Textos com a Tag 'Trabalho'

A Futura Formação É A Unificação Da Humanidade

Pergunta: Ganhar a vida no mundo material foi estabelecido pelo Criador, a fim de corrigir o ego humano, a sua inclinação para o mal?

Resposta: Claro, o trabalho material foi criado pelo Criador e avançou no processo evolutivo da humanidade, de modo a aproximar-nos de nossa correção. No entanto, a nossa correção não se manifesta fazendo trabalho corporal. A verdade é que, no processo de evolução nós já passamos por várias formações sociais, políticas e governamentais a fim de chegar ao estado em que o mundo está enfrentando agora, pela primeira vez em milhares de anos de desenvolvimento egoísta.

Mas, hoje em dia, esse desenvolvimento está chegando ao fim. O dinheiro irá gradualmente perder o seu poder. O trabalho nada pagará e desaparecerá por conta própria. Assim, a divisão da humanidade baseada na riqueza e pobreza, ou força e fraqueza ficará obscurecida e perderá suas fronteiras e hierarquias.

Tudo o que o egoísmo criou na sociedade humana, dividindo-a em todos os tipos de categorias, vai obscurecer e perder importância. Portanto, o conceito de trabalho, o seu valor e sua necessidade, que foram construídos sobre o egoísmo, começarão a desaparecer.

Pergunta: Mas será que os pobres e os ricos permanecerão?

Resposta: Não. No atual processo de estratificação que a sociedade está passando, talvez, apenas algumas milhares de pessoas serão ricas e todo o resto será pobre. Isto significa que um pequeno grupo de pessoas permanecerá no topo e o resto dos bilhões de pessoas estarão na parte inferior. Mas a humanidade não pode viver assim. [Leia mais →]

Horas De Trabalho Na Sociedade Do Futuro

laitman_629.2Baal HaSulam, Os Escritos Da Última Geração: O indivíduo do tipo um trabalha uma hora, tipo dois trabalha duas horas, tipo três quatro horas e tipo quatro seis horas. Cada pessoa tem confiança em encontrar o tipo de trabalho apropriado e adequado à sua força.

Comentário: Baal HaSulam divide as horas de trabalho em quatro tipos: para o fraco, para o mediano, para o forte e para o inteligente. Cada um decide qual tipo se adapta a ele. Ele é avaliado de acordo com o programa ao qual está associado.

Resposta: Tudo isso é bem relativo. A questão não está nas horas, mas no potencial, na sensação de pertencer, etc. Tudo depende das características individuais da pessoa dadas pelo Criador, pela natureza. E as horas de trabalho dependem da pessoa.

De KabTV “A Última Geração” 12/06/17

O Que É Trabalhar Em Três Linhas?

laitman_600_02Pergunta: O que é trabalhar em três linhas?

Resposta: Trabalhar em três linhas é a conexão mútua completa entre suas inclinações.

A linha esquerda é o desejo egoísta de receber, de desfrutar. Subindo acima dele, a pessoa restringe seu uso.

Trabalhar na linha direita significa receber a Luz superior e usá-la dentro de si mesmo como o atributo de doação.

A linha do meio é a combinação das linhas direita e esquerda dentro de você. Na combinação certa, você pode usar o seu egoísmo apenas na medida em que ele é destinado à doação.

Pergunta: O que significa adquirir as letras do trabalho espiritual?

Resposta: Significa adquirir uma coleção de relacionamentos corretos entre os amigos do grupo.

Da Lição de Cabalá em Russo 18/12/16

O Trabalho De Uma Pessoa E O Trabalho Do Criador

Dr. Michael LaitmanPergunta: Qual é o trabalho interno de uma pessoa, o trabalho da alma?

Resposta: Os Cabalistas chamam de trabalho os esforços contra o seu desejo.

Digamos que eu quero me deitar, mas apesar disso me levanto e vou para o trabalho. Em nosso mundo, isso é o que chamamos de fazer um esforço. Mas nós nos esquecemos que se eu me levantar e ir trabalhar, essa já é a minha vontade. Isso significa que eu superei meu desejo de me deitar no sofá e assistir futebol e decidi que seria melhor ir trabalhar e ganhar dinheiro. Caso contrário, eu não teria sido capaz de me levantar e partir para o trabalho para desperdiçar minha energia lá. Mesmo por superação, eu ainda assim usei meu desejo.

Isto é, eu troco um desejo por outro porque vejo isso como um benefício claro. Este é o trabalho físico em nosso mundo, o trabalho que todo mundo executa: atletas, artistas, trabalhadores, não importa quem e como. Se uma pessoa pode superar a si mesma e realizar alguma coisa, é o seu trabalho material e físico. E se não puder? Aborde com um chicote e ela vai querer.

