Textos com a Tag 'Intenção'

Graças À Intenção

79.02Pergunta: Não está claro como podemos permanecer opostos e ao mesmo tempo estar unidos com o Criador. Como algo pode se unir com algo oposto a ele?

Resposta: Graças à sua intenção. Não posso mudar meu pensamento, meu desejo, mas posso mudar a forma de seu uso: em prol de quem. Acontece que por um lado nos tornamos iguais ao Criador em nossa intenção, agimos junto com Ele em uníssono, em homeostase.

Por outro lado, permanecemos em nossa natureza, que não podemos mudar. E não precisamos mudá-la. Assim, enfatizamos nossa independência, nossa oposição a Ele. Como seres criados, não nos dissolvemos em um pensamento comum, mas nos sobrepomos a ele como duas ondas.

Inicialmente, quando fomos criados, estávamos dissolvidos nesse pensamento, não sentíamos a nós mesmos. Uma pessoa em nosso mundo também não se sente. O homenzinho que existe em sete bilhões de cópias não se sente. Ele automaticamente faz o que o pensamento geral do universo lhe prescreve, o que ele induz, dirige a ele.

De KabTV, “Close-Up. Segredos da Imortalidade”, 07/01/11

A Intenção Correta

219.01Pergunta: O que é a intenção?

Resposta: É um sentido claro do objetivo e uma ação para alcançá-lo. Você está encerrado neste objetivo. No momento em que a fechadura clicou, você está fixado nela, encerrado, preso como um buldogue, e você só vai alcançá-la, entrar nesse estado.

Na Cabalá, o objetivo é o estado. Ou seja, agora estou em um estado e devo chegar a outro, o próximo estado. Este é o meu objetivo.

Eu descrevo para mim mesmo esse estado futuro cada vez mais detalhadamente em tudo o que é possível. Desta forma, eu me aproximo. Isso é o que se chama de intenção.

Ou seja, quais são suas intenções? O que você deseja alcançar? Isso é tudo. As intenções corretas são aquelas que coincidem com o programa da natureza.

Pergunta: É justamente durante os estudos?

Resposta: Não importa quando e onde! A intenção correta na vida, em uma ação ou em algumas ações e reflexões consecutivas, é quando meu objetivo, meu próximo estado desejado, deve ser realizado de acordo com o programa da natureza. Então esta intenção está correta.

De KabTV, Eu Recebi uma Chamada. Pense no Bem”, 21/10/09

A Intenção Por Trás De Qualquer Desejo

051Pergunta: Qual é a intenção de um desejo anulado?

Resposta: A intenção de qualquer desejo, se tentarmos começar a examiná-lo, visa sentir o Criador nele.

Para fazer isso, você precisa mudar sua forma, conteúdo, talvez até sua força. Mas, no final, é aqui que começamos.

Como uma pessoa inicia o caminho do desenvolvimento espiritual? Com o propósito, o objetivo, de revelar o Criador.

Da Convenção Internacional “Elevar-se acima de nós mesmos” 07/01/22, “Anulação perante os amigos”, Lição 2

Desejo E Intenção

610.2De acordo com a sabedoria da Cabalá, inicialmente, apenas o Criador existia – o desejo de doar e realizar. Para que Ele pudesse realizar esse desejo, Ele criou o desejo de receber, de ser realizado. Esta é a matéria da criação.

Como resultado, todo o universo consiste em duas qualidades opostas: o desejo de doar, de preencher, de amar, as qualidades do Criador, e o desejo de receber, de preencher apenas a si mesmo, mesmo às custas dos outros, das qualidades de criação.

O desejo de receber não precisa doar para mudar e se tornar semelhante ao Criador. Não pode emanar nada de si mesmo. Mas pode receber a fim de doar como uma criança comeria para agradar sua mãe, e embora ela receba fisicamente em ação, ela está na verdade doando enquanto age a fim de agradá-la. Fazemos o mesmo com relação ao Criador.

Recebemos tudo Dele, mas se nos restringirmos e concordarmos que receberemos apenas a fim de Lhe trazer contentamento, nos tornamos os doadores, iguais ao Criador. Ele nos doa porque Ele é a própria qualidade de doação, nós recebemos com a intenção de trazer-Lhe contentamento e, então, somos iguais a Ele.

A equivalência de qualidades com Ele revela o Criador para nós, e começamos a sentir, compreender, explorá-Lo e estar em contato absoluto com Ele.

Então, o Criador tem apenas o desejo de doar. A criação tem um desejo e uma intenção: o desejo de receber e a intenção “para meu próprio bem” ou “para o bem dos outros”, incluindo “para o bem do Criador”.

Ao alterar os desejos de uma pessoa de maior para menor e suas intenções “para o seu próprio bem” ou “para o bem dos outros”, uma pessoa pode se elevar ou se abaixar em relação ao Criador, aproximar-se ou afastar-se Dele. Nesse caso, a intenção muda a essência da própria ação. Esse é o ponto de nossa correção.

