Uma Família em que Todos são Amados

Nossos desejos são divididos em dois:

Desejos “Animais” – relacionados à comida, sexo, família.

Desejos “Humanos”- relacionados à dinheiro, respeito, conhecimento.

Em todas as circunstâncias, tanto estes e aqueles são relacionados a este mundo; não há nada de espiritual neles.

Em relação ao grupo inferior deste mundo, é possível dizer que esses são desejos “pessoais”. E o superior são desejos “sociais”. E acima, todos nós somos uma família. Em qualquer caso, nós nos esforçamos para isso.

Pergunta: Qual dos desejos desperta boatos e calúnias em nós?

Resposta: Em particular os desejos por respeito e controle.

Pergunta: E como vamos lidar com isso de forma a ser uma família?

Resposta: Em linguagem rude: feche a boca e os ouvidos, para endurecer o coração. Este é o trabalho. Ninguém exige do outro a ser corrigido, mas é necessário entender a necessidade de correção e de querer, ou pelo menos, aspirar a esse desejo. Você ve, se o desejo está preparado, então do ponto de vista da luz, não haverá qualquer obstáculo. E, enquanto isso, eu me elevo, como isto é chamado, uma “oração antes de uma oração”, uma vontade de querer.

Pergunta: Como os meus pensamentos negativos separaram a família que queremos construir?

Resposta: Essa é a mesma coisa que perfurar m buraco no lado do barco compartilhado. Você ve, um buraco é o suficiente para afundar todos. Além disso, mesmo se eu não adicionar o meu esforço, o meu apoio, isso já é prejudicial. Precisamos querer ser uma família com todas as nossas. Nela não há belo e feio, sábio e tolo, o bom e ruim, o Criador nos reúne, e precisamos apenas amar um ao outro. Todos são lindos, todos são sábios, todos são bons, todos são amados.

Pergunta: Nosso grupo é um Partzuf. Será que uma divisão semelhante de desejos existe nele?

Resposta: Se já se tornou um Partzuf, em seguida, todos os nossos desejos particulares são misturados em conjunto, são incluídos uns nos outros. No geral, estamos trabalhando com uma conta conjunta. E dentro desta todo mundo recebe um diferente Partzuf , não como era antes. Com este mérito, esses desejos em cada um são integrados em uma nova forma. Assim, somos combinados em pensamentos e recebemos uma força direcional para um imenso avanço, tanto negativamente como positivamente.

Pergunta: Quais são os mínimos desejos compulsórios em um grupo?

Resposta: Eu não tenho lugar para adquirir novos desejos espirituais se eu não sou incluído no grupo e não começarei a receber um “modelo” novo dos amigos. Eu não tenho outras possibilidades. De um modo geral, de acordo com o grau de avanço, gradualmente construímos um Partzuf, que inclui e abrange todos conjuntamente.

Malchut do mundo de Atzilut em si mesmo é um ponto em que não há nada, um espaço vazio, no qual entramos e nos juntamos um ao outro. Todo mundo esforça-se para trabalhar para o bem dos outros, e então temos um pedido compartilhado para a correção(MAN).

Suponha que cinco pessoas estão reunidas, cada uma tem uma parte, um desejo, pronto para unir-se com as outras. Malchut de Atzilut conecta todas estas partes, cuida delas, ajuda-as a ajustar todo o resto, e constrói a partir delas um desejo comum que não é percebido ainda. É isso que sobe para receber a Masach (tela) que, no final das contas, todos recebem. Desta Masach todos recebem de volta o que investiram.

Assim, todos trabalham de acordo com um desejo. De acordo com este princípio, a interação existente entre os neurónios do cérebro, as células do corpo, as sinapses, que constroem integrações diferentes com cada ação, e assim por diante. Há um princípio em todos os lugares: ganhar um desejo comum, processá-lo e se preparar para a próxima etapa. Cada estado, cada momento, desta forma, não é como o momento anterior, e, no final, corrigimos todos.

[102957]

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabala de17/03/13,”Introdução ao Livro do Zohar”

Material Relacionado:
Análise Da Natureza Humana
A Porta Para O Território Do Criador

Comente