Textos com a Tag 'Desejo'

O Desejo Nos É Dado De Cima

Laitman_049.03Pergunta: Se foi revelado a um Cabalista que nosso mundo não existe, ele esquece os sofrimentos que aconteceram ao homem e à humanidade?

Resposta: Não é que ele esqueça. Ele sente que tudo isso não aconteceu com ele.

Pergunta: Portanto, ele não se associa a essa entidade que sentiu tudo isso. Quem sentiu então?

Resposta: O desejo de se desfrutar sentiu. Esse não é o seu desejo, porque nos foi dado de cima, do Criador.

Observação: Mas um homem sentiu a realidade dentro de si.

Meu Comentário: Sim, visto que foi dado a ele, ele o experimentou internamente. Quando esse desejo foi tirado dele, ele começou a sentir que não era dele.

Pergunta: É como uma lagarta que, quando se torna uma borboleta, não se lembra mais que era uma lagarta?

Resposta: Não que ela não se lembre. Afinal, não há nada além de desejos. Se existe algum desejo em mim, eu o vivo. Se ele desaparece de mim, então não é meu. Portanto, se conectarmos nossos desejos e intenções, todo o passado desaparecerá e nos tornaremos absolutos.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 10/06/19

Dois Níveis De Desejos

laitman_423.01Comentário: Na espiritualidade, todos os fenômenos, pessoas e o mundo inteiro são como dentro de uma pessoa. A maneira como se comportam e o que fazem, tudo acontece em mim. E eu percebo todos os eventos ruins e bons como acontecendo comigo.

No mundo material, tudo é dividido em muitos objetos que são divididos em natureza inanimada, vegetativa e animada.

Minha Resposta: Isso se deve ao fato de que nossos desejos podem estar em dois níveis.

No nível do nosso mundo, eles são completamente diferentes, até antagônicos entre si. Depois sentimos um mundo antagônico, desmontado e despedaçado. É isso que percebemos em nossas propriedades egoístas porque elas são antagônicas.

Na espiritualidade, como essas mesmas propriedades tendem a interagir, complementar e se conectar, sentimos um único dispositivo, um único mundo.

Comentário: Rabash, no artigo 18, escreve: “Deve-se lembrar o que ‘Israel e o povo do mundo’ significa da regra de que tudo está em uma pessoa. Então a propriedade ‘Israel’ é chamada de ‘doação’, e todas as suas ações são apenas de doação, e isso é chamado de ‘inclinação ao bem’ no homem, e as nações do mundo são chamadas de ‘Kelim de recepção’, e isso é a ‘inclinação ao mal’ no homem.

Minha Resposta: Em princípio, esses são dois tipos de desejos que se manifestam em nosso mundo como dois grupos de pessoas: o povo de Israel e os povos (nações) do mundo. Mas, de fato, tudo isso é sentido dentro de uma pessoa.

Há obras milenares de Cabalistas que tentaram declarar isso mais ou menos claramente para o povo.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 10/06/19

Deixe O Desejo Amadurecer

laitman_236.01Pergunta: No livro Fruto do Sábio, Baal HaSulam escreve que a pessoa deve se regozijar nas descidas. Como uma pessoa pode se regozijar em estados nos quais não deseja revelar o Criador?

Resposta: Muitas vezes, quando eu era convidado para um jantar, via a seguinte imagem: antes do jantar, os convidados recebiam um aperitivo para beber e algo picante para comer.

Antes de um bom jantar, os convidados passeavam pelo jardim ou conversavam na sala de estar. O anfitrião manteria tudo de propósito por mais meia hora, depois quinze minutos mais, e quando já estavam no limite e ficava claro que estavam prontos para comer, ele os deixaria entrar.

Precisamos entender que a tarefa do Criador é amadurecer nosso egoísmo, nosso desejo de preenchê-lo. E Ele faz isso.

Portanto, ou nos desenvolvemos rapidamente e logo podemos mudar da sala de estar para a sala de jantar, ou, como sempre, podemos nos desenvolver lentamente e experimentar inúmeros problemas.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 27/03/19

Onde Posso Encontrar Forças Para Rejeitar O Desejo De Ser Preenchido?

laitman_942Pergunta: Onde uma pessoa encontra forças para rejeitar o desejo de ser preenchida e não receber o preenchimento?

Resposta: Do Criador. Mas, para fazer isso, é preciso estar em um grupo, porque essa força não está em nós. Não podemos deixar de receber, porque consistimos apenas no desejo de receber.

É aqui que entendemos que não temos o poder de nos controlar. Começamos a acreditar no que os Cabalistas dizem: se você realmente deseja obter o atributo de doação, não há outra maneira senão entrar em um grupo que se envolva em adquirir o atributo de doação, porque é somente através do grupo, quando uma pessoa se anula perante ele, que ela pode começar a adquirir esse atributo do Criador.

Não existem muitas condições para isso, mas é muito difícil absorvê-las em nossa mente egoísta.

  • Eu preciso estar em um grupo.
  • Eu preciso me anular perante os amigos.
  • Eu preciso não receber do Criador para que mais tarde possa receber dele tudo o que Ele preparou para mim.

