Não Te Vingarás Nem Guardarás Ira

Dr. Michael LaitmanA Torá, “Levítico”, 19:18: Não te vingarás nem guardarás ira contra os filhos do teu povo; mas amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor. Os mandamentos do que deve ser feito devem ser lidos a partir do fim e não do início: “Eu sou o Senhor e coloco a sua frente e dou-lhe todas as dificuldades na vida, de modo que ao superá-las você aprenda a alcançar o estado de amor completo e doação. Não aceite nada como se fosse o resultado de algo.

Você deve entender que qualquer estado em que se encontra, não importa o quão terrível possa parecer, decorre apenas de Mim e você deve construir-se no que diz respeito a Mim acima disso. Portanto, não pode haver vingança nem qualquer retaliação em relação aos mensageiros e mediadores, através de quem Eu controlo você. Você deve atribuir tudo isso só a Mim.

Vamos ver como todos os problemas que Eu coloco em sua vida lhe ajudam a revelar Minhas ações e Minha doação neles e lhe ajudam a ficar mais forte e, assim, mudar a si mesmo. Vamos ver como você constantemente se concentra em Mim através de diferentes ressentimentos externos, e como constantemente se corrige. Então você vai se transformar em algo”.

Este é todo o estudo.

Pergunta: É dito: “Não te vingarás nem guardarás ira contra os filhos do teu povo”. Como eu posso constantemente manter isso em mente? De onde isso deriva?

Resposta: É a primeira fase chamada Hafetz Hesed, quando eu não quero nada para mim e quando existo de forma neutra ou, talvez, pareço não existir.

“Não te vingarás nem guardarás ira contra os filhos do teu povo” é um estado em que a pessoa não percebe nem absorve nada internamente. É uma grande correção, já que internamente ela é uma enorme egoísta com uma sensação clara e nítida de tudo o que age contra ela. Ela sente como é atiçada, empurrada e insultada por todos os lados. No entanto, quando ela sobe acima do seu ego, ela executa essas correções onde sente prazer supremo e alegria.

Por isso se diz no final: “Eu sou o Senhor”, o que significa o atributo do prazer infinito.

De KabTV “Segredos do Livro Eterno” 09/04/14

Um Comentário

  1. Grata pela orientaçao dessa sabedoria!

Comente