Textos na Categoria 'Percepção'

Nova Vida # 1170 – Interpretando A Realidade Corretamente

Nova Vida # 1170 – Interpretando A Realidade Corretamente
Dr. Michael Laitman em conversa com Oren Levi e Tal Mandelbaum ben Moshe

De acordo com a sabedoria da Cabalá, a visão de mundo de uma pessoa é uma projeção de suas características internas. Segue-se, então, que se uma pessoa muda as características principais ou a programação interna, a imagem do mundo também muda. Cada um de nós quer ser o rei do mundo e se sentir bem às custas dos outros, de acordo com o nosso egoísmo humano natural.

Ao mudar nossa atitude para amar os outros e a equivalência de forma com o Criador, encontramos o remédio para todas as situações ruins da vida e nossa percepção da realidade muda simultaneamente. No final, parece que o mundo é inteiramente bom. Através do amor aos outros, alcançamos amor pelo mundo inteiro e, em seguida, a imagem do mundo está em nós corretamente.

De KabTV, “Nova Vida # 1170 – Interpretando a Realidade Corretamente”, 24/10/19

O Caminho Para O Nível Superior

laitman_594Pergunta: Se eu sou escravo de minhas emoções e sou dominado por desejos que me foram forçados, como a sabedoria da Cabalá pode me ajudar a mudar minha perspectiva, se ela é o resultado direto de meus desejos e emoções?

Resposta: Todos os seus desejos e emoções são determinados pelo nível em que você está, pelos seus principais atributos. Agora eles são egoístas.

Mas se você começar a estudar seriamente a sabedoria da Cabalá, atrairá para você o que é chamado de luz superior, e ela começará a mudar você gradualmente. Assim, você começará a imaginar um mundo diferente em seus novos atributos.

O mundo que está mais próximo de nós é o mundo em que você começará a sentir que tudo está em um estado de absoluta unidade, integralidade e completa conexão mútua. Este é o sentimento no nível mais baixo, não na profundidade da realização de cada objeto e suas camadas.

Isso significa que você alcança a luz de Nefesh do mundo de Assiya, o primeiro nível dos 125 níveis. Isso lhe dará uma ideia de algo que é superior ao seu nível.

Pergunta: Eu percebo o mundo corporal através dos meus sentidos naturais. Quando começo a me unir a outras pessoas, começamos a sentir um novo sentimento qualitativo, o mundo superior. Isso se chama Criador?

Resposta: Esse é o próximo nível. Você pode chamá-lo de Criador, porque é um nível superior a você, mas você ascende a ele e se torna como Ele.

Sempre chamamos o nível que é mais alto que nós de Criador. Ele é revelado imediatamente e se torna superior.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 26/08/18

Um Buraco Negro Permite Viver Várias Vidas

laitman_424.02Comentário: Os cientistas descobriram um buraco negro que permite que uma pessoa viva várias vidas.

Minha Resposta: Várias vidas negras.

Comentário: Esse buraco negro não esmagará uma pessoa com gravidade e a criatura vivente estará além do tempo. Todo o passado será esquecido e, à sua frente, há várias opções dos eventos que se desenvolverão no futuro.

Se uma pessoa pudesse visitar esse buraco e abandoná-lo com sucesso, ela poderia viver inúmeras vidas, cada vez começando tudo de novo.

Minha Resposta: Já estamos começando tudo de novo.

Comentário: A única restrição é que a pessoa não pode deixar o buraco negro.

Minha Resposta: É impossível sair de um buraco negro porque tudo em geral é um buraco negro. E também estamos no buraco negro agora.

Pergunta: O que é um buraco negro do ponto de vista da Cabalá?

Resposta: É o nosso egoísmo. Estamos dentro dele, dentro do buraco negro. Não há como escapar dele. Somente se corrigirmos esse buraco negro em branco, em um claro.

Comentário: É o que dizem os cientistas: É possível sair de um buraco negro, apenas se houver um buraco branco que lhe permita passar.

