Textos com a Tag 'Criador'

Um Ímpeto Para Se Voltar Ao Criador

528.02Pergunta: Para ver uma única força por trás de todos os objetos e fenômenos, tenho que encontrar desejos que sustentam essa ideia dentro de mim?

Resposta: Não, você não será capaz de encontrar esses desejos em si mesmo. Você deve estar no grupo apropriado para recebê-los.

O fato é que nenhum de nós deseja a unificação. Não há desejo de doação em nós. Mas quando nos reunimos em um grupo e vemos o quão egoístas somos, o quanto não queremos e até desprezamos toda essa unidade, começamos a entender o quão longe estamos da qualidade espiritual, a qualidade do Criador.

Então, não temos escolha a não ser tentar todos os tipos de técnicas artificiais para nos aproximarmos uns dos outros, a fim de alcançar o estado de pedir ao Criador para nos unir.

Todo trabalho em grupo consiste em dar o exemplo de luta pela unidade uns aos outros. Embora não tenhamos essa aspiração natural, quando fazemos isso artificialmente, damos um exemplo para nossos amigos.

Como resultado, chegamos a um estado em que parecemos estar lutando pela unificação, mas, na verdade, não a alcançamos. É aqui que surge a diferença entre o estado desejado e a realidade. Essa diferença cria um ímpeto para que nos voltemos para o Criador.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 15/04/19

Adotar O Criador

289Se eu quiser avançar na espiritualidade, a cada segundo devo transferir todos os meus sentimentos, atenção e amor através da dezena para o Criador. E mesmo que eu não sinta nenhum desejo por isso, ainda tento fazê-lo artificialmente.

É como uma família que adotou uma criança e tenta dar-lhe o máximo de atenção possível, embora ainda não tenha se apegado a ela de coração e a sinta como um estranho.

E ainda assim, eles colocam mais e mais energia nisso até que comecem a senti-la como um verdadeiro membro da família. Quanto mais coração e cuidado eles colocam nesta criança estranha, se preocupam e cuidam dela dia e noite, mais a sentem como se fosse sua. Eles adoram o esforço despendido porque é parte deles.

É assim que devemos agir em relação ao Criador. Ao colocar mais e mais atenção e esforços do meu desejo de receber prazer ao desejo de doar ao Criador, eu O construo. Portanto, é dito: “Você Me fez”. Acontece que o Criador se torna querido para mim porque eu mesmo O fiz querido.

O Criador se torna o bom que faz o bem porque eu quero que Ele seja assim. Eu faço tudo com minhas próprias mãos e é assim que avanço e construo o Criador.

Portanto, o Criador é chamado de “venha e veja” (Bo-Re) porque você precisa chegar a essa revelação colocando muito esforço nela. Então verei o que fiz e desfrutarei do que fiz. Caso contrário, é impossível revelar o Criador.

Trabalhamos para nos moldarmos em seres humanos, mas também moldamos o Criador da mesma forma. Construímos a forma do mais elevado a partir do nosso desejo de receber prazer, e o Criador a preenche com o poder de doação e amor. Quanto mais eu coloco esse esforço, como em uma criança adotada, mais eu construo minha imagem dentro Dele, minha forma corrigida, que será preenchida com o espírito de doação e amor e será chamada de “venha e veja”, isto é, o Criador.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 12/01/21, “Ibur (Conceição)”

Recorra Constantemente Ao Criador

567.04Pergunta: É apropriado recorrer constantemente ao Criador ou apenas em momentos muito difíceis?

Resposta: Devemos ter certeza de que é sempre relevante, que sempre temos um motivo para recorrer a Ele.

Pergunta: Procuramos uma razão para isso?

Resposta:  Não espere por isso, mas realmente siga em frente, e você sempre terá motivos para se voltar ao Criador. Ele está interessado em ser abordado constantemente.

Pergunta: Ele é capaz de aceitar todos os pedidos de bilhões de pessoas ao mesmo tempo?

Resposta: Acho que sim. Estamos sob Seu controle completo e tudo depende apenas de nossos desejos, de nossos pedidos.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 04/03/19

Por Que Não Podemos Chegar A Um Acordo Com O Criador?

560Pergunta: Por que não podemos chegar a um acordo com o Criador?

