Elevar-se E Puxar Os Outros Com Você

Dr. Michael LaitmanPergunta: Como nós corrigimos os malvados quando eles são descobertos? O que há para fazer se eles persistem como problemas permanentes sem solução?

Resposta: Não existem estados estáticos, porque a cada momento novas Reshimot são descobertas, mas a pessoa não as vê, não percebe as mudanças que estão ocorrendo. Essas mudanças de Reshimo ocorrem numa velocidade infinita, mas nós, com nossas sensações limitadas, apenas descobrimos um décimo de Reshimo, um milésimo ou décimo de milésimo.

Nós não estamos preparados para compreender as mudanças de um estado com uma frequência tão elevada ou para distinguir as pequenas mudanças que ocorrem nelas. Isto é como uma criança que quase não percebe nada de tudo o que está acontecendo ao seu redor, mas quanto mais ela cresce, ela começa a discernir e descobrir mais, a ser estimulada e desfrutar mais.

Escritos do Baal HaSulam, Carta 5: Alegro-me com essas corrupções reveladas e com as que estão sendo reveladas… É por isso que fico feliz quando elas saem de seus buracos, porque quando você lança o seu olhar sobre elas, elas se tornam uma pilha de ossos… Mas eu não me conforme com isso nem por um momento… que quando os malvados que estão sepultados aparecem, embora não tenham sido totalmente conquistados, a sua própria aparência é considerada como uma grande salvação.

Este é, essencialmente, o nosso trabalho. Não existe mais nada. Concentrar-se nele pode reduzir significativamente o tempo. E o principal é não perder o nosso entusiasmo e bom humor. Mas se nós não nos preparamos para a revelação, então começamos uma descida. Mas isso não é necessário. É possível nunca descer, mas seguir de vento em popa, se nos preparamos corretamente. Então, não vamos sentir o golpe. Em Kelim (desejos) preparados isso não vai ser percebido como um golpe, mas como uma conquista honrosa, realização e boa descoberta. Tudo depende apenas da preparação.

Isto é o que o mundo está em falta, porque o mundo não estava preparado para essa descoberta; e agora nós estamos começando a ensinar isso, mas isso ainda deve passar por muitas subidas e descidas. E nós temos que entender que, enquanto não avançamos eles, nós mesmos não avançamos. Baal HaSulam escreve que ele pediu que seu grau espiritual fosse rebaixado para que ele fosse capaz de educar as pessoas.

Cada Cabalista, que é um canal para os outros, depende delas. Isso porque ele não pode avançar mais do que pode cuidar dos outros. Certamente há uma enorme diferença entre os seus níveis, mas, apesar disso, se ele toma para si a missão de se preocupar com os outros e de cuidar deles, ele não pode subir tão alto quanto seria apropriado em relação ao seu esforço, mas sim fica abaixo, a fim de cuidar dos mais inferiores.

Nós nos relacionamos com o mundo exatamente como o professor se relaciona com seus alunos. E se quisermos avançar, não temos escolha a não ser avançar o mundo. E mesmo que não haja uma grande diferença entre os níveis, em todo caso, nós temos que subir juntos, paralelamente. Se não subirmos, não levarmos e puxarmos o mundo conosco, não poderemos dar satisfação ao Criador.

Nós vemos ainda a partir do exemplo do nosso mundo, que as pessoas que geram filhos começam a se preocupar mais e se envolvem mais com os filhos e estão menos imersas em seu próprio avanço. Elas se viram na direção dos filhos, “pequenos estados”, e não anseiam em se desenvolver e ser gente grande. Nós devemos aprender com a natureza, que especificamente dessa forma podemos avançar. Depois que eu passei a fase de embrião e o pequeno estado (Ibur e Yenika) e atingi a maturidade (Mochin), eu só posso alcançar maior abundância ao cuidar do pequeno.

É assim que a escada espiritual dos níveis é construída. Se eu não elevo uma oração (MAN) desde os inferiores, eu não posso receber a Luz de cima, isto é, vestir-me na Luz de Hassadim, que eu passo aos inferiores. A obtenção e descoberta só são possíveis quando você não busca a grandeza para si mesmo, mas quer desenvolver aqueles que vêm depois de você. É assim que é organizado em nosso mundo como uma cópia do mundo espiritual, e é assim que o avanço nos níveis espirituais é feito. Portanto, o tempo chegou para fazermos atos de ampla disseminação, quer queiramos ou não, porque sem isso nós não avançamos.

Nós devemos entender essas coisas, concordar com elas, e realizá-las. E depois nós vamos ver que é especificamente este trabalho com as pessoas que nos ajuda a compreender, a sentir mais, e avançar.

Da Preparação para a Lição Diária de Cabalá 18/12/13

Comente