Textos com a Tag 'Espiritualidade'

Como Devemos Imaginar A Espiritualidade?

Laitman_013.03Pergunta: Você pode descrever o estado para o qual estamos avançando? Qual deve ser o nível de conexão entre nós: no nível dos sentimentos e no nível dos pensamentos?

Resposta: Há um lugar para esta pergunta, mas não há resposta para ela. Como você pode imaginar o relacionamento mútuo que a luz superior irá revelar entre nós? É indescritível. Portanto, é chamado de “fé acima da razão”, uma “qualidade espiritual”, o “mundo espiritual” onde os opostos não são mais opostos, mas complementação mútua.

Eu sinto que isso é percebido no nível linear em cada um de vocês, nada pode ser feito aqui. Você só precisa exigir que isso aconteça.

Da Lição de Cabalá em Russo, 06/02/19

O Componente Espiritual Especial

laitman_962.8Há pessoas que acham difícil até ouvir que precisamos alcançar a conexão para alcançar o Criador. O Criador é tão exaltado e incompreensível, Ele está em outra dimensão que não sentimos. Ele não se encaixa no escopo de nossa mente e sentimentos. Não podemos montar este quebra-cabeça – a imagem do Criador – a partir dos pensamentos e sensações dentro de nós para que, de alguma forma, O sintamos e compreendamos.

Ainda, por outro lado, eles dizem que isso acontece através de simples ações corporais em nosso mundo. Nós não entendemos a conexão entre os dois: como isso ajudará se eu sorrir para os outros e tratá-los bem? Nós não pensamos nisso como um jogo sério, apenas hipocrisia. Somos egoístas por natureza e já tentamos mudar nosso comportamento externo sem mudar a essência interior.

No entanto, aqui devemos entender que existe um componente espiritual especial chamado Luz que retorna à fonte – uma força especial que podemos extrair e que mudará nossa natureza. Portanto, mesmo se não quisermos nos conectar, nos aproximarmos uns dos outros e apoiarmos uns aos outros, devemos fazer isso para nos aproximarmos do Criador. Este é um trabalho árduo e precisamos nos convencer de sua necessidade para que, mesmo atuando contra o nosso desejo, fingindo e brincando, despertemos a luz que reforma.

Quanto mais artificial e antinatural é o nosso esforço, e ainda assim o realizamos, mais luz ele desperta. Daí o paradoxo de que as pessoas que não podem ter qualquer conexão com os outros e não aceitam esse princípio, através de seus menores esforços para se conectar, despertam uma grande luz de correção.1

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, 28/04/19, Do Ponto no Coração a Uma Dezena” (Preparação para a Convenção na Convenção Latino-Americana 2019)
1 Minuto 14:52

O Poder Sobre O Estado Espiritual

laitman_937Pergunta: Quais são os graus de poder sobre o coração e sobre os estados espirituais?

Resposta: O poder sobre o estado espiritual reside no domínio sobre o egoísmo, uma vez que ele nos separa do espiritual. É possível dominar o egoísmo apenas com a ajuda da luz superior. Não depende de nossa força de vontade, força de nosso caráter ou dos votos severos que assumimos sobre nós mesmos.

Tudo depende do quanto uma pessoa se inclui no grupo e pode se dissolver nele. Nesta medida, ela corresponderá mais à luz superior, a propriedade do Criador, e gradualmente se tornará mais próxima a Ele.

O Criador nem sempre está se escondendo. Eu posso revelá-Lo em algum momento, e Ele desaparecerá imediatamente para que eu possa ir mais longe e focar ainda mais nele. Suponha que eu O peguei com minhas propriedades novas e mais corrigidas, e Ele desaparece novamente para que eu volte a focar Nele com minhas propriedades mais amáveis, que desenvolvo em conjugação ainda maior com o grupo, e assim por diante.

Se eu faço parte da dezena, nós devemos fazer intersecções mútuas, de modo que um campo uniforme apareça entre nós.

Quando nos esforçamos para criar este campo, o Criador aparece dentro dele. Isto é, o Criador é o resultado do desejo dos dez de ser como um. Essa é a condição principal.

Da Lição De Cabalá Em Russo, 09/12/18

Revelar O Espaço Espiritual

laitman_928Pergunta: Por que uma pessoa não recebe imediatamente uma oportunidade de entrar no espaço espiritual e se desenvolver dentro dele?

Resposta: Ela não tem desejo por isso. Se você lhe der tais desejos, eles não serão dela. É um estado animalesco. Por outro lado, a pessoa deve desenvolver os desejos espirituais certos. Só então começará a atingir os estados superiores e eles serão dela.

Pergunta: Talvez já existamos no espaço espiritual e não o sintamos?

Resposta: Sim, é verdade. E daí? Você ainda não o sente. É uma questão de como abri-lo.

Da Lição Diária de Cabalá em Russo, 09/12/18

Nova Vida # 170 – O Que É Um Funeral Na Espiritualidade?

Nova Vida # 170 – O Que É Um Funeral Na Espiritualidade?
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Nitzah Mazoz

Resumo:

Quando um homem morre, um grupo de pessoas o acompanha em sua última jornada. Por que é importante acompanhar os mortos, o que é a morte na espiritualidade e o que significa estar enterrado no pó?