Resposta: Depende em que você deseja chegar a um acordo. Se você quiser que Ele lhe faça favores e concessões, isso não acontecerá. Todos nós estamos em um sistema muito rígido de conexões mútuas. Nesse sistema, não pode haver solicitações do tipo: “Por que você está brincando comigo? Por que me maltrata por tanto tempo? Veja o quanto sofro!?” Tudo isso não ajuda. Afinal, você vê como a humanidade tem tentado implorar ao Criador oferecendo-Lhe sacrifícios como se Ele esperasse esses sacrifícios de nós. Não funciona.

Existe um sistema perfeitamente preciso e saudável de conexão mútua de todos os desejos egoístas em um sistema de conexão altruísta. Precisamos aprender este sistema da melhor maneira possível, entendê-lo e então seremos capazes de existir nele e revelá-lo enquanto ainda vivemos neste mundo.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 25/11/18

Agrade Ao Criador

572.02Pergunta: Uma das emoções mais positivas que expressamos é a alegria. O prazer de comer um sanduíche, de conviver com companheiros ou de ganhar uma medalha nas Olimpíadas, nos referimos a isso por uma palavra: alegria.

O que dá alegria a um Cabalista?

Resposta: Um Cabalista sente alegria quando pode alcançar equivalência com o Criador, pois através das pessoas ele exerce uma boa influência sobre Ele e produz uma boa ação.

Isso geralmente é feito da seguinte maneira: quanto mais pessoas se conectam umas com as outras, maior é a oportunidade de receber a luz superior, a sensação e revelação superiores do Criador na união umas com as outras. Então, a alegria surge nelas porque sentem o Criador em sua conexão e sentem como O desfrutam e deleitam.

Ou seja, a alegria que um Cabalista sente vem do fato de que ele agrada ao Criador.

O Criador significa a força positiva mais elevada da natureza, que, em princípio, não precisa de nada de nós. Só nós é que sentimos que Ele é feliz. Simplesmente nos unimos para permitir que essa força nos preencha.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 03/04/19

Uma Orientação Espiritual Para O Criador

278.01Baal HaSulam, Shamati #70, “Com Uma Mão Poderosa E Com Fúria Derramada”:

Ele disse que devemos saber que, daqueles que desejam entrar na obra do Criador a fim de realmente aderir a Ele e entrar no palácio do Rei, nem todos são admitidos. Em vez disso, ele é testado: se ele não tem outros desejos, mas apenas um desejo por Dvekut [adesão], ele é admitido.

E como alguém é testado se tem apenas um desejo? Ele recebe distúrbios. Isso significa que ele recebe pensamentos estranhos e mensageiros estranhos para obstruí-lo, para que ele deixe este caminho e siga o caminho de todas as pessoas.

No movimento em direção ao Criador, devo adquirir a direção certa em direção a Ele. Mas eu não vejo isso. O Criador só é descoberto no final do meu esforço. Estou caminhando na escuridão a cada passo do caminho e gradualmente O descubro como resultado de minha orientação correta. Mas como podemos fazer isso da maneira certa? Para fazer isso, devo olhar através de dois pontos para acertar um terceiro ponto, como faria com a mira de um rifle.

Se estou olhando por meio de uma única intenção, isso não basta, devo combinar uma segunda intenção a ela e poderei acertar o alvo.

Portanto, preciso de alguns pontos de orientação no caminho espiritual. Se eu tiver três componentes: eu mesmo, um grupo (a “Dezena”) e um professor (o “Rav”), posso ter certeza que “encontrarei” o Criador.

Devo me integrar totalmente a um grupo para fazer isso, de modo que minha dezena se torne uma única unidade. Desta forma, sou guiado pelo mesmo método que todo o grupo está recebendo do professor, e mesmo que não saibamos nada sobre o Criador, podemos ter certeza de que estamos apontando para Ele.

Pergunta: Como meu olho físico (o ego) pode sentir e ver a direção espiritual por meio de características que são opostas às minhas?

Resposta: Este não é um olho físico, mas um coração e uma mente, minha atração pelo objetivo.

Assim como olhamos intencionalmente quando queremos encontrar um objetivo físico, também queremos encontrar um objetivo espiritual através de nós mesmos. É especificamente através do contraste dessas características que eu me dirijo ao Criador e me mudo gradualmente de tal forma que de acordo com a equivalência das características eu começo a descobri-Lo. Isso está trabalhando para meu benefício e está mudando minhas características.

