Textos na Categoria 'Ciência'

Não Há Nada No Mundo Que Não Possa Ser Alcançado

251Pergunta: Na ciência moderna, existe uma teoria e uma confirmação experimental de que o nosso mundo é totalmente predeterminado. No entanto, a ciência contém parâmetros ocultos que hoje são inatingíveis. É possível combinar essas duas afirmações: nosso mundo sendo totalmente predeterminado e a inatingibilidade dos parâmetros nos quais ele se baseia?

Resposta: Eu acredito que não existe tal conceito de inatingibilidade. Tudo depende do grau de desenvolvimento de nossos desejos, intenções e qualidades internas.

Em geral, tudo é alcançável. Não há nada que uma pessoa em nosso mundo não possa alcançar. Para fazer isso, você não precisa se mover, morrer ou se transformar em alguns outros estados ou mundos. Tudo isso pode ser alcançado neste mundo, em nossa vida.

Depende de como uma pessoa se desenvolve, talvez não em uma única vida, porque existem ciclos de vidas. Mas, no final das contas, qualquer pessoa em nosso mundo vai conseguir tudo na medida em que trabalhar em si mesma e se desenvolver.

De KabTV, “Curso Integral”, 19/03/21

Sintonizar-se Com O Meu Próximo

600.02Pergunta: Que instrumentos a ciência Cabalística oferece para estudar o fenômeno da consciência e da mente?

Resposta: Sair de si mesmo é o que precisamos para sentir o campo de informações que nos cerca. E só é possível sentir isso além de você.

Sair de si mesmo é um esforço para se conectar com tensões internas semelhantes de acordo com leis e regras específicas, ou seja, é preciso, por assim dizer, entrar nelas, colocar-se abaixo delas. Tudo se constrói para “entrar” no outro, fundir-se com ele, e com todas as suas forças, físicas e espirituais, ajudá-lo em tudo, excluindo o seu “eu”.

Se eu me anular e tiver um objeto do qual estou tentando me tornar parte, e me fundir com ele, entrar nele e me dissolver nele, eu posso me elevar acima de mim mesmo. Essa é a prática.

No início, isso é puramente emocional. Depois, além das emoções, bom senso, raciocínio e conclusões são adicionados aqui, surge um método de sair e entrar no outro, surge uma sensação de “eu” e “fora de mim”. E fora de mim está um campo.

Em quem estou entrando então? E quem é esse outro, meu amigo? É alguma substância que imagino fora de mim na qual estou tentando me dissolver completamente. O que acontece neste caso com minha consciência, minhas sensações, minhas capacidades? É aqui que começa a transformação de uma pessoa em “mais um”.

Pergunta: Isso acontece de acordo com a lei da ressonância? Todos os dispositivos para estudar campos comuns usados ​​na física são dispositivos que usam o princípio da ressonância.

Resposta: Aqui é o mesmo! Eu tento me subjugar e ressoar com o outro.

Pergunta: Essa é uma lei universal geral de pesquisa?

Resposta: E não existem novas leis. É que eu tento fundir todas as minhas sensações sensoriais, definições e capacidades com outras de acordo com as mesmas leis físicas, e nada mais. Eu sintonizo como se estivesse pegando um instrumento musical e afinando-o para uma determinada referência.

De KabTV, “Encontros com a Cabalá”, 03/01/19

Conhecimento E Consciência

 202Pergunta: Você diz que existe uma interação muito interessante entre a mente e o sentimento. Por um lado, nossa base são os sentimentos e, por outro lado, ainda estamos falando sobre uma abordagem consciente. Isso significa que uma pessoa que se move para o espiritual deve fazer isso conscientemente. A mente está envolvida?

Resposta: Sim, é que não temos consciência disso.

Eu tinha um amigo que era afinador de órgão na Catedral Dome em Riga. Ele uma vez me disse como afinar este instrumento antigo. Isso envolve uma matemática terrível! Esses cálculos, essas fórmulas! O que seus fabricantes sabiam, o que eles pareciam entender?! Tudo isso é ouvir e tudo isso é sentir.

