Textos com a Tag 'Desejo'

Energia Do Ar Fino

laitman_294.1O desejo egoísta funciona perfeitamente neste mundo quando vê claramente uma recompensa diante dele, pode pesar os benefícios de suas ações e decidir onde e quanto deve se esforçar. O egoísmo pode lutar por uma recompensa.

No entanto, quando se trata do desejo de doar, não temos força para produzi-lo. Não vemos recompensa e não temos motivação para agir. Acontece que a necessidade de realizar uma ação em prol da doação anula o desejo de receber em nós, e não podemos nos mover com ela. Sentimos como se não tivéssemos braços, pernas, cabeça e energia. Se não há motivação, eu não posso me mexer, vou ficar na cama.

Eu preciso de algum tipo de incentivo para me levantar. Surgem então problemas que me afligem. Então percebo que os problemas são, de fato, bons para mim, porque me despertam para agir.

Se não trabalhamos com o nosso desejo de receber, não podemos fazer nada. Tudo iria parar. Imagine o desejo de receber, o egoísmo – a base do mundo, cada átomo e partícula – repentinamente desligados em todo o mundo. O mundo permaneceria completamente imóvel porque o movimento ocorre para preencher uma deficiência. Se o ego não quiser nada, permanecerá inativo.

O mundo iria parar. Haveria um completo silêncio, e isso significa que tudo desapareceria. Se os elétrons parassem de girar em um átomo, ele desapareceria porque não tem nada além dessas rotações, uma deficiência. Apenas os movimentos de deficiência são importantes e, se a deficiência desaparecesse, o movimento cessaria e a matéria desapareceria. A matéria é uma deficiência.

Como é possível realizar ações de doação? Como você pode construir um segundo andar, um altruísta, sem sufocar a condição material? Deixe a matéria continuar a funcionar, isso não interfere em nós; pelo contrário, ajuda. Depois de cada ascensão, sempre cairemos no nível corpóreo, de modo que, desse nível, subiremos ainda mais. Como encontramos um novo combustível não baseado no desejo de receber, mas no desejo de doar?

Como podemos querer doar? Essa é a questão principal. Sua resposta é a chave para o sucesso porque a humanidade se desenvolveu o suficiente para alcançar o fim da correção. A única questão é como encontrar a força de doação em todos os estados. Essa força já existe, mas precisamos extraí-la. Ela não virá por si só, caso contrário, teria sido revelado no mundo há muito tempo.

A necessidade disso já é inerente a uma pessoa, porque todo mundo pergunta: “Que tipo de vida é essa? O que estamos vivendo? Qual é a razão?” No entanto, isso não vai mais longe, porque mesmo a força de doação que queremos receber egoisticamente, mas não vem desta maneira.

A questão é que tipo de mecanismo deveríamos construir para receber a força de doação através dele, que preencheria toda a realidade? Os astrofísicos dizem que há energia que preenche todo o universo. Pensamos que o espaço é um vácuo, mas, na verdade, é cheio de energia.

Eles estão agora tentando extrair essa informação nos escritos do famoso pesquisador Tesla, que os manteve em segredo em seu tempo. Eles acham que ele encontrou uma maneira de obter energia diretamente do ar. De fato, não é um espaço vazio, é cheio de energia. A questão é como abrir essa fonte de energia? Instruções sobre como fazer isso estão à nossa frente – é um livro Cabalístico.

Os sábios Cabalistas dizem que essa energia pode ser recebida através da dezena. Através da dezena, nos conectamos ao espaço preenchido com a força de doação, chamada de “o Criador”. A dezena funciona como um modem ou um adaptador que nos conecta a essa força oculta.

Essa força sempre permanecerá em ocultação. É revelada apenas dentro da dezena como se estivesse em um detector dessa força superior. Na medida da minha inclusão na dezena, minha conexão com ela e meus esforços para despertá-la para a conexão com a força superior, eu recebo essa energia de doação. É como se eu inserisse meu plugue na tomada e começasse a receber energia. Essa é a única maneira de funcionar.

Então descobriremos que estamos dentro do campo da força superior, que “é boa e faz o bem”. É a única força, nada mais do que ela existe. Todas as forças opostas estão concentradas apenas dentro de mim, a fim de me ajudar a me conectar com essa força superior e começar a receber energia dela.1

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá, 01/04/19, “Construindo a Futura Sociedade”
1 minuto 01:30

A Estrutura Do Desejo Espiritual

laitman_283.01Pergunta: Qual é a estrutura do desejo espiritual? Como ela difere da estrutura do meu desejo atual?

