor E Sem Filosofia

630.2Por que você deveria tirar à força de nós aquilo que você pode ter pelo Amor? (Chefe Powhatan)

À força, parece-nos que é mais fácil, que está mais perto, que é uma ação. E o amor, eu tenho que lutar contra mim mesmo, não contra outro. Eu tenho que mostrar isso. Preciso ter certeza de que a outra pessoa achou minha atitude em relação a ela correta e que já senti uma certa resposta dela. É aí que você pode dizer que consegui minha correção.

Pergunta: Externamente, devo mostrar esse amor e o esforço que faço em mim mesmo para amar uma pessoa que não amo?

Resposta: Eu tenho que jogar até despertar a mesma reação da pessoa em relação a mim.

Pergunta: Então, eu deveria sentir essa respiração mútua para sentir o amor entre nós?

Resposta: Claro. Sem isso, considera-se que você não demonstrou amor, não o expressou, que você, por sua vez, não alcançou o amor.

Pergunta: Isso só acontece quando eu me supero. Não existe amor simples e natural? Não é amor?

Resposta: Não. Isso tudo é apenas filosofia.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 15/07/21

O Que Fazer Se O Amor Acabou?

627.2Comentário: Uma carta foi enviada a você: “Vivemos juntos há quase 30 anos – muito tempo. Temos dois filhos, o nosso dia-a-dia está bem resolvido, temos emprego, temos dinheiro suficiente, está tudo bem. Mas o amor se foi, tudo é muito comum, sem escândalos, sem o amor que costumava queimar.

“Já fomos até um psicólogo, fizemos todos os tipos de exercícios que ele aconselhou, mas continuamos com frio e calados; estamos mortos. O que deveríamos fazer? Por favor, diga-nos. Estamos escrevendo para você juntos. Podemos trazer de volta o antigo relacionamento ou pelo menos nos aproximar dele?” – Alexander e Nadezhda

Minha Resposta: É muito difícil, mas é possível, se levarmos um ao outro a sério e fizermos algum tipo de contrato, que cuidaremos constantemente um do outro, mostraremos o quanto nos amamos e valorizaremos nossa cooperação mútua.

É impossível, claro, ter os mesmos sentimentos, os mesmos estados que tínhamos quando éramos jovens, quando tudo era novo e assim por diante. No entanto, eles não devem desaparecer.

Eles deveriam crescer justamente pelo fato de que tentamos constantemente mostrar um ao outro o nosso cuidado. O amor dá lugar à preocupação mútua.

Pergunta: É isso o que acontece ao longo dos anos?

Resposta: Claro. Então você não precisa estar em chamas, você deve de alguma forma tentar agradar o outro.

Pergunta: Isso é um jogo? Isso nem é real.

Resposta: É um jogo. E daí? Toda nossa vida é um jogo.

Pergunta: Isso levará a sentimentos?

Resposta: Não precisa levar a lugar nenhum. O relacionamento correto é quando conscientemente, acima do nosso egoísmo, tratamos uns aos outros com cuidado e consideração.

Pergunta: Eu sei que estou jogando?

Resposta: Eu sei especificamente, e é por isso que posso fazer isso lindamente e bem, e adoro esse estado. É porque, em primeiro lugar, faço isso contra o meu egoísmo. Em segundo lugar, constantemente mostro a meu parceiro que estou fazendo isso por ele, que estou até mesmo contra meu desejo egoísta e que estou satisfeito por estar fazendo isso contra meu egoísmo.

Este ponto é muito preciso. Portanto, não preciso mentir. Afinal, é claro que, quando volto para casa, não nos olhamos mais. Ele olha para a geladeira, para a TV, para a cama e pronto! E aqui…

Comentário: Você já está se preparando em frente à porta que agora vai entrar com um sorriso e dizer: “Olá, meu amor”.

Minha Resposta: Sim. Assim é como deve ser. Além disso, durante o dia, você deve soar e falar dessa maneira. Preencha sua vida com esse jogo. Mas não exagere. Deve ser simplesmente uma atitude equilibrada, pela qual você mostra ao outro que se preocupa com ele.

Pergunta: O que acontece então? Você diz que o amor é assim!

