Textos na Categoria 'Laitman Unplugged'

Como Ver O Bem Em Vez Do Mal

963.1Pergunta: Tatiana Naumova está simplesmente gritando, em sua carta está escrito em letras maiúsculas: “Diga-me, como é possível cobrir esse mal com amor?! Como?!” Ela dá um link para imagens terríveis de assassinatos e estupros. Imagens assustadoras!

Na verdade, há muitas coisas no mundo hoje que não podem ser cobertas com amor. O que você diria sobre isso?

Resposta: O fato é que há apenas um problema: no que a pessoa entra. Se ela fecha os olhos e entra no mundo das contradições, assassinatos, mentiras, roubos e tudo mais, ou seja, no mundo do mal, então, é claro, este é o estado oposto. Não há saída deste mundo.

No entanto, se ela imagina um mundo de bondade que não é claramente revelado diante de nós, mas ainda podemos imaginá-lo, ela pode despertar dentro de si grandes desejos por tal estado e causar sua revelação do alto. Então tudo o que ela viu como mal, ela gradualmente verá como bom.

Pergunta: Até as coisas mais terríveis?

Resposta: Ela não verá as coisas mais terríveis. Ela simplesmente não as verá.

Pergunta: Essas fotos, todo esse horror, serão substituídas por ele?

Resposta: Será substituído por bem. Experimente e você verá.

Pergunta: É muito difícil! Eu vejo cada vez mais um mal claro e terrível hoje. Eu vejo o mal! O que eu vou ver?

Resposta: Você verá o oposto. Que o mundo é totalmente bom, todas as pessoas se amam e ninguém faz mal a ninguém. Como isso pode ser?!

Meus olhos e meus ouvidos dizem o contrário. Eles lhe dirão o oposto do que estão dizendo agora. Tudo vai mudar para o contrário.

Pergunta: Isso deve ser aceito como um postulado?

Resposta: Não um postulado, mas uma suposição de que você está sendo informado sobre o fato de que pode alcançar o mundo de uma forma diferente, inversa do que está alcançando agora.

Pergunta: Você disse: “Você pode”. Se eu for meio que construí-lo para mim, me forçar, pensar assim, entrar nele, que todo esse mundo que eu vejo não é aquele mundo, o mal não é o mal, mas todo esse bem, é assim que eu devo trabalhar?

Resposta: Sim. Experimente e você verá.

Comentário: Devemos aconselhar isso a todos. O mundo inteiro precisa disso hoje.

Minha Resposta: Sim, claro. As pessoas chegarão a isso. Elas verão que é simplesmente impossível continuar assim e começarão a ouvir esse conselho.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 12/05/22

Quando Você Está Esperando Com Horror Por Uma Ligação

294.2Comentário: Vladimir escreve: “Caro Michael Laitman! Eu queria compartilhar meus pensamentos com você. O filho do meu amigo está lutando na guerra atual. Recentemente tentei fazer um exercício para me imaginar no lugar daquele amigo. Eu não pude suportar este exercício. Cinco minutos depois, encontrei-me em estado de choque. Afinal, existimos no mesmo espaço que os smartphones, este é um milagre do século XXI, sem o qual é impossível imaginar a vida moderna. Este item está na mesa. Qualquer ligação faz meu coração pular uma batida! Minha mão torna-se chumbo e o horror bate com o fato de que em um número familiar você pode ouvir de repente a voz de outra pessoa: ‘Seu filho…’ E assim por diante, segundo a segundo, dia a dia, eu não conseguia imaginar.

Diga-me, por favor, em que tipo de mundo vivemos? Antes você realmente podia existir de alguma forma nessas pausas, até mesmo horríveis, terríveis, até que, Deus me livre, algo acontece; o tempo passou, você viveu. E agora, a distância do tiro à sensação diminuiu muito.

Minha Resposta: Eu entendo isso.

Pergunta: O que é? Diga-me, por que isso nos é dado hoje?

Resposta: Para que possamos vivenciar tudo isso e determinar como realmente vivemos, como criamos nossa realidade.

Comentário: Nossa realidade é assim.

Minha Resposta: Então vamos colocar todas as pessoas que comandam nossa realidade nesta realidade.

Pergunta: Aquelas que estão distorcendo tudo isso, deixe-as ter esse sentimento?

Resposta: Sim, para que elas se sentem na sala e esperem o telefonema. E para que não tenham oportunidade de mudar nada! Deixe-as assim por uma semana. Então veja o que acontece com elas.