Por um lado, matemática, fórmulas, ondas, colunas de pressão atmosférica e assim por diante. Por outro lado, podemos dizer que este não é um aparelho conceitual, mas sensorial: como afeta a membrana, a audição, penetra, atinge o coração. Onde tudo isso acontece? Como podemos dividir isso em sistemas sensíveis e inteligentes?

Comentário: Tradicionalmente, a psicologia e todas as ciências associadas a ela dividem a psique humana na esfera do consciente e do extraconsciente. Então, há mais divisões: o extraconsciente é dividido em subconsciente e supraconsciente, que é responsável pela criatividade. Mas o sentimento funciona no nível subconsciente. Em geral, a maior parte da personalidade pertence ao extraconsciente.

Minha Resposta: Nós apenas os processamos inconscientemente com nosso aparato matemático conceitual. Igual a quem escuta música. Se soubéssemos todo o seu aparato sensorial e perceptivo, poderíamos descrever tudo. Estas são fórmulas puras.

Pergunta: Mas o resultado desse processamento é o produto final, nosso conhecimento. Ou seja, já podemos possuir a mente e de alguma forma gerenciar. É possível dizer que o conhecimento que posso transmitir aos outros pertence ao reino da consciência? É correto identificar consciência e conhecimento?

Resposta: Não, acho que não. Conhecimento é a quantidade de informação adquirida por uma pessoa que a ajuda a existir. Este é o arquivo de ações, práticas, experiências e tudo o que ela possui.

E a consciência é a possibilidade de percepção em um determinado nível. Uma pessoa com pouco conhecimento pode ter uma consciência que um enorme elefante não tem.

Ou seja, o conhecimento é material acumulado e a consciência é a possibilidade de percepção.

De KabTV, “Encontros com a Cabalá”, 03/01/19

O Que Significa Mudar A Natureza Humana?

546.02Pergunta: Um cientista pode entender o que significa mudar a natureza humana sem participar dessa experiência?

Resposta: Claro. Isso é muito fácil de entender.

Na natureza, existe o egoísmo e existe uma força que pode transformá-lo em seu oposto, em altruísmo. Só precisamos saber como atrair essa força para nos corrigir. Isso se consegue por meio de um trabalho específico em pequenos grupos onde nos anulamos diante dos outros, de maneira puramente mecânica, como se estivéssemos em um jogo.

Mas será que nós, egoístas, podemos nos anularmos? Nós podemos. Ao fazer esses esforços, atraímos a força positiva da natureza.

A natureza consiste em duas forças, positiva e negativa, mais e menos. Hoje, somos controlados apenas pela força negativa. E podemos atrair a positiva com nossos próprios esforços. Então, enquanto existirmos entre as duas forças e equilibramos a natureza, começaremos a entendê-la e controlá-la nós mesmos.

De KabTV, “|Desafios do Século XX”, 24/04/19

Sutilezas Da Percepção Do Mundo

764.2Comentário: Em nosso mundo, lidamos com ciências corporais comuns. Do ponto de vista da Cabalá, o fenômeno da consciência exige que de alguma forma tentemos mudar a percepção habitual do mundo, que está completamente ligada ao materialismo ou ao misticismo.

Minha Resposta: Misticismo está fora de questão aqui. Existem campos que hoje não podemos medir. Nós apenas adivinhamos sobre sua existência da mesma forma que fazemos sobre algumas ações cósmicas.

Não podemos sentir tudo com nossas mãos. Embora a ciência moderna esteja longe de ser medieval, ela já é a ciência do século XXI, mas ainda assim, é necessário introduzir alguns conceitos sobre o fato de existirmos dentro de um campo e senti-lo.

Por sermos constituídos por uma determinada estrutura, esse campo, agindo sobre nós, provoca em nós certas sensações, e as percebemos como o mundo que nos cerca e nele existimos. Dentro de cada pessoa existe uma espécie de sensor que sente que existe em um determinado mundo, dentro de um determinado campo.