De KabTV “Fundamentos da Cabalá”, 09/12/18

Esforçando-Se Para Alcançar O Criador

527.03Quando uma pessoa pergunta sobre o sentido da vida, essa pergunta a leva a uma busca. De onde eu vim? Para que eu existo? Por que eu existo? Em princípio, essa questão involuntariamente nos direciona para a revelação da fonte da nossa existência, o Criador.

O Criador não é um deus sentado em alguma nuvem. É a natureza que nos cerca e nos governa. Inconscientemente, estamos constantemente sob Seu poder e cumprimos Seus desejos, instruções e leis.

O Criador, ou a forma mais elevada da natureza, seu estágio mais elevado, é a propriedade de bondade, doação e amor; uma propriedade absoluta que inclui toda a criação. Ainda não a sentimos, mas estamos tentando revelá-la.

A questão sobre o sentido da vida leva cada um de nós a uma busca pelo Criador, pela fonte e pela razão de nossa existência. Se eu não responder a essa questão, toda a minha vida se tornará sem objetivo, sem sentido e odiosa. O que devo fazer? Portanto, eu começo a procurar uma maneira de revelar o Criador.

Isso leva milênios; as pessoas se envolvem em todos os tipos de sistemas de estudo, incluindo filosofia, bem como outras práticas espirituais. A humanidade se perdeu nisso porque existem cerca de 2.800 tipos de religiões, crenças e ensinamentos. Nenhum deles é baseado em nada; destinam-se a uma pessoa se convencer de sua alegada verdade e, assim, ser capaz de existir.

No entanto, existe uma ciência muito interessante chamada “a ciência de revelar o Criador”, que visa revelar o Criador a um homem em nosso mundo. Nem outras ciências, nem religiões, nem outras crenças ou métodos definem tal objetivo para si próprios. Isso é conhecido como a ciência da Cabalá.

As pessoas que vêm já estão preparadas ou parcialmente preparadas para isso. Mas, elas também estão dentro do processo. À medida que começam a estudar Cabalá, passam por muitos estágios diferentes que as peneiram como se por uma peneira. Apenas algumas realmente alcançam a revelação do Criador. Mas, em nosso tempo, isso, em princípio, foi preparado para todos. Portanto, todos estão convidados.

De KabTV, “Cabalá – Ciência da Vida” 01/03/18

O Criador Por Trás Do Muro

931.01Pergunta: Hoje as nações estão misturadas na Europa como na antiga Babel. Se a conexão entre as pessoas estiver errada, grande crueldade será gradualmente revelada. O que devemos fazer para que as pessoas na Europa saibam disso?

Resposta: Precisamos subir acima das contradições e diferenças entre nós e não prestar atenção a elas, e pedir à luz superior para nos unir. Como? Esse é o seu negócio, é sua força. Precisamos simplesmente ser constantemente atraídos a ela a partir do centro da dezena.

Tente não perceber o mundo pessoalmente em seu trabalho espiritual, “Eu, eu, eu”. Livre-se do “eu” e se restrinja apenas ao “nós” por meio da dezena. Então, se você se sentir bem ou mal, irá constantemente se voltar ao Criador e receber Sua resposta de acordo.

Tudo precisa ser construído sobre isso, sem quaisquer aspirações pessoais ou pedidos do Criador. Esse é o problema, porque você constantemente se pegará pedindo para si mesmo, falando por si mesmo, tentando receber para si mesmo, enquanto tudo isso precisa ser apenas emocionalmente na dezena.

Você deve se voltar ao Criador enquanto está emocionalmente na dezena, uma vez que Ele também está lá. É como se você estivesse entre a dezena contra um muro e o Criador estivesse atrás do muro.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 06/02/19

O Começo Da Conquista Do Criador

294.4Pergunta: Em nosso mundo, toda a humanidade tem um entendimento comum do que é a fé. Disseram-lhe algo e, embora não o tenha visto, não o sinta e não o alcance, você acredita nele. E conhecimento é o que alcançamos em nossos cinco sentidos.

Mas a Cabalá estuda um estado chamado fé acima da razão. O que isso significa?

