Textos com a Tag 'Oração'

Oração Por Você Mesmo

249.03Comentário: A Cabalá diz que quando uma pessoa ora por si mesma (em princípio, isso é natural para uma pessoa comum), é um pecado.

Minha Resposta: Se uma pessoa pensa em si mesma, ela meio que se separa dos demais e não se aproxima deles. Naturalmente, isso a afasta do Criador porque o Criador nos vê todos unidos em um todo comum, como éramos antes da divisão em indivíduos separados.

Pergunta: O Criador não pensa em si mesmo? Ele não tem esses pensamentos?

Resposta: Primeiro, Ele não pensa em si mesmo. Em segundo lugar, Ele não pensa em cada pessoa porque nos sente como um todo.

Pergunta: Digamos que estou olhando para uma pessoa. Ela consiste em bilhões de células. Não estou me dirigindo a uma célula, estou me dirigindo a uma imagem. E assim o Criador não nos vê individualmente?

Resposta: De maneira nenhuma! Ele não faz o menor cálculo com uma única pessoa. Ele nos criou em uma qualidade egoísta em que nos sentimos existindo separadamente uns dos outros, opostos a Ele mesmo,

Pergunta: E o que devo entender disso? Que o Criador não me considera de forma alguma? Ele nem sabe que existo?

Resposta: Se Ele sabe ou não, é outra questão. Ele não leva em consideração seus movimentos pessoais individuais, exceto para o movimento em direção a se aproximar Dele por meio de se aproximar dos outros.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 19/11/18More

“O Que É Uma Oração? ”(Quora)

Dr. Michael LaitmanMichael Laitman, no Quora: O Que É Uma Oração?

Nós nascemos e crescemos em uma percepção e sensação autocentrada do mundo, que leva ao acúmulo de problemas em nossas vidas. Nosso encontro com todos os tipos de problemas é para nos dar o desejo de nos elevarmos acima de nossa percepção e sensação atuais e descobrir um novo mundo, um mundo de amor, cuidado e conexão positiva entre todos.

A transformação de nossa percepção e sensação egoísta inata para uma nova percepção altruísta é realizada por meio de um ato chamado “oração”.

O que é oração?

Oração não significa recitar palavras de um livro, não importa o quão sagrado o livro seja, nem significa pedir a um poder superior para mudar algo no mundo, ou para se beneficiar individualmente. Em vez disso, uma vez que toda a nossa percepção da realidade é egocêntrica, onde pretendemos obter satisfação dentro de nós mesmos a cada momento, a oração é um pedido sincero para transformar nossa abordagem egocêntrica da realidade e nos tornarmos benéficos para todos e tudo que nos rodeia.

Em outras palavras, a oração é um pedido de autotransformação, onde em vez de desejar egoisticamente absorver, receber e explorar os outros para ganho pessoal, como fazemos por padrão, desenvolvemos uma vontade genuína de pensar e desejar em uma direção oposta: para dar, doar e usar a nós mesmos para o benefício dos outros.

O resultado de uma oração honesta pela autotransformação do fundo de nossos corações é escrito pelos sábios no mandamento: “E amarás o teu amigo como a ti mesmo” (Levítico 19:18). Ou seja, nossa oração deve nos levar a um estado em que sentimos os outros como sentimos a nós mesmos, invertendo e corrigindo a intenção no nosso ego para uma de dar.

Portanto, oração significa alcançar um desejo verdadeiro de amar os outros como amamos a nós mesmos, bem como uma revelação de até que ponto realmente amamos a nós mesmos. Se nosso desejo for verdadeiro, do fundo de nossos corações, então seremos premiados com a ajuda de um poder superior que corrige nosso ego, concedendo-nos a capacidade de amar os outros na medida de nosso próprio amor-próprio.

Sucesso = Trabalho + Oração

236.01Devemos tentar construir tantos relacionamentos corretos, qualidades corretas, Hassadim, entre nós no grupo quanto possíveis e não esperar. Normalmente, a Klipa interior convence a pessoa: “Espere e você receberá tudo. O Criador terá pena de você e a ajudará”.

Mas sem o nosso pedido, sem o despertar de baixo, ou seja, sem começar a trabalhar, não teremos ajuda de cima. Você deve saber disso.