De KabTV, “Encontros com a Cabalá”, 03/01/19

Semelhança Com As Propriedades Do Campo Circundante

565.01Pergunta: Na física e em outras ciências do mundo corporal, um campo geralmente está associado a algum tipo de portador. No mundo espiritual, esse portador não existe ou ele também é determinado?

Resposta: Em nosso mundo, existem alguns campos que achamos difícil formar na forma de campos corporais. Não vejo diferença entre as diferentes influências e tudo o que existe. Vejo isso apenas no detector, uma pessoa que, dentro de si mesma, determina a divisão em muitos portadores, partes e propriedades diferentes.

Basicamente, um campo de informação é apenas um campo. É uma força. Nós a chamamos de força de doação. Uma pessoa é a força de recepção. Ela tem a oportunidade de receber a percepção deste campo diretamente como ele é, e ela se sente como existindo, como dizem, em nosso mundo.

Ela também tem a oportunidade de elevar suas sensações a níveis mais elevados de conjugação com este campo. Então, além do nosso nível de percepção, ela sentirá outros níveis deste campo – espiritual. Mas, ao mesmo tempo, todas essas sensações estão apenas na própria pessoa e apenas no grau de semelhança de suas propriedades com as propriedades do campo.

De KabTV, “Encontros com a Cabalá”, 03/01/19

Sensações Espirituais

294.2Observação: Nos últimos anos, cientistas de todo o mundo têm estudado ativamente o fenômeno das sensações espirituais.

Do ponto de vista da neurociência, isso está relacionado à atividade do lobo parietal inferior do cérebro. Todos os subgrupos testados têm um sinal semelhante dessa sensação, quando na consciência de uma pessoa a fronteira entre sua personalidade e o resto do mundo circundante é borrada e surge um sentimento de conexão com algo muito maior do que ela.

Minha Resposta: Correto. No plano de nossa psicologia terrena, é exatamente isso o que acontece.

Pergunta: Como podemos evocar sensações espirituais, algo que é definido no mundo material como iluminação?

Resposta: As verdadeiras sensações espirituais não dependem de esforços mentais, físicos ou morais. Elas dependem apenas das interações da pessoa com aqueles ao seu redor quando ela, por meio da influência positiva direta sobre os outros, atinge a revelação da conexão com a força de governança superior. Mas apenas na medida em que é capaz de se elevar acima de seu ego.

Pergunta: O cérebro é ativado de alguma forma?

Resposta: Não. Pode ser uma pessoa muito simples ou um grande sábio, não importa.

De KabTV, “Expresso de Cabalá”, 16/02/21

É Possível Desencadear Uma Epifania?

222Pergunta: Às vezes, um problema complexo confunde uma pessoa. Você luta com uma solução, mas não há solução. Mas se você se distrair e uma epifania cair sobre você, tudo se resolverá de repente. Os cientistas dizem que quase um terço das pessoas resolve problemas apenas com a ajuda de uma epifania.

Do ponto de vista da biologia, um insight ou epifania é a formação de uma nova conexão neural no cérebro. Você não pode criar isso diretamente, mas de alguma forma, com a ajuda do esforço, da distração, ao criar certas condições, simplesmente aparece e na mente de uma pessoa aparece como uma solução.

Você acha que é possível causar tal epifania?

Resposta: Sim. Isso pode ser feito por esforço moral e mental, colocando-se em um determinado ambiente externo com certas pessoas ou com a natureza.

Uma pessoa que está procurando por seu novo estado espiritual precisa dessa iluminação. Ela entende que existem forças ao nosso redor e gostaria de invocar sua influência sobre si mesma. Ela tenta fazer isso.

Existem até todos os tipos de técnicas, espirituais e científicas, que falam sobre como fazer. Tente.

Comentário: Até a física quântica diz que uma pessoa se move de maneira desigual, mas progressiva, de um nível para outro. Ou seja, há um salto pela diferença de potencial, e a pessoa se move, sobe.

Minha Resposta: Há um processo cumulativo e, em seguida, um salto.