Minha Resposta: Um buraco negro se tornará branco por si só. E para isso, precisamos atrair forças que o mudarão para branco.

O buraco negro devora o tempo todo, você não pode sair dele. E o branco emanará o tempo todo.

Pergunta: O que significa viver várias vidas? Uma pessoa vai entrar em um buraco negro, vai sair?

Resposta: Não entrar e não sair! Não precisamos fazer nada! Só precisamos mudar a nós mesmos e o ambiente em que estamos, de preto para branco, mudar tudo para a qualidade de doação, em vez da qualidade de recepção.

Pergunta: Então ela esquecerá o passado e verá apenas o presente?

Resposta: Ela terá tudo: passado, presente e futuro em um todo. O tempo desaparecerá. Ela não terá esse conceito de “passado, presente e futuro”. Não! Existe apenas um “é” e pronto. Nada mais.

E não há nem hoje, amanhã e depois de amanhã. Porque nada muda. O tempo está em nós, são as mudanças pelas quais passamos.

Pergunta: O que significa que as mudanças serão tão rápidas que parecerão que tudo está em um momento?

Resposta: Elas parecerão uma eternidade para nós.

Pergunta: Por quê?

Resposta: Porque ela não terá “hoje” ou “amanhã”. Isso não vai ser!

Pergunta: O que significa “não vai?”

Resposta: Uma pessoa é uma sensação. A sensação de mim mesmo ontem, hoje, amanhã. Não haverá tais sensações. Em vez disso, sentiremos a eternidade, perfeição na qual nada muda.

Não podemos falar sobre se há vida, se há algo antes, durante ou depois da vida. Não há nada disso. É isso aí! Estamos em um buraco branco.

Pergunta: Uma pessoa agora vive sua vida normal. Ela tem muitas experiências, problemas, alegrias e tristezas. Isso cria uma certa paleta, um gosto da vida. Qual será o gosto da vida quando a pessoa revelar esse estado absoluto?

Resposta: É o Jardim do Éden, o paraíso. O que o Jardim do Éden significa se eu não sinto nada de bom ou ruim? Eu me sinto bem em comparação com o mau, mau em comparação com o bem.

E se nada vai mudar e tudo fosse apenas bom? Talvez eu pare de sentir? É por isso que não podemos falar sobre esses estados. É um buraco! Somente o branco.

Pergunta: Então, vale a pena a humanidade chegar lá?

Resposta: Vale a pena ou não, não depende de nós. Nós já estamos nele.

Pergunta: E onde devemos sair disso?

Resposta: Você não vai a lugar nenhum. Estamos apenas nisso. O universo inteiro, toda a criação está nele. Temos que parar e entender onde estamos. Virá, não se preocupe.

Pergunta: Para quem é esse estado desejável?

Resposta: Para quem quer saber a verdade.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 24/12/19

Como Avaliamos O Mundo

laitman_629.3Pergunta: Como é possível aceitar e amar todas as pessoas? Afinal, existem maníacos e assassinos entre elas.

Resposta: Tudo depende de até que ponto você olha o mundo corretamente. Não pense que você está mudando e o mundo não está.

Por mais que você mude em sua percepção do mundo, o mundo também estará mudando em sua percepção. Acontece que, no final, você será capaz de ver o mundo inteiro como absolutamente bom, corrigido e perfeito, porque mudou.

Em outras palavras, você avalia o mundo de acordo com sua correção ou com sua corrupção.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 17/05/20

Sintonize-Se Com A Percepção Correta Do Mundo

laitman_761.2Pergunta: Você está falando da natureza como um derivado de minhas próprias propriedades, que algo parece depender de mim. Não existem leis e forças absolutas e imutáveis ​​que agiriam independentemente da minha percepção?

Resposta: Claro que existem. Mas você quer entender a integridade da natureza. E já que você a percebe apenas em suas sensações, você deve, de alguma forma, ajustá-las, alterá-las para a percepção correta.

