Textos na Categoria 'Ciência'

Quando O Termo “Ego” Apareceu Pela Primeira Vez?

laitman_208Pergunta: A ciência acredita que o termo “ego” foi introduzido pela teoria da psicanálise de Sigmund Freud. Mas a Cabalá é muito mais antiga do que a psicologia. Quando esse termo apareceu primeiro nela?

Resposta: Na Cabalá, esse termo foi originalmente chamado de desejo de receber prazer. Foi apresentado por Adão há 5778 anos. O desejo de receber prazer é a matéria do nosso mundo.

Pergunta: E quando apareceu a palavra “Cabalá”?

Resposta: Eu não posso dizer com total certeza quando a palavra “Cabalá” surgiu pela primeira vez, mas os antigos gregos a traduziram como “recepção”, isto é, “receber”, a ciência da recepção, da revelação.

Da Lição de Cabalá em Russo 10/09/17

Como Devemos Tratar A História E As Tradições?

laitman_202.0Pergunta: Como devemos ver os eventos que já aconteceram? Como devemos avaliá-los?

Resposta: De forma alguma! Não olhe para trás no passado, não pense nisso ou nem leve isso em conta. Só existe o hoje, e ele depende de mim.

O que mais importa para uma pessoa é descobrir como ela pode se sintonizar para perceber o mundo do jeito certo.

Pergunta: O estudo da história, das tradições e da cultura não nos ajuda a nos desenvolver?

Resposta: Nós precisamos nos elevar acima das tradições e da cultura. A única coisa que precisamos é nos comunicar devidamente com as pessoas que nos rodeiam e ensiná-las apenas uma coisa: “Ama ao próximo como a si mesmo”. Tudo o mais foi inventado pelo nosso egoísmo para se afirmar.

Pergunta: Nós nem precisamos estudar a história da Cabalá?

Resposta: Ao estudar a Cabalá, a pessoa também aprende sua história porque ela aprende sobre o desenvolvimento dos Kelim (vasos, desejo) e o desenvolvimento da Luz que influencia o desejo. É nisso que se resume toda a história.

Certo espaço foi definido para nós. Esse espaço é chamado de desejo de receber. Ele é influenciado pela Luz – o desejo de doar. Como o desejo de doar passa pelos estágios de seu desenvolvimento, gradualmente se torna semelhante à Luz. Nesse grau, a Luz o preenche.

O preenchimento gradual do desejo de receber pela Luz, essa é toda história. Não há mais nada.

Observação: Visto que eu estudo história em uma universidade, meu desejo é discordar de você. Mas, por outro lado, não vemos nenhum exemplo de que o homem aprenda qualquer coisa, tome as conclusões corretas e atue corretamente com base em seu estudo da história.

Meu Comentário: Antes de tudo, a história é escrita por egoístas – cada um a partir de seu próprio ponto de vista que lhe é benéfico: quer para elevar a si mesmo ou a sua nação ou por outra questão.

Se você me perguntar por que eu preciso de história, é só para falar com as pessoas porque eu dissemino a Cabalá. Caso contrário, não tenho absolutamente nenhuma necessidade dela.

Eu estou falando como uma pessoa que passou por uma ampla educação superior e estudou muitas coisas. Nada disso é necessário. “Quanto menos você sabe, melhor você dorme”. Dessa forma, você não confunde sua cabeça com filosofias ou histórias. Você precisa saber apenas uma coisa: como interagir com a Luz superior, a única força na natureza que pode ajudá-lo a fazer qualquer coisa.

Para isso, você não precisa estudar mecânica, eletricidade ou computadores – nada.

Observação: Mas se eu não soubesse nada, você não poderia me explicar nada.

Meu Comentário: Essa é uma questão diferente. Claro, eu sou a favor das pessoas que estudam, mas não para seu benefício pessoal e vidas pessoais.

Pergunta: Então, tudo depende da intenção com que você estuda?

Resposta: Claro. A intenção deve ser corrigir o mundo corrigindo-se.

Da Lição de Cabalá em Russo 16/07/17

O Que É A Expansão Do Tempo?

laitman_537Pergunta: Nos artigos do Rabash está escrito que a expansão do tempo ao longo da raiz espiritual está relacionada às Klipot (forças impuras). O que é a expansão do tempo?