As pessoas estão paradas há anos esperando que o Criador lhes dê espiritualidade. Mas você ainda não começou a trabalhar! Você deve começar, e quando você estiver suplicando que tudo está prestes a desabar e um fardo insuportável está prestes a cair sobre suas costas, o Criador irá ajudá-lo. Este momento precisa ser sustentado e realizado. Este é o segredo do trabalho espiritual: nós começamos e o Criador termina; é assim em cada ação.

Eu devo agir como se tudo dependesse de mim. E se, no meio do caminho, de repente eu descubro que não consigo lidar com isso sozinho, então acrescentarei uma oração às ações. Assim, meu trabalho e oração juntos criam as condições para que isso seja realizado. Lembre-se disso, comece a implementá-lo e você verá como isso abrirá o caminho para você. Passo a passo, você certamente avançará.

Uma pessoa espera muitos anos e não quer começar o trabalho sozinha, esperando por um milagre lá de cima. Nosso egoísmo nos convence: “Espere, o Criador terá pena de você, Ele virá, fará tudo e se revelará a você”. Mas isso não vai acontecer! Até que comecemos a trabalhar e vejamos que não somos capazes de enfrentar e pedir ajuda, o Criador não virá e o fará.

É dito: “O Senhor terminará por mim”. Mas é precisamente: “Ele terminará”. É minha responsabilidade começar. Portanto, quem reclama que está estudando há muitos anos e não teve sucesso, simplesmente não trabalhou direito. Ele teve que começar o trabalho, descobrir que nada sai disso, fazer uma oração e exigir que o Criador participe disso. Então você verá que Ele o ajudará.

O Criador quer participar do seu trabalho, mas apenas junto com você, da mesma forma que fazemos com as crianças. Se uma criança começa algo sozinha e um adulto a ajuda, então a criança entende como isso precisa ser feito e aprende. Esta obra é chamada de obra do Criador, não de um homem. Afinal, o Criador faz isso! Mas só quando a pessoa realmente precisa de ajuda.

Da Lição Diária de Cabalá 07/10/20, “Sucot

Pelo Que Precisamos Orar?

laitman_962.1Pergunta: O Criador responde apenas às orações corretas?

Resposta: Ele responde a todas as orações!

Pergunta: Se, por exemplo, uma pessoa precisa de dinheiro para pagar seu déficit em um banco, e está como que orando inconscientemente, essa situação de precisar de dinheiro já é uma oração do ponto de vista da Cabalá?

Resposta: Claro. É a revelação de qualquer desejo.

Pergunta: Suponha que ela pegue um livro de oração e comece a orar, orar por dinheiro. O dinheiro aparecerá?

Resposta: Não. O Criador não responde a tais solicitações egoístas. Afinal, uma pessoa pensará: “Eu orei e recebi, o que significa que devo orar mais”. Significa apenas que o Criador não a deixa ir.

E se parece a uma pessoa que ela recebeu uma resposta, essa também é a vontade do Criador que ela ainda pensaria assim.

Pergunta: E se ela estiver pedindo dinheiro não para si mesma, não egoisticamente, ela pode obtê-lo?

Resposta: Não consigo imaginar isso. Não há nenhuma oração por realizações em nosso mundo.

Pergunta: E as orações pela saúde?

Resposta: Isso foi inventado mais tarde. Embora, em princípio, precisamos orar apenas para nos aproximarmos do Criador, e este é o preenchimento de todos os nossos desejos.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 01/04/19

Oração: Voltar-se Para Si Mesmo

laitman_562.01Pergunta: Existem muitas definições de oração que não coincidem exatamente entre si. Mas todas entendem que a oração é um apelo ao Criador, a Deus.

Geralmente, uma oração é estruturada da seguinte forma: primeiro vem o louvor do Criador, depois, um pedido de perdão por alguns pecados e, por fim, a gratidão por tudo de bom que você recebeu do Criador. É o mesmo na Cabalá ou de alguma forma diferente?

Resposta: Na Cabalá, é tudo um jogo unilateral.

Eu não tenho a quem me dirigir, não porque não exista a força superior, mas porque não faz sentido me dirigir a ela já que uma oração, do verbo “Lehitpalel“, significa julgar a si mesmo. Ninguém está me julgando, e se eu tiver que me voltar a alguém – é apenas a mim mesmo.