Em outras palavras, se ao se envergonhar, condenar, infligir sofrimento ou afetar uma pessoa de qualquer outra forma é possível mudar seu desejo e forçá-la a realizar uma determinada atividade, isso é chamado de obra do nosso mundo. No final, ela vai querer fazer o trabalho para evitar o sofrimento.

Por definição, o trabalho espiritual é impossível de realizar. Uma pessoa, de forma inata, não pode fazê-lo por si mesma porque a Luz superior ou o Criador faz isso por ela. É por isso que este trabalho é chamado de trabalho do Criador.

A verdade é que eu tenho que pedir ao Criador para realizar este trabalho para mim, ou seja, que meus pedidos e súplicas sejam a preparação para Ele me corrigir – este é meu trabalho.

Ele tem que executar o trabalho porque a propriedade de doação absoluta e amor são completamente inexistentes no âmbito da minha natureza. E, de acordo com o modo como sou criado, não sou capaz de realizar a obra espiritual.

É por isso que tenho que persuadir a Luz superior que realmente quero que ela faça isso em meu nome. Então, por que esse trabalho seria escrito em meu nome? Porque eu consegui persuadir o Criador. Eu fiz tudo para que isso acontecesse e é por isso que ele é considerado meu trabalho, embora seja chamado de “obra do Criador”. Isso significa que Ele executa, mas eu rogo e imploro para que isso aconteça.

Essa é a única possibilidade para o livre arbítrio de uma pessoa em nosso mundo, em nossa condição.

Da Lição em Russo 18/12/16

Inovação Nos E.A.U: Você Pode Ler No Trabalho

laitman_527_07Nas Notícias (Arabian Business): “A nova legislação dará aos funcionários tempo para ler durante o horário de trabalho, e obriga as cafeterias a fornecer materiais de leitura …

“Os Emirados Árabes Unidos (EAU) emitiram na segunda-feira a primeira lei desse tipo que visa consolidar a importância da leitura no país.

“O xeque Khalifa bin Zayed Al Nahyan, presidente dos Emirados Árabes Unidos, emitiu a legislação dizendo que a leitura e o conhecimento são essenciais para o progresso dos Emirados Árabes Unidos. …

“Nosso objetivo é preparar gerações que trabalhem para um futuro melhor dos Emirados Árabes Unidos”, disse o Presidente em um comunicado. …

“O xeque Mohammed bin Rashid Al Maktoum, Vice-Presidente e Primeiro-Ministro dos Emirados Árabes Unidos e governante de Dubai, elogiou a lei recentemente aprovada e saudou-a como uma iniciativa cultural e legislativa sem precedentes. …

“Nosso objetivo é tornar a leitura um hábito diário em nosso povo, onde as entidades relevantes serão obrigadas a traduzir essa lei em realidade”, disse ele.

Meu Comentário: Avanços no mundo de alta tecnologia e religião exigem leitura e ainda apoiam o interesse da geração em leitura. Mas no final, gradualmente nos afastamos do desenvolvimento egoísta. A literatura e a música são medidas do desenvolvimento egoísta da sociedade, uma vez que são criadas pelo puro egoísmo. Eu não acho que elas vão permanecer, exceto por apenas alguns grupos individuais, mas nada mais.

Mas grandes obras musicais, especialmente óperas e obras-primas literárias, permanecerão porque expressam a profundidade das emoções humanas, mesmo sendo egoístas. Os romances clássicos descrevem uma fase no desenvolvimento humano e assim permanecerão parte de nossa cultura.

Pergunta: Que tipo de literatura você acha que as pessoas vão preferir ler nas próximas décadas?

Resposta: Somente manuais para operar programas de computador.

Pergunta: Então as pessoas vão abandonar os romances?

Resposta: Elas já estão desistindo deles. O declínio na leitura de romances já começou. O fato é que a diferença entre as gerações é grande.

Se quisermos manter contato com a geração jovem, as pessoas mais velhas precisarão se aproximar delas e não esperar que os jovens façam isso. Quando meu neto, por exemplo, joga jogos de computador, eu tento brincar com ele. E se eu oferecer para ler um livro, ele se recusa e diz: “Vovô deixe-me sozinho”. Não temos escolha; os idosos devem seguir os jovens.

Pergunta: E quanto à literatura que lida com o sentido da vida. As pessoas ainda serão atraídas por ela?

Resposta: Sim, mas ela também vai mudar. O sentido da vida, sobre o qual a sabedoria da Cabalá nos fala, está acima do tempo, de modo que deve ser apresentado às pessoas na linguagem moderna.

