A Domesticação do Obstinado

Pergunta: No sistema da integralidade, diz-se que uma pessoa pode usar seus atributos egoístas para o benefício de si mesmo e dos outros. Como podemos usar tais atributos como a inveja, vaidade, astúcia e ambição?

Resposta: Só para enganar o nosso ego.

Durante o estudo de educação integral ensinamos como usar corretamente todos os nossos atributos contra o nosso egoísmo.

Por exemplo, é possível usar a nossa astúcia para enganar o nosso ego e não outra pessoa. Afinal de contas, nós trazemos nosso ego para fora e lutamos contra isto, não para matá-lo, mas, a fim de mudar a forma de como usá-lo. O egoísmo em si pode ser um bom atributo.

Quando todo desejo egoísta é aplicado em benefício dos demais, então ele se transforma em altruísmo. Há sempre um reverso, uma aplicação espelhada.

Vamos dar o ódio como um exemplo. Se você começar a odiar o ego em sua manifestação natural do inconsciente, de repente, você vai descobrir como ele controla você. Junto com isso, o ódio contra o ego cresce com tanta força, que você está pronto para qualquer coisa, apenas para contê-lo. E, finalmente, aproveitando o momento, você pressiona o freio dele com um doce sentimento de vitória, e aperta-o cada vez mais.

Mas você não mata o ego. Quando ele começar a sufocá-lo, lentamente você acaricia-o, domestica-o, exatamente como doma um cavalo selvagem, quando ele já está cheio de fúria e ultrapassa este ponto e começa a obedecê-lo. Então, isto pode ser facilmente aplicado de uma forma positiva.

[124316]

Da Kab TV “Um Mundo Integral” 26/10/13

Material Relacionado:
Em Outra Frequência
Assistente Do Altruísmo
Quando As Prioridades Mudam

Comente