Resposta: Na verdade, o tempo não existe. Tudo o que estamos fazendo no momento presente é pré-programado e já conhecido.

Além disso, assim como há movimento em uma linha direta do passado para o futuro, também há movimento na direção inversa do futuro para o passado.

Em princípio, podemos mudar o passado desde o futuro, assim como no nosso mundo, costumamos mudar o futuro desde o passado. Estes são processos interconectados e intercambiáveis ​​que fluem em ambos os sentidos.

Na física, por exemplo, se optarmos por medir o elétron ou a onda, então, por essa escolha, predeterminamos se é um elétron ou uma onda.

Em outras palavras, eu escolho um instrumento de medição agora, e o que estou planejando estudar já sabe, do passado, o que estou pensando e reorganizado. Então eu o meço como uma onda ou como uma partícula distinta. Mas na Cabalá, isso acontece em ação.

Da Lição de Cabalá em Russo, 07/09/17

A Visão Correta Do Mundo

laitman_934Observação: Nos cursos de Cabalá, há uma seção sobre a história da Cabalá, que examina como surgiu o primeiro Cabalista, Adão, como ele foi seguido por 20 gerações até Abraão, o que Abraão contribuiu para o desenvolvimento da Cabalá, etc.

De uma forma ou de outra, não podemos nos afastar do fato de que há uma linha de tempo, eras, uma certa sequência na transferência do método. De qualquer forma, apelamos para a história mundial.

Resposta: A questão é que ninguém, nem mesmo os cientistas, pode explicar todas as experiências físicas de Einstein com o tempo fluindo para trás. Os cientistas enfrentam conceitos que implicam que esse tempo não existe ou flui para trás, que o espaço não existe, etc.

No entanto, nós estamos em uma posição mais vantajosa em relação a todos os outros porque podemos oferecer às pessoas a prática da Cabalá: para começar a expandir sua a consciência ao se incluir em uma dezena, e daí você sentirá que o mundo está dobrado dentro de si mesmo várias vezes.

Com sua consciência complexa, você poderá encontrar a visão correta do mundo. Você verá que esse mundo está dentro de você. Do lado de fora, há apenas um campo imaginário, um mundo de ilusão. Na verdade, não existe. Tudo existe apenas dentro de um desejo. Tudo acontece apenas em Malchut.

Da Lição de Cabalá em Russo 16/07/17

Ciências Terrenas E Liberdade De Escolha

laitman_538Pergunta: É possível provar a uma pessoa que ela é escrava de suas próprias ilusões?

Resposta: Se uma pessoa está em suas ilusões, ela não deve ser tocada. Não é que seja impossível provar nada a ela – não é permitido! Você não deve ir a uma pessoa e dizer: “Você é uma escrava; é uma prisioneira”.

Ela se sente bem. Você não tem o direito de aborrecê-la. No entanto, se ela vier a você e disser: “Eu não aguento mais. Não consigo respirar… “, então é uma história diferente.

Pergunta: Se fosse possível dar um curso sobre liberdade de escolha para escolas ou universidades, seria possível provar isso aos alunos mostrando vários estudos científicos?

Resposta: Somente de forma muito limitada, dependendo do nível de desenvolvimento da sociedade, mas não mais: não tire uma pessoa do estado em que ela está.

A ciência da Cabalá fala sobre a vida de uma pessoa neste mundo, como ela é controlada por desejos que estão em constante evolução, etc. Dessa perspectiva você pode explicar tudo. Ela é completamente racional, realista, correta, científica, e aqui não pode haver contradições ou objeções das sociedades científicas ou ordinárias.

Mas assim que você começa a falar sobre ter que se elevar acima do egoísmo, os problemas começam a surgir. O que significa: acima do egoísmo? Como se ele estivesse no controle de mim? Eu não vejo que seja assim; eu não sinto que seja assim. E se ele está no controle e, ao mesmo tempo, também é nossa natureza, além da qual nada mais existe, como posso me separar dele?

Observação: Vários anos atrás, cientistas realizaram um experimento. Eles conectaram eletrodos ao cérebro de um participante e questionaram que o sujeito precisava responder com um “sim” ou “não” pressionando um botão correspondente. Foi demonstrado que a resposta foi formulada no cérebro cinco a seis segundos antes de atingir a consciência da pessoa e ser capaz de pressionar o botão.