Deve-se sentir que estes são seus próprios filhos. Não importa que seus filhos reais estejam em Londres.

Pergunta: A oração dos pais surgirá desse estado?

Resposta: Sim, é natural. Mesmo que não entendam, o próprio coração reagirá assim: “Por favor, não deixe que nada aconteça com eles!”

Pergunta: E onde está a resposta do Criador a tudo isso? Que tudo acabe, basta! Por quanto tempo podemos ser impostos?

Resposta: O Criador os levará a um estado para que eles realmente se voltem a Ele, e para que façam tudo neste mundo que depende deles para que não haja guerra.

Pergunta: Você diz “eles”, você quer dizer praticamente todas as pessoas?

Resposta: Todas as pessoas, principalmente os pais, de quem esta decisão depende.

Pergunta: Então, até que esta oração seja levantada com força suficiente, ela continuará e seremos levados à oração o tempo todo?

Resposta: Sim.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 21/03/22

Como Resolver Problemas Em Famílias Mistas

627.2Pergunta: Alexey escreve: “Parece que vivíamos em perfeita harmonia e, de repente, tudo acabou. Vivemos separados, tentamos não nos encontrar no corredor ou na cozinha. Já entendemos que todas as conversas se resumem à guerra. Nos conhecemos em Kiev e nos casamos em Omsk. Temos constantes acusações e guerra em nossa casa. Eu não sei o que fazer.”

Como podemos configurar esta unidade doméstica?

Resposta: Eles devem viver para o futuro, não se separando um do outro, mas criando algo em comum: uma família. Não há como escapar disso.

Pergunta: E quando os olhos estão cobertos de ressentimento e ódio, como podemos chegar ao fato de que temos um futuro?

Resposta: Mesmo no caso de uma pessoa que está na sua frente estar contra você, vocês precisam se ajudar a se tornarem amigos, a serem amorosos.

Pergunta: Dizem que viviam em perfeita harmonia. Como eles podem retornar a ela, alma a alma? O que sua oferta constante significa para eles: “O amor cobrirá todas as transgressões”?

Resposta: Isso significa que eles podem se elevar ao próximo nível de existência. Porque superando a hostilidade, até o ódio, eles lutam pela conexão mútua e até pelo amor. Neste amor eles percebem o Criador porque Ele é comum a eles.

Não há mais nada em comum. Portanto, através de tal ação, eles podem revelá-Lo, isto é, uma propriedade especial, um sentimento especial, o centro do mundo.

Pergunta: Você está dizendo que essa propriedade, o Criador, deve se manifestar entre eles?

Resposta: Acho que deve se manifestar porque vem justamente para isso de cima.

Pergunta: E sua divisão e ódio vem de cima?

Resposta: A separação e o ódio vêm para que eles tentem se conectar e encontrem em si tudo “contra” e depois tudo “a favor”. E quando eles recolherem esses fragmentos dentro deles, de repente sentirão como montaram um quebra-cabeça tão interessante que descobrirão uma única força, uma única propriedade, uma única matéria da natureza.

Pergunta: Então essa conexão entre eles se tornará real?

Resposta: Sim. Além disso, eles descobrirão uma nova vida nessa conexão, uma vida já espiritual.

Pergunta: Então você está dizendo que essa separação foi deliberadamente imposta a eles?

Resposta: Claro.

Pergunta: Ou seja, foi induzida porque já eram capazes de se conectar?

Resposta: É por isso que tudo acontece em nossa geração. E se eles não pudessem chegar a uma conexão mútua, não haveria tal coisa. Isto é precisamente porque nós, em nossa geração, podemos fazer isso.

Eu desejo que eles se elevem acima de seu egoísmo, que os cega, e compreendam que, de fato, é o Criador que os empurra para o amor.

Estes já são o início do próximo estado da humanidade, quando as pessoas descobrirão a inconsistência absoluta no nível anterior, tão diferente em todos os aspectos. Agora, nesta fase, elas devem se unir.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 10/03/22

Você Tem Que Ir Conscientemente Para O Fim Do Mundo

962.2Pergunta: Irma pergunta: “Por que a sensação do fim do mundo é tão doce, que está aqui na porta?”

Resposta: Para ela, o fim do mundo é o fim do sofrimento, da confusão, da decepção, de toda sorte de obstáculos, resistências, tudo. Muitas pessoas gostariam de morrer em silêncio, em paz. Deixe-me apenas esquecer e dormir.

Pergunta: Deixe-me finalmente em paz. É por isso que a sensação do fim do mundo é doce?