Se uma pessoa investiu na totalidade da sociedade, ela tem uma parte eterna nela. Apenas o corpo morre.

De KabTV, “Nova Vida # 170 – O Que É Um Funeral Na Espiritualidade?”, 21/04/13

Interesses Corporais E Espirituais

laitman_555Pergunta: Por que parece que quando começamos a estudar Cabalá não temos mais interesses comuns com nossos antigos amigos e nossa vida social desaparece?

Resposta: Quando uma pessoa começa a praticar Cabalá, é como se ela se separasse de seus assuntos terrenos comuns. Ela involuntariamente trabalha, vive involuntariamente na família e, involuntariamente, existe porque é cativada por essa ciência, que fala sobre o eterno, a perfeição e a alma, e isso causa uma impressão muito mais profunda do que a vida material da pessoa.

Mas gradualmente essa sensação desaparece e ela equilibra sua percepção da vida cotidiana com suas impressões da vida espiritual. Isso deve ser experimentado.

Naturalmente, você não terá muito em comum com seus antigos amigos, porque os interesses deles estão no nível do nosso mundo, e os seus estão no nível do mundo superior. Portanto, o grupo que você organiza para estudar Cabalá representará a sociedade mais importante para você.

Da Lição em Russo, 11/11/18

A Espiritualidade Não Desaparece

721.03Pergunta: O que a pessoa deve fazer se a pergunta sobre o sentido da vida perde a nitidez depois de vários anos de estudo e estudar se torna um hábito, um hobby, um modo de vida? Ela sente que não há avanço.

Resposta: O fato do estudo se transformar em um estilo de vida é muito bom.

Eu comecei a estudar Cabalá de forma independente em 1976. Em 1979, encontrei meu professor e, em 1982, fui morar com ele. Quarenta-quarenta e cinco anos de estudo de Cabala é uma vida inteira.

Eu não estou arrependido. Olhando para pessoas da minha idade que ainda estão vivas, vejo que não perdi nada. Pelo contrário, entendo a vida não menos do que elas, se não mais. Estou feliz por ter estudantes e vejo o futuro neles.

Não posso imaginar que a Cabalá pudesse desapontar alguém. Mesmo se uma pessoa chegou a ela por algum tempo e depois retornou à sua antiga vida, ela ganhou alguma coisa, adicionou grande Luz superior à sua alma.

Embora esta Luz esteja agora em um estado “stand by”, congelado, a espiritualidade não desaparece. É um estado eterno; só que agora está adormecido. Então, em algum momento, ela despertará novamente na pessoa e ela continuará o caminho espiritual.

Da Lição de Cabalá em Russo 11/11/18

Quando Há Anseio Pela Espiritualidade

laitman_933Rabash, “A Agenda da Assembleia – 1”, Artigo No. 17, Parte 2, 1984: E depois, todos devem se comportar como nas últimas três das “Dezoito Bençãos (Oração)”. Em outras palavras, depois de ter suplicado perante o Criador, O Zohar diz que nas últimas três das “Dezoito Bençãos”, a pessoa deveria pensar como se o Criador já tivesse concedido seu pedido e ela tivesse partido.

Pergunta: Por que o Rabash faz uma analogia entre uma oração e a assembleia da sociedade?

Resposta: A Torá e todos os livros sagrados não são destinados a pessoas religiosas, mas sim a nós para usá-los em nosso trabalho espiritual prático.

Pergunta: A oração é um programa das ações de uma pessoa no grupo?

Resposta: Claro. Para que mais isso é escrito? É uma elevação do desejo que você eleva ao Criador para que Ele lhe dê o que é necessário para o seu trabalho.

Se uma pessoa não pode ir à oração, isso significa que não tem essa necessidade (Hissaron), não há senso de falta, força para avançar, desejo e fome de espiritualidade.

Pergunta: Tudo o que o Rabash escreve sobre a ordem da assembleia da sociedade pode ocorrer no mesmo lugar e ao mesmo tempo?

Resposta: Nem a geografia nem o tempo são importantes. Isso pode ocorrer em momentos diferentes, entre amigos diferentes.

Pergunta: Esses estados são cumulativos?

Resposta: Sim, mas em cada um de nós eles estão sendo acumulados arbitrariamente, não necessariamente no mesmo lugar e ao mesmo tempo. Na espiritualidade, esta não é uma função rígida.

De KabTV “A Última Geração” 13/06/18

Existe Uma Diferença Entre Corporeidade E Espiritualidade

laitman_292Por que não podemos conhecer antecipadamente o caminho espiritual e segui-lo como na corporeidade, adquirindo força, conhecimento e intelecto? É assim que funciona na ciência e em qualquer assunto material – em toda parte, exceto no espiritual. A espiritualidade exige que realizemos uma ação antes de entendê-la e antes mesmo de podermos realizá-la.

Isto é, não temos o poder de nos unir, mas tentamos fazer isso; não temos poder para entender a ação e ainda agimos como se entendêssemos. Só assim o avanço é possível.

