Concedido Pela Misericórida Superior

Dr. Michael LaitmanBaal HaSulam, Shamati # 219 “Devoção”: Mas, durante Katnut (pequenez),  a pessoa não sente qualquer benefício para si, uma vez que agora não sente qualquer prazer na servidão. …E quanto mais ela trabalha, o sofrimento aumenta proporcionalmente. Por fim, o sofrimento e o trabalho acumulam um determinado montante até que o Criador tem misericórdia para com ela e lhe dá o gosto na servidão do Criador, como está escrito: “Até que o espírito se derrame sobre nós do alto”.

Pergunta: O que significa que o Criador teve pena do homem?

Resposta: Na sua essência, o Criador não é obrigado a fazer qualquer coisa por nós. Nós exigimos e pensamos que Ele tem que nos ajudar. Mas em que bases? Ele não nos deve nada.

No passado, havia um costume que os condenados à morte se ajoelhavam diante do rei e lhe agradeciam por sua misericórdia. O Rei é uma posição tão alta que mesmo o seu julgamento é misericórdia. Malchut (reino) significa julgamento, justiça. Visto que o rei concedeu atenção à pessoa desde sua altura infinita, todas as suas ordens são transformadas em misericórdia e devem ser aceitas como as mais agradáveis. Isso é habitual de acordo com as leis do verdadeiro reino.

A pessoa trabalha e, no final, recebe força, permitindo-lhe subir para o próximo nível. Mas, ao mesmo tempo, ela revela que não subiu por seus esforços, mas só cumpriu a condição depois que recebeu ajuda de cima. O Criador dá a ela a tela, devido a qual a pessoa revela um grau mais elevado. É sempre misericórdia por parte do Criador, porque a pessoa ainda não tem trabalhou neste grau.

Nós nunca trabalhamos com o grau mais elevado e não sabemos o que fazer. Nossa tarefa é cumprir várias condições, após as quais o Criador terá misericórdia e nos ajudará. Nosso esforço é importante. É estabelecido de cima que por seus esforços a pessoa recebe o que é incapaz de alcançar por si mesma.

Isso vem como um presente da misericórdia superior. Nós alcançamos apenas uma linha fina de todo o enorme círculo do universo. Tudo o resto é conectado a nós mais tarde, extraído do vasto mar de forças impuras pela misericórdia superior. Mas não se pode dizer que temos tudo isso de graça, porque a recompensa vem como resultado de nossos esforços em corrigir as relações com os outros.

Da 1a parte da Lição Diária de Cabalá 08/12/13, Shamati # 219 “Devoção”

Comente