Pergunta: Isto é, eu, como partícula da natureza, devo sentir sua imagem integral?

Resposta: Sim. Portanto, a Cabalá fala apenas sobre isso. Para compreender toda a natureza, você deve, como eles dizem, relaxar e se elevar acima do seu egoísmo. Então você sentirá a natureza não através do seu egoísmo, mas como um sistema existente fora de você.

Você começará a sentir que não existe individualmente, mas em um total eterno e perfeito. Você não sentirá a si mesmo, mas a imagem geral como um todo, todas as leis, a funcionalidade deste sistema, em que tudo está em movimento mútuo, complementação e comunicação, em integração absoluta.

Então você entenderá o que está perdendo, o que deve acrescentar a essa imagem integral eterna e perfeita, que, passando pela sua subjetividade, pelo seu egoísmo, fornece uma imagem completamente distorcida da realidade.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 17/05/20

Como Combinar Duas Realidades

laitman_928Pergunta: Como um Cabalista, no próximo nível de percepção da realidade, combina a realidade perfeita com uma realidade terrena não corrigida, não integral, má e terrena?

Resposta: O Cabalista combina isso em si mesmo. Nós, seres humanos, somos criaturas especiais que existem nos dois mundos: em um mundo superior perfeito, na medida em que podemos entrar em conjugação com um sistema integral e, ao mesmo tempo, em nosso mundo, na medida em que ainda não conseguimos sair do nosso mundo egoísta. .

Não pense em nosso mundo como ruim e mal. É um sistema especial que, na linguagem da verdade, existe apenas em nós. Somente em nós é percebido.

Portanto, devemos corrigir apenas a nós mesmos. Nada que eu perceba como nosso mundo, subjetivamente, existe. O que parece real para nós existe em nós. Você existe em mim, eu em você. Isso complica um pouco a percepção do quadro geral, mas, em geral, é assim.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 17/05/20

O Homem Em Um Mundo Interconectado, Parte 1

laitman_423.02Preso no Egoísmo Global

Pergunta: O grande físico Albert Einstein disse: “Um ser humano é uma parte do todo, chamada por nós de“ Universo ”, uma parte limitada no tempo e no espaço. Ele experimenta a si mesmo, seus pensamentos e sentimentos como algo separado do resto – uma espécie de ilusão óptica de sua consciência. Essa ilusão é uma espécie de prisão para nós, restringindo-nos aos nossos desejos pessoais e ao carinho por algumas pessoas mais próximas de nós. Nossa tarefa deve ser libertar-nos dessa prisão, ampliando nosso círculo de compaixão para abraçar todas as criaturas vivas e toda a natureza em sua beleza. Ninguém é capaz de conseguir isso completamente, mas a busca por essa conquista é, em si mesma, parte da libertação e fundamento da segurança interna”.

Você está de acordo com esta afirmação?

Resposta: As declarações são boas. Mas elas são tão simplificadas que, quando você começa a entendê-las, chega à conclusão de que está pensando em coisas, eventos, razões e soluções completamente diferentes. Acontece que tudo parece estar certo como deveria estar, todos concordam, mas no final, eles chegam ao ponto de correrem em direções diferentes.

Pergunta: De fato, falamos sobre o amor pelos outros, sobre a unidade, mas vemos que está ficando cada vez pior.

Mas unidade e amor foram falados milhares de anos atrás. Todas as religiões são construídas sobre isso. Hoje, até pesquisas científicas estão sendo conduzidas sobre esse assunto. Embora uma pessoa seja muito pragmática, ela vê que a unidade pode nos beneficiar. Mas onde estamos, onde está essa unidade, onde está esse amor pelos outros?

Resposta: Nosso egoísmo não nos permite submeter um ao outro. Se em um momento eu me submeto a você, no momento seguinte, não quero me submeter, tento me afastar, tentar arrancar algo para mim.