Existem muitos movimentos diferentes que se contradizem, e é muito difícil para uma pessoa absorvê-los e imaginar tudo.

Embora tudo o que ela precise fazer seja simplesmente sentar-se fisicamente, como uma máquina e estudar o sistema, todas essas ações passam por ela ao mesmo tempo e ela muda constantemente. Quando uma pessoa muda, ela sente o conhecimento e as ações adquiridos de uma nova maneira a cada vez. Quando ela se sente diferente, não entende como tudo isso acontece.

Acontece que a sabedoria parece simples: há apenas prazer e desejo, que devem ser integrados corretamente para que o prazer seja recebido pelo desejo e o desejo dê pelo prazer, mas isso não funciona, e é muito difícil de conseguir. É por isso que existem outros auxílios, como o grupo e a luz circundante.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 16/02/20

Até Que O Desejo Amadureça

Laitman_508.2Pergunta: Como dois desejos opostos coexistem em uma pessoa quando o ponto no coração desperta nela? Afinal, isso é completamente diferente do que uma pessoa sentiu antes e praticamente não tem nada a ver com este mundo.

Resposta: Não tem nada a ver com isso. Esse sentimento surge inesperadamente, assim como qualquer nível espiritual se manifesta imperceptivelmente.

Agora você já está em uma certa conquista, em uma certa conexão e até em um relacionamento mais ou menos consciente com o Criador, e sente algo novo. Além disso, cada conquista surge como se acontecesse pela primeira vez.

Pergunta: Por que um não segue o outro? Por que deve haver uma descida?

Resposta: Porque isso não acontece como em um filme em que você senta e assiste a quadros tremeluzentes. Você deve inserir seu desejo e sua preparação em cada quadro. Você passa por todos os tipos de estados até que o desejo amadureça completamente.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 02/02/20

Reavaliando Os Desejos

laitman_624.04Comentário: Depois que comecei a estudar Cabalá, muita coisa mudou na minha vida. Eu reavaliei meus valores e desejos.

Minha Resposta: De fato, uma pessoa que começa a estudar Cabalá está pronta para diminuir suas expectativas desta vida para um nível mínimo normal. Comida, abrigo e família são tudo o que ela precisa no nível corporal.

Você não deve estar correndo atrás de objetivos corporais. Você deve ansiar pela consecução do estado perfeito e eterno, que você vê à sua frente possível.

Tudo o resto é temporário e desaparecerá de qualquer forma. A esse respeito, a sabedoria da Cabalá ajuda a pessoa a se posicionar corretamente em relação aos valores que ela pode obter em nosso mundo.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 26/01/20

Nova Vida # 1187 – O Desejo De Uma Vida Perfeita

Nova Vida # 1187 – O Desejo De Uma Vida Perfeita
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Yael Leshed-Harel

De acordo com a sabedoria da Cabalá, perfeição significa completar o seu lugar em toda a humanidade, ajudando todos os outros a se tornarem perfeitos. Cada um de nós se torna parceiro da força superior cujo nome é perfeição. Ao se apegar ao ambiente, a pessoa aprende o que vale a pena desejar e começa a se sentir íntegra. Em uma vida perfeita, ninguém se aproxima egoisticamente de si mesmo, mas transmite tudo aos outros. Quando a humanidade se corrigir dessa maneira, toda a natureza parecerá perfeita.

De KabTV, “Nova Vida # 1187 – O Desejo De Uma Vida Perfeita”, 10/12/19

Deixe A Segurança Do Conhecido, O Egoísmo, E Descubra A Perfeição, A Doação

laitman_962.8O desejo pessoal de cada um é muito pequeno, ele é capaz de desfrutar apenas dos prazeres deste mundo. Se uma pessoa adquire os desejos do Criador, isto é, a intenção em prol da doação, ela ganha um desejo ilimitado, um vaso espiritual, e dessa forma desfruta de não receber, mas doar. Ela não está mais isolada, sob o domínio de sensações temporárias, aleatórias e pessoais, mas em um sentido de realização eterna, perfeita e infinita.

Essa é a diferença entre desejos egoístas e desejos altruístas. De fato, o objetivo da criação é deleitar as criaturas. Devemos desfrutar, mas de tal maneira que o Criador possa nos dar realização ilimitada; isto é, não nos limitaríamos. Portanto, precisamos de um desejo que esteja fora da criação, sem limites. E isso só pode ser com doação.

Assusta-nos que supostamente nos afastemos do nosso “eu” e nos perdemos, caindo em escravidão para a força superior. Mas isso não é de todo verdade. Pelo contrário, trocamos um desejo minúsculo, temporário, aleatório e limitado por um perfeito, eterno e ilimitado. Essa é toda a diferença. Mas para isso é necessário superar a barreira psicológica: o meu desejo. Eu me agarro a ele como um bebê a um velho ursinho de pelúcia. Ele não pode abandoná-lo, embora o mundo inteiro lhe seja oferecido em troca: vá, desfrute e abra novos horizontes. Não, ele só quer esse urso, agarrando-o a si mesmo, porque é “meu”.