Se tomarmos a coleção de escritos filosóficos de Rambam, por exemplo, os diálogos de Ramhal, os escritos poéticos de Rav Kook, os escritos de Baal HaSulam que estão em um estilo científico, ou os escritos emocionais de Rabash, todos eles são muito difíceis de perceber hoje.

Comentário: Você simplifica os escritos de Baal HaSulam e Rabash para nós.

Resposta: Ainda podemos ler os escritos de Baal HaSulam e Rabash, mas os escritos de Ramhal e de ARI não podem ser entendidos por nossa geração.

A sabedoria da Cabalá será reescrita em uma linguagem mais leve e fácil no futuro, mas esse não será o meu destino.

Isso deve ser feito por causa da humanidade, mesmo agora, e não apenas por aqueles que são atraídos para o objetivo da criação, mas por toda a humanidade, para que eles entendam o que os grandes Cabalistas dizem sobre o sistema superior da natureza, incluindo o método e a ciência, e todos devem avançar nessa direção.

Eu espero que tais talentos surjam entre meus alunos.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 02/11/16

Deixem O Trabalho E Se Envolvam Em Si Mesmos!

laitman_628_2Nas Notícias (Motherboard): “É uma crença comum que trabalhadores de baixa renda serão os mais afetados por robôs avançados no local de trabalho. Quando analisamos  isso em uma perspectiva global, os trabalhadores que serão mais afetados pela automação generalizada não serão os trabalhadores na América do Norte, de acordo com um novo relatório das Nações Unidas: serão os de países em desenvolvimento.

“A automação reduz as oportunidades para trabalhadores de baixa renda na América do Norte, declara o relatório da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento. Mas os tipos de trabalhos com maior probabilidade de serem totalmente eliminados são mais prevalentes em países em desenvolvimento. Isso porque esses mesmos postos de trabalho, em setores como a agricultura e fabricação, já se extinguiram na sua maioria em nações ricas na medida em que as corporações transferiram suas operações para o exterior, em busca de maiores lucros através de custos salariais mais baixos.

“O mundo em desenvolvimento perderá ‘cerca de dois terços de todos os postos de trabalho’, de acordo com o relatório. Esse é um número surpreendente, bem acima da maioria das estimativas verossímeis para perdas de emprego devido à automação no Ocidente. …

“Enquanto o relatório das Nações Unidas está falando sobre os efeitos de robôs no local de trabalho, o que realmente está em questão é o comportamento da busca de lucro das corporações. Numa economia globalizada, mudanças na força de trabalho não são apenas sentidas em nações ricas, mas em todo o mundo. Na China, por exemplo, os donos de fábricas já têm usado robôs e automação como uma ferramenta para acabar com a multidão de trabalhadores.

“Os países com o maior número de robôs provavelmente verão os maiores ganhos de produtividade, observa o relatório– a China está liderando a aquisição de robôs, diz a ONU – mas há um lado positivo para os países sem riqueza suficiente para trazer trabalhadores-robô suficientes para se manterem competitivos … de certa forma. …

“Como está, porém, o relatório da ONU pinta uma visão bastante sombria do futuro: menos empregos aqui, e muito menos empregos por lá. Mas veja, pelo menos algumas pessoas vão estar ganhando dinheiro”.

Meu Comentário: O progresso não pode ser interrompido porque não é um capricho humano, mas um desenvolvimento objetivo, evolutivo e natural da sociedade. A resistência a esse desenvolvimento é feita por sua própria conta e risco. Nós temos que entender que os robôs estão substituindo as pessoas; a natureza está nos levando a nada mais do que uma reorganização e mudança na estrutura da sociedade.

As máquinas devem servir a todas as pessoas, e as pessoas devem se mover para outro nível de atividades: a construção de uma nova sociedade à imagem da natureza. Pela primeira vez na história, a humanidade está se libertando da necessidade de perder seu tempo e vida servindo seu corpo físico.

Isso será deixado para os robôs. Nós estaremos envolvidos conosco mesmos! Nós estamos nos elevando a um nível significativo de conexão, existência e compreensão do sentido da vida! Essa deve ser a prioridade. Nós precisamos fazer uma revolução social, mudar a atitude da pessoa em relação a sua vida, reconstruir os meios de comunicação (um processo que já está acontecendo através da transição dos meios de comunicação para as fontes da Internet), mas o principal é a nossa reeducação!

Compensação Pelo Trabalho Chato

laitman_600_04Nas Notícias (The Telegraph): “Um francês afirma que seu empregador lhe dava tão pouca coisa para fazer que ele sofria de ‘bore out’ (desmotivação, insatisfação) e agora está exigindo € 360.000 (£ 283.000) em compensação.