Veja os acordos feitos entre países, governos e dentro de governos. Quantas leis existem em cada país para cada ato, para cada movimento de uma pessoa? E quem monitora sua implementação? E o que podemos fazer dentro dessas leis?

As pessoas não fazem nada além de inventar novas leis, anotá-las e colocá-las nas prateleiras. Então, quando necessário, elas as retiram usando todos os tipos de métodos de fabricação de engajamentos (hook-making methods) e começam a provar que essa lei existe e que deve ser ativada. Dessa forma, elas querem suprimir os outros.

Nós entendemos esses movimentos do nosso egoísmo que querem subjugar a todos. Esses egoístas se posicionam em governos com tanto orgulho, tentando suprimir os outros pelos chamados métodos parlamentares. Mas por quanto tempo essas coisas podem ser toleradas e por quanto tempo elas podem continuar existindo?

De KabTV, “A Era Pós-Coronavírus”, 23/04/20

Sem Perda, Apenas Ganho

laitman_255Pergunta: Se alcançarmos garantia mútua em uma sociedade e similaridade de forma com o Criador, não perderemos nossa liberdade como indivíduos em tal sociedade?

Resposta: Não perderemos nada, porque ao longo do caminho veremos que não somos totalmente livres. Somos governados por nosso egoísmo sem que ele nos peça alguma coisa, e isso nos força a agir como ele deseja a qualquer momento.

Mas se percebermos que é o egoísmo que nos governa, e nos elevarmos acima dele, podemos controlá-lo, e com isso controlar a nós mesmos, o nosso destino.

E o mais importante, começaremos a sentir que não estamos vivendo em um corpo animal egoísta, mas acima dele, e assim sentiremos que existimos para sempre em um espaço perfeito. Devemos chegar a isso enquanto ainda estamos neste mundo. Como se diz: “Que você veja seu mundo em sua vida”.

Esse é o papel da Cabalá – dar ao homem a oportunidade de elevar-se acima da natureza animal até o nível humano. E o homem é alguém que vive para sempre, fora do tempo. O tempo existe apenas em organismos inanimados, vegetativos e animais, mas no nível de Adão não há o tempo. Lá, como Einstein, tudo entra em outra dimensão.

De KabTV “Fundamentos dr Cabalá”, 19/04/20

Conhaque Em Vez De Chá

laitman_556Pergunta: Você costuma dizer que o mundo exterior realmente não existe, que é uma ilusão e que existe apenas a nossa percepção. O que nós percebemos se o mundo exterior não existe?

Resposta: Você se sente dentro de si mesmo, seus desejos que retratam a imagem do seu mundo dentro de você.

Pergunta: Suponha que haja uma xícara de chá na sua frente. Em vez disso, poderia ser conhaque? Afinal, se é uma ilusão, existe realmente uma diferença entre chá e conhaque?

Resposta: Se você mudar certos desejos dentro de você, terá conhaque nessa xícara em vez de chá, não há problema. Você sabe como mudar seus desejos dessa maneira?

Comentário: Não, é por isso que estou perguntando.

Minha resposta: Esta é a razão pela qual você alcançou a sabedoria da Cabalá, para aprender como fazer isso. Tudo o que você sente é o que deseja e é isso que você descreve. Se você quiser retratar conhaque em vez de chá, pode fazer isso, eu prometo. Há muitas histórias sobre Cabalistas sobre esse assunto.

De KabTV, “Fundamentos de Cabalá”, 15/12/19

Vampiros Energéticos

Laitman_632.1Pergunta: Cada um de nós tem energia. É como combustível para nós. Como uma pessoa pode distinguir entre energia animal e energia espiritual?

Resposta: Não importa se é espiritual ou animal. Através de sua atitude, uma pessoa divide essa energia em formas espirituais e corporais.

Pergunta: Como podemos usar a energia construtivamente?