Por isso, discordamos de nos afastarmos do egoísmo mesquinho, embora isso nos dê apenas problemas. De fato, esses problemas são uma ajuda para nós, um chamado do Criador para sair do egoísmo. Mas, por mais que tentemos tirar o brinquedo das mãos da criança, ela não o deixa ir.

A sabedoria da Cabalá está tentando nos explicar que vale a pena deixar o egoísmo e começar a trabalhar em grupo. No entanto, temos grandes dificuldades em aceitar essas explicações. Somos bem fechados, limitados e incapazes de pensar logo acima dessa fronteira egoísta, acima do nosso velho urso. Nós nos apegamos a ele e nos parece que toda a nossa vida está encerrada nele.

Somente o grupo e a luz que reforma podem ajudar e mudar alguma coisa aqui. Portanto, o Criador, em preparação, rompe a alma comum e diz: “Que se possa ajudar o próximo”. Não posso me ajudar, não sou capaz de combater meu egoísmo, mas posso ajudar meus amigos. E assim é para cada um de nós.

Todos na dezena pensam nos outros e, graças a isso, temos a oportunidade de deixar esse urso ir, abrir nossas mãos e, em troca, entrar em outro mundo, outra realidade. O Criador fez uma ótima preparação para nos dar essa oportunidade afortunada. Precisamos apenas ouvir os conselhos dos Cabalistas. Estamos em um ponto crítico hoje e podemos realizar essa transição se pensarmos seriamente sobre ela e não perdermos a chance que nos é dada. 1

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 28/01/20, “Doar Contentamento ao Criador”
1 Minuto 04:00

O Propósito Do Grupo Cabalístico, Parte 3

749.02O Maior Desejo – Israel

Pergunta: A evolução separa constantemente algumas partes da natureza. Acontece que um grupo de pessoas chamado “Israel”, que tem um certo caminho de desenvolvimento, é selecionado pela evolução. Então, todos os tipos de pequenos grupos chamados “dezenas” compõem esse grupo.

Por que é impossível trabalhar com toda a humanidade? Por que é necessário ser encerrado em um pequeno grupo de pessoas?

Resposta: O fato é que a alma, ou seja, o desejo geral criado pelo Criador, é dividida em muitos níveis e subníveis diferentes. Por exemplo, se tomarmos o seu nível mais alto e mais sensível, ele será, por sua vez, o mais egoísta e, ao mesmo tempo, o mais próximo de seu efeito à luz. Isto é, ele é direcionado para a luz e a luz é direcionada para ele. A luz é a influência do Criador em um desejo.

Portanto, em primeiro lugar, é esse desejo mais elevado que começa a se desenvolver, que, por causa de sua aspiração ao Criador, é chamado “Israel”, que significa “direto ao Criador”. Estando mais próximo a Ele, ele deve primeiro entrar em contato com o Criador e, por meio dele, a influência do Criador passa para os outros desejos.

Observação: Sabemos que isso não tem relação com as nacionalidades visto que o grupo de Israel foi formado pelos representantes menos egoístas de várias tribos da antiga Babilônia.

Meu Comentário: eu não diria que eles eram menos egoístas. Pelo contrário, eles se sentiam mais desapegados e mais suscetíveis a todos os tipos de estados ruins. Como resultado disso, sentiram que eram obrigados a atingir o sentido da vida ou, alegoricamente, que deveriam atingir de onde vêm, quem os governa e como podem mudar suas vidas.

Portanto, eles se reuniram em torno de Abraão, que os chamou para a realização espiritual. Ele explicou a eles que isso só é possível se eles começarem a trabalhar juntos na unidade entre si.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 06/03/19

Enriqueça-Se Através Dos Desejos Dos Outros

laitman_963.8Pergunta: Como devo aumentar meu desejo de espiritualidade? Você está dizendo que é possível anexar a mim os desejos de espiritualidade dos outros. Existe algum tipo de mecanismo sobre como fazer isso?

Resposta: Somente na forma de autoanulação. Você não poderá adquirir nada sem se anular. É assim que, de repente, você começará a sentir que essa ação permite absorver completamente novas qualidades dentro de si.

Pergunta: Como distinguir qual é o desejo?

Resposta: Digamos que você veja um amigo cujo comportamento você não gosta. Anule-se e comece a associar-se ao comportamento dele, às ações dele. Aja como se estivesse de acordo com ele. Tente trabalhar consigo mesmo dessa maneira! Então você começará a receber sensações completamente novas e previamente desconhecidas para você. Isso é chamado de conexão com os amigos.

Olhe para os outros – você não gosta de uma coisa sobre este, outra coisa sobre aquele. Tente se anular, concordar com o amigo, estar junto com ele em sua ação e você verá como isso o enriquece, como está se conectando com ele. É assim que o Kli (vaso) comum no qual o Criador aparece é gradualmente revelado.

Da Lição 0, Convenção Mundial de Cabalá na Moldávia, 05/09/19