Textos na Categoria 'Percepção'

O Que Você Sintoniza É O Que Você Sente

198Pergunta: Há pessoas que sentem os pensamentos dos outros e preveem o que vai acontecer. É o mesmo que pegar uma onda espiritual?

Resposta: Não, este é o nível animal. Essa hipersensibilidade também é encontrada em animais.

Isso só prova que tais habilidades como as qualidades de Wolf Messing e outros, estão acima do corpo humano, que todo o presente, passado e futuro existem, e só se manifesta agora ou mais tarde na passagem do tempo em relação a nós. Mas, na verdade, tudo isso é sem tempo e sem espaço; tudo existe e pronto.

Pergunta: Em outras palavras, essas pessoas são um certo receptor através do qual o pensamento do campo comum funciona dessa maneira?

Resposta: Sim, claro. Uma pessoa pode como que romper com este momento, mergulhar no momento seguinte e aceitar outro pensamento, que se realiza nela na forma de uma visão de eventos futuros.

Neste pensamento, em que existimos, existem absolutamente todos os eventos. Eles dependem da pessoa. Ou seja, esses eventos sequer existem. Uma pessoa deve sintonizar-se internamente com eles, então receberá informações.

Afinal, todos os eventos existem lá não em uma forma corpórea, mas em uma forma amorfa: o que você sintoniza é o que você sente. No entanto, você é quem sente, você é o receptor, isso está incorporado em você.

De KabTV, “Close-Up. Segredos da Imortalidade”, 07/01/11

No Começo Havia Um Pensamento

281.01Pergunta: De onde se origina o pensamento?

Resposta: O pensamento é primordial. Se mergulharmos no pensamento, veremos que estamos indo além do tempo. Não há começo nem fim e, portanto, há imortalidade. O que significa que não estamos falando de como nos sentimos no momento, como um certo corpo físico de certa consistência: quente e ocupando certo volume.

Uma pessoa é seu pensamento, seu desejo primordial, um conjunto de seus elementos mentais e sensoriais primordiais, parâmetros estabelecidos, chamado de “Reshimo” na Cabalá. É algo perfeito, eterno, não sujeito a nascimento, morte, tempo ou qualquer coisa.

Pergunta: Em que estado realmente existimos?

Resposta: Este é o estado em que existimos. E todos os nossos outros estados, como se vestidos desse pensamento e assim são percebidos por nós. Isso é o que a Bíblia diz: “No princípio era o verbo…” que significa pensamento.

De KabTV, “Close-Up. Segredos da Imortalidade”, 07/01/11

A Oportunidade Que Nos Foi Dada

291Pergunta: Você diz que uma pessoa percebe tudo de dentro de si mesma. Por exemplo, Tsiolkovsky percebeu tudo de dentro de si. Mas por que, falando da vontade do universo, ele falou dela como algo perfeito, harmonioso, que nos trata com absoluta bondade?

Resposta: Porque cada um de nós tem a capacidade de perceber o mundo fora de nós mesmos.

Em algumas pessoas, essa habilidade, que na Cabalá é chamada de ponto no coração, é mais pronunciada. Elas sentem pressão e movimento de dentro. Para a maioria das pessoas, no entanto, esse ponto está profundamente oculto. Elas não têm essa necessidade, esse aperto.

Portanto, elas tentam fazer isso primeiro na ciência. Eu conheci muitas pessoas assim. Eu acho que em nosso tempo uma séria reavaliação começará, e essas pessoas virão para a Cabalá.

A Cabalá é uma sabedoria que ajuda a pessoa a olhar profundamente não apenas para dentro de si mesma, para seus sentimentos, mas também para mudar a si mesma, seus sentimentos, ir além de si mesma e ver o mundo imperturbável, como realmente é, fora de mim, e não como sinto isso em mim.

De KabTV, “Close-Up. A Vontade do Universo”, 28/11/10

O Universo Tem Vontade?

746.02Pergunta: O maior cientista no campo da astronáutica, KE Tsiolkovsky, escreveu sobre a vontade do universo em suas obras. Ele disse que isso condicionará tudo o que vemos e sentimos. A única questão é o que é essa vontade?

O universo tem uma vontade, e podemos falar sobre isso?

Resposta: Os verdadeiros cientistas, físicos, astrônomos e cosmólogos sentem que o universo é um pensamento, é uma mente. Quando eles mergulham no que está acontecendo fora de nós a grandes distâncias, em grandes forças, eles sentem que respira com algum tipo de plano enorme, algo muito grande e inteligente, visando algo misterioso, mas com seu próprio poder, consistência, maturidade, lógica superior, que é incompreensível para nós.

E nós estamos nisso como pequenos cúmplices e o universo tem sua própria vontade e seu próprio programa. Muitas pessoas têm esse sentimento.

De KabTV, “Close-Up. A Vontade do Universo”, 28/11/10

Um Cabalista Pode Mudar o Futuro?

222Pergunta: Um Cabalista pode revelar qualquer estado?

