Onde Está A Porta?

Dr. Michael LaitmanBaal HaSulam, Carta 26: Está escrito: “Um sino de ouro e uma romã ao redor das bordas do manto. …e seu som é ouvido quando ele entra no lugar santo”.

Estas são as etapas de aproximação do nível do grande Cohen (Sumo Sacerdote). O sumo sacerdote é aquele que está num estado de absoluta doação e que não tem nada de seu próprio, e tudo o que ele tem é apenas para entrar na Santidade. Para entrar Santidade, ele tem que se tornar um vaso sagrado, ou seja, um vaso corrigido, santificando assim o seu desejo de receber na medida em que não tem nada para si mesmo e tudo é para doar.

O “Ephod” (Manto do Sumo Sacerdote) vem das palavras “Ei Po Delet” (onde está a porta), uma vez que Delet (porta) está no local da abertura, quando está fechada.

Em nosso mundo, você pode ver uma porta fechada e quando você a abre, você pode entrar em outro quarto, o próximo estado. Mas é diferente na espiritualidade. Há a abertura, a porta, e a pessoa se tornar um. Como tudo está em mim, no momento em que mudo, eu imediatamente descubro a porta. A porta imediatamente desaparece e se torna uma abertura, minha entrada.

Eu não vejo tudo isso do lado de fora. No momento em que me aproximo do próximo nível, de acordo com meus atributos, meu vaso interior imediatamente muda e se torna uma porta, uma abertura, e uma entrada para o próximo estado.

Na corporalidade, você pode ver a porta, assim como pode ver a abertura. Mas, na espiritualidade, você verá apenas a abertura. Mas você não pode ver a abertura, a menos que seja com fé completa e pura.

Isto significa que a pessoa alcança a doação. Se ela corrige os desejos que são revelados nela em doação, Então você vê a porta, e, nesse momento, ela se transforma numa abertura, porque Ele é um e Seu nome é “Um”. Meu vaso e todas as condições necessárias, incluindo a Luz e o próximo nível se unem e se tornam um todo, porque Ele é Um e Seu nome é “Um”.

É tudo muito simples. No momento em que o nosso vaso se assemelha à Luz ou ao próximo nível, o que significa que eu me torno como o nível superior, isso significa que eu me aproximo da porta, da abertura, da entrada para o próximo nível. Então, Ele e Seu nome é um para mim.

Ele é a Luz e Seu nome é o vaso. Quando o vaso é igual à Luz em seus atributos, eles se tornam um. Então, na medida em que eu me aproximo do atributo superior e entro nele, isso significa que eu “chego à Santidade”. Eu me torno o sumo sacerdote, o discernimento na alma que está livre do “desejo de receber a fim de receber” e que entra no completo estado de “a fim de receber” na fé completa. Esta entrada só é possível se nós vemos as coisas na fé completa. Fé completa significa que a minha Luz de Hassadim, o meu desejo de doar, é tão grande que eu não só trabalho em GE, em doação, mas também em AHP, no desejo de receber.

Se eu estou apenas nos desejos de GE, significa “doar a fim de doar”, e isso é chamado de fé. Se eu também trabalho com o AHP, com os vasos onde também recebo a fim de doar, ou seja, que eu uso o meu ego para o bem dos outros, isso é chamado de fé completa. A fé é Bina, o vaso de doação. Esta fé muda de fé simples, de “Não faça aos seus amigos o que é odioso para você” em “Ama o seu amigo como a si mesmo”.

Da 1a parte da Lição Diária de Cabalá 13/12/13, Escritos do Baal HaSulam

Comente