Não podemos mudar a ação, mas mudando a intenção de “para nosso próprio bem” para “para o bem dos outros”, o significado de nossa ação pode mudar para o oposto e se tornar doação em vez de recepção. Se eu recebo do Criador a fim de Lhe trazer contentamento, sou considerado aquele que Lhe dá prazer, isto é, o doador.

É assim que começamos a entender o nosso trabalho: combinando corretamente o desejo de receber com a intenção de doar, uma pessoa se forma corretamente, ajusta-se em relação ao Criador. Isso é chamado de trabalho em três linhas.

De KabTV, “Conversa sobre O Livro do Zohar

Como Verificar Se A Intenção Está Correta?

281.01Pergunta: Como podemos verificar se temos uma intenção correta?

Resposta: Você verifica isso por sua atitude correta para com seus amigos. Conforme você se relaciona com seus amigos, você se relaciona com o Criador.

E não minta para si mesmo dizendo que trata o Criador de maneira diferente: “Você O ama, mas os amigos …” Não existe tal coisa porque dentro de sua atitude para com os amigos, você molda sua atitude para com o Criador. De outra forma, não!

De KabTV, “Videoconferência”

Sintonize-se Com A Intenção

232.1Pergunta: Durante as aulas, você sempre diz: “Vamos nos sintonizar com a intenção, vamos unir nossos desejos e seguir em frente juntos em uma intenção”. O que é isso?

Resposta: Em conexão uns com os outros, os amigos podem criar tal qualidade que revelará o Criador, e com a ajuda dessa qualidade, eles lutarão contra o egoísmo. É disso que estou falando.

Pergunta: Somos capazes de evocar essa intenção em nós mesmos?

Resposta: Devemos tentar. Em uma pessoa corpórea comum, não há intenção correta nem pode haver. Portanto, nossa tarefa é pedir ao Criador que nos dê, mesmo sem saber o que estamos pedindo.

De KabTV, “Segredos do Livro Eterno“, 02/08/21

Tudo Depende Da Intenção

962.2Pergunta: O que é material em uma pessoa e o que é espiritual? Como você pode distinguir entre vida espiritual e corpórea?

Resposta: Somente por seu propósito, o que exatamente você deseja. Essa é a única diferença.

Eu posso aproveitar a vida, viajar, sentar-me com amigos em uma boa mesa e assim por diante. E se essas ações são corporais ou espirituais depende de como as realizamos, com que intenção, do que falamos durante a refeição e em outras situações.

Tudo é condicionado pelo objetivo que cada um busca estar junto com seus amigos. Se nosso objetivo é se unir, mostrar uns aos outros como queremos estar conectados internamente, essa é uma ação espiritual.

Tudo depende apenas da nossa intenção, do quanto fortalecemos nossa conexão para que o Criador comece a se manifestar entre nós.

De KabTV, “Videoconferência”

A Intenção – Configuração Do Coração

237Trabalhar com a intenção está no centro de todo o nosso estudo, todos os nossos esforços e todas as nossas ações. A intenção é a sintonia do coração, direcionando o desejo para o Criador. O Criador é a única força operando em toda a realidade. Mas Ele nos criou, as criaturas, desconectadas Dele para que pudéssemos ser atraídos a Ele, para nos dirigirmos a Ele.

Portanto, toda a criação está fora do Criador, fora da espiritualidade, fora do sentimento da força superior, a fim de nos dar a oportunidade de buscar o Criador, de sentir como Ele está faltando em nossas vidas.

O Criador desperta em nós a necessidade de encontrá-Lo. E se percebermos isso corretamente, nos unirmos para buscá-Lo juntos e tentar ser como Ele, vamos ansiar por Ele dia e noite.

Eu quero dirigir cada pensamento e ação a Ele, para chegar mais perto do Criador, para me tornar como Ele e dar-Lhe contentamento. Em troca, receberei ainda mais oportunidades Dele para me aproximar e me conectar com Ele.

Portanto, a intenção não é algo que é lembrado uma vez por dia, mas algo que determina cada ação em minha vida. Se eu quiser me aproximar do Criador, revelá-Lo, senti-Lo, me apegar a Ele, preciso realizar todas as ações que faço na vida com esse pensamento, não importa o que eu faça.

A cada momento, a cada passo, devo anexar o Criador como a única fonte de toda a realidade. E se eu tentar fazer isso, certamente terei ajuda Dele e irei senti-Lo cada vez mais.

Na medida em que ansiar por Ele, sentirei que Ele anseia por mim, como se diz: “Eu sou do meu amado e o meu amado é meu” de forma recíproca. Acontece que a intenção não é alguma adição insignificante que pode ser esquecida, mas uma aspiração das profundezas do coração com a qual estabeleço contato constante entre eu e o Criador.