Resposta: Sim.

Pergunta: E daí? Como sair dessa doçura ou o que fazer?

Resposta: Não há fim do mundo. Há uma transição deste estado, que chamamos de nosso mundo, para o próximo estado, para outro mundo, para o próximo grau, para outro universo. Aqui vamos para outro mundo.

Pergunta: Essa doce sensação nos dá algo? Isso nos encoraja a fazer algo?

Resposta: Claro. Não temos nada a temer. Nós só precisamos nos mover em direção a isso conscientemente.

Pergunta: Ir para o fim do mundo?

Resposta: Sim. Este nosso mundo egoísta deve acabar. Em vez dele, haverá um mundo altruísta, uma conexão acima do nosso egoísmo.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 10/03/22

Quando Virá O Messias?

624.07Comentário: Nossa telespectadora Galina Azaria escreve: “Michael Laitman, estou muito grata por seus programas instrutivos e informativos. Estou interessado em uma pergunta e ninguém mais vai responder, exceto você. Quem é o Messias? O Messias virá em breve? Se ele vier, haverá mudanças em nosso planeta? Por que tantas pessoas estão esperando por ele? Quem é ele?”

Minha Resposta: O Messias não é uma pessoa. É uma força especial da natureza que nos puxa para fora, nos tira. Portanto, é chamado de “Messias” da palavra “Moshech” (tirar). Ele nos tira do nosso egoísmo e, portanto, nos aproxima uns dos outros e nos ajuda a criar uma atmosfera melhor, uma sociedade melhor, famílias melhores e assim por diante.

Essa força positiva atua mesmo agora, mas em uma capacidade muito pequena. No entanto, estamos nos aproximando do estado em que todos nós iremos pensar e esperar que essa força se manifeste mais.

Pergunta: Apesar do fato de sermos egoístas? Isso é um pouco contraditório. Ela nos tira do egoísmo, e os egoístas de repente pensam “Que venha o Messias”. Por que eles pensam isso?

Resposta: Em princípio, teoricamente concordamos em sair do egoísmo, e ninguém quer admitir que é egoísta. Portanto, se o Messias nos tirar, será como a atual pandemia. Algum tipo de vírus vem ao mundo e nos incomoda até que desejemos nos libertar desse egoísmo.

Ele deve nos mostrar que isso é necessário. Ninguém no mundo sente que é isso que o atrapalha.

Pergunta: Ele deve nos demonstrar que isso é mau. Ele então nos tirará de acordo com nosso pedido?

Resposta: Gradualmente, de acordo com nosso consentimento, ele nos tirará.

Pergunta: O que está acima dessa linha?

Resposta: Existe a mesma vida lá, apenas não egoísta; em vez disso, você vive para o outro e todos vivem para o outro. Esse é um sistema completamente diferente de relacionamentos, conexões e valores. Então está tudo bem.

Pergunta: Que tipo de sistema de valores? O conceito de “amor” existe aí?

Resposta: Não há nada mais além de prestar serviço ao outro. A pessoa sente sua liberdade, seu destino nisso.

Pergunta: Isso significa que você nem pensa em pegar tudo para você?

Resposta: O pensamento está aí. No entanto, se uma pessoa se eleva acima disso, ela tem um grande prazer. Se não houver nenhum pensamento para agarrar, qual será o prazer da doação e do amor? Portanto, “agarrar” permanece.

Pergunta: A ascensão acima de sua natureza traz grande prazer? É nisso que uma pessoa vai querer chegar?

Resposta: Sim.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 08/07/21

Existe Um Satanás?

115.06De uma nota para você: 

Diga-me, Satanás existe? Pessoalmente, acho que Satanás existe e é Satanás quem governa este mundo. Minha pergunta é: é possível derrotá-lo ou ele nos levará ao fim do mundo?”

Resposta: “Satanás” vem da palavra hebraica “sote , que significa nos afastar do caminho justo.

Esse é o nosso egoísmo. Vou te contar um segredo. Ele está em cada um de nós, sentado em algum canto com chifres e cascos. Ele nos encoraja o tempo todo. Este é Satanás.

Pergunta: Então, sua resposta à primeira pergunta, “Diga-me, existe um Satanás?” é sim?”

Resposta: Sim. Em cada um de nós.

Pergunta: E ele governa o mundo, como lhe perguntam?

Resposta: Nosso mundo, isto é, nosso estado, é governado por ele até que o corrijamos. Não podemos expulsá-lo de nós mesmos, podemos apenas corrigi-lo.