Resposta: O desejo espiritual é as dez Sefirot: nove Sefirot terminando com Malchut.

A luz superior, que se espalha pelas quatro fases da luz direta, forma nove Sefirot: Keter, Hochma, Bina e Zeir Anpin, que por sua vez consistem em seis Sefirot. Passando por eles, a luz constrói o quinto estágio – Malchut.

As primeiras nove propriedades são as propriedades de doação e Malchut é a propriedade de recepção.

Quando Malchut se torna como as nove Sefirot, ocorre uma conjugação com ela e as propriedades de doação. Portanto, ela pode receber a luz superior, mas somente se tiver uma tela (redução) para receber a luz superior.

Assim, a conexão deles surge na conjugação de Malchut com as nove Sefirot.

Da Lição de Cabalá em Russo, 25/11/18

Uma Grande Chama

laitman_214.01De acordo com o desejo da força superior, todas as pessoas devem se unir em um corpo espiritual. Foi assim que fomos inicialmente criados e depois quebrados, para que pudéssemos restaurar nossa conexão por meio de nossas próprias buscas, esforços e ajuda mútua. Por causa disso, nós entenderemos nosso lugar no sistema comum, a conexão exata das peças desse quebra-cabeça, as peças de Lego espalhadas e todas as vantagens dessa conexão.

Se não houvesse quebra nem necessidade de restaurar a conexão, seríamos capazes de sentir apenas a existência primitiva, a menor Luz nos níveis inanimado, vegetativo e animado. Nós, no entanto, seríamos incapazes de alcançar o nível do homem, Adão, semelhante ao Criador, a força superior, eterna e perfeita.

Devemos, portanto, passar por um processo muito complexo de desenvolvimento. No início, apenas poucos escolhidos foram capazes de compreender a ideia de unidade e correção nas vinte gerações que se seguiram a Adão, o primeiro homem que revelou a força superior há quase seis mil anos atrás, a Abraão. Abraão já começou a formar grupos, dezenas que superaram seu egoísmo. Hoje, nós continuamos a trabalhar em nossa conexão com a mesma metodologia.

Em essência, Abraão começou a construir a sociedade humana, uma nação especial na qual todos estão conectados. Eles queriam revelar o Criador, a força superior dentro de sua unidade, que os satisfaria e os levaria à compreensão mútua completa com o Criador.

Também aspiramos a revelar a força superior para entender o que está acontecendo: o que o Criador deseja de nós e o que queremos Dele. A correção final da quebra é que todas as pessoas do mundo, toda a humanidade, estarão unidas em um único grupo.

Se até mesmo alguns grupos se unirem dessa maneira, todos os outros se juntarão a eles. O Criador completará este trabalho; a principal coisa para nós é começar essa conexão, como o catalisador de uma reação química. Nós vivemos em um sistema integral, então se um grupo pode alcançar a conexão integral, esta força afetará a todos e todos se unirão e revelarão o Criador, e alcançarão o fim da correção.

Nós participamos de workshops, examinando questões nas dezenas. O mais importante não é ser esperto, mas ter como objetivo a conexão. O trabalho nas dezenas consiste em absorver os desejos, perguntas e sentimentos de cada amigo sentado à minha frente. Não importa quão bem entendamos a resposta para a pergunta, o principal é expandir nossa percepção espiritual, nosso Kli, absorvendo todos os pensamentos de nossos amigos.

Eu não os critico, quero absorver todos os seus pensamentos e desejos, absorvê-los em mim mesmo. É assim que eu expandi meu Kli e me tornei adequado para preenchê-lo com a Luz superior. É assim que expandimos o Kli de todos, construímos um desejo comum mais complexo e, no final, alcançamos semelhança com a Luz superior e nos tornamos um todo. Tendo alcançado a conexão mínima, podemos revelar a Luz mais fraca, Nefesh, mas já começamos a sentir o Criador, a eternidade e a perfeição, a Luz superior.

Como um homem míope que, ao remover os óculos, vê contornos embaçados de pessoas, também chegamos a revelar o mundo superior, pelo menos em seus contornos gerais.1

Da Convenção Mundial de Cabalá “Dia Um” 19/2/19 , Lição 1, “Uma Grande Chama”
1 minuto 5:30

Como O Desejo De Receber É Diferente Do Egoísmo?

laitman_600.04Pergunta: Qual é a diferença entre o desejo de receber e o egoísmo?