“O termo ‘burn out’ (esgotamento), quando os funcionários entram em colapso devido ao estresse e excesso de trabalho, é bem conhecido, mas Frédéric Desnard, 44 anos, de Paris, acusou seu ex-empregador, uma empresa de perfumes de prestígio, de submetê-lo a algo muito pior: estar entediado. …

“‘Eu entrei em depressão, …’, disse ele à AFP. … Ele foi demitido em 2014 após a licença médica de sete meses”.

Meu Comentário: O mundo está entrando em um período de degeneração final. Acontece que o proprietário tem que cuidar do ânimo do empregado e sobrecarregá-lo com trabalho de tal forma que o tédio não causará sua depressão. Isso é simplesmente uma loucura. Que tipo de reivindicações pode ter o empregador? Que leis e acordos dizem que os funcionários devem estar 100% ocupados com o trabalho? Talvez, pelo contrário, o empregador deva pagar menos de acordo com a quantidade de trabalho.

O fato é que no mundo de hoje, especialmente na Europa, existem leis que podem ser manipuladas, como escreveu Lênin: “Os capitalistas nos venderão a corda com a qual os enforcaremos”.

Essa é a democracia moderna. O egoísmo cresce em um estado tão miasmático, que não é necessário falar sobre direitos e reivindicações sensatas.

Se uma pessoa se sente desconfortável e insatisfeita até certo ponto, tem o direito de ir contra o Estado, contra o empregador, contra qualquer um. A principal coisa é que ela tenha dinheiro suficiente para um advogado.

Comentário: O surpreendente é que o autor não tem queixas sobre si mesmo embora tenha recebido remuneração por ociosidade.

Meu Comentário: O egoísmo, nossa única característica principal, sempre nos capacita a nos defender. Nós vemos como a humanidade evita qualquer tentativa de fazer algo com seu egoísmo.

Comentário: Essa é a prova de que não é tão fácil difundir a sabedoria da Cabalá no mundo.

Meu Comentário: É claro. Pelo menos eu não vejo nenhuma conferência mundial dedicada ao desapego ou correção do egoísmo.

De KabTV “Notícias com Michael Laitman” 04/05/16

“Trabalhadores Sem Deficiência São Menos Propensos A Trabalhar”

laitman_926_02Nas Notícias (Russian Bazaar): “Um em cada 3,5 americanos em uma idade em que são capazes de trabalhar, que nasceram no território dos Estados Unidos, está vivendo à custa de parentes e de bolsas de assistência do governo. Essa conclusão chocante foi feita por analistas do Centro de Estudos de Imigração (CIS), com base em novas estatísticas do Escritório do Censo (Census Bureau) e do Departamento de Trabalho (DOL).

“O aumento no número de americanos desempregados: mais uma consequência da classe média em desaparecimento, que durante o reinado de Barak Obama caiu para um recorde de 47% – 49%.

“Cidadãos desempregados eram mais propensos a admitir que ser pobre hoje pode ser mais rentável do que o contribuinte trabalhador. …

“Se há uma década ser um representante da classe média era prestígio, agora os pobres são muito mais do que a classe média.

“A transição consciente para as fileiras dos pobres é observada em toda a América”.

Meu Comentário: O mundo está avançando rumo ao fim do seu desenvolvimento egoísta e à passagem para o nível do desenvolvimento integral, o desenvolvimento de uma conexão interna entre os indivíduos até sensação plena de todos nós como um todo.

A necessidade do trabalho supérfluo está desaparecendo. Vamos fabricar apenas o que é imperativo para a nossa existência. Vamos investir todo o nosso tempo e energia na criação de conexões integrais entre nós a partir de um desejo e anseio (Achishena – Eu vou apressá-lo) ou da compulsão pelo sofrimento (Beito – em seu tempo).

Aqueles Que Não Trabalham São Aqueles Que Comem

laitman_600_02Nas Notícias (Russian Bazaar): “A revolução tecnológica e a popularidade de dispositivos eletrônicos levaram a uma queda acentuada da produtividade no trabalho dos norte-americanos. As pessoas começaram a se mover mais lentamente, e o senso de responsabilidade e disciplina tem diminuído significativamente. Essa é a conclusão a que chegaram os especialistas da empresa CareerBuilder Resource como resultado de uma pesquisa em larga escala de empregadores. Hoje, um em cada cinco gerentes acredita que seus subordinados se envolvam em atividades profissionais por menos de 5 horas em um dia normal de 8 horas.