Resposta: Naturalmente. Um impulso e um comando aparecem no cérebro e somente depois disso o dedo pressiona o botão através de um controle estritamente mecânico. O dispositivo usado no estudo foi capaz de medir quando o impulso apareceu no cérebro.

Pergunta: Isso significa que o desejo aparece dentro de mim cinco a seis segundos antes de eu mesmo saber disso. Isso prova que o indivíduo não tem liberdade de escolhas. Vale a pena investir nessa pesquisa apenas para provar às pessoas que as decisões são tomadas para elas?

Resposta: Ninguém está tomando decisões! Isso ocorre naturalmente em nosso corpo. Você quer dizer que sinais de ordem superior são transmitidos ao cérebro de um indivíduo, que então se desenvolvem dentro dele, e ele os realiza? Isso é verdade. E daí? Tudo isso está na natureza!

Pergunta: Mas esse tipo de pesquisa poderia levar a humanidade a perceber que não há liberdade de escolha e à busca dessa liberdade. Ou não? Você é uma pessoa da ciência; você não acha que a ciência revelará a verdade sobre a liberdade de escolha?

Resposta: A ciência não pode provar isso. Ela já atingiu um muro e agora está em estado de crise. Os próprios cientistas reconhecem isso.  Afinal, a ciência só pode usar o que o indivíduo egoísta que criou essa ciência possui. E nada mais. A ciência existe apenas no âmbito do conhecimento humano, no âmbito da natureza humana.

Os cientistas simplesmente calculam algoritmos de suas próprias tendências egoístas, que eles então aplicam ao mundo ao seu redor. Nada mais.

Se tivéssemos uma natureza diferente, teríamos diferentes ciências. E a física e até mesmo a matemática seriam diferentes. Nós veríamos o mundo de forma diferente. Na física, na química e na biologia não há nada objetivo. É tudo apenas relativo ao indivíduo.

Por que a teoria de Einstein foi tão revolucionária? Porque ele disse que tudo depende do observador. E onde está esse observador? Primeiro, deixe-nos levá-lo ao seu estado original e, a partir desse estado, veremos o que realmente existe neste mundo. Afinal, o estado inicial é uma subida acima do egoísmo até o nível zero.

Essa é a restrição (Tzimtzum) a partir da qual, de acordo com a Cabalá, nós começamos nosso estudo do mundo.

Da Lição de Cabalá em Russo 02/07/17

História Mundial À Luz Da Cabalá, Parte 1

laitman_229Pergunta: Como, segundo as leis, a história mundial se desenrola? Ela é cíclica? Ela se repete em cada geração?

Resposta: Essa é uma questão complexa, não porque esteja relacionada à história ou à geografia, mas porque está relacionada à nossa percepção da realidade.

De acordo com a sabedoria da Cabalá, existem duas forças básicas no universo: o desejo de doar – a força superior positiva, o Criador, e o desejo de receber – a força negativa inferior, a Criação. Ambos os desejos, interagindo entre si, determinam praticamente toda a história.

Uma vez que seus parâmetros iniciais e estados finais são definidos, nós podemos descrever todas essas etapas do desejo de receber (criação) sob a influência do desejo de doar (o Criador) com antecedência. Em princípio, não pode haver surpresas aqui.

A primeira parte do desenvolvimento da história acontece completamente sob a influência da Luz superior, ou seja, a força do Criador. Neste processo, a criação sente a pressão da Luz e, estando totalmente em seu poder, transforma-se sob sua influência, passando por fases específicas de desenvolvimento, as mesmas que um embrião sofre no útero de sua mãe por nove meses. É por isso que entendemos absolutamente tudo o que está acontecendo.

Como apenas um fator age aqui, a Luz superior, sabemos com antecedência quais os estágios que passaremos e como.

Em princípio, é assim que a humanidade se desenvolveu. Este programa da criação pressupõe a reação de uma pessoa à influência de Cima: o quanto ela pode avançar em oposição ao seu egoísmo, ao lado da Luz superior, a qualidade de doação, amor e conexão; ou ela não deseja isso, não pode fazer isso, não entende como agir, e por isso ele se opõe aparentemente à influência da Luz.

E se ela se opõe, naturalmente se sente de diferente. Então a história inclui maiores forças de resistência por parte da criação e maiores forças coercivas por parte da Luz, o Criador. No entanto, em geral, o desenvolvimento da história é estritamente regulado desde o início.

