Textos com a Tag 'Desejo'

O Propósito Do Grupo Cabalístico, Parte 3

749.02O Maior Desejo – Israel

Pergunta: A evolução separa constantemente algumas partes da natureza. Acontece que um grupo de pessoas chamado “Israel”, que tem um certo caminho de desenvolvimento, é selecionado pela evolução. Então, todos os tipos de pequenos grupos chamados “dezenas” compõem esse grupo.

Por que é impossível trabalhar com toda a humanidade? Por que é necessário ser encerrado em um pequeno grupo de pessoas?

Resposta: O fato é que a alma, ou seja, o desejo geral criado pelo Criador, é dividida em muitos níveis e subníveis diferentes. Por exemplo, se tomarmos o seu nível mais alto e mais sensível, ele será, por sua vez, o mais egoísta e, ao mesmo tempo, o mais próximo de seu efeito à luz. Isto é, ele é direcionado para a luz e a luz é direcionada para ele. A luz é a influência do Criador em um desejo.

Portanto, em primeiro lugar, é esse desejo mais elevado que começa a se desenvolver, que, por causa de sua aspiração ao Criador, é chamado “Israel”, que significa “direto ao Criador”. Estando mais próximo a Ele, ele deve primeiro entrar em contato com o Criador e, por meio dele, a influência do Criador passa para os outros desejos.

Observação: Sabemos que isso não tem relação com as nacionalidades visto que o grupo de Israel foi formado pelos representantes menos egoístas de várias tribos da antiga Babilônia.

Meu Comentário: eu não diria que eles eram menos egoístas. Pelo contrário, eles se sentiam mais desapegados e mais suscetíveis a todos os tipos de estados ruins. Como resultado disso, sentiram que eram obrigados a atingir o sentido da vida ou, alegoricamente, que deveriam atingir de onde vêm, quem os governa e como podem mudar suas vidas.

Portanto, eles se reuniram em torno de Abraão, que os chamou para a realização espiritual. Ele explicou a eles que isso só é possível se eles começarem a trabalhar juntos na unidade entre si.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 06/03/19

Enriqueça-Se Através Dos Desejos Dos Outros

laitman_963.8Pergunta: Como devo aumentar meu desejo de espiritualidade? Você está dizendo que é possível anexar a mim os desejos de espiritualidade dos outros. Existe algum tipo de mecanismo sobre como fazer isso?

Resposta: Somente na forma de autoanulação. Você não poderá adquirir nada sem se anular. É assim que, de repente, você começará a sentir que essa ação permite absorver completamente novas qualidades dentro de si.

Pergunta: Como distinguir qual é o desejo?

Resposta: Digamos que você veja um amigo cujo comportamento você não gosta. Anule-se e comece a associar-se ao comportamento dele, às ações dele. Aja como se estivesse de acordo com ele. Tente trabalhar consigo mesmo dessa maneira! Então você começará a receber sensações completamente novas e previamente desconhecidas para você. Isso é chamado de conexão com os amigos.

Olhe para os outros – você não gosta de uma coisa sobre este, outra coisa sobre aquele. Tente se anular, concordar com o amigo, estar junto com ele em sua ação e você verá como isso o enriquece, como está se conectando com ele. É assim que o Kli (vaso) comum no qual o Criador aparece é gradualmente revelado.

Da Lição 0, Convenção Mundial de Cabalá na Moldávia, 05/09/19

Todos Os Desejos Permanecem

laitman_219.02É impossível erradicar o desejo de receber porque ele é a própria criação. Você pode confundir-se, embebedar-se, correr atrás de um desejo em vez de outro, extinguindo o primeiro desejo dessa maneira, mas é impossível arrancar um desejo. Posso ignorá-lo por medo ou por outros desejos mais fortes, mas é impossível combatê-lo diretamente.

Até a luz que reforma não muda o desejo em si; apenas aumenta ou diminui sua importância. No entanto, todos os desejos permanecem com uma pessoa como foram dados a ela no nascimento. Se uma pessoa não atribui importância ao desejo, pode apagá-lo da tela em que vê o mundo. Não há outro caminho, porque toda a criação é um desejo. 1

Antes da Convenção, eu espero que as dezenas europeias estabeleçam conexões entre si e com todos os outros grupos mundiais. Deve haver um local de reunião virtual comum onde todos possam se encontrar, obter informações e recarregar.

