Mudando seu Apartamento do Térreo para um no Primeiro Andar

Há muitos grupos que falam sobre o amor e a conexão. As relações entre a pessoa e a sociedade, ou entre uma pessoa e o Criador determinam o caráter da sociedade, o movimento, o partido, a religião, ou a tendência.

Há muitas dessas ligações, mas nós as dividimos em duas: de acordo com a necessidade e de acordo com o desejo da pessoa de alcançar o Criador, que não a deixa descansar, e obriga-a a olhar para um único objetivo na vida, para a força superior, para a razão de viver, para o sentido da vida, para “quem eu trago prazer.” Esta pessoa tem que chegar a raiz, a fonte de sua existência.

Esta é a primeira condição segundo a qual uma pessoa está incluída em um grupo de cabalistas. Nós não verificamos esse atributo em qualquer um quando da sua entrada no grupo por um instrumento especial, mas se a pessoa não tem a centelha para procurar o Criador, a inclinação, a paixão, a fome interior, então ela não pertence a esse grupo e, eventualmente, vai deixá-lo. Isto pode acontecer mesmo depois de 10-15 anos de estudo.

Estes anos de estudo certamente não são simplesmente apagados de sua vida, porque ela fez um trabalho durante este tempo e é parte da correção de sua alma, mas continuamos apenas com as pessoas em quem há uma centelha que as obriga a alcançar a revelação da força superior uma vez que esta é a única coisa que elas querem.

Esta é a principal e única razão para estar em um grupo e tudo o resto é apenas um meio para alcançar esse objetivo. Aos poucos, elas aceitam esses meios, mas não imediatamente; isto é feito passo a passo, como parte de uma luta interior e elas certamente não estão dispostas a aceitá-las de uma só vez. É porque todos os meios para revelar o Criador operam contra a nossa vontade, contra os nossos atributos naturais, contra os nossos hábitos, e contra a nossa educação, uma vez que todos eles são anti-egoístas.

Então, é preciso tempo para que uma pessoa, finalmente, entenda e sinta que a primeira realização do Criador ocorre no kli espiritual coletivo, na conexão entre nós, o que nos obriga a nos conectarmos com toda a realidade.

Toda a realidade na natureza nos níveis do inanimado, vegetal, animal e falante estão em uma pessoa, na ligação entre as pessoas, e, especialmente, na ligação entre os amigos do grupo. Só dentro do grupo que uma pessoa é recompensada com o livre arbítrio e com a escolha de torná-lo mais forte ou não, a fim de se conectar a ele. Com isso, ela cria um lugar para a revelação do Criador.

Esta é a única maneira em que isto funciona: Uma pessoa sobe de seu andar térreo, que está no “piso” (no seu desejo de receber) do primeiro andar, para a correção de seus desejos. De lá, junto com os amigos, ela corrige a conexão entre eles, e sobe para o segundo andar, com a revelação do Criador, que é revelado como Aquele que habita no vaso coletivo chamado Shechiná.

Assim, uma pessoa atinge a meta a qual ela ansiava desde o início, sem saber o que é exatamente aquilo para o que ela é atraída e como realizar este desejo obscuro. Ela passa por esse longo caminho, para atingir este objetivo, que ela sentia, inconscientemente, é a única coisa que ela precisa na vida.

[109345]

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabala de 6/6/13, Escritos do Rabash

Material Relacionado:
Comprando O Mundo Do Infinito Pelo Preço De Uma Caixa De Fósforos
É Hora De Enfrentar A Verdade

Comente