“Os smartphones demoliram uma variedade de negócios – desde pequenas lavagens de carro nas províncias do país até empresas financeiras dos arranha-céus das grandes cidades. Os empregadores se queixam que seus subordinados pegam seus smartphones a cada 15 – 20 minutos. Proibir o uso de telefones durante o horário comercial, não é bom. As pessoas se ofendem ou facilmente descartam a regra ou fazem queixas de discriminação às autoridades. …

“O abrandamento da produtividade foi influenciado não só pela alta tecnologia, mas também pela proteção maluca dos subordinados por seus empregadores, realizada pelo Partido Democrata. O fortalecimento dos sindicatos, o aumento do salário mínimo, o direito de processar a gestão por qualquer assunto trivial, bem como a possibilidade de não trabalhar, mas viver à custa do Estado – tudo isso levou ao descrédito do trabalho como tal. …

“Um número de pesquisadores da Califórnia, disse que se os EUA voltassem ao nível de produtividade de um século atrás (após a Primeira Guerra Mundial), seria o suficiente para que os funcionários atuais trabalhassem 3 a 4 horas por dia. …

“De acordo com 48% dos empregadores, o abrandamento da produtividade se reflete acima de tudo na qualidade do trabalho. Mesmo que uma pessoa faça muito pouco, mesmo esse mínimo é de qualidade muito baixa.

“Quanto menos a pessoa faz, maior é o seu desprezo pela gerência superior.

“A grande maioria dos proprietários de pequenas empresas nos Estados Unidos, afirmou que os principais critérios para a seleção de potenciais empregados são honestidade, responsabilidade e disciplina. Surpreendentemente, até mesmo um quarto de século atrás, o principal fator global na seleção dos trabalhadores era a sua educação e experiência de trabalho”.

Meu Comentário: A razão para a preguiça crescente é o desenvolvimento do egoísmo. A motivação pelo trabalho só vai ser renovada em um coletivo que tenha um objetivo sublime, como Baal HaSulam escreve em seu livro “A Última Geração”.

“Diga Adeus Ao Trabalho Constante: O Futuro Do Freelancing”

laitman_430Pesquisa (nationalt): “Um quinto dos empregos criados nos Estados Unidos depois da crise são empregos temporários. E metade das pessoas que têm trabalhado [empregos em tempo parcial] estão ganhando pouco mais de um salário mínimo. A nova classe social é caracterizada por um emprego precário … e há muito tempo os cientistas sociais alertam que a famosa e afluente classe média americana está encolhendo. Os empregos bons e seguros não estão voltando …

“O que caracteriza o novo trabalho … é que [a pessoa] é constantemente forçada a estar buscando o próximo trabalho, o próximo trabalho a termo, a próxima oportunidade para sustentar a si e sua família por um tempo.

“‘É uma maneira totalmente nova de perceber o que é um emprego. Estes não são postos de trabalho, como os conhecemos. É um emprego de curto prazo; você tem um trabalho hoje, mas talvez não tenha nada amanhã ou no dia seguinte. E quando você está procurando um novo emprego, você não é pago. A pessoa olha e olha, se tornando cada vez mais frustrada. Alguns trabalhadores estão, por natureza, mais à frente da curva, do tipo empresarial, tipo mais despachado. E eles parecem ter um desempenho melhor do que outros no novo mercado de trabalho. Eles são muito confiantes e treinados, enquanto que aqueles que são mais do tipo reticente, silencioso, que só querem fazer um trabalho e são bons nisso, perdem porque não é sua inclinação natural ter que se vender constantemente’, disse Steven Hill, autor de um novo livro sobre o tema.

“De acordo com estudos, empresas que mudaram do emprego permanente para trabalhadores por contrato, reduzem seus custos de trabalho em 30 por cento ou mais, porque não são mais responsáveis ​​pela montagem de uma rede de segurança para os trabalhadores. Muitas teorias econômicas estimularam uma fala entusiasmada sobre essa nova hipereficiência, onde as empresas pagam apenas pelo trabalho”.

Meu Comentário: O Estado terá que encontrar os meios que vão assegurar a todos os cidadãos um nível necessário de subsistência. De qualquer forma, ele vai trazer uma maior uniformidade da sociedade onde a maioria da população receberá uma complementação de renda do Estado.

Portanto, nós estamos chegando mais perto de uma sociedade igualitária. Será possível ajudar as pessoas a cooperar e fornecer-lhes satisfação interior através da educação. Assim, ocorrerá uma mudança social gradual e as pessoas terão apenas o necessário para a sua subsistência, e depois disso, sob a influência da educação, sua realização será a partir da abertura do mundo superior.