De fato, é assim que todas as orações funcionam. Com sua ajuda, através dos meios de me dirigir a mim mesmo, tenho que me controlar: o que estou fazendo bem? Que partes não estou indo bem? O que posso fazer para melhorar meu estado e aperfeiçoar? O que significa se tornar melhor? Comparado com quem e como? E assim por diante.
Naturalmente, eu tenho que elogiar o Criador para que a qualidade do Criador, amor e doação, seja a mais preferida aos meus olhos.

Pergunta: Eu preciso pedir perdão e, se sim, de quem?

Resposta: Não há ninguém para pedir perdão, porque o Criador é o absoluto. Se eu me volto a Ele pedindo perdão, significa que, de forma prática, estou voltando para mim mesmo. E começo a sentir se agi corretamente, como deveria ter me comportado e como devo agir no futuro. Portanto, é um autojulgamento, percebendo seu mal e como transformá-lo em bom.

Então agradeço ao Criador por me ajudar. Mas, novamente, estou me dirigindo a mim mesmo o tempo todo, porque o Criador é a qualidade absoluta de amor e doação, que podemos despertar, mas apenas na medida do nosso desejo de ser semelhante a Ele.

Pergunta: Então, o Criador responde apenas à oração correta?

Resposta: Claro. E a oração correta é o meu desejo de me tornar semelhante a Ele. Nada mais.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 01/04/19

O Criador Ouve Todas as Orações

624.02Pergunta: Dizem que o Criador ouve todas as orações. O que isso significa?

Resposta: O Criador ouve todas as orações, independentemente do nível em que uma pessoa está ou como se avalia: mais alto, mais baixo, médio, isso não importa. Se o pedido dela é se aproximar da propriedade do Criador, ela evoca a luz superior que a corrige e ela ascende.

Observação: Acontece que existe alguma força absoluta e superior, uma fonte ou energia primária. Eu posso evocar essa energia na medida em que desejo ser como ela. No entanto, não sei o que é essa força.

Meu Comentário: Para isso, você deve orar; isto é, você precisa descobrir quem você é e que tipo de energia ela é, quão diferente você é, e como você pode se voltar a ela, como pode aumentar seu desejo de se tornar como ela, para que ela o afete e o corrija.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 01/04/19

Para Quem Oramos?

Laitman_052Pergunta: Se o Criador é a lei da natureza, a quem ou a que oramos? Será que entendo corretamente que simplesmente ressoamos em nossos estados superiores quando fazemos uma oração pelos outros?

Resposta: Não trabalhamos no vazio. Trabalhamos com relação à única lei da natureza, a relação integral entre todos os elementos da criação.

Se nós, que estamos tão fragmentados e distantes, nos afastarmos e desejarmos usar um ao outro, mudarmos nosso comportamento e nos aproximarmos um do outro, nos encontraremos em um estado espiritual e veremos que estamos em um mundo completamente diferente.

Precisamos nos elevar acima do egoísmo e começar a nos unir. A Cabalá fala sobre isso.

O caminho para isso pode ser duplo. Um é o caminho do sofrimento, no qual ainda estamos caminhando, ou o caminho da luz, isto é, atraindo a luz superior e treinando em pequenos grupos, não em toda a humanidade, mas através das dezenas.

De KabTV, “Fundamentos da Cabalá”, 22/12/19

Uma Oração É Uma Força

laitman_249.01Haverá milhares de pessoas na próxima Convenção Mundial da Cabalá em Israel. Esta é uma força massiva. Dezenas de milhares de pessoas em todo o mundo também estarão nos seguindo na Internet. Esta é uma reunião poderosa de trabalho e progresso comuns, onde podemos dar outro passo adiante. Podemos elevar MAN e revelar o Criador dentro da nossa conexão.

Toda pessoa tem que reunir todas as pessoas que se reuniram na Convenção ao mesmo tempo, todos os seus desejos e aspirações, as orações de homens e mulheres, e elevá-las ao Criador. Eu peço a correção deles, para que todos esses desejos sejam corrigidos, ou seja, para trazer satisfação ao Criador. Cada um de nós que forma tal oração é uma força. Não há nada assim no mundo. Se fizermos tudo certo, sem dúvida podemos ganhar o primeiro grau espiritual. Esta é a nossa preparação para a Convenção.

Como coleciono os desejos dos meus amigos? Quero que eles estejam dentro do meu coração, para que eu me sinta responsável por eles. Devo dizer que o mundo existe por minha causa, para eu corrigi-lo. Todos devem dizer isso.