Pergunta: Uma epifania pode ser comparada a esse salto?

Resposta: Sim, mas isso é feito em um plano diferente, não na mente. Não que se possa ordenar uma epifania com antecedência, mas faz um certo esforço para fazer isso.

De KabTV, “Expresso de Cabalá”, 16/02/21

Dois Tipos De Cognição

283.02Pergunta: Qual é o propósito do cérebro na vida humana?

Resposta: A Cabalá diz que em sua percepção do mundo, um homem consiste em dois componentes, o desejo e a mente. O mais importante é o seu desejo.

Nossos desejos podem ser egoístas, ou seja, totalmente voltados para revelar a si mesmo e ao mundo precisamente de uma forma egoísta, em termos de conforto pessoal. Eles também podem ser altruístas, isto é, opostos ao egoísmo. Mas os desejos altruístas não existem inicialmente na natureza, eles precisam ser alcançados. Quando entramos acima da área egoísta de nossa cognição da natureza, nós a investigamos, por assim dizer, independente de nós mesmos.

No entanto, isso é independência relativa, porque somos nós que estamos explorando de qualquer maneira. Mas essa é uma pesquisa completamente diferente, que fala do que existe fora de um homem e como ele pode alcançá-lo, conhecê-lo e usá-lo.

Assim, existem dois tipos de cognição: cognição no egoísmo e cognição na propriedade de doação e amor aos outros quando um homem, como se de si mesmo, transmigra emocionalmente para os outros. Então ele sente o mundo fora de si mesmo. Esses dois tipos de cognição são estudados pela Cabalá.

Nosso cérebro é apenas uma ferramenta auxiliar. Ele nos ajuda a conectar imagens do mundo, tanto egoisticamente quanto altruisticamente, nos ajuda a explorá-las e nos direciona a isso.

De KabTV, “Juntos sobre Coisas Importantes”, 02/09/18

Como Definir A Verdade E A Mentira?

962.3Pergunta: Baal HaSulam escreve que não há nada mais sublime do que a verdade e nada menor do que a mentira. Como podemos definir as categorias “verdade” e “mentira” em nosso mundo? Onde está a verdade aqui? Afinal, cada um tem sua própria verdade.

Resposta: Este é exatamente o problema. Portanto, não estamos devidamente orientados para nada em nossa vida e substituímos mentiras pela verdade e a verdade por mentiras o tempo todo.

Pergunta: Onde este dispositivo de medição pode ser encontrado? O que e quem é o benchmark (ponto de referência)?

Resposta: Apenas a ciência Cabalística fala sobre isso. Vemos como todas as religiões, filosofias e psicologias enlouquecem. E assim, o mundo inteiro.

Comentário: Certamente. Não há um acordo geralmente aceito de que isso seja verdade.

Minha Resposta: Nenhum. Você pode até examinar os códigos criminais, processuais e todos os tipos de outros códigos, de um país para outro, e verá que todos têm conceitos diferentes de verdade e mentira.

Pergunta: Mas se for natural, talvez seja correto? Quem disse que deveria haver um conceito de verdade?

Resposta: Se os índios vivem em algum lugar, os esquimós em algum lugar, os africanos em algum lugar e eles não estão conectados uns com os outros, então é normal. Mas se o globo se tornar redondo e todos se comunicarem e todos precisarem de um terreno comum para se entender, para isso praticamente precisamos de uma lei.

Isso é o mesmo que as leis físicas. Por exemplo, a lei da gravidade é a mesma para todos e ninguém tem problemas com ela. Isso é natural. As leis sociais devem ser as mesmas. Mas porque somos egoístas, todos querem dobrar as leis por si mesmos.

Não podemos mudar as leis da natureza de forma alguma. E as leis sociais nos são dadas para que possamos adaptá-las a todo o tempo a nós mesmos e à verdade. É por isso que se diz: “Procurem justiça”. Busque por muito tempo, busque por toda a sua vida, de geração em geração, e aos poucos você avançará. Então você terá uma sociedade que realmente avançará.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 22/04/19