Demência: A Praga Do Século XXI

Dr. Michael LaitmanNas Notícias (da France24): “Ministros da Saúde do G8 reuniram-se em Londres na quarta-feira para enfrentar o que os especialistas alertam ser uma bomba-relógio da demência, com casos definidos a aumentar na medida que a população mundial envelhece.

“Os ministros do Grupo dos Oito países ricos se reuniram para a sua primeira conferência sobre a doença incurável, que atinge cerca de 44 milhões de pessoas em todo o mundo – a maioria delas idosas.

“Eles esperam que através da formação de uma frente comum, a cúpula provoque a virada na luta contra a doença.

“Sofredores de demência, dos quais a doença de Alzheimer é a forma mais comum, muitas vezes acabam necessitando de cuidados em tempo integral, uma vez que ela ataca a sua memória, raciocínio e outras funções cerebrais.

“A Alzheimer’s Disease International alertou em um relatório na semana passada que o número de doentes está prestes a crescer, triplicando para 135 milhões em 2050, enquanto a expectativa de vida aumenta em todo o mundo.

“Lidar com demência custa ao mundo cerca de 604 bilhões de dólares (440 bilhões de euros) em 2010, segundo a Organização Mundial de Saúde.

“O comissário de saúde da União Europeia, Tonio Borg, anunciou um orçamento de 1,2 bilhão de euros para a pesquisa em saúde em 2014-2015, incluindo a demência e doenças neurodegenerativas.

“A demência provoca alterações de humor e problemas com o raciocínio e a comunicação, bem como a perda de memória.

“A maioria dos tipos ficam cada vez piores e não podem ser curados. Medicação e terapia são usados ​​para aliviar os sintomas. …

“‘Como a expectativa de vida aumenta, a nossa geração tem um desafio único: será que esses anos extras no final de nossas vidas serão aqueles que poderemos olhar para a frente com antecipação – ou vão ser aqueles que acabamos temendo?’, disse ministro da saúde britânico, Jeremy Hunt.

“Um em cada três de nós vai ter demência. E se não fizermos melhor, para um em três esses anos posteriores poderiam ser de agonia, desgosto e desespero – e não apenas para aqueles de nós com a condição, mas para as nossas famílias, amigos e entes queridos também”.

Meu Comentário: A natureza é um sistema global, integrado, fechado, e se quisermos receber dela mais do que é suposto para a existência racional, nós pagamos por isso com outra coisa. Só trazendo-nos à forma integral – com um consumo racional em vez de um consumo voraz, e com boas conexões entre si – vamos trazer todo o sistema de criação ao equilíbrio e erradicar o problema de todas as doenças.

Comente