Resposta: O desejo de receber é um desejo natural, e o egoísmo refere-se ao prazer à custa de outro. Por exemplo, se um leão faminto ataca uma ovelha e a mata para tomar café da manhã, isso se chama desejo.

Uma pessoa quer humilhar os outros, lucrar com eles, ganhar às suas custas. Ela não gosta do processo de receber para si mesma, mas do fato de que, através dele, domina os outros. Isso é egoísmo.

Em outras palavras, há um desejo natural de saciedade, de ser preenchido e há o desejo egoísta. Se eu quero simplesmente receber prazer, é uma necessidade básica para a minha existência. No entanto, se eu desejo receber algo especificamente à custa dos outros, contra eles, a fim de elevar-me mais alto do que eles, isso é egoísmo.

Da Lição de Cabalá em Russo 16/9/18

O Que Dá Nascimento A Um Desejo?

742.03Pergunta: Como um desejo pode gerar outro desejo? Existe um exemplo em nosso mundo?

Resposta: A Luz dá origem a um desejo. Estudamos isso nas quatro fases da Luz direta. A Luz age sobre o desejo original e começa a desenvolvê-lo do inanimado para o vegetativo, depois para o animado e humano, que dá seu desejo de doar.

A qualidade de doação, unidade, amor, ajuda o desejo a se tornar diversificado e ao mesmo tempo conectado. É por isso que surgem os átomos, moléculas e todos os tipos de compostos químicos que formam a natureza vegetativa, desenvolvendo-se sob a influência do sol, da fotossíntese e de outros fenômenos.

Depois surge a natureza animada na qual proteínas complexas e outros processos ocorrem. Então, finalmente, a natureza humana – mas isso não é sequer na matéria, mas acima da matéria – os desejos e os pensamentos de um homem são o que o distingue do animal.

Da Lição de Cabalá em Russo 13/05/18

O Que Dá Força A Um Desejo?

laitman_567.04Pergunta: O que desperta um desejo? Para um Cabalista, o que determina se ele será realizado e de que forma?

Resposta: Os desejos são despertados pela Luz superior, ou o Criador que age sobre nós com maior ou menor intensidade. Assim, desejos maiores ou menores aparecem em mim.

O desejo é comum, mas a luz em si, agindo sobre nós, delineia em cada um de nós os desejos dos níveis inanimado, vegetal, animal e humano. Eu começo a me sentir em todos esses níveis.

Isso inclui todo tipo de desejo, do mais baixo ao mais alto, porque tudo vem da mesma fonte.

Pergunta: O que dá força a um desejo?

Resposta: A intensidade da Luz que desce sobre ele.

Da Lição de Cabalá em Russo 13/05/18

Vivendo Através Dos Desejos Dos Outros

Laitman_032.02Pergunta: Se não sentimos nada da verdadeira criação, o que sentimos quando amamos, compartilhamos comida ou olhamos para as estrelas?

Resposta: Nós sentimos prazer em nosso egoísmo insignificantemente pequeno. Todo o nosso mundo, toda a nossa vida está dentro dele. Nós não sentimos nada fora dele.

Pergunta: Então, não há nada poético sobre as estrelas, o tormento ou o amor? Não há poesia, nada romântico?

Resposta: É disso que a matéria corpórea vive, tanto pessoas como animais. Estes, no entanto, não são escrutínios espirituais. Os discernimentos espirituais vêm de um estado diferente, fora de mim, quando sinto alguém fora de mim e vivo por seus pensamentos, seus sentimentos, pela capacidade de preenchê-los.

Ao fazer isso, eu começo a me sentir semelhante ao Criador que criou a matéria e a mantém regenerando-a, transformando-a constantemente em estados superiores. Quando sinto que posso preencher outros – para saturá-los, para mudar para melhor, não de acordo com meu entendimento, mas com base em seus desejos -, eu me sinto como o Criador e sinto o que o Criador sente. Isso é chamado de vida espiritual.

Pergunta: Qual é a regra principal de uma vida espiritual?

Resposta: É viver através dos desejos dos outros.

Pergunta: Por que eu não posso sentir o mundo espiritual?

Resposta: Porque você não desenvolveu a intenção, o desejo, o anseio de sentir os outros em vez de si mesmo.

O que significa “em vez de si mesmo”? É sentir os outros como um objeto, e a si mesmo como um instrumento, para trazer esse objeto para um estado positivo e correto.