O Criador nos criou com desejos egoístas, mas nos cercou com tais condições externas que corrigem gradualmente nossas tendências egoístas na intenção de doar. Trabalhando junto com nossos amigos e ajudando uns aos outros, começamos a descobrir a atitude precisa e permanente em relação à força superior, exceto para a qual não há nada, e a ver nela a fonte e o propósito de todas as nossas intenções.

Assim, nós O revelamos com todos os nossos órgãos espirituais de sensação, ou seja, em prol da doação, em anseio mútuo um pelo outro, e entramos no mundo da verdade, a eternidade. Tudo depende apenas de nosso anseio correto.

Esse trabalho não para dia após dia; precisa de renovação constante. Portanto, “eles ajudaram a cada um de seus amigos” apoiando e fortalecendo uns aos outros. Afinal, apenas juntos podemos formar o conceito chamado de Criador entre nós e nos direcionar corretamente para Ele, ou seja, para o lugar certo e na forma certa. E isso só é possível se construirmos essa intenção juntos desde o início.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 18/05/21, “Trabalho com Intenção”

Se Você Mudar Sua Intenção, Mudará O Mundo

503.02Pergunta: Você costuma dizer que a vida começa além da barreira, o Machsom. Podemos presumir que o lugar para onde as pessoas vão após a morte está atrás do Machsom?

Resposta: Não. Na Cabalá, uma qualidade é chamada de lugar. Nosso mundo é a qualidade do egoísmo, um lugar onde o sentimos.

Pergunta: Podemos dizer que o cruzamento do Machsom é idêntico à mudança de intenção de uma pessoa?

Resposta: Sim. Isso é totalmente correto. Se antes todas as suas intenções eram apenas para si mesma, por causa de seu egoísmo, quando ela se imaginava no centro do mundo e fazia tudo apenas para si, agora ela coloca o Criador no centro do mundo e faz tudo apenas para Ele. Este é um sentimento completamente diferente.

Pergunta: Como um Cabalista vê este mundo quando cruza o Machsom?

Resposta: O Cabalista vê o mundo como o bem absoluto, como doação e amor que preenche absolutamente todo o espaço, e ele existe nessas qualidades. Sua revelação é a revelação do mundo superior.

De KabTV, “Estados Espirituais”, 06/02/20

Nossas Intenções Secretas

294.2Nossas intenções realmente governam o mundo, elas definem o mundo. Mas essas são intenções das quais nós mesmos não temos consciência.

As intenções são meus pensamentos sobre o que gostaria de ver, como gostaria de ver o mundo, a mim mesmo nele, aos outros e assim por diante.

Hoje, se nossas intenções se manifestassem na palavra, não haveria mais mundo.

Pergunta: Então, temos a intenção de destruir agora?

Resposta: Com certeza! A destruição de outros, de todos e de tudo.

Pergunta: É por isso que elas não se manifestam?

Resposta: Sim. Não recebemos força precisamente porque isso iria para a destruição.

Pergunta: Em que ponto receberemos a força? O que veremos?

Resposta: Quando tivermos as intenções corretas de acordo com o plano da natureza, começaremos a receber a força para implementar isso. As intenções corretas são para reaproximação, unidade, conexão, realização do nível mais alto da natureza, a revelação da conexão mútua e amor.

Pergunta: Se essa intenção fosse revelada, o que veríamos?

Resposta: Que originalmente estamos em um único sistema e todas as nossas tentativas de existir até agora foram apenas na direção oposta: para quebrar esse sistema.

Pergunta: O que devemos fazer para revelar nossas intenções?

Resposta: Devemos tentar com todas as nossas forças romper a parede desse egoísmo que não nos permite perceber, fazer qualquer movimento, nos conectar de alguma forma, ou perguntar. O principal é perguntar.

Pergunta: Em que ponto irei perguntar?

Resposta: Quando você vê que realmente deseja, mas não pode.

Pergunta: O que impede o Criador de simplesmente nos dar tudo isso e pronto? Por que Ele precisa do nosso trabalho?

Resposta: Se você não quer, como posso dar a você? Isso é coerção. Não existe na espiritualidade.

Pergunta: Ele deve nos levar ao estado em que perguntaremos: “Dê-nos a oportunidade de romper com o nosso egoísmo”?

Resposta: Sim.

Pergunta: Ele precisa nos mostrar que nosso egoísmo é destrutivo, assassino?

Resposta: Mas se Ele nos mostrasse, simplesmente não seríamos capazes de existir. Precisamos nos esforçar por isso nós mesmos, e então, na medida do nosso esforço, perceberemos que estamos no estado oposto e pediremos.

Pergunta: Toda a nossa tarefa é lutar pela conexão, pela unidade, por bons pensamentos? Então veremos que não podemos fazer isso e pediremos: “Dê-nos a oportunidade”. É esse o plano?

Resposta: Sim.

De KabTV, “Notícias com o Dr. Michael Laitman”, 31/12/20