Somos Educadores

Pergunta: Um monte de pessoas no mundo defendem a cooperação e assistência aos outros. Como podemos conectar a elas?

Resposta: Nós não conectamos com elas. Há muito poucas “boas almas” que são voluntárias em hospitais, ajudam os necessitados, ou estabelecem diferentes organizações de caridade e fundos. Elas ajudam as pessoas e isso é muito bom. De acordo com Baal HaSulam e levantamentos sociológicos, cerca de 10% da humanidade é altruísta.

Hoje, no entanto, pela primeira vez na história, chegamos a um ponto crucial do nosso desenvolvimento, e precisamos ensinar às pessoas as novas leis do mundo no qual estão entrando. Nosso objetivo não é outro adoçante egoísta, não ajudamos os pobres, ou uma redistribuição comsmética dos recursos a seu favor.

 

Não, a humanidade está prestes a entrar numa nova dimensão, na qual temos que estar ligados entre nós globalmente e integralmente. A natureza começa a nos da sugestões, como se disesse: “Isto é como você deve ser a partir de agora ligado organicamente, como um homem com um coração, como todas as minhas outras partes. Pare de se desenvolver dentro de mim como o câncer”.

“Ninguém além de nós compreende verdadeiramente o que está acontecendo. Portanto, temos que ensinar as pessoas. Somos uma organização educacional, cujo único objetivo é ensinar as leis do mundo global.

A ligação mútua está aparecendo por toda parte. Não podemos nos separar, mesmo se quiséssemos. A única maneira de cortar nossa conexão é pela guerra, mas isso não vai ajudar tanto porque os laços internos entre nós não vão desaparecer. A guerra vai acabar em breve, e vamos ter que retomar a conexão, apenas sob condições muito mais difíceis.

Hoje, a crise destrói todos os aspectos da vida. Temos que ver esta situação como um trampolim para o próximo nível. A evolução da natureza nos obriga a passar para a nova etapa.

O que ganhamos com isso? Vamos ganhar o novo sistema. Por este trabalho mútuo, pelo respeito mútuo, descobriremos a força interna da natureza, seus mecanismos internos e subiremos para um novo nível de existência. Primeiro vamos nos livrar de todos os problemas diários, e além disso, vamos chegar a próxima dimensão.

Portanto, não há outra escolha: A natureza nos obriga a chegar a isto. É por isso que não damos presentes nos feriados. Deixamos isso para outras organizações. Estamos apenas ocupados com a nova educação integral. Assim como creches e escolas preparam as crianças para a vida em nosso mundo, agora temos que preparar toda a humanidade para a vida no mundo que se manifesta a nós, em que todos nós estamos conectados globalmente.

A parte superior, sistema único integrante está chegando mais perto ao nosso sistema humano destruído pelo egoísmo. Se eles confrontarem, haverá uma explosão horrível.

[56861]

Da 5 ª parte da Lição Kabbalah Diária de 07/10/2011, “Um mandamento”

Comente