Pela Primeira Vez Desde Abraham

A criação passa por três fases.

A primeira fase é “Infinito”. Lá, nós estamos em um estado perfeito que nos é dado de cima e deriva do pensamento da criação. O pensamento de bem-estar nas criações revela-se, instantaneamente, uma vez que o Criador não tem que fazer nenhuma ação, a fim de trazer o bem para suas criações. No entanto, as criações só existem “em potencial”, que será implementado no futuro.

O segundo estado é a descida do “Infinito”, através de cinco mundos, a este mundo. Neste caminho, passamos pela quebra e divisão em dois sistemas: a maldade e pureza. Um especial Partzuf (Adam HaRishon) aparece nesta fase; mais tarde, ele se quebra, como resultado do pecado de “A Árvore do Conhecimento”. As almas quebram e proliferam; o mal se desenvolve ao nível deste mundo, ao seu grau mais baixo.

Neste plano, o nosso desenvolvimento é chamado de “evolução”, durante o qual nós alcançamos o fundo, ao mesmo tempo, é um ponto de viragem, que permite alterar a tendência do nosso avanço. Neste ponto “bifocal”, a criação começa a subir, ou seja, começamos a compreender e reconhecer perguntas como, “Quem sou eu? O que eu sou? Qual é o propósito da minha vida?” Essa busca é especialmente perspicaz para a nossa geração. É inexplicável, dolorosa e pesada; ela nos traz desespero, desamparo e muitos problemas.

Deste ponto em diante, a humanidade tem de começar o seu avanço em uma nova direção; ela tem que entender e perceber como ela deve corrigir-se e reconhecer que a correção é obrigatória e inevitável.

Neste momento, toda a humanidade divide-se em duas categorias:

  • Aqueles despertados à partir do Alto, que receberam um ponto no coração, um desejo especial que os atrai a conhecer o Divino, sem desastres “introdutórios” e dificuldades. É a falta de conhecimento que os atrai para cima. Essas pessoas vêm para estudar a sabedoria da Cabalá.
  • Outros não tendem a buscar a revelação das razões, o objetivo, ou a essência de suas existência. Eles não se preocupam em questionarem sobre o propósito de sua existência; eles estão satisfeitos com a vida que tem e tentam obter o benefício máximo com o mínimo de custo.

Estas duas categorias avançaram em toda a história até hoje. Hoje em dia, um destes grupos adquiriu a energia para ascender. Este grupo está recebendo o poder de O Livro do Zohar, que realmente torna-o capaz de uma grande escalada de auto-correção, que não é viável desde a época de Abraão.

Estas coisas só são possíveis em Keter e Malchut de todo o processo, ou seja, em seus mais altos e mais baixos graus.

Ao passar por esses estados, nos aproximamos da realização do terceiro estado. É o segundo estado que nos leva a isso. O terceiro estado é o nosso objetivo, o fim da correção, quando uma vez mais voltamos a ser incluídos no Criador, na unidade entre nós.

[125081]

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabala 7/1/14, Escritos de Baal HaSulam

Material Relacionado:
Um adaptador entre o Criador e a criatura
Um Senso De Responsabilidade Para Tudo
Uma Ferramenta Para Detectar O Criador

Comente