Textos na Categoria 'Laitman Unplugged'

Existe Um Satanás?

115.06De uma nota para você: 

Diga-me, Satanás existe? Pessoalmente, acho que Satanás existe e é Satanás quem governa este mundo. Minha pergunta é: é possível derrotá-lo ou ele nos levará ao fim do mundo?”

Resposta: “Satanás” vem da palavra hebraica “sote , que significa nos afastar do caminho justo.

Esse é o nosso egoísmo. Vou te contar um segredo. Ele está em cada um de nós, sentado em algum canto com chifres e cascos. Ele nos encoraja o tempo todo. Este é Satanás.

Pergunta: Então, sua resposta à primeira pergunta, “Diga-me, existe um Satanás?” é sim?”

Resposta: Sim. Em cada um de nós.

Pergunta: E ele governa o mundo, como lhe perguntam?

Resposta: Nosso mundo, isto é, nosso estado, é governado por ele até que o corrijamos. Não podemos expulsá-lo de nós mesmos, podemos apenas corrigi-lo.

Pergunta: Para a pergunta: “Ele pode ser derrotado?”

Resposta: Você pode. Para este propósito, a ciência da Cabalá foi dada. Ela nos explica como fazer isso.

Derrotar nosso egoísmo é o que precisamos fazer. Cada um, dentro de si, e cada um, em relação aos outros. Isso é feito em um grupo, em um círculo de pessoas que desejam a mesma coisa. Só não pense que elas estão tentando expulsar Satanás de si mesmas.

Elas estão simplesmente engajadas no que desejam, a fim de abordar a propriedade de doação e amor entre si. Isso é tudo.

Pergunta: Ou seja, colocar-se neste ambiente e mover-se com ele?

Resposta: Sim.

Pergunta: E com relação à última parte de sua pergunta, “Ou será que ele nos levará ao fim do mundo desta forma?”

Resposta: Ele nos levará ao fim do mundo, esse Satanás. Mas podemos acelerar este processo e chegar ao fim deste mundo muito mais rápido.

Pergunta: O que “o fim do mundo” significa para você?

Resposta: O fim do mundo é o fim da existência egoísta, limitada e mesquinha de uma pessoa neste mundo terrível e sombrio.

Pergunta: Então, o que é revelado a uma pessoa?

Resposta: Infinito, eternidade, perfeição.

Pergunta: Então você é a favor do fim do mundo?

Resposta: Sou a favor do fim deste mundo o mais rápido possível porque, imediatamente depois, vem o começo de outro mundo.

Pergunta: O verdadeiro?

Resposta: Sim. Um superior.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 23/11/20

Blitz De Dicas De Cabalá – 12/05/19

laitman_281.02Pergunta: Você está no caminho da correção há tantos anos. Você pode dizer que é uma pessoa livre?

Resposta: Não sei se existe uma pessoa livre em nosso mundo no sentido que você está fazendo a pergunta. De fato, a liberdade como a entendemos não existe. Só é possível quando você sabe o que é a verdade e pode agir por causa dela.

Pergunta: Na medida em que me torno como o Criador, me torno livre?

Resposta: Sem dúvida, porque a influência do Criador sobre nós é a característica da doação. Se você a adquirir, entenderá que o Criador e o Criador o entenderá. Nesse grau, você se liberta do egoísmo e da influência do ambiente.

Pergunta: Existe um grau de liberdade como um estado de liberdade contra a violência e a coerção pelos desejos de outra pessoa ou grupo de pessoas?

Resposta: Não, quase sempre somos afetados por outras pessoas. A questão toda é em qual sociedade devo me colocar. Se eu me coloco em uma sociedade que está avançando em direção ao objetivo certo, me submeto a ela e a obedeço, é assim que alcanço esse objetivo. É assim que devemos realizar nossa liberdade.

Pergunta: Qual é a diferença entre liberdade de escolha e livre arbítrio?

Resposta: O livre arbítrio consiste em escolher como se comportar. A liberdade de escolha é a própria escolha.

Pergunta: Do ponto de vista da Cabalá, quão preciso é o postulado de Hegel de que “a liberdade é uma necessidade consciente”?

Resposta: Este é apenas um pequeno equívoco materialista.

Pergunta: Todos os pensamentos, desejos e ações que realizo são gerados pelo Criador?

Resposta: No momento, sim, mas quando você começar a adquirir um Masach (Tela), o Criador não fará o que Ele deseja dentro de você; em vez disso, você fará o que quiser com o Criador.

Pergunta: Todo mundo tem sua própria personalidade. O que é isso?

Resposta: A personalidade não nos incomoda. Mesmo assim, você está cumprindo suas exigências egoístas. Portanto, não importa qual é a sua personalidade. Uma pessoa gosta de comer, a segunda gosta de dançar, a terceira quer dormir. Que diferença isso faz? Em todos os casos, você está realizando seus desejos.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/05/19

Blitz De Dicas De Cabalá – 12/05/19

laitman_281.02Pergunta: Você está no caminho da correção há tantos anos. Você pode dizer que é uma pessoa livre?