Resposta: Um Cabalista pode não apenas revelar estados, mas também alterá-los, ao contrário de pessoas como Wolf Messing.

Um Cabalista pode mudar o futuro porque ele tem a habilidade de mudar suas propriedades, e assim ele ganha a habilidade de transferir a percepção de estados futuros de indesejáveis para desejáveis.

Ele é capaz de mudar os eventos futuros porque eles dependem de suas propriedades como receptor de um pensamento comum, e nesse pensamento, tudo existe de forma amorfa, livre, não vestida de nada. A forma que ele tomará — se vestirá de boas ou más ações — depende da matéria em si.

Portanto, se podemos mudar essa matéria, nossos desejos, então o pensamento que deve ser revestido modularmente nela, de que forma a sentiremos, depende de nossas propriedades. Assim, o Cabalista não muda o próprio pensamento que lhe vem.

Em outras palavras, o futuro deve definitivamente ser cumprido, mas como ele se expressará em relação a mim, bem ou mal, depende de minhas propriedades, e posso mudá-las. Ou seja, posso mudar a mim mesmo como receptor.

De KabTV, “Close-Up. Segredos da Imortalidade”, 07/01/11

Tenha Anseio Pela Verdade

239Comentário: Quando li a história sobre o Êxodo do Egito, não consegui entender por que o Criador estava constantemente endurecendo o coração do Faraó. Então encontrei uma explicação nas fontes de que o endurecimento do coração é necessário para que uma pessoa tenha um desejo real pela verdade.

Minha Resposta: A necessidade da ajuda do Criador!

Uma pessoa ainda pensa: se eu não tiver tempo suficiente agora, então em outro momento em que eu for mais inteligente, mais forte e assim por diante. Assim, ela percebe que não há nada nela e não pode haver nada para ela derrotar o Faraó. Então ela precisa da ajuda do Criador e vem orar.

Pergunta: Seu professor, o Rabash, escreveu que o endurecimento do coração era necessário para que houvesse uma oportunidade de oração. A oração é necessária não pelo Criador, mas pela pessoa?

Resposta: Claro. Do que o Criador ainda precisa? Uma pessoa, por outro lado, precisa da oração para que tenha o desejo de receber ajuda do Criador.

A oração é a ação final por parte de uma pessoa quando ela já tem tudo o que é necessário para se voltar corretamente ao Criador.

Pergunta: Mas onde está o ponto que pode ser pressionado para fazer aparecer a oração?

Resposta: Você o procura e pressiona. Ninguém vai encontrá-lo, mas você.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 14/04/22

Alcançando O Campo Do Pensamento Comum

761.2Pergunta: É correto, de acordo com a Cabalá, no momento presente da existência de uma pessoa, que ela não tenha independência, nem um único pensamento próprio?

Resposta: Claro que não. De onde?

O que significa “seu próprio”? De onde pode vir o próprio pensamento de alguém? Do vácuo do espaço, de algum tipo de lugar vazio? Ele surge de algo!

Uma criança que cresce tem alguns pensamentos, de repente ela começa a entender alguma coisa. De onde? Afinal, nada pode vir do nada. Ele aparece e se manifesta.

É como quando ligo o rádio. E daí, que eu liguei? Eu tenho que sintonizá-lo com alguma onda e ele me dará alguma informação, de alguma forma se manifestará. Na verdade, somos os receptores de um campo de informação comum, de um pensamento comum.

Seguimos automaticamente as instruções desse pensamento até certo ponto de desenvolvimento, até que de repente algo oposto aparece em nós. Não queremos agir automaticamente como fazíamos antes. Tenho um desejo revolucionário de me rebelar contra esse pensamento: quero descobrir para que, por que, por que motivo vivo, e não para ser uma espécie de máquina. Eu tenho que sentir que existo por mim mesmo.

Aqui surge uma rebelião dentro de uma pessoa. A partir desse momento, ela tem a oportunidade de se tornar um Cabalista, ou seja, aquele que alcança esse pensamento de fora e depois concorda ou discorda dele. É assim que começa seu movimento em direção a esse pensamento: em desacordo, em rejeição, em distância, em oposição.

É a partir do fato de ele atingir seu oposto e não querer concordar com esse pensamento que ele começa a explorá-lo. Ele, um Cabalista, começa a explorá-lo e vê como é perfeito e puro, e quer recebê-lo.

Ele se faz receptor desse pensamento, não automaticamente da forma como foi criado, mas de forma independente, explícita. Isso se chama alcançar o Criador.

De KabTV, “Close-Up. Segredos da Imortalidade”, 07/01/11

Educação É O Problema Da Humanidade

220Pergunta: No mundo moderno precisamos educar antes de tudo a sociedade circundante e não o indivíduo?

Resposta: Precisamos mudar urgentemente os meios de comunicação de massa. Este é um trabalho muito difícil porque leva à maior revolução em todos os níveis. Absolutamente em todos os níveis.