Pergunta: Para a pergunta: “Ele pode ser derrotado?”

Resposta: Você pode. Para este propósito, a ciência da Cabalá foi dada. Ela nos explica como fazer isso.

Derrotar nosso egoísmo é o que precisamos fazer. Cada um, dentro de si, e cada um, em relação aos outros. Isso é feito em um grupo, em um círculo de pessoas que desejam a mesma coisa. Só não pense que elas estão tentando expulsar Satanás de si mesmas.

Elas estão simplesmente engajadas no que desejam, a fim de abordar a propriedade de doação e amor entre si. Isso é tudo.

Pergunta: Ou seja, colocar-se neste ambiente e mover-se com ele?

Resposta: Sim.

Pergunta: E com relação à última parte de sua pergunta, “Ou será que ele nos levará ao fim do mundo desta forma?”

Resposta: Ele nos levará ao fim do mundo, esse Satanás. Mas podemos acelerar este processo e chegar ao fim deste mundo muito mais rápido.

Pergunta: O que “o fim do mundo” significa para você?

Resposta: O fim do mundo é o fim da existência egoísta, limitada e mesquinha de uma pessoa neste mundo terrível e sombrio.

Pergunta: Então, o que é revelado a uma pessoa?

Resposta: Infinito, eternidade, perfeição.

Pergunta: Então você é a favor do fim do mundo?

Resposta: Sou a favor do fim deste mundo o mais rápido possível porque, imediatamente depois, vem o começo de outro mundo.

Pergunta: O verdadeiro?

Resposta: Sim. Um superior.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 23/11/20

Blitz De Dicas De Cabalá – 12/05/19

laitman_281.02Pergunta: Você está no caminho da correção há tantos anos. Você pode dizer que é uma pessoa livre?

Resposta: Não sei se existe uma pessoa livre em nosso mundo no sentido que você está fazendo a pergunta. De fato, a liberdade como a entendemos não existe. Só é possível quando você sabe o que é a verdade e pode agir por causa dela.

Pergunta: Na medida em que me torno como o Criador, me torno livre?

Resposta: Sem dúvida, porque a influência do Criador sobre nós é a característica da doação. Se você a adquirir, entenderá que o Criador e o Criador o entenderá. Nesse grau, você se liberta do egoísmo e da influência do ambiente.

Pergunta: Existe um grau de liberdade como um estado de liberdade contra a violência e a coerção pelos desejos de outra pessoa ou grupo de pessoas?

Resposta: Não, quase sempre somos afetados por outras pessoas. A questão toda é em qual sociedade devo me colocar. Se eu me coloco em uma sociedade que está avançando em direção ao objetivo certo, me submeto a ela e a obedeço, é assim que alcanço esse objetivo. É assim que devemos realizar nossa liberdade.

Pergunta: Qual é a diferença entre liberdade de escolha e livre arbítrio?

Resposta: O livre arbítrio consiste em escolher como se comportar. A liberdade de escolha é a própria escolha.

Pergunta: Do ponto de vista da Cabalá, quão preciso é o postulado de Hegel de que “a liberdade é uma necessidade consciente”?

Resposta: Este é apenas um pequeno equívoco materialista.

Pergunta: Todos os pensamentos, desejos e ações que realizo são gerados pelo Criador?

Resposta: No momento, sim, mas quando você começar a adquirir um Masach (Tela), o Criador não fará o que Ele deseja dentro de você; em vez disso, você fará o que quiser com o Criador.

Pergunta: Todo mundo tem sua própria personalidade. O que é isso?

Resposta: A personalidade não nos incomoda. Mesmo assim, você está cumprindo suas exigências egoístas. Portanto, não importa qual é a sua personalidade. Uma pessoa gosta de comer, a segunda gosta de dançar, a terceira quer dormir. Que diferença isso faz? Em todos os casos, você está realizando seus desejos.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/05/19

Blitz De Dicas De Cabalá – 12/05/19

laitman_281.02Pergunta: Você está no caminho da correção há tantos anos. Você pode dizer que é uma pessoa livre?

Resposta: Não sei se existe uma pessoa livre em nosso mundo no sentido que você está fazendo a pergunta. De fato, a liberdade como a entendemos não existe. Só é possível quando você sabe o que é a verdade e pode agir por causa dela.

Pergunta: Na medida em que me torno como o Criador, me torno livre?