Precisamos ser incluídos um no outro não apenas em um nível informativo, mas também no sentimento. Quero sentir os amigos como os órgãos do meu corpo que foram separados e devo trazê-los para mais perto de mim. Por mais que eu os aproxime e aumente minha sensibilidade a eles, vivo-os e começo a senti-los vivos, conectados comigo e vivendo dentro de mim; nessa medida, construo um vaso da alma até que o Criador seja revelado nele.2

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá, 16/09/19, “Correção da Quebra – Preparação para o Congresso”
1 Minuto 3:10
2 Minuto 19:35

Evolução Dos Desejos, Parte 13

laitman_600.01Ao Nível Da Interação Absoluta

Pergunta: Uma pessoa consiste em intenção, desejos, sentimentos, emoções, razão e pensamentos. Existem dois tipos de intenções: para si ou para os outros? Existe apenas um desejo – de desfrutar?

Resposta: Sim. Nada mais. Esta é uma qualidade da natureza. Isto é, receber satisfação ou evitar o sofrimento é basicamente o mesmo.

Sentimentos e emoções se manifestam no desejo, na magnitude de seu preenchimento. A mente nos permite perceber com precisão o que queremos.

Observação: Antes eu pensava que a mente é separada, por assim dizer, ou vice-versa, que os desejos servem à mente.

Resposta: A mente nos níveis inanimado, vegetativo e animado pode servir a desejos instintivos. Quando uma pessoa se desenvolve, a mente começa a servir seus desejos humanos.

De fato, precisamos de razão para contornar os desejos inanimados, vegetativos, animais e até humanos, e começar a subir ao nível da interação absoluta, superior à nossa natureza. Essa é a chamada “fé acima da razão”, quando buscamos conexão uns com os outros, apesar de todos os outros desejos e intenções.

Pergunta: Nosso objetivo é corrigir a percepção egoísta natural do mundo, os desejos egoístas – em relação ao próximo?

Resposta: Nem mesmo ao próximo, mas à união: “Ame seu próximo como a si mesmo”. Isto é, devo amar a mim e a meu próximo também. Isso significa unificação absoluta para criar um sistema comum. Portanto, quero ser parte integrante.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá” 19/07/19

A Evolução Dos Desejos, Parte 10

laitman_423.03O Que Determina As Intenções?

Pergunta: A sociedade controla nossos desejos. Determina com o que eles serão preenchidos. Somente a força superior pode alterar as intenções?

Resposta: As intenções também são determinadas pela sociedade. Mas se uma pessoa deseja mudar suas intenções contrárias à sociedade em que se encontra, ou seja, não quer permanecer nela, mas quer se elevar acima dela, então ela praticamente não tem oportunidade.

Portanto, a pessoa deve ir além dos limites dessa sociedade, remover-se fisicamente de sua influência ou atrair a influência de outro poder superior sobre si mesma. Então, ela pode mudar a si mesma. Caso contrário, a pessoa falhará.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 03/12/18

Evolução Dos Desejos, Parte 9

Laitman_115O Que Dá Origem A Um Pensamento?

Pergunta: Com o que os pensamentos se relacionam – desejo ou intenção?

Resposta: Um pensamento surge quando há uma contradição entre o que é desejado e o que você tem. A diferença entre o desejado e o real dá origem a um pensamento. Caso contrário, ele não teria surgido.

Se sinto o que quero, não tenho pensamento. Eu tenho algum tipo de satisfação no desejo e pronto. Se sinto que meu desejo é completamente diferente daquele que está em mim agora, então a diferença entre o desejado e a realidade dá origem ao pensamento.

Esse pensamento, por sua vez, dá origem a uma certa ação: como alcançar esse vetor de forças que me conduziria desse estado para um mais desejável.

Pergunta: Suponha que eu esteja com fome e imediatamente receba algum preenchimento, então eu nem sequer tenho um pensamento. Se estou com fome e não há tal preenchimento em torno de mim, sem comida, começo a pensar em como posso encontrá-lo?

Resposta: Sim, como dizem: “o amor e a fome governam o mundo”. A ausência do desejado gera pensamento, desenvolvimento. Portanto, é dito, “eles dão dois imbatíveis por um derrotado”. Quando uma pessoa recebe punição ou sofrimento, ela se desenvolve.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 03/12/18

Evolução Dos Desejos, Parte 1

laitman_738Quatro Níveis De Desejos

Pergunta: Toda a história da humanidade é um processo de desenvolvimento dos desejos humanos. Baal HaSulam escreve em seus artigos que tanto na natureza quanto dentro de uma pessoa existem quatro níveis de desejos: inanimado, vegetativo, animado e humano. Portanto, vemos esses quatro níveis fora de nós.