Resposta: Isso não é amor. É um cuidado mútuo quando você quer que o outro se sinta bem ao seu lado.

Pergunta: Os dois se sentirão bem então?

Resposta: Claro. Você compra sua boa atitude com isso.

Pergunta: Então, seu conselho é transformá-lo em cuidado mútuo?

Resposta: Não há outra maneira! Ou você pode fingir artificialmente que ainda está apaixonado e como em um vôo de balé em direção ao outro! Com isso, você cria uma nuvem acolhedora ou um campo de relacionamento.

Isso é chamado de “Um homem e uma mulher, se forem recompensados, a Shechiná [Divindade] está entre eles”.

Pergunta: O que é a Shechina aqui?

Resposta: O estado que eles dão à luz e cultivam entre eles, e se manifesta como algo independente, fora deles, e começa a uni-los e elevá-los a outro grau.

Pergunta: Isso significa que eles revelam o Criador?

Resposta: Claro. Afinal, eles trabalham acima de seu egoísmo. Esse é um trabalho muito difícil e real.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman” 28/06/21

Como Alcançar O Amor Superior?

610.2Pergunta: A força governante superior é o amor e não pode ser alcançado pela mente. Como podemos alcançá-lo?

Resposta: A força governante superior é o amor. Ele só pode ser alcançado na medida em que a pessoa o desenvolve dentro de si. Em nosso mundo, em nossos estados, esse sentimento não existe de forma alguma.

Nosso amor corpóreo é egoísta. Não é a atitude correta, natural e verdadeira de uma pessoa para com outra. No entanto, a Cabalá nos dá a oportunidade de atrair a luz superior, a energia superior, que constrói a qualidade do amor verdadeiro em nós.

De KabTV, “Expresso de Cabalá”, 19/07/21

Exista No Amor

528.02Pergunta: Existe um fenômeno bem conhecido na física a respeito dos efeitos de uma explosão nuclear. Não sei exatamente o processo, mas quando dois prótons com a mesma carga estão conectados, eles se repelem. E se você aplicar uma certa força, superar algumas barreiras e conectá-los, ocorre uma explosão e a energia é liberada.

A mesma coisa acontece com as pessoas. Tentando se unir, a princípio há rejeição entre elas, mas se superarem essa barreira, começam a se unir e a energia é liberada. Que energia é essa?

Resposta: É a energia espiritual. Se as pessoas superam o egoísmo, a rejeição mútua e tentam se aproximar, esse é um estado completamente diferente. Elas começam a se regenerar entre si, a equipar o mundo superior, as relações superiores, a propriedade de doação.

Essas não são a atração e a repulsão que existem em nosso mundo físico, mas as propriedades de atração que devemos criar sobre nossas propriedades negativas e egoístas. Existe uma propriedade em cada pessoa – o que é considerado egoísmo, isto é, o desejo de agradar a si mesmo – que pode ser satisfeita pela reaproximação ou rejeição de algo, por algo e assim por diante.

Se tentarmos criar a propriedade do amor em nós mesmos acima das propriedades do egoísmo, começaremos a sentir como é possível existir na propriedade do amor. Essa existência é chamada de propriedade do Criador.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 21/07/21

Chama Do Amor A Partir Do Fogo Do Ódio

571.03O amor é a maior medida de conexão que pode haver entre duas coisas opostas. Estamos constantemente crescendo, cada um em seu egoísmo, e devemos fazer correções sobre isso, a fim de alcançar a conexão, apesar de nosso egoísmo.

Acontece que dentro de mim estou me tornando cada vez mais egoísta, como se estivesse me distanciando dos outros. Mas, ao mesmo tempo, devo construir tal atitude que me aproxime de todos, para que todo o meu egoísmo se transforme em doação.

Dentro de mim, eu me torno um egoísta cada vez mais rude, mas por fora, adiciono restrição, tela e luz refletida, e as forças de unificação a um tal grau de conexão que passei a amar. O fogo do ódio queima por dentro, e a chama do amor queima por fora. Isso é chamado de profundidade do desejo – restrição, tela e luz refletida – que estão levando à conexão e adesão.

