Segredos Quânticos Da Longevidade

Dr. Michael LaitmanNas Notícias (Yelena Dobrovolskaya): “Um novo entendimento qualitativo da união entre os seres humanos e a Natireza foi atingido devido a recentes descobertas científicas na última década. Elas demonstram claramente que a interação entre a genética, o nosso modo de vida e o ambiente é muito mais complexa do que se pensava anteriormente.

Um ‘quantum’ é uma unidade básica da natureza. Níveis de energia (nuclear, atômica e molecular) representam uma “escada quântica”, que reflete o modo como a matéria se organiza; o mais alto nível (o quarto) é “tomado” pelos seres vivos.

“A medicina moderna que chamamos de “ocidental” ou “acadêmica” é baseada num paradigma de química e física clássicas. Ela segue o princípio da visualização, o que significa que a ciência só pode explorar objetos que podem ser observados sem um dispositivo tal como um microscópio. Esta abordagem primitiva pode ser facilmente compreendida quando analisamos a história da biologia e da medicina. Ambas foram formadas durante a época medieval, estavam sujeitas ao dogmatismo religioso e sofriam muito com as restrições da Inquisição que lutava com os ‘hereges’. Os protestos dos mais corajosos cientistas da época carregavam sinais de uma visão de mundo materialista espontânea.

Física da matéria viva (uma nova direção na ciência natural) transformou a medicina e a biologia empírica em conhecimento fundamental. A medicina quântica surgiu apenas durante a última década; ela é uma contribuição médica numa nova percepção de vida, saúde e doença. Ela vê os organismos vivos como sistemas quânticos abertos com uma estrutura complexa que possui uma renovação própria, uma configuração autoeducativa, que é capaz de sincronizar suas partes, interna e externamente”.

Comente