Textos na Categoria 'Torá'

O Ponto De Escolha

laitman_740.01Torá, Deuteronômio 28:29: E apalparás ao meio-dia, como o cego apalpa na escuridão, e não prosperarás nos teus caminhos; porém somente serás oprimido e roubado todos os dias, e não haverá quem te salve.

Entrar na terra de Israel significa alcançar os desejos que podem ser direcionados à doação e amor e, ao mesmo tempo, revelar o Criador entre eles. Se pudermos dominar a Luz superior que nos rodeia, estaremos no céu e, se não, estaremos no inferno. É um dos dois estados.

Pergunta: A pessoa deve pensar repetidamente sobre se deveria ou não ir à terra de Israel, ou ela já está indo para lá e não pode voltar atrás, dizendo: “Eu não posso”?

Resposta: Ela não pode voltar, assim como hoje não podemos fazer nada. O que quer que esteja diante de nós é o que é. Digamos que estamos indo para a guerra. Nós podemos avançar para a paz? Podemos. Mas o que escolhemos? Nós escolhemos um dos dois. No entanto, um dos dois ainda está diante de nós.

Pergunta: No entanto, nos dizem: “Você está indo para a guerra?”

Resposta: Não. Nós temos uma benção ou uma maldição. O mesmo é verdade aqui: se você não tiver êxito, será jogado para trás muitos graus para começar a ascender novamente.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 07/12/16

“O Senhor Te Ferirá…”

laitman_207Torá, Deuteronômio 28:27: O Senhor te ferirá com os furúnculos do Egito, com hemorroidas, com feridas escorrendo, e com lesões secas, das quais serás incapaz de ser curado.

Isto significa que em todos os níveis o desejo será virado do avesso e todas as suas intenções que você poderia dirigir para doação, amor e conexão com o Criador se transformarão em qualidades egoístas que irão humilhá-lo e dominá-lo.

No nível material, tudo isso aparece na pele porque a pele é Malchut, a camada mais externa.

Torá, Deuteronômio 28:28: O Senhor te ferirá com insanidade, cegueira e perplexidade.

Insanidade é um dano no nível da cabeça (Mocha).

Cegueira significa que você vê e não sente nada, ou seja, não pode escolher corretamente e tomar decisões.

Perplexidade é a incapacidade de analisar o que está acontecendo com você. Você se perde completamente, como uma pessoa que enlouqueceu e não sabe onde está e quem é. No entanto, mesmo esse estado está muitas vezes ausente em um louco.

Em outras palavras, a pessoa que queria ascender a um grau superior foi incapaz de alcançar essa altura e se despedaçou. No entanto, ela tinha que dominá-lo porque isso cabia a ela.

De Kab TV “Segredos do Livro Eterno” 07/12/16

Se Você Não Ascender A Um Grau Espiritual …

Laitman_002Torá, Deuteronômio 28:32: Teus filhos e tuas filhas serão dados a outro povo, os teus olhos o verão, e por eles desfalecerão todo o dia; porém não haverá poder na tua mão.

A Torá lista as perdas esperadas em diferentes níveis, se você não ascender a um ou outro grau espiritual.

Você pode se conectar com seus amigos e com seu povo e criar um Kli (vaso) comum no qual o Criador será revelado. Em vez disso, novas qualidades opostas são reveladas a você e você perde tudo o que tinha.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 07/12/16

“Assim, Servirás Aos Teus Inimigos …”

laitman_532Torá, Deuteronômio 28:48: Assim, servirás aos teus inimigos, que o Senhor enviará contra ti, com fome e com sede, e com miséria, e com falta de tudo; e sobre o teu pescoço porá um jugo de ferro, até que te tenha destruído.

Pergunta: Não está claro por que eu devo servir ao meu inimigo “com fome e com sede, e com miséria, e com falta de tudo” e não se rebelar contra ele.

Resposta: Isto porque você não tem força contra seu inimigo, o egoísmo. Você é como um coelho que está se movendo para dentro das mandíbulas de uma jiboia, e não consegue fazer nada. O egoísmo o vence e, ao mesmo tempo, mostra sua insignificância. Você é impotente contra ele porque ele tem controle sobre você, e ele demonstra isso.

Além disso, você sente que tudo isso vem do Criador.

Pergunta: Eu também amaldiçoo o Criador?

Resposta: Naturalmente. A propósito, o Criador não se preocupa com a atitude de uma pessoa em relação a Ele. O mais importante é ter algum tipo de relacionamento. Mesmo se você o amaldiçoar, você é mais preferível para Ele do que aquele que não sente e não se dirige a Ele.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 19/12/16

Seja Abençoado!

Laitman_633_1Torá, Deuteronômio 27:26: Maldito seja aquele que não confirmar as palavras desta lei, não as cumprindo. E todo o povo dirá: ‘Amém’.

