O Direito De Escolha, Parte 2

Dr. Michael LaitmanSe todos nós somos partes de um mecanismo, de um círculo suave, então todos são iguais. Por isso, qualquer pessoa define o estado de todos como se fosse um rei. Sem dúvida, qualquer um de nós!

Talvez nós ainda não sintamos isso, mas assim é a natureza. Se nós nos movemos no sentido da descoberta da comunidade integrada onde todos estão interconectados, então não podemos continuar com nossa natureza protecionista egoísta, que nos leva a negligenciar os outros e nos preocupar apenas com nós mesmos.

Não podemos nos tornar parte de uma humanidade solidária com essa abordagem natural egoísta. Enquanto isso, a natureza nos pressiona mais.

A pessoa quer ser independente e ser deixada aos próprios artifícios onde não seria obrigada nem à nação ou às outras pessoas. Estes são dois processos opostos executados em paralelo. O mundo se conecta por laços cada vez mais estreitos, dentro dos quais todos nos tornamos mais insensíveis e egoístas.

A pessoa costumava se envergonhar se fosse pega roubando. Havia até vergonha de se divorciar. Hoje as pessoas se sentem completamente livres para se casar e divorciar várias vezes e a geração mais jovem não quer se casar.

Nós não podemos existir na forma integral em nossa civilização com a nossa natureza atual. Afinal de contas, não estamos integrados, muito pelo contrário. Não há pior contradição do que tentar nos conectar, terríveis individualistas. Ninguém quer essa conexão, e todos fogem dela como ovelhas de lobos.

O povo de Israel é especialmente oposto a tal unidade, apesar do fato deles estarem numa situação tão difícil e sob a pressão de um ambiente hostil por todos os lados.

Portanto, um político que vai ganhar a eleição e arrogantemente espera alcançar melhorias no país deve compreender que não pode fazer isso. Não importa de que ala ele seja, quer da direita, da esquerda, ou do centro, nenhum deles pode ser bem sucedido.

Afinal de contas, eles não sabem a base sobre a qual repousa a sociedade israelense, pensando que ela não é diferente da democracia ocidental habitual. Eles não sabem o que a natureza preparou para Israel e para o mundo inteiro, a missão do povo de Israel, nem o propósito de todo o mundo nesta longa batalha pela qual todos nós devemos ir. O que é de especial importância no nosso tempo é a falta de conhecimento do que está acontecendo durante este período de desenvolvimento.

Eles não sabem nada disso. Eles pensam que se endurecerem as leis e baixarem impostos tudo vai dar certo. Estas não são as ferramentas que você possa usar para gerenciar o país.

A lei geral da natureza, a lei da integralidade, influencia o nosso governo. Esta lei vem até nós de cima, e o mecanismo que age no povo de Israel compromete a nossa nação a se tornar uma entidade interligada. As pessoas do mundo também exigem o mesmo de nós, porque no próximo nível, elas também irão se conectar à mesma forma de sociedade.

Elas devem alcançar isso, mas não conseguem, porque ninguém pode ensiná-las a fazer isso. Só Israel pode se tornar uma luz para as nações do mundo e ensiná-las, uma vez que Israel passou por este nível no passado. Se não cumprirmos a nossa missão em relação ao resto do mundo, vamos sofrer imensamente com isso.

De KabTV “Uma Nova Vida” 09/12/14

Comente