Os meios de comunicação de massa passam certas políticas de cada país para uma pessoa. Entendemos que mudá-la pode impactar grandes mudanças na sociedade.

Comentário: Naturalmente. Se a sociedade e suas leis são egoístas, quando todo mundo pensa apenas em como arrebatar algo para si, então a mídia também é construída sobre o mesmo princípio.

Minha Resposta: Não substitua um pelo outro e não os troque. É porque a mídia é carregada e direcionada às pessoas dessa maneira que as pessoas são assim, e não o contrário.

De fato, uma pessoa é inicialmente egoísta, mas são os meios de comunicação de massa que a ensinam a usar seu egoísmo. Ninguém mais. O ambiente, não os pais.

No entanto, se os pais também agem mal, é apenas porque foram ensinados dessa maneira, eles viram esses exemplos. Uma pessoa é criada apenas por exemplos, como dizem: “Você se deita com cachorros, acorda com pulgas”. Portanto, temos que levar em conta que, se quisermos mudar alguma coisa, precisamos mudar o ambiente. Basicamente, o que mais precisamos além de melhorar uma pessoa? Nada mais.

Para fazer isso, você precisa mudar o ambiente ao redor de uma pessoa. Dê-lhe os exemplos certos, não pela força, mas para que ela esteja cercado por eles. Então ela vai ter que mudar.

Se encorajarmos maus exemplos, acabaremos com uma sociedade terrível. Eu assisto a programas de TV e eles me assustam. Esta é a sociedade do futuro!

A maioria dos programas não fala sobre nada além de assassinatos e investigações. Tudo gira em torno disso. Não há mais nada. Eles praticamente acostumam as pessoas ao fato de que vivem nesse ambiente e devem se adequar a ele.

Certa vez fiz um relatório sobre isso em Arosa, Suíça, no famoso World Spirit Forum. Fui aplaudido, e isso foi o fim. O que mais eles podem fazer? Este é um problema enorme. As pessoas não têm problemas além da educação. Tudo depende da educação.

Se pegássemos a geração de hoje e pudéssemos educá-la bem, então em 10 ou 15 anos teríamos uma sociedade normal, uma civilização completamente diferente.

Por que não podemos perceber que podemos fazer isso, pelo bem de nossos filhos? Vamos criar uma boa sociedade para eles. Vamos tornar o mundo completamente diferente, e eles se tornarão diferentes.

De KabTV, “Close-Up. Fora da Lei”, 19/12/10

O Que O Universo Exige De Nós?

712.03Pergunta: Tsiolkovsky tinha a sensação de que a morte não existe. Ele escreveu que o universo é imutável, ilimitado e constante. Ele se relacionava com a vida humana e todo o desenvolvimento da mesma maneira. Ele disse que o homem foi criado para chegar a algum tipo de sistema perfeito e inteligente, vida inteligente.

Qual é esse estágio perfeito para o qual estamos sendo empurrados? Tsiolkovsky também disse que nesse momento, o caminho do sofrimento no desenvolvimento da humanidade terminará.

Resposta: Claro, de fato, esta é a ascensão acima de nossa natureza egoísta quando involuntariamente, querendo ou não, agimos apenas em interesse próprio.

E o universo exige um estado diferente de nós, uma equivalência com ele, quando todas as forças se equilibram e se complementam.

Olhando para o universo agora, vemos isso egoisticamente: todo mundo pega, devora, puxa, atrai e consome. Sou eu que vejo assim.

E se eu olhasse tudo corretamente, veria que tudo está em absoluta harmonia. Então eu também estaria em harmonia com tudo o que está acontecendo, e veria um universo diferente sem ser perturbado pelo meu ego.

De KabTV, “Close-Up. A Vontade do Universo”, 28/11/10

A Energia Do Pensamento

226Pergunta: Como alcançamos a imortalidade unindo-nos e colocando-nos em semelhança com o campo do pensamento comum?

Resposta: Nós alcançamos a imortalidade porque o próprio pensamento é imortal!

Passamos pelos estados físicos de nossa matéria, energia e tudo que foi criado a partir do Big Bange saímos desse estado. Subimos acima da matéria, energia e informação para o campo do pensamento.

Pergunta: O próprio pensamento é energia?

Resposta: Sim, você pode chamá-lo assim porque precisamos de alguma forma estabelecer nossos sentimentos. Mas isso não é energia material. Estamos falando de pensamento puro, que visa à doação, não à recepção. É o oposto de todos os nossos pensamentos, direções e intenções.

Quando tentamos nos unir e alcançar este pensamento único, nos deparamos com uma revelação muito interessante que é oposta a nós porque opera para a doação absoluta.

Por sua natureza, este é um pensamento sobre o qual se baseiam energia, matéria, informação e toda a natureza, o inanimado, vegetativo, animado e humano, nosso mundo em geral e tudo o que podemos imaginar. Este pensamento tem uma natureza oposta à nossa: a natureza de doação e não de recepção.

De KabTV, “Close-Up. Segredos da Imortalidade”, 07/01/11