Se você não fizer isso em intenção e em ação, como resultado você atrairá uma maldição sobre si mesmo.

Em intenção é compreensível, mas por que também em ação? Porque todos têm essas oportunidades na forma espiritual. Você deve reagir corretamente a todas as ações que encontrará. Se não fizer isso, você receberá uma maldição.

Pergunta: Como eu evito ações incorretas para não matar o próximo grau em mim?

Resposta: Somente o ambiente certo pelo qual a Luz superior brilha constantemente em você e mantém você o tempo todo, como no espaço elevado acima do chão, pode salvá-lo das transgressões, isto é, de uma maldição.

Portanto, seja abençoado e não amaldiçoado.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 23/11/16

“Plantarás Uma Vinha, Porém Não Aproveitarás O Seu Fruto”

laitman_759Torá, Deuteronômio 28:30: … plantarás uma vinha, porém não aproveitarás o seu fruto.

A vinha simboliza o fruto da razão, da sabedoria.

Plantar uma vinha significa começar a interagir corretamente por meio de Bina e Hochma para que o fruto de Hochma (a Luz do conhecimento) seja revelado na Luz de Bina (Luz de doação, misericórdia).

É muito difícil subir a esse nível. Se uma pessoa que está na terra de Israel não interage corretamente com seu desejo, não pode usar as uvas, isto é, o vinho que incorpora a Luz de Hochma.

Por sinal, o vinho é um produto especial não perecível. Recentemente, durante as escavações arqueológicas, descobriu-se um vinho que remonta ao tempo do Templo. Ele engrossou, tornou-se gelatinoso, mas manteve suas propriedades, gosto e cheiro.

O sal e o óleo referem-se ao mesmo grupo de produtos. O óleo engrossa, torna-se pastoso, mas ainda é preservado. Vinho, óleo e sal são a base da existência da própria natureza, têm uma raiz espiritual muito elevada.

Enquanto o óleo simplesmente goteja das azeitonas, o vinho é produzido pressionando as uvas e obtendo o suco. E o vinho fermentado anteriormente não foi usado, infundindo-se por si só, mas o suco de uva foi preferido. E é dito que um homem espremesse um monte de uvas e abençoasse o suco.

Ao fazer o óleo, é melhor colocar as azeitonas em uma grande banheira com um furo através do qual o óleo flui para baixo. O óleo, que é obtido não por pressão, mas de forma natural é considerado o melhor e pode ser armazenado para sempre.

O sal, que incorpora o estágio inanimado do egoísmo, relaciona-se ao mesmo grupo de produtos eternos não perecíveis.

Pergunta: O estágio inanimado, em princípio, não se desenvolve. As uvas e as azeitonas também estão relacionadas a ele?

Resposta: Não. Você mesmo os leva a um ponto em que eles não se desenvolvem mais.

Todos esses processos são descritos no Talmud Eser Sefirot (O Estudo das Dez Sefirot). Lá está escrito sobre as leis de cozinhar e armazenar alimentos e seus níveis e fontes espirituais de uma maneira muito interessante. Afinal, em nosso mundo, devemos agir de acordo com a forma como as forças espirituais estão dispostas em relação ao homem.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 12/07/16

“Por Sete Caminhos Fugirão Da Tua Presença”

Laitman_632.1Torá, Deuteronômio 28:07: O Senhor entregará, feridos diante de ti, os teus inimigos, que se levantarem contra ti; por um caminho sairão contra ti, mas por sete caminhos fugirão da tua presença.

Há uma força que corrompe tudo, o nosso egoísmo. No entanto, quando começamos a trabalhar com ele, a Luz Superior o quebra em um espectro de sete caminhos do vermelho ao ultravioleta.

Ao se decompor em sete partes, como através de um prisma, o egoísmo revela diante de você toda a imagem em que você lê as qualidades do Criador, interage com Ele, e se adere a Ele. Isto é, você descobre a si mesmo. O prisma é você. Tudo passa por você.

O egoísmo adiciona um único desejo egoísta a você. Você se conecta à Luz superior que retorna à fonte, a qual, passando por você, constrói um prisma a partir de você. Então, você já consiste de sete Sefirot, sete cores: Hessed, Gevura, Tiferet, Netzach, Hod, Yesod e Malchut. Estas sete cores lhe dão um retrato completo do Criador, a fonte da própria Luz. Assim, você se torna uma pessoa.

Pergunta: Como podemos dividir isso em três linhas? Isso significa que a linha esquerda é uma força e a linha direita a cobre?

Resposta: Ambas as linhas se complementam, como está escrito, “A escuridão vai brilhar como a luz”. Não há diferença entre a noite e o dia, porque eles são opostos; todas as luzes se manifestam. As luzes são reveladas na linha do meio com a combinação correta da linha esquerda e da linha direita.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 05/12/16

“E O Senhor Te Dará Abundância No Fruto Do Teu Ventre”

laitman_275Torá, Deuteronômio 28:11: E o Senhor te dará abundância de bens no fruto do teu ventre, e no fruto dos teus animais, e no fruto do teu solo, sobre a terra que o Senhor jurou a teus pais te dar.