É uma enorme dificuldade que, na ausência de força, razão, compreensão e qualquer sensação da ação espiritual, ainda tenhamos que realizá-la. Este é um obstáculo sério. Qualquer instrução dada por um professor ou escrita em um livro Cabalístico, até que seja percebida em nossos sentidos atuais, não corresponde ao nosso entendimento e poder e, portanto, não podemos realizar nada.

Mas não precisamos realizar nada; nossa tarefa é apenas tentar realizar, convencer-nos de nossa incapacidade, acumular desejos e, com esses desejos, voltar-nos ao Criador e pedir-Lhe força, compreensão e sentimento. Mais especificamente, pedimos a Ele que nos ajude a realizar a ação. Eu não peço nada mais do que a capacidade de executar o que é colocado em mim.

O problema é que pessoa precisa ir contra a mente e o coração, acima da razão e do sentimento. Eu sinto uma rejeição dos meus amigos, mas devo me unir a eles. Em minha mente, entendo que devo fazer exatamente o oposto do que o professor está falando, mas, ao mesmo tempo, estou pronto para seguir suas instruções como uma criança pequena que instintivamente obedece a seus pais.

Isso é chamado de fé acima da razão. A diferença entre corporeidade e espiritualidade é que na espiritualidade não temos absolutamente nenhuma oportunidade de ser guiados por nossa própria mente e sensações. Pelo contrário, você precisa se alegrar em superar a razão e os sentimentos. Afinal, se você agir de acordo com a razão e os sentimentos, concordando com sua mente e coração, será uma ação material da qual nada espiritual jamais crescerá.

Vamos tentar entender esse princípio único. Baal HaSulam escreveu: “Há uma diferença entre corporeidade e espiritualidade: na corporeidade, a força precede o ato, como está escrito, ‘antes que eles chamem, eu responderei’”. Isto é, agimos de acordo com a lógica, a mente, sentimentos e compreensão. E se não entendemos, não agimos. Isso é “organizado de acordo com o fim da correção, onde nada é feito antes que eles tenham força para fazer isso”.

Isso acontecerá no final da correção porque nossos Kelim estarão prontos para aceitar tudo. Em nosso mundo, nós fazemos uma nova descoberta apenas quando nossa percepção está pronta para aceitá-la. E assim vivemos em uma área minúscula de todo o imenso universo, que é chamado de mundo imaginário, porque não fazemos nada até termos o poder de fazê-lo.

Na espiritualidade, sem força para agir, você deve tentar agir. Você tentará, perceberá que não tem força e saberá exatamente que força lhe falta e com que propósito. A partir disso, sua oração nascerá através da qual você se conectará com o Criador.

Este é todo o propósito da realidade espiritual: a força não precede a nossa ação, mas a nossa ação é necessária para receber a força. “Na espiritualidade, no entanto, onde ela ainda não está organizada de acordo com o fim da correção, mas pela ordem dos escrutínios, a obra deve começar antes da obtenção da força, como está escrito, ‘que cumpre Sua palavra, dando ouvidos à voz da Sua palavra’”.1

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, 01/11/18, Baal HaSulam, Shamati 164: “Existe Uma Diferença Entre Corporeidade E Espiritualidade”
1 minuto 3:00

No Início Do Experimento Espiritual

laitman_938.05Pergunta: A Cabalá é uma ciência. Podemos pegar um determinado segmento de pessoas e mostrar que elas podem ser corrigidas por esse método?

Resposta: Ciência é o que você supõe e depois confirma na prática. Uma vez que você tenha resultados claros, a hipótese se torna uma ciência.

Atualmente, não temos esses dados. Acabamos de chegar ao início do experimento. Se este experimento funcionar com sucesso, poderemos dizer que a ciência da Cabalá foi provada em nosso tempo.

A Cabalá é uma ciência experimental prática e é assim que trabalhamos.

Pergunta: Então você não está dizendo que a Cabalá é um método de correção? Nós apenas fazemos tentativas?

Resposta: Mesmo que eu afirmasse isso, seria ridicularizado: “De onde você tirou que a Cabalá é um método de correção?”

Isto é, eu vejo como ela funciona comigo e vejo outros. Mas como funciona na escala mundial?

Nós estamos em um estado onde estamos apenas começando sua implementação. O fato de que o mundo está em declínio é claro para nós. O fato de o mundo não ter um método de correção é claro. O mundo não tem poder para se consertar, não entende como funciona – isso também está claro.

A única maneira de provar experimentalmente que eu possuo o método que realmente funciona é demonstrá-lo em mim e nos outros.

Eu tenho certeza da natureza científica do método da Cabalá porque o experimentei em primeira mão e o vi atualizado em meus professores. Eu vejo como ele é gradualmente introduzido ao longo de décadas. Estou envolvido nele há mais de quarenta anos, mas não posso mostrar esse método a mais ninguém.

Logicamente, tudo isso é verdade, mas até que se prove na prática, ninguém nos ouvirá. Se você pegar uma certa sociedade e ensinar esse método a ela, se ela o dominar e puder demonstrar isso ao resto do mundo, tudo dará certo.

Da Lição de Cabalá em Russo 24/06/18