Resposta: Sem dúvida, porque a influência do Criador sobre nós é a característica de doação. Se você a adquire, entende o Criador e o Criador o entende. Nesse grau, você se liberta do egoísmo e da influência do ambiente.

Pergunta: Existe um grau de liberdade como um estado de liberdade contra a violência e a coerção pelos desejos de outra pessoa ou grupo de pessoas?

Resposta: Não, quase sempre somos afetados por outras pessoas. A questão toda é em qual sociedade devo me situar. Se eu me coloco em uma sociedade que está avançando em direção ao objetivo certo, me submeto a ela e a obedeço, é assim que alcanço esse objetivo. É assim que devemos realizar nossa liberdade.

Pergunta: Qual é a diferença entre liberdade de escolha e livre arbítrio?

Resposta: O livre arbítrio consiste em escolher como se comportar. A liberdade de escolha é a própria escolha.

Pergunta: Do ponto de vista da Cabalá, quão preciso é o postulado de Hegel de que “a liberdade é uma necessidade consciente”?

Resposta: Este é apenas um pequeno equívoco materialista.

Pergunta: Todos os pensamentos, desejos e ações que realizo são gerados pelo Criador?

Resposta: No momento, sim, mas quando você começar a adquirir um Masach (Tela), o Criador não fará o que Ele deseja dentro de você; em vez disso, você fará o que quiser com o Criador.

Pergunta: Todo mundo tem sua própria personalidade. O que é isso?

Resposta: A personalidade não nos incomoda. Mesmo assim, você está cumprindo suas exigências egoístas. Portanto, não importa qual é a sua personalidade. Uma pessoa gosta de comer, a segunda gosta de dançar, a terceira quer dormir. Que diferença isso faz? Em todos os casos, você está realizando seus desejos.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/05/19

Como Cabalá Muda A Mente – Laitman Unplugged

Como Cabalá Muda A Mente – Laitman Unplugged

Uma Aliança Na Luz De Retorno

Dr. Michael LaitmanPergunta: Como podemos fazer uma aliança entre amigos?

Resposta: Uma aliança (pacto) entre amigos só é possível se houver uma parte superior garantindo sua manutenção. Uma só aliança pode ser mantida quando todos se conectam com a força superior, que proporciona a união.

Não há como mantermos essa aliança por nós mesmos; porém, se nos conectarmos, poderemos exigir isso do Criador: se fizermos isso por Ele.

O resultado é que “Israel” (as pessoas que anseiam pelo Criador), a Luz que Reforma (a Torá) e o Criador estão unidos, e o Criador mantém a aliança de acordo com o nosso pedido.

Quando a escuridão, separação e conflitos vêm, esta aliança é revelada e existe entre nós. Mas enquanto tudo está bem, é impossível testá-la. O teste é só quando nos sentimos mal.

Quando nos sentimos bem, não precisamos de qualquer aliança, já que exista a Luz: ela conecta todas as partes. A parte difícil é fazer isso quando a Luz desaparece, manter essas partes juntas. Isto é chamado de aliança.

Mas como você pode obter a Luz em um tempo de escuridão? É impossível. Mas nós queremos chegar a um estado em que mesmo quando não sentirmos a Luz em nossos vasos de recepção, sentiremos a Luz na nossa Masach (tela) e a Luz de Retorno: uma satisfação  nos vasos de doação em vez de uma satisfação egoísta.

Hoje, eu sou um escravo fiel do meu desejo de receber, e quero servir a fim de preencher outra pessoa da mesma maneira. Isto será um prazer para mim. Isso significa que eu quero fazer uma aliança.

A aliança só é testada no escuro, quando eu não consigo satisfação, mas ainda quero manter as mesmas boas relações que tinha antes. Em vez de um prazer egoísta, quero restringir o meu ego: uma Masach e a Luz de Retorno.

Isso é chamado de aliança: é um estado no qual eu não trabalho para mim, mas sim para doar. Isso significa que eu mantenho a mesma atitude não só quando me sinto bem, mas quando me sinto mal também. Quando os bons estados retornam, eu não quero ser confundido e escravizado pelo desejo de receber repetidamente, e assim  eu faço uma aliança para esse fim.

Eu quero sentir prazer nos vasos de doação, quero restringir meu desejo de receber e trabalhar com o prazer ao construir uma Masach (tela) e a Luz de Retorno acima desta restrição. Eu me dirijo ao amigo com esta Luz de Retorno e me conecto com ele. Isso é chamado de aliança.

Da 1a parte da Lição Diária de Cabalá 17/06/12, Shamati #76