Quais são esses desejos e quantos deles estão lá, em qualidade e em quantidade?

Resposta: Em princípio, o desejo de se preencher é comum a todos os níveis da natureza. O que deve ser preenchido depende da deficiência que o desejo sente e do que lhe dará a sensação de satisfação e prazer.

Se esse desejo está no nível inanimado, ele quer se realizar como é. Ao mesmo tempo, não é capaz de adicionar ou subtrair nada do seu desejo, mas apenas age da mesma maneira que existe. Esse desejo é chamado inanimado. Não pode se desenvolver, mas quer preencher o que sente falta, isto é, aproximar-se de algo, distanciar-se de alguma coisa. Funciona desta forma.

Então o desejo se desenvolve do nível inanimado para o vegetativo.

No nível vegetativo, já existem mudanças no desejo em si. Ele cresce, muda sua forma, cria todos os tipos de desejos e ferramentas auxiliares para sua própria realização. Portanto, ele se desenvolve longitudinalmente, em largura, cresce, se move em direção ao sol, ar e água. Adquire a capacidade de controlar seu desejo inicial para se realizar. Esse desejo é chamado vegetativo.

No entanto, ele não pode sair do seu lugar; como uma planta, ele cresce no mesmo lugar em que foi plantado. Pode se espalhar a partir daí, mas sua raiz inicial permanece onde foi plantada pela força superior, algo ou alguém externo. Continua a desenvolver-se a partir deste estado.

Entretanto, esse tipo de desejo pode se reproduzir, influenciar o ambiente e ser influenciado pelo ambiente. É como plantas que interagem com os quatro estados da natureza: inverno, primavera, verão e outono. O desejo inanimado, no entanto, não tem essa capacidade.

O desejo vegetativo difere do inanimado pelo fato de se espalhar, mas até agora permanece no mesmo lugar em que existe.

O próximo desejo é o animado. Já pode mover-se de um lugar para outro, o que significa que tem liberdade de movimento. Naturalmente, sua reprodução é muito mais complicada e não consiste nos mesmos estados dos estados de uma planta, mas requer conexão com os outros.

No desejo animado há indivíduos masculinos e femininos que se movem, constroem uma família entre si, buscam ativamente o sustento, e assim por diante. Já existe uma briga por um lugar, por uma espécie e por uma fêmea aqui. Isto é, esse desejo tem todo um conjunto de ferramentas para se perceber de uma maneira ótima.

O próximo nível de desejo é o humano que contém todos os desejos anteriores. Além disso, ele tem livre-arbítrio em sua implementação, e pode se mover, combinar, se afastar, aproximar e mudar sua meta para o que e como ele pode se desenvolver.

O humano não está limitado em seus desejos e satisfação, tudo depende apenas dele. Portanto, seus desejos: inanimados, vegetativos, animados e humanos, dão a ele total liberdade. Ele é o líder, ele é o rei da natureza.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 03/12/18

Entre Eu E O Desejo Egoísta

laitman_963.1O período anterior a Tisha B’Av (o dia 9 de Av) é considerado ruim. Embora Israel deva estar acima do tempo e do calendário, ainda assim sentimos o peso e a influência deste período difícil em nós. Há problemas crescentes no mundo, anomalias climáticas, todos os tipos de conflitos. Nessas ocasiões, é muito importante trabalhar na unificação da sociedade, que é o único remédio e oportunidade para acelerar nosso desenvolvimento na direção certa e pelos meios corretos.

Estamos realizando uma noite de unidade nestes tempos, a fim de usar o crescente egoísmo e seu despertar como uma força necessária para o avanço.1

A sociedade começa quando todos entendem que o objetivo da nossa vida é desenvolver-se para doar ao Criador. Ao fazer isso, nos tornamos iguais a Ele em qualidades, começamos a compreendê-Lo e senti-Lo, a nos conectar com Ele e a aderir a Ele. A adesão completa ao Criador é o propósito do nosso desenvolvimento e do desenvolvimento da realidade. Toda a realidade se torna um ponto de adesão entre nós e o Criador. Isso determina o princípio fundamental da nossa sociedade.2