Eu quero pegar os desejos dos meus amigos e elevá-los ao Criador. Minha única contribuição para isso é que eu os conecto e os coloco dentro da minha intenção de doar a Ele. Os seres criados precisam da ajuda do Criador, e eu também quero ajudá-los passando a ajuda do Criador para eles através de mim. 1

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá 29/01/20, Escritos do Baal HaSulam, “Introdução ao Estudo das Dez Sefirot
1 Minuto 51:55

Exija

laitman_284.01Nós devemos perceber que não somos direcionados ao Criador e não temos contato com Ele porque a conexão com o Criador é contra a nossa natureza. A espiritualidade pode ser alcançada apenas através da oração, mas somos incapazes disso. O Criador não nos permitirá fazer isso. É fácil para uma pessoa comum recorrer ao Criador em todas as religiões e crenças, mas não podemos porque o Criador deseja que tenhamos uma conexão interna verdadeira e correta com Ele, que seja precisa, poderosa e mútua. Portanto, Ele nos mostrará a que distância estamos desta conexão.

Quando descobrirmos nossa incapacidade de recorrer a Ele, de orar, de estar em contato com o Criador, entenderemos o quanto precisamos de um ambiente, de um grupo e de uma conexão, porque somente dentro disso revelaremos o Criador e juntos podemos nos voltar a Ele. Caso contrário, nem eu nem todos os outros amigos alcançamos o Criador. Só podemos fazer isso juntos.

Este não é o Criador a quem as pessoas oram em todas as línguas e religiões, imaginando-O para si. Devemos revelar claramente o Criador, porque o Criador (Boreh) significa “venha e veja” (“Bo” [venha] e “Reh” [veja]).

Somente através do pedido correto e verdadeiro, depois de nos conectarmos com o Criador, podemos mudar nosso estado e nos realizar. A conexão com Ele só é possível através da nossa unidade e demanda comum. 1

Devemos pedir ao Criador a correção tão persistentemente quanto um bebê chorão exige de sua mãe, confiante de que ela deve responder a ele. Através de tais demandas, nosso desejo cresce. É assim que uma pessoa, uma criança, cresce; tudo é organizado no caminho em toda a natureza. No entanto, somos diferentes porque podemos saber a quem nos voltamos e podemos estar em equivalência de forma com Ele.

Tudo o que acontece na natureza, na matéria inanimada, plantas, animais e pessoas, todos os desejos de todos os tempos e todos os seres criados se acumulam dentro de nós e os trazemos à conexão com o Criador. Caso contrário, o Criador não nos ouvirá. Ele ouviu Cabalistas no passado, mesmo que estudassem individualmente, mas hoje isso não funciona. Portanto, somos chamados a última geração, que desempenha um papel especial e não age como todos os Cabalistas do passado, que apenas prepararam o cenário para nós. Agora estamos realizando essa tarefa através de uma conexão especial entre nós. 2

Nós devemos quebrar a partição, constantemente incomodar o Criador, pedir e exigir, saber que não há outro caminho. De novo e de novo. O Criador aprecia nossos pedidos. Então talvez não precisemos de mais nada? Se o Criador recebe prazer de nossos apelos a Ele, Ele não pode deixar que sintamos claramente Sua reação; caso contrário, começaremos a usá-Lo egoisticamente, exigindo “dê-nos, dê-nos” conhecimentos e sensações ainda maiores.

Portanto, o Criador se esconde ainda mais. Ele se revela um pouco na ocultação e precisamos intensificar nosso pedido, trazer mais mente e intenção a ela, para gradualmente nos aproximarmos da compreensão do que é a tela e a luz refletida.

Não alcançamos uma conexão direta com o Criador, mas através de nossa completa inversão. Não posso ir ao Criador com meus desejos e pensamentos atuais, porque eles entrarão em curto-circuito. Mais e menos (positivo e negativo) serão curto-circuitados diretamente. Portanto, devo colocar um adaptador correto entre eles, chamado “restrição (Tzimtzum), tela (Masach), luz refletida (Ohr Hozer), e então meu desejo de receber pode entrar em contato com o desejo de doar ao Criador. Deve haver algum tipo de dielétrico [isolante elétrico] no meio, que proteja contra curto-circuito, e essa é a restrição, a tela e a luz refletida.