Resposta: Não sei se existe uma pessoa livre em nosso mundo no sentido que você está fazendo a pergunta. De fato, a liberdade como a entendemos não existe. Só é possível quando você sabe o que é a verdade e pode agir por causa dela.

Pergunta: Na medida em que me torno como o Criador, me torno livre?

Resposta: Sem dúvida, porque a influência do Criador sobre nós é a característica de doação. Se você a adquire, entende o Criador e o Criador o entende. Nesse grau, você se liberta do egoísmo e da influência do ambiente.

Pergunta: Existe um grau de liberdade como um estado de liberdade contra a violência e a coerção pelos desejos de outra pessoa ou grupo de pessoas?

Resposta: Não, quase sempre somos afetados por outras pessoas. A questão toda é em qual sociedade devo me situar. Se eu me coloco em uma sociedade que está avançando em direção ao objetivo certo, me submeto a ela e a obedeço, é assim que alcanço esse objetivo. É assim que devemos realizar nossa liberdade.

Pergunta: Qual é a diferença entre liberdade de escolha e livre arbítrio?

Resposta: O livre arbítrio consiste em escolher como se comportar. A liberdade de escolha é a própria escolha.

Pergunta: Do ponto de vista da Cabalá, quão preciso é o postulado de Hegel de que “a liberdade é uma necessidade consciente”?

Resposta: Este é apenas um pequeno equívoco materialista.

Pergunta: Todos os pensamentos, desejos e ações que realizo são gerados pelo Criador?

Resposta: No momento, sim, mas quando você começar a adquirir um Masach (Tela), o Criador não fará o que Ele deseja dentro de você; em vez disso, você fará o que quiser com o Criador.

Pergunta: Todo mundo tem sua própria personalidade. O que é isso?

Resposta: A personalidade não nos incomoda. Mesmo assim, você está cumprindo suas exigências egoístas. Portanto, não importa qual é a sua personalidade. Uma pessoa gosta de comer, a segunda gosta de dançar, a terceira quer dormir. Que diferença isso faz? Em todos os casos, você está realizando seus desejos.

Da Lição de Cabalá em Russo 12/05/19

Como Cabalá Muda A Mente – Laitman Unplugged

Como Cabalá Muda A Mente – Laitman Unplugged

Uma Aliança Na Luz De Retorno

Dr. Michael LaitmanPergunta: Como podemos fazer uma aliança entre amigos?

Resposta: Uma aliança (pacto) entre amigos só é possível se houver uma parte superior garantindo sua manutenção. Uma só aliança pode ser mantida quando todos se conectam com a força superior, que proporciona a união.

Não há como mantermos essa aliança por nós mesmos; porém, se nos conectarmos, poderemos exigir isso do Criador: se fizermos isso por Ele.

O resultado é que “Israel” (as pessoas que anseiam pelo Criador), a Luz que Reforma (a Torá) e o Criador estão unidos, e o Criador mantém a aliança de acordo com o nosso pedido.

Quando a escuridão, separação e conflitos vêm, esta aliança é revelada e existe entre nós. Mas enquanto tudo está bem, é impossível testá-la. O teste é só quando nos sentimos mal.

Quando nos sentimos bem, não precisamos de qualquer aliança, já que exista a Luz: ela conecta todas as partes. A parte difícil é fazer isso quando a Luz desaparece, manter essas partes juntas. Isto é chamado de aliança.

Mas como você pode obter a Luz em um tempo de escuridão? É impossível. Mas nós queremos chegar a um estado em que mesmo quando não sentirmos a Luz em nossos vasos de recepção, sentiremos a Luz na nossa Masach (tela) e a Luz de Retorno: uma satisfação  nos vasos de doação em vez de uma satisfação egoísta.

Hoje, eu sou um escravo fiel do meu desejo de receber, e quero servir a fim de preencher outra pessoa da mesma maneira. Isto será um prazer para mim. Isso significa que eu quero fazer uma aliança.

A aliança só é testada no escuro, quando eu não consigo satisfação, mas ainda quero manter as mesmas boas relações que tinha antes. Em vez de um prazer egoísta, quero restringir o meu ego: uma Masach e a Luz de Retorno.

Isso é chamado de aliança: é um estado no qual eu não trabalho para mim, mas sim para doar. Isso significa que eu mantenho a mesma atitude não só quando me sinto bem, mas quando me sinto mal também. Quando os bons estados retornam, eu não quero ser confundido e escravizado pelo desejo de receber repetidamente, e assim  eu faço uma aliança para esse fim.

Eu quero sentir prazer nos vasos de doação, quero restringir meu desejo de receber e trabalhar com o prazer ao construir uma Masach (tela) e a Luz de Retorno acima desta restrição. Eu me dirijo ao amigo com esta Luz de Retorno e me conecto com ele. Isso é chamado de aliança.

Da 1a parte da Lição Diária de Cabalá 17/06/12, Shamati #76

Laitman Unplugged – Trabalho Interno

Laitman Unplugged – Misericórdia E Justiça

Laitman Unplugged – Ódio

Laitman Unplugged – Verdade Absoluta

Laitman Unplugged – O Que É A Alma