O Novo Modelo De Homem

Dr. Michael LaitmanPergunta: Qual é o papel do guia, do moderador, num grupo de educação e formação integral?

Resposta: É muito mais fácil estudar a teoria do que gerenciar pessoas e ensinar-lhes lições práticas, levando-as a conclusões que não podem chegar por si mesmas. Pelo contrário, aqueles que estudam de acordo com este método chegam a estas conclusões e experimentam este método por si mesmos e inventam um método de reforma pessoal, quando de repente começam a sentir que o grupo é o “artista” que esculpe algo totalmente novo deles.

Com um sentimento e impressão inesperados, eles percebem o quanto podem mudar. Além disso, o que antes parecia ilógico de repente torna-se comum, e o que era imperceptível antes de repente é percebido e aceito mais facilmente, e até mesmo coisas que discordavam de repente parecem diferentes.

Então, primeiro eles começam a estudar a influência que a sociedade tem sobre a pessoa. Ao mesmo tempo, cada um descobre, surpreendentemente, como é dependente do ambiente e em que medida que pode ser manipulado pelo ambiente.

Nós podemos comparar isso a um grupo do tipo Vigilantes do Peso, Alcoólicos Anônimos, ou de pessoas tentando parar de fumar, etc. Não se trata de abandonar certo hábito e formatar uma personalidade totalmente nova: não se trata de você “se formatar” de acordo com o mesmo padrão egoísta, mas da aquisição de uma perspectiva totalmente nova, uma nova natureza, um novo código de comportamento, da mudança das pessoas.

Às vezes isso pode ser bastante desagradável, ou pelo menos surpreendente, porque a pessoa não pensa que pode mudar a si mesma tão facilmente usando o ambiente.

O ambiente está disposto a ajudá-la nisso. Se este age de acordo com determinado método, e explica às pessoas no que elas têm que se transformar, então existe uma cooperação mútua precisa no grupo, quando todas brincam juntas e este jogo coletivo, assim como num teatro, transforma-as em pessoas totalmente novas. Além disso, o papel que elas estão jogando continua a fazer parte delas.

Há muitos “mas” aqui; a questão é se o papel que elas começam a jogar continua a fazer parte delas para sempre. Isso se torna parte delas como a memória permanente de um computador? Ou é temporário e pode mudar por diferentes atributos, funções e outros papéis? Isso depende da orientação que a pessoa recebe e a orientação do grupo, e se estes grupos vão se tornar um incentivo constante que influencia as pessoas.

Da “Discussão sobre Educação Integral” 27/02/12

Comente