Primeiro, precisamos de uma restrição para que eu próprio exija pelo menos a força para restringir meu egoísmo, sem querer ver e sentir o Criador; pelo contrário, eu pediria à força que não me deixasse usar meu desejo de receber. Eu peço para ter força para me elevar acima da minha natureza. Assim, eu me envolvo no isolamento e, depois, por trás desse isolamento, peço a intenção de doar. Eu não sei o que é, mas se essa é a natureza do Criador, deixe que Ele me dê um pouco dessas qualidades. Eu então recebo a vestimenta do superior, a vestimenta do Criador, a vestimenta do grande sacerdote (o grande Cohen).

Conforme essa vestimenta, envolvido na luz refletida e certo de que uso meu desejo de receber em prol da doação, já posso agir. Estamos muito próximos dessa realização, ela está bem na nossa frente. Só precisamos de um pouco mais de esforço para pedir, exigir. Se não sentimos uma resposta, então, como um bebê, nos tornamos ainda mais exigentes.

Se a mãe não responde, a criança a agarra e a puxa. Mais uma vez, ela não responde, a criança começa a bater nela, gritar, soluçar e rolar no chão, histérica. É tudo um jogo, porque quando ela consegue o que quer, se acalma instantaneamente. É assim que a natureza o faz agir. Temos que fazer o mesmo com o Criador, incomodando-O repetidamente.

No entanto, já temos um contato inicial com Ele, estamos muito próximos. O Criador apenas estabelece condições cada vez mais difíceis para nós todos os dias, para que possamos alcançar a verdadeira demanda, à qual Ele pode responder.

Precisamos passar por tudo isso, porque essa não é uma condição artificial “se você não gritar, não receberá nada”, mas sim o processo de construção do nosso Kli. Esses gritos, os esforços feitos para orar junto com nossos amigos, tornam-se nosso novo vaso espiritual. O desejo de receber não é o Kli, o Kli deve ser construído acima do desejo de receber. Este novo Kli é construído precisamente através do contato com o Criador, quando Ele não nos responde.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá, 25/12/20 , “Oração”

1 Minuto 09:40
2 Minuto 53:40

Para Que A Oração Alcance O Criador

laitman_936Recentemente, nosso mundo tem descoberto sua insolvência, vileza e mentiras. Frases bonitas apenas ajudam a ver como não nos conformamos com ideais diferentes.

Os séculos em que as pessoas eram inspiradas por tais frases já passaram. Hoje, estamos mais sóbrios, egoístas e procuramos uma solução real para nossos relacionamentos.

Esta missão se resume à oração. O Criador determina toda a natureza, prós e contras; Ele nos puxa e nos sacode. Apenas agarrar-se a Ele nos ajuda a manter a natureza dentro de nós mesmos, de uma maneira que ela também nos mantém.

Portanto, a oração, um pedido ao Criador para que Ele nos mantenha acima do nosso egoísmo, é primário. Somente subindo acima do ego alcançamos o estado correto, a chamada fé acima da razão ou a doação acima da recepção.

Apesar do nosso corpo e mente discordarem da doação, amor e sacrifício, devemos dominar a qualidade do Criador e trabalhar para a doação com alegria.

Em nosso nível, temos a oportunidade de nos apegarmos tanto aos nossos amigos e ao Criador que, através deles, uma força superior age sobre nós e nos desconecta de nosso egoísmo, de nosso “eu” e podemos deixar esse “eu”.

Então, adquirimos um sentimento do estado fora de nós mesmos, a fé acima da razão, um sentido da dezena e nela – o Criador. De antemão, é impossível. Portanto, o posicionamento correto de si mesmo em relação à dezena e ao Criador é pedir a eles, pedir ao Criador que faça todo o possível para ajudá-lo, para tirar você do seu “eu”. Caso contrário, você permanecerá nele e quando isso vai acontecer com você? Será que isso vai acontecer? É desconhecido.

Baal HaSulam escreve que ficava muito feliz com os problemas que eram revelados, porque aqueles que ainda não foram revelados estão praticamente no estado zero e quem sabe se algum dia serão expostos. Se eles forem revelados, será uma grande bênção, felicidade, condescendência.

Portanto, devemos nos esforçar com todas as nossas forças e, o mais importante, pedir ao grupo que nos ajude. Se pedirmos fortemente, nosso pedido chegará ao Criador.

Da Lição 4, Convenção Mundial de Cabalá na Moldávia. 07/09/19, Regozije-se Com O Que Nos Falta/Trabalho em Ocultação