Resposta: Precisamos expandir as conexões entre todas as partes do universo.

Comentário: Existe a expressão “você está se gastando na pessoa errada”, ou seja, você está gastando sua energia na pessoa errada.

Minha Resposta: Não sei por que alguém gastaria energia com uma pessoa, seja a certa ou a errada. Eu gasto energia no meu amado “eu”. Eu gasto para alcançar o estado mais perfeito do mundo.

E se o estado perfeito é que eu emano de mim mesmo para poder conectar os outros e tentar levar as pessoas à unidade, igualdade e a tal aproximação que elas descobrirão um único campo, uma única força que os conecta, então eu o faço isso.

Comentário: Estamos cercados por pessoas que possuem certas qualidades que interferem nessa conexão. Os pesquisadores aconselham a remover essas pessoas da vida.

Minha Resposta: Com que base eu os classificarei se sou egoísta?

Pergunta: Como podemos ajudar uma pessoa a ver que tudo o que vê fora de si mesma está realmente dentro dela? Por exemplo, há pessoas que gostam de reclamar. Elas vêm nos contar sobre seus problemas e despertar nossa compaixão. Com isso, elas devoram nossa energia. Como podemos trabalhar com essas pessoas?

Resposta: Você está reclamando? Você se sente mal? Aqui está um livro para você; você encontrará a resposta nele. Entrego-lhe um livro inicial sobre a Cabalá.

Se uma pessoa se sente mal, é muito bom! Isso significa que ela pode alcançar a verdade, desenterrá-la e consertar sua vida para que se sinta bem. Mas, para isso, ela mesma deve trabalhar. Aqui estão as instruções, vá em frente!

Comentário: Outra categoria de pessoas é das devedoras. Hoje em dia é impossível viver sem pedir emprestado a alguém, dinheiro ou coisas. Mas você deve sempre lembrar que a dívida deve ser paga.

Há pessoas que esquecem e não devolvem. E isso forma um estado negativo, uma energia negativa.

Minha Resposta: Uma pessoa geralmente acredita que todos lhe devem!

Pergunta: A quem uma pessoa deve? Em geral, é bom ou ruim estar endividado?

Resposta: Eu acredito que devo ao mundo inteiro. Para ser sincero, devo ao mundo inteiro minha absoluta participação correta em tudo, em todo o mundo!

Se o mundo não for corrigido, eu sou o culpado! E eu tenho que cavar cada vez mais para descobrir onde está minha participação no mundo, para que possa ver o mundo como corrigido? Como devo me corrigir para ver como mundo completo?

Pergunta: E como você deve se corrigir?

Resposta: Por doação, por amor. Então eu vou ver todo mundo corrigido. Como uma mãe vê seu filho? Ele é perfeito. Isso é tudo. Perfeito. Nada para adicionar.

Se eu desenvolver amor por este mundo, o verei como perfeito.

Comentário: Existem enganadores. Dizem que é preciso sempre cumprir suas promessas. E se um homem enganou você uma vez, então, de novo, e de novo, em breve, ele simplesmente o sobrecarrega com uma mentira insidiosa e sem escrúpulos.

Minha Resposta: Mas ele, talvez, não saiba nada disso. Não prometo nada a ninguém, mas, por algum motivo, eles chegam a mim com queixas de qualquer maneira.

Portanto, é melhor não reclamarmos com ninguém. Você tem alguma acusação, algum mal-entendido? Volte-os para si mesmo. E comece a trabalhar seriamente neles.

Pergunta: A mentira é uma qualidade boa?

Resposta: Depende de quem e sobre o que se mente. É bom mentir para si mesmo. Se alguma qualidade existe na natureza, é necessária. O único problema é como usá-la corretamente.

Portanto, venha a nós, estude, e verá que não existem qualidades más na natureza. Tudo é bom se for usado corretamente.

De KabTV, “Notícias com Dr. Michael Laitman”, 14/01/20