Resposta: Na Cabalá, tudo é totalmente diferente deste mundo. O estado de fé acima da razão chega à pessoa após um período de trabalho bastante árduo, quando ela começa a entender o que a Cabalá diz sobre o nosso mundo e o mundo espiritual.

Fazendo certos exercícios, a pessoa começa a sentir que tudo o que acontece com ela vem de alguma força superior, inteligência superior, vontade superior e segue um certo programa que pode ser chamado de Criador, o desejo do Criador, o plano do Criador. E a pessoa vê que tem praticamente apenas uma ação restante em nosso mundo: conectar todas as suas sensações com o Criador. E ela faz isso gradualmente.

Ela atribui tudo o que acontece ao seu redor à força superior, não porque está escrito para fazer isso, mas porque ela começa a sentir que há uma certa tendência, significado e propósito nisso – em todos os casos da vida para direcionar uma pessoa a apenas uma fonte, o Criador.

Via de regra, a pessoa começa a experimentar todos os tipos de sensações desagradáveis, ameaças, medos e derrotas em seu egoísmo, em seu orgulho e em sua autoconsciência. Ela sente a hostilidade do mundo em relação a ela proveniente de várias fontes. Então, por trás de todas essas fontes, ela começa a ver um certo sistema de forças chamado de “Criador”, que atua na pessoa dessa forma de modo que ela seja direcionada a Ele. Ou seja, por trás de toda a variedade de natureza inanimada, vegetativa e animal, existe algum tipo de força, um plano, um programa; existe uma única fonte.

E a própria força está escondida da pessoa. Ela deliberadamente se manifesta à pessoa de tal forma que ela olha em sua direção. O que significa em sua direção? Ainda não está claro. Acontece que em tudo o que lhe acontece, ela se acostuma a ver a única fonte.

Esforçando-se nisso, a pessoa, por assim dizer, sobe para outro nível de atitude em relação ao que está acontecendo no mundo, no universo, ao que é chamado de fé acima da razão.

A razão é o que uma pessoa pode sentir em seus cinco sentidos em nosso mundo, como todas as outras pessoas. E a fé é a habilidade de relacionar tudo o que acontece com ela ao próximo nível, a uma certa força, que desta forma a educa gradualmente.

Inicialmente, isso é apenas uma sensação, porque a pessoa ainda não atingiu exatamente a fonte em si. Ela não pode dizer nada sobre Ele, exceto uma coisa: é a fonte que lhe envia todas as provações. E acima das provações, a mesma fonte ajuda a pessoa a se voltar a Ele.

Assim, Ele direciona a pessoa a Si mesmo: “Preste atenção em mim. Você recebe tudo de mim. Eu sou o único governante neste mundo. Eu sou o único que governa você, sobre todas as suas ações, estados, pensamentos, sentimentos, sobre tudo ao seu redor, sobre todo o universo. E tudo o que afeta você vem de Mim”.

Este é o início de alcançar o Criador como a fonte de tudo o que acontece, quando precisamente em condições críticas surge a necessidade de algo maior e a pessoa não entende o que está acontecendo com ela, por que e como. Tudo isso a oprime e confunde.

Então, como resultado de uma grande turbulência interna, um sentimento repentinamente desperta de que isso vem da força superior.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 11/03/19

Como Sentir A Conexão Entre Eu, O Criador E O Mundo?

947Pergunta: Eu odeio o estado de receber para mim mesmo. Mas como posso aumentar minha força de vontade a fim de sair de mim o mais rápido possível e incluir todo o processo de criação dentro de mim, para compreender e sentir a conexão entre eu, o Criador e o mundo?

Quando me encontro em uma situação fora do grupo, eu duvido muito e não posso ir além desse ponto. Pareço assistir às aulas em grupo, mas uma semana passa, e o estado de realização, doar em algum lugar se vai. O que você pode recomendar?

Resposta: Não posso lhe dar nenhum conselho além da integração total dentro de um grupo. Não sei a que grupo você pertence, com que está envolvido e em que medida está a trabalhar na integração de todos com todos. Mas o fato é que além disso não há mais nada.

Se você estiver totalmente integrado a um grupo e parar de sentir a diferença entre você e os outros, você se tornará qualificado e adequado para receber e descobrir a luz superior dentro de você.

Por meio da integração em um grupo, você se transforma de egoísta em possuidor da característica de doação, para que a luz comece a ser revelada em você.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 25/11/18