É assim que ele se inverte de dentro para fora. E uma pessoa sente a diferença entre todos esses estados, atinge a partir disso a profundidade da criação, a matéria da criação e o Criador que criou todo este processo, este sistema de fora para dentro e em uma pessoa de dentro para fora.

Devemos tentar ver o Criador por trás de cada amigo que está escondido atrás dele. Afinal, o Criador se esconde dessa maneira; Ele não tem imagem, nenhuma oportunidade de se revelar. É por isso que Ele constrói um envelope tão especial e se projeta através dele, através da humanidade, através do universo, através de todos os fenômenos deste mundo.

Da 1ª  parte da Lição Diária de Cabalá 15/06/21, “Avanço pela Superação”

“O Que É O Amor Em Uma Frase?” (Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: O Que É O Amor Em Uma Frase?

Amar significa satisfazer o outro, viver de acordo com os desejos do outro.

Baseado na palestra “Habilidades de Comunicação: O Amor é uma Lei da Vida” com o Cabalista Dr. Michael Laitman e Michael Sanilevich em 23 de outubro de 2020.

Escrito/editado por alunos do Cabalista Dr. Michael Laitman.

Crie Um Único Campo De Amor

931.02Pergunta: Os Cabalistas têm um ditado: “Ele é Um e Seu Nome, Um”. Isso é um estado ou uma lei?

Resposta: “Ele é Um e Seu Nome, Um” significa que o Criador se manifesta em Seu nome. E Seu nome é um estado onde muitas pessoas (dez ou mais) podem se conectar, coordenar e consolidar umas com as outras de tal forma que representarão um único todo em termos de doação e apoio mútuo. Em tal campo único, a força global deste campo, chamada de Criador, se manifestará.

O próprio Criador está oculto. Este fenômeno não pode ser detectado, mas apenas através do sensor que é uma reunião de pessoas conectadas de forma a formar um campo de doação comum, no amor comum, no relacionamento de bem comum. É o que se chama: “Um campo que o Senhor abençoou”. Então Ele se manifesta neste campo.

Por exemplo, temos muitas bactérias nas mãos, mas não as vemos. E se pegarmos um microscópio, podemos ver. É o mesmo aqui.

Pergunta: Então, existem algumas conexões entre nós, mas elas estão ocultas de nós?

Resposta: Existem conexões entre as pessoas, mas essas conexões são ruins. Elas não são como a qualidade do Criador, a qualidade de doação e amor e, portanto, o Criador está oculto. Nós O ocultamos com nossos relacionamentos errados.

Pergunta: Por natureza, eu quero receber, fui criado assim. E mesmo se eu der, é para receber. Esta é a conexão errada?

Resposta: Essa conexão é natural, nascemos com ela. Isso é chamado de egoísmo. E devemos mudá-la gradualmente para outra conexão, o oposto disso.

Pergunta: E o que devo fazer?

Resposta: Pense nos outros e na conexão entre nós para que essa conexão seja predominante, principal, definidora. Então começaremos a sentir o Criador nela.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 25/05/21

Quando Alcançamos O Amor Pelo Criador?

610.1Pergunta: Existe uma diferença entre o amor ao próximo e o amor ao Criador?

Resposta: Em nossa correção, há uma diferença, como é dito: “Do amor pelos seres criados ao amor pelo Criador”. Não pode haver um sem o outro. Primeiro, devemos regenerar o amor pelo próximo.

Então alcançamos amor pelo Criador. Revelamos que Ele está entre nós. Se eu começar a me relacionar com os outros com um senso de doação e responsabilidade por sua condição, surge um estado de amor. Ou seja, o amor ao próximo é a causa e o amor ao Criador é o efeito.

De KabTV, “Estados Espirituais, Dia do Amor – Tu Be-Av”, 29/05/2021

Vamos Falar Sobre O Primeiro Amor

284.05Comentário: Vamos falar sobre o primeiro amor. Sabe, a primeira sensação é que você congelou, algo aconteceu com você! Algo deu um salto e você está pronto para dar tudo e toda a sua vida, apenas para não se separar. Só para ela. Esse objeto é tudo!