Hoje, nós chegamos a um estágio de desenvolvimento muito interessante, onde podemos adquirir certo livre arbítrio, permitindo-nos mudar nossa história e mudar a velocidade e o tipo de desenvolvimento.

De qualquer forma, nós nos desenvolveremos de acordo com graus estritamente delineados e pré-definidos. Nós passaremos por eles de forma consciente, com entendimento e participação, onde o desenvolvimento será favorável, voluntário e bem-vindo por nós. Vamos ver isso como um bom desenvolvimento de nossa perspectiva e do Criador. Ou resistiremos como crianças pequenas e teimosas, não desejando implementar o programa da criação.

Ou seja, é desconhecido para nós, como é o caso da maioria da humanidade, ou estamos familiarizados com isso, como pessoas que estudam Cabalá e são obrigadas a conhecê-lo, como aqueles que já passaram por esses estados milhares de anos atrás. Nós temos que tentar corrigir o nosso caminho, tornando-o mais consciente e bom para nós, mas o mais importante – para os outros.

Assim, toda a história do mundo foi escrita desde o início. É por isso que os filósofos e cientistas, ao começar a examinar a história, o comportamento do homem, o presente, o passado e o futuro, ficam perplexos ao tentar responder as perguntas: o tempo pode retroceder? Está tudo predeterminado? Onde está o nosso livre arbítrio? Como uma partícula elementar escolhe a forma para continuar seu desenvolvimento – como uma partícula ou onda, ou seja, a luz?

Os físicos dizem que tudo depende da pessoa que realiza o experimento. Quando ela configura o dispositivo para medir a partícula elementar, seja como uma onda ou uma partícula, a partícula conhece antecipadamente e se comporta de acordo com o dispositivo escolhido. É como se o presente determinasse o passado, o que significa que o tempo prossegue para trás. Isso é o que os físicos afirmam.

A Cabalá fala sobre isso de forma muito mais simples. Em princípio, não se relaciona com o conceito de tempo porque não há tempo; nós percebemos o que existe no mundo do infinito em sua forma final. Mas, como todos os nossos estados são antecipados, não há surpresas aqui – não há presente, passado ou futuro, como se alguém estivesse passando um filme para nós e nós vemos suas projeções separadas.

Tudo já foi gravado no filme com antecedência, e estamos apenas visualizando isso. Essa é a nossa vida. Ela está sendo rodada dentro de nós, mas de forma prática, podemos dizer que está sendo rodada na nossa frente.

Nós somos os participantes diretos dessa visão, que é predeterminada antecipadamente, e sabemos tudo o que acontecerá e o que faremos, exceto uma coisa: ao estar no grupo e atrair a força superior e positiva sobre nós, podemos provocar mudanças.

No entanto, não podemos alterar a história em si ou o curso dos eventos, mas apenas nossa atitude para com isso, e então parecerá completamente diferente. Isso é porque nossa atitude em relação a isso determina o que veremos naquelas projeções: guerra ou paz, bem ou mal. Nós determinamos tudo.

Da Lição de Cabalá em Russo 16/07/17

Pesquisa Na Ciência Da Cabalá

Toda ciência consiste em três partes: pesquisa básica, pesquisa prática, e a popularização da ciência, incluindo a educação.

Se tudo é mais ou menos entendido sobre a popularização da ciência, não é o caso em relação a nova pesquisa básica e ciência aplicada.

Pergunta: Há novos estudos básicos realizados na sabedoria da Cabalá, ou será que tudo isso vem devido ao estudo de fontes antigas? É a pesquisa espontânea ou é coordenada pelo Bnei Baruch?

Resposta: Estudos sobre a sabedoria da Cabalá são realizados em grupos cabalísticos que fazem laboratórios de si mesmos e examinam como as mudanças no grupo são afetadas pela Luz superior, a Luz circundante (Ohr Makif).

Pergunta: Se é uma ciência aplicada, uma ciência prática, qual é a essência e a direção do estudo? Ou é o papel da sabedoria da Cabalá reduzida a apenas apoiar outras ciências no sentido prático, ciências como a física quântica, por exemplo, ou cientistas individuais?