Nós não estamos cancelando a vida corpórea. No entanto, o principal para uma pessoa é alcançar sua alma eterna chamada “a parte divina de cima”. A alma é a adesão de uma pessoa ao Criador. Para alcançar essa adesão, precisamos trabalhar juntos e nos apoiar no grupo. Portanto, em primeiro lugar, precisamos organizar a sociedade correta que é direcionada, tanto quanto possível, para alcançar esse objetivo de adesão ao Criador.3

Doar ao Criador significa cumprir a Sua vontade através da adesão com Ele, através da equivalência de forma. Como Ele é misericordioso, devo tornar-me misericordioso, isto é, alcançar o amor ao próximo. No entanto, a fim de fazer isso, eu primeiro descubro o ódio, a separação e a rejeição dos outros para construir a qualidade oposta acima dessas qualidades: conexão e amor. Este é o trabalho da sociedade.

A sociedade deve me ajudar e me guiar nesse trabalho. Eu entendo que sou preguiçoso e que a cada momento tento evitar trabalhar em conexão, consciente ou inconscientemente. Portanto, quero que a sociedade me abrace como uma mãe segura seu bebê, carregando-me em suas mãos leais. Estou pronto para me dedicar à sociedade, porque já me controlei e percebi que sozinho não tenho força nem inteligência, nem chance. Deixe a sociedade fazer um ser humano de mim.4

Neste momento difícil antes do dia 9 de Av, precisamos prestar mais atenção em como o egoísmo nos governa, confunde e nos reduz ao grau animalesco por todos os meios possíveis: problemas com o clima, na sociedade, no trabalho e na família. Este momento, com todas as suas dificuldades, requer mais conexão de nós, porque é a hora de receber a Torá. Poderíamos ter recebido a Torá, mas não fomos capazes de recebe-la e, portanto, recebemos a destruição – o dia 9 de Av. Isso já aconteceu várias vezes.

Se a inclinação ao mal não é revelada, não temos nada para corrigir e nada a partir do que possamos construir nossa conexão com o Criador. A pessoa chega ao Criador a partir de duas linhas: a inclinação do mal e a inclinação ao bem contra ela. Eu venho ao Criador com minha natureza má e peço a Ele que me dê uma boa natureza para neutralizar e controlar meu egoísmo.

Hoje, estamos nos reunindo para a noite de unidade a fim de revelar juntos nossa inclinação ao mal e nossa capacidade de nos conectar e revelar a inclinação ao bem. Elas são reveladas uma contra a outra. 1.500 egoístas que entendem que o objetivo desejado pode ser alcançado apenas nos vasos de doação reunindo-se. Se cada um puder se elevar um pouco acima de si mesmo, então, através desse esforço comum, seremos capazes de fazer uma oração, pedir à Luz que nos separe um pouco do nosso desejo egoísta.

Estamos colados ao egoísmo, mas queremos nos elevar um pouco mais. A Luz, como a água, entra entre eu e o desejo egoísta, e eu começo a navegar acima dele como se estivesse em um barco, no meu grupo. De lá, já poderei começar a subir.5

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá 14/07/19, Preparando-se para o Dia de Unidade
1 Minuto 01:30
2 Minuto 04:08
3 Minuto 06:10
4 Minuto 09:12
5 Minuto 12:10

O Desejo Determina O Pensamento

laitman_543.01Pergunta: Qual é a relação entre pensamento e desejo?

Resposta: O desejo determina os pensamentos. Se fosse o contrário, seria bom. Mas, na verdade, os desejos determinam tudo. Isto é o que o Criador disse: “Eu criei o desejo”, um mal nisso. Os pensamentos aparecem para alcançar o que é desejado.

Isto é, primeiro eu quero, e depois pensamentos me vêm sobre como resolver esse problema. Assim, o desejo é primário e o pensamento é secundário.

Da Lição de Cabalá em Russo 03/02/19

O Desejo Muda, Os Pensamentos Mudam

Laitman_718.04Pergunta: Quando um desejo me domina, posso pensar nele sem parar. Como um desejo pode repentinamente afetar um nível superior de pensamentos?

Resposta: O desejo muda, os pensamentos mudam. Estou começando a pensar em como servir ao meu novo desejo.

Pergunta: Até que o desejo mude, o pensamento não muda?

Resposta: Claro. Quanto tempo passamos com a cabeça vazia, sem pensar em nada, com nada além de ondas vagando nela. Assim que surge o desejo de algo, já estou começando a pensar em como e quando devo implementá-lo.

Da Lição de Cabalá em Russo 03/02/19