Lembro-me da garota Tanya. Lembro-me de minha primeira sensação quando olhei para ela assim! Eu queria que ela prestasse atenção em mim. E o tempo todo eu procurava um lugar para ficar mais perto dela. O tempo todo, só para ela prestar atenção! Ela não prestava atenção.

Minha Resposta: Isso é natural. É o mesmo para todos.

Comentário: Esse sentimento é dado a nós. É inesquecível. Nem em 20, 40 anos ou mesmo em 80 anos uma pessoa se esquece disso.

Resposta: Não, até o fim.

Pergunta: Você se lembra do seu primeiro amor?

Resposta: Eu também a encontrei aqui em Israel quando tinha cerca de 60 anos e ela tinha a mesma idade. Ela ficou muito doente e morreu. O marido dela me ligou e disse que Luda havia morrido.

Pergunta: Foi o seu amor não respondido? Na infância?

Resposta: Sim.

Pergunta: Por que o primeiro amor não é realizado? Por quê? Que sensação!

Resposta: Para que você sempre possa sonhar com ele. Sobre o próprio sentimento de amor, sobre esse sentimento. E se você se conectasse, estragaria esse sentimento. Desta forma, o Criador o coloca entre as pessoas, e é nesta forma espiritual que você se esforça, mas é inatingível.

Pergunta: Então, é como se o Criador dissesse: “Lembre-se disso o tempo todo”?

Resposta: Sim. Ele está sentado em algum lugar dentro de você.

Pergunta: Ou seja, esse sentimento de quando você está pronto para dar tudo, você se esquece de si mesmo, se dissolve no outro?

Resposta: Sim.

Pergunta: É isso que entra no coração de uma pessoa? Como uma farpa. E está aí o tempo todo?

Resposta: Sim. E todo mundo tem.

Pergunta: Quem eu amo? Eu a amo neste momento do primeiro amor?

Resposta: Não, você nem mesmo a vê de fato. Você não está olhando para ela com os olhos certos. Acabou de ser mostrado a você que existe uma centelha nela que o atrai, e isso é tudo. E você quer ver essa centelha o tempo todo.

Pergunta: É necessário que eu sempre busque esse tipo de amor?

Resposta: Você nem mesmo precisa procurar, você está apenas amarrado a ele.

Pergunta: Então, tudo isso está acontecendo para eu saber que esse amor existe?

Resposta: Sim. Para que você saiba o que significa esforço.

Pergunta: Então você se esforçaria por isso?

Resposta: Sim. Mas, via de regra, ninguém se casa com o primeiro amor.

Pergunta: Existe uma força superior por trás disso, o Criador?

Resposta: Claro, tudo isso vai de acordo com o programa superior! Isso é muito bem pensado, fomos criados dessa maneira.

Pergunta: Podemos dizer que isso significa que a próxima frase será: “O Criador é amor”, “Deus é amor”? É isso que Ele quer nos dizer?

Resposta: Está no final. Isso é depois de você ter vivido uma e talvez mais de uma vida e acumulado mais algumas dessas impressões de seus primeiros amores. Então você sentirá o que realmente é – amor verdadeiro.

Pergunta: Sentirei então que não me relacionei com ela, mas era tudo com o Criador?

Resposta: Não, claro, não para ela.

Você nem mesmo a viu. Havia uma centelha colocada nela para você, pela qual você lutou o tempo todo. Caso contrário, não há nada.

Portanto, é muito, muito raro que as pessoas se encontrem pela primeira vez (na escola ou em outro lugar), se apaixonem, se casem, tenham filhos, constituam uma família e vivam juntos o resto de suas vidas. Já vi alguns casos como este, mas … Sempre tive muito interesse em olhar para eles.

Via de regra, eles têm muitos filhos. Interessante. E eles de alguma forma se entendem muito, muito claramente.

Comentário: Esses são casais felizes.

Minha Resposta: Sim. Isso é muito raro.

O primeiro amor é dado, para que percebamos que precisamos buscar o amor eterno, superior e verdadeiro. Não uma pessoa para uma pessoa, e não uma pessoa para uma festa, e não uma pessoa para a pátria mãe. Apenas para o Criador. Por meio de outras pessoas – amor pelo Criador.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman” 01/04/21