Resposta: A sabedoria da Cabalá não suporta ciências de materiais de qualquer forma, embora possam usar as suas conclusões. O papel da sabedoria da Cabalá não é tanto sobre a pesquisa, mas o uso prático da força superior, a Luz circundante (Ohr Makif),a fim de mudar a natureza do homem.

Pergunta: Existe um plano para popularizar a sabedoria da Cabalá? Quero dizer, há um sistema desenvolvido para espalhar a sabedoria da Cabalá em todo o mundo, em cooperação com diferentes religiões, ciências, instituições de ensino, os meios de comunicação, etc.?

Resposta: Existem estudos sobre a sabedoria da Cabalá. Mas, uma vez que é necessário mudar a natureza do cientista, para a natureza cabalística, para estudá-la, há a necessidade de um grupo em que tais pesquisas possam ser realizadas.

Isso não pode ser feito no âmbito de comunidades universitárias porque nenhum daqueles alunos que estudam a Cabalá academicamente quer mudar de seu estudo teórico para o estudo prático, em um grupo como as fontes cabalísticas descrevem. Eles finalmente continuam a falar sobre o assunto, sobre o campo, sem realmente atingir o assunto, o campo, em si.

Tudo o que você está pedindo existe na sabedoria da Cabalá em uma forma única, porque o conhecimento cabalístico de atingir as camadas ocultas da natureza é revelada a uma pessoa na medida em que ela transforma-se, corrige sua natureza egoísta, o que nunca é requerido de qualquer outro cientista.

[207307]

Material relacionado:
O Tema Da Sabedoria Da Cabalá
A Sabedoria Da Cabalá

A Sabedoria Da Cabalá Abrange Tudo

laitman_628.2Pergunta: O estudo da Cabalá pode estudar ciências como física, psicologia e filosofia?

Resposta: Não. A Cabalá abrange tudo. Afinal, você entra em uma nova parte do universo, o sistema de gestão e, portanto, não está interessado no que está acontecendo no nível mais baixo do nosso mundo.

Comentário: Uma vez que se acreditava que uma pessoa deveria estudar sete ciências antes de começar a estudar Cabalá.

Resposta: Isso foi há muito tempo. Existiram Cabalistas mesmo no tempo dos antepassados.

Pergunta: Isso significa que hoje o ensino médio e o ensino superior são suficientes?

Resposta: Mesmo isso não é necessário. O egoísmo atual é tão desenvolvido que não precisa ser ainda mais desenvolvido. Você pode começar imediatamente a participar da conexão no círculo e revelar o Criador existente entre nós.

Pergunta: É possível que uma pessoa não desenvolva um desejo, por exemplo, pela arte?

Resposta: Ela não tem desejos laterais! Uma pessoa demonstra aspiração apenas por um ponto. Ela não aspirará a nada além do mais alto nível de sua existência. Por que ela deveria se concentrar em pequenas coisas? É como um adulto que vai a uma caixa de areia brincar com crianças!

Nós estamos falando de desejo, do fato de que uma pessoa começa a trabalhar com ele. Isso é necessário para ela corrija o mundo, não para outra coisa. Afinal, olhando para o nosso mundo com todos os seus atributos, como cultura, ciência, filosofia, psicologia e qualquer outra coisa que ela vê, tudo isso já está em um estado de terrível crise. Nós a revelamos cada vez mais todos os dias. Então, por que ela deveria entrar nisso?!

A Cabalá, pelo contrário, nos leva ao próximo nível em que toda a humanidade terá que ascender. Hoje mesmo, as pessoas ainda não têm a predisposição. No entanto, seu interesse em cultura, artes e tudo mais já está desaparecendo.

Da Lição de Cabalá em Russo 25/06/17

Por Que Os Dinossauros Extinguiram-se?

Pergunta: Por que os dinossauros existiram por centenas de milhões de anos? Será que um cabalista sabe o que os fez extintos?

Resposta: Toda a vida inanimada, vegetativa, animal, e humana é gradualmente transformada em forma mais elevada. É por essa razão que as antigas samambaias e outras plantas tornaram-se extintas, como fizeram vários tipos de animais. Até mesmo minerais mudaram. De acordo com os pesquisadores, é possível dizer há quantos milhões de anos uma rocha particular existe. Tudo acontece naturalmente.