Todo o desejo egoísta que surge dentro de você agora é chamado de terra de Israel. Ele não surge nas pessoas comuns; elas não alcançam esses desejos enormes, extremamente egoístas e antagônicos. E você começará a senti-los. Isso é chamado de entrada na terra de Israel.

Você processa esses desejos, ou seja, subjuga-os a sua intenção de doação e amor, e assim recebe bênção em seu país.

Está escrito: “E o Senhor te dará abundância no fruto do teu ventre”. Abundância significa a revelação da Luz de Hochma. No deserto, antes da entrada na terra de Israel, a Luz de Hassadim foi revelada e agora a Luz de Hochma é revelada, razão pela quaç ocorre o nascimento e desenvolvimento.

A Luz de Hassadim apenas mantém você em um estado de expectativa constante. No entanto, precisamos desenvolvê-lo também porque a Luz de Hochma se acha nele. Portanto, assim que a Luz de Hochma começa a se aproximar, imediatamente há a necessidade da Luz de Hassadim. Afinal, sem ela a Luz de Hochma é como uma faca afiada ou fogo que destrói tudo. Estes são os chamados Dinim, as qualidades de julgamento.

Pergunta: Isso significa que tudo o que acontece hoje no mundo é uma consequência da deficiência da Luz de Hassadim?

Resposta: Sim. Um enorme desejo egoísta aparece. Acima dele está a Luz de Hochma que deve entrar neste desejo. No entanto, o espaço que a Luz de Hassadim deve preencher está vazio. Nós precisamos atrair a Luz de Hassadim, e só podemos fazer isso se nos relacionarmos corretamente.

Se alcançarmos a Luz de Hassadim, a graça se derramará no mundo inteiro.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 05/12/16

“E Apalparás Ao Meio-Dia”

laitman_571.06Torá, Deuteronômio 28:29: E apalparás ao meio-dia, como o cego apalpa na escuridão, e não prosperarás nos teus caminhos; porém somente serás oprimido e roubado todos os dias, e não haverá quem te salve.

Este é um estado de escuridão quando você não vê nada, como na parábola sobre o galo e o morcego: para o morcego, a escuridão é luz, e para o galo, a escuridão é escuridão e a luz é luz.

Ao meio-dia, você anda como um cego na escuridão porque não revela a luz na luz: na intenção de doação e amor. Você vê apenas coisas negativas nisso. Como podemos superar esse estado ao nos aproximarmos dos outros e descobrir a salvação na unidade?

Nós estamos sempre na Luz, mas não entendemos e não sentimos isso. Para nós, é o contrário e é por isso que fugimos.

Nossa tarefa é alcançar que a Luz constantemente existe na conexão, o que deve ser revelado cada vez mais entre nós.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 12/07/16

O Povo Do Livro Com O Programa Da Criação

Laitman_137Pergunta: O povo judeu é chamado de povo do livro. O que isso significa?

Resposta: O povo do livro, isto é, o povo judeu, é um grupo de pessoas que se juntaram ao patriarca Abraão, composto por representantes de todas as setenta nações que viviam na antiga Babilônia naquela época.

Ao longo do tempo, esse grupo conseguiu se unir de acordo com a lei da garantia mútua e se tornar uma nação, como está escrito sobre a entrega da Torá: “Hoje vocês se tornaram Meu povo”.

Como os judeus receberam toda a herança espiritual através do livro da Torá que foi escrito por Moisés, eles são chamados de povo do livro. Esse é o mesmo grupo que estava vagando no deserto por quarenta anos. Durante esse tempo, Moisés escreveu a Torá graças ao fato de que todos trabalharam juntos em unidade e amor ao próximo, e assim chegaram ao mundo superior.

O livro da Torá é o programa da criação que descreve o processo que precisamos para para que uma pessoa se desenvolva até o grau do Criador e revele a força superior de forma ilimitada, que se chama adesão com ela. Tudo isso nós precisamos implementar aqui, enquanto vivemos neste mundo.

Pergunta: Por que os Cabalistas escreveram livros, como se a Torá de Moisés não fosse suficiente?

Resposta: Os demias Cabalistas depois de Moisés acrescentaram seus comentários à Torá porque cada alma tem sua própria percepção especial. Além disso, cada geração sucessiva após a geração do deserto tornou-se cada vez pior; seu egoísmo foi cada vez mais revelado e desenvolvido e, portanto, eles poderiam adicionar revelações. Afinal, quanto maior o egoísmo, mais você pode investigar o mundo superior.

Da Lição Virtual “O Tempo da Cabalá” 13/06/17