Da Lição em Russo, 25/02/18

Cair Levemente Para Subir Sem Parar

laitman_557Os desejos foram originalmente criados pelo Criador e nada de novo aparece, mas tudo depende da consciência da pessoa: como ela os reconhece, distingue e conecta. No estado de descida, ela revela que está em exílio e, de acordo com a profundidade dessa consciência, pode alcançar a libertação.

Tudo é determinado pela consciência. Um bebê e um adulto vivem no mesmo mundo, mas um bebê vê muito em comparação com o adulto? É por isso que a consciência, que sofreu no exílio, nos ajuda a alcançar a libertação. Afinal, ela ocorre nos mesmos órgãos de percepção, apenas virados de cabeça para baixo e aumentados em nossos esforços em 620 vezes.

Se nos sentíssemos exilados no mesmo nível em que sentimos a libertação, nunca seríamos capazes de sair dele. Mas graças ao trabalho no grupo e à luz que reforma, alcançamos uma subida 620 vezes mais poderosa que uma descida. Nós não precisamos sentir a descida para menos infinito para sentir a subida para mais infinito.

O Criador fez com que sentíssemos a subida 620 vezes mais do que a descida. Este é o significado da quebra. Em uma descida, descobrimos que não podemos nos conectar, e todos sentem esse estado em seu pequeno egoísmo pessoal. Enquanto na subida, unindo-nos, revelamos nosso desejo comum, no qual todos os nossos esforços, desejos e orações tomam forma. Então o poder deles aumenta 620 vezes.

Isto é, é impossível até comparar a descida e a subida. Embora as descidas pareçam muito fortes, desagradáveis ​​e profundas para nós, elas não são nada comparadas à subida, que é 620 vezes mais poderosa.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 08/03/18, Escritos do Rabash

Sentir Os Desejos Dos Outros

laitman_942Pergunta: Os Cabalistas dizem que a pessoa deve sentir os desejos dos outros e começar a preenchê-los. Esses são elementos de doação?

Resposta: Não é um problema sentir os desejos de outra pessoa porque compartilhamos um objetivo comum. Além disso, esse objetivo não se relaciona com nossos desejos terrenos. Nós temos um objetivo espiritual. Eu entendo a aspiração dela porque é a mesma que a minha. Nós devemos combinar nossas aspirações e progresso.

Eu tento o máximo possível nos ajudar a se conectar ao grupo, porque ao atrair uma nova força de conexão comum, nós começamos a sentir a força da governança superior em nossa conexão.

Naturalmente, eu devo cuidar do amigo se ele carece de algo material. Mas esse não é o motivo para estabelecer relações harmoniosas. Portanto, no mundo de hoje, não precisamos pensar demais em comida. Hoje, ninguém morre de fome. O que mais importa é cuidar do próximo nível.

Pergunta: Quando os Cabalistas dizem que devo sentir as necessidades do meu próximo, isso significa que eu devo sentir o desejo dele, começar a preenchê-lo, e então meu egoísmo também será preenchido? O que devo sentir nos outros?

Resposta: Nada. Eu não consigo sentir os outros; eu permaneço um egoísta absorvido em mim mesmo. Somente se eu tento me unir com os outros, e nós aspiramos a se conectar com a força superior, nós recebemos a oportunidade de nos conectar sob sua influência.

Ela cria um desejo comum de nós que criamos acima de nós mesmos: existe eu, existe eles, e acima de nós existe algo em comum que não tem nada a ver com a pirâmide clássica dos desejos.

Nós nos elevamos acima do nosso egoísmo, nos conectamos com a ajuda da força superior e, nesse sentido, começamos a sentir sua ação. Essa é a revelação da força superior em nós.

Mas nós nunca sentiremos nada em nosso egoísmo.

De KabTV “A Última Geração” 16/08/17

Desejos E Luz

laitman_567.04Pergunta: Nós dizemos que a Luz, caindo em nossos desejos, retrata uma imagem desse mundo para nós em nossos desejos egoístas. Se eu atravessar o Machsom – a barreira psicológica entre o nosso mundo e o mundo espiritual – eu sentirei essa Luz não perturbada pelo egoísmo?

Resposta: Você não sente a Luz, mas o desejo de doar que essa Luz descreve para você. No entanto, não nas qualidades egoístas, mas nas altruístas.

Nós não alcançamos a Luz. Nós apenas alcançamos desejos que são seus derivados.

Da Lição de Cabalá em Russo 03/09/17