O mesmo vale para as pessoas. Basta olhar quão diferentes as pessoas que vivem hoje são daquelas que viveram cem ou mil anos atrás. Mesmo em sua aparência, para não mencionar o seu nível de consciência.

Se eu fosse ensinar Cabalá hoje da forma como Aristóteles e Platão escreveram sobre isso, alegando que a alma depende de quão profundamente uma pessoa respira, seria ridicularizado. Você pode imaginar o que os grandes pensadores do passado escreveram sobre isso ?! Com uma profunda inalação e exalação enchemos nossa alma. E eles realmente acreditavam que assim era a alma.

Hoje, essas grandes mentes de sua geração seriam parecidos com meninos parvos caso tivessem mantido-se no mesmo nível, porque o desenvolvimento constante do desejo desenvolve- nos. É por isso que não podemos comparar-nos com outras gerações.

[212230]

Da Lição de Cabalá em russo 19/3/17

Material relacionado:
A Causa Dos Desastres Naturais
Por Que Os Dinossauros Desapareceram?

Cabalá: A Ciência Do Sistema Superior De Governança

laitman_214.jpgPergunta: Eu sou um cientista de química, e não entendo como a Cabalá pode ter conexão com a ciência. Ela parece esotérica para mim. Por que você diz que a Cabalá é uma ciência?

Resposta: É realmente difícil de entender porque a Cabalá não é uma ciência deste mundo. Todos podem estudar a ciência deste mundo sem nenhuma mudança interna, desde que nossas qualidades materiais inatas sejam suficientes para ela.

A Cabalá é uma ciência, mas estuda o sistema superior que governa o nosso mundo. Portanto, em primeiro lugar, temos que compreender a língua em que ela está escrita. Depois, precisamos descobrir o que está por trás de cada palavra e definição. Só então vamos começar a penetrar profundamente nesta ciência e estudá-la.

Obviamente, o conhecimento da química ou de outra ciência material não ajudará. Pode muito bem ser que a pessoa mais simples, que está longe da ciência, tenha uma propensão para a Cabalá e um desejo de estudá-la, e um grande cientista não entenda nada e não seja capaz de abordá-la.

Pergunta: O que é este sistema que nos governa?

Resposta: O sistema superior é uma rede de forças que governa toda a nossa vida, o universo, e cada um de nós. Esta é uma enorme e multifacetada rede de forças que permeia toda a realidade e une todos os seus elementos.

O nosso universo está em um lugar particular que existe por si mesmo, embora não o sintamos. E as estrelas, nebulosas e outros objetos cósmicos estão localizados dentro deste lugar. Todos eles existem em uma conexão estreita com o outro. Imagine o que aconteceria se todos não estivessem ligados a uma rede, que caos reinaria no universo.

Explorando o universo e a natureza em geral, descobrimos que tudo nele funciona de acordo com leis estritas, como está escrito, “a lei é dada e não pode ser transgredida”. A sabedoria da Cabalá estuda toda essa realidade, a rede de forças, e o mais importante, descobre com que propósito tudo é criado, de que forma a humanidade e o universo em que existimos estão se desenvolvendo.

Pergunta: Nós somos parte desta realidade?

Resposta: Claro, nós existimos na Terra, que se desenvolve em uma certa direção e voa no espaço a milhares de quilômetros a cada segundo, juntamente com todo o nosso universo. A sabedoria da Cabalá fala sobre toda esta realidade. A ciência moderna é uma parte da Cabalá e existe dentro de certos limites que são estabelecidos por uma determinada natureza de uma pessoa.

Por exemplo, Einstein descobriu que mudando nosso ângulo de visão na realidade, nós o mudamos. A Cabalá vai ainda mais longe, dizendo que se mudarmos uma pessoa, suas qualidades interiores, a realidade vai mudar.

No entanto, como é possível tomar uma chave de fenda e ajustar algo em uma pessoa, a fim de ajustá-la de uma nova maneira e deixá-la ver a nova realidade, o novo mundo, em suas novas qualidades? A sabedoria da Cabalá nos permite fazer isso!

Pergunta: O que precisamos mudar em nós mesmos para isso?

Resposta: Não precisamos mudar nada, todas as mudanças são feitas pela força que está escondida na Cabalá, a força da Luz, a força interior de toda a realidade que afeta uma pessoa e a muda.

Da Lição Virtual “O Tempo da Cabalá”, 04/07/17