As Catástrofes Unificam?

Dr. Michael LaitmanPergunta: Pode o método da educação integral ser aplicado a casos de catástrofes naturais ou humanas? Por exemplo, se uma catástrofe acontece e as pessoas ficam desorientadas, todo o país participa no restabelecimento da região afetada, mas o processo é difícil e demorado.

Exigem-se enormes recursos, e as pessoas rapidamente se acostumam a ser dependentes. Por outro lado, elas estão tão desorientadas psicologicamente que estão prontas para mudar suas vidas. Esta situação pode ser usada para mudar os problemas de determinada região?

Resposta: Eu tenho pensado muito sobre isso, porque a crise traz esta reflexão à mente. Digamos que 50% dos jovens estão desempregados na Espanha, ou que Detroit se tornou uma cidade fantasma. Uma catástrofe é a situação mais adequada para explicar a causa de nossos problemas locais e todos os outros problemas globais.

As pessoas percebem imediatamente o método integral, que as ajuda a se “esquentar”, se unir e sentir a comunidade. Naturalmente, as pessoas começam a se ajudar e todas as pressões diminuem: famíliar, criminal, etc.

A atmosfera imediatamente torna-se completamente diferente. As pessoas estão dispostas a viver em tendas, e ainda percebem isso como uma espécie de aventura. Sua psicologia muda tanto que param de ver os lados negativos da vida, pois não se concentram neles. O interessante é que a sua percepção de vida muda. É por isso que eu acho que a educação integral é um apoio psicológico, bem como grande apoio social, nesses casos.

Pergunta: Muitas vezes acontece que os construtores profissionais vêm para restaurar uma região enquanto os residentes locais sentam e esperam por suas casas serem construídas e que alimentos sejam trazidos para eles. O método integral prevê uma organização diferente – brigadas mistas de construtores visitantes e populações locais?

Resposta: Ambos começam imediatamente a participar do trabalho e aprender. Desta forma, os próprios construtores também serão tocados pela aprendizagem integral.

Pergunta: Então, os construtores que visitam também terão de ser ensinados?

Resposta: Durante o tempo em que eles estão livres. Pelo menos os construtores serão providos com a ajuda sincera e voluntária da população local. As pessoas terão prazer em participar da restauração de sua cidade.

Da “Discussão sobre Educação Integral” #23, 03/03/12

Comente